Página 1 dos resultados de 41 itens digitais encontrados em 0.026 segundos

Nematicidal activity of Solanum nigrum and S. sisymbriifolium extracts against the root-lesion nematode Pratylenchus goodeyi and its effects on infection and gene expression

Correia, Margarida Cristina Camacho Pestana
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
36.05%
The control of Pratylenchus goodeyi a common nematode parasite of banana crop in Madeira Island can benefit from searching for natural nematicides through plants extracts. With this aim we submitted Solanum nigrum and S. sisymbriifolium dried plants to a sequential extraction in the solvent sequence of dichloromethane, acetone, ethanol and water, and to na aqueous extraction of the fresh and dried plants. Analyses with the extracts at several concentrations were used to assess mobility and mortality on P. goodeyi. Results showed that the water extract and aqueous extracts from both plants at a concentration of 10 mg/mL affected nematode mobility and caused mortality but the acetone extract from S. nigrum was the most efficient, causing 100% mortality whereas dichloromethane had no effect on P. goodeyi. Determination of the lipophilic and phenolic compounds present in the two most effective Solanum extracts (acetone and water) and in dichloromethane extract revealed that some of these compounds had nematicidal activity. S. nigrum acetone extract (10 mg/mL) was used to find out the nematicidal potential following the effect at gene expression level and nematode behaviour. Genes coding for calreticulin and beta-1,4- endoglucanase related to parasitism and translocon-associated protein putatively connected to stress were obtained and its relative expression assessed in nematodes exposed to the extract. Results revealed that expression of Pg-CRT decreased showing to influence the infection...

Artificial neural network modelling of the antioxidant activity and phenolic compounds of bananas submitted to different drying treatments

Guiné, Raquel P. F.; Barroca, Maria João; Gonçalves, Fernando J.; Alves, Mariana; Oliveira, Solange; Mendes, Mateus
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
35.98%
Bananas (cv. Musa nana and Musa cavendishii) fresh and dried by hot air at 50 and 70 °C and lyophilisation were analysed for phenolic contents and antioxidant activity. All samples were subject to six extractions (three with methanol followed by three with acetone/water solution). The experimental data served to train a neural network adequate to describe the experimental observations for both output variables studied: total phenols and antioxidant activity. The results show that both bananas are similar and air drying decreased total phenols and antioxidant activity for both temperatures, whereas lyophilisation decreased the phenolic content in a lesser extent. Neural network experiments showed that antioxidant activity and phenolic compounds can be predicted accurately from the input variables: banana variety, dryness state and type and order of extract. Drying state and extract order were found to have larger impact in the values of antioxidant activity and phenolic compounds.

Phenolics and Antioxidant Properties of Fruit Pulp and Cell Wall Fractions of Postharvest Banana (Musa acuminata Juss.) Cultivars

BENNETT, Richard N.; SHIGA, Tania M.; HASSIMOTTO, Neuza M. A.; ROSA, Eduardo A. S.; LAJOLO, Franco M.; Cordenunsi, Beatriz Rosana
Fonte: AMER CHEMICAL SOC Publicador: AMER CHEMICAL SOC
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.05%
Banana fruits are important foods, but there have been very few studies evaluating the phenolics associated with their cell walls. In the present study, (+) catechin, gallocatechin, and (-) epicatechin, as well as condensed tannins, were detected in the soluble extract of the fruit pulp; neither soluble anthocyanidins nor anthocyanins were present. In the soluble cell wall fraction, two hydroxycinnamic acid derivatives were predominant, whereas in the insoluble cell wall fraction, the anthocyanidin delphinidin, which is reported in banana cell walls for the first time, was predominant. Cell wall fractions showed remarkable antioxidant capacity, especially after acid and enzymatic hydrolysis, which was correlated with the total phenolic content released after the hydrolysis of the water-insoluble polymer, but not for the posthydrolysis water-soluble polymer. The acid hydrolysis released various monosaccharides, whereas enzymatic hydrolysis released one peak of oligosaccharides. These results indicate that banana cell walls could be a suitable source of natural antioxidants and that they could be bioaccessible in the human gut.; Portuguese national funding; FAPESP

"Avaliação do impacto de agrotóxicos em áreas de proteção ambiental, pertencentes à bácia hidrográfica do Rio Ribeira de Iguape, São Paulo. Uma contribuição à análise crítica da legislação sobre o padrão de potabilidade" ; ASSESSMENT OF THE IMPACT OF PESTICIDES IN ENVIRONMENTAL PRESERVATION AREAS FROM RIBEIRA DE IGUAPE RIVER, SÃO PAULO. CRITICAL CONTRIBUTION TO THE GUIDELINES FOR DRINKING-WATER STANDARDS.

