Página 1 dos resultados de 3622 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Avaliação nutricional do recém-nascido: limitações dos métodos atuais e novas perspectivas; Nutritional assessment of newborn infants: current method limitations and new perspectives

BROCK, Romy Schmidt; FALCÃO, Mário Cícero
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
OBJETIVO: Revisar a literatura sobre as abordagens na avaliação nutricional do recém-nascido. FONTES DE DADOS: Levantamento das publicações sobre avaliação nutricional de recém-nascidos indexadas no Medline, SciELO e Lilacs nos últimos dez anos, utilizando os descritores "antropometria" e "avaliação nutricional". SÍNTESE DOS DADOS: A avaliação nutricional do recém-nascido é importante tanto para classificação e diagnóstico de alterações do crescimento intra-uterino, quanto para posterior acompanhamento nutricional e de crescimento. Esta avaliação compreende parâmetros antropométricos, bioquímicos e de composição corpórea. Devido à limitação de métodos laboratoriais e de composição corpórea, a avaliação nutricional do recém-nascido continua sendo baseada em parâmetros antropométricos, como peso, comprimento, perímetros cefálico e braquial e dobras cutâneas. Além dos parâmetros antropométricos, as relações antropométricas são úteis para descrever proporcionalidades corpóreas. Dentre tais relações, destacam-se: razão entre perímetros braquial e cefálico e índice ponderal. O índice de massa corpórea (IMC), bastante utilizado em crianças e adultos como indicador de proporcionalidade do crescimento...

Avaliação nutricional do cardiopata crítico em terapia de substituição renal: dificuldade diagnóstica; Nutritional assessment of the critically ill patients with cardiac disease under renal replacement therapy: diagnostic difficulty

JARDIM, Maria das Neves; COSTA, Helenice Moreira da; KOPEL, Liliane; LAGE, Silvia Gelás
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.42%
OBJETIVO: Realizar avaliação nutricional em pacientes cardiopatas críticos que necessitem de terapia de substituição renal. MÉTODOS: Pacientes cardiopatas críticos, internados em unidade de terapia intensiva, que apresentavam insuficiência renal com indicação de terapia de substituição renal foram submetidos à avaliação nutricional com a utilização de medidas antropométricas e análise laboratorial. RESULTADOS: Foram avaliados 43 pacientes, com idade de 64±15 anos, 26 do sexo masculino. A média da fração de ejeção do ventrículo esquerdo foi de 0,36±0,16. Avaliação do estado nutricional com base no índice de massa corpórea revelou 18 pacientes eutróficos, 6 pacientes com baixo peso, 19 pacientes com sobrepeso ou obesidade. Baseado na medida da prega cutânea tricipital, 16 pacientes eram eutróficos, 27 pacientes apresentaram algum grau de depleção e, com base na circunferência do braço e na circunferência muscular do braço, 41 pacientes apresentaram algum grau de depleção. Dados laboratoriais evidenciaram depleção grave baseado na albumina em 28 pacientes e 27 pacientes tinham depleção grave de acordo com a contagem de linfócitos. CONCLUSÃO: A desnutrição é comum em pacientes cardiopatas críticos em terapia de substituição renal. Avaliação nutricional baseada no índice de massa corpórea não revelou ser bom método para diagnóstico de distúrbios nutricionais nesta população. Há necessidade de complementar a avaliação nutricional para identificação de desnutrição e possibilitar introdução precoce de suporte nutricional adequado.; OBJECTIVE: Evaluate the nutritional status of patients with cardiac disease and concomitant renal dysfunction requiring renal replacement therapy. METHODS: Patients with cardiac disease and renal failure receiving renal replacement therapy...

