Página 1 dos resultados de 144 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Prospecção de obstáculos à bananicultura sustentável; Prospection of constraints to sustainable banana cropping

Frizo, Cesar Gonçalves Afonso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.45%
O Vale do Ribeira paulista é a principal região produtora de banana do Brasil, é uma área importante de conservação da biodiversidade, mas também uma das zonas mais pobres do estado. Assim sendo, é necessário que novas formas de cultivos dessa fruta, mais sustentáveis, como a agricultura orgânica, sejam consideradas como uma forma de promover o desenvolvimento local, minimizando os impactos negativos no ambiente. Para tanto, é imprescindível que os principais problemas do sistema agrário em questão sejam claramente conhecidos, a fim de permitir propostas de melhorias no sistema que sejam bem aderidas à realidade. Essas questões foram aqui discutidas na escala do sistema agrário da região, através de análises dos dados do último censo agropecuário do Brasil, realizado pelo IBGE, para a construção prévia de um panorama da agricultura orgânica e da fruticultura orgânica no país. Posteriormente foram conduzidos 11 estudos de caso, os quais exemplificam experiências singulares de cultivo da bananeira na região. Esses estudos foram combinados com parâmetros agronômicos mensurados no primeiro semestre de 2014, além de diversas entrevistas realizadas com agentes chave do sistema agrário da bananicultura do Vale do Ribeira. Foi encontrado que no país todo há uma tendência de quanto maior a área das propriedades...

Estudo do nitrogênio e do fósforo (N e P) no setor norte do Complexo Estuarino-Lagunar de Cananéia-Iguape (SP) considerando as condições naturais do sistema e a influência dos aportes antrópicos; The Study of Nitrogen and Phosphorus (N and P) in the North Sector of the Estuary Lagoon Complex of Cananeia Iguape (SP) considering its natural conditions and anthropogenic influence

Agostinho, Katia Leite
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.45%
O Rio Ribeira nasce no estado do Paraná e tem sua foz no município de Iguape estado de São Paulo. Possui 470 km de extensão e recebe o nome de Ribeira de Iguape em sua porção final, onde existe uso intensivo do solo para a agricultura (bananicultura), atividades industriais como mineração, eliminação de esgoto e um pouco de pecuária. Estas atividades contribuem com o aporte de nutrientes nitrogenados e fosfatados para o corpo hidrológico, atingindo o Complexo Estuarino-Lagunar de Cananéia-Iguape por meio do Canal do Valo Grande, em Iguape. O presente trabalho caracterizou o sistema hídrico por meio de parâmetros hidrológicos e hidroquímico como: temperatura da água, salinidade, pH, oxigênio dissolvido, material em suspensão, teores de nitrogênio e de fósforo, matéria orgânica em suspensão e turbidez. Foi realizado um diagnóstico do setor norte do sistema em relação às condições estuarinas naturais presentes no setor sul, correlacionando os valores observados de componentes nitrogenados e fosfatados com a carga estimada de fertilizante empregada nos cultivos de banana, principal cultura da área estudada. Entre Registro e Iguape, a bananicultura localizada na região marginal ao rio foi estimada, com o uso de imagens...

Cadastramento fitossociológico de plantas daninhas na bananicultura

Gomes, G. L. G. C.; Ibrahim, F. N.; Macedo, G. L.; Nobrega, L. P.; Alves, E.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 61-68
POR
Relevância na Pesquisa
37.45%
O objetivo deste experimento, realizado na cultura da banana (Musa spp.) no Vale do Ribeira, no município de Registro-SP, foi fazer um cadastramento fitossociológico das espécies de plantas daninhas sob duas formas de manejo do solo. A amostragem das espécies daninhas foi feita em duas áreas distintas de manejo, sendo uma com a cultura implantada em área de várzea drenada a 7 m de altitude e a outra com a bananicultura em área de sequeiro a 16 m de altitude. Na amostragem de um hectare, utilizou-se o método do quadrado inventário para cálculo de frequência, frequência relativa, densidade, densidade relativa, abundância, abundância relativa, índice de valor de importância e índice de importância relativa. em ambas as áreas foram identificadas 10 famílias, distribuídas em 18 gêneros e 21 espécies. Na área de várzea drenada, 38% das famílias identificadas são monocotiledôneas e 62% dicotiledôneas, num total de 15 espécies, distribuídas em nove famílias. Na área de cultivo em sistema de sequeiro, foram identificados 50% de famílias monocotiledôneas e 50% de dicotiledôneas, num total de 11 espécies, distribuídas em seis famílias. As famílias com maior representatividade foram Poaceae, com sete espécies...

