Página 1 dos resultados de 123 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Aplica????o do m??todo Battelle na avalia????o do impacto ambiental da bacia hidrogr??fica do Rio Piabanha

Kling, Ana Silva Mendes
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.65%
Esta pesquisa avaliou os impactos ambientais que originam a polui????o e o comprometimento dos recursos naturais da bacia hidrogr??fica do rio Piabanha, localizada na regi??o serrana do Rio de Janeiro. O modelo de desenvolvimento adotado associado ?? r??pida urbaniza????o ocorrida nas sete cidades que formam esta bacia, acarretam uma s??rie de problemas ambientais e na qualidade de vida da popula????o. Esta disserta????o introduz este assunto especial na Escola Nacional de Sa??de P??blica S??rgio Arouca e no cen??rio nacional, na busca de contribuir ao desenvolvimento de ferramentas de avalia????o de impacto ambiental, assim, aplicando o M??todo de Battelle, de forma a quantificar os par??metros de impactos ambientais e definir um ??ndice de impacto global. Tamb??m ?? importante real??ar que os agentes causadores da degrada????o ambiental repercutem, diretamente, na sa??de da popula????o.

Degrada????o ambiental e perspectivas de sa??de: um olhar retrospectivo sob a sub-bacia hidrogr??fica do canal do Cunha

Amaral, Lu??s Cesar Peruci do
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
66.65%
O trabalho se prop??e a compreender as rela????es entre o processo de ocupa????o do solo e seu estado de degrada????o (e/ou conserva????o). Nesta dire????o, adota como unidade de an??lise asub-bacia hidrogr??fica urbana do Canal do Cunha, enfatizando em ??ltima inst??ncia o corpo d ??gua como testemunho dos sucessivos impactos que sofreu, oriundos das caracter??sticas da ocupa????o daquele s??tio e das marcas impressas no territ??rio como conseq????ncia desta denominada evolu????o urbana. Dessa forma, o estudo resgata um apanhado da problem??tica urbano-ambiental e de sua inser????o na din??mica do capitalismo perif??rico, onde a aus??ncia de pol??ticas p??blicasadequadas viabilizou, ao longo das d??cadas, a excessiva estratifica????o social da ??rea, com a inadequada ou insuficiente aloca????o de investimentos, que se traduziu na crescentedeteriora????o da sub-bacia. Trata-se, portanto, de uma an??lise comparativa entre o processo de uso e ocupa????o do solo (hist??ria do lugar), a degrada????o do s??tio (preju??zos ?? sa??de ambiental) e as caracter??sticas de sua popula????o (condi????es de vida e altera????es nas rela????es end??mico-epid??micas),fundamentando, por fim, as bases conceituais e filos??ficas que devem, a posteriori...

Gest??o integrada de bacias hidrogr??ficas e zonas costeiras no Brasil: implica????es para a regi??o hidrogr??fica Amaz??nica

Nicolodi, Jo??o Luis; Zamboni, Ademilson; Barroso, Gilberto Fonseca
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
As bacias hidrogr??ficas exorr??icas est??o conectadas ?? zona costeira por fluxos hidrol??gicos como ??gua, sedimento, mat??ria org??nica e inorg??nica, e esp??cies biol??gicas que, em parte, condicionam a din??mica do ambiente marinho adjacente. Diversas atividades humanas desestabilizam a integridade dos ecossistemas costeiros e colocam em risco a provis??o dos bens e servi??os proporcionados por estes sistemas. A necessidade de abordagens integradas de gest??o do cont??nuo fl??viomarinho tem sido reconhecida em diversos f??runs e programas internacionais de conserva????o e de desenvolvimento sustent??vel. No Brasil, a C??mara T??cnica de Integra????o da Gest??o de Bacias Hidrogr??ficas e dos Sistemas Estuarinos e Zona Costeira ??? CTCOST do Conselho Nacional de Recursos H??dricos ??? CNRH tem fomentado a integra????o dos instrumentos de gest??o destas duas pol??ticas. A premissa b??sica ?? considerar o gradiente fl??vio-marinho como interconex??o entre o continente e o oceano, com o sistema estuarino funcionado como unidade de interface da gest??o integrada. O maior desafio para gest??o integrada ?? delimitar o sistema estuarino que apresenta limites difusos quanto aos gradientes de salinidade e par??metros correlacionados. Os problemas de delimita????o do sistema estuarino parecem ser intang??veis para sistemas de drenagem de grande porte. No entanto...

