Página 1 dos resultados de 72 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Ac?mulo de sementes de Acrocomia aculeata (Arecaceae) na bochecha de b?falos no Par?

BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; AMARAL J?NIOR, Jo?o Maria do; PINHEIRO, Cleyton Prado; OLIVEIRA, Cairo Henrique Sousa de; OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; SOUSA, Melina Garcia Saraiva de; DUARTE, Marcos Dutra
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.01%
Foi demonstrado que uma condi??o em b?falos caracterizada pelo aumento de uma das bochechas ? causada pelo ac?mulo das sementes da palmeira "mucaj?"(Acrocomia aculeata, fam. Arecaceae) e de capim no vest?bulo oral, durante a rumina??o. Esse ac?mulo de sementes causou atrofia por compress?o com adelga?amento e desvio medial do osso mandibular correspondente e exposi??o das ra?zes dos dentes molares. Aparentemente os frutos dessa palmeira possuem boa palatabilidade para b?falos.; ABSTRACT: A condition of buffaloes characterized by an increased volume of one of the cheeks was shown to be due to accumulation of the seeds of the palm-tree "mucaja" (Acrocomia aculeata) and of grass, in the oral vestibulum during rumination. This caused compressive atrophy with thinning and medial deviation of the corresponding submaxillary bone and exposition of the roots of molar teeth. The seeds appear to be of good palatability to the buffaloes.

Intoxica??es experimental e natural por Ipomoea asarifolia (Convolvulaceae) em b?falos e outros ruminantes

BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; DUARTE, Marcos Dutra; PEIXOTO, Paulo Fernando de Vargas; TOKARNIA, Carlos Maria Ant?nio Hubinger
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
Atrav?s de experimentos por via oral, verificou-se que o b?falo ? t?o sens?vel quanto o bovino ? intoxica??o por Ipomoea asarifolia R. et Schult., planta respons?vel por ocasionais surtos de intoxica??o em bovinos, ovinos e caprinos. Uma a quatro doses di?rias de 10-20g/kg provocaram o aparecimento de sintomas acentuados e bastante semelhantes em ambas as esp?cies, consistindo principalmente em incoordena??o, tremores musculares e balan?o da cabe?a, inclusive da parte anterior do corpo (movimento pendular). Em b?falos, os sintomas de incoordena??o eram um pouco menos acentuados, com tend?ncia de os animais permanecerem em dec?bito esternal. Embora n?o haja nenhum relato de intoxica??o natural por I. asarifolia em b?falos, ? poss?vel que casos de intoxica??o nessa esp?cie estejam passando despercebidos.; ABSTRACT: Ipomoea asarifolia R. et Schult. is a plant responsible for occasional outbreaks of poisoning in cattle, sheep and goats. Its oral administration to cattle and buffalos showed that the buffalo is as susceptible as cattle. One to 4 daily doses of 10-20g/kg caused similar symptoms in both species, as incoordination, muscular twiching and swaying of the head and anterior part of the body (pendular movement). In buffaloes the signs of incoordination were observed to a smaller extent. There is no report yet on natural poisoning by I. asarifolia in buffaloes...

Aspectos epidemiol?gicos e cl?nico-patol?gicos comparados da intoxica??o por Arrabidaea bilabiata (Bignoniaceae) em b?falos e bovinos

TOKARNIA, Carlos Maria Ant?nio Hubinger; BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; BRITO, Marilene de Farias; OLIVEIRA, Roseane Borner de; BARBAS, Luiz Andr? Luz
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
Atrav?s de estudo experimental, verificou-se que, embora o quadro cl?nico-patol?gico seja essencialmente o mesmo, o b?falo ? pelo menos duas vezes mais resistente que o bovino ? a??o t?xica de Arrabidaea bilabiata (Sprague) Sandw. Os experimentos demonstraram tamb?m, que as folhas novas desta planta s?o duas vezes (em outubro, fim da ?poca de seca) ou uma vez e meio (em maio, fim da ?poca de chuva) mais t?xicas do que as folhas maduras, e que a planta ? mais t?xica em outubro. Esses dados indicam que a menor incid?ncia de intoxica??o por plantas do grupo das que causam morte s?bita, em b?falos na Amaz?nia, deva-se, em parte, ? maior resist?ncia dessa esp?cie animal. Tamb?m parece importante a coincid?ncia do habitat preferencial dos b?falos (v?rzea) com o habitat de A. bilabiata, planta menos t?xica que Palicourea marcgravii St.Hil., encontrada em terra firme que ? o habitat preferido pelos bovinos.; ABSTRACT: Experiments showed that the clinical and pathological pictures were essentially the same, but the buffalo was at least twice more resistant than the bovine to the toxic effect of Arrabidaea bilabiata (Sprague) Sandw. It was also shown that the young leaves are twice (October, end of the dry season) or one and a half (May, end of the rainy season) more toxic than the mature leaves...

