Página 1 dos resultados de 16619 itens digitais encontrados em 0.158 segundos

Adaptação e validação de um instrumento para avaliar a coordenação das redes de atenção à saúde pela Atenção Primária à Saúde: fase I; Adaptation and validation of scale to assess the coordination of health care networks by the primary care: preliminary results

Rodrigues, Ludmila Barbosa Bandeira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.83%
As transformações nas estruturas demográfica, epidemiológica e nos padrões de morbimortalidade vêm levantando a necessidade de novas perspectivas de organização dos sistemas de saúde. Com o crescimento da prevalência das condições crônicas, foram notadas mudanças em relação às demandas e às necessidades de saúde da população requerendo a busca premente de novas respostas. Desse modo, os problemas relacionados à integração do sistema e à coordenação dos cuidados vêm recebendo atenção nas reformas dos sistemas de saúde, sobretudo no papel da atenção primária à saúde. Considera-se que os sistemas de saúde organizados em redes de atenção à saúde e coordenados pela atenção primária podem contribuir para a melhoria da qualidade clínica, dos resultados sanitários, da satisfação dos usuários (pela melhoria do acesso e da resolubilidade), além de reduzir os custos dos sistemas locais de saúde. O objetivo do estudo foi adaptar e validar para o Brasil o check list utilizado para avaliar o grau de integração das Redes de Atenção à Saúde. Trata-se de um estudo metodológico de corte transversal. A coleta de dados ocorreu no período de março a outubro de 2013. Participaram do estudo profissionais de saúde que atuam na Estratégia de saúde da família...

O cuidado colaborativo como dispositivo de promoção da integralidade da atenção à saúde; Collaborative Care as an approach to boosting health care comprehensiveness

Santana, Ricardo Matos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.83%
A complexidade da atenção à saúde, como um reflexo da influência de uma diversidade de fatores sobre o processo saúde-doenças das pessoas, requer uma combinação de saberes e fazeres, com as devidas competências técnicas e relações peculiares a cada profissão de saúde, com o estabelecimento de habilidades interpessoais para a produção de relações colaborativas entre os profissionais, os usuários e as organizações de saúde. Nesse contexto, emerge o Cuidado Colaborativo que acontece quando, em uma ação coordenada na tentativa de buscar atingir maior aproximação com a integralidade da atenção de que um usuário precisa, profissionais de vários núcleos de competência e responsabilidade da saúde, diversas organizações de saúde, incluindo os usuários, trabalham juntos cotidianamente para conseguir um benefício compartilhado e obter um objetivo comum. Esse estudo teve como objetivo analisar o processo de organização para implantar o cuidado colaborativo integrante do processo de enfermagem, à adolescente com condições ginecobstétricas, a partir da atenção hospitalar, como dispositivo na contribuição da promoção da integralidade da atenção na rede de serviços do sistema de saúde. Foi desencadeada a realização de uma pesquisa-ação...

Construir possibilidades: a rede de atenção à saúde mental à população da Terra Indígena Guarita/RS

Furini, Fernanda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.83%
O presente estudo se propõe a construir possibilidades, uma rede de atenção à saúde mental à população da Terra Indígena Guarita/RS. O objetivo deste trabalho é propor à organização do fluxo da rede de atenção a saúde mental junto à população da Terra Indígena Guarita/RS; caracterizá-la quanto à atenção básica e a saúde mental; mapear a estrutura da rede de atenção à saúde mental; utilizar-se da realidade local quanto à estrutura e organização da rede, dos serviços de atenção em saúde mental e verificar com isto, as suas fragilidades e potencialidades. Este estudo é exploratório e descritivo, um estudo de caso e a coleta de dados foi realizada através de pesquisa documental e bibliográfica. A sistematização dos dados coletados e analisados se manteve como suporte para a proposição da construção de possibilidades de fluxo junto à rede de atenção à saúde mental na Terra Indígena Guarita/RS. Conclui-se que para a organização, a possibilidade de construção de fluxo junto à rede de atenção a saúde mental a população da Terra Indígena Guarita/RS, precisa haver os serviços, os dispositivos, as ferramentas, ofertadas pela própria rede em seus níveis, de acordo com o que preconiza o SUS e a Política Nacional da Atenção à Saúde dos Povos Indígenas e Política Integral a Saúde Mental das Populações Indígenas. É necessária a leitura...