Gest?o integrada de recursos h?dricos - o caso da bacia hidrogr?fica do Rio Doce

Domingues, Lilian M?rcia
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.81%
O desenvolvimento econ?mico e a ampla utiliza??o da ?gua como parte imprescind?vel dos processos produtivos acarretaram na degrada??o acelerada dos mananciais e escassez em muitas regi?es no mundo, raz?o pela qual o tema ?Gest?o Integrada de Recursos H?dricos (GIRH)? tem ganhado mais for?a e import?ncia nos ?ltimos anos. No Brasil, na bacia do rio Doce ? bacia de dom?nio da Uni?o, com cerca de 86% de sua ?rea pertencente ao Estado de Minas Gerais e 14% ao Esp?rito Santo, o processo de GIRH vem sendo implementado. A partir da necessidade comum destes Estados e da Uni?o em preparar seus Planos de Recursos H?dricos, foram reunidos esfor?os com outros atores sociais da bacia para a elabora??o do Plano Integrado de Recursos H?dricos ? PIRH - e dos Planos de A??es para as bacias afluentes ? PARHs, culminando na celebra??o de um Conv?nio de Integra??o - ?Pacto das ?guas? - para uma gest?o compartilhada. A avalia??o do processo de integra??o na gest?o dos recursos h?dricos desta importante bacia hidrogr?fica brasileira baseou-se nas treze fundamentais ?reas de mudan?a em GIRH e sua caixa de ferramentas, defendidas pela Parceria Mundial da ?gua (GWP) como um importante caminho para a gest?o mais coordenada dos recursos h?dricos. O PIRH-Doce...

Influ?ncia da minera??o na geoqu?mica das ?guas superficiais e dos sedimentos no alto curso da bacia do Ribeir?o Mata Porcos, Quadril?tero Ferr?fero ? Minas Gerais.

Mendon?a, Fellipe Pinheiro Chagas
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.53%
O presente estudo avaliou a influ?ncia de diferentes atividades de minera??o na cabeceira da bacia hidrogr?fica do ribeir?o Mata Porcos. Ainda que reconhecidamente uma ?rea em que os empreendimentos miner?rios possuem elevada signific?ncia, a regi?o carece de trabalhos mais aprofundados buscando compreender a rela??o entre a geologia, as minas e os recursos h?dricos. Para tanto, o monitoramento de par?metros de qualidade das ?guas, bem como a concentra??o de elementos qu?micos nas ?guas e nos sedimentos de leito foram avaliados ao longo de quatro campanhas trimestrais, realizadas no per?odo entre setembro de 2010 e junho de 2011. As amostras foram coletadas nos principais cursos d??gua na regi?o: ribeir?o do Silva, c?rrego Benevides, ribeir?o Ar?des e alguns dos tribut?rios mais importantes. Os par?metros f?sico-qu?micos determinados nas ?guas foram: pH, Eh, oxig?nio dissolvido, condutividade el?trica, s?lidos totais dissolvidos, turbidez, alcalinidade, sulfato e cloreto. Nas ?guas e nos sedimentos, a concentra??o de elementos qu?micos maiores e tra?o foi analisada por ICP-OES. Os dados foram submetidos ?s an?lises estat?sticas uni e multivariada, sendo a an?lise por principais componentes ? PCA a principal ferramenta utilizada na discrimina??o das amostras. As ?guas apresentaram-se...

Gest?o participativa dos recursos h?dricos: uma an?lise da forma??o, da consolida??o e do funcionamento do subcomit? da bacia hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata.