Estudo comparativo da toxidez de Palicourea juruana (Rubiaceae) para b?falos e bovinos

OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; MAC?DO, Raquel Soares Cavaleiro de; BRITO, Marilene de Farias; PEIXOTO, Paulo Fernando de Vargas; TOKARNIA, Carlos Maria Ant?nio Hubinger
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
O estudo foi realizado com os objetivos de estabelecer a sensibilidade dos b?falos a Palicourea juruana e agregar novos dados sobre a toxidez dessa planta para bovinos. Embora os quadros cl?nico-patol?gicos tenham sido semelhantes, a compara??o das doses letais para b?falos (entre 1 e 2 g/kg) e para bovinos (0,25 g/kg) estabelece o b?falo como pelo menos quatro vezes mais resistente. Em experimentos realizados 10 anos antes - com amostras de P. juruana coletadas na mesma fazenda no Par?, em julho de 1993, in?cio da ?poca de seca, portanto apenas 2 meses mais tarde do que os agora realizados em maio de 2003 - a dose letal para bovinos foi de 2 g/kg. N?o encontramos explica??o para a toxicidade extremamente elevada da planta verificada nesse estudo.; ABSTRACT: An experimental study was performed to establish the toxicity of Palicourea juruana for buffaloes and to add new data on the toxicity of this plant for cattle. The clinical and pathological pictures were similar, but a comparison of the lethal doses for buffaloes (1-2g/kg) and cattle (0.25g/kg) shows that the buffalo is at least 4 times more resistant. In experiments performed 10 years earlier with the fresh leaves - collected on the same farm in July, at the beginning of the dry season...

Compara??o da sensibilidade de bovinos e b?falos ? intoxica??o por Palicourea marcgravii (Rubiaceae)

BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; TOKARNIA, Carlos Maria Ant?nio Hubinger; RIET-CORREA, Franklin
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.48%
O presente estudo foi realizado para verificar se b?falos s?o mais resistentes do que bovinos ? a??o t?xica de Palicourea marcgravii, mediante a administra??o da planta por via oral, simultaneamente, a bovinos e a b?falos. Foram usados sete b?falos e tr?s bovinos. Verificou-se que em b?falos doses de 0,5 g/kg, 1,0 g/kg e 2,0 g/kg n?o causaram sintomas de intoxica??o. As doses de 3,0 g/kg, 4,0 g/kge 6,0 g/kg causaram a morte dos b?falos. Em bovinos, a dose de 0,25g/kg n?o causou sinais cl?nicos de intoxica??o, enquanto que doses de 0,5 g/kg e 2,0 g/kg causaram a morte. A influ?ncia do exerc?cio sobre o aparecimento dos sintomas, o prazo decorrido desde o come?o da administra??o da planta at? o in?cio de sintomas, e os pr?prios sintomas, foram semelhantes nas duas esp?cies animais. O curso cl?nico foi mais longo nos b?falos. Enquanto nos bovinos o per?odo entre o aparecimento dos sintomas graves e a morte foi de 9 a 17 minutos, nos b?falos variou de 10 minutos a 1 hora e 28 minutos. Pode se concluir que os bubalinos s?o aproximadamente seis vezes mais resistentes do que os bovinos ? a??o t?xica de P. marcgravii. O menor ?ndice de mortes pela a??o de plantas t?xicas na Amaz?nia em b?falos ?, pelo menos em parte, devido ? maior resist?ncia do b?falo ? intoxica??o por essa planta. Outro fator respons?vel pelo menor n?mero de mortes em b?falos pela intoxica??o por plantas...