Política e intermedicalidade no Alto Xingu: do modelo à prática de atenção à saúde indígena

Novo,Marina Pereira
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.79%
O modelo de atenção à saúde indígena no Brasil tem como fundamentos a atenção integral à saúde, associada à noção de atenção diferenciada, e prevê o respeito à diversidade cultural, buscando a incorporação de práticas terapêuticas tradicionais nos serviços de saúde destinados a atender estas populações. A questão que se coloca é entender de que forma é possível conciliar o acesso universal aos bens e serviços de saúde a uma atenção que garanta a diferenciação, sem interferir, no entanto, na qualidade dos serviços ofertados. Para além disso, é preciso definir quais parâmetros utilizar para avaliar a qualidade e a eficácia desses serviços oferecidos em um contexto intercultural. Com base em um estudo de caso - a implementação dos serviços de saúde no Alto Xingu - apresento questões relacionadas aos usos políticos e os "perigos" associados aos "espaços da saúde" e as distintas concepções (de índios e não índios) do que seja saúde e qualidade dos serviços de saúde. Essas questões se interpõem e afetam não apenas as ações de saúde, mas também a situação política local.

Organização das ações de atenção à saúde: modelos e práticas

Ayres,José Ricardo de Carvalho Mesquita
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
105.78%
O objetivo deste artigo é discutir recentes contribuições conceituais para a construção de modelos de organização das ações de atenção à saúde. Trata-se de um ensaio crítico baseado na Teoria do Processo de Trabalho em Saúde, de Mendes-Gonçalves e colaboradores, relido na perspectiva filosófica da Hermenêutica contemporânea (Gadamer; Ricoeur, Habermas). Em primeiro lugar, define-se modelo como a convergência de horizontes entre os diversos discursos socialmente legitimados acerca dos modos de operar as tecnologias de atenção à saúde de indivíduos e populações. A seguir, são apontados como norteadores da reflexão o princípio da integralidade da atenção no contexto do Sistema Único de Saúde e seus desafios nos planos do conhecimento, das tecnologias e da ética. Os conceitos de vulnerabilidade, cuidado e humanização, como recentes proposições para novas confluências discursivas interessadas na construção de modelos de atenção integral, são, então, tomados para análise, discutindo-se seus principais pressupostos e conteúdos, assim como seus alcances e desafios práticos.

Atenção primária à saúde e a organização de redes regionais de atenção à saúde no Brasil

Lavras,Carmen
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.82%
Mesmo havendo relativo consenso na utilização do termo "Atenção Primária em Saúde (APS)", existem distintas concepções a respeito de seu efetivo significado. Este artigo faz referência a inúmeros documentos que historicamente vêm expressando esse conceito e contribuindo para sua organização nos sistemas de saúde de todo o mundo. Nessa perspectiva, foram considerados o Relatório Dawson, a Declaração de Alma-Ata, os documentos publicados pelo Observatório Europeu de Sistemas e Políticas de Saúde, que analisou reformas orientadas pela Atenção Primária à Saúde em países da União Europeia a partir de 1990, os estudos de Barbara Starfield em relação à atenção primária à saúde na atualidade e o Relatório Mundial da Saúde publicado pela OMS em 2008. Foi considerado também o desenvolvimento da APS no Brasil desde o início do século XX até a atualidade, identificando-se os avanços em sua organização e reconhecendo que grandes entraves devem ser superados para que os propósitos explícitos na política nacional sejam cumpridos e para que possa desempenhar seu papel de organizadora do sistema e coordenadora do cuidado em saúde. Este estudo analisa também o papel da APS nas Redes Regionais de Atenção à Saúde...