Marques, Maria Nogueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
No presente trabalho estudou-se a qualidade de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Ribeira de Iguape, localizada na região sudeste do estado de São Paulo. Esta é a única bacia no estado de São Paulo onde a relação disponibilidade de água versus demanda é extremamente positiva. Na região está localizada a maior concentração de Mata Atlântica do país. Atualmente, a agricultura é a principal atividade econômica, destacando-se as culturas do chá e da banana. Avaliou-se o impacto da atividade agrícola na qualidade da água por meio da caracterização da água em áreas de captação superficial e da água destinada ao abastecimento público. Realizou-se uma análise de risco do potencial de contaminação por agrotóxicos em águas superficiais e subterrâneas, analisando as características físico-químicas dos princípios ativos, dos produtos utilizados na região, relacionando-as com os aspectos básicos de meteorologia, hidrologia e características do solo. Realizaram-se 6 campanhas, sendo 5 campanhas no período de março de 2002 a fevereiro de 2003 e uma em janeiro de 2004, em 10 municípios situados ao longo do Rio Ribeira de Iguape e seus principais afluentes. Avaliaram-se os resíduos dos carbamatos (aldicarbe...

Aplicações de secagem para o aproveitamento de resíduos da banana, visando sua aplicação na indústria

Villa Vélez, Harvey Alexander
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 88 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
46.27%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos - IBILCE; A banana é a fruta com maior produção mundial, sendo plantada em quase todos os continentes. Devido à grande oferta de banana no mercado, é notável a existência de problemas com a geração de resíduos causados por desperdícios (fruta sobremadura) e material celulósico gerado no cultivar. O presente trabalho tem como objetivo principal a aplicação do processo de secagem para resíduos do cultivar da banana nanica (Mussa spp. Haploide AAB ), visando seu possível aproveitamento na indústria. Resíduos de banana tipo nanica (casca, pedicelo, pedúnculo) e polpa foram caracterizados quimicamente, encontrando valores de cinza, umidade, matéria seca, proteína, lipídeos e carboidratos totais muito próximos à literatura. A relação entre o conteúdo de umidade e a atividade de água proporciona informações uteis para a armazenagem e processamento destes resíduos. Na pesquisa foram determinadas isotermas de desorção para casca, pedicelo e polpa de banana a seis temperaturas (20, 30, 40, 50, 60 e 70°C), na faixa de conteúdo de umidade entre 0...

Obtenção de banana nanica (Musa acuminata Colla subgrupo Cavendish) crocante a partir de secagem a alta temperatura; Obtaining Nanica banana (Musa acuminata Colla Cavendish subgroup) crunchy from the high-temperature drying

Kelly Hofsetz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.21%
Este trabalho estudou o processo de obtenção de banana nanica crocante através da secagem a altas temperaturas e curto período de tempo (HTST - High Temperature and Short Time). O processo consistiu de um pré-tratamento a 70°C durante 5 minutos, de uma etapa à alta temperatura (130°C, 1400C e 150°C) e curto tempo (9, 12 e 15 minutos) e de uma etapa à temperatura de 70°C até atividade de água em torno de 0,320. De modo a verificar a influência da etapa HTST no processo, montou-se um planejamento experimental fatorial 22 com 3 pontos centrais, cujas respostas do processo foram o grau de reidratação, o parâmetro k do modelo de Lewis (para a etapa HTST, 70°C e secagem completa) e a crocância, avaliada por medidas sensoriais e instrumentais de textura. O planejamento experimental resultou numa matriz com as condições de ensaios de 130°C-9min, 130°C-15min, 150°C-9min, 150°C-15min e três pontos centrais a 140°C-12min. Banana crocante foi obtida com as condições de 140°C-12min e 150°C-15min de etapa HTST, com atividade de água de 0,345 e 0,363, respectivamente. Os resultados mostram que o melhor grau de reidratação ocorreu para os tempos de 10 e 5 minutos e que existe uma significativa relação entre a crocância e a temperatura da fase HTST. Não foi possível encontrar um ajuste adequado ao parâmetro k do modelo de Lewis para a etapa HTST e a 70°C...

