Página 1 dos resultados de 88 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Biblioterapia : a Função Terapêutica do Livro em Ambiente Prisional

Sebastião, Maria Margarida Coelho Pereira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
38.12%
Este trabalho de investigação consiste num estudo empírico sobre uma nova ciência - a Biblioterapia, e a situação mais específica, a sua aplicação em contexto prisional. Para alcançar este objetivo formulámos a seguinte hipótese: “o livro exerce sobre as pessoas em geral e, de uma forma mais particular, sobre indivíduos em contexto de detenção institucional uma função terapêutica”. A metodologia adotada para esta investigação assenta essencialmente em fontes documentais textuais e digitais, sobre autores especialistas na matéria, que de uma forma mais precisa se identificam e citam especificamente no capítulo referente à revisão da literatura. Para atingir o nosso propósito começámos por definir os conceitos de leitura, de leitura terapêutica, de fenomenologia da linguagem, de terapia e de diálogo assim como procurámos saber quais os fundamentos filosóficos e os componentes biblioterapêuticos, público-alvo e áreas com maiores potencialidades de aplicação, benefícios e limitações que norteiam à aplicação da Biblioterapia, nomeadamente, para fins de desenvolvimento pessoal e de alterações comportamentais. Fez-se igualmente uma análise da evolução do conceito, desde Aristóteles até aos nossos dias. Só com o conhecimento efetivo desta realidade seria possível prosseguir o nosso objeto de estudo. Entendemos ainda ser importante perceber qual é a situação da leitura em Portugal e as políticas desenvolvidas nesta área pelo Estado...

Biblioterapia aplicada a idosos : um novo desafio para as Bibliotecas Públicas Portuguesas

Ferreira, Carmen Zita Honório Santos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
38.06%
Na presente Dissertação investiga-se a importância da aplicação da Biblioterapia de desenvolvimento a indivíduos institucionalizados em centros de apoio e lares de idosos. Identificam-se as atividades de Biblioterapia que estão a ser promovidas atualmente pelas bibliotecas da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas em Portugal, as metodologias utilizadas e os constrangimentos na aplicação das mesmas, no que se refere à população idosa. No primeiro capítulo, faz-se o enquadramento teórico relativamente à Biblioterapia, seus objetivos, componentes e particularidades na aplicação ao público idoso. No segundo capítulo, apresenta-se um enquadramento teórico sobre o Envelhecimento, destacando os aspetos mais relevantes para a aplicação da Biblioterapia, particularmente os índices demográficos das últimas décadas em Portugal e os aspetos sociológicos, biológicos, psicológicos e da perceção da linguagem, nesta área específica. No terceiro capítulo, refere-se detalhadamente a metodologia utilizada na realização de um inquérito por questionário dirigido aos responsáveis das duzentas e uma bibliotecas da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, apresentando os dados recolhidos e a análise dos mesmos. Constatou-se que os benefícios das leituras dirigidas...

Biblioterapia aplicada em contexto de saúde mental: um estudo de caso

Silva, Ana Mafalda Carvalho
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.89%
Esta dissertação versa sobre a aplicação da Biblioterapia em contexto de Saúde Mental, nomeadamente a um grupo de pessoas adultas com necessidades psicossociais, com idades entre os 21 e os 49 anos, frequentadoras da valência da Área de Dia, do UCCPO do CHPL. Foram ministradas seis sessões, com temáticas várias para cada uma, com leitura de um texto previamente escolhido pela Orientadora e atividades versando sobre o mesmo tema da sessão. Verificou-se que os participantes tinham muita necessidade de falar dos seus problemas, e que quando o texto da sessão era mais reflexivo e era acompanhado de música, os participantes contribuíam mais (4ª sessão), o que significa que os textos reflexivos e a música podem ser uma boa ajuda para desencadear discussões acerca dos problemas pessoais dos utentes. Verificou-se também que se deve ter bastante cuidado a escolher os textos para cada sessão de Biblioterapia, e se deve sempre atender à sensibilidade dos participantes, para o bom sucesso da sessão (sessão 2). Os participantes também se projetaram nos textos lidos e comentários escritos, sendo possível saber um pouco mais de cada um deles através das suas contribuições baseadas nos textos e temas das atividades escritas. A avaliação dos participantes das sessões foi muito positiva. Estamos convictas que a Biblioterapia poderá ser aplicada futuramente no UCCPO...