Par?metros sang??neos e urin?rios, no pr? e p?s parto, de b?falas criadas em sistema exclusivo de pastejo

OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves; BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; BARBOSA, Imke Barbara Pfeifer; CARDOSO, Deugles Pinheiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
Foi avaliada a ocorr?ncia de altera??es nas concentra??es de glicose sangu?nea, prote?na plasm?tica total, hemat?crito e presen?a de corpos cet?nicos na urina de oito b?falas leiteiras da ra?a Murrah, com idade variando entre 5 e 10 anos, com no m?nimo duas lacta??es, clinicamente sadias, desde 60 dias antes at? 60 dias p?s-parto. As concentra??es m?dias de glicose sang??nea e o valor m?dio do hemat?crito diminu?ram significativamente no p?s-parto (p<0,05). As concentra??es de prote?na plasm?tica total n?o sofreram varia??es significativas do pr? para o p?s-parto. No per?odo pr?-parto os corpos cet?nicos s? foram detectados na urina de uma b?fala; entretanto, a partir do 32o dia de lacta??o foram detectados em todos os animais. Houve uma rela??o direta entre a colora??o da urina positiva para o teste de Rothera e as concentra??es de glicose sang??nea. Pode-se concluir que na fase inicial da lacta??o as b?falas utilizadas sofreram um d?ficit energ?tico, caracterizado pela diminui??o nas concentra??es sang??neas de glicose e presen?a de corpos cet?nicos na urina, e que a lacta??o causou um decl?nio progressivo no hemat?crito, enquanto que as concentra??es da prote?na plasm?tica total n?o sofreram varia??es do pr? para o p?s-parto.; ABSTRACT: Eight lactating buffaloes of the Murrah breed were used from 60 days before up to 60 days after calving...

Quadro cl?nico-patol?gico do envenenamento crot?lico experimental em bubalinos comparado com o de bovinos

BARBOSA NETO, Jos? Diomedes; SOUSA, Melina Garcia Saraiva de; TOKARNIA, Carlos Maria Ant?nio Hubinger; BRITO, Marilene de Farias; REIS, Alessandra dos Santos Belo; BOMJARDIM, Henrique dos Anjos; LOPES, Cinthia T?vora de Albuquerque; OLIVEIRA, Carlos Magno
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.45%
O estudo teve por objetivo verificar a sensibilidade dos bubalinos ? pe?onha de Crotalus durissus terriiicus, estudar o quadro cl?nico-patol?gico e laboratorial nessa esp?cie e estabelecer compara??es com o verificado em bovinos. A inocula??o do veneno liofilizado de Crotalus durissus terriiicus, dilu?do em 1ml de solu??o fisiol?gica, foi feita na regi?o da articula??o ?mero-r?dio-ulnar, por via subcut?nea, em tr?s bubalinos (doses de 0,015; 0,03; e 0,066mg/kg) e em dois bovinos (doses de 0,03 e 0,066mg/kg). O bubalino que recebeu a dose de 0,03mg/ kg apresentou sinais cl?nicos graves recuperou-se seis dias ap?s, e o bovino que recebeu a mesma dose morreu com evolu??o de 22h56min. A dose de 0,066mg/kg causou a morte tanto do bovino quanto do bubalino, com evolu??o cl?nica de 4h23min e 8h12min, respectivamente. O bubalino que recebeu a dose de 0,015mg/kg, recuperou-se com evolu??o de 48 horas. Os sinais cl?nicos tiveram in?cio dentro de 3h58min no bubalino que morreu, e nos bubalinos que adoeceram mas se recuperaram, dentro de 17h25min e 24h00min ap?s a inocula??o do veneno. Nos dois bovinos que morreram (com doses de 0,03 e 0,066mg/kg), os primeiros sinais cl?nicos foram observados 6h10min e 6h31min ap?s a inocula??o do veneno. A inocula??o do veneno produziu nos b?falos e bovinos um quadro nervoso de paralisia fl?cida. Os principais sinais observados tanto nos b?falos quanto nos bovinos...

Compara??o das t?cnicas de ELISA indireto e Imunofluoresc?ncia indireta na detec??o de anticorpos anti-Neospora caninum em b?falas (Bubalus bubalis)