Efeito da composição quimica, origem e grau de maturação sobre cor e acrocanica da banana nanica obtida por secagem HTST.

Michelle Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.17%
A banana crocante, para ser consumida na forma de snacks, pode ser obtida através de secagem com ar a altas temperaturas por um curto período de tempo (HTST - High Temperature Short Time) na fase inicial de secagem, seguida da secagem à temperatura média (50-70°C). O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da composição química da banana nanica (Musa acuminata Colla subgrupo Cavendish), proveniente de duas origens e três graus de maturação sobre as características de crocância e cor do produto final, o qual foi obtido através de secagem utilizando a etapa HTST a 150°C. O indicador do ponto final do processo foi aw da banana crocante inferior a 0,3. As bananas foram trazidas da cidade de Registro (SP) e do município de Eldorado (SP) e utilizaram-se frutas com teor de sólidos solúveis nas seguintes faixas de °Brix: 18,9-19,5, 20,9-21,5 e 22,9-23,5. Nestas duas últimas faixas de °Brix, foram realizados ensaios de secagem em duplicata com bananas de Eldorado, e para bananas originárias de Registro, foram realizados ensaios em duplicata nas três faixas, totalizando 10 ensaios. Na matéria-prima foram determinados os teores de açúcares totais, açúcares redutores, amido, lipídios, cinzas e proteínas...

Extração, purificação e propriedades da polifenoloxidase da banana nanica Musa cavendishii, L

Maria Antonia Martins Galeazzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1978 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
A polifenoloxidase de banana nanica (Musa cavendishii L.) foi extraída da parte central da fruta semi-madura, em solução de tampão fosfato 0,2 M, pH 7,0, contendo II de PVP insolúvel e 0,5a de Triton X-100 por homogeneização em liquidificador na temperatura ambiente. 0 extrato bruto foi precipitado com 2 volumes de acetona previamente resfriada, e a mistura mantida a uma temperatura final de -13°C. O precipitado acetônico foi re-extraído com tampão fosfato pH 7,0, contendo 0,5% de Tri- ton X-100 e estocado a -40°C por 7 dias. O material insolúvel obtido apôs este período, foi eliminado por centrifugação a 12.062 x g por 15 minutos e o extrato, aplicado em coluna de Sephadex G-100 com refrigeração a 5°C. Após eluição da coluna com tampão fosfato 0,01 M, pH 7,0, a fração correspondendo ã maior atividade enzimática (FI:), liofilizada e aplicada em eletroforese de gel de poliacrilamida, deu origem a três bandas ativas, as quais foram cortadas, eluídas em água por 24 horas, dialisadas contra tampão fosfato 0,2 M, pH 7,0 e liofilizadas. A enzima apresentou um grau de purificação da ordern- de 34 vezes. O precipitado acetônico e a fração FE, analisados em gel de poliacrilamida, mostraram o mesmo numero de formas moleculares ativas...

Suco de banana em pó probiótico; Probiotic powder banana juice

Diana Clara Nunes de Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.22%
O consumo de frutas vem crescendo no mercado nacional e internacional, o que está relacionado ao sabor, às preferências pessoais e com mudanças no comportamento do consumidor, que se preocupa cada vez mais com a saúde, o que promove um aumento na demanda de produtos naturais, de alto valor nutritivo. Um grupo de alimentos que também vem ganhando mercado no Brasil são os alimentos probióticos. O leite é a principal matriz alimentícia utilizada como veículo para estes micro-organismos e o desenvolvimento de alimentos probióticos de origem não láctea é uma opção atrativa diante do crescente número de consumidores vegetarianos, da intolerância à lactose, e do colesterol presente nos laticínios. Este trabalho teve o objetivo de desenvolver um suco de banana em pó e utilizá-lo como veículo para o micro-organimo probiótico Lactobacillus acidophilus. Uma mistura de purê de banana, maltodextrina, antiumectante e solução de L. acidophilus foi liofilizada, triturada e armazenada por 90 dias a 5, 25 e 35° C. A viabilidade do micro-organismo foi acompanhada durante a vida de prateleira a cada sete dias. Realizou-se também determinação da atividade de água, umidade, pH, acidez, açúcares totais e redutores e ácido ascórbico a fim de entender as relações entre a sobrevivência do L. acidophilus e os parâmetros físico-químicos do produto. Realizou-se testes in vitro a fim de verificar a tolerância do micro-organismo frente à simulação gastro-intestinal...