Avaliação nutricional de pacientes portadores de insuficiência cardíaca no período pré-transplante cardíaco; Nutritional assessment of heart failure patients after listing for cardiac transplantation

Costa, Helenice Moreira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.45%
A desnutrição freqüentemente está presente em pacientes com insuficiência cardíaca (IC), podendo trazer aumento de complicações e mortalidade. O objetivo do estudo foi o de avaliar o estado nutricional de pacientes portadores de IC refratária, aguardando a realização de transplante cardíaco. Avaliação nutricional foi realizada utilizando-se da avaliação subjetiva global, avaliação antropométrica completa [índice de massa corpórea (IMC), circunferência do braço (CB), prega cutânea tricipital (PCT), circunferência muscular do braço (CMB) e área gordurosa do braço (AGB)], avaliação laboratorial e realização de anamnese alimentar em dois momentos: no momento de admissão na fila de transplante (1a avaliação) e 4 meses após (2a avaliação). Na 1ª avaliação foram estudados 56 pacientes, idade média de 46±12 anos, 67,8% homens, 33,9% com miocardiopatia chagásica. Análise de dados antropométricos revelou com base no IMC: 73,2% eutróficos e 5,3% com baixo peso; CMB: 66% apresentavam depleção. Houve correlação negativa e significativa entre IMC e fator de necrose tumoral (r= - 0,305; p= 0,022). Análise laboratorial demonstrou: baseado na albumina, 50% dos pacientes apresentavam-se com algum grau de depleção...

O uso de indicadores antropométricos na avaliação nutricional seqüencial de crianças e adolescentes gravemente doentes internados em uma unidade de terapia intensiva; The use of anthropometric indicators in the nutritional sequential assessment of critically ill children and adolescents admitted to an intensive care unit

Santos, Patricia Zamberlan dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
Apesar dos avanços tecnológicos, a subnutrição ainda permanece muito prevalente nas unidades de terapia intensiva pediátrica (UTIP). Crianças gravemente doentes apresentam maior risco nutricional devido às modificações no metabolismo intermediário, ocasionadas pelo estresse, e que se caracterizam por aumento da taxa metabólica basal e intenso catabolismo protéico. Estudos mostram que uma intervenção precoce, indicada com base em avaliação nutricional, pode prevenir a subnutrição, bem como, minimizar suas complicações. A avaliação nutricional antropométrica (ANA) de crianças e adolescentes em estado grave é particularmente difícil, e a discussão sobre a sua efetividade torna importante um estudo sobre a utilização de indicadores antropométricos nestes pacientes. Foi realizado um estudo prospectivo para classificar lactentes, pré-escolares, escolares e adolescentes segundo o seu estado nutricional à admissão e durante a internação em UTIP de nível de atendimento terciário, por intermédio de indicadores antropométricos. Foram avaliados 256 pacientes no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2006, admitidos na UTIP do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A ANA foi realizada nas primeiras 24 horas de admissão e repetida semanalmente até a alta da UTIP e contemplou peso (P)...

Desempenho de testes de rastreamento e avaliação nutricional como preditores de desfechos clínicos negativos em pacientes hospitalizados; Screening and nutritional assessment tests performance as negative clinical outcomes predictors in hospitalized patients

Barbosa, Mariana Raslan Paes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
INTRODUÇÃO: O diagnóstico do estado nutricional por rastreamento e avaliação nutricional permite detectar desnutrição e se associa com desfechos clínicos negativos em pacientes adultos hospitalizados. OBJETIVO: Identificar o teste mais adequado para avaliação de risco e estado nutricional em relação a desfechos clínicos negativos em pacientes adultos hospitalizados; e investigar a complementaridade existente entre os testes de rastreamento (NRS 2002) e avaliação nutricional (SGA). MÉTODOS: Estudo prospectivo, sequencial, não intervencionista, realizado em 705 pacientes adultos de ambos os sexos, de distintas enfermarias, no Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em até 48 horas da admissão aplicou-se em todos os pacientes quatro testes de rastreamento e avaliação nutricional (NRS 2002: Triagem de Risco Nutricional 2002, MUST: Triagem Universal de Risco Nutricional, MNA-SF: Mini Avaliação Nutricional Reduzida, e SGA: Avaliação Subjetiva Global). Os pacientes foram seguidos até o desfecho final, obtendo-se as intercorrências clínicas de complicações, tempo de internação prolongado e mortalidade. Analisou-se o desempenho de todos os testes por curvas ROC (Receiver Operating Characteristic Curve) e razão de verossimilhança (LR). Verificou-se a complementaridade entre NRS 2002 e SGA por regressão logística e o número necessário de pacientes a avaliar para encontrar um desfecho negativo (NNS). RESULTADOS: NRS 2002 detectou 27...

