Página 1 dos resultados de 394 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Soil exchangeable cations, sugarcane production and nutrient uptake after wastewater irrigation; Cátions trocáveis do solo, produção e extração de nutrientes pela cana-de-açúcar após irrigação com água residuária

LEAL, Rafael Marques Pereira; FIRME, Lilian Pittol; MONTES, Célia Regina; MELFI, Adolpho José; PIEDADE, Sonia Maria De Stefano
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
96%
Wastewater irrigation may benefit agricultural crops with water and essential nutrients (mainly nitrogen), also affecting soil chemistry. The effects of effluent irrigation on yield, stalk nutrient uptake and on soil chemistry over 16 months were studied in a sugarcane (Saccharum spp.) crop growing on an Oxisol in Lins, State of São Paulo, Brazil. Irrigated plots received 50% of the recommended mineral-N fertilization and 100, 125, 150 or 200% of the crop water demand, while control plots received neither additional N nor water. The high sodium content of effluent resulted in Na inputs as high as 6.2 t ha-1, along with 1497 kg N ha-1 and 628 kg K ha-1. All the effluent plots except the T125 treatment had higher yields (up to 247 t ha-1) than the control (153 t ha-1). Significant amounts of N (up to 597 kg ha-1) and K (up to 546 kg ha-1) were exported by the plant harvest. Additions of nutrients and Na via irrigation were not compensated by stalk growth, causing a low recovery of N, P, Ca, Na, and showing the relative over N fertilization of the crop. Changes in soil pH, H + Al, Ca, Mg and K were small, whereas Na accumulated over time with irrigation. The treated wastewater irrigation is expected to gain increased importance, requiring careful considerations involving the adequate balance between nutritional inputs via irrigation and optimal plant productivity requirements.; A irrigação com águas residuárias pode beneficiar as culturas agrícolas com água e nutrientes essenciais (especialmente nitrogênio)...

Apparent digestibility of diets with combinations of soybean hulls and coastcross (Cynodon sp.) hay offered to ram lambs; Digestibilidade aparente de dietas com combinações de casca de soja e feno de "coastcross" (Cynodon sp.) oferecidas para cordeiros

ARAUJO, Rafael Canonenco de; PIRES, Alexandre Vaz; SUSIN, Ivanete; URANO, Fumi Shibata; MENDES, Clayton Quirino; RODRIGUES, Gustavo Henrique; PACKER, Irineu Umberto
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
85.98%
Soybean hulls (SH) are an alternative fiber source that may be used to maintain neutral detergent fiber (NDF) concentration while increasing the energy concentration of ruminant diets. The objective of this experiment was to determine the effects of replacing coastcross (Cynodon sp.) hay NDF by SH NDF on the apparent digestibility of nutrients and nitrogen balance of Santa Inês ram lambs. Twenty-four animals (42.5 ± 3.6 kg of body weight and six months old) were placed in metabolism crates and assigned in a randomized complete block design defined by body weight (BW). Experimental diets provided a similar concentration of NDF (52%) and crude protein (15%). Hay NDF from a 70% roughage-based diet was replaced with SH NDF by 33%, 67%, and 100%, resulting in 0, 25, 52, and 77% of SH in the dietary dry matter (DM), respectively. There was a linear increase (p < 0.01) on dry matter and organic matter (OM) intakes expressed as kg day-1 and % of BW, with SH inclusion. The OM digestibility showed a quadratic effect (p < 0.05) with SH inclusion while crude protein digestibility showed a linear decrease (p < 0.0001). A quadratic effect was also observed for NDF (p < 0.05) and acid detergent fiber (p < 0.01) digestibilities. The N retentions...

Substituição do farelo de soja por uréia ou amiréia em dietas de bovinos de corte: I. digestibilidade dos nutrientes, balanço de nitrogênio, parâmetros ruminais e sanguíneos; II. desempenho e III. avaliação de indicadores de digestibilidade.; Replacement of soybean meal by urea or starea in beef cattle diet: I. igestibility, nitrogen balance, ruminal and blood parameters; II. performance and III. evaluation of digestibility markers.

