Página 1 dos resultados de 56 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Balanço de sedimentos arenosos da enseada de Balneário Camboriú-SC

Menezes, João Thadeu de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.77%
O objetivo principal deste estudo é a análise do balanço de sedimentos arenosos na enseada de Balneário Camboriú, localizada no litoral centro-norte do Estado de Santa Catarina. Para alcançar os objetivos deste trabalho a enseada foi compartimentada em células e utilizadas diferentes metodologias que envolveram a análise de diversos parâmetros, tais como: sedimentologia e morfologia da praia e antepraia; estabilidade da praia em planta e perfil; perfil de equilíbrio da enseada; transporte de sedimentos por ondas e correntes e perda de sedimentos para fora da praia através dos banhistas. A praia de Balneário Camboriú é composta de areia fina a muito fina, de composição quartzosa, bem a moderadamente classificados. A distribuição das fácies sedimentares da enseada de Balneário Camboriú demonstra a inexistência de trocas de sedimentos arenosos da praia com a região da antepraia, sendo esta dominada principalmente por sedimentos finos (silte e argila). A estabilidade da praia em planta encontra-se em equilíbrio dinâmico na porção norte e sul da enseada. A morfologia praial em valores de variação de volume e largura demonstrou que os perfis localizados na porção norte, que corresponde a região mais exposta da praia...

Balanço de sedimentos arenosos no litoral médio do Rio Grande do Sul

Motta, Lucas Marchi da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
O cálculo do balanço de sedimentos arenosos litorâneos permite estimar o tempo e a intensidade dos processos associados à erosão, transporte e deposição, e também compreender a dinâmica de sedimentos local e regional aplicada, por exemplo, ao mapeamento das áreas de risco. O objetivo principal desta pesquisa é analisar as variações no transporte longitudinal de sedimentos ao longo da costa através de diferentes relações empíricas, descritas na literatura, e realizar o balanço sedimentar do litoral médio do Rio Grande do Sul (RS). Além disso, também é objetivo quantificar o volume de areia contido no campo de dunas costeiras que se desenvolve ao longo da área de estudo, com idade estimada entre 7-8ka (Dillenburg et al., 2006; Martinho et al., 2008). A presente dissertação é apresentada em forma de artigo, de acordo com a norma 103 do Programa de Pós Graduação em Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O corpo principal do trabalho é constituído por um artigo, submetido a uma revista especializada na área, que por sua vez, é antecedido por um capítulo introdutório sucinto com uma breve revisão bibliográfica sobre os temas abordados ao longo do curso de mestrado. Espera-se, com a realização desta dissertação...

Estratigrafia e evolução da barreira holocênica na Região Costeira de Santa Vitória do Palmar, Planície Costeira do Rio Grande do Sul, Brasil

Caron, Felipe
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.94%
A barreira holocênica da região costeira de Santa Vitória do Palmar possui características morfológicas estratigráficas e evolutivas diferenciadas quando comparadas a outros segmentos da costa do Rio Grande do Sul. Dados obtidos na antepraia caracterizaram a batimetria e sedimentologia das regiões adjacentes a barreira, sugerem que a evolução da barreira foi fortemente controlada pelos altos topográficos podendo alterar o processo de migração da barreira durante o processo transgressivo condicionado pela elevação do nível do mar. E que a composição sedimentologica da antepraia contraposta as regiões costeiras adjacentes são importantes componetes quanto ao balanço sedimentar, na composição pretérita e atual da barreira. Imagens orbitais, fotografias aéreas e altimetria pelo sistema GNSS caracterizaram a morfologia, e sondagens SPT e a percussão em conjunto com dados de GPR integram a aquisição de dados do registro sedimentar subsupeficie. Análises sedimentológicas, paleontológicas e geocronológicas fundamentam a descrição e interpretação das fácies sedimentares e suas associações. Portanto ao longo da barreira no sentindo SW-NE da barra do Chuí até o Farol Sarita foram identificadas duas unidades deposicionais distintas. Uma unidade condicionada pela última Transgressão Marinha Pós Glacial apresentando características tipicamente transgressivas (retrogradacional)...