Organização de redes regionalizadas e integradas de atenção à saúde: desafios do Sistema Único de Saúde (Brasil)

Silva,Silvio Fernandes da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.79%
O artigo refere-se às causas da segmentação/fragmentação na atenção à saúde e aos benefícios da integração e constituição de redes para racionalizar gastos, otimizar recursos e promover uma atenção condizente com as necessidades dos usuários. Tem como principal objetivo analisar os desafios presentes no Sistema Único de Saúde para promover uma melhor integração entre os serviços e organizar redes. Entre os desafios abordados, destacam-se os relacionados à insuficiência de recursos decorrentes do baixo financiamento público, aos processos de formação e educação e seus reflexos na disponibilização dos profissionais para o sistema público e às dificuldades inerentes à descentralização de ações e serviços de saúde no contexto do pacto federativo brasileiro. O artigo conclui que, além de esforços para enfrentar esses desafios, a organização de redes regionalizadas e integradas no SUS depende de aperfeiçoamento na gestão intergovernamental nas regiões de saúde para qualificar a pactuação de responsabilidades entre as esferas de governo e de qualificação da atenção primária à saúde para coordenar o cuidado e ordenar sua continuidade nos outros níveis do sistema.

Atenção à saúde mental na Estratégia Saúde da Família no Município de Parnamirim/RN: opinião dos profissionais, dos portadores de transtornos mentais e seus acompanhantes; Mental health care in the Family Health Strategy in the city of Parnamirim/RN: the opinion of professionals, people with mental disorders and their caregivers

Dutra, Samia Valeria Ozorio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.79%
This study aims to analyze and compare the opinion of professionals, managers and users about the mental health care in the Family Health Strategy (FHS). It is characterized as an Operations Research or Health System Research with a cross-sectional design and a descriptive quantitative nature. The study was developed from the application of the Opinion Measurement Scale allied to techniques of observation and structured interview in the city of Parnamirim / RN. The sample consists of 409 subjects, 209 professionals of the Family Health Strategy, 30 of the Oral Health Strategy, 19 of the Family Health Support Center, 24 directors of Basic Health Units, plus 68 users with mental disorders and 59 caregivers, respecting the ethical parameters of Resolution 196/96 of the National Health Council, trial registration number: CAAE 0003.0.051.000-11. Quantitative data were submitted to the Epi-info 3.5.2 for analysis. The network of mental health in Parnamirim involves the flow between the FHS, Psychosocial Care Centers, clinics and hospitals, having as main barriers the fragility of the referral and counter-referral system, of the municipal health conferences, of the FHS teams by the limitations in material and human resources as well as the population´s lack of acknowledge about the organization of the mental health network...

Avaliação da satisfação das usuárias sobre a atenção à saúde da mulher no Rio Grande do Norte

Vieira, Francisco Gleriston
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.85%
This work discusses the evaluation of the satisfaction of the users on the women health care focusing on the quality of the primary care in the State of Rio Grande do Norte-BR. The main objective of this research is evaluate the satisfaction of the users about the actions applied to women health in the primary health care in Rio Grande do Norte, observing the information available through the Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). The specific objectives are: the evaluation of aspects related to women health; the evaluation of the specific actions related to welcoming the pregnant and; the evaluation of the information related to the postpartum. This dissertation is characterized as an evaluative research made through a multicentric transversal study, using a quantitative approach, which is part of the External Evaluation of the PMAQ-AB in the State of Rio Grande do Norte, made by the Federal University of Rio Grande do Norte. Some secondary data of the interviews with the users who were in the Basic Health Units were used during the External Evaluation of the PMAQ-AB in Rio Grande do Norte. The sample was collected following these criteria: the users that were in the Basic Health Units to attend to any procedure; they must had used the services for at least one year; and they must had agreed to participate the research. The ones that were attending to the services for the first time and the ones that did not use the services for at least 12 months were excluded from the sample. To the data collection it was used a chart of variables/indicators with the following information to the analysis: Women Health Care...

As ações de controle da tuberculose na atenção primária à saúde: a visão do doente

Cirino, Illa Dantas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.83%
Tuberculosis is a disease of great impact on the world context today. In Brazil, the disease management was directed to the Primary Health Care, due to the determination of the Ministry of Health to decentralize health actions for primary care. Thus, since the actions of diagnosis, treatment and control of the disease should happen in this context, however, there are still many barriers that may hinder the realization of these determinations. This study aims to analyze the development of tuberculosis control activities conducted in the services of primary health care from the patient's vision. This is a descriptive, cross-sectional and quantitative study. The population consists of 517 tuberculosis patients treated in units of Primary Health Care in the city of Natal-RN; the sample consists of 93 TB patients. The collect instrument is structured, based in The Primary Care Assessment Tool (PCAT), validated in Brazil and adapted to assess attention to TB in Brazil, with modifications. This instrument was divided into blocks: the first one describes the socio-demographic information of patients with TB and the second one describes the health services working in control, diagnosis and treatment of TB, and includes issues related to the dimensions of primary care: access...

