Página 1 dos resultados de 63 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Variabilidade genética de populações portuguesas de nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera SPP.

Cunha, Maria José Moreno da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.64%
Os nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera rostochiensis (Ro) e G. pallida (Pa), são parasitas economicamente importantes. Neste trabalho pretendeu-se conhecer o padrão de distribuição das duas espécies de nemátodes em Portugal e desenvolver, e utilizar diferentes técnicas, para caracterizar as populações, com o objectivo de estabelecer a relação entre os padrões proteicos apresentados e a virulência e avaliar a variabilidade genética das populações portuguesas. A técnica de focagem isoeléctrica permitiu verificar que Ro apresenta uma maior distribuição no país (91,7% das populações) que Pa (17,5% das populações), tendo sido detectadas populações mistas, em 9,2% das populações. Verificou-se também que a espécie Pa já está presente em quase todas as regiões produtoras de batata do país. A caracterização das populações de Ro, utilizando a técnica de electroforese bidimensional, associada à análise computalizada de imagem dos géis, revelou a existência de 379 manchas proteicas e uma variação gradual das distâncias genéticas entre as populações. Esta variação foi também detectada usando a técnica de electroforese capilar em gel. Não se observou qualquer relação entre a constituição proteica das populações e a sua origem geográfica. Estes resultados foram confirmados pelos estudos da virulência. Estes estudos também permitiram concluir que a avaliação da virulência deverá ser baseada nos números de ovos/jovens...

Utilização de cruzamentos controlados e de perfis de ADN na investigação da variabilidade genética dos nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera SPP.

Conceição, Isabel Luci Pisa Mata da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
38.21%
Os nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera pallida e G. rostochiensis, são importantes parasitas da batateira. A utilização de cultivares resistentes torna urgente o conhecimento prévio, não só das espécies presentes, como também dos grupos de virulência. Os objectivos do trabalho foram: analisar a variabilidade genética de populações portuguesas de nemátodes-de-quisto da batateira, utilizando a técnica de amplificação ao acaso de ADN polimórfico (RAPD); e seleccionar e caracterizar, a partir de cruzamentos controlados e de perfis de ADN, linhas genéticas de G. pallida. Foi utilizada a técnica de RAPD e 16 primers para diferenciar 32 populações portuguesas de G. rostochiensis e três de G. pallida. A variabilidade genética observada não parece estar relacionada com a origem geográfica das populações estudadas. Em Portugal, a hipótese do acervo genético poderá aplicar-se às populações de nemátodes-de-quisto da batateira, tendo a sua diversidade sido obtida depois da(s) introdução(ões) inicial(ais). As populações actuais de G. rostochiensis podem ser o resultado de uma única introdução e as de G. pallida de uma ou várias introduções. Para manter e multiplicar, em laboratório, populações de Globodera spp....

Produção e crescimento da batateira em sistemas de preparo de solo e sucessão de poáceas; Production and growth of potato under soil tillage systems and after cultivation of grass types

Costa, Cristiano Fleury de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.84%
Usualmente a bataticultura no Brasil migra para novas áreas devido à alta ocorrência de doenças de solo, onde seu cultivo é realizado anualmente após a cultura do milho (Zea mays) com preparo de solo feito com grade aradora, implemento cujo uso frequente gera impedimentos físicos em subsuperfície. Atualmente, é limitado o esforço de pesquisa sobre sistemas sustentáveis baseados no baixo uso de insumos externos que minimizem impactos prejudiciais ao ambiente. Desse modo, o preparo profundo de solo em sucessão a poáceas, constitui uma alternativa viável a qual pode levar os produtores a manter altos níveis de produção e boa qualidade dos tubérculos, sem que seja necessária a mudança da área plantada. O presente estudo teve o objetivo de comparar dois sistemas de preparo de solo (preparo convencional e preparo profundo) para a cultura da batata (Solanum tuberosum L.) cv. Atlantic, em sucessão a poáceas, quanto aos atributos do solo, produtividade e dinâmica do crescimento da batateira. O experimento foi conduzido por um ano com inicio em setembro de 2011 em área do Departamento de Produção Vegetal, ESALQ/USP, situada na latitude 22°42'09'' S e na longitude 47°38'01'' W a 569 m de altitude. Foram estudadas quatro sucessões de poáceas com batata...