Oliveira Junior, Reinaldo Cunha de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
86.05%
Com o objetivo de avaliar a substituição de uma fonte de proteína verdadeira (farelo de soja; dieta deficiente em PDR), por uréia ou amiréia (A-150S - fonte de nitrogênio não protéico de suposta liberação gradativa de nitrogênio; dietas adequadas em PDR), foram realizados três experimentos. Experimento I: Seis machos da raça Nelore, não castrados, com peso médio inicial de 420 kg, foram utilizados em quadrado latino 3x3 duplicado, avaliando-se: a digestibilidade, o balanço de nitrogênio, parâmetros ruminais e sanguíneos (capítulo 3); a estimativa da digestibilidade no trato gastrintestinal utilizando indicadores externo e internos comparados com colheita total de fezes (capítulo 6). O volumoso utilizado foi o BIN (20% da MS). A digestibilidade da MS, MO, CNF, EE, PB e o NDT não diferiram (P>0,05) entre os tratamentos. A digestibilidade da FDA e FDN foram superiores (P<0,05) nos tratamentos uréia e amiréia. Não houve efeito de tratamento e da interação tratamento x horários (P>0,05) nos valores de pH, AGV total, acetato, propionato, butirato e relação acetato:propionato do fluido ruminal. A concentração de nitrogênio amoniacal no fluido ruminal foi superior (P<0,05) no tratamento com uréia, comparado ao tratamento com farelo de soja...

"Balanço de nutrientes e avaliação de parâmetros biogeoquímicos em áreas alagadas construídas para o tratamento de esgoto" ; Budgets of nutrients and evaluation of biogeochemical parameters in a constructed wetland used for sewage treatment

Nogueira, Sandra Furlan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
86.26%
Um sistema de áreas alagadas construídas para o tratamento de esgoto, situado na cidade de Piracicaba e pertencente ao SEMAE (Serviço Municipal de Água e Esgoto), foi investigado. Esse sistema, composto por três estágios de tratamento: fossa séptica; canteiros plantados com arroz (substrato solo e fluxo de efluente sub-superficial vertical) e canal com aguapés (fluxo de efluente horizontal superficial), operou com uma taxa de aplicação de 414 L.m-2.dia-1 de esgoto doméstico. Este trabalho teve por finalidade avaliar parâmetros biogeoquímicos, verificar a eficiência do sistema quanto à remoção de poluentes e apresentar o seu balanço de massa de nutrientes. Para tanto, os seguintes parâmetros biogeoquímicos no efluente foram monitorados durante um ano hidrológico: temperatura, pH, condutividade, oxigênio dissolvido (OD), material particulado (MP), demanda bioquímica de oxigênio (DBO5), demanda química de oxigênio (DQO) e frações dissolvidas, particuladas e totais de carbono (C), nitrogênio (N) e fósforo (P). Nas plantas e no solo foram monitorados os acúmulos de C, N e P. O sistema apresentou como desempenho no tratamento do esgoto as seguintes taxas anuais de remoção de carga orgânica e nutrientes: 81% para MP...

Fluxo de nutrientes em um fragmento de mata ciliar no estado de Rondônia, Brasil; Nutrient fluxes on a riparian forest fragment in the Rondônia State, Brazil

Leite, Nei Kavaguichi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.16%
Para identificar a importância ecológica das matas ciliares é essencial conhecer a interação entre sua hidrologia e ciclagem de nutrientes. Isto se torna ainda mais crucial diante das crescentes transformações na paisagem causadas pelo homem, que têm promovido forte antropização destas formações florestais. O estudo foi conduzido em uma floresta ribeirinha sazonalmente alagada na região sudoeste da Amazônia entre os anos de 2005 e 2007. Foram medidas as principais vias hidrológicas: chuva, precipitação interna, escoamento pelo tronco, escoamento superficial, solução do solo e água subterrânea, além do rio Urupá. Em todas foram realizadas análises químicas para determinação das concentrações de C, N e macronutrientes (cátions/ânions). A mata ciliar apresenta solos ácidos, bem estruturados, pobres em nutrientes e com um eficiente mecanismo de retenção nas camadas superficiais, associado à distribuição da matéria orgânica, absorção por raízes finas ou retenção pelos complexos de troca do solo. Os estoques de nutrientes no solo estão dentro da faixa de valores observada em outros estudos na Amazônia, apresentando baixa fertilidade. A região estudada apresenta altos índices pluviométricos (em torno de 2125 mm)...

