Página 1 dos resultados de 1578 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Encontros e desencontros: a ação político-pedagógica entre educadores e famílias no assentamento Pirituba II - Sudoeste Paulista (1984-2006); The process of scholarization of children and youths from the settlement Pirituba II - southwest of São Paulo (1984-2006)

Silva, Edvaneide Barbosa da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
A presente pesquisa refere-se ao processo de escolarização de crianças e jovens do assentamento Pirituba II, localizado nos municípios de Itapeva e Itaberá, região sudoeste paulista. Trata-se de um Projeto de Assentamento Rural (PA) que está sob a responsabilidade da Fundação Itesp, sendo resultado das ocupações de terras realizadas por famílias camponesas nos anos de 1980, as quais se organizaram em entidades sindicais, pastorais e no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST.) A educação básica tornou-se uma realidade no lugar, devido às lutas por direitos, organizadas, sobretudo, pelo MST. Desde as primeiras ocupações na Fazenda Pirituba, as famílias desenvolveram lutas pelo acesso à cultura letrada para as novas gerações do assentamento. No total são cinco escolas públicas que atendem os filhos dos camponeses assentados. Adentramos nessas escolas para analisar a natureza do projeto político-pedagógico das mesmas, com a pretensão de verificar se ocorreram práticas dialógicas entre educadores, educandos e famílias que participam do MST. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de observação/participante. Tais procedimentos metodológicos, alinhados aos referenciais teóricos deste trabalho, possibilitaram-nos apresentar reflexões acerca dos encontros e desencontros entre a ação político-pedagógica de educadores e assentados. Palavras Chaves: Educação Escolar/ Assentamento Rural/ MST./Projetos pedagógicos/ Educação Libertadora; This present research refers to the process of scholarization of children and youths from the settlement Pirituba II...

De posseiro a assentado: a reinvenção da comunidade do Guapiruvu na construção contraditória do assentamento agroambiental Alves, Teixeira e Pereira, Sete Barras-SP; From squatter to settler: the reinvention of the Guapiruvu community in the contradictory establishment of the agro-environmental settlement Alves, Teixeira and Pereira, Sete Barras - São Paulo

Bernini, Carina Inserra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
A presente pesquisa aborda o processo de construção do assentamento agroambiental PDS Alves, Teixeira e Pereira, localizado no bairro do Guapiruvu (Sete Barras-SP), a partir da análise do processo de redefinição dos usos da terra e da floresta nesse território. Para isso, analisa as diferenças de interesse quanto ao uso da terra e da mata do assentamento existentes entre os grupos (comunidade, associação local e Estado) envolvidos na construção do mesmo e os fundamentos de tais diferenças. A pesquisa se apóia em extenso trabalho de campo, desenvolvido com base na observação participante e em entrevistas abertas, além de levantamento bibliográfico e documental. Localizado no Vale do Ribeira-SP, o bairro do Guapiruvu é vizinho ao Parque Estadual Intervales, Unidade de Conservação de Proteção Integral. Após 40 anos de luta pela terra, a comunidade do Guapiruvu teve os seus direitos sobre a terra reconhecidos, porém sob a condição de vê-la transformada em um assentamento agroambiental e, com isso, tem tido que se submeter a novas orientações e restrições em relação aos sistemas agrícolas e de manejo adotados. A combinação entre luta pela terra e ambientalismo mostrou-se decisiva para assegurar a permanência da comunidade em seu território. Mas a relação entre a espacialização das políticas agrárias e ambientais...

Subsídios para o zoneamento marinho do litoral norte do Estado de São Paulo: um estudo do sucesso do assentamento lerval de decápodos costeiros; Subsidies towards the management of the northern coast of São Paulo State: a case study of the larval settlement success of coastal decapods.