Estudo dos parâmetros de extração de compostos fenólicos e avaliação da atividade antioxidante in vitro da banana (Musa sp.); Study of extraction parameters of phenolic compounds and evaluation of in vitro antioxidant activity of banana (Musa sp.)

Gustavo Araujo Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.24%
O objetivo do presente trabalho foi estudar a influência dos parâmetros de extração sólido-liquido e de enzimas fenoloxidases (peroxidase) na recuperação de compostos fenólicos a partir do pó da casca de banana liofilizada (CBL), bem como quantificar o conteúdo de compostos fenólicos totais (FT), flavonoides totais (CF) e a atividade antioxidante da CBL e do pó da polpa de banana liofilizada (PBL). A banana utilizada foi da variedade Prata no estágio 6 de maturação (casca totalmente amarela). Primeiramente, o estudo foi iniciado com a seleção dos parâmetros de extração (temperatura, agitação, solvente e relação sólido-líquido) por meio de um Delineamento Fracionado 24-1 e, em seguida, o método de Superfície de Resposta foi empregado para otimizar os principais fatores do processo de extração (relação sólido-líquido e solvente). A casca da banana apresentou elevada atividade da enzima peroxidase (POD), o que provocou a oxidação dos compostos fenólicos e a redução da capacidade antioxidante do extrato. As melhores condições para a extração de compostos fenólicos a partir da casca de banana foram: relação sólido-solvente de 2,5 g/100 mL (1:40), solvente etanol 54% (v/v etanol:água) e homogeneização com auxílio de Ultra Turrax por 30s a 11.000 rpm. O conteúdo de FT obtido com esse sistema de extração foi de 2...

Avaliação das atividades cicatrizante e antitumoral de extratos provenientes da casca de banana cultivar Prata Anã (Musa spp)

Pereira, Aline
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 156 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Florianópolis, 2010; Na medicina popular brasileira, a casca de banana tem um histórico de uso na cura de lesões por queimadura. Compostos antioxidantes têm sido isolados de diferentes fontes naturais e possuem um papel importante na prevenção e cura de doenças, como o câncer por exemplo. O objetivo deste estudo foi avaliar os extratos provenientes da casca de banana (Musa spp.) (EBAQ: extrato bruto aquoso; EBHE: extrato bruto hidroetanólico; ESC: extrato derivado de extração supercrítica) no processo de cicatrização de lesões, considerando seu potencial antioxidante, e quanto a sua atividade antitumoral in vitro e in vivo. Para avaliar o potencial cicatrizante dos extratos, camundongos isogênicos Balb/C (peso 20 ± 2g, n = 6) foram submetidos ao modelo de excisão e foram divididos em grupo controle negativo (CN), que receberam topicamente água durante 3, 6, 9, 12 e 15 dias, grupo controle positivo (CP), que receberam topicamente solução de alantoína (50 mg/kg/dia) durante 3, 6, 9, 12 e 15 dias e grupos tratados topicamente com os EBAQ e EBHE (50 mg/kg/dia), conforme os grupos controle. O potencial cicatrizante e as defesas antioxidantes foram avaliados. Os resultados foram estatisticamente significativos quando comparados com os grupos CN e CP. Os tratamentos com EBAQ e EBHE foram capazes de diminuir o período de epitelização e a cicatrização das lesões se deu em 9 dias...