Ciclos e seqüências deposicionais das formações Rio da Batateira e Santana (Andar Alagoas), Bacia do Araripe, Brasil

Castro, Joel Carneiro de; Valença, Lúcia Maria Mafra; Neumann, Virginio Henrique de Miranda Lopes
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 289-296
POR
Relevância na Pesquisa
38.08%
The Rio da Batateira e Santana formations, the latter with Crato, Ipubi and Romualdo members (Alagoas Stage, Aptian), were studied in four cored and logged wells from the eastern portion of Araripe Basin, Northeastern Brazil. The investigated section is 230 m-thick, and PS-14 well is the most representative, because it is the only one which sampled the evaporites of Ipubi Member. Nine facies cycles were identified, being formed by siliciclastics (estuarine, deltaic and lacustrine), mixed lithologies (lacustrine), carbonates, black shales and marls (lacustrine), and gypsum-anhydrite (lacustrine evaporite). The ordering of facies cycles furnished six depositional sequences. They were formed by siliciclastic, regressive-transgressive R-T cycles (S1 and S4, corresponding to Rio da Batateira Formation and to Santana Formation/Romualdo Member), by siliciclastics and carbonates, R-T cycles (S2, S3.1 and S3.2, corresponding to Crato Member), and by siliciclastic-carbonate, R-T cycles followed by evaporitic cycles (S3.3, referred to Ipubi Member). The last cycles correspond to concentration-dilution, C-D cycles of marine brines, which precipitated gypsum in the restricted lacustrine basin.; As formações Rio da Batateira e Santana, esta com os membros Crato...

Facies sedimentares e ambientes deposicionais da Formação Barbalha no vale do cariri, bacia do araripe, nordeste do Brasil

Chagas, Daniel Bezerra das; Assine, Mário Luís; Freitas, Francisco Idalécio de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 313-322
POR
Relevância na Pesquisa
28.15%
The Aptian Barbalha Formation represents the first unit of the post-rift sequence of the Araripe Basin and crops out at the slopes of the Aranpe plateau in the eastern part ot Aranpe Basin. The unit has also been named Kio da Batateira Formation, but this name is here used in its original definition as Batateira Beds, an interval of great lateral continuity and characterized by the presence of bituminous shales of the Alagoas Stage (P-270 palynological biozone). This paper presents the results of a stratigraphic analysis carried out along the outcrop belt in order to establish the facies architecture and to interpret deposicional environments of the siliciclastic Barbalha Formation. Detailed stratigraphic vertical sections were measured and correlated. They allowed the recognition of two depositional sequences characterized by fining upward arrangement of facies, beginning with fluvial deposits and ending with lacustrine deposits at their tops. The end of the first cycle is represented by black shales and brecciated limestones of the Batateira Beds that record a geologic event of regional magnitude and serve as meaningful long-distance stratigraphic mark. The second deposicional sequence overlies disconformably the Batateira Beds and begins with clast-supported conglomerates...

Diversidade de begomovírus mono e bipartidos infectando tomateiro (solanum lycopersicum) e batateira-doce (lpomoea batatas) do Brasil

Albuquerque, Leonardo Cunha de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
28.08%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia, 2012.; Os begomovírus (família Geminiviridae, gênero Begomovirus) possuem genoma constituído por DNA circular de fita simples, apresentam um (monopartido) ou dois (bipartido, DNA-A e DNA-B) componentes genômicos e são transmitidos naturalmente a diversas espécies de dicotiledôneas por moscas-brancas (Bemisia tabaci). Este grupo de vírus é conhecido pelos danos que causa em diversas plantas de importância econômica, incluindo duas das principais culturas do Brasil, o tomateiro (Solanum lycopersicum) e a batateira-doce (Ipomoea batatas). O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo de diversidade genética de begomovírus que infectam o tomateiro e a batateira-doce. Neste estudo, o DNA viral de diversas amostras de tomateiro coletadas em 2003/04 foi analisado com o objetivo de caracterizar e estudar a diversidade genética desses begomovírus em três regiões do Brasil (Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste). Como resultado, foram descritas as sequências completas de três begomovírus: uma nova espécie, Tomato interveinal chlorosis virus (ToICV), e duas espécies anteriormente descritas...