Sustentabilidade da produtividade de madeira de Pinus taeda com base no estoque, na exportação e na ciclagem de nutrientes; Sustainability of wood productivity of Pinus taeda based on inventory, export and nutrient cycling

Sixel, Ricardo Michael de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
116.18%
Os impactos do manejo intensivo sobre a sustentabilidade da produção florestal dependem da manutenção da fertilidade dos solos. A contribuição dos resíduos florestais e a ciclagem de nutrientes nesse processo são determinantes. Os objetivos desse trabalho foram: (i) quantificar a biomassa e o estoque de nutrientes na parte aérea e no sistema radicular de um povoamento de Pinus taeda aos 16 anos de idade; (ii) caracterizar o potencial de liberação de nutrientes dos minerais primários e secundários, e o estoque de nutrientes de um Cambissolo Húmico; (iii) quantificar a exportação de nutrientes via colheita de madeira e dos componentes florestais; (iv) avaliar potencial da sustentabilidade da produtividade de madeira com base no balanço de nutrientes, sob diferentes cenários de manejo florestal. Avaliouse uma plantação de Pinus taeda na idade de 16 anos em um Cambissolo Húmico Alumínico léptico de textura argilosa, relevo ondulado no meio-sul catarinense. Amostraram-se dez árvores de cinco classes diamétricas em função da distribuição dos diâmetros à altura do peito. Para cada árvore mensurou-se a biomassa de acículas, galhos, casca, madeira e raízes. Além da biomassa vegetal, amostrou-se serapilheira acumulada e solo nas camadas 0-20...

Digestão total e parcial de nutrientes em bovinos alimentados com rações contendo levedura, uréia ou farelo de algodão

Sampaio, Alexandre Amstalden Moraes; Vieira, Paulo de Figueiredo; Brito, Rodolfo Marques de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 589-597
POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
RESUMO - Foram utilizados 10 bovinos providos de cânula abomasal para avaliação do coeficiente de digestibilidade de rações preparadas com diferentes fontes de proteína (levedura, uréia e farelo de algodão). Os coeficientes de digestibilidade foram obtidos pela técnica de coleta total de fezes e também com o uso de óxido crômico como marcador interno. Na ração com uréia, obteve-se aumento nos coeficientes de digestibilidade para a maioria dos nutrientes, quando foi empregada a técnica do óxido crômico. A fração extrato etéreo não apresentou diferenças entre as técnicas usadas. A análise dos coeficientes de digestibilidade entre as diferentes rações evidenciou semelhanças, independentemente da técnica adotada. A ração composta por uréia proporcionou maior digestibilidade da proteína bruta, independentemente da técnica de avaliação, enquanto a ração composta por farelo de algodão foi superior na digestibilidade da energia bruta pela técnica do indicador. Não houve diferenças entre as rações para a digestão individual de nutrientes no rúmen e intestino, observando-se o mesmo para o balanço de N.; Resumo - Ten bovines with abomasal cannulas were used to evaluate the coefficients of digestibility of diets prepared with different protein sources (dry yeast...

