Página 1 dos resultados de 809 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Assistência farmacêutica : a percepção dos gestores e profissionais de saúde em São Luís (MA)

Oliveira, Mary Jane Limeira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
Este estudo partiu da necessidade de aprofundar o conhecimento sobre a prática da Assistência Farmacêutica no contexto geral e no cotidiano do serviço de saúde do município de São Luis (Maranhão). Trata-se de um estudo exploratório, de caráter descritivo, empregando métodos quali-quantitativos, onde a coleta de dados constituiu-se da aplicação de formulário semi-estruturado aos gestores e profissionais de saúde, durante entrevista realizada em seus ambientes de trabalho. Os resultados obtidos foram sistematizados e discutidos em quatro categorias: (a) visão dos gestores e profissionais de saúde sobre a Assistência Farmacêutica; (b) percepção desses /atores sobre o papel da Assistência Farmacêutica no sistema de saúde; (c) identificação de como eles percebem a Assistência Farmacêutica disponibilizada no serviço de saúde, no que se refere ao acesso a medicamentos, orientações de uso e acompanhamento terapêutico; (d) descrição dos avanços e dificuldades no desenvolvimento da Assistência Farmacêutica municipal. As percepções referidas por estes atores delimitam a Assistência Farmacêutica disponibilizada no serviço público do município de São Luís como apresentando dificuldades em todas as suas etapas...

Assistência farmacêutica no Programa Saúde da Família em Belém - Pará : organização, desafios e estratégias de reestruturação

Costa, Cristina Maria Maués da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
A assistência farmacêutica no Programa Saúde da Família (PSF) do Município de Belém, é descrita através das ações desenvolvidas nas Unidades de Saúde da Família, da identificação das maiores dificuldades e estratégias utilizadas para garantir o acesso e o uso correto dos medicamentos prescritos, e da percepção das diferentes visões dos profissionais e gestores sobre a assistência farmacêutica no PSF. Consiste em um estudo de caso desenvolvido na Secretaria Municipal de Saúde de Belém, com entrevistas semi-estruturadas e aplicação de questionários aos profissionais envolvidos com o PSF, tanto na função gerencial como na executora das ações que envolvem o ciclo da assistência farmacêutica. Os dados obtidos foram agrupados em seis categorias de análise: a) concepção do Programa Saúde da Família em Belém, b) Política de Medicamentos com enfoque na fitoterapia, c) conceito e papel da assistência farmacêutica na integralidade e no aumento da cobertura das ações de saúde; d) dicotomia entre a resolução do atendimento e o abastecimento existente; e) formação de recursos humanos adequados a uma nova proposta de assistência farmacêutica - uso racional de medicamentos; f) limitações da Assistência farmacêutica no PSF. Os resultados indicam a percepção do ciclo da assistência farmacêutica reduzido ao seu processo final – prescrição e dispensação de medicamentos...

O Processo de construção da assistência farmacêutica regionalizada no Estado de Pernambuco

Santos, Mônica Maria Henrique dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Este estudo surgiu da necessidade de aprofundar com um olhar mais crítico o processo da construção da Assistência Farmacêutica regionalizada para Pernambuco, na tentativa de despertar para uma reflexão do modelo assistencial ora desenvolvido no Estado. Nessa perspectiva, objetivou-se compreender, no primeiro momento, a trajetória da regionalização do Estado, até se alcançar a territorialização da saúde; identificando através da percepção dos gestores estaduais e municipais, se concordam que a Assistência Farmacêutica deva ser, efetivamente, regionalizada. Trata-se de um estudo exploratório de cunho qualitativo que foi desenvolvido através de pesquisa bibliográfica e de entrevistas semi-estruturadas, gravadas e digitalizadas, aplicadas aos gestores estaduais e municipais, constituindo o caráter exploratório da mesma. Os resultados da pesquisa bibliográfica foram sistematizados na composição do referencial teórico do trabalho e os dados coletados nas entrevistas foram ordenados em Unidades de Registro dos Discursos e classificados em Categorias específicas, contextualizadas nas falas dos gestores. Na visão dos gestores estaduais e municipais, que participaram do estudo, as ações da Assistência Farmacêutica devem ser regionalizadas...