Preparação e caracterização de filmes de amido modificado por reticulação, acetilação e com adição de lipídio e celulose bacteriana

Meira, Vivian Consuelo Reolon Schmidt
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 72 p.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.92%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos; A presente tese buscou aprofundar a compreensão da interação entre processos longitudinais e ortogonais na definição do comportamento morfodinâmico do perfil praial. A pesquisa foi desenvolvida a partir do exemplo de sistemas praiais de diferente configuração planimétrica do litoral norte de Santa Catarina, Brasil, submetidos à incidência oblíqua de ondas de S/SE e ENE. A metodologia adotada incluiu: a análise de perfis de praia e da granulometria dos sedimentos da face praial; a propagação do regime de ondas; o estabelecimento do balanço de transporte sedimentar longitudinal, apoiado na calibração de equações empíricas com o uso de traçadores fluorescentes; a classificação do perfil praial baseada no parâmetro ômega e a análise de sua capacidade em prever o comportamento morfodinâmico de praias submetidas a um regime misto de ondas e correntes longitudinais. Os resultados obtidos apontaram a presença de dois domínios granulométricos e morfodinâmicos distintos na área de estudo, com o predomínio de areia média e estado morfodinâmico intermediário a reflectivo associado às praias mais expostas e de areia fina e comportamento dissipativo a intermediário nas praias mais protegidas. O modelamento do regime de ondas evidenciou a ocorrência de fluxo hidrodinâmico longitudinal dominante para norte...

Transporte sedimentar longitudinal e morfodinâmica praial

Abreu, Janete Josina de
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 484 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia; A presente tese buscou aprofundar a compreensão da interação entre processos longitudinais e ortogonais na definição do comportamento morfodinâmico do perfil praial. A pesquisa foi desenvolvida a partir do exemplo de sistemas praiais de diferente configuração planimétrica do litoral norte de Santa Catarina, Brasil, submetidos à incidência oblíqua de ondas de S/SE e ENE. A metodologia adotada incluiu: a análise de perfis de praia e da granulometria dos sedimentos da face praial; a propagação do regime de ondas; o estabelecimento do balanço de transporte sedimentar longitudinal, apoiado na calibração de equações empíricas com o uso de traçadores fluorescentes; a classificação do perfil praial baseada no parâmetro ômega e a análise de sua capacidade em prever o comportamento morfodinâmico de praias submetidas a um regime misto de ondas e correntes longitudinais. Os resultados obtidos apontaram a presença de dois domínios granulométricos e morfodinâmicos distintos na área de estudo, com o predomínio de areia média e estado morfodinâmico intermediário a reflectivo...

Indicadores geomorfológicos e sedimentalógicos na avaliação da tendência evolutiva da zona costeira : aplicação ao concelho de Esposende

Loureiro, Eduardo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 13/07/2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.78%
Tese de doutoramento em Geologia; As praias arenosas da zona costeira de Esposende (NO de Portugal), ocupando uma faixa de cerca de 15km de comprimento segundo uma orientação geral N-S, desde a foz do rio Neiva até à Apúlia, têm sofrido erosão acentuada, e sido , gradualmente substituídas por praias de seixos, cuja permanência é, agora, uma constante desde praia a Foz do Neiva até Cepães. Segundo a terminologia de Davis e Hayes (1984), esta costa é de energia mista, dominada pela onda e pela maré. A maré é mesotidal, com um regime do tipo semi-diurno, apresentando uma amplitude máxima de preiamar de 3.9m e uma amplitude mínima de baixa-mar de 0.2m (dados do Instituto Hidrográfico da Marinha, 2004). No que respeita à agitação marítima, a ondulação mais frequente que atinge as praias desta faixa costeira caracteriza-se por período de 9 s e altura de 2m (valores médios), sendo o rumo NO o mais frequente (79%). No entanto, no sector a norte da foz do Cávado, a presença de uma ampla área de afloramentos rochosos na zona intertidal e na pré-praia contribui para a alteração das características físicas das ondas, interferindo no padrão de refracção, difracção e reflexão da ondulação incidente e atenuando a energia das ondas que atingem a praia relativamente ao sector meridional. Nesta dissertação pretendeu-se averiguar em que medida esta diferenciação se reflecte na tendência evolutiva desta zona costeira e nos volumes sedimentares envolvidos no trânsito entre a praia e a pré-praia. Neste contexto...