Biblioterapia : um estudo de caso da prática de leitura realizada com pessoas com necessidades psicossociais

Lopes, Rosane
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
38.06%
Este estudo apresenta uma investigação sobre a atividade de leitura realizada pelo grupo de pacientes com necessidades psicossociais (transtornos mentais) do Centro de Apoio Psicossocial do Hospital de Clínicas de Porto Alegre/RS, realizada na Biblioteca da Escola Técnica em Saúde, tem como objetivo verificar se a atividade de leitura realizada pelo grupo propicia a Biblioterapia. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, através de um estudo de caso, procura identificar a percepção dos sujeitos na interação com a leitura. A revisão da literatura apresenta considerações seguindo literaturas já existentes sobre assuntos como: biblioterapia; pessoas com necessidades especiais; doença mental e biblioteca escolar. A coleta de dados foi realizada através de observações do participante e entrevistas para que melhor se possa analisar os resultados da investigação. O resultado da investigação mostra que a atividade de leitura pode ser considerada como biblioterapia, pois desenvolve uma discussão em grupo. Um dos fatores da biblioterapia, propicia a pratica da oralidade e levando em conta que a leitura por si só já traz benefícios. Considerando também o papel do mediador que podem ser pessoas de várias áreas, incluindo aqui os bibliotecários como participante na produção de projetos de leituras que facilitem a convivência e inclusão de pessoas com necessidades. A prática da biblioterapia contribui na inserção destes pacientes no convívio social e...

Mediação de leitura: a biblioterapia como fator para a inclusão social de idosos residentes em ILPIs

Melo, Vanessa Martins de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.89%
Esta monografia apresenta um estudo sobre a mediação de leitura por meio da biblioterapia como fator de inclusão social para idosos residentes em ILPIs. Apresenta como referencial teórico o idoso perpassando a qualidade de vida no envelhecimento, as Instituições de Longa Permanência para Idosos, as políticas públicas e a inclusão social assim como abrange a leitura e sua mediação na biblioterapia. A metodologia utiliza-se da observação e da entrevista como instrumentos de coleta de dados. Os dados obtidos são descritos e analisados conforme o enfoque terapêutico da leitura para o qual este trabalho se propõe. O resultado da investigação destaca a importância da leitura para os idosos e mostra que a atividade de leitura contribui para a vida dos sujeitos proporcionando bem-estar, motivação e qualidade de vida. Quanto à inclusão social dos idosos evidencia que ela acontece na prática da biblioterapia e em relação ao grupo de voluntários do projeto VIVendo Histórias.; This monograph presents a study on reading mediation through bibliotherapy as a factor of social inclusion for the elderly living in ILPIs. Presents as a theoretical permeating the elderly quality of life in aging, Institutions for the Aged, public policies and social inclusion as well as covers reading and mediating in bibliotherapy. The methodology is used observation and interview as data collection instruments. The data obtained are described and analyzed as a therapeutic approach to reading for which this work is proposed. The result of the research highlights the importance of reading to the elderly and shows that the reading activity contributes to the lives of individuals providing wellness...

