Página 1 dos resultados de 380 itens digitais encontrados em 0.026 segundos

Conhecimentos e atitudes dos pais sobre o uso do flúor em crianças dos 3 aos 6 anos em Jardins de Infância da cidade do Porto

Moreira, Diana Raquel dos Reis
Fonte: Universidade Fernando Pessoa Publicador: Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
56.02%
Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária.; A Academia Europeia de Odontopediatria (E.A.P.D., 2009) recomenda que a integração do uso do flúor em programas preventivos deve ser ponderada, de forma a controlar a cárie dentária em crianças. A cárie dentária é uma doença de elevada prevalência a nível mundial, evidenciando-se assim, a necessidade de implementar medidas preventivas. Deste modo, a administração de flúor, através de diversos produtos, para além da finalidade terapêutica, apresenta-se como a medida preventiva mais eficaz na diminuição da cárie dentária. Perante a importância que o flúor assume no combate à cárie dentária, é importante que a sua utilização obedeça a critérios rigorosos no sentido de prevenir a fluorose dentária. É durante a infância que a aprendizagem sobre a higiene oral deve ser apropriada pelas crianças no sentido de obter ganhos em saúde oral da população em geral. No contexto desta pesquisa assume primordial importância avaliar os conhecimentos e atitudes dos pais face ao uso do flúor na medida em que estes constituem os principais modelos para as crianças na aquisição de hábitos correctos de higiene oral. Este estudo de carácter empírico...

A relação escola-família e o envolvimento dos pais: representações de professores do 1º Ciclo do Concelho de Rio Maior

Colaço, Maria Margarida Inácio António
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.04%
Tese de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta; O presente estudo pretendia conhecer a opinião de professores do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Rio Maior sobre as formas de envolvimento das famílias na vida escolar dos filhos que favorecem o sucesso educativo dos alunos. Esta temática pareceu-nos pertinente, dado que ao longo das últimas décadas tem havido, por parte do Ministério da Educação, uma forte aposta nas formas decretadas de participação dos pais na vida das escolas. No entanto, vários estudos indicam que os representantes dos pais apenas se representam a si próprios, que são maioritariamente de níveis socioculturais próximos do da escola e que não têm uma participação real, mas que a sua actuação não vai muito além de uma “encenação participativa”. Já no que se refere ao envolvimento dos pais em actividades de aprendizagem em casa, que consiste no acompanhamento próximo da vida escolar dos filhos, na criação de condições em casa para que o aluno possa estudar e no contacto com a escola, sempre que tal se torne necessário, é apontado por alguns autores como tendo influência positiva na melhoria dos resultados escolares dos alunos. Perante estes cenários...

A escola vista pelos pais: estudo de caso numa escola do Ensino Básico

Sanches, Ricardo Jorge Soares de Freitas
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
56.12%
Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade Aberta; Resumo - O presente trabalho resulta de um estudo de caso realizado numa escola do 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico do Concelho da Amadora. A temática do estudo relaciona-se com as percepções que os Pais/Encarregados de Educação possuem sobre a instituição escolar e sobre a escola dos seus educandos em particular, procurando analisar e interpretar a forma como essas mesmas percepções influenciam a forma de relacionamento com a escola. A investigação insere-se numa abordagem descritiva e exploratória envolvendo 195 Pais/Encarregados de Educação, tendo sido utilizado o inquérito por questionário como principal técnica de recolha de dados. Para a elaboração da estrutura e versão final deste questionário foi levada em consideração a revisão bibliográfica, bem como a análise de conteúdo, temática e categorial, aplicada a cinco entrevistas exploratórias do tipo semi-estruturado, realizadas previamente a alguns pais e encarregados de educação. A primeira parte do trabalho, onde se inclui o enquadramento teórico, está organizada em torno de três capítulos onde são abordados sequencialmente os conceitos de organização escolar...

