Página 1 dos resultados de 2020 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Indução de resistência em feijoeiro (Phaseolus vulgaris) por acibenzolar-S-metil e Bacillus cereus: aspectos fisiológicos, bioquímicos e parâmetros de crescimento e produção"; Resistance induced in bean plants (Phaseolus vulgaris) by acibenzolar-S-methyl and Bacillus cereus: physiological and biochemical aspects, growth and production parameters

Kuhn, Odair José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
A indução de resistência envolve a ativação de mecanismos de defesa latentes existentes nas plantas em resposta ao tratamento com agentes bióticos ou abióticos. As plantas apresentam sistema de defesa induzível, com a finalidade de economizar energia. Desse modo, a resistência induzida em condições naturais representará custo apenas na presença do patógeno. Porém, plantas que investem seus recursos para se defenderem na ausência de patógenos arcarão com custos que refletirão na produtividade, uma vez que as alterações metabólicas que levam a resistência apresentam custo adaptativo associado, o qual pode pesar mais do que o benefício. O efeito negativo na produtividade ocorre principalmente onde indutores químicos são utilizados repetidas vezes ou em doses mais elevadas. Assim, em alguns casos podemos estar caminhando sobre uma estreita linha entre custo e benefício, onde a cura pode ser tão ruim quanto a própria doença. Neste trabalho foram conduzidos experimentos objetivando verificar alterações bioquímicas e fisiológicas, correlacionando-as com parâmetros de produção do feijoeiro entre a indução mediada por acibenzolar-S-metil (ASM), indutor químico, e, a mediada por Bacillus cereus, indutor biológico...

Estudo de biofilmes e células planctônicas de Bacillus cereus frente a um sanificante à base de composto de quaternário de amônio utilizado na indústria de laticínios; Study of Bacillus cereus biofilmes and planktonic cells front to a quaternary ammonium based sanitizer used in the dairy industry

Rossi, Ana Cláudia Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67%
O Bacillus cereus é um patógeno amplamente distribuído na natureza, relacionado a intoxicações alimentares e causador da coagulação doce do leite. A intoxicação pode ocorrer após a ingestão de alimentos nos quais a bactéria produziu a toxina. Em laticínios, o B. cereus é problemático por sua habilidade de formar esporos resistentes ao calor e sobreviver aos tratamentos térmicos, como a pasteurização e UHT. As espécies de Bacillus são freqüentemente isoladas de leite pasteurizado e UHT e evidências indicam que os biofilmes formados nas superfícies dos equipamentos de processamento são uma das principais fontes de contaminação. No biofilme, as células ou esporos aderidos, têm aumentada sua resistência e podem resistir ao processo de sanificação, se tornando focos de disseminação de bactérias no processo. A matriz polimérica do biofilme reage e neutraliza os agentes sanificantes, expondo as bactérias em seu interior a doses subletais, podendo levar a aquisição de resistência. Neste estudo, biofilmes de células vegetativas B. cereus foram desenvolvidos na superfície de aço inoxidável, tipo 304, com filme de condicionamento de leite. A adesão média das células foi de 1,4 x 105UFC/cm2. Também foram desenvolvidos biofilmes de esporos...

Bacillus cereus produtor de substâncias semelhantes a bacteriocinas (BLIS): isolamento, caracterização preliminar e aplicação de extrato semi-purificado contendo BLIS para inibição de Listeria monocytogenes em polpa de fruta; Bacillus cereus producing bacteriocin-like substances (BLIS): isolation, preliminary characterization and application of semi-purified extract containing BLIS for inhibiting Listeria monocytogenes in fruit pulp

