Página 1 dos resultados de 8160 itens digitais encontrados em 0.029 segundos

Habilidades Sociais Educativas Parentais e comportamentos de pré-escolares; Parental Social Educational Skills and behavior of preschoolers

LEME, Vanessa Barbosa Romera; BOLSONI-SILVA, Alessandra Turini
Fonte: PPgPsi-UFRN Publicador: PPgPsi-UFRN
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
O estudo teve por objetivos, a partir dos relatos de 20 mães de crianças com problemas de comportamento (Grupo clínico) e de 20 mães de crianças sem problemas de comportamento (Grupo não clínico): a) comparar as freqüências das habilidades sociais e dos problemas de comportamento das crianças; b) descrever as situações em que as crianças apresentavam os comportamentos problema e socialmente habilidosos; c) descrever os comportamentos das mães diante dos comportamentos dos filhos; d) descrever os comportamentos dos filhos diante dos comportamentos maternos. Pré-escolares foram selecionados por professoras que responderam a uma escala e os dados foram coletados através de entrevista e de escala com as mães. Os resultados indicaram que as crianças do Grupo não clínico apresentaram mais habilidades sociais e menos problemas de comportamento externalizantes que as crianças do Grupo clínico. As mães do Grupo não clínico relataram mais Habilidades Sociais Educativas Parentais de expressão de sentimentos e enfrentamento, e Comunicação e menos práticas negativas, que as mães do Grupo clínico.; The study had for objectives, from the reports of 20 mothers of children with behavior problems (Clinical group) and 20 mothers of children without behavior problems (Non-clinical group): a) compare the frequencies of social skills and behavior problems of children; b) describe the situations where the children had behavior problems and social skills; c) describe the behaviors of mothers face behaviors of the children; d) describe the behaviors of children ahead of maternal behaviors. Pre-school they were selected age by teachers who responded to a scale and who were collected through interview and scale with the mothers. The results indicated that children of Non-clinical group had more social skills and fewer externalizing behavior problems than children of the Clinical group. The mothers in the Non-clinical group reported more Parental Social Educational Skills expression of feelings and coping and Communication and less negative parenting practices...

Behavior problems and prevalence of asthma symptoms among Brazilian children

FEITOSA, Caroline A.; SANTOS, Darci N.; CARMO, Maria B. Barreto do; SANTOS, Leticia M.; TELES, Carlos A. S.; RODRIGUES, Laura C.; BARRETO, Mauricio L.
Fonte: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD Publicador: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66%
Objective: Asthma is the most common chronic disease in childhood and has been designated a public health problem due to the increase in its prevalence in recent decades, the amount of health service expenditure it absorbs and an absence of consensus about its etiology. The relationships among psychosocial factors and the occurrence, symptomatology, and severity of asthma have recently been considered. There is still controversy about the association between asthma and a child`s mental health, since the pathways through which this relationship is established are complex and not well researched. This study aims to investigate whether behavior problems are associated with the prevalence of asthma symptoms in a large urban center in Latin America. Methods: It is a cross-section study of 869 children between 6 and 12 years old, residents of Salvador, Brazil. The International Study of Allergy and Asthma in Childhood (ISAAC) instrument was used to evaluate prevalence of asthma symptoms. The Child Behavior Checklist (CBCL) was employed to evaluate behavioral problems. Results: 19.26% (n = 212) of the children presented symptoms of asthma. 35% were classified as having clinical behavioral problems. Poisson`s robust regression model demonstrated a statistically significant association between the presence of behavioral problems and asthma symptoms occurrence (PR: 1.43; 95% Cl: 1.10-1.85). Conclusion: These results suggest an association between behavioral problems and pediatric asthma...