SILVA, Sandro Patroca da; MOTA, Rinaldo Aparecido; FARIA, Eduardo Bento de; CASSEB, Alexandre do Ros?rio; CASSEB, L?via Medeiros Neves; DIAS, Hilma L?cia Tavares
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
Para comparar dois testes sorol?gicos na detec??o de anticorpos anti-Neospora caninum em soros sangu?neos de b?falas, foram coletados amostras de 288 b?falas entre dois a dez anos de idade. Para identificar a presen?a de imunoglobulina G anti-N. caninum utilizou-se ? rea??o de imunofluoresc?ncia indireta (RIFI), tendo o t?tulo 200 como ponto de corte, e o Ensaio Imunoenzim?tico indireto (ELISA-indireto), considerando-se positiva as amostras que obtiveram raz?o S/P>0,5. Observaram-se 153 (53,12%) animais soropositivos para N. caninum, atrav?s da RIFI, enquanto que 50 (17,36%) animais foram reagentes no ELISA. A ocorr?ncia de anticorpos anti-N. caninum demonstram que o parasito esta circulando entre b?falas criadas no estado do Par?, sendo que ambos os teste de RIFI e ELISA podem ser utilizados para diagnosticar imunoglobulinas contra este agente. No entanto observou-se uma fraca correla??o (Kappa=0,36) entre ambos os testes, considerando a RIFI como padr?o ouro.; ABSTRACT: To compare two serologic tests for detection of antibodies against Neospora caninum in sera from buffaloes, samples were collected from 288 buffaloes of 2 to 10 years of age. To identify the presence of IgG, anti-N. caninum was used for the indirect immunofluorescence assay (IFAT)...

Intoxica??o experimental por Cestrum laevigatum em bubalinos (Bubalus bubalis)

MARQUES, D?bora Maria Marquiori
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
O objetivo deste trabalho foi determinar a toxicidade de Cestrum laevigatum para bubalinos e caracterizar o quadro cl?nico-patol?gico da intoxica??o. Foram utilizados 4 bubalinos da ra?a Murrah, divididos em dois grupo. O Grupo 1 (b?falos 1 e 2) recebeu 20g/Kg de folhas dessecadas de Cestrum laevigatum, via oral; enquanto que o Grupo 2 (b?falos 3 e 4) recebeu 40g/Kg de peso vivo. O b?falo 1 (grupo 1), apresentou sinais cl?nicos discretos, caracterizados por diminui??o dos movimentos ruminais e recuperou-se 60 horas ap?s o in?cio dos sinais cl?nicos. O b?falo 2 (grupo 1) n?o apresentou sinais cl?nicos. Os b?falos 3 e 4 (Grupo 2) apresentaram os primeiros sinais cl?nicos 26h 05min. e 37 h 22 min. ap?s o fim da administra??o da planta, respectivamente. Os sinais cl?nicos da intoxica??o foram apatia, anorexia, diminui??o ou aus?ncia dos movimentos ruminais, sialorreia, dificuldade respirat?ria, andar cambaleante, dismetria, excita??o, agressividade, constipa??o, com fezes ressecadas contendo muco e sangue, gemidos, focinho seco, sonol?ncia, dec?bito lateral, movimentos de pedalagem e morte em 44h11min. (b?falo 3) e 60h 39min (b?falo 4) ap?s a administra??o da planta. Na necropsia o b?falo 3 revelou superf?cie capsular e de corte do f?gado de colora??o marrom/laranja...

Cl-synch: protocolo alternativo para insemina??o artificial em tempo fixo em b?falas, criadas em sistema extensivo na Amaz?nia

NUNES, Kim de Borborema
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
Apesar dos avan?os tecnol?gicos alcan?ados no manejo de cria??o de b?falos e de t?cnicas de melhoramento gen?tico, pouco se utilizam na pr?tica para b?falos criados de forma extensiva. O desenvolvimento de protocolos de sincroniza??o, que diminuam o estresse de conten??o e reduzem os custos, contribuir? para o incremento da utiliza??o da IATF nos rebanhos bubalinos. O experimento objetivou avaliar um m?todo de sincroniza??o e IATF econ?mico e pratico compat?vel ao tipo de cria??o extensiva. O experimento foi realizado em tr?s fazendas distintas, duas em uma regi?o de v?rzea, no Estado do Amap? (Local 1 e 2) conduzido na esta??o reprodutiva favor?vel. O terceiro no estado do Par? em pastagem cultivada de terra firme. Foram utilizadas 208 b?falas lactantes mesti?as mediterr?neo/murrah com idades variadas de 2,5 a 10 anos com hist?rico de per?odo p?s parto ? 60 dias. As matrizes que portavam um corpo l?teo foi aplicado 2.0 ml Intra-Muscular de prostaglandina (PGF2?) (150?g/D-cloprostenol) no Dia 0 = D0. Setenta duas horas depois (Dia 3 = D3), foram realizados exame ginecol?gico para verificar a presen?a de muco e contratilidade uterina, e posterior insemina??o e aplica??o de 1.0 ml (100?g) IM de GnRH, com s?men, de diferentes reprodutores. O diagn?stico de prenhez foi realizado entre 45 a 90 dias...