Secagem de banana (var. prata) em campo de micro-ondas com vácuo contínuo ou intermitente

Monteiro, Ricardo Lemos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 136 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos, Florianópolis, 2014.; Realizou-se um estudo comparativo de diferentes estratégias de secagem para obtenção de bananas desidratadas com microestrutura e propriedades de textura controladas. Este trabalho avaliou a influência da aplicação de pulsos de vácuo nas propriedades físicas que controlam a crocância de frutas desidratadas em campo de micro-ondas. Adaptou-se um forno de micro-ondas doméstico que permitiu utilizar vácuo juntamente com o sistema rotativo, que homogeniza a distribuição das ondas eletromagnéticas. No interior do forno foi utilizado um recipiente de polipropileno (câmara de vácuo) conectado a uma bomba de vácuo. Fatias de banana (var. Prata) de 5 mm de espessura foram desidratadas pela secagem com: I) micro-ondas a vácuo (MV) e II) múltiplos ciclos de aquecimento-pulso de vácuo, associados a um período complementar de secagem por micro-ondas sob vácuo (MVMFD). Ambos os procedimentos de secagem foram testados com potência nominal do forno de micro-ondas de 400, 700 e 1000 W. Na secagem MVMFD as amostras foram aquecidas no campo de micro-ondas até aproximadamente 60 °C...

Effect of osmotic predehydration on drying characteristics of banana fruits

Jalali,Vahideh Ranemaye Rabbani; Narain,Narendra; Silva,Gabriel Francisco da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 EN
Relevância na Pesquisa
35.93%
Osmotic dehydration is considered to be a suitable preprocessing step to reduce the water content of foods. Such products can be dried further by conventional drying processes to lower their water activity and thus extend their shelf life. In this work, banana (Musa sapientum) fruits were initially treated by osmosis by varying several parameters of the processing conditions which included, besides the cutting format (longitudinal and round slices) of the fruit, temperature (28 and 49 ºC), syrup concentration (50, 60 and 67 ºBrix), treatment time (2, 4, 6, 10, 14, 16 and 18 hours), fruit and syrup ratio (1:1, 1:2, 1:3 and 1:4) and agitation effects. The best quality products were obtained by the use of the 67 ºBrix syrup, for 60 minutes of osmotic treatment, at 28 ºC, having a fruit and syrup ratio of 1:1 and agitation. The experimental data obtained on reduction in moisture content during the osmotic treatment were correlated with the experimental equation of M/Mo = Ae(-Kt), where A and K are the constants which represent the geometry and effective diffusivity of the drying process. This simplified mathematical model correlated well with the experimental results.

Stability of porridge pre-mixture made with Brazil nut flour and green banana flour with and without milk powder

Cunha,Clarissa Reschke Da; Santos,Stephanie Lima Dos; Maciel,Vlayrton Tomé; Souza,Maria Luzenira De; Furtado,Cydia De Menezes; Carvalho,Ana Vania
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.12%
The mixture of Brazil nut flour and green banana flour can improve the nutritional value of school meals, allowing for the use of regional ingredients derived from family agriculture. This study aimed to assess the stability of porridge pre-mixtures made with Brazil nut flour and green banana flour during six months of storage. Two types of pre-mixture were evaluated: with and without milk powder. These mixtures were packed in polyethylene/metallized polyester film, vacuum-sealed, and stored at room temperature. The products were evaluated for physicochemical composition, and every 30 days for moisture content, water activity, titratable acidity, pH, peroxide value and acidity of the lipid phase, total and thermotolerant coliforms, yeasts and molds, and sensory acceptance. There was no difference between the mixtures for the parameters evaluated. Moisture content, water activity, acidity of the lipid phase, and the yeast and mold count increased with storage time. The growth of yeasts and molds was more pronounced after 90 days of storage, when water activity reached the limit of 0.60. Although both products had good sensory acceptance throughout the period of study, it is recommended that the shelf life does not exceed 90 days.

Crispy banana obtained by the combination of a high temperature and short time drying stage and a drying process

Hofsetz,K.; Lopes,C. C.
Fonte: Brazilian Society of Chemical Engineering Publicador: Brazilian Society of Chemical Engineering
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 EN
Relevância na Pesquisa
46.06%
The effect of the high temperature and short time (HTST) drying stage was combined with an air drying process to produce crispness in bananas. The fruit was dehydrated in an air drier for five minutes at 70°C and then immediately set at a HTST stage (130, 140, 150°C and 9, 12, 15 minutes) and then at 70°C until water activity (a w) was around 0.300. Crispness was evaluated as a function of water activity, using sensory and texture analyses. Drying kinetics was evaluated using the empirical Lewis model. Crispy banana was obtained at 140°C-12min and 150°C-15min in the HTST stage, with a w = 0.345 and a w = 0.363, respectively. Analysis of the k parameter (Lewis model) suggests that the initial moisture content of the samples effects this parameter, overcoming the HTST effect. Results showed a relationship between sensory crispness, instrumental texture and the HTST stage.