Balanço de nutrientes no braço sul do estuário do rio Mondego

Duarte, António A. L. Sampaio; Vieira, J. M. Pereira; Santos, Fernando S.; Pardal, Miguel A. C.
Fonte: ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Publicador: ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //1998 POR
Relevância na Pesquisa
86.1%
Na sequência de estudos realizados no domínio da análise de vulnerabilidade da costa litoral portuguesa, entendeu-se pertinente desenvolver um programa de investigação sobre o braço sul do estuário do rio Mondego visando, fundamentalmente, os seguintes aspectos: caracterização das marés, caudais fluviais e descargas de fontes poluidoras; modelação hidrodinâmica do sistema; avaliação do balanço anual de nutrientes; análise da vulnerabilidade deste sistema à eutrofização. Neste trabalho procedeu-se à modelação do sistema utilizando um modelo de qualidade unidimensional (DUFLOW) e os dados existentes. A não adopção, nesta fase, dum modelo multidimensional deve-se não só à não simultaneidade das medições dos parâmetros nos vários pontos de amostragem, mas, sobretudo, ao objectivo do presente trabalho: estimar o balanço de nutrientes neste sistema estuarino.

Nutrição mineral em Eucalyptus globulus Labill: fertilização e exportação de nutrientes

Castro, Vanessa de Jesus Martins de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.22%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Florestal; A adequada nutrição dos povoamentos de Eucalyptus globulus Labill. permite otimizar o seu crescimento, maximizando a produção de madeira para pasta e papel. Frequentemente, os solos florestais não possuem nutrientes em quantidades suficientes para satisfazer as necessidades do eucalipto, recorrendo-se à fertilização mineral. Este trabalho pretendeu avaliar a resposta de um povoamento de eucalipto à fertilização mineral, relacionando-a com a nutrição e a absorção de nutrientes pelas plantas, mais especificamente: i) avaliar a resposta do eucalipto à adubação de manutenção; ii) quantificar a produção de biomassa; iii) conhecer a curva de absorção de nutriente ao longo do ciclo e exportação de nutrientes; iv) avaliar a concentração foliar e a análise de solo como indicadores do estado nutricional da planta e da fertilidade do solo e v) calcular o balanço de nutrientes no ecossistema florestal. Verificou-se resposta positiva à adubação com N, K, B, Zn e Cu, obtendo-se no final do ciclo 31% de ganho no volume de madeira, 13% na produção de biomassa e maior acumulação de nutrientes nas plantas. A aplicação individual de N e K resultou num ganho de 11% e 19% no volume de madeira...

Balanço de nutrientes e da fitomassa em um Argissolo Amarelo sob floresta tropical amazônica após a queima e cultivo com arroz

Sampaio,F. A. R.; Fontes,L. E. F.; Costa,L. M.; Jucksch,I.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
86.17%
O sistema de agricultura migratória constitui um dos principais modelos de agricultura praticados na região Amazônica. Este trabalho teve por objetivo avaliar o balanço de nutrientes no ecossistema florestal após a derrubada da vegetação primária e sua queima. Após a retirada e queima da mata, foi instalado um experimento para comparar áreas queimadas sem cultivo (queimado) e áreas queimadas com cultivo de arroz (cultivado). Estas áreas ainda foram contrastadas com uma área de vegetação primária (mata), considerada como referência. O procedimento da queimada consumiu 36,3 % da biomassa inicial e originou 5,5 Mg ha-1 de cinzas com significativas quantidades de nutrientes, principalmente Ca, Mg e K. A prática da queima como meio de limpeza do terreno apresentou baixa eficiência, uma vez que apenas um pequeno percentual da fitomassa inicial foi convertido em cinzas e grande parte dessa biomassa permaneceu na área na forma de resíduos. Mesmo com a reposição de nutrientes, como Ca, Mg, K, pelas chuvas da região, houve uma considerável remoção de N, P, K, Ca, Mg e S, seja pela ação direta do fogo e do vento sobre as cinzas, seja pela remoção pela cultura. No balanço final, a área queimada sem cultivo apresentou maior perda de nutrientes do que a queimada e cultivada...