Problemas de comportamento e resultados do tratamento com alarme para enurese primária; Behavior problems and outcomes of alarm treatment for primary enuresis

Arantes, Mariana Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.16%
Não há consenso entre os estudos quanto à associação entre a presença de problemas de comportamento e resultados piores no tratamento com alarme para enurese. O objetivo do presente estudo foi investigar a ocorrência de associações entre a presença de problemas de comportamento e os resultados do tratamento com alarme para enurese primária com acompanhamento semanal de um terapeuta. Os participantes foram 20 crianças com enurese primária, 13 do sexo masculino e 7, do sexo feminino, com idades entre seis e dez anos. Metade das crianças apresentava escores clínicos indicativos de problemas de comportamento segundo o Child Behavior Checklist. As oito crianças sem problemas de comportamento que concluíram o tratamento alcançaram o critério de sucesso inicial (14 noites secas consecutivas) e apenas duas desistiram. Das dez crianças com problemas de comportamento, somente metade atingiu o sucesso inicial, quatro desistiram e uma completou o período de tratamento e não obteve sucesso. Essas diferenças nos resultados finais não foram significativas em termos estatísticos. Também não foram encontradas diferenças significativas nas taxas de recaídas entre as crianças com e sem problemas de comportamento. Quatro das oito crianças sem problemas de comportamento que haviam alcançado o critério de sucesso inicial apresentaram recaídas e quatro conseguiram manter o controle noturno adquirido. Das cinco crianças com problemas de comportamento que alcançaram o sucesso inicial...

Dor, temperamento e problemas de comportamento em crianças com queixa de dor de cabeça; Pain, temperament and behavior problems in children with headache complaints.

Correia, Luciana Leonetti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.08%
A presente Tese teve por objetivo verificar a relação entre dor, temperamento e problemas de comportamento em crianças com queixa de dor de cabeça. Para a realização deste objetivo, foram desenvolvidos três objetivos específicos: 1) identificar a prevalência de dor em uma amostra de crianças cadastradas em Núcleos de Atenção Primária do Programa de Saúde da Família (PSF); 2) comparar dois grupos de crianças diferenciados em relação à presença de queixa de dor de cabeça, quanto a temperamento e problemas de comportamento e 3) identificar o melhor modelo de predição de queixa de dor de cabeça em crianças na fase pré-escolar. A amostra foi composta de 75 crianças e suas mães, as quais pertenciam a famílias cadastradas em Núcleos de Atenção Primária do PSF. De forma a atender ao segundo objetivo, a amostra foi distribuída em dois grupos, de acordo com a presença de queixas de dor de cabeça das crianças, que foi referida pela mãe, por meio do Questionário sobre histórico de saúde, queixa de dor e desenvolvimento da criança, sendo 22 crianças com queixa de dor de cabeça (Grupo CD) e 53 crianças sem esta queixa (Grupo SD). A coleta de dados foi realizada em visitas domiciliares com entrevistas com as mães. Na primeira entrevista foram aplicados a SCID Não- Paciente- Entrevista Clínica Estruturada para DSM III-R...

Famílias de crianças em idade escolar com deficiência intelectual, dificuldades de aprendizagem ou desenvolvimento típico: comportamento, estresse materno, apoio social e percepção de impacto familiar; Families of children in school age with intellectual disability, learning difficulties or typical development: behavior, motherly stress, social support and perception of familiar impact

Miotto, Celia Cristina Nunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.01%
A literatura mostra que a presença de uma criança com deficiência intelectual pode ocasionar distúrbios no ciclo normal da família, como o estresse parental, apontando o apoio social como um dos mais importantes recursos para proteção dos efeitos de estressores e promotor da recuperação da crise. O modelo Duplo ABCX tem sido utilizado na compreensão da adaptação pós-crise. Os problemas de comportamento de crianças com deficiência intelectual ou com dificuldades de aprendizagem são apontados como significativos estressores parentais. A percepção que os membros da família têm do impacto da presença de uma criança, com deficiência ou não, também se constitui numa variável relevante no ajustamento familiar. Assim, o presente estudo teve como objetivo investigar o estresse materno e sua associação com componentes do modelo Duplo ABCX de adaptação familiar, em grupos de famílias de crianças com deficiência intelectual, com dificuldades de aprendizagem e com desenvolvimento típico. Pretendeu-se 1) comparar o estresse materno, a percepção de apoio social familiar, a percepção do impacto causado pela presença de uma criança na família e os problemas de comportamento das crianças, entre os grupos; 2) identificar associações entre estresse materno e as variáveis do ajustamento familiar nos grupos; 3) investigar a estabilidade dessas variáveis nos grupos com medidas de follow-up. Participaram três grupos: Grupo DI...