Análise técnica e econômica da cultura da bananeira do subgrupo Cavendish no município Araçatuba-SP

Fernandes, William Benez
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 60 f. : il., fots (algumas color.)
POR
Relevância na Pesquisa
17.14%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia - FEIS; Devido à expansão da produção de banana do subgrupo Cavendish por pequenos produtores rurais organizados em associações, objetivou-se estimar e avaliar técnica e economicamente o cultivo da bananeira no município de Araçatuba-SP. Os dados foram levantados em 2010 e 2011, a partir de entrevista realizada com 43 produtores e do acompanhamento periódico das atividades desenvolvidas. Os resultados obtidos indicaram que a bananicultura com cultivares do subgrupo Cavendish é economicamente viável para pequenos produtores rurais, muito embora o investimento inicial seja elevado, este valor retorna ao produtor ainda no final do primeiro ciclo de produção da cultura. Para não perder competitividade, ações imediatas de órgãos públicos e privados se fazem necessárias, como no fortalecimento das organizações e na capacitação dos produtores, tornando as unidades produtivas mais competitivas e economicamente viáveis; Because of the expansion of the production of banana of the Cavendish sub-group for small organized agricultural producers in association, the objective was to evaluate, tecnically and economically...

Viabilidade econômica da utilização dos resíduos da bananicultura na alimentação de cordeiros confinados

Gerassev, Luciana Castro; Moreira, Sóstenes De Jesus Magalhães; Alves, Dorismar David; Aguiar, Ana Cássia Rodrigues; Monção, Flávio Pinto; Dos Santos, Antonio Carlos Ramos; Santana, Claudia Juliane Lopes; Viegas, Carlos Renato
Fonte: Universidade Federal da Bahia (UFBA) Publicador: Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 734-744
POR
Relevância na Pesquisa
27.45%
Aimed to analyze the economic feasibility of replacing hay Cynodon spp by hay banana crop residues in diet of lambs. We used 25 Santa Inês lambs, with an average age of five months and an average initial weight of 26.5kg, distributed in a completely randomized design with five treatments (40% hay Cynodon spp. + 60% concentrate, 20% hay banana leaf and 20% of Cynodon spp. + 60% concentrate, 40% of banana leaf hay + 60% concentrate, 20% hay pseudostem of banana and 20% of Cynodon spp. + 60% concentrate, 40% hay pseudostem of banana + 60% concentrate). After 69 days of experiment the animals were slaughtered. Possession of the cost of each diet and consumption of animals was calculated economic feasibility. Treatment with 40% of banana leaf hay + 60% concentrate showed the best economic indicators, based on the highest net income, the higher rate of return to higher profitability and marketing of live animals or slaughtered. The inclusion of banana crop residues in the diet of growing lambs increases the economic viability of the activity.; Objetivou-se analisar a viabilidade econômica da substituição do feno de Cynodon spp por feno de resíduos da bananicultura na dieta de cordeiros. Foram utilizados 25 cordeiros Santa Inês, com idade média de cinco meses e peso médio inicial de 26...

Análise ambiental da sub-bacia hidrográfica do Rio dos Porcos - SC

Batista, Gisele Victor
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 141 f.| il., tabs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
17.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia.; A sub-bacia hidrográfica do Rio dos Porcos localiza-se no sul do Estado de Santa Catarina e possui 192,90 km2 (19.290 ha) de área, englobando frações de quatro municípios (Araranguá, Criciúma, Içara e Maracajá) e integrando a bacia hidrográfica do Rio Araranguá. A sub-bacia, a partir das suas características físicas, pode ser dividida em dois grandes blocos de paisagem: a margem direita do Rio dos Porcos, a oeste da área, e onde afloram as rochas mais antigas; e a margem esquerda, a leste da área, representada por depósitos quaternários. Essas características do meio físico foram fundamentais para a configuração da paisagem cultural, a qual apresentou significativas mudanças no período de 1957 a 2002. Para analisar as principais transformações da paisagem neste período, fez-se uso da cartografia digital e do geoprocessamento, com elaboração de mapas de uso da terra, na escala 1:50.000, nos quais destacaram-se as feições de mata, silvicultura, rizicultura, bananicultura, cultivos diversos, pastagem, área urbanizada e depósito de carvão mineral. A partir dos mapas de uso da terra de 1957...

