Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Bateria de avaliação neuropsicológica de Coimbra (BANC) : estudo de validação em crianças e adolescentes institucionalizados vítimas de maus tratos

Correia, Sara da Silva
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Caracteriza-se o desempenho de 30 crianças e adolescentes institucionalizados devido à vivência de maus tratos. Pretende-se testar as diferenças entre desempenhos em função do tipo de mau trato sofrido (negligência versus abuso), com o objetivo de avaliar o impacto que os maus tratos infantis têm no funcionamento neurocognitivo e, em simultâneo, de validar os resultados da Bateria de Avaliação Neuropsicológica de Coimbra (BANC). Os resultados inferiores da amostra no exame da inteligência (WISC-III) associam-se a desempenhos neurocognitivos que sinalizam a presença de défices significativos em tarefas dos diversos domínios avaliados pela BANC: memória, funções executivas, atenção e linguagem. Os défices mais significativos observados no grupo da negligência foram encontrados nas medidas de memória verbal a curto e longo prazo e na memória semântica. Já no grupo dos abusos, estes observaram-se na retenção de material de natureza verbal, na memória visual a longo prazo, na capacidade de planificação e integração viso-espacial, e na atenção sustentada. Ambos os grupos apresentaram défices na atenção dividida. Contudo, apenas foram encontradas diferenças estatisticamente significativas nas pontuações dos dois grupos na memória visual a longo prazo...

Deteção de comportamentos de esforço reduzido e exagero de sintomas numa amostra de reclusos do Estabelecimento Prisional de Coimbra

Soares, Dalila de Melo
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
A deteção de comportamentos de simulação, esforço reduzido e exagero de sintomas é uma questão preponderante na prática e investigação no contexto da avaliação psicológica em contexto forense. O presente estudo analisa a deteção de comportamentos de esforço reduzido e exagero de sintomas numa amostra de reclusos do Estabelecimento Prisional de Coimbra, tendo como objetivos a análise da relação entre as medidas de validade de sintomas utilizadas e variáveis demográficas (idade e escolaridade) e o funcionamento cognitivo; a análise de potenciais vantagens/limites das medidas de validade de sintomas utilizadas na presente amostra; a análise da relação entre as várias medidas de validade de sintomas utilizadas. Foram utilizados dois instrumentos dirigidos à deteção de esforço reduzido ou exagero de sintomas de dificuldades cognitivas: Test of Memory Malingering (TOMM; Tombaugh, 1996; Mota et al., 2008) e Rey 15-Item Memory Test (FIT; Rey, 1964); dois índices de esforço reduzido derivados de testes oriundos de um instrumento clássico de avaliação neuropsicológica (Vocabulário e Memória de Dígitos; WAIS-III); um instrumento orientado para a deteção de exagero de sintomas psicopatológicos (Structured Inventory of the Malingered Symptomatology; SIMS; Smith & Burger...

Funcionamento executivo e traços de psicopatia em jovens infratores; Executive functioning and psychopathic traits in young offenders

Achá, Maria Fernanda Faria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.14%
Introdução: A literatura aponta um envolvimento cada vez maior de jovens com a delinquência e a criminalidade. Nos últimos anos, as pesquisas com população forense têm buscado estudar a etiologia do comportamento antissocial. Neste contexto a avaliação neuropsicológica tem sido cada vez mais utilizada como recurso para a investigação da correlação entre conduta infracional e déficits cognitivos. Este estudo investigou o desempenho cognitivo de jovens infratores reincidentes e não reincidentes em tarefas relacionadas às funções executivas. Método: 38 jovens infratores com idade média de 18 anos (±0,23) foram divididos em dois grupos: Grupo 1: Infratores Primários (n=17) e Grupo 2: Infratores Reincidentes (n=21). Para a avaliação clínica utilizou-se os seguintes instrumentos: Mini-International Neuropsychiatric Interview (MINI); Psychopathy Checklist Revised (PCL-R) e os testes neuropsicológicos: Semelhanças; Fluência Verbal, Stroop Color Test, Cubos, Vocabulário, Dígitos, Wisconsin Card Sorting Test (WCST), Trail Making Test (TMT) e índice de quociente de inteligência estimado (QI). Resultados: Os grupos foram pareados quanto à idade e escolaridade. O grupo de reincidentes (Grupo 2) mostrou maior pontuação na escala PCL-R (p=0...