Conforto t?rmico e efici?ncia da insemina??o artificial em tempo fixo em b?falas leiteiras mantidas em sistemas silvipastoris na Amaz?nia Oriental

MATOS, Leonardo Brand?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
O trabalho foi desenvolvido na U.P.A. ?Senador ?lvaro Adolpho?, Embrapa Amaz?nia Oriental, Bel?m, Par? (1?25? S 48?26? O), local de tipo clim?tico Afi (quente e ?mido). O objetivo foi avaliar o uso de sistemas silvipastoris (SSP) como ferramenta de manejo para proporcionar maior conforto t?rmico a b?falas leiteiras, e incrementar sua efici?ncia reprodutiva ap?s a utiliza??o da insemina??o artificial em tempo fixo. Foram utilizados dois SSP?s, durante dois per?odos do ano, onde: Per?odo 1 (Abril a Junho), com maior precipita??o pluviom?trica e Per?odo 2 (Setembro a Novembro), com menor precipita??o pluviom?trica. Foram mensuradas a freq??ncia card?aca (FC), freq??ncia respirat?ria (FR), temperatura retal (TR) e movimentos ruminais (MR), sempre ?s 9h00min. O ?ndice de conforto animal foi calculado conforme a f?rmula: ICA = TR/38,33 + FR/23. Os animais de cada sistema foram tratados com dois diferentes protocolos para sincroniza??o do estro e ovula??o, formando os Grupos SSP 1/Ovsynch, SSP 2/Ovsynch (estro sincronizado com Ovsynch), SSP 1/Prog e SSP 2/Prog (estro sincronizado com Ovsynch + 1g de progesterona intravaginal). Os ov?rios de todas as b?falas foram monitorados por ultra-sonografia no D0, D7 e D9 e as b?falas foram inseminadas no D10 (D0=dia do in?cio da sincroniza??o). As m?dias de FC foram de 57...

Presen?a de anticorpos lgG anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii em b?falas criadas no estado do Par?, Brasil

SILVA, Sandro Patroca da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.04%
Com o objetivo de verificar a ocorr?ncia de b?falas sororreagentes para Neospora caninum e Toxoplasma gondii em 15 unidades produtivas localizadas em 14 munic?pios do estado do Par?, foram coletados amostras de soro sangu?neo de 401 b?falas. Os soros foram submetidos ? Rea??o de Imunofluoresc?ncia indireta (RIFI), utilizando as dilui??es 1:200 e 1:64 como ponto de corte para N. caninum e T. gondii, respectivamente, e um teste de ELISA indireto para detectar anticorpos anti- N. caninum. Foram testadas 374 amostras para anticorpos IgG anti-N. caninum, enquanto que, 401 amostras foram analisadas para detectar a presen?a de anticorpos IgG anti-T. gondii, utilizando-se a RIFI como m?todo diagn?stico contra ambos os protozo?rios. Em outra verifica??o, 315 amostras foram testadas atrav?s do ELISA indireto, para verificar a presen?a de anticorpos IgG anti-N. caninum. Dentre os soros das b?falas testados, 153 (40,91%) foram reagentes (? 1:200) para N. caninum, e quatro animais (1%) reagiram (? 1:64) contra T. gondii, e uma b?fala (0,27%) foi reagente aos dois protozo?rios na RIFI. No ELISA, 53 b?falas (16,82%) foram reagentes. A alta ocorr?ncia de anticorpos IgG anti-N. caninum demonstra que o parasito pode esta circulando entre b?falas criadas no estado do Par?...

Elabora??o e caracteriza??o do ?Queijo Maraj??, tipo creme, de leite de b?fala, visando sua padroniza??o