Avaliação nutricional pré e pós-operatória de pacientes portadores de megaesôfago chagásico; Pre and postoperative nutritional evaluation in patients with chagasic megaesophagus

Penhavel, Felix André Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.45%
O megaesôfago é manifestação clínica freqüente, em pacientes na fase crônica da doença de Chagas, na região Central do Brasil. Cursa com disfagia progressiva que pode levar a desnutrição protéico-calórica. O melhor tratamento para o megaesôfago é o cirúrgico. Pacientes desnutridos têm maior probabilidade de desenvolver complicações e mortalidade pósoperatória. Megaesôfago avançado ou recidivado podem ser tratados com a operação de Serra Dória, que consiste de cardioplastia, associada à gastrectomia parcial e anastomose gastrojejunal em alça exclusa, tipo Y de Roux. Torna-se de interesse avaliar o estado nutricional de pacientes portadores de megaesôfago chagásico no pré e pós-operatório, averiguando a repercussão que o estado nutricional pré-operatório possa ter sobre a evolução cirúrgica, assim como as conseqüências nutricionais da operação de Serra Dória. No presente trabalho foi realizada avaliação nutricional préoperatória em 27 pacientes portadores de magaesôfago chagásico, candidatos à operação Serra Dória. Após o 90º dia de pós-operatório, 19 pacientes foram reavaliados. Do total de pacientes, 75% tinham magaesôfago grupo IV; o restante, megaesôfago recidivado. O estado nutricional foi avaliado por meio de avaliação nutricional subjetiva global...

Avaliação nutricional de pacientes com cirrose pelo vírus da hepatite C : a aplicação da calorimetria indireta; Nutritional assessment in patients with cirrhosis : the use of indirect calorimetry

Gottschall, Catarina Bertaso Andreatta; Álvares-da-Silva, Mário Reis; Camargo, Ana Cristina Riehs; Burtett, Renata Medeiros; Silveira, Themis Reverbel da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Racional - A desnutrição é freqüente em cirróticos, mas sua avaliação é difícil. A predição do gasto energético basal pela equação de Harris-Benedict não está validada neste grupo. A alternativa seria mensurá-la através da calorimetria indireta. Objetivos – Realizar avaliação nutricional em cirróticos, aferir o gasto energético basal pela calorimetria indireta e compará-lo ao estimado pela equação de Harris-Benedict. Material e Métodos - Estudaram-se 34 adultos com cirrose pelo vírus da hepatite C, em acompanhamento ambulatorial, classificados de acordo com Child-Pugh e escore “model of end-stage liver disease”. O gasto energético basal foi estimado pela equação de Harris-Benedict e medido pela calorimetria indireta. Avaliação nutricional foi realizada por antropometria, avaliação nutricional subjetiva global, dinamometria e inquérito recordatório. Resultados – Em relação à classificação de Child-Pugh, 15 (44,2%) eram A, 12 (35,3%) B e 7 (20,6%) C e 33 (97,1%) apresentaram valores inferiores a 20 no escore “model of end-stage liver disease”. O gasto energético basal estimado foi maior do que o medido (Harris-Benedict 1404,5 ± 150,3 kcal; calorimetria indireta 1059,9 ± 309,6 kcal). A prevalência de desnutrição variou entre os métodos (índice de massa corpórea...

