Página 1 dos resultados de 661 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Contribuição da avaliação formativa para o desenvolvimento cognitivo em alunos de física

Lopes, Teresa Cristina Teles
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
O desenvolvimento de competências e atitudes essenciais para estimular o aluno a aprender a aprender, a lidar com a mudança e para aprender a colaborar e a participar na melhoria da sociedade, são desafios com que a escola se vê confrontada (Alonso, 2002). Este Projecto de Tese, efectuado na área da Física, pretende analisar a contribuição da avaliação formativa no desenvolvimento do ensino-aprendizagem e seu reflexo no aperfeiçoamento das capacidades cognitivas dos alunos. Propõe-se a organização de uma metodologia de avaliação formativa, a implementar ao longo de sucessivos níveis lectivos, usando como caso de estudo a aplicação numa turma do 10º Ano de escolaridade, e como controlo, uma turma do mesmo nível. O estudo utilizará metodologias desenvolvidas/aperfeiçoadas neste projecto. Durante este estudo propomo-nos, também, averiguar o modo como as escolas portuguesas utilizam a avaliação formativa na aquisição de conteúdos e desenvolvimento de competências dos alunos, investigando as concepções subjacentes aos modelos avaliativos utilizados pelos professores de Física do Ensino Secundário e o modo como essas concepções se reflectem nas práticas lectivas. No final, pretende-se propor a implementação de Cursos de Formação Contínua que potenciem nos professores uma aquisição de competências conducentes à valorização da avaliação formativa...

Encapsulamento e utilização de objetos de aprendizagem abertos SCORM para ensejar a avaliação formativa

Dutra, Renato Luís de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
A avaliação formativa, apesar de ter sido inicialmente pensada por Scriven há mais de 30 anos, e ser discutida por diversos autores nas últimas décadas, ainda é pouco utilizada, tanto nos cursos presenciais como a distância. Somente nos últimos anos, com a adoção de ciclos de aprendizagem, a preocupação maior com o processo de ensino-aprendizagem e com o crescimento dos cursos a distância, essa abordagem de avaliação começou a ganhar mais importância. Na Educação a Distância, a avaliação formativa tem se mostrado uma excelente alternativa, por propiciar aos professores um acompanhamento mais próximo e mais individualizado de seus alunos e por permitir que professores e alunos regulem o processo de ensino-aprendizagem. Independente do processo avaliativo, o desenvolvimento de conteúdos digitais educacionais na forma de objetos de aprendizagem tem sido uma solução crescente na EAD. Para tanto, modelos de portabilidade e interoperabilidade, como o SCORM, proporcionaram uma grande evolução em termos de reusabilidade, portabilidade e interoperabilidade e, aliados à utilização de licenças que permitam a livre utilização, distribuição e modificação, possibilitam ao ambiente acadêmico facilmente intercambiar objetos de aprendizagem...

Avaliação formativa usando objetos de aprendizagem SCORM

Dutra, Renato Luís de Souza; Tarouco, Liane Margarida Rockenbach; Passerino, Liliana Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
A Avaliação formativa tem ganhado cada vez mais adeptos nos últimos anos com a adoção de ciclos de aprendizagem e com a preocupação maior com o processo de ensino-aprendizagem. Na EAD, o processo de avaliação formativa tem sido bastante valorizado principalmente por permitir o constante feedback aos alunos e por permitir que professores e alunos regulem o processo de ensino-aprendizagem a distância. O apoio ao processo de avaliação formativa nos diferentes Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), muitas vezes tem sido feito através de iniciativas que envolvem uso de sistemas multi-agentes e acompanhamento das atividades dos alunos. Entretanto, essas soluções possuem limitações como não a não portabilidade para diferentes AVA. Nesse sentido, a utilização de Objetos de Aprendizagem SCORM, através de seu mecanismo de rastreamento é uma alternativa de apoio à avaliação formativa garantindo total portabilidade e interoperabilidade.

