Página 1 dos resultados de 112 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Simulações dos efeitos da cobertura vegetal no balanço hídrico da bacia do rio Ji-Paraná, RO; Simulations of the effects of vegetation cover in water balance of Ji-Paraná river basin, Rondônia, Brazil

Santiago, Alailson Venceslau
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.43%
Entender como o balanço hídrico de uma bacia hidrográfica é afetado pela conversão de florestas em cultivos agrícolas e pastagens permite avaliar os possíveis impactos da mudança de uso e cobertura do solo na sustentabilidade regional. Com o modelo hidrológico de grande escala VIC (Variable Infiltration Capacity) calibrado para as condições locais simulou-se os possíveis efeitos em três cenários de substituição da cobertura vegetal na bacia do rio Ji-Paraná, Rondônia. Um cenário imagina a substituição total da floresta pela cultura da soja, e nessas condições a vazão do rio aumentou em 28% durante o período chuvoso, e em até 70% na época seca, quando comparados às vazões atuais. Quando a substituição foi por pastagens esse aumento foi um pouco menor, 11% no período chuvoso e 16% no período seco. Esses dois cenários mutuamente exclusivos foram selecionados por representar condições extremas de uso do solo. Um terceiro cenário simulou a possível condição original da bacia coberta totalmente pela floresta. Esse último cenário permite inferir sobre as possíveis conseqüências das mudanças já ocorridas visto que as medidas de vazão são recentes (menos de 30 anos). Nessa condição a vazão sofreu redução de 9% durante o período chuvoso e de 20% no período seco. O modelo indicou ainda redução de 30% na evapotranspiração dessas culturas...

Quantificação da alteração no balanço hídrico devido à cavas de mineração utilizando lisímetros e tanques de evaporação; Quantifying the alteration in water balance due to the mining caves using lysimeters and evaporation tanks

Cabrera, Manoel Camilo Moleiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
A quantificação da alteração no balanço hídrico, provocado pelo surgimento de espelhos dágua devido a atividades mineradoras, é fundamental para se avaliar o impacto das atividades antrópicas no ciclo hidrológico. O presente trabalho aborda a análise da perda de água em superfície vegetada sobre diferentes solos comparando com a perda de água em superfície liquida livre. Para isso foi usado um experimento composto por um lisímetro contendo solo argiloso, outro arenoso, um tanque de evaporação enterrado no solo e o conceito de balanço hídrico. E assim realizou-se um estudo sobre as alterações nos fluxos de água entre o solo, planta e atmosfera, quando ocorre à transformação de uma área coberta por vegetação rasteira, para uma superfície líquida exposta diretamente as mesmas condições climáticas. Com a expansão das cavas de mineração do tipo fechada, muitas paisagens naturais que antes eram cobertas por vegetação rasteira foram se transformando em cavas inundadas à céu aberto e depois com a desativação das atividades mineradoras na área, essas cavas inundadas se tornam lagoas, muitas vezes sem função alguma, o resultado deste trabalho demonstra que essa transformação altera o balanço hídrico. Os dois lisímetros empregados foram do tipo Drenagem com um nível fixo de água em seu interior...

Variabilidade climática e a produtividade do milho em espaços paulistas

Maia, Diego Corrêa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xxi, 227 f. : il., mapas, gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; Para analisar esta relação clima versus produtividade do milho, foram escolhidas duas regiões no Estado de São Paulo, a primeira região é administrada pelo Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Votuporanga, e a segunda região é gerenciada pelo Escritório de Desenvolvimento Rural de Pindamonhangaba, regiões estas situadas no Norte e Sudeste do território paulista. Estas EDRs são grandes produtoras do milho safra das águas, sendo a EDR de Votuporanga uma das maiores produtoras do Estado de São Paulo. Além desta aptidão ao cultivo do milho, estas regiões possuem regimes pluviométricos distintos. O milho safra verão é plantado no espaço paulista de outubro a novembro e nos meses de março a abril a produção já está definida, tornando a distribuição e a quantidade da precipitação, um fator fundamental para o desenvolvimento da cultura do milho, principalmente nos meses de outubro a março, período este que coincide com o ciclo vegetativo do cereal. A cultura do milho, com a ausência de água durante as fases de formação da espiga, reprodução e enchimento dos grãos (outubro a janeiro) são reconhecidas como as causas determinantes das menores produtividades. Com a indicação dos parâmetros hídricos fornecidos pelo Balanço Hídrico e do mapeamento sistemático da produtividade agrícola do milho...

