Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Correlação entre os níveis séricos da vitamina D e os diferentes subtipos de tumores mamários

Braga, Paula Sónia da Fonseca Serrano
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.01%
Introdução: A investigação de padrões de expressão genética deu origem a uma classificação molecular dos tumores mamários em vários subtipos com prognóstico distinto: tumores que expressam receptores de estrogénios e/ou progesterona (o subtipo luminal) e tumores que não expressam estes receptores (associados a pior prognóstico); o subtipo com sobrexpressão de HER2 (HER2 positivo) e o subtipo triplo-negativo (TN), que, como o nome indica, não tem expressão dos três marcadores. A deficiência de vitamina D tem sido implicada no aparecimento de muitos tipos de cancro; actua localmente em numerosos tecidos e órgãos, com efeitos de anti-proliferação, pró-diferenciação e pró-apoptose. Verificou-se que, no cancro da mama, os níveis de vitamina D são geralmente mais baixos na doença avançada e associam-se a menor sobrevivência. Neste trabalho, pretendeu-se estudar o status de vitamina D nas doentes com cancro da mama para verificar se existe alguma relação entre a deficiência de vitamina D e os subtipos moleculares de cancro da mama. Material e Métodos: A população consistiu em 87 doentes admitidas na Unidade de Senologia do Hospital de São Marcos com o diagnóstico de cancro da mama, durante o período de um ano...

Estudo do Envolvimento da Bioactivação Metabólica no Efeito Hiponatrémico da 3,4 - Metilenodioximetanfetamina (Ecstasy)

Silva, Daniel Gomes Esteves da
Fonte: Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto; FFUP Publicador: Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto; FFUP
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
28.41%
Although considered as safe drugs by many, exaggerated responses and deaths have been reported due to 3,4-methylenedioxymethamphetamine (MDMA; ecstasy) abuse. One of the adverse effects associated with ecstasy intoxications is hyponatremia that has been related with a disruption on the release of the antidiuretic hormone (ADH or arginine-vasopressin) and pointed out as the possible cause of numerous severe and fatal intoxications after intake of this drug. Recent in vivo studies with human healthy volunteers and also in vitro studies performed with rat isolated hypothalamus have shown that the metabolic bioactivation of MDMA, namely its demethylenation followed by O-methylation of the resulting cathecol metabolite are crucial for the release of ADH both in vivo and in vitro. For the evaluation of the contribution of this metabolic pathway to the in vivo expression of the hyponatremic effect of MDMA it is crucial to quantify these metabolites, and to relate the metabolic profile with the magnitude of the hyponatremic effect. For this purpose, a GC-MS/MS method was developed to quantify MDMA and its main metabolites: methylenedioxyamphetamine (MDA), 4-hydroxy-3- methoxyamphetamine (HMA) and 4-hydroxy-3-methoxymethamphetamine (HMMA)...

O citocromo b5 no complexo enzimático do citocromo P450

Presa, Daniela Figueiredo Simões
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
17.01%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Genética Molecular e Biomedicina; Estudos anteriores indicaram que o b5 tem diferentes efeitos no complexo enzimático do CYP, dependendo do tipo de substrato e da forma de CYP envolvida. Para uma melhor compreensão do b5 no complexo enzimático do CYP, este trabalho pretendeu estudar o mecanismo de actuação e efeito do b5 no referido complexo. Para este fim, utilizamos um sistema bacteriano biplasmídico que permite a co-expressão de um CYP com a CYPOR na presença ou ausência de b5. Seleccionámos dois CYPs, o CYP1A2 e o CYP2A6, uma vez ter sido demonstrado que a presença de b5 exerce um forte estímulo sobre a actividade catalítica do CYP2A6, e que o CYP1A2 aparenta uma relativa insensibilidade à presença desta proteína. Como se pensa que o b5 actua sobre a eficiência da transferência de electrões da CYPOR para o CYP, escolheram-se duas variantes da CYPOR relacionadas com a Síndrome de Antley-Bixler, nomeadamente Y459H e Y181D, as quais contêm mutações que causam a debilitação da ligação dos grupos prostéticos FAD e FMN respectivamente, grupos directamente envolvidos na capacidade de fornecer electrões ao CYP. Após a validação dos diferentes sistemas bacterianos construídos...

Sistemas bacterianos no estudo da bioactivação do antirectroviral nevirapina

Alves, Mónica Filipa Neves Moço
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
38.57%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Genética Molecular e Biomedicina; O antirectroviral Nevirapina (NVP) é um inibidor não nucleosídico da transcriptase reversa (INNTR) aplicado contra infecções pelo vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1), cuja utilização é principalmente limitada pela hepatotoxicidade severa e erupções cutâneas associadas. Embora o mecanismo exacto da toxicidade de NVP não seja completamente conhecido, estudos prévios sugeriram que a bioactivação de NVP possa ocorrer por hidroxilação a 12-hidroxi-NVP, e subsequente sulfatação, levando à formação de electrófilos altamente reactivos. Para estudar esta via de bioactivação, inicialmente, construiu-se uma nova estirpe teste de mutagenicidade de Escherichia coli, BTC2A6_SULT1A1_POR, expressando as enzimas da biotransformação humana, citocromo P450 2A6 (CYP2A6) e sulfotransferase 1A1 (SULT1A1). Contudo, utilizando o pro-mutagénio 1-metilpireno, não foi possível validar esta estirpe. Várias razões para a sua insensibilidade foram consideradas: procedimento experimental não optimizado, insensibilidade do alvo genético, e níveis limitados de PAPS...

Identificação e quantificação de adutos covalentes formados entre a valina Nterminal da hemoglobina e o fármaco nevirapina em doentes de HIV: Desenvolvimento e validação de um método analítico por espectrometria de massa de alta resolução

Pereira, Catarina Correia da Cruz
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
28.16%
A nevirapina é o fármaco antirretroviral mais utilizado nos países em desenvolvimento para combater o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Apesar dos seus efeitos benéficos, a nevirapina tem sido associada a casos de hipersensibilidade cutânea e hepatoxicidade graves ou mesmo fatais. Estudos recentes sugerem o envolvimento da bioactivação do seu metabolito de Fase I, 12-OHNevirapina, a espécies electrofílicas capazes de formar adutos covalentes com proteínas. A identificação dos adutos formados, por esta via de bioactivação, com a valina N-terminal da hemoglobina (Hb) isolada de doentes sob terapêutica com a nevirapina foi já efectuada. A técnica analítica utilizada envolveu a utilização do método de derivatização N-alquilo Edman que, por reacção com fenilisotiocianato (PITC), permite destacar o aduto formado com o resíduo N-terminal da Hb, sob a forma de uma hidantoina, que foi posteriormente analisado e quantificado por cromatografia líquida acoplado à espectrometria de massa de tandem por ionização de electrospray. O presente trabalho teve como objectivo inicial optimizar o procedimento experimental envolvido no procedimento de N-alquilo Edman, tendo-se inicialmente comparado a sensibilidades obtidas mediante a utilização de dois agentes derivatizante: o PITC e o isotiocianato de fluoresceína (FTIC). Este processo inicial permitiu estabelecer que a utilização do PTIC como agente de derivatização conduzia a melhores resultados...

Estudo do Envolvimento da Bioactivação Metabólica no Efeito Hiponatrémico da 3,4 - Metilenodioximetanfetamina (Ecstasy)

Daniel Gomes Esteves da Silva
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
17.01%