Guedes, Bruna de F?tima Pedrosa
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
77.09%
Este trabalho ? o resultado do interesse em conhecer e analisar o novo modelo de erenciamento dos recursos h?dricos no Brasil, proposto pela Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, em 1997, em substitui??o ao antigo C?digo das ?guas, de 1934. Com foco na gest?o descentralizada e participativa dos recursos h?dricos, em que colaboram o Poder P?blico, os usu?rios e a sociedade civil, a Lei Federal n? 9.433/97 estabelece que a bacia hidrogr?fica ? a unidade territorial fundamental para a implementa??o da Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, bem como para a atua??o do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos H?dricos, com vistas ? promo??o de uma pol?tica p?blica que respeite as diverg?ncias e singularidades dos cen?rios sociais, econ?micos e ambientais que comp?em a bacia. O trabalho n?o aborda apenas alegisla??o pertinente e as diretrizes estabelecidas no plano federal e no Estado de Minas Gerais, mas tamb?m cont?m um estudo de caso sobre a bacia hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata, localizada na vertente norte da Regi?o Metropolitana de Belo Horizonte, destacando o trabalho e a atua??o do Comit? da Bacia Hidrogr?fica do Rio das Velhas, do Subcomit? da Bacia Hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata e do Projeto Manuelz?o. __________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This research is the result of an interest in knowing and analyzing the new Brazilian hydro resources management...

Modelo de processo participativo de enquadramento aplicado a bacias hidrogr?ficas urbanas: bacia do Tucunduba - PA

SANTOS, Ver?nica Jussara Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
77.04%
O enquadramento de corpos d??gua ? um instrumento legal do arcabou?o da legisla??o ambiental brasileira contemplado na Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, por meio da Lei 9.433/97. A presente disserta??o apresenta um modelo de enquadramento participativo aplicado a bacias urbanas, com aplica??o na Bacia Hidrogr?fica do Igarap? Tucunduba, em Bel?m/PA. A metodologia desenvolvida baseou-se em cinco etapas, que tiveram como base: a pesquisa bibliogr?fica em fontes diversas; o resgate dos trabalhos j? desenvolvidos na bacia que empregaram metodologias informacionais de suporte ? decis?o; a elabora??o do diagn?stico do uso e da ocupa??o do solo e dos recursos h?dricos na bacia hidrogr?fica; a realiza??o das oficinas de enquadramento com os atores locais; a aplica??o do sofware Decision Explore como um Sistema de Suporte a Decis?o (SSD), utilizado para organizar os dados gerados nas oficinas; o resgate dos trabalhos sobre qualidade da ?gua realizados na bacia do Tucunduba, e por fim a defini??o da proposta de enquadramento participativo, com base na a classifica??o atual do corpo h?drico e nos usos futuros para a bacia do Tucunduba. Com base no reconhecimento de campo, nas discuss?es sobre os usos atuais e sobre as expectativas dos atores locais em rela??o ao futuro da qualidade ambiental da bacia e na avalia??o dos dados de qualidade de ?gua na bacia obtidos...

Marchas e contramarchas na luta pela moradia na Terra Firme (1979-1994)

ALVES, Edivania Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
A disserta??o historiou a luta pela moradia desenvolvida na Bacia Hidrogr?fica do Igarap? Tucunduba, especificamente no bairro da Terra Firme entre os anos de 1979 a 1994. A pesquisa teve como prop?sito analisar as contribui??es produzidas nesse processo, que projetaram elementos de resist?ncia e organiza??o social por parte dos moradores daquele lugar. Utilizamos prioritariamente fontes jornal?sticas e entrevistas com lideran?as. Durante a d?cada de oitenta, acontecimentos pol?ticos agitaram o pa?s, promovidos pelo retorno das multid?es ?s pra?as e colocaram na ordem do dia um conjunto de demandas sociais, dentre as quais a reforma urbana. Em Bel?m, o Movimento de Titula??o e Urbaniza??o da ?rea do Tucunduba ? MOTUAT, tornou-se uma das refer?ncias sociais ao tornar-se representante das reivindica??es populares na luta pelo direito de morar em terras consideradas da Universidade Federal do Par? - UFPA.; ABSTRACT: The dissertation examines the struggle for housing developed in the area Tucunduba River Watershed, specifically in the Terra Firme between the years 1979 to 1994. The research aimed to analyze the contributions produced in the process, they designed for resistance and social organization by the residents of that place. We use primarily journalistic sources and interviews with leaders. During the eighties...