Aplicação da biblioterapia na Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz

Lima, Daiana de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 73 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.89%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Educação, Curso de Biblioteconomia.; Este estudo buscou aprimorar o conhecimento da acadêmica acerca da biblioterapia e a disseminação do assunto na área da Biblioteconomia. O objetivo geral foi aplicar a atividade biblioterapêutica na Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz, especificamente com os alunos do primeiro ano, com idade entre 6 e 7 anos. Os objetivos específicos foram: proporcionar a catarse; favorecer a identificação com os personagens ficcionais; estimular a criatividade e a imaginação; proporcionar lazer e diversão; favorecer o riso, tendo como auxílio atividades lúdicas que estimulam os efeitos terapêuticos. A revisão de literatura abordou os temas como a Literatura Infantil, Biblioterapia (histórico, objetivos e componentes biblioterapêuticos) e por fim as modalidades de aplicação da biblioterapia (leitura, narração e dramatização). Os procedimentos metodológicos adotados nesta pesquisa foram: pesquisa descritiva, pesquisa bibliográfica, estudo de caso, pesquisa de campo e a observação direta intensiva. Por último, descreveu-se as dez sessões realizadas com a turma do primeiro ano identificando o alcance dos objetivos...

Características da produção documental sobre biblioterapia no Brasil

Silva, Alexandre Magno da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 121 f.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
38.34%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; Para evidenciar o que a produção documental sobre Biblioterapia tem revelado sobre a pesquisa e a aplicação de Biblioterapia no Brasil é preciso responder algumas questões. Como está distribuída essa produção no decorrer da sua história? Qual é exatamente a distribuição regional dessa produção no país? Como se apresenta a produção em termos de publicações? Quais áreas de conhecimento estão envolvidas com a produção documental? Qual é a natureza dessa produção? Quais são as referências bibliográficas nacionais utilizadas para a produção de novos documentos sobre Biblioterapia? Foram examinadas 40 fontes documentais brasileiras sobre Biblioterapia, que datam do ano de 1975 ao ano de 2004. A seleção dessas fontes documentais foi feita por diferentes meios e obedeceu a critérios como a necessidade de ser produzida no Brasil e referenciar explicitamente, por meio do uso do termo "Biblioterapia" no título, resumo ou palavra-chave, a pesquisa ou emprego de Biblioterapia. Após a seleção das fontes documentais, foram registradas as informações necessárias a sua caracterização em um Roteiro de Observação. Seguiu-se a esse procedimento a tabulação dos dados...

Aplicação de biblioterapia no Centro Educacional Padre Jordan

Zequinão, Aime Áurea de Fátima Borges Almeida
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
37.99%
TCC (graduação em Biblioteconomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis; A presente pesquisa buscou contribuir para o aprimoramento do conhecimento acerca da biblioterapia, O objetivo primário foi aplicar a atividade biblioterapêutica (por meio de leitura, narração, cantigas e desenhos de textos infantis que proporcionem efeitos terapêuticos) no Centro Educacional Padre Jordan. Abordou definições, histórico, metodologia e objetivos da biblioterapia. Expos os componentes biblioterapêuticos: catarse, identificação, projeção, introjeção, introspecção, afeto, diálogo e humor. Descreveu os encontros realizados com as crianças. Apontou a biblioterapia como um novo campo de atuação para o bibliotecário. Concluiu que a biblioterapia contribuiu para o bem estar das crianças do Centro Educacional Padre Jordan

Biblioterapia: análise de artigos indexados nas bases Brapci e Scielo no período de 2000 a 2013

Feltz, Avani Célia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 35 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
38.2%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Educação. Curso de Biblioteconomia.; A biblioterapia é uma dinâmica de leitura aplicada que propicia socialização,conforto, auxílio para tratamentos de saúde e ajuda para resolução de pequenos problemas de ordem pessoal. Divide-se em de desenvolvimento, executada por bibliotecários, e clínica, executada por psicólogos. Pode ser aplicada em escolas, asilos, hospitais, clínicas, entre outros locais. Vale-se do material ficcional que permite a catarse, a identificação com as personagens presentes na narrativa, a projeção, a introjeção e a introspecção. Esses são os componentes biblioterapêuticos que, aliados ao humor, possibilitam que a leitura se configure como uma terapia. O objetivo geral da pesquisa foi analisar a produção bibliográfica da biblioterapia nas bases Brapci e Scielo no período de 2000 a 2013. Como objetivos específicos, listam-se: identificar a produção bibliográfica sobre biblioterapia nas referidas bases e período; verificar quais artigos são teóricos; verificar quais artigos são relatos de experiência; registrar o público-alvo das atividades; verificar os locais de aplicação das atividades biblioterapêuticas. Do ponto de vista dos objetivos...