Competência do agente comunitário de saúde : subsídio para a avaliação formativa na Estratégia de Saúde da Família; Competencies of community health agent : allowance for formative assessment in family health strategy; Competencias del agente comunitario de salud : asignación para la evaluación formativa en la estrategia de salud de la familia

Bandeira, Andrea Gonçalves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Este estudo teve como objetivo desenvolver um instrumento para a avaliação formativa dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) das Unidades de Saúde com Estratégia de Saúde da Família (ESF) no âmbito do projeto Telessaúde/RS. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem mista, realizado no contexto do programa Telessaúde/RS. Foram convidados a participar do estudo 45 enfermeiros e 45 Agentes Comunitários de Saúde. Para a coleta de dados, utilizou-se a técnica Delphi online. Na primeira etapa foi enviado aos participantes um questionário com base no referencial de competências profissionais do ACS do Ministério da Saúde e os mesmos, de acordo com seus conhecimentos e experiências, puderam excluir ou modificar as competências listadas, bem como acrescentar competências. Na segunda etapa o questionário constou dos esquemas de competências resultantes da primeira etapa, adicionadas de uma escala de Likert com valores de 1 (discordo muito) a 5 (concordo muito), para que manifestassem seu grau de concordância. Nesta etapa foram adicionadas ao instrumento questões a respeito da periodicidade para a realização da avaliação e indicação de critérios para a avaliação. Com base nos resultados obtidos na 1ª e 2ª etapas...

Avaliação formativa : representações e práticas de professores de línguas estrangeiras

Barreiro, Maria Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 21/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.68%
Tese mestrado em Educação (área de especialização em Supervisão Pedagógica em Ensino das Línguas Estrangeiras); O estudo que aqui se descreve incide sobre representações e práticas de avaliação formativa dos professores de Línguas Estrangeiras (LE) de uma Escola Básica 2 e 3 do distrito de Viana do Castelo, realizado no ano lectivo 2008/2009. Apresenta uma dimensão colaborativa e sustenta-se nos princípios da (auto)supervisão, reflexividade e autonomia, como processos que se interpenetram num mesmo contexto didáctico que vise a emancipação do aluno e do professor,. A dupla vertente de formação, a da investigadora e a das participantes no estudo – visando uma meta comum - a reconstrução das práticas de avaliação com reflexos na melhoria das aprendizagens dos alunos, decorre da investigação sobre e para a acção como estratégia de desenvolvimento pessoal e profissional. Optou-se por um estudo de caso descritivo e interventivo, ancorado no paradigma naturalista, defendendo-se práticas de avaliação formativa desprovidas de qualquer tentativa de classificação e de selecção, cuja preocupação central reside na recolha de informação para regular o ensino e a aprendizagem. Uma avaliação formativa assente nos princípios da diferenciação pedagógica...

Avaliação formativa e formação de professores

Rosário, Fernanda; Araújo, Lígia; Fialho, Isabel
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
66.65%
O contexto educativo atual é cada vez mais diversificado, mais condicionado por condições económicas difíceis que potenciam desigualdades no sistema educativo e por novas realidades culturais e sociais a que a Escola e os professores não podem ser alheios. O sucesso escolar é atingido de formas cada vez mais diversificadas inutilizando o conceito de escola de massas e requerendo uma escola inclusiva. A prática letiva prevê a diversificação de metodologias de ensino e aprendizagem. A avaliação formativa reveste-se de vital importância neste âmbito, uma vez que se provou que a sua utilização melhora o sucesso escolar, como atestam estudos realizados por Paul Black and Dylan Wiliam (King’s College London School of Education). No presente texto, apresenta-se o resultado de um estudo realizado numa escola do Alentejo, em que participaram quinze professores do 2.º e 3.ºciclos das disciplinas de Línguas Estrangeiras, Língua Portuguesa e Matemática. Tendo como instrumento de recolha dados um inquérito por questionário, procurámos conhecer as perceções dos professores sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos, designadamente a avaliação formativa e de que forma os professores estão envolvidos em práticas de avaliação formativa. Procurámos ainda saber em que medida a formação de professores contempla a avaliação formativa e se os professores sentem necessidade de formação nesta área. Serão...

Avaliação Formativa e Formação de Professores. Um estudo exploratório

Araújo, Lígia; Fernanda, Rosário; Fialho, Isabel
Fonte: Pedago Publicador: Pedago
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
66.64%
O contexto educativo atual é cada vez mais diversificado, mais condicionado por condições económicas difíceis que potenciam desigualdades no sistema educativo e por novas realidades culturais e sociais a que a Escola e os professores não podem ser alheios. O sucesso escolar é atingido de formas cada vez mais diversificadas inutilizando o conceito de escola de massas e requerendo uma escola inclusiva. A prática letiva prevê a diversificação de metodologias de ensino e aprendizagem. A avaliação formativa reveste-se de vital importância neste âmbito, uma vez que se provou que a sua utilização melhora o sucesso escolar, como atestam estudos realizados por Paul Black and Dylan Wiliam (King’s College London School of Education). No presente texto, apresenta-se o resultado de um estudo realizado numa escola do Alentejo, em que participaram quinze professores do 2.º e 3.ºciclos das disciplinas de Línguas Estrangeiras, Língua Portuguesa e Matemática. Tendo como instrumento de recolha dados um inquérito por questionário, procurámos conhecer as perceções dos professores sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos, designadamente a avaliação formativa e de que forma os professores estão envolvidos em práticas de avaliação formativa. Procurámos ainda saber em que medida a formação de professores contempla a avaliação formativa e se os professores sentem necessidade de formação nesta área. Serão...

