Página 1 dos resultados de 56175 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

A atividade física do adulto jovem de Ponte de Lima - Relação IMC

Pires, Marina Eliete Domingues
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem; A obesidade é um assunto que nos dias de hoje merece especial destaque pela sua crescente prevalência entre a população mundial. É considerada a “Síndrome do Novo Mundo”, a epidemia do século XXI. O excesso de peso (defendido com índice de massa corporal de 25 kg/m2 ou mais) e a obesidade (IMC maior que 30 kg/m2) são a 5ª principal causa de morte a nível mundial e indiscutivelmente a maior causa de mortalidade evitável a seguir ao consumo tabágico, pelo que é fulcral unir esforços no sentido de travar esta tendência. Os seus custos económicos representam 2 a 7% dos custos totais de saúde. Estima-se que em Portugal os custos diretos da obesidade (que compreendem as despesas com a prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, investigação, formação e investimento) absorvam 3,5% destas despesas. Para combater este problema, a atividade física é apontada como uma das medidas principais. A adoção de hábitos de vida ativa é fundamental na prevenção de doenças como a obesidade. Assim, o enfermeiro assume um papel fundamental na sua promoção. Portugal é um dos países onde a regularidade de atividade física praticada pelos jovens apresenta piores resultados. Tendo em conta que esta população tem como exemplo a população adulta...

Nível de atividade física em pessoas com diabetes mellitus tipo 2; Physical activity's level in people with diabetes mellitus type 2

Gonela, Jefferson Thiago
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
A atividade física é considerada um dos pilares no tratamento do diabetes mellitus. Nesta direção, para a prescrição da atividade física recomenda-se conhecer o nível de atividade física do usuário com diabetes mellitus, com vistas aos benefícios à saúde. Estudo transversal, realizado em uma Unidade Básica Distrital de Saúde, em uma cidade do interior do estado de São Paulo, em 2009. O objetivo foi analisar o nível de atividade física dos usuários com diabetes mellitus tipo 2, segundo o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). A amostra foi constituída por 134 usuários com diabetes mellitus tipo 2, no período de maio a agosto de 2009. Para a coleta de dados, foram utilizados um formulário contendo as variáveis demográficas e clínicas e o questionário referente ao IPAQ. Para a análise, utilizaram-se a estatística descritiva e os testes de ANOVA e Qui-quadrado. Para calculo do nível de atividade física foi utilizado o Guidelines for Data Processing and Analysis of the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ)- Short and Long Forms (2005). Os resultados mostraram que a média de idade dos sujeitos foi de 63,5 (±10,3) anos, tempo de diagnóstico de 11,7 (±7,9) anos. Quanto ao nível de atividade física 11...

Influência da atividade física durante a gravidez nos resultados perinatais; The influence of physical activity during pregnancy in the perinatal outcome

Egito, Mariana Barbosa do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
INTRODUÇÃO: Atividade física tem mostrado exercer muitos benefícios para saúde materno-fetal. Porém ainda persistem dúvidas em relação à influência da atividade física durante a gestação na prematuridade e baixo peso fetal. Visto que a prematuridade e o baixo peso fetal são conhecidamente as maiores causas para mortalidade e morbidade infantil, torna-se fundamental investigar detalhadamente a relação entre atividade física materna e resultados perinatais.OBJETIVO: Avaliar prospectivamente o nível de atividade física materna, em função do gasto energético em atividade, durante o segundo e terceiro trimestres gestacionais e sua influência sobre resultados perinatais (recém-nascidos pequenos para idade gestacional PIG e prematuridade). MÉTODOS: Foi realizado um estudo epidemiológico, prospectivo, longitudinal e observacional. Em função do cálculo amostral realizado para o estudo a coorte foi composta por 325 gestantes saudáveis que realizavam pré-natal no grupo de baixo risco gestacional do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Foram inclusas apenas gestantes com até 25 semanas de gestação e feto único. Para avaliar a prática de atividade física materna utilizou-se no final do segundo e do terceiro trimestre de gestação o Questionário de Atividade Física na Gestação (PPAQ). Os dados clínicos utilizados para ajustar o modelo de regressão logística...

Por que aprender isso, professora? Sentido pessoal e atividade de estudo na psicologia histórico-cultural; Why do I need lo learn this, teacher? Personal sense and study activity in Historic-Cultural Psychology.