Bullying, problemas de comportamento e adversidade familiar em adolescentes de escolas públicas paulistas; Bullying, behavior problems and family adversity in youth from public school

Alkmin-Carvalho, Felipe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.1%
Sofrer bullying na infância e na adolescência se configura como fator de risco para a instalação e manutenção de problemas de comportamento e de transtornos psiquiátricos. A adversidade familiar, por sua vez, contribui para o envolvimento em situações de bullying. Os objetivos do presente estudo foram: (1) avaliar e comparar os escores de problemas de comportamento em dois grupos (vítimas e não vítimas de bullying), obtidos por meio do autorrelato e do relato dos professores e (2) verificar correlações entre os escores de adversidade familiar e de problemas de comportamento nos dois grupos. Participaram 154 adolescentes, dos quais 31 (20,1%) foram identificados como vítimas de bullying, por meio da Escala de Violência Escolar (EVE) e da versão traduzida do Peer Assessment. Para avaliar os problemas de comportamento foram utilizadas as versões brasileiras do Youth Self Report/11-18 (YSR) e do Teacher Report Form (TRF). O índice de adversidade familiar (IAF) avaliou o nível de adversidade familiar entre as famílias. Mais adolescentes vítimas de bullying foram avaliados com problemas de comportamento internalizantes, externalizantes e totais em nível clínico, quando comparados ao grupo de não vítimas. As maiores diferenças entre grupos foram verificadas na subescala de Depressão e Ansiedade...

Práticas educativas maternas e problemas de comportamento em pré-escolares; Childrearing practices and behavior problems in preschool children

Alvarenga, Patricia; Piccinini, Cesar Augusto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.91%
O presente estudo investigou as diferenças entre as práticas educativas relatadas por mães de crianças com e sem problemas de comportamento envolvendo externalização (grupo clínico e grupo não-clínico, respectivamente). Participaram do estudo 30 díades mãe-criança, de nível sócio-econômico baixo e médio-baixo. As crianças eram de ambos os sexos e tinham entre cinco e seis anos de idade. As díades foram designadas aos grupos clínico e não-clínico com base na pontuação da criança no Inventário de Comportamentos da Infância e Adolescência - CBCL. As mães responderam a uma entrevista sobre práticas educativas envolvendo situações estruturadas e espontâneas. Análise de conteúdo das entrevistas, relacionada às situações estruturadas, mostrou que as mães do grupo clínico mencionaram práticas coercitivas com uma freqüência significativamente maior do que as mães do grupo não-clínico. A mesma tendência, embora não significativa, apareceu para as situações espontâneas.; The aim of the present study was to investigate differences in mothers’ childrearing practices toward children with and without behavior problems involving externalizing behaviors (clinical and non-clinical group, respectively). Thirty mother-child dyads from both low and medium-low SES level participated in the study. Children were of both sexes...

Social skills, academic competence and behavior problems in children with different blood lead levels

Dascanio, Denise; Del Prette, Almir; Barham, Elizabeth Joan; Piazentin Rolim Rodrigues, Olga Maria; Germainy Victorine Fontaine, Anne Marie; Pereira Del Prette, Zilda Aparecida
Fonte: Univ Federal Rio Grande Sul Publicador: Univ Federal Rio Grande Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 166-176
POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
This study aimed to investigate the relationship between varying levels of lead poisoning and social skills repertoire, frequency of behavior problems and academic competence in children and adolescents. Participants were 155 children and adolescents, with an average age of 13.10 years, who belonged to three groups: high blood lead levels (over 10 mu g/dl), low blood lead levels (less 5 mu g/dl) and children who lived in a similar, but lead-free environment (comparison group). We used the Social Skills Rating System - Brazilian version (SSRS-BR) and the Social Skills Inventory for Adolescents (IHSA-Del-Prette) which were answered by the children and their teachers. Impairment in children's behavioral, academic and social repertoire was associated with blood lead levels. These results show the risks associated to lead exposure. Explanations are discussed for some contradictory results, rising hypotheses and questions for further studies.