Avaliação nutricional e nivel socioeconomico de candidatos a transplante de figado; Nutritional status and economic status in liver transplant candidates

Camilla de Moura Centurion
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
: É muito comum que candidatos a transplante hepático, portadores de doença hepática crônica, apresentem algum grau de desnutrição no período que antecede o transplante, portanto uma avaliação nutricional bem aplicada pode ser o ponto chave para uma intervenção nutricional que mantenha ou recupere uma condição nutricional satisfatória. A classe econômica é útil para oferecer uma dieta apropriada, uma vez que adesão depende da aquisição de determinados alimentos. O objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional de candidatos a transplante de fígado e correlacionar o estado nutricional encontrado com os seguintes parâmetros: idade, gênero, gravidade hepática e classe econômica. Foram estudados, prospectivamente, 80 pacientes em lista de espera para transplante de fígado da Unidade de Transplante Hepático da Unicamp. Para a avaliação nutricional foram verificadas as seguintes variáveis antropométricas: peso (Kg) e altura (m), para cálculo do índice de massa corporal (IMC); circunferência do braço (cm), prega cutânea triciptal (mm), área muscular do braço (AMB) em cm2 e circunferência muscular do braço (CMB) em cm, para a Adequação de Parâmetros Antropométricos (APA). Para a avaliação da classe econômica foi utilizada a Classificação Econômica Brasil...

Avaliação nutricional do doente oncológico pela AGS-GD

Silveira, Débora Alexandra Nunes de Amaral da Silva
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
Resumo da dissertação:Sabendo que o arquipélago dos Açores é o local do país com maior número de óbitos por tumores malignos e que são escassos os dados sobre este tema, é de extrema importância debruçarmo-nos sobre ele. A avaliação nutricional deverá estender-se a todos os doentes oncológicos e ser uma das primeiras medidas tomadas. A Avaliação Global Subjectiva Gerada pelo Doente (AGS-GD) é uma ferramenta capaz de avaliar objectivamente os efeitos do suporte nutricional em doentes oncológicos. OBJECTIVOS: Testar a facilidade de aplicação da AGS-GD como ferramenta de avaliação nutricional nos doentes oncológicos, determinar a evolução dos doentes no que respeita ao aconselhamento nutricional, demonstrar o auxílio da intervenção nutricional na redução da morbilidade relacionada com os cuidados prestados e saber se a intervenção nutricional precoce teve ou não influência na melhoria do estado geral. MATERIAL E MÉTODOS: Foram seleccionados consecutivamente 29 doentes com o diagnóstico de doença oncológica de novo para iniciar quimioterapia em ambulatório, aos quais foi aplicada a versão portuguesa da AGS-GD em três momentos distintos do tratamento (início dos 1º, 2º e 3º ciclos de quimioterapia). A amostra foi dividida em dois grupos distintos: um com intervenção nutricional (números ímpares de inclusão no estudo) e outro sem intervenção nutricional (números pares de inclusão no estudo). A intervenção nutricional foi feita de acordo com as recomendações preconizadas pelo questionário. Os participantes foram orientados com aconselhamento alimentar individualizado.(...); Dissertation abstract:Knowing that the Azores is the Portuguese region with the greatest death rate due to malignant tumors and that information on this subject is scarce...

Avaliação nutricional subjetiva: Parte 1 - Revisão de sua validade após duas décadas de uso

Barbosa-Silva,Maria Cristina Gonzalez; Barros,Aluísio Jardim Dornellas de
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.46%
RACIONAL: A avaliação nutricional subjetiva é método clínico de avaliação do estado nutricional, que considera não apenas alterações da composição corporal, mas também alterações funcionais do paciente. É método simples, de baixo custo e não-invasivo, podendo ser realizado à beira do leito. Seu uso foi descrito pela primeira vez há quase duas décadas. OBJETIVOS: Revisar os estudos de validação da avaliação nutricional subjetiva descritos na literatura nas últimas duas décadas de seu uso. MÉTODOS: Foi realizada uma revisão sistemática no MEDLINE utilizando o descritor "subjective global assessment" e selecionados os trabalhos mais relevantes. RESULTADOS: Por se tratar de método subjetivo, sua precisão depende da experiência do observador. Porém, quando usado por observadores experientes, apresenta boa precisão diagnóstica. A avaliação nutricional subjetiva foi legitimada através da validação convergente, onde o método foi comparado com outros métodos objetivos de avaliação nutricional, e da validação preditiva, mostrando que a técnica identificou pacientes de alto risco para desenvolver complicações pós-operatórias. CONCLUSÃO: A avaliação nutricional subjetiva tem se mostrado boa opção na avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos e algumas modificações têm sido sugeridas para o uso do método também em outras especialidades. A experiência do observador é de extrema importância...