FIGUEIREDO, Elaine Lopes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.03%
Este trabalho objetivou a elabora??o e caracteriza??o f?sico-qu?mica, microbiol?gica e sensorial do ?Queijo Maraj??, tipo creme, processado com leite de b?fala, al?m de avaliar sua vida de prateleira, durante 28 dias, e rendimento econ?mico. Foram produzidos derivados em dois locais (Local A - Universidade do Estado do Par? e Local B - Latic?nio, de Soure, Par?). Foram determinados no leite e no queijo, os n?veis de umidade, lip?deo, prote?na, carboidrato, valor cal?rico, acidez, pH, bact?rias mes?filas, coliformes a 35?C e 45?C, bolores e leveduras, Staphylococus aureus e Salmonella. Apenas no queijo foram realizadas an?lises de colesterol e minerais. A an?lise sensorial constou de perfil de caracter?sticas e teste de aceita??o. A similaridade das m?dias das vari?veis f?sico-qu?micas do leite de b?fala indicou que ele foi adequado para a elabora??o de derivado padr?o. Nenhuma amostra de leite apresentou contamina??o por coliformes, Staphylococcus aureus e Salmonella. A maior contamina??o foi constatada para bact?rias aer?bias mes?filas e bolores e leveduras. Os teores de gordura no extrato seco e de umidade classificaram o derivado como gordo e de m?dia umidade. O ?Queijo Maraj?? apresentou-se dentro dos padr?es estabelecidos para alimento de qualidade...

Preval?ncia de altera??es cl?nicas e histopatol?gicas do sistema genital de b?falas (Bubalus bubalis) no Estado do Amap?

MOUR?O, F?bio Rodrigo Paix?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.05%
Com o objetivo de se verificar a preval?ncia das enfermidades causadoras da infertilidade, examinaram-se clinicamente 895 b?falas, procedentes do munic?pio de Cutias do Araguari, Estado do Amap?. Realizaram-se exames ginecol?gicos e testes para detec??o de tuberculose e brucelose, e analisaram-se 1000 pe?as de genitais de b?falas abatidas em matadouro. A preval?ncia de tuberculose e brucelose a n?vel de campo foi de 9,33% e 9,11%, respectivamente. Das 895 b?falas examinadas, 299 (33,41%) encontravam-se gestantes, sendo que 188 (62,88%) no corno direito e 111 (37,12%) no corno esquerdo. No grupo de b?falas com altera??es, foram constatadas os seguintes dist?rbios: a) altera??es ovarianas: ov?rios afuncionais, 75 (8,37%); cisto folicular, 6 (0,67%); b) altera??es no oviduto: ader?ncias focais, 24 (2,9%); ader?ncias difusas, 22 (2,46%); hidrossalpinge, 8 (0,9%); c) altera??es no ?tero e c?rvice: endometrite cr?nica suave, 5 (0,56%); endometrite cr?nica moderada, 7 (0,78%); c?rvice irregular, 14 (2,9%); d) altera??es da vulva e da vagina: vulva dilacerada, 9 (1,1%) num total de 172 (19,21%) vacas com alguma altera??o. Nas an?lises realizadas em matadouro foram evidenciadas 661 (66,10%) animais gestantes, sendo que destes 86 (8,6%) apresentavam alguma altera??o e 339 (33...

Hidranencefalia e hipoplasia cerebelar cong??nita em b??falos Murrah; Congenital hidranencephaly and cerebellar hypoplasia in water buffaloes

FISS, Let??cia
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
Hereditary hydrancephaly and cerebellar hypolasia are reported in Murrah buffalos. Six calves, one female and 5 male out of 128 born between 2004 and 2008 in a farm in southern Brazil were affected. All affected calves were offspring from the same bull. No affected buffaloes were observed in the descendants of other three bulls used in the farm. Main clinical signs were depression, blindness, difficulty or impossibility to standing up, wide-based stance, and intention tremors. There is mild doming of the skull. The brain was smaller than normal. The cerebral cortex was almost complete absent leaving only membranous sacs fluid filled. The gyri were absent or narrower than normal in the occipital cortex. On the cut of the telencephalic cortex cavities were observed in the subcortical white matter. Smaller bilateral and symmetric cavities, containing fluid (porencephaly), were also observed in the basal nuclei. The lateral ventricles were dilated (hydrocephalum ex-vacuo). The cerebellum was smaller than normal. The brain stem appears normal, except by a side reduction in relation with the brain of a control calf. Upon histologic examination, in all buffalos, cavities of the subcortical white matter were limited by normal nervous tissue. Within cavities...

Altera??es histol?gicas em f?gados e linfonodos de b?falos (Bubalus bubalis) mantidos em pastagens de Brachiaria spp.