Componente eólica de transporte sedimentar em praias do litoral norte

Almeida, Elisabete Maria Fernandes de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Dissertação de mestrado integrado em Engenharia Civil; A intervenção no litoral de Vila Nova de Gaia destaca-se pela instalação de paliçadas na zona da ante praia, visando a proteção e regeneração dos sistemas dunares que se desenvolvem ao longo da costa, com potencial característico de fauna e flora e cuja eficiência de acumulação é avaliada tendo em conta fatores meteorológicos como vento. A compilação de dados de monitorização do terreno, obtidos em quatro períodos (nov. 2008, abr. 2009, nov. 2009, mai. 2010), conjuntamente com o seu tratamento através Sistemas de Informação Geográfica (SIG), permitiu a análise de correlação entre o vento e a acumulação de sedimentos nestes locais em concreto. O balanço final, no que diz respeito à regeneração das dunas, apresenta-se como positivo, ainda que com fortes tendências de estabilidade. O inverno demonstra ser um período crítico e favorável à erosão, devido à maior velocidade com que o vento se faz sentir, associado a outros fenómenos, como as ondas e marés, também responsáveis pela morfodinâmica. Já durante o verão, em que o vento se revela bastante mais calmo, o balanço sedimentar é mais favorável, o que à partida poderá parecer contraditório com o facto de se verificar grande afluência à praia...

Efeito das barragens no transporte sedimentar fluvial

Ribeiro, Bruno Miguel Gomes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
Na dissertação apresentada procuram-se estudar os aspectos relacionados com a diminuição do transporte sedimentar fluvial, principalmente devido à construção de barragens. Este facto é importante no balanço sedimentar negativo e consequente erosão costeira que se regista no litoral Português. Assim, analisa-se o transporte sólido antes e após a construção de barragens em dois casos reais. No Rio Tejo, a construção de inúmeras barragens, provocou uma diminuição do transporte sólido em cerca de 70 %, ao passo que, no Rio Saru (Japão), por aplicação de diferentes formulações numéricas, houve um decréscimo do transporte sedimentar fluvial em cerca de 50 %, devido ao aumento da secção de montante e consequente redução da velocidade de escoamento. Perante este facto, foram efectuados ensaios laboratoriais com sedimentos, desenvolvidos no canal de hidráulica do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Aveiro. Nestes ensaios simulou-se o impacto da construção de uma barragem, relacionando o caudal líquido com o caudal sólido antes e depois de se instalar um descarregador. Devido ao aumento da secção do escoamento a montante, associado ao efeito de barreira da própria barragem, o transporte sólido após a instalação do descarregador deixou de existir. Estes resultados também foram confrontados com formulações numéricas de quantificação do transporte sedimentar. A quantificação do efeito das barragens no transporte sólido fluvial não é fácil e as diversas consequências que provocam...

Balanço sedimentar costeiro no troço litoral entre a praia da Barra e a praia de Mira

Romão, Soraia Raquel Mendes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.83%
A costa Noroeste portuguesa caracteriza-se por uma elevada fragilidade geomorfológica, onde dominam os processos erosivos, associados à pressão antrópica sobre o litoral, ao clima de agitação marítima altamente energético e à diminuição do aporte sedimentar ao litoral. Estes aspectos tornam fundamental uma monitorização regular da zona costeira, com identificação dos locais mais sensíveis à erosão, e uma gestão do litoral mais eficiente. Neste estudo, pretendeu-se analisar a variabilidade morfológica da praia emersa e submersa, no troço litoral entre a Barra e a Praia de Mira (a sul do porto de Aveiro), a partir de modelos digitais do terreno e de balanços sedimentares e compreender o seu comportamento face a intervenções antrópicas ou ao clima de agitação marítima. A metodologia implementada utilizou dados topográficos e batimétricos adquiridos em campanhas de monitorização realizadas entre 2003 e 2014 e dados topo-batimétricos cedidos pela Administração do Porto de Aveiro, S.A.. Na caracterização do clima de agitação marítima usaram-se dados da bóia ondógrafo de Leixões e dados simulados para um ponto próximo da bóia. A série simulada foi validada para preencher as lacunas existentes nos dados da bóia e...