Gênese e evolução da bananicultura no município de Jacinto Machado - SC

Speck, Matheus Molleri
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.45%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia; A presente dissertação de mestrado possui o objetivo de analisar o processo de gênese e estruturação da bananicultura no município catarinense de Jacinto Machado sob dois vieses: primeiro, salientando a importância daquela atividade na formação sócio-espacial e nas estratégias produtivas da agricultura familiar local, e, segundo, resgatando a sua construção histórica enquanto cadeia produtiva no ambiente social e técnico das transformações recentes do sistema agroalimentar nacional. A questão principal consistiu em atrelar estes dois vieses para a construção um diagnóstico do desenvolvimento da bananicultura naquele município ao longo dos últimos cinqüenta anos. Simultaneamente buscamos entender as bases de sustentação da atividade e, então caracterizar socialmente as práticas produtivas sob tipologias que nos pareceram elementares, ressaltando fatores tais como a capacidade de resposta tecnológica, a utilização de recursos creditícios, a escolha dos cultivares e a inserção do produtor no mercado. Como um estudo de Geografia, verificamos a necessidade de realizarmos uma abordagem qualitativa...

Uma análise da competitividade da bananicultura em Santa Catarina

Pimentel, Rodrigo Viana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 54 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.64%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A bananicultura em Santa Catarina tem enorme importância sócio-econômica e é uma fonte de renda considerável para inúmeros pequenos agricultores. Aproximadamente cinco mil famílias têm na bananicultura sua principal fonte de renda, sendo Santa Catarina o terceiro maior produtor de bananas do país, ficando atrás somente do Estado de São Paulo e da Bahia. A qualidade da banana catarinense evolui consideravelmente a partir da década 90, e comparativamente a produção dos outros estados apresenta qualidade considerada elevada. Porém, ainda é preciso investir em mais tecnologia e aumentar a qualidade deste produto catarinense, pois a competição no mercado externo está cada vez mais acirrada, principalmente em relação à banana exportada pelos países da América Central; mais especificadamente a banana equatoriana (o Equador é o maior fornecedor de bananas do mundo). Portanto o presente trabalho visa analisar a cadeia produtiva da banana catarinense, ressaltando os fatores que afetam a qualidade da banana catarinense e sua apresentação no para o consumidor final. Assim, são abordados os entraves e pontos de estrangulamento que afetam a comercialização da banana...

Composição química, degradabilidade e potencial de emissão de metano de resíduos da bananicultura para ruminantes; Chemical composition, degradability and methane emission potential of banana crop wastes for ruminants

Oliveira, Lincoln Nunes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.14%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2012.; Considerando o potencial forrageiro dos resíduos da bananicultura e a necessidade de prover alternativas para alimentação dos ruminantes em períodos de escassez de pastagens, objetivou-se com este estudo avaliar o valor nutricional e a cinética de fermentação ruminal, comparando-se inóculos ovinos e bovinos, dos seguintes substratos: fenos de folhas de bananeiras (FL), de pseudocaules de bananeiras (PS) e de coast-cross (CC), e níveis de inclusão de 50% de feno de folhas ou de pseudocaules de bananeiras ao feno de coast-cross (FLCC e PSCC). Além de características químico-bromatológicas, determinou-se a produção cumulativa de gases, o potencial de emissão de metano, a degradabilidade ruminal e a presença de taninos. Cada substrato contou com três repetições por inóculo, sendo ainda utilizadas seis réplicas para avaliar a degradabilidade da matéria seca (DMS) e calcular a degradabilidade efetiva (DEF). Com 24 e 48 horas após a incubação dos substratos procedeu-se a coleta e armazenamento do gás para avaliar a concentração de metano por cromatografia gasosa. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado...