Leite, Juliana Abigail
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.97%
Mudanças nos hábitos alimentares dos consumidores têm aumentado a demanda por frutas frescas e polpas de frutas. Com isso, a busca por novos compostos com atividade antimicrobiana é de grande interesse, já que a aplicação de aditivos químicos convencionais em alimentos tem sido reavaliada devido à potencial toxicidade de alguns desses compostos. As bacteriocinas ou BLIS, produzidas por diferentes gêneros bacterianos, têm despertado grande interesse industrial para aplicação em alimentos em processos de bioconservação. No presente trabalho, foram obtidos 3 isolados bacterianos (A, B e C) a partir de polpa de abacaxi, produtores de substância antagonista frente a diferentes linhagens de Listeria monocytogenes e Bacillus sp. A natureza proteica das substâncias antagônicas produzidas pelos isolados foi confirmada pela sensibilidade à enzima ? - quimotripsina. As linhagens foram identificadas através de provas bioquímicas e moleculares como Bacillus cereus, com a colaboração da Fundação Oswaldo Cruz (Rio de Janeiro, Brasil). Para estudos mais detalhados da BLIS foi selecionado o isolado C denominado Bacillus cereus LFB-FIOCRUZ 1640. A melhor condição de incubação para produção da BLIS foi a 30ºC/24 horas...

Ocorrência de Bacillus cereus em leite integral e capacidade enterotoxigênica das cepas isoladas

Rezende-Lago, N.C.M.; Rossi Jr., O.D.; Vidal-Martins, A.M.C.; Amaral, L.A.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1563-1569
POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
Pesquisaram-se a presença de Bacillus cereus e a produção de enterotoxinas produzidas por esses microrganismos em 120 amostras de diversos tipos de leite. Bacillus cereus foi isolado e identificado em 22 (73,3%), 15 (50,0%), 29 (96,7%) e quatro (13,3%) amostras de leite em pó, cru, pasteurizado e UAT (longa vida), respectivamente. Para a detecção de enterotoxinas pela técnica da alça ligada de coelho, foram positivos, respectivamente, três (13,6%), um (7,1%) e 10 (35,7%) microrganismos isolados das amostras de leite em pó, leite cru e leite pasteurizado. Pelo teste de aumento de permeabilidade vascular, dois (9,1%), um (7,1%), um (3,6%) e um (4,0%) microrganismos isolados de leite em pó, cru, pasteurizado e UAT apresentaram-se enterotoxigênicos, respectivamente. O uso da técnica de aglutinação passiva em látex demonstrou a produção da toxina diarréica por três (33,3%), sete (63,6%), quatro (30,8%) e oito (80,0%) microrganismos isolados, respectivamente, de leite em pó, cru, pasteurizado e UAT. Os resultados indicam um risco potencial, podendo colocar em risco a saúde dos consumidores desses produtos.; A hundred and twenty samples of different types of milk were examined to the presence of Bacillus cereus and the enterotoxigenic potential of the isolated strains. Bacillus cereus was isolated and identified in 22 (73.0%)...

Microrganismos heterotróficos mesófilos e bactérias do grupo do Bacillus cereus em leite integral submetido a ultra alta temperatura

Vidal-Martins, A.M.C.; Rossi Jr., O.D.; Rezende-Lago, N.C.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 396-400
POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
Cento e dez amostras de 11 diferentes marcas de leite ultra alta temperatura (UAT), comercializadas em São José do Rio Preto - SP, foram submetidas à contagem de microrganismos heterotróficos mesófilos viáveis e à pesquisa de bactérias do grupo do Bacillus cereus. A população de microrganismos mesófilos variou de <1,0´10² UFC/ml a >1,0´10(6) UFC/ml. Bactérias do grupo do Bacillus cereus foram verificadas em 13 (11,8%) amostras. Os resultados evidenciaram elevada população de microrganismos indicadores mesófilos.; One hundred and ten ultra high temperature (UHT) milk samples, from 11 different brands retailed in São José do Rio Preto - SP were analysed for mesophilic heterotrophic microorganisms counting, as well as for the presence of Bacillus cereus. Mesophilic heterotrophic microorganisms ranged from <1.0´10² CFU/ml to >1.0´10(6) CFU/ml. Bacillus cereus was detected in 13 (11.8%) samples. The results demonstrated high countings of mesophilic microorganisms.