Balanço híbrido e desempenho locomotor em esécies de anuros de mata atlântica e cerrado

Titon Junior, Braz
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 56 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBB; Como anfíbios em geral perdem água por evaporação a taxas equivalentes à de uma superfície de água livre, a disponibilidade de água no ambiente é de fundamental importância para determinar os limites da distribuição das espécies deste grupo, bem como a evolução de caracteres fisiológicos associados ao balanço hídrico. No Estado de São Paulo, a comparação entre espécies de anuros características da Floresta Atlântica e do Cerrado representa um interessante sistema para o estudo das relações entre o balanço hídrico e a distribuição geográfica de anuros, já que estes dois biomas diferem em aspectos fundamentais para a biologia deste grupo, tais como regime de chuvas e cobertura vegetal. O objetivo deste projeto foi investigar a evolução da sensibilidade do desempenho locomotor à desidratação (SDLD), taxas de perda de água por evaporação (TPAE), resistência à perda de água por evaporação (RPAE) e taxas de reidratação a partir de água livre (TRAL) ao longo da filogenia de anuros do Estado de São Paulo, bem como investigar as relações evolutivas entre estas variáveis e suas possíveis associações com a distribuição geográfica das espécies...

Evolução da regeneração natural de floresta ombrófila densa alto-montana e a produção de água em microbacia experimental, Cunha - SP

Cicco, Larisse Souza de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xv, 123 f. : il. color., grafs., tabs
POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
Pós-graduação em Ciência Florestal - FCA; A pesquisa foi realizada na microbacia hidrográfica experimental B, com área de 36,68 ha, pertencente ao Laboratório de Hidrologia Florestal Eng. Agr. Walter Emmerich, localizado no Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Cunha/SP. Para caracterizar a fitofisionomia da vegetação e sua evolução foi elaborado o mapeamento para os anos de 1962, 1977, 1997 e 2009, com base na interpretação de fotografias aéreas e ortofoto digital colorida e, posteriormente, espacializados em base cartográfica digital utilizando-se o Sistema de Informações Geográficas (SIG) ArcGis 9.3. Avaliou-se em termos quantitativos a entrada e saída de água, via precipitação e deflúvio ao longo dos anos hídricos de 1987 a 2008, e assim foi possível estimar a evapotranspiração real anual pelo método do balanço hídrico. xv O mapeamento da vegetação da microbacia indicou treze fitofisionomias, sendo que foi possível observar principalmente a evolução de sete delas: D1 – porte arbóreo alto, com estrutura de dossel uniforme; D2 – porte arbóreo alto, com estrutura de dossel desuniforme; D4 – porte arbóreo baixo a médio, com estrutura de dossel uniforme; D8 – porte arbóreo médio...

Impacto do balanço hídrico em diferentes tipos de solos: comparação entre dados de radar-pluviômetro e análise de tendência da chuva em área agrícola

Emídio, Zildene Pedrosa de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 147 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Pós-graduação em Geociências e Meio Ambiente - IGCE; A presente pesquisa foi realizada com a finalidade de comparar e avaliar o desempenho de um balanço hídrico, denominado balanço hídrico distribuído – BHD devido a sua alta resolução espacial. Com base nos mapas pedológicos das áreas das quadrículas de Assis e Piracicaba, o BHD foi executado em 19 períodos decendiais, entre 21/outubro/2004 a 29/abril/2005, objetivando determinar o percentual de água disponível no solo (AD%) a cada 1 km². Como dado de entrada na equação do BHD, a chuva média nas áreas citadas foi quantificada de duas formas: pelos pluviômetros, através do método dos polígonos de Thiessen e pelo radar meteorológico, obtida através da relação Z-R específica, sendo Z fator de refletividade do radar e R a taxa de precipitação. Os dados de radar foram obtidos por meio de imagens do produto CAPPI (Constant Altitude Plan-Position Indicator) num raio de 240 km, com altura de 3,5 km, a cada 7,5 ou 15 minutos, amostradas pelo radar meteorológico Doppler, banda S, localizado em Bauru/SP e operado no IPMet/UNESP e foram processados permitindo que as chuvas fossem integradas em períodos decendiais sobre pixels do radar, com resolução de 1 km x 1 km. Para a avaliação do comportamento espacial da chuva medida com o radar...