Avaliação nutricional subjetiva: Parte 2 - Revisão de suas adaptações e utilizações nas diversas especialidades clínicas

Barbosa-Silva,Maria Cristina Gonzalez; Barros,Aluísio Jardim Dornellas de
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
RACIONAL: A avaliação nutricional subjetiva é método clínico de avaliação do estado nutricional, que considera não apenas alterações da composição corporal, mas também alterações funcionais do paciente. É processo simples, de baixo custo e não-invasivo, podendo ser realizado à beira do leito. Embora tenha sido desenvolvida para avaliar pacientes cirúrgicos, vários estudos mostram seu uso em outras situações clínicas, como pacientes com insuficiência renal, pacientes oncológicos, hepatopatas, geriátricos e HIV positivos. OBJETIVO: Revisar o uso da avaliação nutricional subjetiva em outras situações clínicas e estudos de intervenção. MÉTODOS: Foi realizada revisão sistemática no MEDLINE utilizando o descritor "subjective global assessment" e selecionados os trabalhos mais relevantes. RESULTADOS: Foram encontradas adaptações da avaliação nutricional subjetiva para seu uso em pacientes com insuficiência renal, pacientes oncológicos e hepatopatas, com bons resultados neste grupo de pacientes. Em estudos de intervenção em pacientes oncológicos, a avaliação nutricional subjetiva tem sido utilizada para identificar pacientes de maior risco nutricional e que necessitam de terapia nutricional agressiva. Poucos estudos de intervenção de pacientes cirúrgicos utilizaram a avaliação nutricional subjetiva como método para identificação do paciente de risco nutricional. CONCLUSÃO: A avaliação nutricional subjetiva tem se mostrado boa opção na avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos e algumas modificações têm sido sugeridas para o uso do método também em outras especialidades. A experiência do observador é de extrema importância...

Avaliação nutricional de pacientes com cirrose pelo vírus da hepatite C: a aplicação da calorimetria indireta

Gottschall,Catarina Bertaso Andreatta; Álvares-da-Silva,Mário Reis; Camargo,Ana Cristina Riehs; Burtett,Renata Medeiros; Silveira,Themis Reverbel da
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
RACIONAL: A desnutrição é freqüente em cirróticos, mas sua avaliação é difícil. A predição do gasto energético basal pela equação de Harris-Benedict não está validada neste grupo. A alternativa seria mensurá-la através da calorimetria indireta. OBJETIVOS: Realizar avaliação nutricional em cirróticos, aferir o gasto energético basal pela calorimetria indireta e compará-lo ao estimado pela equação de Harris-Benedict. MATERIAL E MÉTODOS: Estudaram-se 34 adultos com cirrose pelo vírus da hepatite C, em acompanhamento ambulatorial, classificados de acordo com Child-Pugh e escore "model of end-stage liver disease". O gasto energético basal foi estimado pela equação de Harris-Benedict e medido pela calorimetria indireta. Avaliação nutricional foi realizada por antropometria, avaliação nutricional subjetiva global, dinamometria e inquérito recordatório. RESULTADOS: Em relação à classificação de Child-Pugh, 15 (44,2%) eram A, 12 (35,3%) B e 7 (20,6%) C e 33 (97,1%) apresentaram valores inferiores a 20 no escore "model of end-stage liver disease". O gasto energético basal estimado foi maior do que o medido (Harris-Benedict 1404,5 ± 150,3 kcal; calorimetria indireta 1059,9 ± 309,6 kcal). A prevalência de desnutrição variou entre os métodos (índice de massa corpórea...