A biblioterapia na realidade bibliotecária no Brasil : a mediação da informação

Guedes, Mariana Giubertti
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
38.06%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2013.; A presente dissertação estuda a realidade do bibliotecário brasileiro na aplicação da biblioterapia e de seu papel como mediador da informação nesse processo. Tem como objetivo geral analisar a atuação do bibliotecário em atividades biblioterapêuticas como mediador da informação por meio de relatos de suas experiências. Os objetivos específicos da pesquisa são: analisar a biblioterapia no âmbito da Ciência da Informação (CI) como forma de comunicação da informação; compreender histórico, conceitos, objetivos e características das práticas biblioterapêuticas; identificar a evolução da função dos bibliotecários na aplicação das atividades biblioterapêuticas; identificar o preparo profissional dos bibliotecários para a participação de práticas biblioterapêuticas e verificar a contribuição do bibliotecário na biblioterapia. O referencial teórico engloba a relação dos temas: biblioterapia, mediação da informação e bibliotecário. Neste levantamento é considerada a comunicação da informação na prática biblioterapêutica como processo de fluxo da informação e da transformação cognitiva...

Biblioterapia: estudo de revisão e comparativo da produção Brasileira e Norte americana

Sousa, Thais Caroline da Silva
Fonte: Universidade Federal de Goias; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação (RG); Biblioteconomia (RG) Publicador: Universidade Federal de Goias; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação (RG); Biblioteconomia (RG)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
38.12%
Bibliotherapy is a practice of reading that helps people control their feelings and thus find ways to solve their problems both psychological and physical. From that statement and knowing the need for further studies in this area, we review the literature on the practice of bibliotherapy. This revision takes place through general concepts, practices and projects (Brazilians and Americans). Thus, we sought to describe the long way of reading practices in the general context and history both in Brazil and in the world. That way, was possible to present the reading practices until today and emphasizing its importance to the proposed Bibliotherapy. Reading therapy is the ideal instrument for practicing bibliotherapy. A literature review of Brazil presented projects focused on reading books and other tools for practical library in patients / readers in schools, in hospitals, nursing homes, etc. The North Americans use reading therapy with books. It’s noted that country participation of psychologists and psychiatrists in the implementation of projects and librarian was not found in any of the cases presented. It’s noticed that the Bibliotherapy has positive results in both countries and each country has its particularities in the development of projects. Thus...

Biblioterapia: percepção dos bibliotecários de Goiânia

Machado, Deísa Divina da Silva
Fonte: Universidade Federal de Goiás; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação (RG); Biblioteconomia (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação (RG); Biblioteconomia (RG)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
This study concerns the perception of librarians Goiania on bibliotherapy. The existing concepts are studied and their origin in various sources of information, since the subject is little known. Data collection occurs through the questionnaire with open, closed and multiple choices. The sample consists of librarians working in libraries in Goiânia, school, university, public and specialized. The objective of the research is to have broader understanding of their perception of bibliotherapy. The survey results show that most librarians know Goiania bibliotherapy and are interested in working with the subject, however they don’t have experience in the field, that maybe impede the implementation of the practice in the city. Although bibliotherapy be known superficially, can constitute new work of librarians. For this, the Brazilian Universities of librarianship need to join in the curriculum subjects that deal with the issue so that librarians can become precursors of new attitudes, favoring that reading helps people to have more knowledge about the world and about themselves; O presente trabalho verifica a percepção dos bibliotecários de Goiânia sobre a Biblioterapia. Os conceitos existentes e sua origem são pesquisados em várias fontes de informação...