Comparação de preços de medicamentos adquiridos na assistência farmacêutica básica : um foco nas regiões do projeto QualiSUS-Rede; Comparison of drug prices purchased in basic pharmaceutical assistance : a focus on QualiSUS-Rede project

Brunna Raphaelly Amaral da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.86%
A garantia da Assistência Farmacêutica, como um dos objetivos do Sistema Único de Saúde, vem se consolidando ao longo dos anos, por meio das Políticas Nacional de Medicamentos e de Assistência Farmacêutica. No âmbito da Atenção Básica, o financiamento dos medicamentos é regulamentado pelo Componente Básico da Assistência Farmacêutica (CBAF) e sua execução é feita pelos entes federados de acordo com a legislação deste Componente. O objetivo geral deste trabalho foi: analisar os preços de medicamentos do CBAF adquiridos pelos municípios que compõem o Projeto QualiSUS-Rede. O Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde (QualiSUS-Rede) constitui uma intervenção do Ministério da Saúde para promover a implantação de quinze RAS, cuja conformação contempla 17 estados brasileiros. A "Pesquisa Assistência Farmacêutica nas RAS" é parte da Intervenção Sistêmica da Assistência Farmacêutica no Projeto QualiSUS-Rede, e consiste em estudo transversal realizado por meio de entrevistas realizadas com Secretários Municipais de Saúde e equipe de Assistência Farmacêutica nos municípios de 15 Regiões do Projeto QualiSUS-Rede, cuja equipe da Intervenção Sistêmica é composta por entrevistadores/pesquisadores específicos para cada Região. A metodologia deste estudo consiste em análise secundária do estudo transversal "Pesquisa da Assistência Farmacêutica nas RAS"...

Assistência farmacêutica e planejamento

Veber, Ana Paula
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.93%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Farmácia; As ações de Assistência Farmacêutica, reiteradas tanto em políticas específicas quanto naquelas mais amplas como o Pacto pela Saúde, são fundamentais para garantir o acesso a serviços farmacêuticos qualificados, visando ao uso racional de medicamentos e, conseqüentemente, à melhoria das condições de saúde da população atendida. Neste contexto, o Planejamento em Assistência Farmacêutica pode contribuir para o aprimoramento e aumento de resolutividade das ações desenvolvidas. O presente trabalho realizou uma análise dos Planos Municipais de Assistência Farmacêutica (PMAFs) entregues à Diretoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina em 2005 e 2006, buscando caracterizar as atividades de Assistência Farmacêutica e discutir o processo de elaboração dos Planos e suas implicações para a gestão. Foram analisados 201 PMAFs e entrevistados 4 envolvidos no processo de elaboração dos mesmos, e utilizadas as técnicas de Análise de Correspondência Múltipla (SPAD 3.5) e Análise de Conteúdo. Na análise multivariada, as variáveis "presença de farmacêutico" e "população" foram as que mais contribuíram para a formação dos três agrupamentos de municípios evidenciados. O número de medicamentos constantes das Relações Municipais de Medicamentos Essenciais (REMUMEs) variou entre 15 e 413...

Concepções de assistência farmacêutica no contexto histórico brasileiro

Santos, Rosana Isabel dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 173 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.8%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia; O trabalho analisa diferentes concepções subjacentes ao termo "assistência farmacêutica", bem como o contexto histórico no qual cada concepção se insere. Até o início do século XX, enquanto prática, assistência farmacêutica teria correspondido ao trabalho de cuidado junto a indivíduos e comunidades, exercido por farmacêuticos e outros profissionais, sendo caracterizado pela escuta, compreensão das necessidades do paciente, aconselhamento e, se necessário, elaboração e dispensação de algum medicamento. No processo de industrialização no Brasil do século XX, em especial no setor farmacêutico, assistência farmacêutica foi associada à disponibilização de medicamentos, de forma desvinculada de uma prática profissional, em um período em que ocorria a descaracterização do farmacêutico como profissional da saúde, paralelamente à valorização do medicamento, em sua dupla natureza de agente terapêutico e objeto de consumo. Com este sentido, o termo é associado às medidas de facilitação do acesso ao medicamento, estabelecidas por políticas sociais. Inicialmente, sob o modelo de seguro social...