Perspectivas do professor e alunos sobre avaliação formativa e aprendizagem em matemática: um estudo de caso com uma turma do 8º ano de escolaridade do processo de experimentação do programa de matemática do ensino básico

Delgadinho, Sofia Teresa Ribeiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
A avaliação desempenha um papel fundamental enquanto parte integrante do processo de ensino e aprendizagem, em que alunos e professores são os principais intervenientes. Neste sentido, esta investigação teve como problema as perspectivas de avaliação formativa do ponto de vista do professor e alunos nas aprendizagens em Matemática e procura dar resposta às seguintes questões: (i) quais as perspectivas dos alunos sobre a avaliação das aprendizagens matemáticas, antes e após uma experiência de uma prática avaliativa de natureza formativa? e (ii) quais as perspectivas do professor sobre a avaliação das aprendizagens matemáticas, antes e após uma experiência de uma prática avaliativa de natureza formativa? A investigação foi realizada numa turma piloto do 8º ano do Ensino Básico e segue uma abordagem de investigação qualitativa e interpretativa, tratando-se de um estudo de caso qualitativo e analítico. A informação foi recolhida através da observação directa de aulas, entrevistas, questionários e análise documental. A investigadora assumiu o papel de observadora. Os resultados mostraram que as perspectivas de avaliação são mais inovadoras que as próprias práticas e além disso influenciam o modo como os alunos encaram a avaliação. Quando são utilizados instrumentos de avaliação com um carácter formativo...

Avaliação formativa, avaliação sumativa e exames na prática de três professoras de português de 12º ano

Lobo, Aldina Silveira, 1960-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Tese de doutoramento, Educação (Avaliação em Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2010.; O principal propósito deste estudo era investigar práticas de ensino e avaliação interna (formativa e sumativa) em contexto de exames nacionais obrigatórios para os alunos envolvidos. Uma comprovada falta de estudos empíricos no domínio da avaliação das aprendizagens, em Portugal, justificou a sua realização. O estudo foi orientado pelas seguintes questões de investigação: a) como se caracterizam as práticas de ensino e de avaliação (formativa e sumativa) das professoras participantes? b) de que forma estas professoras relacionam a avaliação formativa com a avaliação sumativa (interna e externa)? c) como é que as suas práticas lectivas e avaliativas são influenciadas pelos exames? d) de que forma os estilos destas professoras estão relacionados com as suas práticas lectivas e avaliativas e com os resultados de avaliação das aprendizagens? A recolha de dados decorreu durante um ano lectivo e, no essencial, consistiu em observações realizadas nas salas de aula de três professoras de Português do 12.º ano de escolaridade; em entrevistas às professoras, responsáveis escolares e alunos. A análise de dados foi iterativa e indutiva. O estudo permitiu elaborar várias conclusões das quais se destacam algumas. As práticas de avaliação formativa e sumativa das participantes...

Para uma teoria da avaliação formativa

Fernandes, Domingos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.64%
A principal finalidade deste artigo é a de contribuir para a construção de uma teoria da avaliação formativa que, no essencial, possa orientar, fundamentar e melhorar as práticas de avaliação nas salas de aula. Para além de se apresentar, discutir e definir o conceito de avaliação formativa alternativa, propõe-se o desenvolvimento de investigação que permita compreender a) os processos de desenvolvimento do currículo nas salas de aula e a sua relação com os processos de avaliação; b) os papéis de alunos e professores nos processos de ensino, aprendizagem e avaliação; e c) os contextos, dinâmicas e ambientes de ensino, aprendizagem e avaliação nas salas de aula. Propõe-se ainda que se descrevam, analisem e interpretem as realidades da avaliação formativa nas salas de aula de forma a desenvolver a investigação empírica e a construção teórica nesta área. Neste sentido, são dados exemplos de questões de investigação que se consideram prioritárias.