Biomassa e estoque de carbono e nutrientes em florestas montanas da mata atlântica na região norte do estado do Rio de Janeiro

Cunha,Gláucio de Mello; Gama-Rodrigues,Antonio Carlos; Gama-Rodrigues,Emanuela Forestieri; Velloso,Ary Carlos Xavier
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
Os estudos sobre balanço de C e nutrientes em florestas naturais permitem avaliar possíveis alterações decorrentes de técnicas de manejo aplicadas e possibilitam inferir a sustentabilidade dessas florestas. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o teor de nutrientes de espécies nativas e quantificar a biomassa (parte aérea + serapilheira) e os estoques de C e nutrientes em fragmentos florestais montanos da Mata Atlântica (Floresta Ombrófila Densa Montana) na região norte do Estado do Rio de Janeiro, no período de maio de 1999 a abril de 2001. Foram selecionados dois fragmentos, localizados a 900 e 600 m de altitude, na vertente atlântica do Parque Estadual do Desengano, RJ. O solo de ambos os fragmentos florestais foi classificado como Cambissolo Háplico Tb distrófico. O valor médio de biomassa (parte aérea + serapilheira) foi de 166,8 Mg ha-1. Em consequência, a acumulação média de C na vegetação foi de 67, 2 Mg ha-1. Os estoques médios de N, P, K, Ca e Mg na vegetação foram de 1.152, 44,4, 276,5, 603,5 e 127,9 kg ha-1, respectivamente. Por outro lado, as espécies revelaram distinta capacidade de estoque de nutrientes. O balanço negativo de P, K e Ca {solo - (parte aérea + serapilheira)} indica que esses elementos constituem principais fatores nutricionais limitantes ao crescimento dos fragmentos florestais montanos da Mata Atlântica na região norte-fluminense.

Ciclagem e balanço de potássio e produtividade de soja na integração lavoura-pecuária sob semeadura direta

Ferreira,Eric Victor de Oliveira; Anghinoni,Ibanor; Andrighetti,Marcelo Hoerbe; Martins,Amanda Posselt; Carvalho,Paulo César de Faccio
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86%
A ciclagem e balanço de nutrientes em sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP) são processos que envolvem o componente solo, a planta e o animal, além da fertilização, em que o manejo dos animais, por alterar as condições bióticas e abióticas do solo, altera a velocidade de decomposição dos resíduos. Objetivou-se avaliar a ciclagem e o balanço de K em sistema ILP sob semeadura direta, em função da intensidade de pastejo por bovinos em pastagem, no inverno, e sua relação com a produtividade de soja, cultivada no verão. O experimento foi iniciado em maio de 2001 em Latossolo Vermelho distroférrico, em área que vinha sendo cultivada em semeadura direta desde 1991. Os tratamentos constaram de intensidades de pastejo contínuo, por bovinos jovens, em mistura de azevém + aveia-preta, representados por alturas do pasto: 10, 20, 30 e 40 cm e sem pastejo (testemunha), distribuídos num delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, em que se avaliou um ciclo pastagem/soja (safra 2007/08). Na ciclagem, foram considerados os teores de K na pastagem, na soja e nos animais e, no balanço desse nutriente, na lavoura e no solo, foram considerados os seus teores no solo e as entradas, como fertilizante e saídas...

Ciclagem e balanço de nutrientes no sistema solo-planta em um plantio de Eucalyptus sp., no Distrito Federal