Avanços na bananicultura brasileira

Lichtemberg,Luiz Alberto; Lichtemberg,Paulo dos Santos Faria
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.77%
A bananicultura brasileira passou por transformação a partir do início do século passado, com o início das exportações do litoral paulista para o mercado platino e europeu. Ações da Secretaria da Agricultura de São Paulo permitiram uma mudança do simples semi-extrativismo para uma bananicultura com uso de técnicas agronômicas de manejo cultural, adubação e fitossanidade. A partir da década de 50, o Instituto Agronômico e o Instituto Biológico de São Paulo intensificaram as pesquisas com o cultivo da bananeira. Na década de 70, com a criação da Sociedade Brasileira de Fruticultura e do Sistema Embrapa de Pesquisa, os progressos alcançados pelo Centro Nacional de Pesquisa de Mandioca e Fruticultura, pelas empresas estaduais e institutos de pesquisa agropecuária de todo o País e pelas universidades, permitiram a prática de uma bananicultura mais evoluída. Além disso, a assistência técnica oficial e privada, empreendimentos privados e a criação de projetos de irrigação no semiárido brasileiro permitiram a ampliação da área de cultivo da bananeira em bases tecnológicas mais evoluídas. Nas duas últimas décadas, floresceram as organizações de bananicultores que, através de seus técnicos, promovem a melhoria tecnológica do cultivo. Neste trabalho...

Cadastramento fitossociológico de plantas daninhas na bananicultura

Gomes,G.L.G.C.; Ibrahim,F.N.; Macedo,G.L.; Nobrega,L.P.; Alves,E.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
O objetivo deste experimento, realizado na cultura da banana (Musa spp.) no Vale do Ribeira, no município de Registro-SP, foi fazer um cadastramento fitossociológico das espécies de plantas daninhas sob duas formas de manejo do solo. A amostragem das espécies daninhas foi feita em duas áreas distintas de manejo, sendo uma com a cultura implantada em área de várzea drenada a 7 m de altitude e a outra com a bananicultura em área de sequeiro a 16 m de altitude. Na amostragem de um hectare, utilizou-se o método do quadrado inventário para cálculo de frequência, frequência relativa, densidade, densidade relativa, abundância, abundância relativa, índice de valor de importância e índice de importância relativa. Em ambas as áreas foram identificadas 10 famílias, distribuídas em 18 gêneros e 21 espécies. Na área de várzea drenada, 38% das famílias identificadas são monocotiledôneas e 62% dicotiledôneas, num total de 15 espécies, distribuídas em nove famílias. Na área de cultivo em sistema de sequeiro, foram identificados 50% de famílias monocotiledôneas e 50% de dicotiledôneas, num total de 11 espécies, distribuídas em seis famílias. As famílias com maior representatividade foram Poaceae, com sete espécies...

Biodegradação de resíduos lignocelulósicos gerados na bananicultura e sua valorização para a produção de biogás

Souza,Ozair; Federizzi,Mauri; Coelho,Bruna; Wagner,Theodoro M.; Wisbeck,Elisabeth
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.14%
Propôs-se, neste trabalho, avaliar a potencialidade do uso de resíduos lignocelulósicos da bananicultura como substrato de fermentação do processo de metanização. Os resíduos casca de banana, engaço, folhas e pseudocaule da bananeira Musa cavendischii, foram biodegradados a 30 °C e pH 7,2, em diferentes volumes de trabalho, empregando-se como biodigestor frascos Erlenmeyer, garrafas plásticas e biorreator de bancada. A composição ideal do substrato para a metanização foi definida como: 50% m m-1 de cascas, 25% de folhas e 25% de pseudocaule. O engaço, por apresentar baixa velocidade de biodegradação em comparação com as demais biomassas, não foi recomendado para a metanização conjunta dos resíduos. A hidrólise ácida prévia do substrato foi prejudicial à produção de biogás visto que, além de conduzir à formação de H2S no biogás gerado, inibiu a formação de CH4. O rendimento máximo em biogás, obtido em biodigestor de bancada empregando-se substrato in natura, foi de 244 LCNTP kg-1ST com 66,8% v v-1 de CH4.