A Avaliação formativa e o seu impacto na melhoria da aprendizagem.

Araújo, Filomena Margarida Rodrigues de
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.65%
Doutoramento em Ciências da Educação na especialidade de Teoria Curricular e Avaliação; O propósito deste estudo era investigar as intenções e práticas de avaliação formativa e os seus efeitos na melhoria da aprendizagem, observados por via da capacidade dos alunos se autoavaliarem, percecionarem as suas aprendizagens e os ‘novos passos na aprendizagem’. O estudo foi orientado pelas seguintes questões de investigação: - Como se caracterizam e relacionam as conceções e as práticas de avaliação formativa dos professores de EF? - Quais os efeitos dessas práticas, nomeadamente do feedback, na melhoria da aprendizagem? - Como se caracterizam as perceções dos alunos sobre a sua aprendizagem e como a relacionam com a intervenção do seu professor? - Como se relacionam as práticas de avaliação formativa com a capacidade dos alunos para se autoavaliarem, percecionarem e autorregularem as suas aprendizagens? Foram realizadas entrevistas a 32 professores, foram observadas 36 aulas e foram entrevistados 134 alunos, do 2º e do 3º ciclo do ensino básico. Do estudo, emergiram várias conclusões das quais se destacam as seguintes: - As formas como os alunos se autoavaliam, percecionam o feedback e a sua aprendizagem e referenciam os seus progressos não são independentes das práticas de avaliação formativa dos seus professores; - Existe uma diferença de género na perceção dos alunos do feedback...

Requisitos de avaliação formativa para sistemas computacionais de apoio ao ensino e à aprendizagem

Melo, Moisés Zarzar Correia de
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.64%
A avaliação formativa revela-se mais significativa que a somativa, pois acompanha todo o processo de ensino-aprendizagem. Apesar disso, ainda há uma forte resistência na mudança do tradicional paradigma de se aplicarem testes pontuais (avaliação somativa) para uma nova forma de avaliação que permita o levantamento e acompanhamento contínuo da aprendizagem dos alunos em termos quantitativos e qualitativos. Essa realidade também pode ser constatada nos cursos a distância. Na sua vertente mais atual, na qual a aprendizagem ocorre, primordialmente, em ambientes virtuais, a mediação pedagógica continua tendo uma crucial importância. Nesse sentido, práticas pedagógicas ultrapassadas não permitem que as vantagens dos novos espaços virtuais de aprendizagem sejam exploradas em toda a sua potencialidade. Além de não serem dirimidas adequadamente as dificuldades inerentes aos novos ambientes. O objetivo deste trabalho foi levantar requisitos de avaliação formativa para sistemas computacionais de apoio ao ensino e à aprendizagem. Para isso, foi realizada uma análise de competidores, com o objetivo de identificar os pontos fortes e fracos dos três sistemas mais utilizados atualmente, bem como um levantamento das necessidades apresentadas pela literatura que não têm atualmente suporte nos sistemas competidores analisados. Com a aplicação da metodologia acima...

Visualização de informação como ferramenta de auxílio na avaliação formativa em educação a distância

de Aguiar Sá Vila Nova Júnior, Henrique; Sandro Gomes, Alex (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Com o avanço tecnológico introduzido nas ferramentas de educação a distância, onde novas possibilidades favorecem a adoção de abordagens que inovam o processo de ensino-aprendizagem. Uma avaliação mais centrada no aprendiz, em sua colaboração, interação agora são mais possíveis. Estas novas possibilidades fazem com que não se avalie o aprendiz apenas de forma tradicional, através de testes quantitativos, mas sim utilizando uma avaliação mais formativa. A avaliação formativa em ambientes de educação a distância pode ser realizada através de um contínuo acompanhamento da participação dos aprendizes ao longo do tempo em alguns recursos como, por exemplo, a participação em fóruns temáticos, chats, envio de atividades e etc. Algumas experiências com avaliação formativa na modalidade de ensino a distância revelam que, a participação colaborativa e construtivista dos aprendizes favorece na percepção de seus comportamentos, como também a possível identificação de problemas ou tendências de suas classes virtuais, esta descoberta pode ajudar o professor-tutor a realizar um processo de tutoria mais eficaz ao longo do tempo. Contudo a maioria dos ambientes de educação a distância não possibilita recursos adequados para este tipo de avaliação. A avaliação formativa demanda muito trabalho e tempo do professor no acompanhamento...