Asbahr, Flávia da Silva Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
O objetivo desta pesquisa é investigar o processo de atribuição de sentido pessoal à atividade de estudo de estudantes do Ensino Fundamental. Tem-se, como referência teórica, a Psicologia Histórico-Cultural, que compreende o desenvolvimento humano a partir da periodização de atividades principais realizadas ao longo da vida. O foco de pesquisa é a atividade de estudo, atividade principal das crianças em idade escolar. O trabalho é composto por uma investigação bibliográfica conceitual, cujo produto são sínteses teóricas acerca do objeto estudado, e uma investigação empírica, realizada em uma escola pública municipal da cidade de São Paulo, com estudantes de 4a série. A pesquisa empírica divide-se em quatro momentos: 1º) Acompanhamento e observação do cotidiano de uma turma; 2º) Situações orientadas de aprendizagem, que consistem em ajuda aos estudantes em suas tarefas; 3º) Grupos focais com os estudantes para compreender os motivos de sua atividade de estudo; 4º) Entrevistas individuais com a professora e com algumas crianças. Para a análise de dados, utilizaram-se os seguintes procedimentos: 1) Descrição empírica, construída a partir das temáticas mais frequentes nos registros dos dados; 2) Descrição teórica...

Construção e avaliação de um programa educativo para a promoção de atividade física junto a Equipes de Saúde da Família; Construction and evaluation of an education program for the promotion of physical activity together with family health teams

Sá, Thiago Hérick de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.43%
INTRODUÇÃO: Promover a atividade física na atenção básica passa por mudar sua representação social, de técnica curativa e reparadora, junto aos profissionais de saúde. Isto se dará, dentre outras ações, pela educação transformadora do ser, a partir da problematização do mundo em que vive, em consonância com a proposta da Política Nacional de Educação Permanente, que rege as ações de formação em saúde na Estratégia de Saúde da Família. OBJETIVO: Construir e avaliar um programa educativo com os profissionais das equipes de saúde da família para a promoção de atividade física. MÉTODOS: Trata-se de um estudo de intervenção com grupo controle, com trabalhadores de saúde de duas Unidades Básicas de Saúde de Ermelino Matarazzo, Município de São Paulo. O programa educativo foi composto de seis encontros de uma hora e meia de duração, entre julho e outubro de 2010. Os referenciais teóricos da construção do programa foram a Teoria Educacional de Paulo Freire e a Educação Permanente. Para o processo de investigação temática, foram realizados dois grupos focais ao início do estudo e para a avaliação do efeito do programa educativo sobre o significado da prática de atividade física e aconselhamento sobre atividade física...

Relação da atividade física com estado nutricional e marcadores bioquímicos em adolescentes de escolas públicas de Piracicaba, São Paulo; Relationship between physical activity and nutritional status and biochemical markers in adolescents from public schools in Piracicaba, São Paulo

Romero, Alexandre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.43%
Introdução Obesidade, dislipidemias e hiperinsulinemia são importantes fatores de risco para diferentes doenças crônicas não-transmissíveis. Atualmente a atividade física tem sido recomendada para prevenir e tratar esses fatores de risco desde a infância e a adolescência. Objetivo - Estudar possíveis associações entre atividade física, estado nutricional e marcadores bioquímicos em adolescentes matriculados nas escolas públicas de Piracicaba, São Paulo. Métodos Por meio de questionários foram coletadas informações sobre atividade física e consumo alimentar. Também foram realizadas avaliação antropométrica e coleta de sangue para análises bioquímicas. A amostra foi constituída por 454 adolescentes de ambos os sexos, matriculados no 5º ano do ensino fundamental de escolas públicas de Piracicaba. Foram realizadas análises descritivas e utilizado teste U de Mann Whitney para comparações entre os sexos. Padrões de atividade física foram definidos a partir da Análise de Componentes Principais. Para verificar a associação entre atividade física e as variáveis dependentes foram utilizados modelos de regressão logística múltiplos. Resultados Observou-se elevada prevalência de indivíduos insuficientemente ativos...