Parametrização e modelagem do balanço hidrico em sistema de plantio direto no cerrado brasileiro

Fernando Antonio Macena da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.53%
O sistema de plantio direto tornou-se, efetivamente, uma realidade no Cerrado brasileiro, sendo grande o número de produtores que já adotaram essa técnica. O não revolvimento do solo nesses sistemas, aliado à camada de resíduos que atua como dissipadora de energia, tem provocado mudanças nos fluxos de água nos sistema palha-solo-planta-atmosfera. Como ainda não existe um modelo que avalie as modificações impostas ao balanço hídrico das culturas para as condições do Cerrado brasileiro, este trabalho objetivou quantificar, com o uso de modelo numérico, os efeitos da palhada sobre o balanço hídrico do milho e do milheto. Para isso, incorporaram-se novas funções ao modelo STICS (Simulateur mulTIdisciplinaire de Culture Standard) para simular seqüencialmente o crescimento e o rendimento das culturas do milho e do milheto no sistema de plantio direto no Cerrado. Foram estudados e quantificados os efeitos de vários níveis de resíduos de milho, milheto e soja na dinâmica da água no sistema de plantio direto. A modelagem desses efeitos foi feita mediante equações matemáticas simples e, posteriormente, incorporadas ao módulo de balanço hídrico do STICS. Os diferentes parâmetros e variáveis necessários para a avaliação do modelo foram coletados a partir de experimentos conduzidos no campo...

Caracterização hidrica de duas bacias hidrograficas de floresta urbana; Hydrological characterization of two watersheds in an urban forest

Angela Cruz Guirao
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.43%
Este trabalho avaliou os efeitos resultantes do uso e ocupação da terra sobre os recursos hídricos. Foram estudadas duas bacias hidrográficas de floresta urbana, na Área de Relevante Interesse Ecológico Mata de Santa Genebra (MSG), Campinas (SP). A primeira bacia hidrográfica (B1) é coberta por uma pequena porção de área urbana (1,6ha) e o restante por floresta (28,6ha); a segunda bacia (B2) possui trechos de cultivo agrícola, predominando a cana-de-açúcar (62ha) e por floresta (162ha). Foi realizada a caracterização hídrica destas bacias, durante o período de um ano (2009), por meio dos seguintes instrumentos: levantamento das características físicas, cálculo do balanço hídrico e avaliação da carga de fósforo total como indicador da qualidade da água. Concluiu-se que predominam nas duas bacias os solos latossolos vermelhos, os tipos de relevos são os planos e suaves ondulados e as colinas médias prevalecem entre os tipos de terreno. Em relação ao balanço hídrico, a precipitação incidente total foi 1.491,8mm, sendo que desse total, 71% atravessou a vegetação e atingiu o solo em B1 e 29% foi interceptado; em B2, a precipitação interna foi maior 74,1% e foram interceptados pela cobertura vegetal...

Estimativa de perda potencial de soja no Paraná através de métodos agrometeorológicos para fins de seguro agrícola; Estimated potential loss of soybean in Paraná through agrometeorological methods for crop insurance

Leandro Calve
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.43%
Uma das formas utilizadas em todo o mundo para minimizar os impactos financeiros ao produtor causados por eventos climáticos é o seguro rural. No Brasil, existe a necessidade de um maior investimento na análise dos riscos climáticos para a precificação do seguro agrícola, para que seja mais amplo e de melhor acesso por parte dos produtores. O objetivo deste trabalho foi verificar se, na análise do uso do balanço hídrico e da ocorrência dos veranicos, há correlação entre perdas históricas e os sinistros ocorridos em uma região e, também, com a estimativa de perda na safra corrente, permitindo com isso uma melhor análise dos riscos climáticos para o mercado segurador e para os produtores terem uma melhor ferramenta de gestão dos seus riscos. Esse trabalho foi elaborado com base nos dados históricos de seguro da cultura soja fornecidos pela Cia. de Seguros Aliança do Brasil, dados de produção do IBGE, situação de plantio e colheita da SEAB - PR e dados meteorológicos fornecidos pelo Agritempo - EMBRAPA/UNICAMP. Os municípios utilizados foram escolhidos pela representatividade na produção da soja no Estado do Paraná e diversidade climática entre eles. Foram correlacionados os dados de veranicos com os sinistros ocorridos...