Evolução dos campos dunares contíguos às praias das Furnas e da Amoreira (Litoral Sudoeste de Portugal)

Gama, Cristina; Baptista, Paulo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
26.92%
A uma escala temporal curta (3 anos) a evolução dos campos dunares contíguos às praias das Furnas e da Amoreira, descrevem uma dependência estreita com a ocorrência de episódios de temporal (Gama,2005). Regista-se o recuo significativo da frente dunar quando o volume sedimentar presente na praia emersa é diminuto, evidenciando a presença de uma berma estreita, características resultantes da ausência de recuperação das praias após a ocorrência de um ou de sucessivos períodos de temporal. A análise do sistema litoral que constitui a praia das Furnas, à escala temporal de 30 anos, aponta para um balanço sedimentar do campo dunar adjacente à praia emersa positivo de quase equilíbrio entre as suas fachadas fluvial e marinha, funcionando este sistema como uma célula fechada, em termos de balanço sedimentar. A uma escala mais longa, a dinâmica da praia das Furnas e do campo dunar contíguo inclui a formação e estabilização de cordões litorais que constituem boa parte da praia emersa e que, por sua vez, funcionam como fonte sedimentar para a edificação de cordões dunares sucessivos, promovendo a retenção sedimentar nesta área. A variação morfológica registada na praia da Amoreira, durante o período de estudo...

Fornecimento sedimentar por bacias de pequena dimensão: aplicação ao arco Caparica-Espichel

Dias, João Francisco Filipe
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.97%
Tese de mestrado em Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015; O conhecimento da evolução de um sistema de praia, depende da definição do balanço sedimentar costeiro, assumindo a quantificação do fornecimento sedimentar, um papel determinante. No entanto, se os métodos de quantificação, associados a sistemas fluviais com rede de drenagem desenvolvida, já se encontram razoavelmente definidos, os métodos de quantificação sobre os sistemas de pequena dimensão, com uma rede de drenagem incipiente, ainda se encontram numa fase embrionária. O objetivo principal deste trabalho consistiu no estudo e avaliação do fornecimento sedimentar ao litoral por bacias de pequena dimensão. As bacias que constituem o objeto de estudo consistem no sistema de drenagem incipiente, desenvolvido nas arribas e vertentes costeiras de natureza arenosa do arco Caparica-Espichel. A quantificação do fornecimento sedimentar baseou-se em duas metodologias: a) observações de campo - foram efetuadas as seguintes observações: análise da evolução topográfica das arribas e vertentes costeiras, com recurso a LiDAR terrestre; estudo de leques de dejeção existentes no sopé da arriba; avaliação do sedimento acumulado numa estrutura de retenção a qual foi construída no âmbito deste trabalho; b) modelação empírica - foram utilizadas as aproximações de Langbein e Schumm...

Aspectos hidrogeológicos da bacia sedimentar do Rio do Peixe

Campelo Correia, Lyndemberg; Geilson Alves Demetrio, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.63%
Este trabalho tem como objetivo o levantamento dos principais aspectos hidrogeológicos da Bacia Sedimentar do Rio do Peixe BSRP, a qual se localiza no estado da Paraíba, abrangendo área total de 1.326,16 km2. A BSRP é constituída por um sistema multi-aqüífero, representado por 04 aqüíferos, sendo estes dispostos, de baixo para cima, na seguinte ordem: Antenor Navarro, confinado, constituído por arenitos finos, médios e conglomeráticos; separados pela camada inferior da Formação Sousa. Em seguida, tem-se o aqüífero Sousa Superior, confinado, constituído por arenitos finos a médios; em seguida tem-se o aqüífero Rio Piranhas, livre, constituído por arenitos médios a grossos; e, finalmente, o Aluvial, igualmente livre, desenvolvido nos aluviões que recobrem o vale do rio do Peixe e seus afluentes. Os principais aspectos hidrogeológicos estudados neste trabalho foram os parâmetros hidrodinâmicos, balanço hídrico, potenciometria, VEN e hidroquímica. A partir do levantamento e seleção dos poços existentes na BSRP, foi possível localizar 328 poços em toda bacia, sendo estes utilizados como base de dados nessa dissertação. Para a determinação da transmissividade representativa do sistema aqüífero...

