Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

O poema em sala de aula: a vez e a voz do leitor; Poem in classrooms: readers time and voice

Santos, Leonaldo Batista dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
45.72%
Esta dissertação é resultado de uma pesquisa realizada sobre a recepção de poemas na disciplina de Língua Portuguesa na educação básica. A fim de investigar como leitores de diferentes faixas etárias responderiam aos mesmos textos, considerado seu estágio de formação escolar, selecionamos dez poemas de autores brasileiros, que foram lidos por três turmas de alunos, uma turma de 6º e uma de 9º ano do ensino fundamental primeira série do ciclo III, e última do ciclo IV, respectivamente e uma turma de 3º ano do ensino médio, diante das quais o professor adotou os mesmos critérios metodológicos. Os poemas selecionados foram: Dos desenganos da vida humana, metaforicamente, de Gregório de Matos; Acidente, de José Paulo Paes; Porquinho-da-índia, O bicho, Trem de ferro e Pneumotórax, de Manuel Bandeira; A omelete, de Dirceu Villa; Soneto de fidelidade, de Vinícius de Moraes; Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade; e pluvial/fluvial, de Augusto de Campos. Cada um desses textos, dotado de especificidades tanto em sua forma quanto em seu conteúdo, constitui uma expressão poética distinta, a qual se abre para várias possibilidades de interpretação, de acordo com o repertório de cada leitor, sendo justamente esse o critério utilizado para sua seleção. Encontra-se no centro de nossas preocupações a didática adotada pelo docente para a realização da aula de leitura de poesia...

Síntese e caracterização de perovesquites do sistema BiFeO3

Carvalho, Teresa Maria Tranchete de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.59%
Dissertação de Mestrado em Física e Química para o Ensino, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Os materiais multiferróicos, como o caso do BiFeO3, são bastante promissores em termos tecnológicos, possuindo uma potencial aplicação em sensores, memórias não voláteis e actuadores. A perovesquite BiFeO3 apresenta vantagens relativamente a outros compostos multiferróicos: elevada temperatura de Curie (TC=1100 K); elevada temperatura de Néel (TN=640 K); não contém chumbo na sua composição. No entanto a fase pura de BiFeO3 é difícil de sintetizar, formando simultaneamente diversas fases secundárias como Bi2O3, Bi2Fe4O9 e Bi25FeO39. Neste trabalho sintetizaram-se cerâmicos maciços de BiFeO3 através do método sol-gel com combustão de ureia, partindo de uma mistura estequiométrica de Bi2O3 e Fe2O3. O pó obtido foi calcinado a diferentes temperaturas (300-840ºC) e diferentes tempos (1-64 horas) para investigar quais as melhores condições de síntese do material. O material obtido foi analisado por termogravimetria, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier, difracção de raios X, microscopia electrónica de varrimento e microscopia electrónica de transmissão. Investigaram-se também os efeitos da dopagem de lantânio na estrutura cristalina...

Geografia e literatura : uma leitura interdisciplinar do Recife através da poesia de Manuel Bandeira, Carlos Pena Filho e João Cabral de Melo Neto

Nogueira Lins, Juarez; Joachim, Sébastien (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.78%
Este texto é um estudo interdisciplinar, no qual se inter-relacionam os pressupostos teóricos da Literatura e da Geografia, objetivando ampliar as possibilidades de interpretação de um mesmo espaço a partir de duas leituras. A cidade do Recife, este espaço, é o objeto de estudo, e as fontes são obras literárias - poemas - de três poetas recifenses: Manuel Bandeira, Carlos Pena Filho e João Cabral de Melo Neto. Os textos destes poetas tiveram como fonte de inspiração a paisagem geográfica, portanto, uma análise geográfica do poema é relevante para o estudo literário. Da mesma forma, a representação que os poetas fizeram desta paisagem geográfica traz elementos novos para o estudo geográfico. São duas leituras sobre a cidade, leituras que se complementam, com a literatura traduzindo o essencial das relações homem e espaço e a geografia subsidiando a interpretação dos textos literários que abordam o espaço recifense