Viabilidade econômica da utilização dos resíduos da bananicultura na alimentação de cordeiros confinados

Gerassev,Luciana Castro; Moreira,Sóstenes de Jesus Magalhães; Alves,Dorismar David; Aguiar,Ana Cássia Rodrigues; Monção,Flávio Pinto; Dos Santos,Antonio Carlos Ramos; Santana,Claudia Juliane Lopes; Viegas,Carlos Renato
Fonte: UFBA - Universidade Federal da Bahia Publicador: UFBA - Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.45%
Objetivou-se analisar a viabilidade econômica da substituição do feno de Cynodon spp por feno de resíduos da bananicultura na dieta de cordeiros. Foram utilizados 25 cordeiros Santa Inês, com idade média de cinco meses e peso médio inicial de 26,5kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (40% de feno Cynodon spp. + 60% concentrado, 20% de feno de folha de bananeira e 20% de feno de Cynodon spp. + 60% concentrado, 40% de feno de folha de bananeira + 60% concentrado, 20% de feno de pseudocaule de bananeira e 20% de feno de Cynodon spp. + 60% concentrado, 40% de feno de pseudocaule de bananeira + 60% concentrado), em cinco repetições. Após 69 dias de experimentação os animais foram abatidos. De posse do custo de cada dieta e do consumo dos animais, foi calculada a viabilidade econômica. O tratamento com 40% de feno de folha da bananeira + 60% concentrado apresentou os melhores indicadores econômicos, baseados na maior receita líquida, na maior taxa de retorno e na maior lucratividade para comercialização dos animais vivos ou abatidos. A inclusão de resíduos da bananicultura na dieta de cordeiros em crescimento aumenta a viabilidade econômica da atividade.

Kit diagnóstico para a maior ameaça bananicultura mundial.

DITA, M. A.; WAALWIJK, C.; PAIVA, L.; KEMA, G.; SOUZA JUNIOR, M.
Fonte: In: SIMPÓSIO SOBRE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE CIENTÍFICA NA EMBRAPA, 2., 2010, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2010. Publicador: In: SIMPÓSIO SOBRE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE CIENTÍFICA NA EMBRAPA, 2., 2010, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.14%
A raça 4 tropical (TR4) de Fusarium oxysporum f. sp. cubense (Foc), praga quarentenária A1 para a África e as Américas é atualmente a maior ameaça da bananicultura mundial. Na ausência de variedades resistentes e considerando o tempo necessário para gerar novas cultivares, as medidas de controle mais eficientes são evitar sua entrada e detectar e erradicar focos de infecção. Para tal, um método de diagnóstico rápido, confiável e altamente específico é essencial. Embora um método fora anteriormente proposto (Lin et al. 2008), o mesmo não mostrou especificidade para TR4 (Dita et al. 2010).; 2010; Disponível em: Acesso em: 21 fev. 2011.

Avaliação fitopatológica de cultivares de bananeira nas condições edafoclimáticas do Nordeste paraense.

FELIPE, S. H. S.; BENCHIMOL, R. L.
Fonte: In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO DA UFRA, 7.; SEMINÁRIO [DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA] DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 13.; SEMINÁRIO DE PESQUISA DA UFRA, 1., 2009, Belém, PA. Pesquisa e desenvolvimento tecnológico na formação do jovem cientista: anais. Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2009. Publicador: In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO DA UFRA, 7.; SEMINÁRIO [DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA] DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 13.; SEMINÁRIO DE PESQUISA DA UFRA, 1., 2009, Belém, PA. Pesquisa e desenvolvimento tecnológico na formação do jovem cientista: anais. Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.14%
A bananicultura é importante em diferentes regiões do mundo, porém, houve um aumento da incidência de pragas e doenças. A principal doença que vem causando danos na produção no estado do Pará é a sigatoka negra causada por Mycosphaerella fijiensis Morelet. O presente trabalho teve como objetivo detectar quais fitopatógenos estavam atacando a cultura e avaliar a incidência e severidade da sigatoka negra para cultivares de bananeira resistentes à sigatoka-negra, nas condições edafoclimáticas do nordeste paraense. Os levantamentos de doenças foram realizados em um bananal experimental implantado na Embrapa Amazônia Oriental, em Belém, PA, e em Castanhal, PA, onde estão sendo feitos testes de adaptação edafoclimática de cultivares com características de resistência à sigatoka-negra. Os parâmetros avaliados foram: Porcentagem de Plantas Atacadas; Porcentagem de Folhas Atacadas, Nível de Ataque (severidade) na Folha, Número de Perfilhos e Total de Folhas. Foi observada relação direta entre os parâmetros porcentagem de plantas e folhas atacadas por planta, o mesmo não acontecendo entre estes e a severidade de ataque nas folhas, para as condições edafoclimáticas locais.; 2009