A qualidade de vida e os problemas de comportamento de externalização em crianças pobres; The quality of life and externalizing behavior problems of poor children

Rêgo, Juliana Manuela Brandão
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.97%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização de Psicologia da Justiça e Comunitária); A presente investigação procurou explorar a qualidade de vida relacionada com a saúde (QVRS) e a sua relação com os comportamentos de externalização de crianças pobres. Assim, tem como principais objetivos: a) comparar a QVRS percebida das crianças em estudo com a população portuguesa normativa; b) identificar os problemas de comportamento de externalização prevalentes; e c) explorar a relação entre a QVRS destas crianças e eventuais comportamentos de externalização. Para o efeito, selecionou-se uma amostra constituída por 61 crianças, oriundas de famílias beneficiárias do rendimento social de inserção (RSI), com idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos (M = 10.15; DP = 1.31), à qual foi aplicado o Kidscreen-52, versão crianças, e a CBCL. Os resultados mostram que, comparativamente com a perceção da QVRS da população portuguesa normativa (M = 210.02), as crianças em estudo têm uma perceção ligeiramente superior (M = 216.98). Ao nível dos comportamentos agressivos, é notório que a população estudada apresenta um número mais elevado de comportamentos agressivos (M = 7.97)...

Relacionamento conjugal, problemas de comportamento e habilidades sociais de pré-escolares; Conjugal relationship, behavior problems andpreschoolers social skills

BOLSONI-SILVA, Alessandra Turini; MARTURANO, Edna Maria
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.94%
Variáveis do relacionamento conjugal e relacionamento pais-filhos podem afetar o comportamento das crianças. O objetivo deste trabalho é comparar relatos de pais e mães de pré-escolares com e sem problemas de comportamento, quanto ao relacionamento conjugal. Participaram 48 casais, distribuídos em dois grupos: pais biológicos de crianças com problemas de comportamento e pais biológicos de crianças socialmente habilidosas, segundo avaliação de professores. Os pais foram entrevistados, individualmente, sobre expressão de carinho, comunicação conjugal, características positivas e negativas do cônjuge e qualidade do relacionamento conjugal. Foram encontrados alguns resultados na direção esperada. Os casais com criança socialmente habilidosa foram mais positivos quanto à comunicação e características do cônjuge. Não foram encontradas diferenças na expressão de carinho.; Variables related to conjugal relationship and parents-children relationship can affect children's behavior. The aim of this work is to compare the reports of fathers and mothers of preschool children, with or without behavioral problems, regarding to conjugal relationship. Participants were forty-eight couples that were distributed into two groups: biological parents of children with behavior problems and biological parents of socially skillful children...

Indicativos de problemas de comportamento e de habilidades sociais em crianças: um estudo longitudinal; Children's behavior problems and social skills: a longitudinal study

BOLSONI-SILVA, Alessandra Turini; MARTURANO, Edna Maria; FREIRIA, Ludmilla Rubinger Bethonico
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.93%
O estudo teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de crianças indicadas por suas professoras na Educação Infantil (EI) como apresentando problemas de comportamento (Grupo IPC) ou comportamentos socialmente habilidosos (Grupo ICSH), em dois momentos: quando tinham cinco anos e quando tinham 10 anos. Participaram 48 professoras de 62 crianças de ambos os sexos. Os instrumentos utilizados foram Questionário de Respostas Socialmente Habilidosas para Professores e Escala Comportamental Infantil B. Os resultados indicaram diminuição dos problemas de comportamento e aumento dos comportamentos socialmente adequados no grupo IPC; os grupos eram bastante diferentes na primeira avaliação, quando na EI, mas as mudanças se atenuaram no ensino fundamental. Em ambas as avaliações, as crianças do Grupo ICSH foram avaliadas como mais habilidosas.; The aim of this study was to assess the development of children whose primary teachers believed they had behavioral problems (IPC Group) compared to socially skilled children (ICSH Group). They were assessed in two occasions: when they were five years old and when they were 10 years old. Forty-eight teachers and 62 children of both genders participated in the study. The instruments used were the Teacher's Questionnaire for Socially Skilled Responses and the Child Behavior Scale B. In the results...

O efeito da terapia comportamental para enurese sobre outros problemas de comportamento; The effect of the behavioral treatment for enuresis on other behavior problems