Gatto,Alcides; Bussinguer,Angela Pereira; Ribeiro,Fabiana Campos; Azevedo,Gileno Brito de; Bueno,Maria Cristina; Monteiro,Marina Morais; Souza,Pierre Farias de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.14%
As espécies do gênero Eucalyptus são as mais plantadas no mundo, tornando-se solução para diminuir a pressão sobre as florestas nativas. Este trabalho objetivou avaliar a biomassa seca e sua distribuição nos diferentes compartimentos das árvores (folhas, galhos, casca, lenho e raízes), bem como examinar o conteúdo de macronutrientes dela e o balanço de nutrientes no sistema solo-planta, em um plantio de Eucalyptus urophylla x E. grandis, aos 60 meses de idade, na Fazenda Água Limpa, no Distrito Federal. Os dados foram obtidos de três árvores de eucalipto, que foram cubadas rigorosamente e tiveram as raízes escavadas até a profundidade de 60 cm. Esses dados foram submetidos à análise estatística pela correlação de Pearson. Grande parte da biomassa seca das árvores foi verificada no compartimento lenho (69,19 %), seguido de raízes (10,15 %), galhos (9,75 %), casca (6,06 %) e folhas (4,85 %). Os maiores teores de macronutrientes foram detectados nas folhas (N = 13,55 g kg-1; P = 1,33 g kg-1; K = 8,52 g kg-1; Ca = 7,12 g kg-1; Mg = 2,44 g kg-1; e S = 1,76 g kg-1), enquanto o lenho apresentou os menores (N = 1,73 g kg-1; P = 0,23 g kg-1; K = 0,34 g kg-1; Ca = 0,20 g kg-1; Mg = 0,03 g kg-1; e S = 0,43 g kg-1). A ordem dos conteúdos totais de macronutrientes verificada para a parte aérea foi: N > K > Ca >S > Mg > P...

Balanço de nutrientes na produção de mudas cítricas cultivadas em substrato

Boaventura,Paulo Roberto Ronchini; Quaggio,José Antônio; Abreu,Mônica Ferreira; Bataglia,Ondino Cleante
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
85.98%
A formação de mudas cítricas livres das principais doenças da citricultura e com certificação de origem faz parte da estratégia do setor para manter a continuidade e a competitividade do agronegócio citrícola brasileiro. As normas atuais de defesa sanitária vegetal do Estado de São Paulo determinam que a produção de mudas cítricas certificadas deve ser feita em ambiente protegido por tela à prova de insetos vetores e cultivadas em contêineres com substrato esterilizado. Já existe grande número de empresas produzindo mudas nestas condições, contudo não existem recomendações de doses e formas de manejo de fertilizantes. O ensaio foi conduzido num viveiro comercial, utilizando dois porta-enxertos e dois sistemas de adubação: fertirrigação e fertilizantes de liberação lenta. O período experimental compreendeu desde o transplante das mudas para os contêineres até a poda de formação das mudas, num total de 250 dias, com coletas mensais de plantas e semanais de solução. Os tratamentos foram arranjados no esquema fatorial 2 x 2 x 8, com quatro repetições. Os resultados mostraram que existe tanto imobilização como liberação de nutrientes no substrato, os quais podem superar as perdas por lixiviação. Os balanços entre as quantidades de nutrientes aplicadas e os valores recuperados foram satisfatórios...

Balanço de nutrientes em povoamento de Eucalyptus saligna implantado sobre Cambissolo Háplico no RS

Mazurana,Michael; Baptista,José; Levien,Renato; Conte,Osmar
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
A fragilidade de um sistema florestal pode ser avaliada através do balanço de nutrientes, destacando a eficiência da ciclagem sendo que, em certos casos, a adubação deve ser utilizada para manter ou elevar a produtividade do sistema. Objetivou-se com este estudo avaliar o comportamento de diferentes sistemas de preparo de solo em Cambissolo Háplico e sua influência nas perdas de nutrientes transportados por erosão em área cultivada com Eucalyptus saligna. Os tratamentos foram constituídos por quatro métodos de preparo do solo: subsolagem interrompida com resíduo (SIR), subsolagem contínua com resíduo (SCR), subsolagem contínua sem resíduo (SSR) e coveamento mecânico (CME), em delineamento de blocos ao acaso com três repetições por tratamento. O sistema SSR apresentou as maiores perdas de nutrientes quando comparadas com as dos outros métodos de preparo de solo. As maiores perdas de nutrientes pela erosão hídrica foram, pela ordem, K > Ca > Mg > P > Cu > B. Os sistemas de preparo SIR e SSR apresentaram os maiores teores de nutrientes contidos na parte aérea e o menor balanço nutricional, respectivamente.