Assistência farmacêutica nos municípios catarinenses

Manzini, Fernanda
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 217 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Farmácia, Florianópolis, 2013.; Este trabalho objetivou o desenvolvimento de um modelo para avaliação da capacidade de gestão da Assistência Farmacêutica em municípios catarinenses, sob os aspectos organizacional, operacional e de sustentabilidade. Utilizou-se como referencial teórico metodológico o trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Assistência Farmacêutica (NEPAF), da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) onde a gestão é entendida como um processo técnico, político e social, capaz de produzir resultados. A escolha do referencial teórico de capacidade de governo de Matus, refletido no conceito de capacidade de gestão da Assistência Farmacêutica, tem por base a necessidade de superar a fragmentação e a redução tecnicista imposta à Assistência Farmacêutica. Entendendo a capacidade de gestão da Assistência Farmacêutica no âmbito municipal como o objeto a ser avaliado, desenvolveu-se o modelo teórico e o modelo teórico-lógico para definição das categorias de análise dos dados. A revisão da matriz avaliativa foi participativa...

Capacidade de gestão municipal da assistência farmacêutica

Mendes, Samara Jamile
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 239 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Farmácia, Florianópolis, 2013.; Este trabalho tem como objetivo avaliar a capacidade de gestão da assistência farmacêutica em municípios catarinenses, sob as dimensões organizacional, operacional e da sustentabilidade. O referencial teórico adotado partiu de estudos do NEPAF/UFBA, utilizando o conceito de gestão como um processo técnico, político e social capaz de produzir resultados. A necessidade de avaliar a gestão da assistência farmacêutica em Santa Catarina surgiu do pressuposto de que existe, ainda, uma visão mais procedimental sobre a assistência farmacêutica, que mostra sua condição de fornecedora de medicamentos, constrangendo sua natureza estratégica para a promoção do uso racional de medicamentos e como parte da atenção à saúde. Um entendimento ainda limitado sobre a assistência farmacêutica, pela sociedade, influencia na formação dos profissionais de farmácia e sua atuação, principalmente, em gestão municipal. Utilizando como modelo de avaliação o de Manzini (2013), o processo avaliativo foi desenvolvido em seis municípios catarinenses de diferentes características e regiões do Estado. A verificação de 44 indicadores...

HÓRUS: inovação tecnológica na assistência farmacêutica no sistema único de saúde

Costa,Karen Sarmento; Nascimento Jr.,José Miguel do
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
OBJETIVO: Analisar resultados do Sistema Hórus, comparando elementos desse Sistema com algumas experiências internacionais. MÉTODOS: Hórus é uma inovação tecnológica introduzida em 2009 no sistema de informações para a Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde. Em 2011, gestores locais e profissionais de saúde de 1.247 municípios (16 estados) que aderiram ao Hórus responderam a questionários sobre a assistência farmacêutica na atenção básica e sobre o Sistema Hórus. Estudo descritivo e exploratório, desenvolvido com emprego de método quali-quantitativo de pesquisa. Foram utilizados instrumentos multivariados de coleta de dados e suporte interpretativo da inferência estatística e da análise temática. RESULTADOS: As principais mudanças identificadas após a implantação desse Sistema foram: melhoria do controle técnico e científico da qualidade da assistência farmacêutica, da dispensação dos medicamentos e da atenção à saúde; capacitação dos recursos humanos e gestão do conhecimento; melhoria da relação gestores de saúde/usuários de medicamentos; da gestão administrativa e maior gestão interfederativa; e melhoria da infraestrutura tecnológica. Em termos de sistemas de informação em saúde...

Avaliação da gestão descentralizada da assistência farmacêutica básica em municípios baianos, Brasil

Barreto,Joslene Lacerda; Guimarães,Maria do Carmo Lessa
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.8%
Este artigo avalia a gestão descentralizada da assistência farmacêutica no âmbito municipal do Estado da Bahia, Brasil. Parte-se do pressuposto de que seus fatores condicionantes decorrem principalmente de uma visão tecnicista e procedimental que ainda prevalece sobre a assistência farmacêutica. Utilizaram-se duas estratégias de pesquisa: uma extensiva, realizada a partir da aplicação do Protocolo de Indicadores construído pelo Núcleo de Estudos e Pesquisa em Assistência Farmacêutica (NEPAF) da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia em dois municípios baianos. A coleta de dados foi feita com questionários, formulário (check list) e análise de documentos. Na fase intensiva utilizaram-se entrevistas semi-estruturadas com informantes-chave. Os resultados confirmam os pressupostos revelando práticas de gestão reduzidas à sua dimensão operacional, com ênfase em aspectos do ciclo logístico da assistência farmacêutica. Identificaram-se avanços, ainda tímidos, na dimensão organizacional e da sustentabilidade voltadas para fomentar maior participação e autonomia da gestão da assistência farmacêutica municipal.