Avaliação do escoamento superficial na bacia hidrográfica da ribeira de valverde - calibração do Modelo Temez aplicado à Ribeira de Valverde

Ramalho, Luís; Moreira, Madalena
Fonte: APRH Publicador: APRH
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.7%
Apresenta-se neste trabalho a aplicação do Modelo Precipitação-Escoamento de Temez, com a respectiva calibração dos seus parâmetros, à Bacia Hidrográfica da Ribeira de Valverde que integra parcialmente a Herdade Experimental da Mitra e pertence à bacia hidrográfica da Ribeira das Alcáçovas, afluente do Sado. O Modelo Temez simula o escoamento superficial na bacia, reproduzindo os processos essenciais de transporte de água entre as diferentes componentes do ciclo hidrológico. Os parâmetros a calibrar no modelo são a capacidade máxima de humidade no solo, o parâmetro do excedente, a capacidade máxima de infiltração no solo e o coeficiente de descarga do aquífero. Para calibração do Modelo de Temez aplicado à Ribeira de Valverde foram utilizados os resultados das medições de caudal na estação hidrométrica instalada na Herdade da Mitra. Apresentam-se vários cenários na aplicação do estudo de sensibilidade dos parâmetros do Modelo Temez. Foram comparados os resultados do Modelo de Temez e do Balanço Hidrológico de Thornthwaite com os escoamentos medidos no terreno de modo a decidir qual a ferramenta a utilizar no apoio à gestão desta bacia hidrográfica.

CALIBRAÇÃO DE UM MODELO DE BALANÇO HIDROLÓGICO aplicado a uma sub-bacia hidrográfica da Ribeira de Valverde

Moreira, Madalena; Ramalho, Luís
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.93%
Apresenta-se neste trabalho a proposta de um Modelo de Balanço Hidrológico, desenvolvido com base na aplicação do Princípio da Conservação da Massa ao volume de control, definido pela delimitação da bacia hidrográfica e constituído por quatro zonas sobrepostas. Este modelo permite estimar o escoamento na secção de referência da linha de água, quando não existam medições, e a recarga de águas subterrâneas para as seguintes hipóteses simplificativas: a delimitação da bacia hidrográfica com base na topografia coincide com a delimitação freática e os limites do aquífero coincidem com os limites da bacia hidrográfica. O modelo foi aplicado a uma sub-bacia hidrográfica da Ribeira de Valverde, relativa a uma secção a montante da Ponte de Valverde, que integra parcialmente a Herdade Experimental da Mitra da Universidade de Évora e que pertence à bacia hidrográfica da Ribeira das Alcáçovas, afluente do Sado. Na calibração do Modelo de Balanço Hidrológico foram utilizados os resultados das medições de caudal na estação hidrométrica instalada na Herdade da Mitra. Pretende-se com este trabalho contribuir para a definição de uma ferramenta de apoio à gestão das pequenas bacias hidrográficas do Alentejo...

Modelo hidrológico para estimativa do escoamento superficial em áreas agrícolas

Pruski,Fernando F.; Rodrigues,Lineu N.; Silva,Demetrius D. da
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2001 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
Desenvolveu-se um modelo hidrológico para estimar o escoamento superficial em áreas sob condições agrícolas. O modelo é baseado na análise dos diversos processos associados ao balanço hídrico e nele se usa a equação de intensidade, duração e freqüência da precipitação para estimar a intensidade de precipitação e a equação de Green-Ampt modificada por Mein-Larson, para estimar a velocidade de infiltração permitindo, também, a consideração da interceptação pela cobertura vegetal e do armazenamento de água sobre a superfície do solo por meio de diferentes metodologias. O escoamento superficial começa após a capacidade de armazenamento sobre a superfície do solo ter sido preenchida, e é calculado subtraindo-se a velocidade de infiltração da água no solo da intensidade de precipitação durante o intervalo de tempo em que a intensidade da chuva é maior que a velocidade de infiltração. Resultados de um experimento de validação do modelo e duas aplicações práticas são apresentados, sendo que os resultados obtidos com o modelo foram muito próximos daqueles observados no campo.