Bacillus cereus produtores de toxinas diarreicas em serviços de alimentação : analise da contaminação ambiental e detecção na linha de processamento de pratos carneos.; Bacillus cereus diarrhoeal toxins producteurs in foods services: environmental contamination analysis and detection in line of processing cooked meat.

Celina Mara Soares
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.96%
Amostras ambientais e de alimentos foram coletadas em dois restaurantes institucionais da cidade de Campinas/SP para a investigação das fontes de contaminação por Bacillus cereus e caracterização do perfil enterotoxigênico dos isolados. A pesquisa foi realizada em três etapas: i) análise da contaminação ambiental geral; ii) diagnóstico da contaminação durante processamentos de pratos cárneos e; iii) estudo do comportamento do microrganismo em substrato cárneo mantido a 10 e 30°C. A avaliação da contaminação ambiental geral e durante os processamentos revelou a presença do microrganismo em 80 (74,8%) das 107 amostras de ar ambiente (2,0 a 38,4 UFC/m³) e em 58 (46,4%) das 125 amostras de superfícies de bancadas e de equipamentos analisadas. O microrganismo também foi identificado em amostras de carne processada (10² UFC/g a 2,4x10³ UFC/g) e de condimentos e temperos (1,0x10 a 5,0x10² UFC/g) coletadas durante os processamentos. A produção de enterotoxinas foi investigada através da técnica da reação da polimerase em cadeia (PCR) para os genes hblA, hblD e hblC (codificadores da "hemolisina BL" - HBL) e para os genes nheA, nheB e nheC (codificadores da "enterotoxina não hemolítica" - NHE). Do total de 124 isolados...

Enterobacter sakazakii (Cronobacter spp.) e Bacillus cereus : quorum sensing, formação de biofilme e ação de sanitizantes; Enterobacter sakazakii (Cronobacter spp.) and Bacillus cereus : quorum sensing, biofilm formation and efficacy of sanitizers

Luciana Maria Ramires Esper
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67%
A contaminação de fórmulas infantis por Enterobacter sakazakii (Cronobacter spp.) e Bacillus cereus pode ter como origem o contato do alimento com biofilmes formados em ambientes, utensílios e equipamentos empregados na sua produção ou posterior reconstituição nos locais de distribuição. A grande preocupação em relação a estas bactérias é a presença das mesmas em fórmulas infantis, produtos estes utilizados como fonte de alimentação para lactentes de forma exclusiva ou em combinação com outros alimentos. A formação de biofilmes, assim como outros mecanismos celulares como por exemplo a produção de bacteriocinas e fatores de virulência, podem ser modulados pelo processo de comunicação célula-célula ou quorum sensing - mecanismo de sinalização célula-célula mediada pelo acúmulo de uma classe ou mais de moléculas sinalizadoras produzidas pela célula e excretadas para o meio externo. Por sua vez, a quebra deste sistema, pela degradação das moléculas sinalizadoras de comunicação, denomina-se quorum quenching. Neste trabalho objetivou-se, primeiramente, a avaliação da dinâmica de formação de biofilmes mono e multi-espécies de E. sakazakii (Cronobacter spp.) e B. cereus em superfície de aço inoxidável utilizando-se como meios de cultivos fórmula Infantil (FI) e caldo Luria Bertani (LB) e a eficácia de soluções de ácido peracético e de hipoclorito de sódio na inativação desses biofilmes. Outro objetivo principal foi pesquisar a ocorrência dos sistemas quorum sensing e quorum quenching em E. sakazakii (Cronobacter spp.) e B. cereus e a possível influência das moléculas sinalizadoras na sensibilidade destas bactérias aos antimicrobianos. A formação de biofilmes ocorreu de forma mais intensa ao utilizar-se a fórmula infantil...