Organização das ações de atenção à saúde: modelos e práticas; Organization of health care actions: models and practices

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.78%
O objetivo deste artigo é discutir recentes contribuições conceituais para a construção de modelos de organização das ações de atenção à saúde. Trata-se de um ensaio crítico baseado na Teoria do Processo de Trabalho em Saúde, de Mendes-Gonçalves e colaboradores, relido na perspectiva filosófica da Hermenêutica contemporânea (Gadamer; Ricoeur, Habermas). Em primeiro lugar, define-se modelo como a convergência de horizontes entre os diversos discursos socialmente legitimados acerca dos modos de operar as tecnologias de atenção à saúde de indivíduos e populações. A seguir, são apontados como norteadores da reflexão o princípio da integralidade da atenção no contexto do Sistema Único de Saúde e seus desafios nos planos do conhecimento, das tecnologias e da ética. Os conceitos de vulnerabilidade, cuidado e humanização, como recentes proposições para novas confluências discursivas interessadas na construção de modelos de atenção integral, são, então, tomados para análise, discutindo-se seus principais pressupostos e conteúdos, assim como seus alcances e desafios práticos.; The objective of this paper is to discuss the recent conceptual contributions to the development of health care organization models. This is a critical essay...

A organização das redes de atenção à saúde no SUS : uma proposta de avaliação; The organization of networks in health care : an evaluation proposal

Luís Carlos Casarin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.84%
A proposta deste estudo foi a elaboração de uma análise da estratégia de implantação das Redes de Atenção à Saúde, a partir de uma revisão bibliográfica não sistemática sobre o tema, trazendo os marcos teóricos conceituais, a partir da análise de contextos que justificam sua organização, acrescida da atual proposta de implantação das Redes de Atenção à Saúde a partir das diretrizes do Ministério da Saúde, buscando readequações nos modelos de gestão e de atenção no Sistema Único de Saúde ¿ SUS. O presente estudo também destacou a importância da organização da Atenção Básica em Saúde e da estruturação da Regulação em Saúde no sistema público, a partir da regionalização, com vistas à conformação das Redes de Atenção à Saúde, em busca da garantia do acesso equânime e continuidade do cuidado integral aos usuários do SUS. Além disso, a partir de uma revisão da literatura, o estudo apresenta uma proposta de instrumento de avaliação da implantação das Redes de Atenção à Saúde no SUS, baseado na aplicação de um questionário nas regiões de saúde, elaborado a partir de oficinas realizadas com equipe técnica da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde...

A referência à atenção secundária e terciária e contrarreferência à atenção à saúde da criança para dentista

Souza, Ana Izabel Jatobá de; Döhms, Marcela Ceci; Carcereri, Daniela Lemos; Tognoli, Heitor; Lorenzzoni, Daniela; Faccin, Deniz; Miranda, Carla
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Conteúdo Online do módulo de Atenção integral à saúde da criança: A referência à atenção secundária e terciária e contrarreferência à atenção à saúde da criança para dentista. Unidade 5 do módulo 11 para dentista que compõe o Curso d
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.83%
Um dos principais desafios na organização da atenção à saúde bucal na atenção básica é reordenar a atenção de média e alta complexidade. A priorização da Saúde Bucal na atual gestão do Ministério da Saúde originou o programa Brasil Sorridente, que tem promovido a ampliação do acesso aos serviços de Atenção Básica em Saúde Bucal e de Atenção Especializada, especialmente através da implantação dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO), pautando-se pela busca da efetivação da integralidade na atenção à saúde. Isto implica a incorporação e o desenvolvimento de tecnologias que visem organizar os sistemas de referência e contrarreferência, proporcionando o atendimento integral da criança.; 2.0; Ministério da Saúde/OPAS/OMS

AS BASES CONCEITUAIS DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DE ATENÇÃO À SAUDE DO ADOLESCENTE; CONCEPTUAL BASES OF ADOLESCENT HEALTH CARE DOCUMENTS ISSUED BY NATIONAL AND INTERNATIONAL OFFICAL-ORGANIZATIONS