Cuidar do recém-nascido: o enfermeiro como promotor das competências parentais

Silva, Ana Cristina Figueiredo Correia e
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
56.05%
Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; Resumo - As acções de promoção de saúde pertinentes e de qualidade desenvolvidas no contexto dos cuidados de saúde primários, são fundamentais porque visam facultar aos Pais os conhecimentos necessários ao melhor desempenho da sua função parental. Desta forma, torna-se imperioso conhecer as dificuldades dos Pais no cuidar do Recém-Nascido (RN) no período pós-parto, para que se possa promover uma melhor adaptação aos seus novos papéis e desenvolver competências parentais no âmbito da prestação de cuidados ao RN. Actualmente, a maioria dos Pais não possui apoios familiares na prestação de cuidados ao RN, pelo que é essencial que possuam as competências necessárias para o cuidar do seu bebé. Este estudo tem como finalidade conduzir à reflexão sobre a temática, no sentido de instituir mudanças nas práticas de cuidados ao nível do Centro de Saúde, que conduzam a um envolvimento efectivo dos Pais nos cuidados a prestar aos filhos, capacitando-os para cuidarem destes no futuro. Neste contexto, esta investigação insere-se no paradigma quantitativo e qualitativo com uma abordagem exploratória...

Atitude dos pais e professores em Crianças com Dislexia

Carneiro, Sofia Raquel Correia
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.3%
A Educação é um dos elementos essenciais no processo de socialização de qualquer indivíduo, tendo sempre em vista a sua plena integração. Por esse motivo, todos os cidadãos devem ter acesso à Educação. Tendo em conta a evolução da sociedade, o sistema educativo não podem estagnar, daí a necessidade de fazer emergir novos paradigmas educativos, adequados às necessidades das sociedades em que vivemos. Para isso é fundamental não esquecer as diversidades existentes na sociedade. Por este motivo, a escola tem um papel difícil, uma vez que cada vez mais encontrará uma população heterogénea, à qual terá de saber dar resposta. Esta realidade faz com que a escola tenha de incluir alunos diferenciados, no que diz respeito às suas motivações, projectos de vida, competências, meios sócio-culturais de origem e desenvolvimento sócio-afectivo, este aspecto remete-nos para os princípios da Escola Inclusiva. Este princípio apela, para uma escola que tenha em atenção a criança - todo, não só a criança-aluno, e que por conseguinte, respeite três níveis de desenvolvimento essenciais – académico, socioemocional e pessoal, – de forma a proporcionar-lhe uma educação apropriada, orientada para a maximização do seu potencial. Este princípio apela...

A atitude dos alunos face à inclusão dos seus pares com deficiência

Martins, Vanessa Maria Fernandes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.14%
RESUMO: A escola actual encontra-se perante o desafio de responder com afectividade às necessidades educativas especiais de uma população cada vez mais heterogénea, onde se adopte um modelo de atendimento adequado a cada um. Neste contexto, consideramos os alunos, os professores e os encarregados de educação elementos chave de todo o processo, sobre os quais recaem responsabilidades acrescidas na concretização da filosofia inclusiva. O presente estudo tem como objectivo averiguar a atitude dos alunos face à inclusão dos seus pares com deficiência, determinando o modo como estes percepcionam as atitudes dos professores e dos pais face à inclusão de alunos com NEE de carácter permanente, vantagens e desvantagens da inclusão de alunos com NEE de carácter permanente e a cooperação entre alunos com e sem deficiência, tendo em conta a tipologia da deficiência (motora e mental). No caso do nosso estudo, contámos com a participação de 520 alunos (N= 270 género feminino e N=250 do género masculino), uma amostra distribuída pelo 2ºciclo, 3º ciclo e secundário dos distritos de Setúbal e Lisboa. A recolha de dados concretizou-se pela aplicação do AID – EF, questionário da autoria de Ramos Leitão, 2011.Esta metodologia de recolha e tratamento de informação permitiu-nos concluir que...