Análise da gestão estadual de assistência farmacêutica a partir do pensamento complexo

Rieck, Elisa Brust
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Este estudo teve como objetivo analisar a gestão da assistência farmacêutica no âmbito estadual, como subsistema do SUS. O trabalho foi delineado na forma de estudo observacional transversal, de caráter descritivo, de pesquisa de campo, documental e bibliográfica. O estudo parte da pesquisa quantitativa e tem como essência a pesquisa qualitativa. Foram sistematizados três modelos de organização da assistência farmacêutica: medicamentocêntrico, serviços farmacêuticos reduzidos e integrais. A descrição dos modelos resultou da articulação dos conceitos de assistência farmacêutica existentes no país, o habitus dos sujeitos que fundamentaram a prática dos serviços farmacêuticos estaduais em dezenove Estados estudados e o pensamento complexo de Edgar Morin. Os indicadores apontaram para um habitus de visão reducionista, com priorização de atividades operacionais em detrimento de atividades de caráter gerencial e de articulação, que interagem focalizados em aspectos operacionais, que não investem na qualificação dos recursos e pouco se apropriam tecnicamente dos processos de trabalho. Essas opções dos sujeitos determinam os resultados a serem alcançados pelo sistema. A interação, a informação e o planejamento foram apresentados como estratégias para diminuição da complexidade do sistema de assistência farmacêutica. O pensamento complexo mostrou-se um bom método de análise da gestão da assistência farmacêutica...

Assistência farmacêutica em instituição de longa permanência para idosos

Gerlack, Letícia Farias
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.83%
Para avaliar as ações relacionadas ao ciclo da Assistência Farmacêutica em Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) foi realizado um estudo transversal, descritivo e analítico. A amostra foi selecionada por conveniência, constituindo-se por todos os idosos residentes que faziam uso de medicamentos. A pesquisa iniciou somente aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa da PUCRS, sob registro 10/05111. A coleta de dados foi realizada entre agosto de 2010 e abril de 2011 e orientada por um instrumento contendo questões referentes à saúde dos resiGdentes, aos medicamentos utilizados e à sua satisfação com a assistência farmacêutica, bem como às condições do acondicionamento dos medicamentos. A coleta constitui-se de pesquisas em prontuário, em notas fiscais de compras de medicamentos, entrevistas com os idosos e com profissionais da ILPI e de observação da pesquisadora. Quanto à satisfação, foi considerado grau mínimo o escore de 05 pontos e 25 pontos para grau máximo, a partir das respostas do questionário específico aplicado aos idosos. No período da coleta, dos 113 idosos que residiam na ILPI apenas dois foram excluídos por não estarem utilizando algum medicamento. A maioria (74...

Gestão da Assistência Farmacêutica: módulo transversal 1: gestão da assistência farmacêutica

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Texto com 150 páginas no formato pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.8%
O módulo apresenta uma dinâmica diferenciada, na qual o aluno desenvolverá o estudo de três unidades básicas ao longo de todo o Curso: Gestão da assistência farmacêutica; Planejamento em saúde e Avaliação da assistência farmacêutica. O tema de gestão aparece fortemente ao longo do conteúdo e, como atividade didático-pedagógica este módulo traz a proposta da elaboração de um Plano Operativo (PO). O PO será construído em etapas a partir de informações obtidas junto a assistência farmacêutica do local de trabalho do especializando e com o auxílio de instrumento específico para executá-lo, disponibilizado neste conteúdo.; 1.0; Ministério da Saúde

Diagnóstico situacional da Assistência Farmacêutica em 10 anos da Política Nacional Saúde Indígena