Avaliação da simulação ou esforço insuficiente com o Rey 15-Item Memory Test (15-IMT): Estudos de validação em grupos de adultos idosos

Simões, Mário; Serviço de Avaliação Psicológica, FPCE, Universidade de Coimbra; Sousa, Liliana; Serviço de Avaliação Psicológica, FPCE, Universidade de Coimbra; Duarte, Paula; Centro de Psicologia e Intervenção Social, Guarda Nacional Republic
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
A crescente evidência da possibilidade de desempenhos enganosos ou fraudulentos em contexto de exame neuropsicológico forense, incluindo casos envolvendo adultos idosos (por exemplo, determinação de incapacidade ou pedidos de reforma antecipada), torna imperativa a inclusão de medidas específicas de simulação e esforço insuficiente nos protocolos de avaliação. O Rey 15-Item Memory Test (15-IMT) é um dos testes mais utilizados neste âmbito. Contudo, apesar de se reconhecer que o efeito de tecto subjacente ao desenvolvimento dos testes de esforço insuficiente pode não resultar do mesmo modo em pessoas com doença mental ou demência, grupos de adultos idosos com determinadas condições clínicas, como as perturbações neurodegenerativas, são habitualmente excluídos dos estudos de validação. Pretendemos analisar o desempenho de diferentes grupos de adultos idosos (Saudáveis, com Problemas Cognitivos e com Depressão), contrapondo a um grupo de jovens adultos (Controlo), com o objectivo de examinar a validade dos resultados e necessidade de distintos pontos de corte nesta prova. Os resultados obtidos apontam para uma excelente especificidade do ponto de corte de <9 no Ensaio de Evocação Imediata e <20 no Resultado Combinado do Reconhecimento no grupo de jovens adultos. Contudo...

Detecção de simulação com o uso do wisconsin card sorting test e do trail making test

Sousa,Hugo; Machado,Manuel; Quintas,Jorge
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
Neste trabalho, tentamos identificar índices de simulação na avaliação neuropsicológica forense, através da avaliação dos padrões de resposta em provas neuropsicológicas. A amostra foi constituída por 56 sujeitos com traumatismo crânioencefálico. Todos se encontravam numa situação de possível recompensa monetária por incapacidade. Utilizamos os instrumentos Wisconsin Card Sorting Test (WCST), Trail Making Test (TMT), Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI), e a grelha de análise dos autos do processo. Cerca de 30% da amostra enquadrou-se no grupo de prováveis simuladores. Essa porcentagem é congruente com a literatura. Verificou-se uma grande homogeneidade entre os indivíduos com e sem indicadores de simulação, a nível sintomatológico e características sócio-demográficas, o que reforça a necessidade de desenvolvimento de métodos eficazes na detecção da simulação.

Avaliação da simulação ou esforço insuficiente com o Rey 15-Item Memory Test (15-IMT): Estudos de validação em grupos de adultos idosos

Simões,Mário; Sousa,Liliana; Duarte,Paula; Firmino,Horácio; Pinho,Maria Salomé; Gaspar,Nuno; Pires,Luís; Batista,Pedro; Silva,Ana Rita; Silva,Sandra; Ferreira,Ana Rita; França,Sara
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.28%
A crescente evidência da possibilidade de desempenhos enganosos ou fraudulentos em contexto de exame neuropsicológico forense, incluindo casos envolvendo adultos idosos (por exemplo, determinação de incapacidade ou pedidos de reforma antecipada), torna imperativa a inclusão de medidas específicas de simulação e esforço insuficiente nos protocolos de avaliação. O Rey 15-Item Memory Test (15-IMT) é um dos testes mais utilizados neste âmbito. Contudo, apesar de se reconhecer que o efeito de tecto subjacente ao desenvolvimento dos testes de esforço insuficiente pode não resultar do mesmo modo em pessoas com doença mental ou demência, grupos de adultos idosos com determinadas condições clínicas, como as perturbações neurodegenerativas, são habitualmente excluídos dos estudos de validação. Pretendemos analisar o desempenho de diferentes grupos de adultos idosos (Saudáveis, com Problemas Cognitivos e com Depressão), contrapondo a um grupo de jovens adultos (Controlo), com o objectivo de examinar a validade dos resultados e necessidade de distintos pontos de corte nesta prova. Os resultados obtidos apontam para uma excelente especificidade do ponto de corte de <9 no Ensaio de Evocação Imediata e <20 no Resultado Combinado do Reconhecimento no grupo de jovens adultos. Contudo...