Selecção in vitro de linhas celulares de batateira (Solanum tuberosum L.) tolerantes a NaCl : Estudo de parâmetros bioquímicos associados à tolerância à salinidade

Queirós, Maria Filipa Monteiro Alves de
Fonte: Universidade do Porto. Reitoria Publicador: Universidade do Porto. Reitoria
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.64%
A salinidade constitui um dos problema mais graves para a agricultura nalgumas partes do mundo, pois afecta consideravelmente a produtividade das culturas, especialmente as mais sensíveis ao sal. O efeito negativo que a salinidade tem sobre o crescimento e produção das culturas deve-se, pelo menos, à combinação de três factores, que incluem o défice hídrico resultante do efeito osmótico desenvolvido pela presença de NaCl no meio, a toxicidade provocada pela absorção e acumulação excessiva dos iões Na+ e Cl- e o desequilíbrio nutricional resultante da predominância de certos nutrientes minerais e da menor absorção de outros, que poderão ocasionar deficiências nutricionais. Todavia, estes factores são acompanhados pela acumulação na célula de espécies activas de oxigénio, resultando na ocorrência de stresse oxidativo, o que faz com que este fenómeno seja considerado um efeito secundário da salinidade.A batateira é uma cultura de elevado interesse económico, que ocupa um grande área de produção nas regiões agrícolas do litoral, onde se começam a registar quebras na produção provocadas pelo excesso de sais acumulados no solo. A batateira é considerada ser uma cultura moderadamente tolerante à salinidade e a utilização das culturas in vitro tem sido referida como a estratégia a seguir para a obtenção de plantas mais resistentes ao sal...

Efeito de tratamentos fitossanitários na produção de cultivares de batateira (Solanum tuberosum L.) no planalto do Huambo (Angola)

Monteiro, Ana; Moreira, Ilídio; Henriques, Imaculada da Conceição
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.64%
Trials in complete casual blocks subdivided in the time to compare the behaviour of 3 imported seed-potato cultivars – ‘Diamant’, ‘Romano’, ‘Picasso’ – and 3 regional cultivars – ‘Tchigembo’, ‘Kanjangala’, ‘Boa nova regional’ –, planted in two dates on rain season (October and February) and in a third date (June), in dry season, with irrigation. The trials were repeated in three locals of the Huambo country – Bailundo, Chianga e Calenga – with 50 km of distance. In all seasons and cultivars were applied, or not, pesticides, the fungicide (mancozeb + metalaxil-M) during the two first seasons, to control the potato blight (Phytophthora infestans) and the insecticide (lambda-cihalotrine) on the third season to control the aphids (Myzus persicae). The number and weight of the total and commercial value tubers (Ø > 25 mm), the incidence and severity of the late blight and aphids and the potato vegetative period were evaluated.-------------------------------------------RESUMO Relatam-se ensaios realizados, no ano agrícola 2004/5, em blocos casualizados completos com parcelas subdivididas no tempo, para estudo do comportamento de 3 cultivares de batata-semente importada – ‘Diamant’...

Filocrono em batateira afetado pelo tamanho do tubérculo-semente e pela época de cultivo

Streck,Nereu Augusto; Paula,Fabiana Luiza Matielo de; Dellai,Jacso; Bisognin,Dilson Antônio; Paula,Adalberto Luiz de
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
O objetivo deste trabalho foi estimar o filocrono de plantas de batata da cultivar Asterix oriundas de diferentes tamanhos de tubérculos-semente, em duas épocas de cultivo em campo utilizando o conceito de graus-dia para o cálculo do filocrono. O experimento foi desenvolvido em Santa Maria (RS), na primavera de 2003 e no outono de 2004. Foram usados quatro tamanhos de tubérculos-semente da cultivar de batata Asterix: entre 2 e 4 cm, 4 e 6 cm, 6 e 8 cm e 8 e 10 cm. O filocrono (ºC dia folha-1) foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da relação entre número de folhas na haste principal e a soma térmica calculada por três métodos: método 1 - considera apenas a temperatura base; método 2 - considera a temperatura base e a temperatura ótima, e método 3 - considera a temperatura base, a temperatura ótima e a temperatura máxima. O tamanho do tubérculo-semente não afetou o filocrono, mas o método de cálculo da soma térmica e a época de cultivo afetaram o filocrono da batateira cultivar Asterix. No método de cálculo da soma térmica a ser usado no filocrono da batateira cultivar Asterix, recomenda-se usar a temperatura base e a temperatura ótima, pois com este método, o filocrono foi similar entre as épocas de cultivo.