Condi??es s?cio-ambientais da bacia hidrogr?fica do rio Caet? (Par?, Brasil)

GUIMAR?ES, Danielly de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.87%
A aus?ncia de gerenciamento em bacias hidrogr?ficas, na regi?o Amaz?nica, tem afetado seus recursos h?dricos nos ?ltimos anos. Por esta raz?o, esta tese visa estudar os aspectos sociais e ambientais de dezoito comunidades rurais ao longo da Bacia Hidrogr?fica do Caet?, bem como o efeito da descarga de ?gua residual lan?ada no estu?rio do Caet? e no rio Cereja, na cidade de Bragan?a. A metodologia adotada para o levantamento do perfil socioecon?mico e das condi??es de vida e moradia foi baseada na aplica??o de question?rios estruturados e semi-estruturados. Em algumas comunidades, a produ??o dom?stica de lixo foi estimada e catalogada, em 20% das resid?ncias. Quanto ? qualidade da ?gua subterr?nea, an?lises das vari?veis f?sicoqu?micas e microbiol?gicas (turbidez, cor real, cor aparente, pH, temperatura, ferro dissolvido, nutrientes dissolvidos, coliformes termotolerantes e coliformes totais) foram realizadas nos principais po?os que abastecem as comunidades rurais estudadas. Coletas oceanogr?ficas (com medidas de vari?veis hidrol?gicas e hidrodin?micas) como tamb?m an?lises microbiol?gicas foram realizadas nas ?reas mais urbanizadas do estu?rio do Caet? e do rio Cereja, para caracterizar a qualidade das ?guas nos setores estudados. Os principais impactos ambientais foram identificados...

Varia??o da precipita??o por m?todo de interpola??o geoestat?stica

LOUREIRO, Glauber Epifanio; FERNANDES, Lindemberg Lima
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.58%
Este artigo analisa a varia??o da precipita??o na bacia hidrogr?fica Tocantins-Araguaia no per?odo de duas d?cadas, tomando como base as esta??es pluviom?tricas do banco de dados HidroWeb, da Ag?ncia Nacional de ?guas, nos anos de 1983, 1993 e 2003. As informa??es foram sistematizadas e tratadas a partir de m?todos hidrol?gicos como m?todo de contorno e interpola??o por krigagem ordin?ria. O tratamento considerou a consist?ncia dos dados das esta??es e os per?odos de estudo. Os resultados demonstraram que o volume total de ?gua precipitada anualmente n?o se alterou significativamente nos 20 anos estudados, ocorrendo, no entanto, uma significativa varia??o em sua distribui??o espacial. Analisando-se as isoietas e o volume precipitado constatou-se que houve deslocamento da precipita??o, no sentido Tocantins Baixo (TOB) aproximadamente de 10% do volume total precipitado. Tal deslocamento pode estar ligado a mudan?as globais e/ou pode ser causado por atividades antr?picas ou fen?menos naturais regionais, cuja an?lise foge ao escopo deste trabalho.; ABSTRACT: This article analyses the variation of rainfall in the Tocantins-Araguaia hydrographic region in the last two decades, based upon the rain gauge stations of the ANA (Brazilian National Water Agency) HidroWeb database for the years 1983...

Subs?dios a constru??o do plano de manejo da bacia hidrog?fica do Rio Irituia no munic?pio de Irituia-Par?