Métodos de avaliação formativa: desatando nós e alinhavando possibilidades

Camargo, Clarice Carolina Ortiz de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
O presente estudo tem como objetivo identificar de que forma a avaliação formativa tem sido empregada e desenvolvida pelos professores da Educação Básica. Busca-se analisar as concepções de avaliação vigentes entre os professores da Educação Básica e identificar, a partir dos diferentes tipos de registros e métodos avaliativos utilizados por esses professores, quais deles retratam concepções de avaliação formativa, ou que se aproximam dessa perspectiva. Para isso, foi escolhida como lócus da pesquisa uma escola de Educação Básica pública federal, no contexto de um Colégio de Aplicação em uma cidade de Minas Gerais, a partir do entendimento de que as condições diferenciadas de trabalho docente, no qual se prevê o ensino, a pesquisa e a extensão, poderiam oferecer condições favoráveis para uma prática pedagógica diferenciada e formativa. O caminho metodológico ancorou-se na pesquisa qualitativa, tipo Estudo de Caso. A investigação foi desenvolvida no período de 2012 a 2014. Utilizaram-se a análise documental, o questionário, a entrevista por pautas, como formas de construção dos dados. A análise documental foi desenvolvida em duas etapas: a análise de documentos da escola como: Projeto Político Pedagógico...

Das conceções às práticas de avaliação formativa no 1.º ciclo do ensino básico

Farinha, Mariana Ribeiro
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ensino do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico; O presente relatório surge no âmbito da unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada II, integrada no plano de estudos do mestrado em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico. Este trabalho visa descrever e analisar de forma reflexiva o período de observação, intervenção e avaliação pedagógica desenvolvido em contexto do 1.º Ciclo do Ensino Básico, numa turma do 2.º ano de escolaridade. O estágio decorreu, durante dez semanas, numa instituição pública, localizada no centro de Lisboa. Para se efetuar a recolha e o tratamento de dados utilizou-se uma metodologia de natureza qualitativa, com características próximas da metodologia de investigaçãoação. O documento integra ainda um estudo intitulado “Das conceções às práticas de avaliação formativa no 1.º Ciclo do Ensino Básico”, com o propósito de enquadrar concetualmente a avaliação no contexto educativo e de caraterizar as representações e práticas de avaliação formativa dos professores do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Em conformidade com o objeto de estudo recorreu-se a uma metodologia mista...

Diário reflexivo e avaliação formativa nas aulas de língua inglesa da educação básica: um estudo de caso

Silva, Márcia Aparecida
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.67%
Esta dissertação tem por objetivo investigar de que maneira a escrita de diários reflexivos podem se configurar como uma ferramenta de avaliação formativa em salas de aula. Os diários foram escritos, em uma média de quatro por aluno, por duas turmas do nono ano de uma escola da rede estadual pública de Uberlândia-MG, na disciplina de língua inglesa, no ano de 2012. Para nortear a investigação, propus como perguntas de pesquisa: 1. Como o diário reflexivo, escrito pelos alunos, pode funcionar como uma ferramenta de avaliação formativa nas aulas de língua inglesa? 2. Como escrever o diário pode colaborar com a reflexão que o professor constrói sobre sua prática? Para discutir teoricamente sobre diários baseeie-me em Galhardo (2009), Liberali, (1999), Soares (2006), dentre outros. Como tive interesse na questão da reflexão em ambiente escolar, discuti a temática com base em Liberali (1999) e Zabalza (2004). Sobre a discussão acerca da temática da avaliação formativa, mobilizei autores como Felice (2005), Fidalgo (2002), dentre outros pesquisadores. Este trabalho se inscreveu em um quadro metodológico de Pesquisa Qualitativa, com cunho interpretativista. Dentro deste quadro, esta dissertação se inseriu na modalidade Estudo de Caso...

Avaliação formativa em aulas de desenho geométrico no 6° ano do ensino fundamental.

Silva, Hiago Rossini Da
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.67%
Esse artigo apresenta resultados de uma investigação que teve por objetivo analisar a implementação da avaliação formativa em aulas de desenho geométrico como possibilidade de melhoria da construção do conhecimento geométrico dos discentes do 6° do ensino fundamental e da autoavaliação do trabalho pedagógico do professor. Teve-se a intenção de aliar a avaliação formativa ao estudo do desenho geométrico em virtude da importância das construções com régua, compasso e transferidor na formação dos estudantes da educação básica. Utilizou-se como referencial teórico-metodológico Zuin (2001), Villas Boas (2004), Soares (2001), Muniz (2001), entre outros. Concluiu-se que: propor a avaliação formativa não é tão fácil, pois estamos arraigados ao formato da avaliação classificatória que julga, seleciona, exclui e cria facilmente rótulos; há de se problematizar as condições de trabalho necessárias e suficientes que necessitam de um professor para implementar e manter de fato a avaliação formativa; a implementação da avaliação formativa nas aulas de desenho geométrico melhorou o desempenho dos alunos e gerou a autoavaliação do trabalho pedagógico do professor.; Universidade Católica de Brasília – UCB.