Hábitos de atividade física em escolares, indicadores socioeconômicos e a prática de atividade física dos pais no município de Ribeirão Preto-SP; Physical activity habits in schoolchildren, socioeconomic indicators and physical activity of parents in the city of Ribeirão Preto-SP

Santos, Ricardo Luiz dos Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
A prática de atividade física de crianças tem diminuído, devido à disponibilidade de tecnologia, aumento da violência e redução de oportunidades de lazer fisicamente ativo. A atividade física na criança promove benefícios para o seu estado de saúde. A prática de atividade física pode ser influenciada por múltiplos fatores, como a prática de atividade física dos pais, suporte social e aspectos socioeconômicos. Esta pesquisa tem como objetivo investigar os hábitos de atividade física de escolares de 7 a 12 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e particulares de Ribeirão Preto SP, verificando a associação com indicadores socioeconômicos e a prática de atividade física dos pais. Trata-se de estudo transversal com amostra de 380 escolares de 7 a 12 anos de idade, de 13 escolas municipais, estaduais e particulares do município de Ribeirão Preto SP. Para o cálculo da amostra utilizou-se software EpiTM Info 6 para DOS. Para o estudo foi considerado intervalo de confiança (IC) de 95%, freqüência esperada de 50% e erro amostral de 5%. A investigação dos hábitos de atividade física dos escolares e dos pais foi a partir de questionários disponíveis: IPAQ, PAQ-C, DAFA. A investigação dos indicadores socioeconômicos também será feita a partir de questionários...

Effects of high pressure homogenization in the activity and stability of commercial enzymes= : Efeito da homogeneização à alta pressão na atividade e estabilidade de enzimas; Efeito da homogeneização à alta pressão na atividade e estabilidade de enzimas

Alline Artigiani Lima Tribst
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A homogeneização à alta pressão (HAP) é uma operação unitária capaz de alterar a conformação e, consequentemente a funcionalidade de polissacarídeos,proteínas e enzimas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da HAP na atividade e estabilidade de cinco enzimas comerciais com aplicação na indústria de alimentos (x-amilase de Aspergillus niger, protease neutra de Bacillus subtilis, b-galactosidase de Kluyveromyces lactis, amiloglicosidase de A. niger e glicose oxidase de A. niger). Para cada enzima, a atividade foi avaliada antes e após a HAP (até 200 MPa) em diferentes temperaturas e pH. Além disso, a reversibilidade dos efeitos do processo foi determinada indiretamente através da medida de atividade da enzima após um período de repouso. Os resultados de x-amilase demonstraram que a enzima é altamente estável ao processo de HAP (em pressões de até 150 MPa), independentemente do pH e temperatura de processo e da ausência de cálcio no tampão de diluição da enzima. Os resultados da b-galactosidase, por outro lado, mostraram que a enzima é pouco estável, apresentando redução da atividade (~30%) após HAP a 150 MPa quando processadas em pH não ótimo para atividade da enzima. Os resultados obtidos para a protease neutra...

Atividade Física e Bem-estar Subjetivo: Estudo comparativo tendo em conta o nível de atividade física e o contexto formal e informal de prática

Teixeira, Fabiana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Dissertação/Projeto apresentado para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia do Desporto e do Exercício; Orientador: Professor Doutor João Miguel Moutão; ESTUDO I: A relação entre atividade física e bem-estar psicológico em praticantes e não praticantes de exercício RESUMO A prática regular de atividade física é fundamental sendo os seus benefícios cada vez mais reconhecidos, quer a nível fisiológico, quer psicológico. O principal objetivo da presente investigação foi avaliar a relação entre atividade física e bem-estar psicológico nos níveis de satisfação com a vida, autoestima e vitalidade em praticantes e não praticantes de atividade de física. Participaram nesta investigação sujeitos (n = 167 masculino 43,8%, n = 214 feminino 56,2%), com idades compreendidas entre os 13 e os 82 anos, sendo a categoria 18 < 40 n= 288 75,6 % a que apresenta mais sujeitos. O nível de atividade física foi determinado com recurso ao International Physical Activity Questionnaire, sendo que todos os sujeitos preencheram as versões portuguesas da Subjective Vitality Scale, Satisfaction with Life Scale, Rosenberg Self-Esteem. Os resultados revelaram uma relação estatisticamente significativas (p <.05) entre o dispêndio total de calorías por semana e os indicadores do bem-estar: autoestima...