Sedimentologia e morfologia das praias do Pina e da Boa Viagem, Recife (PE) - Brasil

das Neves Gregório, Maria; Cristina Medeiros de Araújo, Tereza (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.94%
O desenvolvimento dos centros urbanos aumenta a pressão humana sobre os ambientes costeiros, gerando uma crescente degradação dos mesmos. As praias são ambientes costeiros importantes para o lazer, turismo e fonte de renda, mas sua principal função é a proteção da costa. Vários pontos da costa pernambucana apresentam problemas de erosão marinha, que varia de moderada a severa, porém não há, ainda, um diagnóstico preciso para a compreensão das causas locais e regionais. As praias do Pina e da Boa Viagem são praias urbanas, apresentam algumas obras rígidas de contenção de erosão marinha e a Prefeitura da Cidade do Recife prevê a construção de um quebra mar submerso, com 2 mil metros de extensão da orla, no trecho entre o Hotel Boa Viagem e a praia de Piedade. Com objetivo de caracterizar a variação sedimentológica e morfológica no trecho localizado entre a praia do Pina e o limite da cidade do Recife (Piedade Jaboatão), verificar o estado erosivo do citado ambiente, bem como observar possíveis mudanças sazonais, foram coletadas 13 amostras de sedimentos superficiais ao longo do arco praial, nos meses de Junho de 2002 e Dezembro de 2002, e monitorados 05 perfis topográficos, no período Agosto de 2002 à Setembro de 2003...

Caracterização dos impactos ambientais negativos, vulnerabilidade e morfodinâmica do litoral do Recife: Praias de Boa viagem e Pina (PE) - Brasil

Cruz, José Stroessner Silva; Manso, Valdir do Amaral Vaz
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
46.82%
As praias de Boa Viagem e Pina localizadas no litoral da cidade do Recife-PE, sendo a primeira uma das praias urbanas mais famosas do Brasil, passam por processos de ocupação desde as primeiras décadas do século XX, ocasionando com isso várias modificações em seu ambiente natural no decorrer dos anos. Entre as primeiras modificações foram à diminuição da linha de praia para a construção de casas de veraneio em primeiro momento e antiga Av. Beira Mar com suas calçadas, até os dias atuais com a substituição das casas de veraneio por grandes prédios e alargamento da antiga Av. Beira Mar e calçadas pela Av. Boa Viagem e suas amplas calçadas (calçadões). Sendo um ambiente costeiro, os processos de avanço urbanístico ao ambiente praial somado a processos naturais como as oscilações do nível do mar e outros processos decorrentes das mudanças climáticas globais, resultaram no agravamento da ação erosiva nos últimos 20 anos. Vários órgãos governamentais tomaram a frente nos estudos das causas desses processos erosivos na orla de Boa Viagem no intuito de tomar medidas mitigadoras, porém muitas dessas medidas não responderam por completo às expectativas. Os estudos oriundos dos relatórios do MAI e CPRH foram umas das primeiras tentativas de se traçar um perfil dos impactos ambientais negativos e do balanço sedimentar nas praias do Recife. Os resultados obtidos serviram como base para o mais recente relatório...