Modelagem do balanço hídrico em povoamentos de eucalipto sob diferentes manejos como auxílio ao gerenciamento do impacto hidrológico da atividade

Cavalcante,Rosane Barbosa Lopes; Mendes,Carlos André Bulhões
Fonte: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Publicador: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
A busca de informações que possibilitem a incorporação das variáveis ambientais nos modelos de gestão florestal é um desafio atual. Para atingi-lo é importante conhecer os processos e componentes que atuam de forma efetiva no balanço de água. Neste contexto, o presente artigo visa estimar o impacto hidrológico de plantações de eucalipto e sua relação com as formas de manejo, a fim de identificar variáveis que auxiliem na integração do planejamento florestal e de recursos hídricos. Para tanto, utilizou-se um modelo de balanço hídrico simplificado que considerasse diferentes características do povoamento florestal para estimar a vazão resultante de diferentes manejos em uma bacia em Eldorado do Sul, RS. O índice de área foliar apresentou-se como um importante descritor do dossel florestal estando diretamente relacionado com a produção de água pela bacia. A vazão média ao longo da rotação obtida pelos diferentes manejos variou de 493 mm.ano-1 a 792 mm.ano-1. A grande variação na vazão anual resultante enfatiza a necessidade da integração do gerenciamento dos recursos florestais com os recursos hídricos.

Análise dos impactos das mudanças climáticas no escoamento superficial da bacia hidrográfica do rio Tapacurá-PE, a partir da utilização de um modelo de balanço hídrico mensal semidistribuído

Coutinho Duarte, Cristiana; Domiciano Galvíncio, Josiclêda (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.73%
O aquecimento global pode interferir profundamente nos recursos hídricos a partir do aumento da temperatura levando a ampliação da variabilidade da precipitação ou intensificação dos eventos extremos que podem comprometer a qualidade de vida de uma população, cenário que piora ainda mais devido ao mau uso dos recursos naturais. Na bacia do Tapacurá não é diferente. É uma bacia que se apresenta bastante antropizada, com ocupação desordenada às margens dos rios, desmatamentos e o uso inapropriado da água por atividades poluidoras como as atividades domésticas, indústrias, agricultura e pecuária. Apresenta também uma heterogeneidade nos aspectos físicos como, geologia, relevo e clima que geram comportamentos diferenciados do escoamento superficial. Deste modo, a variabilidade ou modificações climáticas podem agravar ainda mais tais problemas existentes na bacia, gerando respostas diferenciadas a essas modificações. Neste contexto a presente pesquisa objetiva primeiramente caracterizar fisiograficamente a bacia e analisar as mudanças no uso-do-solo, para entender a sua heterogeneidade e se houve modificações no seu comportamento hidrológico ao longo de 18 anos. Em seguida a partir da análise de uma série histórica da pluviometria...

Ajuste e avaliaçao de um modelo de balanço hídrico decendial e estudo dos limites de sua utilizaçao em algumas localidades no Estado do Paraná

Gomes, Siguifrid
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.83%
O desenvolvimento e a validação de um modelo para a simulação de balanço hídrico geralmente envolvem atividades complexas que demandam um tempo considerável entre a sua idealização e o cumprimento de sua função. Portanto, a adaptação de modelos já desenvolvidos constitui uma alternativa interessante. O objetivo principal deste trabalho foi ajustar e analisar o módulo "Balanço hídrico climatológico decendial" (SOUZA, 2001) para o planejamento da irrigação de culturas agrícolas. A dinâmica das principais componentes do balanço hídrico foi estudada para a região de Ponta Grossa-PR considerando cinco equações de estimativa do armazenamento de água no solo, duas classes de textura do solo e seis manejos de irrigação. Os valores médios das componentes simuladas para o solo argiloso com as equações Potenciais de Primeira e Segunda Ordem apresentaram melhor ajuste aos valores simulados com a equação Co-Senoidal, considerada como padrão (DOURADO NETO & JONG VAN LIER, 1993). As equações Exponencial e BRAGA (1982) não apresentaram bons resultados quando foi prevista a irrigação ao longo do ano para a mesma região e solo. O solo arenoso não retomou resultados satisfatórios devido à periodicidade do balanço hídrico e ao baixo valor de água disponível (AD). A qualidade das seqüências de números aleatórios do Microsoft Excel (macros) também foi avaliada aplicando testes estatísticos paramétricos e não paramétricos. Os resultados mostraram que as seqüências geradas podem ser consideradas aleatórias para fins de modelagem agrícola. Dois algoritmos...