Morfologia e partição de assimilados na batateira em função de época de amostragem e de doses de potássio

Reis Júnior,Roberto dos Anjos; Fontes,Paulo Cezar Rezende
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/1999 PT
Relevância na Pesquisa
27.84%
Com o objetivo de avaliar o efeito de época de amostragem e da adubação potássica sobre a morfologia e partição de assimilados na batateira (Solanum tuberosum L.), foram realizados dois experimentos no campo: o primeiro para avaliar o efeito de doses da adubação potássica e o segundo para avaliação do seu efeito residual. Foram aplicadas seis doses de K no campo (0, 60, 120, 240, 480 e 960 kg de K2O ha-1) na forma de sulfato de potássio, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Tubérculos da cultivar Baraka, uniformemente brotados, foram plantados em espaçamento 0,8 x 0,3 m. Amostraram-se plantas aos 20 e 48 dias após emergência (DAE) para avaliação de área foliar, comprimento de caule, números e produções de matéria fresca e seca de folha, caule e tubérculo e teores de matéria seca de folha e caule. Apenas o comprimento de caule aumentou com as doses de K, resultando em menor sombreamento da batateira. No primeiro experimento, aos 20 DAE, a batateira apresentava, em média, 42 folhas, três hastes, 5.389 cm² de área foliar, 157,1 e 216,4 g de matéria fresca de caule e de folha, respectivamente, e 6,2 e 9,2% de teor de matéria seca de caule e de folha, respectivamente.

Caracterização de isolados de Phytophthora infestans do Distrito Federal e de Goiás

Reis,Ailton; Ribeiro,Fabiana H. S.; Mizubuti,Eduardo S. G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
28.15%
Foram caracterizados 123 isolados de Phytophthora infestans obtidos de 21 lavouras de tomateiro e oito de batateira, em municípios do Estado de Goiás e Cidades Satélites de Brasília, no período de abril de 2001 a setembro de 2003. Os isolados foram caracterizados para os marcadores grupo de compatibilidade (123 isolados); isoenzima glucose 6-fosfato-isomerase (Gpi) (34 isolados) e resistência aos fungicidas mefenoxam (77 isolados) e metalaxyl (32 isolados de batateira), usando o método de disco de folhas. Todos os 78 isolados de tomateiro foram classificados no grupo de compatibilidade A1, enquanto os 45 de batateira foram do grupo A2. Os fenótipos para Gpi dos isolados de tomateiro (19) e de batateira (15) foram 86/100, típico da linhagem clonal US-1, e 100/100, típico da linhagen clonal BR-1, respectivamente. Quanto à resistência a mefenoxam, constataram-se isolados de tomateiro resistentes (36%), intermediários (48%) e sensíveis (16%). A maioria dos isolados de batateira foi classificada como sensível (82%) e apenas 9% de intermediários e resistentes. Dos isolados de batateira avaliados para resistência ao metalaxyl, 25% foram resistentes, 62% intermediários e 13% sensíveis. A população de P. infestans no Distrito Federal e no Estado de Goiás é constituída de duas linhagens clonais...

Estimativa da área da folha da batateira utilizando medidas lineares

Silva,Marcelo CC; Fontes,Paulo Cezar R; Viana,Rafael G
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.84%
O objetivo deste experimento foi determinar o modelo mais apropriado para estimar a área da folha da batateira, utilizando-se medidas de comprimento e largura da folha. Foram coletadas 300 folhas de 300 plantas de batata, cultivar Monalisa, de forma aleatória, aos 21 e 56 dias após a emergência (DAE). Em laboratório, foram medidos o comprimento (C), a largura (L) e a área de cada folha (AF). Os dados foram submetidos à análise de regressão com o valor da AF sendo considerado a variável dependente e os valores de comprimento e largura de folha as variáveis independentes. Foram testados três modelos estatísticos: linear, exponencial e logarítmico. A AF da batateira foi mais precisamente estimada (R² = 0,88), usando as medidas, L e C (AF = 0,2798**LC + 71,267). Para maior rapidez e praticidade, a AF da batateira, foi também apropriadamente estimada medindo-se apenas L ou C da folha e utilizando-se as equações AF = 0,0479**L + 10,777 (R² = 0,83) ou AF = 0,0659**C + 12,979 (R² = 0,82). A área foliar estimada 21 DAE, utilizando o modelo linear foi de 234,41 cm², sendo que o valor real medido, foi de 185,52 cm². Aos 56 DAE, a área foliar estimada pelo mesmo modelo foi de 175,60 cm², o valor real medido, foi de 176...