Estabilidade morfo-sedimentar do mar do ararapira e conseqüências da abertura de uma nova barra

Müller, Marcelo Eduardo José
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.54%
Resumo: A restinga do Ararapira representa a porção extremo sul do estado de São Paulo. Tem aproximadamente 16 km de extensão e largura média de 400 m. A sobreposição da linha de costa obtida em Outubro de 2008 com a de Outubro de 2007 através de caminhamento com DGPS indica um crescimento no sentido SW superior a 130 m. O Canal que a separa do continente é conhecido como Mar do Ararapira, sendo este também o demarcador costeiro entre os estados de São Paulo e Paraná. O Mar do Ararapira, em seu curso levemente meandrante em direção à desembocadura, erode as margens côncavas e deposita nas convexas. A erosão provocou três estreitamentos com largura inferior a 100 m. O menor destes possui largura de aproximadamente 20 m e pode se romper ainda nesta década. Neste ponto foi monitorada através de nivelamento topográfico a largura do esporão entre Abril de 2008 e Outubro de 2009, indicando erosão contínua na porção interna de 2,3 m. Na margem oceânica houve tanto processos de erosão como de progradação da linha de costa, porém, no balanço geral, houve a progradação de 7,8 m. Outros quatro perfis posicionados 50 e 100 m a norte e a sul daquela porção mais estreita foram realizados nas mesmas datas para verificar a variação volumétrica...

Evolução morfodinâmica da região de influência estuarina do Rio Curimataú/RN, com ênfase nas alternativas do ambiente deposicional de manguezal e a integração de geodados em Sig

Souza, Flavo Elano Soares de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Geodinâmica e Geofísica; Geodinâmica; Geofísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Geodinâmica e Geofísica; Geodinâmica; Geofísica
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.66%
The estuaries are important investigation zones of the actual morphodynamic and of depositional facies of recent geological history. They are constituted in important receptor means of the coastal area sediments, where the evolutionary processes occur quickly. They are also attractive means for the development of anthropic activities, which in a disordered way interfere in the active processes in the sedimentary balance of the coastal areas. Among the human interventions, the alterations of the depositional environment of mangroves in areas of tropical estuary is deserving relevance, whose implications for the environment estuarine and the coastal adjacent, they are still far to be known. Due to the interest of the sedimentologic component in the comprehension of the processes linked to the evolution of the environments estuarine and coastal adjacent, this work, aimed at the understanding of the morphodynamic coastal phenomena that comprise the region of estuarine influence of the River Curimataú / RN. It was also evaluated in the morphodynamic context the implications due to alterations of the depositional environment of mangrove by anthropic activity. The Curimataú Estuary, located in the south portion of the oriental coast of Rio Grande do Norte...

Estudo de agitação, correntes induzidas por ondas e balanço sedimentar da região do Porto de Tubarão e Praia de Camburi, Vitória/ES; Study of wave clima, wave induced currents and sedimentary balance in the region of the region of the Tubarão harbour, Vitória-ES

Marquez, André Lanfer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.47%
Os ambientes costeiros podem ser caracterizados por sua grade dinâmica, onde existe o embate entre o continente e o mar. A dinâmica sedimentar da linha de costa constitui conhecimento básico em obras de engenharia e na compreensão do ambiente costeiro. Buscou-se compreender os mecanismos do funcionamento dinâmico da região em torno do Porto de Tubarão, Vitória-ES, através de análises de marés, de clima de ondas, agitação marítima, de correntes induzidas por ondas e transporte sedimentar. Os resultados permitiram algumas interpretações tanto de curtíssimo prazo como de longo prazo. As correntes de marés são particularmente importantes, sobretudo próximo as bocas dos canais de Vitória e da Passagem atingindo valores de até 0,.7m/s. As ondas atingem a área com alturas significativas variadas, dependendo do grau de exposição. Na praia de Camburi as ondas dificilmente ultrapassam 1 metro de altura significativa, enquanto na praia Mole ondas de 2.5m de altura significativa ocorrem com certa freqüência. A direção da corrente na praia Mole está diretamente relacionadas com as direções de incidência das ondas variando de NE até SW, enquanto sua intensidade está relacionada com as alturas e períodos, variando de 0 até 0.44 m/s. A praia de Camburi...