Influência da temperatura sobre as alterações físicas, físico-químicas e químicas de geleia da casca de banana (Musa spp.) Cv. Prata durante o armazenamento; Effects of temperature on the physical, physicochemical, chemical and microbiological alterations during of the storage of jelly made from Cv. Prata banana (Musa spp.) peel

Fonte: Instituto Adolfo Lutz Publicador: Instituto Adolfo Lutz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.13%
Manufacturing jellies by processing the fruit peel is an alternative for reducing and adding value to the waste from food industries. In addition, a pleasant sensory and long-lived product is achieved. As in Brazil occurs varied temperatures according to the country regions, the objective of this study was to evaluate the effect of temperature changes on the physical-chemical, physical and chemical characteristics during the storage of jellies made from banana peel. The storage of this product at different temperatures caused significant difference in the stability of reducing sugars, water activity and luminosity. The interaction of time versus temperature affected the pH, soluble solids, adhesiveness, firmness, cohesiveness and color b* (yellow) parameters on the banana Prata peel jelly by the end of 165 days of storage. The time length was the factor which mostly affected on the jelly quality, water activity, moisture, non-reducing sugars, luminosity, adhesiveness absolute value, product firmness, and also caused an increased acidity.

Influencia da estrutura celular e da geometria da amostra na taxa de transferencia de massa do processo de desidratação osmotica de banana nanica (Musa cavendishi) e de mamão formosa (Carica papaya L.)

Graziella Colato Antonio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.2%
Neste trabalho foi estudada a transferência de massa na Banana Nanica (Musa cavendishi) e no Mamão Formosa (Carica papaya 1.) no processo de desidratação osmótica. Foi analisada a influência da geometria e estruturas celulares, para a verificação do mellior desempenho na transferência de massa. A etapa de desidratação osmótica foi conduzida com agitação constante de 80rpm e analisada através de um planejamento experimental fatorial 24-1com 3 repetições no ponto central para cada geometria estudada. As variáveis analisadas foram temperatura (30, 45 e 60°C), concentração da solução de sacarose (45, 55 e 65°Brix), concentração de ácido láctico (O, 0,05, 0,1M), e geometria da amostra (placa plana e cubo). As respostas analisadas foram perda de água, ganho de sólidos e atividade de água. A temperatura foi a variável que mais influenciou na perda de água e ganho de sólidos, seguida da concentração de sacarose da solução. A geometria de placa foi a que mais facilitou a perda de água no processo de desidratação osmótica tanto para a banana quanto para o mamão. O Modelo de Peleg e Azuara ajustaram-se bem os dados experimentais, sendo que os dados de equilibrio de perda de água que mais se aproximaram dos dados experimentais foram os calculado pelo Modelo de Azuara. Pela análise de imagens obtidas através da microscopia eletrônica de varredura foi possível verificar que as células da banana apresentam-se de forma alongada com presença de grânulos de amido e tanino...

Estudo da transferência de massa na desidratação osmótica de banana (Musa sapientum, shum.)

Mercali, Giovana Domeneghini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.12%
Muitos estudos têm sido realizados para melhor compreender a transferência interna de massa na desidratação osmótica de alimentos e para modelar o mecanismo do processo. A desidratação osmótica é um processo em que os alimentos são colocados em contato com soluções concentradas de sólidos solúveis que possuem maior pressão osmótica e menor atividade da água. Assim, ocorrem dois fluxos de transferência de massa em contracorrente: perda de água do alimento para a solução e transferência de soluto da solução para o alimento. A taxa de perda de água e de incorporação de solutos depende de vários fatores: concentração, composição e temperatura da solução osmótica, nível de agitação da solução, geometria e dimensão da amostra e razão mássica entre solução osmótica e produto. O objetivo deste trabalho foi modelar a cinética da difusão de água e de solutos e determinar a difusividade mássica efetiva da água, da sacarose e do NaCl, baseado na solução analítica da Segunda Lei de Fick, durante a desidratação osmótica de bananas (Musa sapientum, shum.) em diferentes concentrações de soluções ternárias de sacarose/NaCl/água e em diferentes temperaturas de processo. Para a realização de cada tratamento...