CARMO, Sheyla Renata da Silva do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
A utiliza??o dos recursos naturais de forma irracional tem causado uma preocupa??o crescente em todas as regi?es do planeta. Sugerir estrat?gias que compatibilize o desenvolvimento com preserva??o desses recursos torna se o principal desafio da gest?o ambiental. Os recursos h?dricos por serem amplamente utilizados e essenciais ? vida necessitam de gerenciamento para garantir sua manuten??o. No munic?pio de Irituia, localizado no nordeste paraense, a a??o antr?pica na paisagem natural, inclusive na mata ciliar (?rea de Preserva??o Permanente), para produ??o agr?cola, pastagem ou extra??o madeireira, tem ocasionado s?rios problemas ambientais e socioecon?micos, como o assoreamento de rios, isolamento nas comunidades, preju?zo causados com as constantes enchentes dos rios, entre outros. A popula??o local, juntamente com o poder publico municipal, reconhecem o dano ambiental e social causado nas diversas comunidades do munic?pio com anos de desmatamento, desta forma esta pesquisa fornece subs?dios para elabora??o do plano de gerenciamento da bacia hidrogr?fica no rio Irituia fornecendo instrumentos e a??es s?cio educacionais para reverter o quadro de degrada??o e propor a recupera??o deste importante ecossistema.; ABSTRACT: The use of natural resources irrationally has caused a growing concern in all regions of the planet. It suggests strategies that reconcile development with preservation of these resources makes up the main challenge of environmental management. Water resources to be widely used and essential life management need to ensure its maintenance. In the municipality of Irituia...

Aplica??o da RUSLE a uma pequena bacia hidrogr?fica da Amaz?nia

SANTOS, Diego Benvindo Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.71%
A Amaz?nia vem sofrendo severas mudan?as provocadas por atividades antr?picas, dentre as quais se destaca a transforma??o de ?reas de floresta em ?reas de uso agropecu?rio, resultando na intensifica??o dos processos erosivos. A eros?o, com destaque ao arraste de part?culas pelo escoamento superficial, causa redu??o da fertilidade do solo, prejudicando a produtividade agr?cola, al?m de impactar a qualidade e quantidade dos recursos h?dricos superficiais, fato agravado pelo forte regime pluviom?trico e solos naturalmente pobres da regi?o. Nesse contexto, o conhecimento dos processos erosivos, atrav?s da utiliza??o de modelos matem?ticos para predi??o da perda de solo, auxilia na determina??o de pr?ticas de manejo para o uso sustent?vel dos recursos naturais. A presente pesquisa buscou avaliar a aplicabilidade do modelo emp?rico RUSLE (Revised Universal Soil Loss Equation) na regi?o, o qual considera a intera??o entre a energia da chuva, as caracter?sticas de solo e relevo, assim como os usos e manejos praticados. A pesquisa aplicou a RUSLE no trecho superior da bacia do igarap? da Prata, com uma ?rea aproximada de 37 km?, que fica localizada no munic?pio de Capit?o Po?o/PA, aproximadamente 160 km da capital Bel?m, na Meso Regi?o Nordeste Paraense. A metodologia empregada constou da constru??o de uma base de dados georreferenciada...

Paleoambiente e proveni?ncia da forma??o cabe?as da bacia do Parna?ba: evid?ncias da glacia??o famenniana e implica??es na potencialidade do reservat?rio

BARBOSA, Roberto C?sar de Mendon?a
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
56.72%
O hist?rico de prospec??o de hidrocarbonetos da Bacia Paleozoica do Parna?ba, situada no norte-nordeste do Brasil, sempre foi considerado desfavor?vel quando comparado aos super-reservat?rios estimados do Pr?-Sal das bacias da Margem Atl?ntica e at? mesmo interiores, como a Bacia do Solim?es. No entanto, a descoberta de g?s natural em dep?sitos da superseq??ncia mesodevoniana-eocarbon?fera do Grupo Canind?, que incluem as forma??es Pimenteiras, Cabe?as e Long?, impulsionou novas pesquisas no intuito de refinar a caracteriza??o paleoambiental, paleogeogr?fica, bem como, entender o sistema petrol?fero, os poss?veis plays e a potencialidade do reservat?rio Cabe?as. A avalia??o faciol?gica e estratigr?fica com ?nfase no registro da tect?nica glacial, em combina??o com a geocronologia de zirc?o detr?tico permitiu interpretar o paleoambiente e a proveni?ncia do reservat?rio Cabe?as. Seis associa??es de f?cies agrupadas em sucess?es aflorantes, com espessura m?xima de at? 60m registram a evolu??o de um sistema deltaico Devoniano influenciado por processos glaciais principalmente no topo da unidade. 1) frente deltaica distal, composta por argilito maci?o, conglomerado maci?o, arenito com acamamento maci?o, lamina??o plana e estratifica??o cruzada sigmoidal 2) frente deltaica proximal...