Urdapilleta, Ada Amália Ayala
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.89%
A Assistência Farmacêutica está contemplada na Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. Nesse sentido, enquanto prática orientada deve garantir medicamentos essenciais para os povos indígenas a partir das necessidades e especificidades de cada Distrito Sanitário Especial Indígena. O objetivo deste trabalho foi analisar a situação da assistência farmacêutica na atenção a saúde dos povos indígenas nos 10 anos de Saúde Indígena, avaliando o acesso à assistência farmacêutica prestada à referida população, focalizando aspectos relacionados aos processos envolvidos no ciclo da assistência farmacêutica. Foi adotada como metodologia a revisão de documentos técnicos, monografias e publicações referentes à Assistência Farmacêutica e saúde indígena. A organização da rede de assistência e a estratégia adotada pela FUNASA para garantir integralidade e eqüidade nas ações, também fazem parte do documento. Foram identificadas deficiências, que podem ser contornadas com treinamento do pessoal envolvido no processo e com a adoção de um programa da qualidade em relação ao cumprimento dos aspectos científicos, técnicos, legais e éticos relacionados à Assistência Farmacêutica. Em conclusão...

Planejamento da assistência farmacêutica no SUS, de um município do sul de Santa Catarina

Oliveira, Larissa de
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Monografia apresentada ao Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica / Saúde Coletiva da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, para a obtenção do título de Especialista na Modalidade de Residência Multiprofissional em Atenção Básica / Saúde da Família.; A Assistência Farmacêutica (AF) como parte integrante dos Serviços de Saúde permeia diversas áreas e contribui para as melhorias de condições de Saúde da População. Além disso, representa hoje uma das áreas com maior impacto financeiro no âmbito do SUS, demonstrando a extrema importância de um gerenciamento efetivo nesta área com planejamento de recursos financeiros, capacidade de gestão de recursos humanos, acompanhamento e avaliação dos resultados. Neste contexto, o planejamento no âmbito da Assistência Farmacêutica surge como peça fundamental para o ciclo de gestão e precisa ser estimulado para que os gestores sejam sensibilizados a pensar sua realidade e intervenções para sua transformação e melhoria. Assim, este trabalho teve como objetivo realizar o planejamento da Assistência Farmacêutica no Município de Criciúma/SC a partir do método IAPAF desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Esse método consiste no ―Instrumento de Auto-Avaliação para o Planejamento em Assistência Farmacêutica (IAPAF)‖...

Programas de assistência farmacêutica do governo federal: estrutura atual, evolução dos gastos com medicamentos e primeiras evidências de sua eficiência, 2005-2008; Texto para Discussão (TD) 1658: Programas de assistência farmacêutica do governo federal: estrutura atual, evolução dos gastos com medicamentos e primeiras evidências de sua eficiência, 2005-2008

Aurea, Adriana Pacheco; Magalhães, Luís Carlos G. de; Garcia, Leila Posenato; Santos, Carolina Fernandes dos; Almeida, Raquel Filgueiras de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.89%
O direito à saúde, previsto na Constituição brasileira, inclui o acesso a medicamentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Os programas de assistência farmacêutica do SUS são muitas vezes a única forma de obtenção de medicamentos para grande parte da população brasileira. Os gastos com esses programas exercem pressões potencialmente explosivas sobre os recursos públicos destinados à saúde. Dada a importância da assistência farmacêutica pública para a saúde da população brasileira, o objetivo principal deste estudo é analisar a evolução recente das compras de medicamentos do governo federal para seus programas de assistência farmacêutica, no período 2004-2008. Também foi feito um exercício inicial para avaliar se houve eficiência nas licitações realizadas pelo governo federal,no período 2005-2009, para a aquisição de medicamentos de dois programas de assistência farmacêutica: coagulopatias hereditárias e diabetes. Foram utilizadas bases de dados pouco exploradas para esta finalidade. Os valores dos gastos para aquisição de medicamentos por meio de licitações foram obtidos a partir dos registros do Sistema de Administração de Serviços Gerais (SIASG). Observou-se que os gastos com aquisição de medicamentos...

HÓRUS: inovação tecnológica na assistência farmacêutica no sistema único de saúde; Innovación tecnológica Horus en el servicio farmacéutico en el sistema único de salud brasileño; HORUS: technological innovation in pharmaceutical assistance within the Brazilian unified health system