Níveis de irrigação na cultura da banana no município de Teresina.

VELOSO, M. E. da C.; VASCONCELOS, L. F. L.; SOUZA, V. A. B. de; ANDRADE JÚNIOR, A. S. de; RIBEIRO, V. Q.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 17., 2002, Belém. Os novos desafios da fruticultura brasileira: anais. Belém: SBF, 2002. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 17., 2002, Belém. Os novos desafios da fruticultura brasileira: anais. Belém: SBF, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; 4 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
17.14%
A banana é a fruta mais consumida no mundo, com 59 milhões de toneladas, e envolve um agronegócio de nove bilhões de dólares por ano. O Equador é o maior exportador dessa fruta e ocupa 26% do mercado mundial, correspondendo a 3,5 milhões de toneladas anuais e uma receita de 900 milhões de dólares, aproximadamente. O Brasil exporta apenas 0,4% da sua produção, especialmente para a Argentina e Uruguai, entretanto, é o maior consumidor de banana do mundo (Agrianual..., 2000) e o segundo maior produtor, com uma produção que deixa a desejar em qualidade, contribuindo para esse baixo índice de exportação (Agrianual..., 2001). No Brasil, o Nordeste é a região com maior potencial para a produção de frutas tropicais e, em 1999, ostentou a primeira posição na produção de banana do país (Agrianual..., 2001). A bananicultura é uma das principais atividades exploradas economicamente nos Estados do Piauí e Maranhão. Nos últimos anos, essa região contribuiu com 11,6% da produção nordestina. Somente o estado do Piauí possui uma área de 5.156 ha, sendo que 1.427 são irrigados. Esses números são preocupantes, uma vez que não se dispõe de tecnologias desenvolvidas e/ou adaptadas para a exploração racional da bananicultura irrigada na região. O regime sazonal das precipitações pluviométricas na região Meio-Norte do Brasil...

A bananicultura e a transição agroecológica

Caldeira, Maurício Antônio Doro
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.; O trabalho foi desenvolvido em Dom Pedro de Alcântara (RS), onde 90% da população habitam a área rural. A estrutura fundiária se caracteriza por pequenas propriedades, com 88% menores que 10 hectares. A população é formada por agricultores familiares, que têm como fonte de trabalho e renda a bananicultura. O município localiza-se em área de domínio da "Mata Atlântica". O cultivo da banana começou a se desenvolver no município a partir de 1950, com intensificação sistema produtivo. A tecnologia exigia dos agricultores maior aporte de recursos financeiros para a manutenção do cultivo de banana. Por outro ângulo, em Dom Pedro de Alcântara, a cobertura original da Floresta Tropical Atlântica era de 100%. Hoje, permanecem 15% da cobertura original, na forma de áreas remanescentes florestais. O aproveitamento de recursos florestais ainda existe nas propriedades, traduzindo uma importante relação econômica, social e cultural com a floresta. Frente a isso, foi importante analisar a agricultura praticada em áreas próximas a remanescentes florestais, em Dom Pedro de Alcântara...