Digestão total e parcial de nutrientes em bovinos alimentados com rações contendo levedura, uréia ou farelo de algodão

Sampaio,Alexandre Amstalden Moraes; Vieira,Paulo de Figueiredo; Brito,Rodolfo Marques de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
RESUMO - Foram utilizados 10 bovinos providos de cânula abomasal para avaliação do coeficiente de digestibilidade de rações preparadas com diferentes fontes de proteína (levedura, uréia e farelo de algodão). Os coeficientes de digestibilidade foram obtidos pela técnica de coleta total de fezes e também com o uso de óxido crômico como marcador interno. Na ração com uréia, obteve-se aumento nos coeficientes de digestibilidade para a maioria dos nutrientes, quando foi empregada a técnica do óxido crômico. A fração extrato etéreo não apresentou diferenças entre as técnicas usadas. A análise dos coeficientes de digestibilidade entre as diferentes rações evidenciou semelhanças, independentemente da técnica adotada. A ração composta por uréia proporcionou maior digestibilidade da proteína bruta, independentemente da técnica de avaliação, enquanto a ração composta por farelo de algodão foi superior na digestibilidade da energia bruta pela técnica do indicador. Não houve diferenças entre as rações para a digestão individual de nutrientes no rúmen e intestino, observando-se o mesmo para o balanço de N.

Consumo, digestibilidade aparente de nutrientes e disponibilidade de minerais em ovinos, em função de diferentes níveis de cama de frango na dieta

Oliveira,Rodrigo Vidal; Lana,Rogério de Paula; Maldonado,Fabiana; Pereira,Odilon Gomes; Freitas,Acyr Wanderley de Paula; Queiroz,Augusto César de; Oliveira,Marcus Vinicius Moraes de; Moraes,Eliane Perri
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.05%
Foram confinados 20 ovinos em gaiolas metálicas, durante 15 dias, com o objetivo de determinar os efeitos de diferentes níveis de cama de frango sobre o consumo e a digestibilidade de nutrientes, o balanço de nitrogênio e a disponibilidade aparente dos macrominerais. Os animais foram distribuídos em quatro tratamentos em delineamento em blocos casualizados, com cinco repetições. O volumoso foi composto de feno de capim-tifton 85 (Cynodon spp) e a cama de frango, constituída de sabugo de milho triturado e casca de café, numa relação 1:1. As dietas foram isoprotéicas contendo quatro níveis de feno (80, 60, 40 e 20%), quatro níveis de cama de frango (0, 20, 40 e 60%) e 20% de concentrado, na base da matéria natural. Os consumos de MS, MO, NDT, CHOT, CNE, PB e EE na dieta total não foram afetados pelos tratamentos, enquanto os consumos de FDN e FDA reduziram com o aumento do nível de cama de frango na dieta. Os coeficientes de digestibilidade do CHOT, CNE e EE elevaram de 59,7 para 64,6%, 88,5 para 93,2% e 1,5 para 30,2%, respectivamente, com o aumento do nível de cama de frango (de 0 para 60% da dieta). Os coeficientes de digestibilidade da MS e MO não sofreram efeito, com valores médios de 55,8 e 61,9%, e da FDN e PB diminuíram de 52...