Dificuldades comunicativas percebidas por pais e/ou cuidadores de crianças do espectro do autismo: um questionário de levantamentos; Communication difficulties perceived by parents/caregivers of children of the autism spectrum: a survey questionnaire

Balestro, Juliana Izidro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.01%
As alterações comunicativas têm sido descritas em muitas pesquisas como sendo uma das primeiras preocupações dos pais de crianças do espectro do autismo, além de serem consideradas parâmetro de diagnóstico e indicações de intervenções terapêuticas. O objetivo deste estudo foi, a partir da percepção dos pais e/ou cuidadores, buscar compreender as variáveis relevantes quanto às dificuldades comunicativas percebidas por eles. Considera-se que a interpretação e a atitude dos pais frente aos comportamentos, não somente das crianças, mas também das outras pessoas, tenha influência no processo comunicativo da díade. O questionário envolve aspectos fundamentais para o relacionamento interpessoal, tanto no âmbito comunicativo quanto social. Ele é dividido em 24 questões fechadas que abrangem quatro domínios (impressão dos pais sobre si mesmos, em relação às outras pessoas, em relação a seus filhos e atitudes dos pais em relação a seus filhos) e uma questão aberta. Neste estudo o questionário foi aplicado a um grande grupo de pais e/ou cuidadores em diferentes regiões do Brasil e as variáveis sociodemográficas consideradas foram idade da criança, posição entre outros irmãos; idade e nível de escolaridade dos cuidadores. Os resultados foram estatisticamente analisados e indicaram que...

Asma na infância : prevalência, conhecimento e percepção dos pais sobre a doença; Asthma in children : prevalence, knowledge and perception of parents about the disease

Rosana dos Santos Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.98%
A asma é uma doença pulmonar inflamatória crônica, de distribuição mundial, que acomete pessoas de todas as idades e de todos os níveis socioculturais. Caracteriza-se por hiperresponsividade das vias aéreas inferiores e por obstrução variável ao fluxo aéreo. Os objetivos deste estudo buscaram identificar a prevalência de asma em crianças de seis e sete anos de idade e analisar o conhecimento e a percepção dos pais sobre a doença dos filhos, em áreas cobertas pela Estratégia Saúde da Família. O estudo utilizou a abordagem quanti-qualitativa e foi realizado no município de Teresina, Piauí, Brasil. Os dados foram coletados no domicílio dos participantes, no período de 2011 a 2013, por meio de entrevistas individuais. Para a identificação da prevalência de asma utilizou-se o módulo 1 do questionário escrito do International Study of Asthma and Allergies in Childhood em uma amostra de 683 crianças, cuja análise estatística foi realizada por meio do teste Qui-quadrado e do teste z de proporções. A análise da percepção dos pais sobre asma foi realizada com 25 pais, e a compreensão da vivência materna no cuidado da criança com asma foi realizada junto a seis mães, a partir do uso do método etnográfico. O material proveniente do campo foi analisado e sistematizado seguindo os princípios da pesquisa qualitativa. Os resultados mostraram que a prevalência de asma ativa na região de estudo foi de 23...

Necessidades em recursos físicos e humanos : perspectiva dos pais da criança hospitalizada

Sampaio, Maria Clara Borges
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56%
Actualmente, cuidar em pediatria significa envolver nos cuidados a criança e a pessoa significativa para ela. Sendo os pais os principais cuidadores das crianças, a presença destes durante a hospitalização é reconhecida como benéfica para ambos. Compreender as necessidades dos pais nomeadamente as relacionadas com os recursos físicos e humanos neste período, é importante para o desenvolvimento de estratégias promotoras do envolvimento destes nos cuidados de saúde ao filho. A abordagem do estudo vai no sentido de perceber as expectativas dos pais no que diz respeito à importância, satisfação e independência sentidas por estes, em relação às necessidades supracitadas. Desenvolvemos um estudo exploratório, descritivo, correlacional de cariz essencialmente quantitativo com uma amostra de 184 pais de crianças hospitalizadas, envolvendo quatro hospitais. Para a colheita de dados foi utilizado o “Needs of Parents Questionnaire” desenvolvido por Gudrún Kristjànsdóttir e validado para a cultura portuguesa pelo Centro de Estudos e Investigação em Saúde da Universidade de Coimbra, e um questionário para caracterização da amostra. Os resultados obtidos no estudo, mostram que pais/pessoa significativa quando acompanham a criança hospitalizada...