Avaliação formativa e formação de professores: ainda um desafio; Evaluación formativa y formación de profesores: todavía un desafío; Formative evaluation and teacher education: still a challenge

Vilas Boas, Benigna Maria
Fonte: Linhas Críticas; Critical Lines Publicador: Linhas Críticas; Critical Lines
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
O texto analisa a importância da avaliação formativa no processo de formação de professores, para que, como conseqüência, ela seja praticada em escolas de todos os níveis. Apresenta-se o entendimento de processo de formação de professores de cursos de formação de professores, e de avaliação formativa. Analisam-se as características da avaliação formativa e de três dos seus componentes essenciais. Conclui-se que: a) os professores aprendem a avaliar enquanto se formam o que justifica a prática da avaliação formativa em todos os níveis escolares; b) o feedback é elemento-chave na avaliação formativa; c) a vivência d feedback que se transforma em auto-monitoramento, da avaliação informal encorajadora e complementadora da avaliação formação e da auto-avaliação que dá responsabilidade ao aluno contribui para o desenvolvimento da autonomia intelectual de alunos e professores. Com esse entendimento, a avaliação cumpre sua vocação de promover aprendizagem duradoura.; El texto analiza la importancia de la evaluación formativa en el proceso de formación de profesores para que, como consecuencia, sea practicada en escuelas de todos los niveles. Se presenta la comprensión del proceso de formación de profesores...

OBJETIVOS EDUCACIONAIS DE BLOOM, RESULTADOS DE APRENDIZAGEM E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO FORMATIVA NO ENSINO SUPERIOR: UMA REFLEXÃO INTEGRATIVA

Nonato, Eveline Bruno Marietto; Toni, Magda Simone de
Fonte: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias Publicador: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa de Revisão Bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Este artigo apresenta uma pesquisa de revisão bibliográfica sobre o tema avaliação formativa da aprendizagem no Ensino Superior. O trabalho é motivado pela necessidade de se considerar a avaliação como parte integrante de todo processo ensino-aprendizagem, contribuindo para o sucesso do educando e possibilitando o alcance dos objetivos do trabalho pedagógico. A pesquisa teve como objetivo geral analisar a avaliação formativa como parte integrante da dinâmica do processo ensino-aprendizagem, levando em consideração os seguintes elementos: objetivos educacionais de Bloom, resultados de aprendizagem e instrumentos de avaliação formativa. A metodologia utilizada foi a de revisão bibliográfica, sendo revisados artigos científicos e materiais teóricos relacionados à base conceitual deste trabalho. O trabalho apresenta, ainda, um estudo de caso de uma disciplina de um curso de nível superior, onde para cada unidade de ensino foram definidos os objetivos educacionais de Bloom, resultados de aprendizagem e instrumentos de avaliação. Este trabalho contribui para que docentes da educação de nível superior possam analisar o processo de avaliação de maneira holística e dialética, integrado em todas as fases do processo ensino-aprendizagem.

Para uma teoria da avaliação formativa

Fernandes,Domingos
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.63%
A principal finalidade deste artigo é a de contribuir para a construção de uma teoria da avaliação formativa que, no essencial, possa orientar, fundamentar e melhorar as práticas de avaliação nas salas de aula. Para além de se apresentar, discutir e definir o conceito de avaliação formativa alternativa, propõe-se o desenvolvimento de investigação que permita compreender: a) os processos de desenvolvimento do currículo nas salas de aula e a sua relação com os processos de avaliação; b) os papéis de alunos e professores nos processos de ensino, aprendizagem e avaliação; e c) os contextos, dinâmicas e ambientes de ensino, aprendizagem e avaliação nas salas de aula. Propõe-se ainda que se descrevam, analisem e interpretem as realidades da avaliação formativa nas salas de aula de forma a desenvolver a investigação empírica e a construção teórica nesta área. Neste sentido, são dados exemplos de questões de investigação que se consideram prioritárias.