Costa, Karen Sarmento; Nascimento Jr., José Miguel do
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.91%
OBJETIVO: Analisar resultados do Sistema Hórus, comparando elementos desse Sistema com algumas experiências internacionais. MÉTODOS: Hórus é uma inovação tecnológica introduzida em 2009 no sistema de informações para a Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde. Em 2011, gestores locais e profissionais de saúde de 1.247 municípios (16 estados) que aderiram ao Hórus responderam a questionários sobre a assistência farmacêutica na atenção básica e sobre o Sistema Hórus. Estudo descritivo e exploratório, desenvolvido com emprego de método quali-quantitativo de pesquisa. Foram utilizados instrumentos multivariados de coleta de dados e suporte interpretativo da inferência estatística e da análise temática. RESULTADOS: As principais mudanças identificadas após a implantação desse Sistema foram: melhoria do controle técnico e científico da qualidade da assistência farmacêutica, da dispensação dos medicamentos e da atenção à saúde; capacitação dos recursos humanos e gestão do conhecimento; melhoria da relação gestores de saúde/usuários de medicamentos; da gestão administrativa e maior gestão interfederativa; e melhoria da infraestrutura tecnológica. Em termos de sistemas de informação em saúde...

Avaliação da gestão descentralizada da assistência farmacêutica básica em municípios baianos, Brasil

Barreto,Joslene Lacerda; Guimarães,Maria do Carmo Lessa
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.8%
Este artigo avalia a gestão descentralizada da assistência farmacêutica no âmbito municipal do Estado da Bahia, Brasil. Parte-se do pressuposto de que seus fatores condicionantes decorrem principalmente de uma visão tecnicista e procedimental que ainda prevalece sobre a assistência farmacêutica. Utilizaram-se duas estratégias de pesquisa: uma extensiva, realizada a partir da aplicação do Protocolo de Indicadores construído pelo Núcleo de Estudos e Pesquisa em Assistência Farmacêutica (NEPAF) da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia em dois municípios baianos. A coleta de dados foi feita com questionários, formulário (check list) e análise de documentos. Na fase intensiva utilizaram-se entrevistas semi-estruturadas com informantes-chave. Os resultados confirmam os pressupostos revelando práticas de gestão reduzidas à sua dimensão operacional, com ênfase em aspectos do ciclo logístico da assistência farmacêutica. Identificaram-se avanços, ainda tímidos, na dimensão organizacional e da sustentabilidade voltadas para fomentar maior participação e autonomia da gestão da assistência farmacêutica municipal.

HÓRUS: inovação tecnológica na assistência farmacêutica no sistema único de saúde

Costa,Karen Sarmento; Nascimento Jr.,José Miguel do
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
OBJETIVO: Analisar resultados do Sistema Hórus, comparando elementos desse Sistema com algumas experiências internacionais. MÉTODOS: Hórus é uma inovação tecnológica introduzida em 2009 no sistema de informações para a Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde. Em 2011, gestores locais e profissionais de saúde de 1.247 municípios (16 estados) que aderiram ao Hórus responderam a questionários sobre a assistência farmacêutica na atenção básica e sobre o Sistema Hórus. Estudo descritivo e exploratório, desenvolvido com emprego de método quali-quantitativo de pesquisa. Foram utilizados instrumentos multivariados de coleta de dados e suporte interpretativo da inferência estatística e da análise temática. RESULTADOS: As principais mudanças identificadas após a implantação desse Sistema foram: melhoria do controle técnico e científico da qualidade da assistência farmacêutica, da dispensação dos medicamentos e da atenção à saúde; capacitação dos recursos humanos e gestão do conhecimento; melhoria da relação gestores de saúde/usuários de medicamentos; da gestão administrativa e maior gestão interfederativa; e melhoria da infraestrutura tecnológica. Em termos de sistemas de informação em saúde...

Essencialidade e assistência farmacêutica: considerações sobre o acesso a medicamentos mediante ações judiciais no Brasil

Sant'Ana,João Maurício Brambati; Pepe,Vera Lúcia Edais; Osorio-de-Castro,Claudia Garcia Serpa; Ventura,Miriam
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.8%
A garantia do direito à assistência farmacêutica no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Constituição de 1988 deu vazão a um aumento das demandas judiciais para efetivação desse direito. Esse fenômeno vem sendo chamado de judicialização da assistência farmacêutica. Estudos sobre o tema têm revelado tanto deficiências no acesso dos usuários do Sistema Único de Saúde aos medicamentos das listas oficiais de assistência farmacêutica como dificuldades do sistema de justiça e do próprio procedimento judicial para lidar com a temática. Este artigo discute essas questões considerando o arcabouço conceitual que informa a política de medicamentos e a política de assistência farmacêutica brasileiras, sobretudo os conceitos de medicamentos essenciais e de alocação de recursos escassos.