Necessidades dos pais das crianças hospitalizadas: perspectiva dos pais

Santos, Olga Maria Jesus Coelho
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.02%
A hospitalização da criança constitui uma experiência que ocasiona grandes mudanças na vida da criança e da família. A compreensão das necessidades dos pais e a minimização do sofrimento passa pela sua presença durante as 24 horas do dia. Contudo, esta presença só tem significado quando se desenvolvem estratégias promotoras do envolvimento dos pais nos cuidados de saúde, capacitando-os para a continuidade de cuidados. Desenvolvemos um estudo descritivo, exploratório de cariz quantitativo, com uma amostra de 184 pais de crianças hospitalizadas em 4 hospitais portugueses. A colheita de dados foi efectuada pela aplicação do questionário das necessidades dos pais adaptado para a população portuguesa. Os resultados encontrados indicam que os pais das crianças hospitalizadas atribuem mais importância às necessidades de suporte e orientação e são mais independentes face ao hospital relativamente às necessidades da criança doente e aos outros membros da família. Verifica-se também que algumas características, quer dos pais, quer das crianças hospitalizadas, quer da hospitalização, relacionam-se de forma estatisticamente significativa com a satisfação e a independência percebidas pelos pais face a estas duas necessidades. A permanência dos pais no ambiente hospitalar trouxe um novo paradigma para o cuidar da criança hospitalizada...

Atitudes dos pais e dos professores face à depressão infantil

Costa, Sónia Marisa Brandão da
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
A palavra depressão é cada vez mais falada e divulgada, chegando assim ao conhecimento de todas as pessoas. A depressão, inicialmente, era atribuída apenas aos adultos, era impensável uma criança padecer desta doença mental. Mas já se concluiu que também os recém nascidos, crianças e adolescentes podem ter depressão. Os primeiros cuidados que a mãe tem durante a gestação são fundamentais para evitar ou atenuar uma depressão. Os pais, a escola e toda a comunidade envolvente, tem a obrigação de proteger e compreeender a criança no sentido de a ajudar a ultrapassar obstáculos e ser preparada para a vida. O presente trabalho tem como objectivo analisar as atitudes dos professores face à Depressão Infantil e posteriormente fazer uma comparação com as atitudes dos pais face à depressão infantil. Para tal depois de aplicarmos 100 questionários aos pais, também aplicamos questionários aos professores. Assim através das respostas de ambos os sujeitos analisamos se existem diferenças entre os conhecimentos dos pais e dos professores. Fizemos pesquisa bibliográfica e encontramos estudos de alguns autores sobre a DI. António Coimbra de Matos (2001), Maria Luísa Lima (1996), Teresa Ferreira (1993) e Ajuriaguerra (1991) são alguns dos autores que nós nos debruçamos para elaborar a parte teórica do nosso projecto.

Envolvimento de pais em creche: possibilidades e dificuldades de parceria

Bhering,Eliana; De Nez,Tatiane Bombardelli
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
56.08%
O envolvimento de pais com a educação das crianças, hoje no Brasil, é muito pouco investigado, seja na educação infantil ou nos outros níveis de educação. No entanto a literatura estrangeira nos aponta vários caminhos dependendo do foco da pesquisa. Neste estudo, a literatura usada foi a tipologia de Epstein (in Brandt, 1989), as esferas sobrepostas (Epstein, 1987), ambas baseadas na teoria ecológica de Bronfenbrenner (1979, 1996), e o modelo das pirâmides invertidas de Hornby (1990). O objetivo deste estudo consistiu em identificar os aspectos da relação entre a creche e os pais no que se refere à comunicação, expectativas e dificuldades de relacionamento, contribuições e as estratégias utilizadas para o envolvimento dentro da perspectiva dos pais, professoras e atendentes. Este estudo usa dados qualitativos coletados em entrevistas (questionário semi-estruturado) com 33 pais de crianças de 0 a 6 anos, 7 professores e 8 atendentes de uma creche de iniciativa voluntária. Os resultados, depois de análise feita através de categorias, mostram que a comunicação existente impossibilita a proximidade e trocas de informações. A atitude da creche para os pais é calcada numa postura de oferecimento da assistência à criança e a atitude dos pais na receptividade limitada calcada numa postura de favorecimento por estes serviços. O desconhecimento sobre as possibilidades de envolvimento exclui os pais...