Avaliação de riscos e de pontos críticos de contaminação por Enterococcus spp. e Bacillus cereus no processamento de ricota; Risks and critical points assessment of contamination by Enterococcus spp. and Bacillus cereus in the processing of ricota

Meg da Silva Fernandes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
A ricota é um tipo de queijo fresco de origem italiana, obtido pela precipitação das proteínas do soro do queijo por acidificação associada ao calor. Por suas características nutricionais, físico-químicas e bioquímicas apresenta-se propícia ao desenvolvimento microbiano. No processamento deste produto destacam-se o Bacillus cereus, pela sua capacidade de esporular e ser um contaminante potencial do leite e do ambiente e as bactérias do gênero Enterococcus, pela característica ubíqua, habilidade de sobrevivência à condições diversas de pH, temperatura e salinidade e ocorrência em casos de infecções hospitalares. Os objetivos deste trabalho foram: a) verificar as possíveis fontes de contaminação de ricota por B. cereus e Enterococcus spp. ao longo do processamento; b) identificar as espécies de enterococos, avaliar o potencial de patogenicidade e o perfil de resistência destas espécies a antibióticos de uso clínico; e, c) avaliar a conformidade das amostras de ricota aos padrões microbiológicos legais. Amostras de leite cru e pasteurizado, soro de queijo, ricotas antes e após embalagem, superfícies diversas do ambiente e do ar obtidas em três coletas de laticínio da região Sul de Minas Gerais foram submetidas à determinação de B. cereus e Enterococcus spp. As contagens de B. cereus em leite cru...

Enterococcus spp. e Bacillus cereus isolados do processamento de ricota: patogenicidade, formação de biofilmes multiespécie e detecção de autoindutores AI-2 = : Enterococcus spp. and Bacillus cereus isolated from ricotta processing: pathogenicity, multi-species biofilm formation and detection of the autoinducer AI-2; Enterococcus spp. and Bacillus cereus isolated from ricotta processing: pathogenicity, multi-species biofilm formation and detection of the autoinducer AI-2

Meg da Silva Fernandes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.97%
Enterococcus faecium e Enterococcus faecalis são espécies de patógenos oportunistas que infectam principalmente imunocomprometidos. Estas espécies são encontradas em produtos lácteos e possuem capacidade de formar biofilme em superfícies que contatam com os alimentos. A sua remoção é muito dependente dos procedimentos de higienização. Os Enterococcus spp. utilizam o sistema de comunicação célula-célula (quorum sensing) para a formação de biofilmes. A formação de biofilme mono e multiespécie, a eficácia dos procedimentos de higienização no controle destes biofilmes e a produção de moléculas sinalizadoras de quorum sensing por cepas de E. faecalis, E. faecium, Bacillus cereus e Listeria monocytogenes foram avaliadas. Os ensaios foram realizados com cupons de aço inoxidável e variando-se a temperatura (7, 25 e 39 °C) e o tempo (0, 1, 2, 4, 6 e 8 dias). Após 1 e 8 dias de contato nas temperaturas de 25 e 39 °C, os cupons foram submetidos a diferentes processos de higienização. Os sanitizantes testados foram: hipoclorito de sódio (0,2%), ácido peracético (0,2%), quaternário de amônio (3,0%) e biguanida (1,0%). A detecção das moléculas sinalizadoras de quorum sensing AI-2 foi realizada através da avaliação do gene luxS e de ensaio biológico de bioluminescência. Nenhum dos micro-organismos avaliados foi capaz de formar biofilmes a 7 ?C. Enterococcus sp. foram capazes de formar biofilmes...

Adesão e formação de biofilme por Bacillus cereus em aço inoxidável; Adhesion and biofilm formation by Bacillus cereus on stainless steel