Grossman, Eloisa; de Cardoso, Maria Helena C.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/1997 POR
Relevância na Pesquisa
105.77%
Este artigo objetiva analisar as concepções incluídas nos documentos de atenção à saúde do adolescente, veiculados por órgãos gestores nacionais e internacionais, notadamente,Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde e Organização Panamericana da Saúde, a respeito das definições de adolescência, de atenção à saúde do adolescente e do perfil do médico que presta assistência a esse grupo. Estes documentos foram analisados tematicamente correlacionando os tópicos acima apontados às concepções que os embasaram. A análise demonstrou que a adolescência está definida por três critérios: o cronológico ligado às transformações somáticas, o da construção de um padrão típico de adolescente e o da hegemonia do biológico numa proposta explicitada como interdisciplinar; que a atenção à saúde do adolescenteexprime-se com base em uma concepção Luminista, teleológica e normativa de adolescência e, finalmente, que o papel do médico está postulado como o de dizimador de conflitos funcionando como uma espécie de pater-mater extraparental.; This article aims to analyze concepts embodied in adolescent health care documents issued by national and international official organizations such as Ministério da Saúde (MS)...

Atenção primária à saúde e a organização de redes regionais de atenção à saúde no Brasil; Primary health care and the organization of regional health care networks in Brazil

Lavras, Carmen
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
105.81%
Even though there is a relative consensus regarding the utilization of the term "Primary Health Care", there are distinct conceptions concerning its effective meaning. This paper refers to numerous documents which have been expressing this concept historically and contributing to its organization in the health systems of the world. In this perspective, the following documents were considered: Dawson Report, the Declaration of Alma-Ata, the documents published by the European Observatory on Health Systems and Policies, which has analyzed reforms guided by Primary Health Care in European Union countries from 1990 onwards, the studies conducted by Barbara Starfield in relation to Primary Health Care in current times, and the World Health Report published by the WHO in 2008. The development of Primary Health Care in Brazil was also considered since the beginning of the 20th century until today, identifying the advances in its organization and recognizing that great hindrances must be overcome so that the purposes contained in the national policy are met, so that it can perform its role of organizer of the system and coordinator of health care. This study also analyzes the role of Primary Health Care in Regional Health Care Networks, which are organized within the SUS (Brazil's National Health System) in order to overcome the system's fragmentation...

Organização das ações de atenção à saúde: modelos e práticas; Organization of health care actions: models and practices

Ayres, José Ricardo de Carvalho Mesquita
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
105.78%
O objetivo deste artigo é discutir recentes contribuições conceituais para a construção de modelos de organização das ações de atenção à saúde. Trata-se de um ensaio crítico baseado na Teoria do Processo de Trabalho em Saúde, de Mendes-Gonçalves e colaboradores, relido na perspectiva filosófica da Hermenêutica contemporânea (Gadamer; Ricoeur, Habermas). Em primeiro lugar, define-se modelo como a convergência de horizontes entre os diversos discursos socialmente legitimados acerca dos modos de operar as tecnologias de atenção à saúde de indivíduos e populações. A seguir, são apontados como norteadores da reflexão o princípio da integralidade da atenção no contexto do Sistema Único de Saúde e seus desafios nos planos do conhecimento, das tecnologias e da ética. Os conceitos de vulnerabilidade, cuidado e humanização, como recentes proposições para novas confluências discursivas interessadas na construção de modelos de atenção integral, são, então, tomados para análise, discutindo-se seus principais pressupostos e conteúdos, assim como seus alcances e desafios práticos.; The objective of this paper is to discuss the recent conceptual contributions to the development of health care organization models. This is a critical essay...

Atenção à Saúde do Idoso: Políticas públicas e “saber local”