CONSUMO E DIGESTIBILIDADE DE NUTRIENTES DA TORTA DE DENDÊ NA DIETA DE OVINOS

Visoná-Oliveira,Maiana; Ferreira,Isabel Cristina; Macedo Junior,Gilberto de Lima; Sousa,Luciano Fernandes; Sousa,Jhone Talisson Lira de; Santos,Rogério Pereira dos
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
86.04%
Objetivou-se encontrar o nível ótimo de inclusão da torta de dendê na dieta de ovinos. Foram utilizados 18 carneiros, castrados, sem raça definida alimentados com níveis de inclusão da torta de dendê de 0%, 7,5%, 15% e 22,5% na dieta total. Os animais foram mantidos em gaiolas metabólicas por 21 dias. Os dados foram submetidos a estudo de regressão com 5% de significância para as equações e coeficientes de regressão. A inclusão da torta de dendê provocou redução nos consumos de MS, hemicelulose, FDN, PB, NDT, CHOT e MM (P<0,01) e não houve diferenças significativas nos de celulose, FDA e CNF (P>0,05). Os consumos de EE e lignina foram crescentes (P<0,01). O teor de fibra das dietas aliado ao consumo de lignina pelos animais provocou redução nos coeficientes de digestibilidade da EB e de todos os nutrientes avaliados (MS, PB, celulose, hemicelulose, FDN; P<0,05). Houve redução na metabolizabilidade das dietas devido ao aumento da EB fecal (P<0,01). O balanço de nitrogênio foi positivo em todos os tratamentos. A inclusão da torta de dendê acima de 7,5% na dieta de ovinos provoca redução no CMS e na digestibilidade de nutrientes com possível comprometimento do desempenho...

Modelagem para otimização da fertilização e calagem na cultura de cana-de-açúcar.

SILVA, F. C. da; FREIRE, F. J.; ALVAREZ-VENEGAS. V. H.; CASTRO, A. de; NAKAMOTO, A. de S.
Fonte: In: SIMPÓSIO NACIONAL DE INSTRUMENTAÇÃO AGROPECUÁRIA, 2014, São Carlos, SP. Ciência, inovação e mercado: anais. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2014. Publicador: In: SIMPÓSIO NACIONAL DE INSTRUMENTAÇÃO AGROPECUÁRIA, 2014, São Carlos, SP. Ciência, inovação e mercado: anais. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2014.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 657-660.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.04%
Resumo: A disponibilidade de informações necessárias para modelar a demanda de certos nutrientes que se espera da produtividade permite o desenvolvimento de um sistema para o cálculo do balanço nutricional e recomendação de corretivos e fertilizantes para a cana. O equilíbrio entre o que é necessário (aplicando a planta), e que podem estar disponíveis (fonte terra) é a base para o desenvolvimento do sistema. O cálculo do balanço de nutrientes indica a necessidade, ou não, bem como a aplicação de calcário e fertilizantes.; 2014; SIAGRO 2014.

Soil exchangeable cations, sugarcane production and nutrient uptake after wastewater irrigation; Cátions trocáveis do solo, produção e extração de nutrientes pela cana-de-açúcar após irrigação com água residuária

Leal, Rafael Marques Pereira; Firme, Lilian Pittol; Montes, Célia Regina; Melfi, Adolpho José; Piedade, Sonia Maria De Stefano
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2009 ENG
Relevância na Pesquisa
86%
A irrigação com águas residuárias pode beneficiar as culturas agrícolas com água e nutrientes essenciais (especialmente nitrogênio), afetando também a química do solo. Os efeitos da irrigação por 16 meses com efluente de esgoto na produtividade, extração de nutrientes pelo colmo, e nos atributos químicos do solo, foram estudados em um Latossolo cultivado com cana-de-açúcar (Saccharum spp.), situado em Lins, São Paulo. As parcelas irrigadas receberam 50% do N mineral recomendado e 100, 125, 150 ou 200% da demanda hídrica da cultura, enquanto o controle não recebeu N mineral e nem água. As elevadas concentrações de sódio do efluente ocasionaram um aporte de Na de até 6,2 t ha-1, juntamente com até 1497 kg N ha-1 e 628 kg K ha-1. Todas as parcelas irrigadas, com exceção do T125, apresentaram maior produtividade (até 247 t ha-1) do que o controle (153 t ha-1). Quantidades expressivas de N (até 597 kg ha-1) e de K (até 546 kg ha-1) foram exportadas através da colheita da cultura. As adições de nutrientes e de Na via irrigação não foram compensadas pelo crescimento da planta, ocasionando uma baixa recuperação de N, P, Ca e Na, evidenciando uma excessiva fertilização da planta (N). Alterações no solo de pH...