Precipitação e evapotranspiração de referência estimadas com metodologia alternativa, voltadas à realização do balanço hídrico diário

Schäfer, Rossana Ferrari
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.56%
Resumo: O balanço hídrico constitui-se em uma ferramenta fundamental para a agricultura e mesmo os métodos mais simplificados necessitam da entrada de algumas variáveis climáticas que requerem cálculos complexos ou equipamentos de alto custo. O objetivo deste trabalho foi identificar e analisar métodos alternativos para estimativa de duas variáveis de entrada (precipitação e evapotranspiração) em um balanço hídrico diário, em comparação com a metodologia padrão, visando disponibilizar aos profissionais da área ferramentas metodológicas e instrumentais de baixo custo, fácil aquisição ou construção, uso e cálculo, que apresentem precisão aceitável quando comparados aos métodos e instrumentos considerados padrão pela comunidade científica. O trabalho foi realizado no Setor de Ciências Agrárias da UFPR, em Curitiba/PR, entre julho de 2008 e janeiro de 2009. Para medição da precipitação utilizou-se oito modelos de pluviômetros alternativos, nos quais os valores de precipitação foram comparados aos medidos em um pluviômetro tipo Ville de Paris, considerado como padrão. Para comparação dos resultados analisou-se os seguintes parâmetros: altura, área de captação, processo de leitura e proteção contra evaporação. A evapotranspiração de referência diária (ETo) padrão foi estimada com o método de Penman- Monteith (FAO) e cinco modelos alternativos...

Relação entre a ocupação do solo e o comportamento hidrológico da Bacia Hidrográfica do Rio Pequeno - São José dos Pinhais - PR

Guimarães, João Luis Bittencourt
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.51%
O presente estudo identificou a correlação existente entre as alterações de uso do solo em uma bacia hidrográfica e as mudanças no ciclo hidrológico da mesma, mudanças estas evidenciadas pelo aumento do valor das vazões máximas anuais e mensais. O objeto deste estudo é a bacia hidrográfica do rio Pequeno, afluente do rio lguaçú, situada no norte do município de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, Paraná, possuindo 130 km2 de área. Foi realizado o mapeamento do uso do solo da bacia em três diferentes épocas : 1953, 1980 e 1996. Para o estudo de correlação com as séries temporais hidrológicas, foi considerada somente a área de drenagem da bacia até a estação fluviométrica Fazendinha. Foram identificadas como principais alterações de uso que poderiam estar relacionadas a um possível incremento nas vazões máximas do rio Pequeno: a drenagem de 186,6 ha de áreas de várzea entre 1953 e 1980 (equivalente a uma diminuição de 27,4% em relação à área de várzeas em 1953); o corte de 434,6 ha de áreas de floresta entre 1953 e 1980 (diminuição de 10% da área total de florestas em 1953), sendo que 50 ha eram florestas aluviais (havendo uma diminuição de 15,1% em relação à cobertura de florestas aluviais de 1953); o incremento da área urbana em 144...