Perspectivas dos pais sobre dificuldades de aprendizagem específicas: um inquérito por questionário realizado no norte de Portugal

Borlido,Catherine Ruivo; Martins,Ana Paula Loução
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56%
Neste artigo apresentaremos as conclusões de um estudo que teve por finalidade conhecer as perspectivas dos pais de alunos do quarto ano do Primeiro Ciclo do Ensino Básico sobre dificuldades de aprendizagem específicas. Os dados foram recolhidos junto de 211 pais numa cidade do norte de Portugal, através de um questionário. As conclusões do estudo mostram que: 1) os pais, na sua maioria, já ouviram ou leram sobre o tema; 2) cerca de um terço dos pais tem pouco conhecimento sobre as condições que estão associadas às dificuldades de aprendizagem específicas; 3) a quase totalidade dos pais tem uma atitude de preocupação em relação a um possível diagnóstico de dificuldades de aprendizagem específicas num filho seu; contudo, a cerca de metade dos pais a possibilidade de um filho seu vir ter dificuldades de aprendizagem específicas nunca lhe ocorreu; 4) parece não existir um estigma social negativo perante as dificuldades de aprendizagem específicas; 5) e, a maioria dos pais considera que existe escassez de apoios e recursos destinados às crianças com dificuldades de aprendizagem específicas.

Adesão a um programa de atenção à saúde bucal para crianças e adolescentes infectados pelo HIV e atitude dos responsáveis

Machado,Fernanda Campos; Souza,Ivete Pomarico Ribeiro de; Tura,Luiz Fernando Rangel; Castro,Glória Fernanda
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.01%
O estudo avaliou a adesão a um Programa de Atenção à Saúde Bucal (PASB) por crianças e adolescentes infectados pelo HIV, bem como a atitude de seus responsáveis quanto a cuidados em relação à saúde bucal. Foram entrevistados 58 responsáveis que acompanhavam crianças e adolescentes HIV+ nas consultas médicas de rotina no ambulatório de aids, os quais foram indagados sobre os dados pessoais, adesão ao PASB ou a outros serviços odontológicos e atitudes quanto aos cuidados bucais. Aproximadamente 70% dos responsáveis disseram que a criança participava do PASB; entretanto, 20% delas não retornavam às consultas de prevenção quando solicitadas, e este retorno era menor quando os responsáveis não eram os próprios pais (p=0,036). A adesão desta população ao tratamento odontológico fora do PASB foi pequena, visto que 48% dos responsáveis relataram que a criança não concluiu o tratamento quando este não foi realizado no PASB. A atitude dos responsáveis em relação aos cuidados bucais das crianças HIV+ também não foi considerada satisfatória. Desta forma, ressalta-se a importância da inserção do odontopediatra em equipes multidisciplinares que atendem crianças e adolescentes HIV+, bem como da divulgação deste serviço para os familiares e para todas as equipes médicas envolvidas com estes pacientes.

A participação dos pais/encarregados de educação de alunos com necessidades educativas especiais no processo ensino aprendizagem: um estudo de caso.