Maria Cecília Enes Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.02%
O objetivo geral deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes matrizes na adesão e formação de biofilme em aço inoxidável por Bacillus cereus, bem como avaliar a eficiência dos procedimentos de higienização no controle de biofilmes de esporos desse micro-organismo. Nas duas primeiras etapas, avaliou-se a capacidade de adesão e formação de biofilme por B. cereus em aço inoxidável, com e sem prévio condicionamento da superfície, utilizando-se água, leite UHT desnatado e integral como matrizes e quatro diferentes tipos de inóculos, pool de células vegetativas de B. cereus isolados da indústria láctea, pool de esporos de B. cereus isolados da indústria láctea, células vegetativas da cepa de B. cereus ATCC 14579 e esporos da cepa de B. cereus ATCC 14579. Na terceira etapa do trabalho avaliou-se a influência da matriz condicionante (água e leite UHT integral), do meio de inoculação do pool de esporos de B. cereus (água e leite UHT integral) e do tempo de exposição (5 min (0,08h), 10, 24, 48 e 72 horas) sobre a adesão e formação de biofilme por B. cereus em aço inoxidável. Na quarta etapa, avaliou-se a eficiência de nove procedimentos de higienização na remoção dos biofilmes formados pelo pool de esporos de B. cereus em aço inoxidável. Todos os experimentos foram repetidos três vezes e os dados estatisticamente avaliados. A hidrofobicidade e o potencial zeta das superfícies dos esporos também foram avaliados. Os resultados das duas primeiras etapas indicaram que o pool de esporos de B. cereus isolados de indústria láctea apresentou a maior capacidade de adesão e formação de biofilme em aço inoxidável quando comparado aos outros tipos de inóculos...

Pesquisa de cereulida em isolados do grupo Bacillus cereus

Alonso, Carlos Eduardo de Sousa
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 20/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; O Bacillus cereus sensu stricto é um patogénio alimentar que tem adquirido uma importância crescente nos últimos anos. Sendo uma bactéria com distribuição ubiquitária na natureza pode contaminar várias matérias-primas e alimentos, o que associado à sua capacidade de formação de esporos resistentes a condições severas faz com que possa permanecer viável após a confecção dos alimentos. Este microrganismo é reconhecido desde o início do século XX como agente de toxinfecção alimentar devido à sua capacidade de causar um síndrome diarreico, mas actualmente sabe-se que este agente possui também a capacidade de causar um síndrome emético, associado a uma toxina termostável pré-formada nos alimentos: a cereulida. Pensa-se que a incidência de toxinfecção alimentar por B. cereus sensu stricto seja subestimada, uma vez que não é uma doença de declaração obrigatória e mimetiza outros agentes, contudo nos últimos anos têm sido descritos casos graves de toxinfecção alimentar causados por esta bactéria, com hospitalizações e mortes. O objectivo deste estudo foi pesquisar a presença do gene que codifica a cereulida sintetase numa amostragem de bactérias do grupo B. cereus isoladas de alimentos e de vários pontos do país. Foram encontradas por PCR em tempo real 7 estirpes positivas num total de 106: 3 estirpes alimentares e 4 ambientais...

Pesquisa de enterotoxinas em isolados alimentares do grupo Bacillus cereus

Gomes, Inês Lavado
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 27/07/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Os microrganismos do grupo Bacillus cereus são causadores de patologia gastrointestinal, podendo ocorrer duas formas da doença: a síndrome diarreica e a síndrome emética. A forma diarreica é causada pela presença de enterotoxinas. São várias as enterotoxinas produzidas por B. cereus. Existem duas toxinas tripartidas, a hemolisina BL (HBL) e a enterotoxina não hemolítica (NHE), a citotoxina K (CytK), a enterotoxina T e a enterotoxina FM. Este estudo consistiu na pesquisa de genes que codificam enterotoxinas, por PCR (reacção de polimerase em cadeia) em tempo real, em 76 isolados alimentares, provenientes da colecção de bactérias do Laboratório de Bromatologia e Defesa Biológica do Exército. As bactérias utilizadas neste estudo foram caracterizadas morfologicamente, através do isolamento em MYP e agar sangue, e bioquimicamente utilizando a galeria API 50 CH®. Das 76 estirpes analisadas 28 revelaram-se positivas para a toxina HBL, 27 para a NHE, 43 para a enterotoxina T e nenhuma estirpe foi positiva para a citotoxina K. Em suma, 58 das 76 estirpes de B. cereus sensu lato utilizadas neste trabalho são potencialmente patogénicas. Os resultados obtidos demonstraram a existência de uma grande variabilidade de estirpes B. cereus potencialmente produtoras de enterotoxinas isoladas de alimentos.; ABSTRACT - Many strains of Bacillus cereus group cause gastrointestinal diseases...