Paleoambiente da forma??o mosquito e a implanta??o do sistema des?rtico ?mido da forma??o corda, jur?ssico superior, Centro-Oeste da Bacia do Parna?ba

RABELO, Cleber Eduardo Neri
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.54%
O Mesoz?ico foi marcado por mudan?as geol?gicas significativas, decorrentes de soerguimentos resultante da orogenia Gonduanide, que possibilitou a implanta??o de sistemas des?rticos concomitantemente com expressivos eventos magm?ticos. Na Bacia do Parna?ba, Nordeste do Brasil, estes eventos est?o registrados nas unidades silicicl?sticas do Tri?ssico, os arenitos da Forma??o Samba?ba, representadas pelos derrames bas?lticos e arenitos fluviais e e?licos subordinados da Forma??o Mosquito e pelos arenitos fl?vio-e?licos da Forma??o Corda. O estudo de f?cies e estratigr?fico realizado em afloramentos e testemunhos de sondagem na regi?o entre Formosa da Serra Negra e Montes Altos, Estado do Maranh?o, possibilitou reconstituir o paleoambiente do topo da Forma??o Mosquito e da Forma??o Corda, e inferir condi??es paleoclim?ticas para a por??o centro-oeste da Bacia do Parna?ba durante o Jur?ssico. Foram identificadas vinte f?cies sedimentares agrupadas em cinco associa??es de f?cies (AF) representativas de uma plan?cie vulc?nica com dep?sitos fluviais espor?dicos e arenitos e?licos subordinados (AF1-Forma??o Mosquito), sucedida pela instala??o de um sistema des?rtico ?mido (AF2-AF5; Forma??o Corda). A plan?cie vulc?nica (AF1) constitui derrames bas?lticos intercalados com arenitos finos a grossos (arenitos intertrap) compostos por gr?os arredondados a subangulosos de quartzo...

Morphological and hematological studies of Trypanosoma spp. infecting ornamental armored catfish from Guam? River-PA, Brazil

FUJIMOTO, Rodrigo Yudi; NEVES, Mikaelle de Souza; SANTOS, Rud? Fernandes Brand?o; SOUSA, Natalino da Costa; COUTO, M?rcia Val?ria Silva do; LOPES, Josiane N. S.; EIRAS, Jorge Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.58%
Um total de 281 esp?cimes de peixes ornamentais de ?gua doce - das esp?cies Leporacanthicus galaxias, Lasiancistrus saetiger, Cochliodon sp., Hypostomus sp., Pseudacanthicus spinosus, Ancistrus sp. e Rineloricaria cf. lanceolata - foram capturados na bacia hidrogr?fica do rio Guam?, Par?, Brasil. A infec??o por Trypanosoma spp. foi inspecionada. A caracteriza??o morfol?gica e morfom?trica dos parasitas e os par?metros hematol?gicos foram determinados. Todas as esp?cies foram infectadas e todos os esp?cimes de Leporacanthicus galaxias e Pseudacanthicus spinosus estavam parasitados. As outras esp?cies mostraram uma preval?ncia vari?vel da infec??o. Os parasitas mostraram claramente morfotipos e dimens?es diferentes, e provavelmente, pertencem a esp?cies diferentes. A resposta hematol?gica ? infec??o variou de acordo com o hospedeiro. Em Cochliodon sp. n?o houve diferen?a entre peixes infectados e n?o infectados. Em outras esp?cies diversas modifica??es em alguns par?metros hematol?gicos foram encontrados, mas aparentemente sem causar doen?a. Ressalta-se a possibilidade de introdu??o de parasitas em novos ambientes devido aos movimentos artificiais destes peixes ornamentais.; ABSTRACT: A total of 281 specimens of freshwater armored ornamental fish species (Leporacanthicus galaxias...