Crescimento da batateira em sistema de preparo profundo de solo e sucessão de poáceas

Costa,Cristiano FA; Melo,Paulo CT; Ragassi,Carlos F; Lazzarini,Paulo RC; Ferronato,Evandro M; Martins,Elton AS; Araújo,Thaís H
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.84%
No Brasil, a batata é usualmente cultivada após a cultura do milho utilizando-se preparo de solo capaz de atingir por volta de 20 cm de profundidade, em que os impedimentos físicos existentes abaixo da camada preparada não são removidos. Desse modo, postula-se que a realização de preparo profundo de solo associado à sucessão com outras poáceas, tais como as forrageiras, seja uma alternativa para proporcionar maior desenvolvimento da batateira. O presente estudo, realizado com a cultivar Atlantic, teve como objetivo comparar o sistema de preparo convencional (PC) de solo adotado para a cultura da batata, em sucessão à cultura do milho, a um sistema de preparo profundo (PP), em sucessão a três diferentes poáceas (milho, capim Marandu capim Tanzânia) quanto à dinâmica do crescimento da batateira. A produção em matéria seca (MS, t/ha) da parte aérea das poáceas variou conforme: Tanzânia PP (26,56) > Marandu PP (19,94) > Milho PP (5,57) = Milho PC (5,720). Com relação ao desenvolvimento da cultura da batata, para produção respectivamente de raízes e de folhas (g/planta de MS), o tratamento Milho PP (5...

Teores de nutrientes na parte aérea da batateira em resposta ao boro

Mesquita,Hugo Adelande de; Alvarenga,Marco Antônio Rezende; Paula,Miralda Bueno de; Carvalho,Janice Guedes de; Nóbrega,Júlio César Azevedo
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as alterações nos teores e acúmulo de nutrientes da parte aérea da batateira, em função de doses de boro em amostras de um Latossolo Vermelho (LV) e de um Cambissolo (CX). O delineamento experimental foi em blocos casualizados (DBC) em esquema fatorial 4 x 2, constituído de quatro doses de B (0,0; 0,75; 1,50 e 3,0 mg dm-3) e duas cultivares de batata (Asterix e Monalisa), 2 tipos de solos (Latossolo e Cambissolo) e três repetições. Foram avaliados os teores de N, P, P Ca, Mg, S, B, Cu,Fe, Mn, e Zn nas folhas e acúmulo na parte aérea de cada cultivar. Os tratamentos de forma individual e/ou em interação influenciaram tanto os teores como o acúmulo dos nutrientes na batateira. Dependendo do tipo de solo e cultivar, houve influencia sobre os teores de Mg, P e Mn nas folhas e o acúmulo de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn na parte aérea. As doses de B, independentemente das cultivares, elevaram o teor e acúmulo de B e reduziram os de S, Cu, Fe e Zn, conforme o tipo de solo. Promoveram também, conforme o tipo de solo, aumento nos teores K, B e Fe e acúmulo de S na cultivar Asterix e, aumento nos teores de P e B, acúmulo de N, Cu, e Zn e redução nos teores de K...

Índice SPAD no limbo foliar da batateira sob parcelamentos e doses de nitrogênio e potássio