Espessura do músculo adutor do polegar: um método rápido e confiável na avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos

Bragagnolo,Rosalia; Caporossi,Fernanda Stephan; Dock-Nascimento,Diana Borges; Aguilar-Nascimento,José eduardo de
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
OBJETIVO: Determinar se a medida da espessura do músculo adutor do polegar é confiável para avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos e se correlaciona bem com outros parâmetros antropométricos, bioquímicos e clínicos. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, com avaliação de 87 pacientes candidatos à procedimento cirúrgico de grande porte no trato gastrointestinal. Eles foram submetidos à avaliação nutricional através da avaliação subjetiva global, antropometria (circunferência do braço, prega cutânea triciptal, e circunferência muscular do braço), albumina sérica, linfocitometria e pela medida da espessura do músculo adutor do polegar em ambas as mãos. RESULTADOS: A média da espessura da mão dominante (direita) foi de 12,64 ± 3,19 mm e da mão não dominante 12,23 ± 2,9 mm. Para desnutrição, a sensibilidade da espessura do músculo adutor do polegar direita foi de 72,37% e da esquerda de 77,33% para os pontos de cortes encontrados com a curva Receiver Operating Characteristic (13,4 e 13,1 mm respectivamente). Para ambas as mãos a especificidade foi de 100%. Encontrou-se correlação significativa (p<0,01) da espessura do músculo adutor do polegar com todas as outras técnicas antropométricas de avaliação nutricional. Os seus valores médios nos pacientes eutróficos segundo a avaliação subjetiva global foram significativamente maiores (P<0.001) que dos desnutridos leves...

Avaliação nutricional do recém-nascido: limitações dos métodos atuais e novas perspectivas

Brock,Romy Schmidt; Falcão,Mário Cícero
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.46%
OBJETIVO: Revisar a literatura sobre as abordagens na avaliação nutricional do recém-nascido. FONTES DE DADOS: Levantamento das publicações sobre avaliação nutricional de recém-nascidos indexadas no Medline, SciELO e Lilacs nos últimos dez anos, utilizando os descritores "antropometria" e "avaliação nutricional". SÍNTESE DOS DADOS: A avaliação nutricional do recém-nascido é importante tanto para classificação e diagnóstico de alterações do crescimento intra-uterino, quanto para posterior acompanhamento nutricional e de crescimento. Esta avaliação compreende parâmetros antropométricos, bioquímicos e de composição corpórea. Devido à limitação de métodos laboratoriais e de composição corpórea, a avaliação nutricional do recém-nascido continua sendo baseada em parâmetros antropométricos, como peso, comprimento, perímetros cefálico e braquial e dobras cutâneas. Além dos parâmetros antropométricos, as relações antropométricas são úteis para descrever proporcionalidades corpóreas. Dentre tais relações, destacam-se: razão entre perímetros braquial e cefálico e índice ponderal. O índice de massa corpórea (IMC), bastante utilizado em crianças e adultos como indicador de proporcionalidade do crescimento...

Avaliação nutricional de paciente critico

Fontoura,Carmen Sílvia Machado; Cruz,Denise Oliveira; Londero,Lisiane Guadagnin; Vieira,Renata Monteiro
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O estado nutricional do paciente hospitalizado influi em sua evolução clinica e a má nutrição protéico-calórica contribui para o aumento da morbidade-mortalidade em terapia intensiva. Apesar dos diversos parâmetros de avaliação nutricional (AN) existentes, não há um padrão nos centros hospitalares que dê segurança aos profissionais em sua prática diária. O objetivo deste estudo foi buscar um método de avaliação para pacientes críticos que permita uma avaliação mais adequada e contribua para melhorar no seu cuidado. CONTEÚDO: Foi realizada revisão na literatura existente, tendo com palavras-chave: avaliação nutricional, paciente critico, antropometria, desnutrição hospitalar e terapia intensiva. CONCLUSÕES: Os diferentes métodos de avaliação nutricional sofrem restrições quando se trata de paciente critico. Não há consenso entre os autores sobre o melhor método de AN, não sendo aconselhável a eleição de apenas um. Sugere-se para a prática diária, um instrumento que contemple os aspectos subjetivos e objetivos e que identifique pacientes desnutridos ou em risco nutricional (Anexo 1).