Oliveira, Bernadete de; Concone, Maria Helena Villas Bôas; Lodovici, Flamínia Manzano Moreira; Lopes, Ruth Gelehrter da Costa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES Publicador: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
105.77%
Este artigo é um recorte de um extenso trabalho de investigação realizado na região metropolitana de São Paulo tendo como sujeitos os representantes de Conselhos Municipais (de Saúde e do Idoso). O trabalho de campo realizado entre janeiro de 2011 e dezembro de 2012 contou com entrevistas e aplicação do método Delphi. Tomamos para considerações somente os resultados do Delphi: apresentamos e analisamos as opiniões daqueles representantes, a respeito das recomendações das políticas que auxiliam a consolidação da Atenção à Saúde do idoso no Sistema Único de Saúde (SUS). Nossa consideração final é a de que a concretização e o fortalecimento das políticas de saúde voltadas para o idoso no âmbito do SUS deveriam se traduzir no cumprimento das diretrizes estabelecidas por essas mesmas políticas sociais de saúde direcionadas ao segmento. Entretanto, encontramos nos municípios pesquisados um significativo desconhecimento, seja por parte dos servidores públicos, seja por parte dos usuários, dessas normas que compõem a Atenção à Saúde do idoso.

Política e intermedicalidade no Alto Xingu: do modelo à prática de atenção à saúde indígena

Novo,Marina Pereira
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.79%
O modelo de atenção à saúde indígena no Brasil tem como fundamentos a atenção integral à saúde, associada à noção de atenção diferenciada, e prevê o respeito à diversidade cultural, buscando a incorporação de práticas terapêuticas tradicionais nos serviços de saúde destinados a atender estas populações. A questão que se coloca é entender de que forma é possível conciliar o acesso universal aos bens e serviços de saúde a uma atenção que garanta a diferenciação, sem interferir, no entanto, na qualidade dos serviços ofertados. Para além disso, é preciso definir quais parâmetros utilizar para avaliar a qualidade e a eficácia desses serviços oferecidos em um contexto intercultural. Com base em um estudo de caso - a implementação dos serviços de saúde no Alto Xingu - apresento questões relacionadas aos usos políticos e os "perigos" associados aos "espaços da saúde" e as distintas concepções (de índios e não índios) do que seja saúde e qualidade dos serviços de saúde. Essas questões se interpõem e afetam não apenas as ações de saúde, mas também a situação política local.

Organização de redes regionalizadas e integradas de atenção à saúde: desafios do Sistema Único de Saúde (Brasil)

Silva,Silvio Fernandes da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.79%
O artigo refere-se às causas da segmentação/fragmentação na atenção à saúde e aos benefícios da integração e constituição de redes para racionalizar gastos, otimizar recursos e promover uma atenção condizente com as necessidades dos usuários. Tem como principal objetivo analisar os desafios presentes no Sistema Único de Saúde para promover uma melhor integração entre os serviços e organizar redes. Entre os desafios abordados, destacam-se os relacionados à insuficiência de recursos decorrentes do baixo financiamento público, aos processos de formação e educação e seus reflexos na disponibilização dos profissionais para o sistema público e às dificuldades inerentes à descentralização de ações e serviços de saúde no contexto do pacto federativo brasileiro. O artigo conclui que, além de esforços para enfrentar esses desafios, a organização de redes regionalizadas e integradas no SUS depende de aperfeiçoamento na gestão intergovernamental nas regiões de saúde para qualificar a pactuação de responsabilidades entre as esferas de governo e de qualificação da atenção primária à saúde para coordenar o cuidado e ordenar sua continuidade nos outros níveis do sistema.

Princípios de universalidade, integralidade e equidade em um serviço de atenção à saúde auditiva

Vianna,Nubia Garcia; Cavalcanti,Maria de Lourdes Tavares; Acioli,Moab Duarte
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
105.76%
O objetivo do presente estudo foi analisar se as práticas de atenção à saúde auditiva estavam coerentes com os princípios da universalidade, da integralidade e da equidade sob a perspectiva dos profissionais. Pesquisa qualitativa, realizada em um Serviço de Atenção à Saúde Auditiva de Média Complexidade. Constituíram sujeitos: uma assistente social, três fonoaudiólogas, uma médica e uma psicóloga. Foram realizadas entrevistas, bem como observação com registro em diário de campo. Na análise do material foi utilizada a técnica de análise temática. A análise das entrevistas resultou na construção dos seguintes temas: A Universalidade e o Acesso à Saúde Auditiva, Atenção Integral à Saúde Auditiva e Saúde Auditiva e Equidade. O trabalho apontou questões que comprometem a qualidade do serviço e que ferem os princípios do SUS. Conclui-se que investimentos relativamente simples em capacitação e qualificação profissional podem trazer mudanças significativas no sentido de propiciar a prestação de um serviço mais universal, integral e equânime.