Biblioterapia de desenvolvimento, gestão das emoções e pensamento crítico: uma estratégia de intervenção para as bibliotecas escolares

Nunes, Manuela Barreto; Universidade Portucalense; CIDHEUS-UÉ/FCT; Gouveia, João; Escola Superior de Educação Paula Frassinetti; Pedrosa, Marisa; Biblioteca Escolar da EB 1 de Vale de Ferreiros; Van-Zeller, Madalena; Biblioteca Escolar da EB 2,3 Profe
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article
Publicado em 18/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
O conceito de biblioterapia, entendido como a função catártica da leitura, é reconhecido desde a Antiguidade Grega e Romana: na Poética, Aristóteles defende a leitura de poesia como um remédio contra a dor, o medo e o sofrimento e, no séc. I A.C., o médico romano Aulus Cornelius Celsus, recomendava a leitura e a discussão de obras de grandes filósofos como terapia, útil tanto no tratamento das doenças do coração, como para desenvolver as capacidades críticas dos pacientes. Em Portugal, sobretudo na última década, a biblioterapia tem sido esparsamente praticada em hospitais pediátricos e começou a despertar a atenção de professores e bibliotecários, encarada como uma forma de promover hábitos de leitura e, ao mesmo tempo, contribuir para uma melhor gestão das emoções e um aumento da auto-estima e das capacidades críticas, principalmente em crianças e jovens de risco, ou oriundos de meios sociais desfavorecidos. Estudos recentes demonstram que a biblioterapia, efetivamente, contribui para o auto-conhecimento e para o conhecimento dos outros, e pode ser um importante apoio para a gestão das emoções e também para a promoção do sucesso educativo. A comunicação que agora se apresenta tem como objetivos enunciar o conceito de biblioterapia de desenvolvimento...

A biblioterapia como pedagogia actuante da leitura: um projecto de intervenção em contexto educativo.

Van-Zeler, Maria Madalena Barbosa Gomes Lopes Cristo
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.89%
A leitura continua a ser uma questão crucial no processo educativo e na promoção da cidadania. Diversos estudos comprovam que os hábitos de leitura são ainda muito reduzidos, nomeadamente entre os adolescentes. A aquisição da informação faz-se agora por outras vias e linguagens e novos paradigmas valorativos afectam a leitura como cerne das práticas culturais e da aquisição do saber, sobretudo em contextos familiares e sociais menos favorecidos. É neste contexto que A Biblioterapia como pedagogia actuante da leitura surge como um projecto identitário próprio, decorrente do valor da leitura na construção e desenvolvimento do pensamento reflexivo e crítico, e como meio de confronto entre o aluno e as realidades que os livros espelham. Nesta investigação, é argumentado que o objectivo de melhorar as relações interpessoais e o desempenho escolar em contextos educativos menos favorecidos é facilitado pela prática da Biblioterapia como pedagogia actuante da leitura, que permite a criação de espaço para a leitura do eu, dos outros e do mundo. Foi realizada uma investigação que se desenvolveu em diferentes patamares: investigação e construção de teoria como duas partes do mesmo processo, através de uma metodologia assente na Teoria fundamentada nos dados...