Contribui??o do cadastro ambiental rural na conserva??o de recursos naturais nos limites de duas bacias hidrogr?ficas amaz?nicas

MONTEIRO, Felipe Freire
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.75%
A convers?o de floresta prim?ria para outros usos alternativos do solo vem ocorrendo aceleradamente na regi?o amaz?nica. Esse processo tem ocorrido em grande parte por conta do desenvolvimento da atividade pecuarista, agricultura em larga escala e de subsist?ncia, explora??o madeireira comercial e minera??o. Nesse contexto, a fim de promover a conserva??o dos recursos naturais, o Governo brasileiro adotou o sistema de unidades de conserva??o, terras ind?genas e quilombolas. Al?m disso, foram criados instrumentos como o Cadastro Ambiental Rural ? CAR objetivando mapear e monitorar as propriedades rurais quanto ao atendimento do disposto no C?digo Florestal brasileiro, considerando principalmente as ?reas com restri??o legal ao uso do solo. Assim, esta pesquisa procurou avaliar a capacidade das ?reas de reserva legal em garantir a conserva??o dos recursos naturais em propriedades rurais, utilizando-se para tanto dados do CAR e produtos tem?ticos de uso e cobertura da terra oriundos de projetos institucionais federais. Para isto, foram avaliadas duas bacias amaz?nicas, considerando os princ?pios de ecologia de paisagem e com o uso de m?tricas de paisagem. Os resultados apontam duas ?reas com caracter?sticas diferenciadas, sendo uma de maior capacidade de conserva??o de recursos e outra mais fragmentada...

Avalia??o quantitativa da din?mica espa?o-temporal da precipita??o na regi?o hidrogr?fica Tocantins-Araguaia

LOUREIRO, Glauber Epifanio
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
77.06%
A an?lise do comportamento da precipita??o em uma bacia hidrogr?fica ? fundamental para a engenharia e gerenciamento dos recursos h?dricos. A Regi?o Hidrogr?fica Tocantins-Araguaia (RHTA) pela sua ocupa??o recente e potencialidades econ?micas, ganha destaque no cen?rio nacional. Este trabalho avalia quantitativamente a din?mica espa?o-temporal da precipita??o anual nesta regi?o durante um per?odo de 30 anos de dados. A din?mica da precipita??o pode ser analisada pelo c?lculo da precipita??o m?dia em uma dada ?rea, compondo assim mapas de isoietas de precipita??o anual. No entanto, a confec??o destes mapas requer um m?todo de interpola??o que melhor represente as caracter?sticas pluviom?tricas em locais n?o amostrados para posterior an?lise quantitativa do comportamento da precipita??o. Para tanto, foram realizados an?lises explorat?rias descritivas amostral e espacial como requisito de estacionaridade do m?todo de interpola??o geoestat?stico, ajuste e valida??o do modelo te?rico que se ad?que ao variograma de precipita??o anual. Ap?s a confec??o do mapa de isoietas pelo m?todo de Krigagem Ordin?ria (sem tend?ncia) e Krigagem Universal (com tend?ncia) foi realizado o c?lculo do volume precipitado na regi?o hidrogr?fica pelo m?todo dos contornos. A din?mica espacial da precipita??o foi realizada com base na an?lise da estat?stica descritiva...

Metodologia para o gerenciamento integrado saud?vel dos res?duos s?lidos da bacia da estrada nova do munic?pio de Bel?m/PA

PINHEIRO, Janary Fonseca
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.77%
O presente trabalho tem o objetivo de criar uma metodologia para o Gerenciamento Integrado dos Res?duos S?lidos (GIRS) que associa a pr?tica pertinente ao tema, com programas que envolvam a comunidade, no sentido de manter o meio ambiente limpo e saud?vel, tendo como cen?rio o munic?pio de Bel?m, especificamente a Bacia Hidrogr?fica da Estrada Nova (BHEN). Objetiva tamb?m identificar porqu?, apesar da BHEN possuir coleta de res?duos e servi?os de limpeza realizada pela Secretaria Municipal de Saneamento (SESAN), a mesma permanece, constantemente, suja, principalmente, de lixo e entulho lan?ados nas vias p?blicas e canais de drenagem dessa bacia. A pesquisa de campo consistiu de entrevistas com os principais atores desse trabalho, a comunidade da BHEN. Inova no munic?pio um modelo de programas de participa??o da popula??o com o nome de Cidadania e Participa??o Ativa da Comunidade (CIPAC) propondo 20 programas: Mascote da educa??o ambiental; Boteco em boteco; Eu amo minha cidade; Al? comunidade; TV SOS ?Meio ambiente?; R?dio ?Desperta comunidade; Coral e teatro ?Reciclar?; Educa m?vel; Coleta seletiva nas escolas; O meio ambiente pede carona; Centro de mem?ria; A escola do lixo; Conhecer o lixo; Comunidade nota 10; Futuro verde; Coleta seletiva ?porta a porta? Implanta??o dos LEVs; Cria??o das unidades b?sicas ecol?gicas; Cria??o da central de reciclagem de entulho; Cria??o das unidades de triagem de materiais recicl?veis; Cria??o das cooperativas de catadores e carroceiros. Faz uma previs?o de investimentos para implanta??o e manuten??o desses programas assim como o retorno do investimento aplicado com a implanta??o. Como resultado...