Cardoso,Adriana Dias; Alvarenga,Marco Antônio Resende; Melo,Thiago Lima; Viana,Anselmo Eloy Silveira; Matsumoto,Sylvana Naomi
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
Com o objetivo de avaliar a intensidade do verde no limbo foliar da batateira submetido a doses e parcelamentos de nitrogênio e potássio foi conduzido este experimento no município de Mucugê-BA. Foram utilizadas 3 doses de N e K (75% da dose recomendada; dose recomendada de acordo com a análise do solo; 125% da dose recomendada;) e 5 épocas de aplicação (100% no plantio; 1/3 no plantio e 2/3 na tuberização; 50% no plantio e 50% na tuberização; 1/3 no plantio, 1/3 na tuberização e 1/3 25 dias após a tuberização; 1/4 no plantio, 1/4 na tuberização, 1/4 25 dias após a tuberização e 1/4 50 dias após a tuberização). O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 3, com quatro repetições. Foram utilizados tubérculos das cultivares Ágata, Monalisa e Vivaldi, uniformemente brotados, foram plantados em espaçamento 0,8 m x 0,3 m de acordo com o recomendado para a cultura. Foi medida, ao longo do ciclo, a intensidade do verde em folhas de batateira: 30; 55 e 80 dias após o plantio, utilizando-se o medidor indireto de clorofila SPAD-502. As doses de N e K não influenciaram no índice SPAD, nas cultivares de batata ao longo do ciclo. O índice SPAD pode ser usado como ferramenta para indicar a época mais correta de se fazer a colheita dos tubérculos de batata.

Valor e predição do nível crítico de índices para avaliar o estado nitrogenado da batateira

Coelho,Fabrício Silva; Fontes,Paulo Cezar Rezende; Cecon,Paulo Roberto; Braun,Heder; Silva,Ivo Ribeiro da
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
Independentemente do índice de nitrogênio (N) utilizado, a existência de valores aceitos como concentração crítica é necessária para uso como padrão de referência. Objetivou-se estabelecer níveis críticos do índice SPAD, ângulo Hue, concentração de N-total e massa da matéria seca da quarta-folha da batateira por dois métodos e utilizar tais níveis críticos para a predição do estado de N da planta com base na produtividade relativa. Os experimentos foram conduzidos nas safras "de inverno" e "das águas". Os tratamentos foram constituídos por 5 doses de N aplicadas em pré-plantio (0; 50; 100; 200 e 300 kg ha-1 de N), na forma de uréia. O delineamento foi em blocos ao acaso com 4 repetições. A cultivar de batata utilizada foi a Ágata. Aos 21 dias após a emergência (DAE) foram determinados o índice SPAD, concentração de N-total, ângulo Hue e massa da matéria seca da quarta-folha a partir do ápice da batateira (MSQF). Para o cálculo do valor do nível crítico foram utilizados o procedimento gráfico de Cate-Nelson e matemático. Os erros da predição do diagnóstico do estado de N, a partir dos níveis críticos, foram estimados a partir do método gráfico de Cate-Nelson, quantificando-se a porcentagem de observações localizadas nos quadrantes negativos. Houve aparente discrepância no valor do nível crítico dos índices de N utilizando-se os dois procedimentos de cálculo. Os níveis críticos determinados aos 21 DAE são adequados para fazer avaliações relativamente precisas de suficiência de N em um estádio precoce de avaliação.

Morfologia e particao de assimilados na batateira em funcao de epoca de amostragem e de doses de potassio.

REIS JUNIOR, R. dos A.; FONTES, P.C.R.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.34, n 5, p.795-99, maio 1999. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.34, n 5, p.795-99, maio 1999.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.84%
Com o objetivo de avaliar o efeito de epoca de amostragem e da adubacao potassica sobre a morfologia e particao de assimilados na batateira (Solanum tuberosum L.), foram realizados dois experimentos no campo: o primeiro para avaliar o efeito de doses da adubacao potassica e o segundo para avaliacao do seu efeito residual. Foram aplicadas seis doses de K no campo (0, 60, 120, 240, 480 e 960 kg de K2O ha-1) na forma de sulfato de potassio, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repeticoes. Tuberculos da cultivar Baraka, uniformemente brotados, foram plantados em espacamento 0,8 x 0,3 m. Amostraram-se plantas aos 20 e 48 dias apos emergencia (DAE) para avaliacao da area foliar, comprimento de caule, numero e producoes de materia fresca e seca de folha, caule e tuberculo e teores de materia seca de folha e caule. Apenas o comprimento de caule aumentou com as doses de K, resultando em menor sombreamento da batateira. No primeiro experimento, aos 20 DAE, a batateira apresentava, em media, 42 folhas, tres hastes, 5.389 cm2 de area foliar, 157,1 e 216,4 g de materia fresca de caule e de folha, respectivamente, e 6,2 e 9,2% de teor de materia seca de caule e de folha, respectivamente.; 1999