Biblioterapia

Garcia, Inez Helena
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 196 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
38.17%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Florianópolis, 2014.; A biblioterapia vale-se da leitura, narração ou dramatização de histórias como possível instrumento de transformação social, pois intenta que o indivíduo atinja a catarse, desenvolva a imaginação e a reflexão, o que contribui para a convivência (consigo mesmo e com o outro) e também para minimizar os sentimentos de angústia, isolamento, fragilidade física e emocional decorrentes de problemáticas sociais enfrentadas pelo homem. Esta pesquisa tem como objetivo geral investigar quais são as percepções que os discentes dos cursos de Biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina têm da biblioterapia, e, como objetivos específicos, levantar suas opiniões sobre a biblioterapia como campo de atuação do bibliotecário; levantar suas opiniões a respeito da interação profissional do bibliotecário com outros profissionais nas práticas de biblioterapia. A metodologia utilizada foi a Análise do Discurso, que utiliza a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo cujo fundamento é a Teoria das Representações Sociais. É uma pesquisa exploratório-descritiva e de caráter qualitativo. Como instrumentos de pesquisa foram utilizados um questionário e um formulário de entrevista. Com esta pesquisa obteve-se análises comparativas dos discursos acerca da representatividade que a biblioterapia tem para os discentes de biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina. Conclui-se que os discentes de Biblioteconomia reconhecem a importância da Biblioterapia para a sociedade...

Biblioterapia na educação pré-escolar: a gestão do medo e da agressividade

SILVA, Marisa Pedrosa Tavares da
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
38.06%
As emoções, de forma constante, fazem parte integral do nosso entendimento do mundo e dos outros. Assim sendo, no âmbito da Educação tem-lhes sido conferida crescente relevância na formação integral da pessoa. A biblioterapia apresenta-se-nos como uma terapia das emoções, tendo o livro como ponto de partida. Na leitura, dramatização e diálogo de obras de literatura infantil de cariz narrativo ficcional, o biblioterapeuta cria um espaço de comunicação onde o leitor se reencontra nas emoções emergentes, e as suas múltiplas interpretações são trazidas para o seu lado consciente, de forma a promover mudanças conceptuais e comportamentais. No caso da biblioterapia de desenvolvimento, promovida por bibliotecários e professores, é crucial impulsionar a catarse das emoções, num acto contínuo de partilha e diálogo, de forma a que, partindo do texto, a criança sinta que é legítimo e seguro sentir e expressar emoções e pensamentos trazidos do individual para o colectivo do grupo. A biblioterapia pretende contribuir, de uma forma efectiva, para o desenvolvimento da inteligência emocional dos leitores. Neste trabalho apresentamos os resultados de um projecto de investigação-acção no âmbito da biblioterapia de desenvolvimento...

Biblioterapia na Ciência da Informação: Comunicação e Mediação

Guedes, Mariana Giubertti; Universidade de Brasília; Baptista, Sofia Galvão; Universidade de Brasília
Fonte: Departamento de Ciência da Informação – UFSC Publicador: Departamento de Ciência da Informação – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de literatura; Análise de conteúdo Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n36p231 O artigo apresenta uma reflexão crítica sobre a Biblioterapia como objeto de estudo da Ciência da Informação (CI), tendo nesta perspectiva, avaliação das características intrínsecas da Biblioterapia dentro da fundamentação da CI, destacando aspectos cognitivos, sociais e interdisciplinares. Pela aplicação variada, a Biblioterapia tem várias definições indicadas no artigo, sendo analisado seu processo no ponto de vista de diversos autores. Analisam-se princípios da Ciência da Informação e do processo comunicacional para a comparação com a Biblioterapia. Neste contexto, destaca-se a atuação biblioterapêutica como uma forma de comunicação e mediação da informação, sendo avaliado o processo comunicacional (seleção, leitura e interpretação de textos com indivíduos) e o profissional mediador (biblioterapêuta).