PEREIRA, Rodrigo Fernando; COSTA, Noel José Dias da; ROCHA, Marina Monzani da; ARANTES, Mariana Castro; SILVARES, Edwiges Ferreira de Mattos
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.92%
O objetivo do estudo foi investigar o efeito do tratamento para enurese sobre os escores de outros problemas de comportamento. Foram coletadas as informações de 97 prontuários de crianças e adolescentes atendidos no período de 2002 a 2006 em uma clínica-escola de psicologia, em programa específico para enurese com uso do alarme de urina. Os dados sobre problemas de comportamento foram avaliados por meio do Child Behavior Checklist, respondido pelas mães antes e depois do tratamento. Foi encontrada uma redução significativa nos escores de problemas de comportamento, independentemente do sucesso ou não no tratamento para enurese.; This work aimed to investigate the treatment effect for enuresis on other behavior problems' scores. Clinical records of 97 enuretic children and adolescents, receiving urine alarm treatment in a university clinic center from 2002 to 2006, were analyzed. Behavior problems' data were assessed through the Child Behavior Checklist, filled by the mothers at the beginning and at the end of the treatment. Results indicate a significant reduction on behavior problems' scores at the end of treatment, despite of enuresis treatment outcome.; FAPESP; CNPq

Adversidade familiar e problemas comportamentais entre adolescentes infratores e não-infratores; Family adversity and behavior problems among adolescent offenders and non-offenders; Adversidad familiar y problemas de comportamiento entre adolescentes infractores y no-infractores

SILVA, Maria Delfina Farias Dias Tavares da; FARIAS, Maria Aznar; SILVARES, Edwiges Ferreira de Mattos; ARANTES, Mariana Castro
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
O presente estudo comparou adolescentes infratores e não-infratores com relação a dois aspectos: grau de adversidade familiar e grau de concordância entre a autopercepção e a percepção dos pais sobre problemas de comportamento dos jovens. Participaram deste estudo 40 adolescentes, 23 atendidos no Centro de Atenção e Apoio ao Adolescente (UNIFESP) e 17 adolescentes considerados infratores sob intervenção da Vara da Infância e da Juventude da comarca de Santos. Os instrumentos utilizados foram o Child Behavior Checklist (CBCL), Youth Self Report (YSR) e o Índice de Adversidade Familiar de Rutter. O Índice de Adversidade Familiar do grupo de adolescentes infratores foi significativamente maior. Os resultados apontaram ainda que, embora a diferença não tenha sido estatisticamente significante, a porcentagem dos escores de discordância nas percepções sobre problemas de comportamento foi maior entre os adolescentes infratores e seus pais.; Young offenders and non-offenders are compared on two aspects: Family Adversity Index and Agreement Index between parents' perception and adolescents' self-perception on the behavior problem. Participants comprised 40 adolescents, or rather, 23 were being attended to at Attendance and Support Center for Young People (UNIFESP) and 17 adolescent offenders at the Court for the Welfare of Children and Young People in Santos SP Brazil. Child Behavior Checklist (CBCL)...

Comorbidade Epilepsia e TDAH : aspectos clínicos, eletrencefalográficos, comportamentais e psicossociais; Comorbidity Epilepsy and ADHD in children clinical, eletroencephalographic, psychosocial aspects and behavior problems

Marcos Henrique Coelho Duran
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
55.93%
O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) ocorre em 0,2 e 27% dos pacientes com epilepsia. A frequência do TDAH em pacientes com epilepsia e as correlações dos fatores de risco com as alterações do comportamento e psicossociais não estão totalmente elucidadas. Este estudo teve como objetivo verificar em pacientes com epilepsia a frequência do TDAH, as relações entre as variáveis clínicas, eletrencefalográficas, do tratamento, alterações psicossociais e do comportamento. Trata-se de um estudo transversal. Foram entrevistados 100 pacientes e selecionados 85 pacientes (na faixa etária entre seis e 16 anos de vida) que atenderam os critérios de inclusão. Sessenta pacientes foram diagnosticados com epilepsia de etiologia genética sem encefalopatia epiléptica (grupo I) e 25 pacientes apresentaram diagnóstico de epilepsia de etiologia estrutural-metabólica e de etiologia desconhecida (grupo II). Após detalhada caracterização clínica e eletrencefalográfica, aplicou-se a escala de pontuação para pais e professores MTA-SNAP-IV, a escala de Conners para pais na versão longa revisada e a escala de comportamento adaptativo Vineland. TDAH ocorreu em 8/60 pacientes do grupo I (13%) e em 12/25 pacientes do grupo II (48%). TDAH foi significantemente mais frequente nos pacientes do grupo II do que no grupo I (p=0.02). Os pacientes do grupo II apresentaram mais crises epilépticas (p=0.01)...