Teores de nutrientes na parte aérea da batateira em resposta ao boro

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as alterações nos teores e acúmulo de nutrientes da parte aérea da batateira, em função de doses de boro em amostras de um Latossolo Vermelho (LV) e de um Cambissolo (CX). O delineamento experimental foi em blocos casualizados (DBC) em esquema fatorial 4 x 2, constituído de quatro doses de B (0,0; 0,75; 1,50 e 3,0 mg dm-3) e duas cultivares de batata (Asterix e Monalisa), 2 tipos de solos (Latossolo e Cambissolo) e três repetições. Foram avaliados os teores de N, P, P Ca, Mg, S, B, Cu,Fe, Mn, e Zn nas folhas e acúmulo na parte aérea de cada cultivar. Os tratamentos de forma individual e/ou em interação influenciaram tanto os teores como o acúmulo dos nutrientes na batateira. Dependendo do tipo de solo e cultivar, houve influencia sobre os teores de Mg, P e Mn nas folhas e o acúmulo de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn na parte aérea. As doses de B, independentemente das cultivares, elevaram o teor e acúmulo de B e reduziram os de S, Cu, Fe e Zn, conforme o tipo de solo. Promoveram também, conforme o tipo de solo, aumento nos teores K, B e Fe e acúmulo de S na cultivar Asterix e, aumento nos teores de P e B, acúmulo de N, Cu, e Zn e redução nos teores de K...

Aspectos nutricionais da batateira para produção de tubérculo-semente em ambiente protegido; Nutritional aspects of potato plants for seed tuber production in protected condition

Coraspe-Leon, Hector Manuel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.64%
Apesar da sua importância e o grande número de estudos sobre a cultura da batata (Solanum tuberosum L.), nas condições tropicais as pesquisas existentes sobre a nutrição mineral da batateira para produção de tubérculo-semente, tanto em campo quanto em ambientes protegidos, são escassas. A produção de tubérculo-semente em ambiente controlado, como o sistema utilizado pelo IAC, deve ser mais bem compreendido para ser sujeito de melhoras tecnológicas. Dentre os cultivares para uso industrial no Brasil, o cv. 'Atlantic' destaca-se por ser uma das poucas adaptadas a essa finalidade e pela elevada capacidade produtiva, ocupando cerca dos 80% do mercado nacional da batata processada como "chips". O objetivo do presente trabalho foi estudar a nutrição mineral da batateira para produção de tubérculo-semente classe básica, cv. 'Atlantic' cultivada em ambiente protegido com argila expandida como substrato. Para isso foram realizados três experimentos em casade- vegetação com a finalidade de: a) avaliar doses de N e K e suas possíveis interações na produção de tubérculo semente, b) determinar a marcha de absorção de nutrientes ( macro e B, Cu, Fe, Mn e Zn) de plantas na produção de tubérculo-semente, e c) determinar a forma preferencial de absorção de nitrogênio (NH4 ou NO3) pela planta da batata na produção de tubérculo-semente...

Efeito de tratamentos fitossanitários na produção de cultivares de batateira (Solanum tuberosum L.) no planalto do Huambo (Angola)

Henriques,Imaculada da Conceição; Monteiro,Ana; Moreira,Ilídio
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.64%
Relatam-se ensaios realizados, no ano agrícola 2004/5, em blocos casualizados completos com parcelas subdivididas no tempo, para estudo do comportamento de 3 cultivares de batata-semente importada - ‘Diamant’, ‘Romano’, ‘Picasso’ - e 3 cultivares regionais - ‘Tchigembo’, ‘Kanjangala’, ‘Boa nova regional’ -, plantadas em duas datas (Outubro e Fevereiro) da época das chuvas e numa terceira data (Junho), na época seca, praticada em regadio. Os ensaios foram repetidos em três locais da Província do Huambo - Bailundo, Chianga e Calenga - distanciados de cerca de 50 km. Em todas as épocas e cultivares aplicaram-se, ou não, produtos fitofarmacêuticos, fungicida (mancozebe + metalaxil-M) nas duas primeiras épocas, para combate do míldio (Phytophthora infestans) e insecticida (lambda-cihalotrina) na terceira data de plantação, para controlo de afídios (Myzus persicae). Avaliaram-se o número e peso dos tubérculos, total e com valor comercial (Ø > 25 mm), a incidência e a severidade do míldio e dos afídios e o período vegetativo da batateira.