Validação de metodologia para deteção de Bacillus cereus em arroz e produtos à base de cereais

Frechaut, Tatiana Irina Pereira
Fonte: Faculdade de Ciencias e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciencias e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar; Atualmente o grande desafio do sector alimentar é o de restabelecer a confiança dos consumidores, dando-lhes a conhecer todas as medidas de prevenção e controlo utilizadas nas atividades de manuseamento alimentar. Embora genericamente conhecidas como toxinfeções alimentares, as doenças transmitidas por alimentos são classificadas como uma doença que resulta da ingestão de alimentos contaminados com agentes etiológicos prejudiciais. O Bacillus cereus é um bacilo Gram-positivo, produtor de esporos que tem como reservatório natural o solo. Este microrganismo é reconhecido como um agente etiológico de doenças de origem alimentar há mais de 40 anos. Os surtos associados ao Bacillus cereus estão relacionados com várias matrizes alimentares tais como arroz e massas. A presença de grande quantidade de microrganismos (≥106) no alimento é indicativo de crescimento e proliferação do organismo constituindo deste modo, um potencial perigo para a saúde. O arroz é um cereal que faz parte da dieta habitual dos habitantes de todo o mundo e é também o alimento que tem estado mais envolvido em toxinfeções alimentares associadas ao Bacillus cereus. O objetivo principal deste trabalho de investigação...

Genetic relationships between sympatric populations of Bacillus cereus and Bacillus thuringiensis, as revealed by rep-PCR genomic fingerprinting

Peruca,Ana Paula S; Vilas-Bôas,Gislayne T; Arantes,OMN
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 EN
Relevância na Pesquisa
66.91%
The bacterial strain Bacillus cereus is closely related to Bacillus thuringiensis, although any genetic relationship between the two strains is still in debate. Using rep-PCR genomic fingerprinting, we established the genetic relationships between Brazilian sympatric populations of B. cereus and B. thuringiensis simultaneously collected from two geographically separate sites. We observed the formation of both B. thuringiensis and B. cereus clusters, as well as strains of B. cereus that are more closely related to B. thuringiensis than to other B. cereus strains. In addition, lower genetic variability was observed among B. thuringiensis clusters compared to B. cereus clusters, indicating that either the two species should be categorized as separate or that B. thuringiensis may represent a clone from a B. cereus background.

Assessment of hydrophobicity and roughness of stainless steel adhered by an isolate of Bacillus cereus from a dairy plant

Bernardes,Patrícia Campos; Andrade,Nélio José de; Ferreira,Sukarno Olavo; Sá,João Paulo Natalino de; Araújo,Emiliane Andrade; Delatorre,Deyse Maria Zanom; Luiz,Lívia Maria Pinheiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Microbiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Microbiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
66.8%
The interaction between the surface of stainless steel and Bacillus cereus was studied in terms of the characteristics of interfacial interaction determined from the measurement of the contact angle of the surface of B. cereus and stainless steel in the presence or absence of B. cereus adherence. The microtopographies and the roughness of the surface of stainless steel and stainless steel adhered by B. cereus were evaluated with the help of atomic force microscopy and perfilometry. The strain of B. cereus studied was considered hydrophilic, whereas the stainless steel was considered hydrophobic. The adhesion was not thermodynamically favorable (ΔGadhesion > 0) between the stainless steel and the strain of B. cereus studied. Thus, the interaction between them was not favored by the thermodynamic aspect of adhesion. There was no difference (p > 0.05) in the roughness of the surfaces of stainless steel adhered by B. cereus when analyzed by atomic force microscope and perfilometry.