CURVAS DE SECAGEM E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE DE ÁGUA DA BANANA PASSA

CANO-CHAUCA, MILTON; RAMOS, AFONSO M.; STRINGHETA, PAULO C.; MARQUES, JOSÉ ANTONIO; SILVA, POLLYANNA IBRAHIM
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.33%
Curvas de secagem de banana passa foram determinadas, utilizando-se três temperaturas do ar de secagem. Os resultados indicaram que para reduzir o teor de umidade do produto até 23,5% foram necessários tempos de secagem de 51, 36 e 30 horas paras as temperaturas de 50, 60 e 70ºC, respectivamente. O modelo exponencial U/Uo = exp(-kt) foi ajustado para os dados experimentais mediante análise de regressão não-linear, encontrandose alto coeficiente de regressão linear. Determinou-se a atividade de água do produto ao longo do processo de secagem para as três temperaturas testadas. Estudou-se a correlação entre a atividade de água e o teor de umidade do produto, determinando-se as isotermas de dessorção da banana passa a 25ºC. Observou-se que a atividade de água diminuiu em função do tempo de secagem e do teor de umidade para as três temperaturas de secagem. Os dados experimentais foram ajustados mediante regressão não-linear ao modelo polinomial e a seguinte equação foi obtida: U = -1844,93 + 7293,53Aa – 9515,52Aa2 + 4157,196Aa3. O ajuste mostrou-se satisfatório (R2 > 0,90). DRYING CURVES AND WATER ACTIVITY EVALUATION OF THE BANANA-PASSES Abstract Banana drying curves were determined by utilizing three drying air temperatures. The results indicated that to reduce the moisture content of the product until 23.5% it were necessary drying times of 51...

MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF BANANA CONSERVED BY THE MINIMUM LEVEL OF PROCESSING AND COMBINED METHODS OF HURDLE TECHNOLOGY; AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE BANANA CONSERVADA POR MÍNIMO DE PROCESSAMENTO E MÉTODOS COMBINADOS DA TECNOLOGIA DE OBSTÁCULOS

SÁ, MEN DE; EMBRAPA Fortaleza, CE; FEITOSA, TEREZINHA; Embrapa Tropical, Ceará; ABREU, FERNANDO ANTONIO PINTO DE; EMBRAPA, Fortaleza, CE; MUNIZ, CELI RODRIGUES; EMBRAPA, Fortaleza, CE; FERREIRA BRINGEL, MARIA HELOÍSA; EMBRAPA Fortaleza, CE
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.05%
It has been evaluated the hurdle technology efficiency in banana conservation by combined methods, in relation to its microbiological aspect, when processed in situ at a low cost. Sucrose (30 °Brix syrup) was used as osmotic medium to reduce water activity. The syrup received an extra addition of 200 ppm SO2, 500 ppm sorbic acid, 600 ppm citric acid and 200 ppm calcium chloride. Before osmosis, fruits were steam-blanched at 100 ·C for two minutes, and after osmosis, they were packed in polyethylene bags, covered with syrup, sealed and heat-treated at 100°C for one minute. The process was followed up with microbiologic analysis of mesophilic aerobic bacterial, mold and yeast counting per gram. The most probable number (MPN) of feacal coliforms, for both fresh and blanched fruits, during osmosis and after heat-treatment were performed. A reduction of 98.8% was found in bacterial counts of mesophilic aerobic in comparison to the fresh fruit and after heat­-treatment (1.7x103 and 2.0x102 CFU/g respectively). The initial counting of mold and yeast (2.5 x101 CFU/g) and feacal coliforrns (<3/g) after heat-treatment were respectively reduced to <10 and <3. The results showed up the potentiality of hurdle technology conduced as aforementioned for in situ preservation of banana...