Medeiros, Gracinda Maria Pires
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.01%
Este estudo aborda o problema da participação dos Pais/Encarregados de Educação no processo ensino-aprendizagem dos alunos com NEE. Enquadra-se numa reflexão contextualizada ao nível da Sala de Apoio de uma EB2,3, pretendendo ser, sobretudo, geradora de mudança das práticas pedagógicas. Esta mudança só será produtiva se for encarada enquanto processo colectivo e partilhado entre todos os intervenientes. Neste sentido, adoptámos como objectivos: estimular a participação dos Pais/Encarregados de Educação no processo ensino-aprendizagem dos seus educandos; desenvolver o espírito de equipa e cooperação entre os professores e os Pais/Encarregados de Educação; promover um ensino-aprendizagem mais eficaz junto dos alunos com NEE; criar predisposição nos professores para uma atitude de investigaçãoacção e trabalho colaborativo; promover a mudança da prática dos docentes de Educação Especial. Um projecto de Intervenção/Participação desenvolvido a nível da Sala de Apoio, onde os Pais/Encarregados de Educação intervieram com os alunos a nível de actividades de funcionalidade prática, foi desenhado e implementado. Este estudo assume uma abordagem metodológica de carácter qualitativo descritivo e interpretativo...

Atitude dos professores face à organização da escola para a inclusão dos alunos ciganos

Cabral, Maria de Fátima Ferreira da Costa
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Mestre em Docência e Gestão da Educação, especialização em Administração Escolar e Administração Educacional; Nesta Dissertação, procuramos estudar a atitude dos professores face à organização da escola para a inclusão dos alunos de etnia cigana. Embora na década de 70 se tenha operado, na sociedade portuguesa, a igualdade de oportunidades no acesso à escola pública, as condições de obtenção do sucesso ainda geram desigualdades entre os alunos, nomeadamente as minorias de etnia cigana. O povo cigano é quase mítico e tem um longo historial de perseguição, adaptação, sobrevivência, errância e culto da liberdade. Ao longo dos tempos, tem sido encarado com suspeição e receio. Fixados há vários séculos no país, os ciganos continuam a ser os maiores alvos de segregação, discriminação e exclusão, entre todas as minorias. A família é a instituição nuclear e a matriz da identidade e cultura do povo cigano. Os ciganos têm um forte sentido de pertença à comunidade: a família cuida, protege, educa, instrui, celebra e administra a justiça. Pelo contrário, não valorizam a instituição escolar e os saberes que ela transmite. Geralmente...

Atitude e desempenho em matematica, crenças auto-referenciadas e familia : uma path-analysis

Helga Loos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.22%
O estudo avaliou o papel da família e de crenças auto-referenciadas (crenças de controle, auto-conceito e auto-estima) sobre o desempenho e as atitudes em relação à Matemática, em amostra de conveniência de 94 alunos de 3a, Sa e 7a séries e seus pais, numa escola privada de Campinas, SP. A coleta de dados foi feita por meio de observações em classe, uso de questionários e escalas, incluindo a versão brasileira do Control, Agency and Means-Ends Beliefs Interview (Skinner, Chapman & Saltes, 1988). Os dados foram submetidos a análises estatísticas uni e multivariada e à análise estrutural (path ana/ysis) A atitudes em relação à matemática e as crenças auto-referenciadas foram predominantemente positivas, especialmente entre os alunos mais novos, que se mostraram os mais confiantes e motivados para a matemática, apresentando também melhor desempenho nessa disciplina. As meninas demonstraram crenças autoreferenciadas ligeiramente mais positivas do que os garotos. Contudo, estas não apresentaram percepção de desempenho mais elevada que os meninos na disciplina de matemática, apesar de apresentarem melhor desempenho. As percepções e expectativas dos pais em relação à vida escolar dos filhos foram predominantemente positivas...