The design and analysis of unique DNA primer sets and probes to identify and distinguish the bacillus cereus group species: developing a real-time DNA-biosensor

Oliwi-Stasiak, Kamila
Fonte: University of Limerick Publicador: University of Limerick
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; all_ul_research; ul_published_reviewed; ul_theses_dissertations
ENG
Relevância na Pesquisa
66.99%
peer-reviewed; Bacillus cereus from the Bacillus cereus group species, which consist of: Bacillus cereus, Bacillus thuringiensis, Bacillus anthracis, Bacillus weihenstephanensis, Bacillus mycoides and Bacillus pseudomycoides is one of the most frequently isolated bacterial foodborne pathogens. Growth of B. cereus results in production of several highly active toxins therefore, consumption of food containing 105-106 bacteria (spores)/g or toxins, is sufficient to cause emetic and diarrhoeal syndromes. The most common source of this bacterium is milk and mixed food products that include milk powder, thus is of particular concern in the baby formula industry. In this study 138 strains of B. cereus group spp. were characterized based on their phenotypic and genotypic features. The study developed unique DNA primers for use in PCR and these were then tested via real-time PCR (RT-PCR): (i) the motB gene encoding the flagellar motor protein MotB was used as a PCR primer target. (ii) New primers and probes, targeting a hypothetical protein, unique only for B. pseudomycoides strains were then developed. (iii) A RT-PCR assay developed together with species specific TaqMan probes were able to differentiate B. weihenstephanensis and B. pseudomycoides strains. (iv) In addition multiplex PCR with primers targeting motB and a hypothetical protein proved successful in identification of the B. cereus group spp. with differentiation of B. pseudomycoides. This is the first description of a molecular technique able to distinguish B. pseudomycoides from other members belonging to the B. cereus group spp. and the first RT-PCR protocol to use the motB gene as a diagnostic target. The assays performed well with milk samples artificially contaminated with bacteria belonging to the B. cereus group spp. To analyze the ability to detect bacterial spores...

Secondary cell wall polysaccharides in Bacillus anthracis and Bacillus cereus strains; Sekundäre Zellwandpolysaccharide in Bacillus anthracis und Bacillus cereus Stämmen

Leoff, Christine
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
67%
This thesis presents a systematic comparison of cell wall carbohydrates, in particular the non classical secondary cell wall polysaccharides from closely related strains within the Bacillus cereus group. The results suggest that the cell wall glycosyl composition of the various Bacillus cereus group strains display differences that correlate with their phylogenetic relatedness. Comparative structural analysis of polysaccharide components that were released from the cell walls of the various strains by hyrdrofluoric acid (HF) treatment and purified (then called HF-PS’s) also supported the previously observed differences in the total cell wall compositions. Imunochemical characterization of the released polysaccharides showed that they are antigenic and immunochemically as well as structurally species specific. Based on the findings described in this thesis, the HF-PS exhibits necessary properties for the development of future diagnostic applications, vaccines and possibly therapeutics for infections caused by Bacillus cereus group members.; Die vorgelegte Dissertation beschreibt einen systematischen Vergleich von Zellwand Kohlenhydraten, insbesondere den, der „nicht klassischen“ Sekundärzellwandpolysacchariden isoliert von nahe verwandten Stämmen innerhalb der Bacillus cereus Gruppe. Die Ergebnisse einer Zellwandglykosylierungsanalyse von verschiedenen Stämmen aus der Bacillus cereus Gruppe zeigte...

Bacillus cereus, gold and associated elements in soil and other regolith samples from Tomakin Park Gold Mine in southeastern New South Wales, Australia