Avaliação nutricional do cardiopata crítico em terapia de substituição renal: dificuldade diagnóstica

Jardim,Maria das Neves; Costa,Helenice Moreira da; Kopel,Liliane; Lage,Silvia Gelás
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
OBJETIVO: Realizar avaliação nutricional em pacientes cardiopatas críticos que necessitem de terapia de substituição renal. MÉTODOS: Pacientes cardiopatas críticos, internados em unidade de terapia intensiva, que apresentavam insuficiência renal com indicação de terapia de substituição renal foram submetidos à avaliação nutricional com a utilização de medidas antropométricas e análise laboratorial. RESULTADOS: Foram avaliados 43 pacientes, com idade de 64±15 anos, 26 do sexo masculino. A média da fração de ejeção do ventrículo esquerdo foi de 0,36±0,16. Avaliação do estado nutricional com base no índice de massa corpórea revelou 18 pacientes eutróficos, 6 pacientes com baixo peso, 19 pacientes com sobrepeso ou obesidade. Baseado na medida da prega cutânea tricipital, 16 pacientes eram eutróficos, 27 pacientes apresentaram algum grau de depleção e, com base na circunferência do braço e na circunferência muscular do braço, 41 pacientes apresentaram algum grau de depleção. Dados laboratoriais evidenciaram depleção grave baseado na albumina em 28 pacientes e 27 pacientes tinham depleção grave de acordo com a contagem de linfócitos. CONCLUSÃO: A desnutrição é comum em pacientes cardiopatas críticos em terapia de substituição renal. Avaliação nutricional baseada no índice de massa corpórea não revelou ser bom método para diagnóstico de distúrbios nutricionais nesta população. Há necessidade de complementar a avaliação nutricional para identificação de desnutrição e possibilitar introdução precoce de suporte nutricional adequado.

Enfermagem na saúde da criança: estudo bibliográfico acerca da avaliação nutricional

Monteiro,Flávia Paula Magalhães; Caetano,Joselany Áfio; Araujo,Thelma Leite de
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
O objetivo deste estudo foi analisar a produção científica acerca da atuação do enfermeiro na saúde nutricional da criança. Estudo bibliográfico realizado entre abril e maio de 2008, nas bases de dados online, com descritores: avaliação nutricional, antropometria, crescimento, criança. Critérios de inclusão: saúde infantil na avaliação nutricional, enfermeiro/autor e artigos publicados entre 2000 e 2007. Encontraram-se 15 artigos nos seguintes anos: 2000 (1), 2001 (1), 2002 (2), 2003 (4), 2005 (1), 2006 (3) e 2007 (3). Periódicos inscritos nas áreas: enfermagem (1), nutrição (1), saúde pública (3) e médica (1). Tipo de estudo: epidemiológicos (1), descritivos (5), transversais (7), longitudinal (1), estudo de caso (1), revisão de literatura (1) e relato de experiência (1). Unidades temáticas: avaliação nutricional mediante acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil; fatores determinantes da nutrição infantil e avaliação nutricional como cuidado de enfermagem. Ressalta-se que o enfermeiro tem buscado fundamentação teórica e prática para cuidar da criança com déficit nutricional.