Monitorização das zonas costeiras: caso de estudo Ovar Marinha Grande. Influência no processo de licenciamento das utilizações dos recursos hídricos no litoral

Machado, Rogério Paulo Palas
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
O presente relatório descreve o Estágio Curricular realizado na instituição pública Agência Portuguesa do Ambiente (APA) I.P./Administração da Região Hidrográfica do Centro (ARHC), na Divisão de Recursos Hídricos do Litoral (DRHL) em Coimbra, no âmbito da Dissertação do Mestrado de Engenharia de Reabilitação e Construção da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Os principais objetivos do Estágio prenderam-se com o estudo da erosão costeira e uma posterior monitorização das consequências desta na Orla Costeira Ovar Marinha-Grande. Esse estudo foi dividido em quatro partes. A primeira demonstra a pressão exercida pela população da zona em estudo, através da comunicação social, especialmente a local, sobre as entidades gestoras. A segunda aponta os danos provocados pelas intempéries no inverno de 2014 na faixa costeira da Orla Costeira entre Ovar e Marinha Grande. Na terceira foram identificadas e caracterizadas todas as ocupações que se encontram no Domínio Público Marítimo (DPM) da zona em estudo. Por fim, na quarta parte, efetuou-se um balanço sedimentar das últimas cinco décadas para Orla Costeira. Para tudo isto, foi utilizado um Sistema de Informação Geográfica (SIG)...

Shoreline recession rates and sedimentary budget in beaches under very high risk of erosion in Ubatuba County (São Paulo Northern Coast); Taxas de retrogradação e balanço sedimentar em praias sob risco muito alto de erosão no município de Ubatuba (Litoral Norte de São Paulo)

Souza, Celia Regina de Gouveia; Instituto Geológico-SMA/SP; Luna, Graciele da Costa; Geojá Mapas Digitais
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2009 POR
Relevância na Pesquisa
56.66%
About 22% of Ubatuba County (Northern Coast of São Paulo State) sandy beaches are under very high risk of erosion. The causes for this phenomenon include natural processes, such as sea-level rise and changes in the coastal dynamics, as well as several anthropogenic interventions along the shoreline and coastal plains. Shoreline recession in the last few decades is one among eleven indicators of coastal erosion that are monitored in the State of São Paulo beaches. This paper presents the historical shoreline recession rates in four beaches under very high risk of erosion located in Ubatuba County – Maranduba, Praia Grande, Barra Seca and Ubatumirim/Estaleiro beaches. Studies were carried out at aerial photographs from 1962, 1973 and 2001. For mapping the beach polygons the shoreline boundaries adopted were the following: superior limit – the permanent vegetation line on the coastal plain or manmade structures; and inferior limit – the high water line. End Point Rate and Average End Point methods were applied in order to calculate recession rates and sedimentary deficit in the time interval analyzed. As expected, the studied beaches presented erosional trends in the last four decades. The stronger retrogradation belongs to Praia Grande beach...

Variabilidade morfológica e granulométrica e balanço sedimentar de uma praia em rotação praial

Souza, Celia Regina de Gouveia; Instituto Geológico-SMA/SP; Departamento de Geografia-FFLCH/USP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.89%
A rotação praial é um fenômeno oscilatório, de curto a médio intervalo de tempo, caracterizado pela alternância entre erosão e acreção nas terminações opostas de praias de enseada, como resposta a modificações no transporte longitudinal, decorrentes de súbita mudança na direção/altura das ondas incidentes. Este trabalho apresenta as modificações na morfodinâmica, na granulometria e no balanço sedimentar decorrentes do fenômeno de rotação praial na Praia do Góes (município do Guarujá, São Paulo), em escalas de médio e longo termo. O fenômeno começou em fevereiro de 2010, pouco antes do início das obras de dragagem de aprofundamento do Canal do Porto. Entretanto, sua maior expressão se deu durante uma forte ressaca do mar no início de abril, quando a população local ficou isolada. Devido à localização da praia em uma pequena enseada no interior da Baía de Santos, em frente ao Canal de Acesso/Navegação do Porto de Santos, as rápidas modificações morfológicas ocorridas na praia foram atribuídas a um possível impacto da dragagem. O fenômeno foi estudado no âmbito do “Programa de Monitoramento do Perfil Praial”, cujo objetivo é analisar possíveis impactos das obras de dragagem de aprofundamento do Porto de Santos nas praias locais. Cinco perfis praiais foram monitorados mensalmente...