Translation, adaptation, and preliminary validation of the Brazilian version of the Behavior Problems Inventory (BPI-01)

Baraldi,Gisele da Silva; Rojahn,Johannes; Seabra,Alessandra Gotuzo; Carreiro,Luiz Renato Rodrigues; Teixeira,Maria Cristina Triguero Veloz
Fonte: Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 EN
Relevância na Pesquisa
65.99%
Introduction: Children with atypical development often present behavior problems that impair their psychosocial adaptation. Objective: To describe the cultural adaptation to Brazilian Portuguese of the Behavior Problems Inventory (BPI-01), as well as preliminary indicators of instrument reliability and validity. Methods: The process involved translation, back-translation, and cultural adaptation of the instrument. Psychometric properties (reliability and validity) were assessed comparing scores obtained with the BPI-01, the Wechsler Intelligence Scales for Children and Adults, the Child Behavior Checklist for Ages 6-18 (CBCL/6-18), and the Autism Screening Questionnaire (ASQ). The sample comprised 60 children (30 typically developing and 30 atypically developing). Results: The cultural adaptation process was considered adequate. Internal consistency of the BPI-01 was satisfactory, with a Cronbach's alpha of 0.65 for the self-injurious behavior scale, 0.82 for stereotyped behaviors, and 0.91 for aggressive/destructive behaviors. Considering a mean frequency of 0.5, the receiver operating characteristic (ROC) curve revealed 80% sensitivity and 3% specificity in the stereotyped behavior scale, 50 and 10% in aggressive/destructive behaviors...

Estabilidades e mudanças em padrões familiares de crianças com problemas de comportamento exteriorizado; Stabilities and changes in family patterns of children's externalizing behavior problems

Dessen, Maria Auxiliadora; Szelbracikowski, Adriane Corrêa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2006 POR
Relevância na Pesquisa
65.97%
A literatura sobre crianças com problemas de comportamento exteriorizado tem enfatizado a necessidade de descrever a origem e a evolução desses comportamentos. Este estudo visa comparar as continuidades e mudanças no perfil cognitivo, no estresse parental e na qualidade das relações familiares de crianças com problemas de comportamento exteriorizado. Participaram da coleta de dados sete crianças pré-escolares morando com ambos os pais biológicos, com a mãe e o padrasto ou com apenas um genitor. Foram aplicados testes de avaliação cognitiva às crianças e, aos genitores/padrastos, questionário, entrevista semi-estruturada e escala de estresse parental, em dois momentos, ao longo de um ano. Os resultados mostram que houve uma melhora no perfil cognitivo das crianças; alterações na percepção dos genitores/padrastos quanto às características das crianças, ao modo de vida e relacionamento familiar; e estabilidade nos índices de estresse parental. Para compreender melhor a evolução dos comportamentos exteriorizados é preciso implementar pesquisas longitudinais.; The literature on children's externalizing behavior problems has emphasized the necessity of describing the origin and evolution of this kind of behavior. This study aims to compare continuities and changes in children with externalizing behavior problems and their families emphasizing the child cognitive profile...

NEONATAL CHARACTERISTICS AND TEMPERAMENT PREDICT BEHAVIOR PROBLEMS IN CHILDREN BORN PRETERM

Klein, Vivian Caroline; Gaspardo, Claudia Maria; Martinez, Francisco Eulógio; Linhares, Maria Beatriz Martins
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 25/10/2015 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
56.08%
Introduction: the preterm birth is a risk factor for child developmental and behavioral problems. Objective: to examine whether neonatal clinical characteristics of infants born preterm, as well as temperament assessed in toddlerhood, predict behavior problems during the preschool years. Methods: twenty-one children born preterm with very low birth weight were assessed longitudinally at three different ages: in the neonatal period, during toddlerhood, and in preschool. Medical charts were reviewed to assess infants’ clinical illness characteristics at the neonatal phase. Mothers fulfilled the Early Childhood Behavior Questionnaire for assessing temperament at the toddlerhood and the Child Behavior Checklist-1.5-5 for assessing children’s behavior problems at the preschool age. Results: very low birth weight associated with child temperament at the toddlerhood predicted behavior problems at the preschool age. High levels of excitement about expected pleasurable activities as well as low levels of inhibitory control increased the chance of exhibiting externalizing behavior problems. Otherwise, high levels of both gross and fine motor activation increased the chance of exhibiting internalizing behavior problems. Conclusion: prematurity associated with temperament of poor self-regulation in developmental processes comprises a multiple-risk condition for clinical behavior problems in the preschool age.