Biblioterapia: percepções dos discentes dos cursos de Biblioteconomia das universidades federal e estadual de Santa Catarina

Garcia, Inez Helena; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Departamento de Ciência da Informação – UFSC Publicador: Departamento de Ciência da Informação – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
38.17%
A biblioterapia vale-se da leitura, narração ou dramatização de histórias como possível instrumento de transformação social, pois intenta que o indivíduo atinja a catarse, desenvolva a imaginação e a reflexão, o que contribui para a convivência (consigo mesmo e com o outro) e também para minimizar os sentimentos de angústia, isolamento, fragilidade física e emocional decorrentes de problemáticas sociais enfrentadas pelo homem. Esta pesquisa tem como objetivo geral investigar quais são as percepções que os discentes dos cursos de Biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina têm da biblioterapia, e, como objetivos específicos, levantar suas opiniões sobre a biblioterapia como campo de atuação do bibliotecário; levantar suas opiniões a respeito da interação profissional do bibliotecário com outros profissionais nas práticas de biblioterapia. A metodologia utilizada foi a Análise do Discurso, que utiliza a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo cujo fundamento é a Teoria das Representações Sociais. É uma pesquisa exploratório-descritiva e de caráter qualitativo. Como instrumentos de pesquisa foram utilizados um questionário e um formulário de entrevista. Com esta pesquisa obteve-se análises comparativas dos discursos acerca da representatividade que a biblioterapia tem para os discentes de biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina. Conclui-se que os discentes de Biblioteconomia reconhecem a importância da Biblioterapia para a sociedade...

A aplicação da biblioterapia em crianças Bibliotherapy and sick children p. 157-170

Bueno, Silvana Beatriz; Caldin, Clarice Fortkamp
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Investigação histórica; Descritiva; Qualitativa Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 25/08/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
Discorre sobre a aplicação da biblioterapia em crianças enfermas, a importância da leitura na busca da prevenção e educação, bem como sua função terapêutica. Apresenta um relato das atividades de biblioterapia desenvolvidas na ala pediátrica do Hospital Universitário em Florianópolis - SC. Analisa o comportamento das crianças hospitalizadas frente à prática da leitura com metodologias dinâmicas. Com base nestas atividades pôde-se perceber que a biblioterapia aplicada a crianças enfermas alivia suas tensões, angústias e medos, desenvolve a imaginação, favorece a introspecção, a catarse e ajuda no crescimento emocional e psicológico. Conclui que a biblioterapia é uma ferramenta para a semiologia e a terapêutica, favorecendo a humanização das mesmas e ajudando na recuperação das crianças. Abstract: The text talks about the application of the bibliotherapy in sick children, the importance of the reading in the search of the prevention and education, as well as her therapeutic function. It presents a report of the bibliotherapy activities developed in the pediatric line of the University Hospital in Florianópolis - SC. It analyzes the children's hospitalized front behavior the practice of the reading with dynamic methodologies. With base in these activities could be noticed that the applied bibliotherapy to sick children relieves their tensions...

Aplicação da biblioterapia na Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz Application of bibliotherapy in the primary

Lima, Daiana de; Caldin, Clarice Fortkamp
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
38.06%
O presente estudo buscou aprimorar o conhecimento acadêmico acerca da biblioterapia e sua disseminação na área da Biblioteconomia. O objetivo geral foi desenvolver a atividade biblioterapêutica na Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz, especificamente com os alunos do primeiro ano, com idade entre 6 e 7 anos. Os objetivos específicos foram: proporcionar a catarse; favorecer a identificação com os personagens ficcionais; estimular a criatividade e a imaginação; proporcionar lazer e diversão; promover risos, tendo como auxílio atividades lúdicas que estimulam os efeitos terapêuticos. A revisão de literatura abordou: Literatura Infantil, História da Biblioterapia, Definições e Objetivos da Biblioterapia, Componentes biblioterapêuticos e modalidades de aplicação da biblioterapia. Foram descritas todas as dez sessões realizadas com a turma do primeiro ano, identificando o alcance dos objetivos, e relatando as dificuldades encontradas para a realização deste estudo. Concluiu-se que biblioterapia contribuíram para as crianças da Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz, proporcionando envolvimento com vários tipos de textos literários. As crianças também puderam realizar atividades de recreação que permitiram uma interpretação mais ampla dos textos utilizados...