RIVERO, Beatriz Riet Correa; RIET-CORREA, Franklin; OLIVEIRA J?NIOR, Carlos Alberto de; CERQUEIRA, Val?ria Duarte; CORREA, Gabriela Riet
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.07%
Infiltra??o por macr?fagos espumosos e outras les?es podem ser encontradas em bovinos clinicamente sadios em pastagens de Brachiaria spp. Com o objetivo de determinar as altera??es histol?gicas do f?gado e linfonodos mesent?ricos em b?falos no Par? foram estudadas as altera??es histol?gicas de fragmentos desses ?rg?os de 142 b?falos da ra?a Murrah e de 15 bovinos da ra?a Nelore, coletados em frigor?ficos. As coletas foram separadas em grupos de animais de acordo com sua origem e tempo de perman?ncia na pastagem de Brachiaria spp., sendo o Grupo (G) 1 composto por 79 b?falos provenientes da Ilha de Maraj?, criados em pastagens de campo nativo; o G2 composto por 17 b?falos mantidos desde o nascimento em pastagens de Brachiaria brizantha; o G3 composto por 29 b?falos adquiridos na Ilha do Maraj? e introduzidos em pastagem de B. decumbens por aproximadamente 12 meses; o G4 composto por 17 b?falos adquiridos na Ilha de Maraj? e introduzidos em pastagem de B. brizantha por aproximadamente 18 meses; e o G5 composto por 15 bovinos mantidos em pastagem de B. brizantha por aproximadamente 12 meses. Para avaliar a gravidade da les?o hep?tica foram estabelecidos graus de acordo com a quantidade e tamanho dos grupos de macr?fagos espumosos, seguindo uma escala de 0 a 4. Nos animais do G1...

Subprodutos da agroind?stria na suplementa??o de b?falos para a produ??o de carne em sistemas silvipastoris em Bel?m-PA

OLIVEIRA, Kelly Cavalcanti Conor de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
O objetivo deste estudo foi avaliar os subprodutos da agroind?stria no desempenho de 15 b?falos, em Sistema Silvipastoril - SSP, na Embrapa Amaz?nia Oriental, Bel?m, Par?. O manejo de pastejo foi realizado em grupo ?nico, com suplementa??o alimentar (1% PV/dia) de ra??es isoprot?icas (19% PB), em tr?s tratamentos: Tratamento A (Controle), Tratamento B (suplemento com 70% de farelo de coco) e Tratamento C (suplemento com 70% de torta de dend?). O delineamento foi em blocos casualizados, com tr?s tratamentos, dois blocos e cinco repeti??es. As pesagens dos animais foram efetuadas ao final de cada ciclo de pastejo e a coleta das amostras da forragem, na entrada e sa?da de cada piquete experimental. Foram realizadas an?lises bromatol?gicas da forragem e do concentrado para PB, FDN, FDA e MS, onde os resultados foram semelhantes aos resultados comumente encontrados. O ganho de peso m?dio di?rio dos animais foi de 1,006, 0,974 e 1,033 kg, para cada tratamento, respectivamente, mostrando a viabilidade da substitui??o do suplemento tradicional, a base de milho e soja, por suplementos utilizando como base farelo de coco e torta de dend?.; ABSTRACT: This study investigated the agro-products in the performance of 15 buffaloes in silvopastoral system - SSP...

Compara??o entre o TRIS, Lactose/TRIS, Ringer-Lactato e Leite Desnatado como diluidores na criopreserva??o do s?men bubalino

MIYASAKI, Michel Yoshio Almeida
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
O objetivo do experimento foi testar a efic?cia de diferentes diluidores, a base de Ringer-Lactato, Leite Desnatado, TRIS (hidroxi-methil-amino-methan) e Lactose/TRIS, na criopreserva??o de s?men bubalino. Foram utilizados tr?s machos bubalinos da ra?a Murrah em plena atividade sexual. O s?men foi colhido por vagina artificial totalizando 71 ejaculados. Ap?s a colheita, cada amostra foi submetida ?s an?lises qualitativas e quantitativas do s?men. Os ejaculados foram fracionados e dilu?dos nos quatro diluidores. O s?men dilu?do foi envasado em palhetas de 0,25ml e submetidos a um tempo de equil?brio de at? quatro horas a 5?C, com posterior congela??o em nitrog?nio l?quido. As amostras identificadas foram descongeladas em banho maria ? temperatura de 40?C por 30 segundos e seq?encialmente avaliadas quanto a motilidade, vigor, les?o de acrossoma, e percentual de patologias esperm?ticas. As amostras tamb?m foram submetidas ao teste de termo-resist?ncia, permanecendo incubadas ? temperatura de 40?C durante 30 segundos, 3-5 minutos, 30 minutos, 1 hora, 2 horas e 3 horas, onde foram avaliadas quanto a motilidade e o vigor esperm?tico. As caracter?sticas f?sicoqu?micas, ap?s an?lise do s?men in natura, encontraram-se dentro dos valores preconizados para a esp?cie bubalina e satisfat?rios para o processo de congela??o. Ap?s descongela??o do s?men...