A vivência dos pais em relação à criança adolescente com diabetes mellitus tipo 1

Silva, Marina Sofia Macedo
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.03%
Enquadramento: A Diabetes Mellitus Tipo 1 é uma doença crónica em expansão que afeta cada vez mais crianças e adolescentes, implicando mudanças nos hábitos de vida e maiores custos humanos, sociais e económicos. As suas repercussões são sentidas não só pelas crianças/adolescentes mas também pelos seus pais, havendo necessidade de prestar apoio ao papel parental. Objetivos: Perante esta problemática definimos como objetivos: identificar os sentimentos vivenciados pelos pais após o diagnóstico da Diabetes Mellitus Tipo I ao seu filho, compreender as experiências dos pais no cuidar de um filho diabético e refletir sobre a influência dos cuidados prestados pelos profissionais de saúde na aceitação e adaptação à diabetes por parte da criança/adolescente e sua família. Métodos: Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, exploratório-descritivo, fenomenológico. Utilizamos a entrevista semiestruturada e realizamos 14 entrevistas a pais de crianças ou adolescentes com diabetes, que são acompanhados na consulta externa do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro. As entrevistas decorreram entre o dia 02 e 11 de Abril de 2014 e foram alvo de análise de conteúdo. Resultados: Emergiram dez categorias de análise: impacto da diabetes na família...

Satisfação dos pais sobre a promoção da parentalidade realizada pelo enfermeiro de família

Costa, Anabela Lopes Rodrigues; Silva, Ernestina Maria Veríssimo Batoca, orient.; Costa, Maria Isabel Bica Carvalho, co-orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.18%
Enquadramento: O conceito de parentalidade ou função "parental", que designa uma atitude de co-responsabilização e partilha nas tarefas do cuidar dos filhos atendendo para a necessidade de participação de ambos os progenitores. A parentalidade positiva integra o conjunto de funções atribuidas aos pais para cuidarem e educarem os seus filhos. Pode ser descrita como promoção do desenvolvimento de relacionamento positivo e optimização do potencial desenvolvimento das crianças. Com o objectivo de promover a autonomia do sistema familiar, a intervenção de enfermagem deve basear-se na parceria com a família visando capacitá-la a nível de competências e independência Objectivos: Avaliar a satisfação dos pais sobre a promoção da parentalidade, realizada pelo enfermeiro de família; Determinar a influência das variáveis sociodemográficas e familiares dos pais; Determinar se a influência da vigilância de saúde dos recém-nascidos influencia a satisfação dos pais relativamente à promoção da parentalidade. Métodos: Estudo transversal, de natureza descritiva, realizado numa amostra não probabilística por conveniência, constituída por 62 pais de crianças até aos 6 meses de idade vigiados...

Adesão a um programa de atenção à saúde bucal para crianças e adolescentes infectados pelo HIV e atitude dos responsáveis

Machado,Fernanda Campos; Souza,Ivete Pomarico Ribeiro de; Tura,Luiz Fernando Rangel; Castro,Glória Fernanda
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.01%
O estudo avaliou a adesão a um Programa de Atenção à Saúde Bucal (PASB) por crianças e adolescentes infectados pelo HIV, bem como a atitude de seus responsáveis quanto a cuidados em relação à saúde bucal. Foram entrevistados 58 responsáveis que acompanhavam crianças e adolescentes HIV+ nas consultas médicas de rotina no ambulatório de aids, os quais foram indagados sobre os dados pessoais, adesão ao PASB ou a outros serviços odontológicos e atitudes quanto aos cuidados bucais. Aproximadamente 70% dos responsáveis disseram que a criança participava do PASB; entretanto, 20% delas não retornavam às consultas de prevenção quando solicitadas, e este retorno era menor quando os responsáveis não eram os próprios pais (p=0,036). A adesão desta população ao tratamento odontológico fora do PASB foi pequena, visto que 48% dos responsáveis relataram que a criança não concluiu o tratamento quando este não foi realizado no PASB. A atitude dos responsáveis em relação aos cuidados bucais das crianças HIV+ também não foi considerada satisfatória. Desta forma, ressalta-se a importância da inserção do odontopediatra em equipes multidisciplinares que atendem crianças e adolescentes HIV+, bem como da divulgação deste serviço para os familiares e para todas as equipes médicas envolvidas com estes pacientes.