Conhecimento acerca dos benefícios e recomendações para a prática de atividade física: relação com o nível de atividade física autorreportada em indivíduos com diabetes tipo 2

Moniz, Rubina Luisa Teixeira
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. UNL Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. UNL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
RESUMO: Atualmente a prática de regular de atividade física é mencionada na literatura como uma estratégia fundamental no tratamento da diabetes tipo 2, com influencia positiva na redução das comorbilidades associadas a esta doença. (Sigal et al., 2006; Praet & van Loon, 2009). No entanto, e apesar deste reconhecimento, a maioria da população com diabetes tipo 2, apresenta baixos níveis de atividade física que na literatura têm sido relacionados com conhecimento deficitário ou inadequado acerca dos benefícios e das recomendações para a mesma (Madden, et. al., 2009). Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar o nível de atividade física e de avaliar a sua associação com o conhecimento acerca dos benefícios da atividade física e recomendações específicas para a sua prática. Trata-se de um estudo observacional, de natureza descritiva e do tipo Survey (estudo de levantamento) realizado com uma amostra de 50 indivíduos recrutados a partir da consulta de diabetes de uma Unidade de Saúde Familiar da região de Setúbal. A recolha de dados foi feita através da aplicação conjunta, e de uma só vez, de três questionários (Questionário de caracterização sócio-demográfica; versão portuguesa do International Physical Activity Questionnaire - IPAQ; Questionário de Avaliação de Conhecimentos acerca dos benefícios e recomendações específicas da prática regular de atividade física)...

Impacto da precipitação pluviométrica sobre a atividade de vôo de Plebeia remota (Holmberg, 1903) (Apidae, Meliponini)

Hilário,Sergio Dias; Ribeiro,Márcia de Fátima; Imperatriz-Fonseca,Vera Lucia
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.45%
Através de um sistema automatizado, a atividade do vôo de forrageiras de quatro colônias de Plebeia remota foi registrada ao mesmo tempo, de dezembro de 1998 a dezembro de 1999. Havia uma quantidade grande de dados que permitiram uma análise quantitativa e sazonal do impacto da pluviosidade sobre a atividade de vôo. As colônias vieram de duas localidades diferentes: Cunha, Mata Atlântica de São Paulo e Prudentópolis, Mata Araucária no Paraná. Números percentuais referentes à atividade de vôo para o momento que antecedia em uma hora a chuva, como também durante e após a precipitação, são apresentados. Em todas as colônias observaram-se, predominantemente, decréscimos na atividade externa de P. remota, tanto antes como durante a precipitação. Após cessar a chuva, houve um predomínio de acréscimos, o que indica uma compensação da atividade de vôo em relação ao período chuvoso. De modo geral, o maior decréscimo de atividade de vôo, antes da chuva, ocorreu no outono e o maior acréscimo de atividade de vôo, depois da chuva, ocorreu na primavera. Alterações nesta atividade foram observadas com a variação da intensidade, freqüência e duração das precipitações pluviométricas. A atividade externa foi pouco alterada quando a precipitação foi de até 1...

Impacto da precipitação pluviométrica sobre a atividade de vôo de Plebeia remota (Holmberg, 1903) (Apidae, Meliponini).

HILÁRIO, S. D.; RIBEIRO, M. de F.; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L.
Fonte: Biota Neotropica, São Paulo, v. 7, n. 3, p. 135-143, 2007. Publicador: Biota Neotropica, São Paulo, v. 7, n. 3, p. 135-143, 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.45%
Através de um sistema automatizado, a atividade do vôo de forrageiras de quatro colônias de Plebeia remota foi registrada ao mesmo tempo, de dezembro de 1998 a dezembro de 1999. Havia uma quantidade grande de dados que permitiram uma análise quantitativa e sazonal do impacto da pluviosidade sobre a atividade de vôo. As colônias vieram de duas localidades diferentes: Cunha, Mata Atlântica de São Paulo e Prudentópolis, Mata Araucária no Paraná. Números percentuais referentes à atividade de vôo para o momento que antecedia em uma hora a chuva, como também durante e após a precipitação, são apresentados. Em todas as colônias observaramse, predominantemente, decréscimos na atividade externa de P. remota, tanto antes como durante a precipitação. Após cessar a chuva, houve um predomínio de acréscimos, o que indica uma compensação da atividade de vôo em relação ao período chuvoso. De modo geral, o maior decréscimo de atividade de vôo, antes da chuva, ocorreu no outono e o maior acréscimo de atividade de vôo, depois da chuva, ocorreu na primavera. Alterações nesta atividade foram observadas com a variação da intensidade, freqüência e duração das precipitações pluviométricas. A atividade externa foi pouco alterada quando a precipitação foi de até 1...