Evaluaci??n financiera del negocio de cr??a y producci??n de leche de b??falo en la finca "El Porro "

Piedrahita Calder??n, Ana Mar??a
Fonte: Universidad EAFIT; Maestr??a en Administraci??n - MBA; Escuela de Administraci??n. Departamento de Organizaci??n y Gerencia Publicador: Universidad EAFIT; Maestr??a en Administraci??n - MBA; Escuela de Administraci??n. Departamento de Organizaci??n y Gerencia
Tipo: masterThesis; Tesis de Maestr??a; acceptedVersion
SPA
Relevância na Pesquisa
56.29%
Los b??falos han demostrado tener diferentes caracter??sticas al ganado vacuno; en cuanto a su producci??n, estos se benefician de un mayor rendimiento (Kg/mes), mejor adaptabilidad al clima y terreno, dieta m??s variada, mayor precocidad y leche m??s rica en prote??nas y contenido s??lido -- Teniendo en cuenta las ventajas de producci??n mencionadas, se busca evaluar financieramente el negocio de cr??a y producci??n de leche de b??falo en la finca El Porro, situada en el departamento de C??rdoba, Colombia; la cual se ha venido dedicando al levante de ganado vacuno y ceba de b??falos -- Para el desarrollo del proyecto, primero se identificaron las condiciones de infraestructura, maquinaria y equipos necesarios para el funcionamiento del negocio, luego se defini?? el monto de las inversiones y costo de la operaci??n, y con esta informaci??n, finalmente, se calcul?? el flujo de caja del proyecto -- Los resultados obtenidos del an??lisis fueron: Tasa Interna de Retorno esperada para los inversionistas, durante los primeros diez a??os de operaci??n igual a 11,95%; Valor Presente Neto de (-) $ 14???935.000, a partir de una inversi??n de $611.280.000y relaci??n Beneficio/Costo de 0,98 -- Por lo anterior, se concluy?? que de acuerdo a las expectativas de los inversionistas...

Preval?ncia sorol?gica e molecular de Babesia bovis e Babesia bigemina em b?falos (Bubalus bubalis) na Ilha de Maraj?, Par?

SILVA, Jenevaldo Barbosa da; LOPES, Cinthia T?vora de Albuquerque; PINHEIRO, Cleyton Prado; LIMA, Danillo Henrique da Silva; SILVA, Roberto S. L.; FONSECA, Adivaldo Henrique da; ARA?JO, Fl?bio Ribeiro de; BARBOSA NETO, Jos? Diomedes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.07%
O objetivo do estudo foi testar a preval?ncia sorol?gica e molecular de Babesia bovis e Babesia bigemina em b?falos da Ilha de Maraj?, Par?. Foi utilizado ensaio de imunoadsor??o enzim?tico indireto (iELISA) com ant?geno total contendo prote?nas de superf?cie externa e rea??o em cadeia da polimerase (qPCR), envolvendo o uso de SYBR Green com base na amplifica??o de um pequeno fragmento de gene do citocromo b. A preval?ncia de animais positivos no ELISA para B. bovis, B. bigemina e para infec??o mista foi de 24.87% (199/800), 20.75% (166/800) e 18.75% (150/800), respectivamente. Na PCR foi detectado a presen?a de B. bovis em 15% (18/199) e de B. bigemina em 16% (19/199) dos animais, sendo que destes, 58% (11/19) apresentavam-se co-infectados pelos dois agentes. Os resultados mostram uma baixa preval?ncia de anticorpos anti-B. bovis e anti-B. bigemina em b?falos da Ilha do Maraj?. Por?m, observou-se que os agentes da babesiose bovina circulam em b?falos, podendo estes atuar como reservat?rios.; ABSTRACT: The aim of the study was to estimate the prevalence of Babesia bovis and Babesia bigemina in water buffaloes of the Maraj? Island, State of Par?, Brazil. We used an indirect enzyme-linked immunosorbent assay (iELISA), with total antigen containing proteins outer surface...