Moreira, Fabiana Tavares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.47%
O presente estudo foi realizado ao longo de uma linha de costa, incluindo duas enseadas em Ubatuba-SP, Brasil. Os objetivos principais foram: (1) Examinar, em seis costões rochosos, séries temporais de assentamento larval de decápodos, afim de entender forçantes físicas associadas ao transporte em direção à costa, (2) Localizar agregações larvais no plâncton neustônico costeiro, para inferir a natureza das agregações e verificar a ocorrência de migração vertical em decápodos, (3) testar a relação entre suprimento e assentamento larval, a diferentes escalas espaciais. O papel da competência larval foi discutido à luz de evidências obtidas através amostragem planctônica em diferentes áreas dentro das enseadas e comparações inter e intra-taxonômicas. Entre maio e agosto de 2005, foram realizadas coletas, a cada dois dias, para estimar a taxa de assentamento larval de grupos de decápodes em coletores artificiais. Durante dois períodos de maior assentamento de Pachygrapsus transversus, a ocorrência nictemeral neustônica, desta e de outras espécies de decápodes foi avaliada. Sub-amostras de megalopas de brachyura foram separadas para mensuração do nível de competência larval, através do cultivo de larvas...

Projeto de assentamento rural. Um estudo do ambiente construído no Zumbi dos Palmares - Iaras/SP; Rural settlement project: a study of the built environment in the Zumbi dos Palmares - Iaras/SP

Caraffa, Marina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
A dissertação trata do estudo do projeto de assentamento rural enquanto instrumento de espacialização de políticas públicas de reforma agrária. Por ser recente objeto de estudo para arquitetos, o projeto de assentamento é tomado do ponto de vista das diretrizes de projeto e de sua resultante de implantação. Organizada a partir da aproximação com o contexto no qual foram criados, a pesquisa revela que foi entre a vigência dos dois planos nacionais de reforma agrária que foram criados o maior número de assentamentos em São Paulo, e que dos três tipos estudados, o assentamento federal foi o mais implantado. O estudo das diretrizes dos três tipos de projeto resultou na organização de indicadores e variáveis. Organizados em escalas de abordagem, revelam a história de criação do projeto e guiam a leitura do ambiente construído. Tomado como objeto de estudo, o assentamento Zumbi dos Palmares representa, com seus indicadores e variáveis, a maioria das ocorrências paulistas registradas na pesquisa.; The dissertation deals with the study of rural settlement project as a tool for spatialization of public policy for agrarian reform. For being recent object of study among architects, the settlement project is taken from the point of view of the project guidelines and their resulting deployment . Organized from the approach to the context in which they were created...

MST e desenvolvimento local : uma experiência do assentamento Conquista na Fronteira / SC

Fiorentin, Marcos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.44%
O presente estudo foi elaborado com a finalidade de compreender o processo de desenvolvimento local do Assentamento “Conquista na Fronteira”, bem como a sua contribuição para o Município de Dionísio Cerqueira – SC, onde se encontra localizado. Selecionou-se esta área de estudo, esse assentamento, em função do seu modelo de organização coletivo e também pelas mudanças ocorridas no espaço do Município de Dionísio Cerqueira a partir de sua instalação. Buscou-se, inicialmente, conhecer a organização interna do assentamento, sua forma de organização política, de produção e de consumo; identificar e caracterizar os fatores nucleadores que contribuíram neste processo e apontar as mudanças que aconteceram no espaço do Município. Para atingir tal objetivo, adotou-se uma metodologia qualitativa com levantamento de dados, entrevistas e depoimentos dos Assentados e pessoas do Município de Dionísio Cerqueira. Os resultados mostraram que o período de acampamento foi determinante para os Assentados construírem uma proposta de organização política, de produção e de consumo a partir do coletivo. Quanto aos fatores nucleadores que contribuíram no processo de desenvolvimento local no assentamento, podese citar o Espaço Público...