Eficácia de resíduos da bananicultura sobre a inibição do desenvolvimento larval em Haemonchus spp. provenientes de ovinos

Oliveira,Lincoln Nunes; Duarte,Eduardo Robson; Nogueira,Flávia Aparecida; Silva,Rayana Brito da; Faria Filho,Daniel Emygdio de; Geraseev,Luciana Castro
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.14%
Com o presente estudo, foi avaliada a eficácia in vitro de extratos vegetais de resíduos da bananicultura sobre a inibição do desenvolvimento larval de nematódeos gastrintestinais de ovinos. A técnica de coprocultura quantitativa e qualitativa foi empregada para avaliar a eficácia anti-helmíntica dos extratos aquosos de folhas, pseudocaules e corações de bananeiras da cultivar 'Prata Anã', nas concentrações 25, 75 e 150mg mL-1, em um delineamento inteiramente casualizado. Os resultados obtidos demonstraram que os três extratos, em concentrações iguais ou superiores a 75mg mL-1, reduziram significativamente (P<0,05) o desenvolvimento larval dos nematódeos, com eficácia acima de 96,9%. A identificação das larvas desenvolvidas revelou a ocorrência de Haemonchus spp. nas culturas avaliadas, permitindo concluir que as partes testadas da bananeira apresentam propriedades anti-helmínticas sobre o desenvolvimento larval desse importante parasito.

Digestibilidade dos carboidratos fibrosos de resíduos da bananicultura em ovinos

Seles, Geziana Moreira; Carmo, Tânia Dayana do; Barbosa, Paula Miranda; Costa, Diego Santana; Vitor, André da Cunha Peixoto; Geraseev, Luciana Castro
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS- CAMPUS MONTES CLAROS. Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS- CAMPUS MONTES CLAROS.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.14%
Objetivou-se avaliar a digestibilidade dos carboidratos fi­brosos de resíduos da bananicultura contidos em dieta completa em ovinos. Utilizaram-se 30 ovinos distribuídos em cinco tratamentos e seis repetições. Os tratamentos consistiram na inclusão de 20 ou 40% de feno folha (FFB) ou pseudocaule (FPB) de bananeira em substituição ao feno Cynodon spp em dietas balanceadas com 60% de concentrado 40% de volumoso. As variáveis analisadas foram: digestibilidade da fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). A inclusão de FFB reduziu a digestibilidade do FDN, entretanto, não afetou a digestibilidade do FDA. A adição do FPB não afetou a digestibilidade do FDN e FDA. Portanto, a inclusão de feno de pseudocaule de bananeira em dietas completas para ovinos, não afeta a digesti­bilidade dos compostos fibrosos, entretanto, a adição de feno de folha reduz a digestibilidade do FDN.

Digestibilidade in vitro de resíduos da bananicultura

Santos, Sarah Silva; Vitor, André da Cunha Peixoto; Carmo, Tânia Dayana do; Duarte, Sérgio Murilo; Freitas, Sarah Souza de; Geraseev, Luciana Castro
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS- CAMPUS MONTES CLAROS. Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS- CAMPUS MONTES CLAROS.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.14%
Objetivou-se avaliar a digestibilidade in vitro da matéria seca (MS) e fibra em detergente neutro (FDN) do feno de resíduos da bananicultura. Os trata­mentos consistiram em: feno Cynodon spp., feno da folha e pseudocaule de bananeira distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com cinco repetições em triplicada para cada repetição. Os resíduos utilizados foram coletados nas dependências do Instituto de Ciências Agrárias e encaminha­dos ao laboratório de bromatologia dessa instituição para análise química bromatológica. Para determinação da digestibilidade in vitro foi utilizada a técnica de dois estágios com uso da incubadora in vitro da Tecnal® (TE-150). No primeiro estágio adicionou-se inoculo ruminal a solução tampão McDougall, com posterior incubação por 48 horas. No segundo estágio adicionou-se 8 gramas de pepsina e 40 ml de HCL 6N a cada jarro por mais 24 horas. O feno do pseudocaule de bananeira apresentou maior digestibilidade da MS (79,8%) ao passo que, para feno da folha apresentou menor digestibilida­de da MS (57,8%). A menor DMS observada para FFB pode estar relacionada à composição bromatológica desse material que apresentou maior teor de lignina e menor fração de CNF. Já que para FPB observou-se menor teor de lignina e maior fração CNF em relação aos demais volumosos estudados. Quanto a digestibilidade da fração fibrosa...