Reith, Frank; McPhail, Derry; Christy, Andrew
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
66.81%
Efficient exploration for new Au deposits is increasingly important as existing deposits become depleted. This is particularly relevant in Australia, where exploration can be difficult because of a thick regolith cover. New and effective methods of exploration need to be developed, and possibilities lie in geomicrobiological methods. For instance, Bacillus cereus, a common soil bacterium, has been shown to act as a biogeochemical indicator for concealed mineralisations, including vein-type Au deposits. We report the results of the first Australian case study of the association of B. cereus and Au at the Tomakin Park Gold Mine in southeastern New South Wales. Soil samples from the Ah horizon were analysed for B. cereus spores and 56 major and trace elements. The results show enrichment of Au, As, B. cereus spores and, to a lesser extent, Sb, Bi and Pb over the top of the Au deposit. Gold concentrations over the mineralisation range from 100 ppb to 1.1 ppm compared to a background of 2 ppb and As concentrations are enriched to 100 ppm from a background of 5 ppm. B. cereus spore counts were up to 10 times higher in soils with elevated concentrations of Au. Factor analysis indicates four main associations: TiO2 +lanthanides+actinides; CaO+MgO+Cs+Be+Ba(+Ga+Pb+Rb); B. cereus+Au+As+Sb+Bi(+Pb); Fe2O3+MnO+Co+Ni+Cu+Mo. Selective sequential leaching was used to study the fractionation of Au and As in soils...

Enterotoxigenic gene profiles of Bacillus cereus and Bacillus megaterium isolates recovered from honey

López,A. C.; Alippi,A. M.
Fonte: Revista argentina de microbiología Publicador: Revista argentina de microbiología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 EN
Relevância na Pesquisa
66.87%
One hundred and thirty two Bacillus cereus and 52 Bacillus megaterium isolates from honeys were evaluated for the presence of genes encoding enterotoxin HBL, enterotoxin-T, cytotoxin K and the NHE complex, respectively. The relationship between hemolytic and coagulase activity and its correlation with the presence of the four mentioned enterotoxins was determined by principal component analysis (PCA). PCA in B. cereus revealed a positive correlation among free coagulase, hemolysis and the presence of genes hblA, hblB, hblC, hblD (HBL complex) and bceT (enterotoxin-T), but no correlation with the clumping factor (bound coagulase) and the presence of sequences of the NHE complex. On the other hand, PCA in B. megaterium showed a high positive correlation between coagulase (bound and free) and the haemolytic activity but no correlation in relation to the presence of genes of the HBL complex, cytotoxin K, enterotoxin T and the NHE complex. To our knowledge, this is the first report of the detection of cytotoxin K and of the NHE complex genes in B. megaterium. The relationship between the coagulase activity and the presence of virulence factors has not been described before in the genus Bacillus, being this work the first report of this correlation. Interestingly...

Presencia de los genes de toxigenicidad nheA, nheBy nheC en cepas de Bacillus cereus aisladas de leches deshidratadas en Costa Rica

Rojas,Jonathan; Rodríguez-Rodríguez,Carlos E; Pérez,Cristian; Chaves,Carolina; Arias,María Laura
Fonte: Sociedad Latinoamericana de Nutrición Publicador: Sociedad Latinoamericana de Nutrición
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 ES
Relevância na Pesquisa
66.84%
La leche en polvo es un producto de alto consumo humano que no precisa de ser conservado en frío, no obstante, diversos microorganismos pueden deteriorarlo. En la población costarricense, también se observa este alto consumo, por la facilidad del alimento para transporte, preparación y su costo competitivo. Bacillus cereus es una bacteria potencialmente patógena asociada a este tipo de producto, capaz de desarrollar toxinas dependiendo de la presencia o ausencia de los respectivos genes codificantes. En este estudio se determinó la presencia de los genes toxigénicos nheA, nheB y nheC en cepas de B. cereus aisladas de leche deshidratada vendida en el mercado nacional costarricense.Se examinaron cinco lotes diferentes, de diez marcas comerciales de leche en polvo distribuidos en el área metropolitana de San José Costa Rica. Se procedió a cuantificar B. cereus en las muestras de leche en polvo mediante la técnica de Número Más Probable (NMP) e identificar los aislamientos utilizando el equipo automatizado Vitek®. Adicionalmente, se determinó la presencia de los genes nheA, nheB y nheC mediante la técnica de PCR. La frecuencia de aislamiento de Bacillus cereus en las muestras de leche en polvo analizadas alcanzó un 50%...