Avaliação nutricional: descrição da concordância entre avaliadores

Beghetto,Mariur Gomes; Luft,Vivian Cristine; Mello,Elza Daniel de; Polanczyk,Carísi Anne
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
Este estudo objetivou avaliar a concordância interobservadores de medidas antropométricas e avaliação subjetiva do estado nutricional em adultos hospitalizados. Pacientes internados em um hospital geral universitário tiveram peso atual, peso usual, altura, circunferência do braço, prega cutânea tricipital, percentual de perda de peso, Índice de Massa Corporal, circunferência muscular do braço e Avaliação Nutricional Subjetiva Global obtidos por avaliadores independentes. A concordância foi avaliada pelo coeficiente kappa, teste t pareado e coeficiente de correlação intraclasse (ICC). Foram avaliados 102 pacientes, com idade de 53±15 anos. Foi obtida boa correlação entre observadores para todos os métodos antropométricos (ICC>0,86) e diferenças médias de pequena magnitude. As variáveis categorizadas mostraram concordância ótima para o Índice de Massa Corporal (kappa=0,98; IC95%: 0,95-1,0), fraca para a Avaliação Nutricional Subjetiva Global (kappa=0,46; IC95%: 0,31-0,60) e moderada para os percentis 5 e 10 da circunferência do braço (kappa=0,78; IC95%: 0,65-0,91), circunferência muscular do braço (kappa=0,73; IC95%: 0,54-0,92) e prega cutânea tricipital (kappa=0,65; IC95%: 0,48-0,82). Para muitos pacientes houve discrepâncias clinicamente relevantes no percentual de perda de peso...

Avaliação nutricional antropométrica de gestantes brasileiras: uma revisão sistemática

Barros,Denise Cavalcante de; Saunders,Claudia; Leal,Maria do Carmo
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
Trata-se de uma revisão sistemática objetivando a identificação de métodos de avaliação nutricional de gestantes adotados no Brasil e sua associação com desfechos obstétricos. A busca bibliográfica foi feita nas bases Medline, Lilacs e Scielo, no período de 1980 a 2006. Os descritores utilizados em combinação foram pregnant, pregnancy nutritional assessment, anthropometric state, weight gain. Foram identificados 26 estudos, sendo o método proposto por Rosso (1985) o mais adotado. Alguns autores usaram apenas a avaliação do estado nutricional pré-gestacional com base no método proposto pelo Institute of Medicine (1990) ou a avaliação do ganho de peso gestacional segundo a Organização Mundial da Saúde (1995). Os resultados indicam a inexistência de metodologia apropriada para avaliação nutricional de gestantes brasileiras, o que pode estar contribuindo para a desvalorização desse procedimento nos serviços de assistência pré-natal. A maior parte dos estudos considerou o peso ao nascer como o principal desfecho do peso gestacional na validação dos métodos de classificação antropométrica. Os resultados encontrados no estudo demonstram a escassez de informações, em quantidade e qualidade, que possam contribuir para analisar a efetividade dos métodos de avaliação nutricional antropométrica para as gestantes brasileiras. O desenvolvimento de estudos com rigor metodológico neste campo é premente...

Avaliação nutricional: descrição da concordância entre avaliadores

Beghetto,Mariur Gomes; Luft,Vivian Cristine; Mello,Elza Daniel de; Polanczyk,Carísi Anne
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
Este estudo objetivou avaliar a concordância interobservadores de medidas antropométricas e avaliação subjetiva do estado nutricional em adultos hospitalizados. Pacientes internados em um hospital geral universitário tiveram peso atual, peso usual, altura, circunferência do braço, prega cutânea tricipital, percentual de perda de peso, Índice de Massa Corporal, circunferência muscular do braço e Avaliação Nutricional Subjetiva Global obtidos por avaliadores independentes. A concordância foi avaliada pelo coeficiente kappa, teste t pareado e coeficiente de correlação intraclasse (ICC). Foram avaliados 102 pacientes, com idade de 53±15 anos. Foi obtida boa correlação entre observadores para todos os métodos antropométricos (ICC>0,86) e diferenças médias de pequena magnitude. As variáveis categorizadas mostraram concordância ótima para o Índice de Massa Corporal (kappa=0,98; IC95%: 0,95-1,0), fraca para a Avaliação Nutricional Subjetiva Global (kappa=0,46; IC95%: 0,31-0,60) e moderada para os percentis 5 e 10 da circunferência do braço (kappa=0,78; IC95%: 0,65-0,91), circunferência muscular do braço (kappa=0,73; IC95%: 0,54-0,92) e prega cutânea tricipital (kappa=0,65; IC95%: 0,48-0,82). Para muitos pacientes houve discrepâncias clinicamente relevantes no percentual de perda de peso...