Da auditoria assistencial do SUS ? atividade de trabalho em vigil?ncia em sa?de: contribui??es da psicologia s?cio-hist?rica e da cl?nica da atividade para o desvelamento do real da atividade

Carneiro, Elaine de Lourdes
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
ABSTRACT This was a study that aimed to unveil the work activity process underlying the implementation, or not, of the activities related to Health Surveillance, prescribed in the Final Audit Report of the Municipal Health System/2009, based on the meanings produced by a Technician of a municipality audited by the team of the Jequitinhonha/Minas Gerais Healthcare Audit Macroregional Center. Likewise, it was the objective of this work to define, together with this subject, strategies to face the factors that hinder the implementation of the prescribed activities. The study scenarios were three municipalities audited by this team between June/2009 and December/2010. Seven subjects participated, namely: four Technicians who carried our Health Surveillance activities and three Municipal Health Managers. However, just one of these subjects had all of his information interpreted in this dissertation. The epistemological assumptions guiding the study were some categories of Socio-Historical Psychology and of the Activity Clinic. The techniques used for collecting information were: Documentary Analysis, Semi-structured and Centralized / Thematic Interviews (both recurrent), Interviews based on Life Story Narratives, and the Culture Circle. The information was analyzed using the Meaning Cores and an adaptation of the analytical strategy adopted by Murta (2008). Six Meaning Cores were systematized...

The interference from activity sensory-motor on the relations relatives from the aged of physical activity participants program of CDS/NETI/UFSC; A interferência da atividade sensório-motora nas relações familiares dos idosos participantes do programa de atividades físicas do CDS/NETI/UFSC

Lopes, Marize Amorim; Mestrado em Educação Física /CDS/UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; "Artigo Não Avaliado por Pares"; Descritiva Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/01/1999 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.45%
A vida é uma rede amplamente confeccionada. O desenvolvimento humano sucede em etapas de evolução, cada uma com perdas e ganhos, levando às transformações gradativas. Lapenta (1996), destaca que a terceira idade é, por natureza, uma fase da evolução do sujeito, uma situação nova de crescimento onde novos valores e novo dinamismo podem tomar o sentido de maior plenitude e realização da pessoa. O objetivo deste estudo foi verificar a influência da atividade física nas relações familiares de idosos freqüentadores do Programa de Atividade Física do CDS/NETI/UFSC há mais de três anos. A pesquisa foi descritiva exploratória, envolveu 130 idosos e 130 familiares de convívio íntimo há mais de quatro anos. Utilizou-se como instrumentos: entrevista estruturada, o Teste de POMS – Perfil de Estados Emocionais (Profile of Mood States) e a Escala de Emoções – EM (Martins & Duarte, 1998). Estes instrumentos avaliaram dados referentes a antes e depois dos idosos freqüentarem o Programa de Atividade Física. A análise estatística foi realizada através da Estatística descritiva. Através do POMS e EM constatou-se que a prática de atividade física tem contribuído para uma maior disposição, dando aos idosos mais vigor e menos fadiga para realizar as atividades diárias. Favoreceu também a diminuição do estado depressivo...

Ambiente construído e atividade física: uma breve revisão dos métodos de avaliação doi: 10.5007/1980-0037.2010v12n5p387; Built environment and physical activity: a brief review of evaluation methods doi: 10.5007/1980-0037.2010v12n5p387

Hino, Adriano Akira Ferreira; Grupo de Pesquisa em Atividade Física e Qualidade de Vida; Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Universidade Federal do Paraná; Reis, Rodrigo Siqueira; Pontifícia Universidade Católica do Paraná; Universidade F
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; ; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Revisão de Literatura Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 30/07/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.37%
Fortes evidências indicam que o ambiente onde as pessoas vivem possui grande influência na atividade física. O atual entendimento desta relação é baseado em estudos realizados em países desenvolvidos e culturalmente distintos, podendo não ser aplicável ao contexto do Brasil. Neste sentido, melhor entendimento dos métodos de avaliação do ambiente relacionado à prática de atividade física pode colaborar com o desenvolvimento dos estudos nesta nova área no contexto Brasileiro. O presente estudo busca apresentar, de forma breve, os principais métodos de avaliação do ambiente construído relacionado à atividade física. Três principais meios de obter informações sobre o ambiente têm sido utilizados: 1) baseados na percepção do ambiente; 2) observação sistemática do ambiente e 3) baseados em informações geoprocessadas. Estes métodos têm sido aplicados para avaliar, principalmente, densidade populacional, uso misto do solo, locais para a prática de atividade física, padrão das ruas, cobertura de calçadas/ciclovias...