Uso optimal do territ?rio de bacia hidrogr?fica com fundamentos no conceito de geoci?ncias agr?rias e ambientais ? bacia do ribeir?o Entre Ribeiros no vale do rio Paracatu.

Gomes, Lawrence de Andrade Magalh?es
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.94%
A agricultura oferece um desafio ? humanidade n?o somente no que diz respeito ? produ??o, mas, sobretudo ? n?o destrui??o dos sistemas naturais nos quais est? inserida e faz parte, a saber, a bacia hidrogr?fica e os ecossistemas associados. Nesse sentido, faz-se necess?rio adotar e perseguirmodos de conjuga??o da atividade econ?mica com a geo-ecologia para um processo de sustenta??o tanto dos sistemas naturais quanto dos aspectos econ?micos inerentes e desenvolvidos nestas regi?es. A bacia do Ribeir?o Entre Ribeiros, pertencente ao Vale do Rio Paracatu, afluente da margem esquerda no m?dio curso do Rio S?o Francisco, ocupada basicamente pela atividade agr?cola, ? um caso claro onde uma interven??o abrupta sobre o ambientenatural foi proferida, haja visto que v?rias condi??es geo-ambientais n?o foram e n?o t?m sido devidamentecontempladas e respeitadas. Os reflexos, em decorr?ncia do intenso e, muitas vezes, inadequado uso, apresentam, atualmente, um baixo grau de conserva??o ambiental, com conseq??ncias sobretudo nos recursos h?dricos, na vegeta??o e na fauna. Soma-se a isso, o fato de que a maior parte dos produtores rurais da bacia se encontra, hoje, em uma situa??o econ?mica extremamente delicada...

Avalia??o da evolu??o do comit? de bacia hidrogr?fica do Rio Piracicaba/MG

Cruz, Lucas Paiva
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.81%
O Comit? de Bacia Hidrogr?fica (CBH) pode ser visto como uma arena pol?tica de discuss?o, cujo processo de participa??o ser? maior ou menor, dependendo de sua forma de constitui??o e de funcionamento, da postura de seus membros e interesses envolvidos. Este trabalho procura fazer uma an?lise do processo de constru??o e evolu??o do CBH do rio Piracicaba/MG. Faz-se um relato de sua hist?ria, desde a mobiliza??o social at? o final de 2008, discutindo a import?ncia deste para a sociedade e o seu grau de evolu??o ? luz da Lei n0 9433/97 e frente a outros comit?s do Brasil. O CBH Piracicaba/MG precisa efetivamente se organizar melhor democraticamente e politicamente. Mas ? correto salientar que a cria??o deste ? recente e a sua maturidade s? vir? com o passar dos anos. Na an?lise do Comit?, considerou-se a gest?o da ?gua sob dois focos: integrativo e do processo de pol?tica p?blica. Quanto ao primeiro, no ?mbito do Comit?, a visualiza??o dos problemas privilegia aspectos econ?micos, hidrol?gicos e ambientais, havendo necessidade de aprofundar os aspectos s?cio-culturais. Quanto ao segundo, todavia n?o foram incorporados instrumentos que viabilizem o acompanhamento e a avalia??o de resultados, de modo a medir a efetividade das a??es que forem empreendidas. O trabalho foi realizado com base em um estudo quali-quantitativo...