A influência da poluição difusa e do regime hidrológico peculiar do semiárido na qualidade da água de um reservatório tropical

Oliveira, José Neuciano Pinheiro de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-graduação em Engenharia Sanitária; Saneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-graduação em Engenharia Sanitária; Saneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
In semiarid region of northeast Brazil, the majority of reservoirs used for public supply has suffered degradation of water quality affected by diffuse pollution from agricultural and livestock areas of the watershed and by hydrologic regime peculiar to the region, characterized by a rainy season with higher volumes stored in reservoirs and a dry season with a reduction in water level due to high evaporation and increase of eutrophication. The Dourado reservoir, located in Currais Novos city, semiarid region of Rio Grande do Norte state, is one example of a water supply reservoir that can have degradation of water quality and impracticability of their use, due to the high external input of nutrients from non-point sources of watershed during the rainy season and increasing of eutrophication due to decrease the stored volume during the dry period. This study aimed to investigate and quantify diffuse pollution and the hydrologic regime of semiarid region in order to establish standards regarding the water quality of Dourado reservoir. The study period was between the months of May 2011 to March 2012. The diffuse pollution was quantified in terms of watershed from the mass balance of phosphorus in the reservoir, as in relation to areas under different types of land use within the riparian zone of the reservoir from the assessment of soil chemical properties and losses of phosphorus in each area. The influence of hydrological regime on water quality of the reservoir was evaluated from the monthly monitoring of the morphometric...

Análise da influência dos fatores naturais e antrópicos na disponibilidade hídrica no alto curso do Córrego Três Marcos: subsídios para gestão integrada das águas superficial e subterrânea

Oliveira, Hérica Leonel de Paula Ramos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
A presença da água em nosso planeta é determinante para a existência das condições essenciais para origem e a manutenção da vida sobre sua superfície. O presente estudo buscou a análise do uso e ocupação do solo e a sua influência na disponibilidade hídrica no alto curso do córrego Três Marcos. A escolha do alto curso do córrego Três Marcos deveu-se a sua importância como um manancial de água utilizado para irrigação em pequenas propriedades rurais em sistema de agricultura familiar. Entretanto, parte dessa área é abrangida pelo perímetro urbano de Uberlândia, que tem apresentado um elevado índice de crescimento da ocupação urbana nas últimas décadas, resultando em graves impactos sobre os recursos hídricos. A área estudada localiza-se na porção leste do município de Uberlândia, ocupando uma área de 11.432.442,86 m², a qual é cortada pelas rodovias BR-365, orientada na direção nordeste - sudoeste e pela BR-452. Os procedimentos e métodos operacionais se constituíram na utilização de documentos cartográficos do IBGE e IBC/GERCA, da USAF; pesquisas bibliográficas; levantamentos de campo; mensurações de vazões; balanço hidrológico; levantamento dos fatores geológicos, geomorfológicos e hidrogeológicos da área estudada; ensaios in situ para obter coeficiente de permeabilidade (k) do solo; mapeamento da ocupação e evolução do uso do solo; mapeamento da área de contribuição. Tais mapeamentos foram desenvolvidos no software ArcGis 9.3. A partir dos resultados obtidos...

Balanço hidrico na refinaria de Paulinia e alternativas para reuso de agua : construção de uma ferramenta auxiliar para o gerenciamento dos recursos hidricos; Hydric balance in the Paulinia's refinery and alternatives for water reuse : establishment of an auxiliary tool for the hydric resources management

Daniel Mendes Nogueira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.43%
A escassez de água tem sido nos últimos anos tema de discussões não só de trabalhos científicos como também de políticos, imprensa e sociedade civil, devido à conscientização desta problemática no mundo. No Brasil, a região metropolitana de Campinas está entre as que mais sofrem com esse tipo de problema (DEA = 278,9 m/ano.habitante), levando às suas indústrias terem que adotar medidas para redução de consumo de água, sob o risco de estagnação de sua produção. Entre essas indústrias encontra-se a Refinaria de Paulínia, que capta, junto ao Rio Jaguari, cerca de 1653 m3/h, valor muito próximo à outorga concedida (1870 m3/h), pondo em risco suas futuras ampliações já previstas. O principal objetivo deste trabalho é proceder ao levantamento do Balanço Hídrico detalhado da Refinaria de Paulínia, enfocando todas suas unidades de processo, de forma que sirva como base de informações para gerenciamento dos recursos hídricos lá consumidos em suas diversas formas (água bruta, de processo, incêndio, potável, desmineralizada, vapor, etc.). Além disso, houve o intuito de levantar eventuais maus usos e desperdícios, o que permitirá implementar programas de redução do consumo de água, como por exemplo...