Métodos de avaliação de atividade física: uma revisão sistemática focada em idosos; Methods for assessing physical activity: a systematic review focused on older adults

Ueno, Deisy Terumi; Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências. Departamento de Educação Física. Laboratório de Atividade Física e Envelhecimento. Rio Claro, SP. Brasil.; Sebastião, Émerson; University of Illinois at Urbana-Champaign
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; Systematic review; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Revisão sistemática Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
46.25%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n2p256 Dentre os diferentes instrumentos para medida da atividade física, o uso de questionários, pedômetros e acelerômetros na população idosa é algo bastante frequente. O objetivo do estudo foi analisar, dentre os instrumentos de medida da atividade mais utilizados em idosos, o protocolo mais adotado para cada instrumento e explorar possíveis vantagens e desvantagens dos métodos utilizados para o mesmo instrumento. Para tanto, efetuou-se uma busca em bases de dados, além de referências cruzadas dos artigos selecionados, dos quais foram selecionados 16 estudos. Os estudos analisados demonstram que questionários normalmente são aplicados em forma de entrevista ou autoadministrado, avaliando os domínios de lazer, esporte e atividades domésticas, com tempo de recordação de uma semana típica do último mês. Já em relação aos pedômetros e acelerômetros, 5 dias têm sido considerados suficientes para a coleta de dados. Os aparelhos são frequentemente utilizados na cintura ou quadril com uma cinta ou preso à roupa, e retirados apenas quando os idosos forem realizar atividades aquáticas ou dormir. A utilização de um ou outro instrumento deve levar em conta as vantagens e desvantagens que influenciarão na escolha do mesmo...

Built environment score related to leisure-time physical activity: application in a region of low socioeconomic status; Escore de ambiente construído relacionado com a prática de atividade física no lazer: aplicação numa região de baixo nível socioeconômico

Florindo, Alex Antonio; Universidade de São Paulo. Grupo de Estudos e Pesquisas Epidemiológicas em Atividade Física e Saúde. São Paulo. SP. Brasil.; Garcia, Leandro Martin Totaro; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. São Paulo.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; ; Avaliado por Pares; Transversal Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
46.25%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n2p243 There is little evidence on the relationship between leisure-time physical activity (LTPA) and built environment in Brazil, especially in areas of low socioeconomic status. The objective of this study was to describe indicators of built environment score related to LTPA for adults living in a region of low socioeconomic status. We conducted a cross-sectional study of 767 adults living in Ermelino Matarazzo district in São Paulo, 2007. The dependent variable was the practice of LTPA (in minutes per week). Independent variables were 35 environment variables that were evaluated by an audit instrument in 30 census tracts. LTPA was correlated (Spearman coefficient) with all environment variables, and variables that had p<0.20 were selected to compose two scores (variables with p<0.05 had weight value of 2): Infrastructure (score 1) and Safety for commuting (score 2). Both scores were divided in quintiles and the built environment was composed by the sum of the quintiles of these scores, ranging from 2 to 10 points. Quartiles of built environment were calculated and the first was considered as the most adequate environment for LTPA. The built environment score had 14 variables significantly associated with LTPA and were considered as important attributes for this leisure practice.; DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n2p243São escassas as evidências sobre a relação entre atividade física de lazer (AFL) e ambiente construído no Brasil...

Lifestyle and physical activity of the physical education professor; Estilo de vida e atividade física habitual de professores de educação física