A importância das relações parentais frente aos problemas de comportamento na infância: convergências teóricas; The importance of parent-child relationship to child behavior problems: theoretical agreements; Los problemas de comportamiento en la infancia: Distintas miradas, multiplos factores

Silveira, Luiza Maria de Oliveira Braga; ULBRA-Gravataí; Wagner, Adriana; PUCRS
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
 This article highlights the importance of parent-child relationships associated to child problem behaviors through three theoretical models: coercion, psychoanalytical and ecological-systemic. The coercion model emphasizes the importance of parent-child interactions, the environmental variables and its interrelations. The psychoanalytical model emphasizes the significance of the ego and superego development, of the deprivation and of the convergence of aggressive and sexual drives to the normal development. Finally, the ecological-systemic model emphasizes individual characteristics, parent’s family history and marital and support network relationships. The models were discussed in order to sort out a consensus about parent-child relationships and improve the comprehension of this phenomenon, highlighting the importance of psychological and environmental aspects, while reaffirming its interdependency.Keywords: behavior problems; childhood; predictors.; El artículo presenta y discute la etiología de los problemas de comportamiento en la infancia, a partir de tres teorías psicológicas: comportamiental, psicoanalítica, y la ecológico-sistémica, atentando a la importancia de a ultima. Inicialmente presenta-se el ‘modelo de la coerción’ de Patterson y colegas...

Children’s externalizing behavior problems and the family functioning; Crianças com problemas de comportamento exteriorizado e a dinâmica familiar

Dessen, Maria Auxiliadora; Szelbracikowski, Adriane Corrêa
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2005 POR
Relevância na Pesquisa
65.97%
Available literature about children externalizing behavior problems has emphasized the necessity of research focusing on cognitive development, parental stress, and patterns of family relationships for better understanding of their adjustment and development. The aim of this study is to identify the types of families of children who present externalizing behavior, highlighting the children’s cognitive profile, parental stress, and the quality of family relationships. Fourteen children who were living with their biological parents, a mother and stepfather, or just one parent were selected to participate in this study. Data on cognitive evaluation was collected in regard to these children and a scale, a questionnaire, and a semi-structured interview were administered to their parents. The results show that the children’s cognitive profile is characterized by low general reasoning compared to their biological age. The dynamic of family relationships differs according to the type of family; that with stepfathers being more stressed than those with biological fathers and mothers. This suggests that it is necessary to implement research to investigate the origins and developmental trajectories of externalizing behaviors and the need to adopt a life-span approach and consideration of the types of families.Keywords: family relationships; externalizing behavior problems; parental stress.; A literatura sobre crianças com problemas de comportamento exteriorizado tem enfatizado a necessidade de focalizar o desenvolvimento cognitivo...

Autoconceito, habilidades sociais, problemas de comportamento e desempenho acadêmico na puberdade: inter-relações e diferenças entre sexos; Self-concept, social skills, behavior problems and academic achievement during puberty: inter-releatedness and sex-related differences

Pereira, Camila de Sousa; Universidade Federal de São Carlos; Cia, Fabiana; Universidade Federal de São Carlos; Barham, Elizabeth Joan; Universidade Federal de São Carlos
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2009 POR
Relevância na Pesquisa
65.99%
The objectives of this study included: (a) a comparison of girls and boys self-concept, social skills, behavior problems and academic achievement during puberty and (b) an evaluation of the relations among these factors. Participants included 68 fifth-grade, public-school students (all aged 11), from five separate classes, and their five homeroom teachers. To evaluate their self-concept, the students filled out the Self-Description Questionnaire I; to evaluate the students’ social skills, behavior problems and academic achievement, their teachers filled out a Brazilian version of the Social Skills Rating System, which also evaluated these three factors. Student’s t-tests were used to compare boys and girls across the four different measures while Pearson correlations were used to examine the relations between the factors. The results revealed several differences related to the sex of the participants, and various important relationships among the variables.   Keywords: self-concept; social skills; behavior problems; academic achievement; puberty.; Este estudo teve como objetivos: (a) comparar o autoconceito, as habilidades sociais, os problemas de comportamento e o desempenho acadêmico, entre alunos do sexo masculino e feminino...