Madureira, Alberto Saturno; Prof. Dr. do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Mari; Fonseca, Silvio Aparecido; Professor de Educação Física - QUALIFIT - Promoção de Atividade Física & S; M. Maia, Maria de Fátima; Professor
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Avaliado por Pares; Descritiva Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/01/2003 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.3%
The purpose of this study was: 1) to identify the physical activity habits in daily life of the professors at the Physical Education Department of UNIMONTES; 2) to verify the lifestyles of these individuals in terms of five well-being-related items (nutrition, physical activity, preventative behavior, social relationships, and stress control). Twenty Physical Education professors (5 women and 15 men), 27 to 53 years of age were evaluated. Three instruments were employed to obtain the required information: 1) PAR-Q, 2) Physical Activity Survey, and 3) Life Style Profile using the Well Being Pentagram. It was verifi ed that 74% of the males were apparently fit enough to initiate a physical exercise program. On the other hand, this number decreased to 40% in the female group. Concerning the physical activity questionnaire, 75% of the male group were active or very active, and only 40% of the female group were active. Regarding the lifestyle profi les (Well Being Pentagram), females did not report desirable healthy behavior, since their mean score was 1.4 points. In the male group, the mean score was 2.0 points, which indicates a healthy lifestyle, as well as an attitude more favorable to preventative health. We concluded that women require more attention than men...

Educação física escolar, atividade desportiva e atividade física total em adolescentes; Physical education in schools, sport activity and total physical activity in adolescents

Nakamura, Priscila Missaki; Universidade Estadual Paulista. Departamento de Educação Física. Núcleo de Atividade Física, Esporte e Saúde. Rio Claro, SP. Brasil; Papini, Camila Bosquiero; Universidade Estadual Paulista. Departamento de Educação Fí
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Descriptive; Avaliado por Pares; Descritivo Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
46.3%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n5p517Menos da metade dos adolescentes atingem a recomendação de 300 minutos por semana de Atividade Física (AF). As aulas de Educação Física e participação de esporte proporcionam oportunidades para os adolescentes acumularem mais tempo para a prática de AF, entretanto, pouco se sabe sobre a influência dessas variáveis no nível de AF total dos adolescentes. O objetivo do estudo foi verificar a associação entre a prática de Educação Física Escolar (EFE) e Atividades Desportivas (AD) com a prática deAF total em adolescentes. O estudo foi transversal e participaram 467 adolescentes do Ensino Médio (15,8 ± 0,9 anos) da cidade de Rio Claro-SP. Os participantes preencheram o Physical Activity Questionnaire to Older Children (PAQ-C) e questões relacionadas com a prática de EFE e AD. Foi realizada a Regressão Logística com p<0,05 através do SPSS. Meninas apresentaram menor prevalência de AF do que os meninos, 9,4% e 26,8% respectivamente. Meninos que não realizaram EFE (RO=0,25; IC95%= 0,09-0,66) e AD na escola (RO=0,34;IC95%=0,12-0,95) apresentaram menores chances de serem ativos na AF total do que os meninos que praticaram essas atividades. A participação das aulas de EFE ou a prática de alguma AD foram associadas positivamente com a prática de AF total nos meninos.; DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n5p517Less than half of adolescents reach the recommended300 minutes per week of physical activity (PA). Physical educationclasses and sports participation provideopportunities for adolescents to accumulate moretime for PA practice; however...

Barreiras para a prática de atividade física no lazer em estudantes universitários; Perceived barriers by university students in relation the leisure-time physical activity

Sousa, Thiago Ferreira de; Universidade Estadual de Santa Cruz. Grupo de Pesquisa em Atividade Física e Saude. Ilhéus, BA. Brasil; Fonseca, Silvio Aparecido; Universidade Estadual de Santa Cruz. Grupo de Pesquisa em Atividade Física e Saude. Ilhéus, B
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Descriptive; Avaliado por Pares; Estudo Transversal Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
46.37%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n2p164 Estimar a prevalência e os fatores sócio-demográficos e de vínculo com a universidade associados às barreiras para a prática de atividade física no lazer; e, analisar a associação entre as barreiras para a prática de atividade física no lazer com a inatividade física no lazer em estudantes universitários. Estudo transversal realizado com uma amostra representativa (n=1.084) de estudantes universitários (N=5.461) de uma instituição pública do Estado da Bahia. As informações foram obtidas por meio do questionário Isaq-A e as barreiras para a prática de atividade física no lazer foram categorizadas em situacionais, pessoais e de recursos e, analisadas em relação aos indicadores sócio-demográficos (sexo, faixa de idade, situação conjugal e carga horária semanal em estágio/trabalho), de vínculo com a universidade (período de estudo e ano de ingresso na universidade) e inatividade física no lazer. As estimativas de associação foram realizadas pela Razão de Prevalências. O valor de significância adotado foi de 5%. A barreira mais referida foi referente à situação (56,7%), sendo a proporção dessa barreira maior em estudantes com mais tempo de vivência acadêmica (p=0...