A Reterritorialização do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC : para além da dimensão cultural

Moreira, Antônio Carlos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
O território do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC, a partir de 1980 até o momento, passou por um acentuado processo de reconstrução, mediatizado por filosofias diferentes em termos de planejamento. O objetivo da pesquisa de tese é entender a reterritorialização desse assentamento rural, analisando as diversas dimensões constitutivas do território, para além da dimensão cultural. Os dados foram identificados por meio de entrevistas com perguntas fechadas e abertas, visitas de convivência no território em diferentes estações climáticas, diálogos com os indivíduos sociais em locais de trabalho, nas residências, em espaços de lazer e, andando pelo território, registros fotográficos, escritos e auditivos. Também, realizamos análises de diversos documentos históricos do assentamento e outros, como mapas, receitas caseiras para o fabrico de alimentação humana e animal, além de outros destinados ao cultivo e à criação. O território, antes da ocupação realizada pelo MST, servia como fonte de lucro e acúmulo de capital, concentrado somente numa pessoa. Posteriormente, mais de 200 seres humanos, fundamentados por princípios coletivos e com distribuição de renda conquistada, o reconstruíram. A filosofia adotada para o planejamento territorial entre o acampamento e o assentamento sustentou atitudes e ações com base em relações sociais e socionaturais de igualdade e respeito entre os indivíduos sociais do campo e da comunidade com a natureza. Desta maneira...

Assentamento rural e agricultura : os acertos, impasses e perspectivas no P. A. Corona, Ponta Porã (MS)

Santos, Adílson Nascimento dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
A agricultura praticada pelas famílias assentadas, sem políticas de apoio ao desenvolvimento agrícola sustentável, pode se tornar inócua na superação da pobreza, na ocupação da força de trabalho e na produção de alimentos, tornando os assentamentos rurais esvaziados. Mais de um milhão de famílias foram assentadas em todo o Brasil nos últimos 30 anos, 3,3 mil delas somente no município de Ponta Porã, onde está localizado o Assentamento Corona, objeto deste estudo. Que tipo de agricultura praticam as famílias assentadas, será que possibilita a superação da pobreza, a permanência no campo e a contribuição na produção de alimentos para o conjunto da sociedade? Este trabalho tem o objetivo de propor uma resposta a estas questões. A partir do referencial teórico-metodológico da abordagem de sistemas agrários foram empregadas diversas técnicas como leitura de paisagem, pesquisa bibliográfica e documental e entrevistas para caracterizar os recursos naturais e a evolução histórica e diferenciação geográfica da agricultura em Ponta Porã e na região onde está inserido o Assentamento Corona. A seguir, empregando as técnicas de tipologia de unidades de produção agrícola, amostragem dirigida, aplicação de questionários...

As percepções dos assentados/as em relação ao desenvolvimento rural local proporcionado pelo assentamento Filhos de Sepé

Silva, Adriana Maria da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
O presente trabalho se insere no eixo temático das políticas públicas e desenvolvimento rural, com foco para o desenvolvimento rural local. O objetivo deste estudo consiste em analisar a forma de contribuição dos/as assentados/as “Filhos de Sepé”, localizados em Viamão, RS, para o desenvolvimento rural local. O referido assentamento foi fundado em 1999, a partir da luta de militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em conjunto com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). O Assentamento Filhos de Sepé se sustenta em um Projeto de Desenvolvimento Sustentável através do qual agricultores/as assentados/as realizam experiências relacionadas à agricultura orgânica. A partir da identificação dos produtores assentados envolvidos no processo de produção de alimentos, foram realizadas entrevistas com um representante de cada setor produtivo do assentamento, ou seja, destacou-se representação do setor produtor de arroz, do setor gado leiteiro e do setor gado de corte, do setor produtor de frutas e hortaliças e entrevista referente à produção de plantas medicinais e prestação de serviços. Além disso, foram coletadas informações junto a bibliografias impressas, meios eletrônicos. Os depoimentos dos assentados Filhos de Sepé evidenciaram que o projeto de assentamento rural realizado em conseqüência da reforma agrária se constitui em fator gerador de emprego e renda...

As fronteiras do assentamento Igarapé Grande – Amapá-Brasil

Serradourada, Renata Nasser
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2014.; A pesquisa tem o propósito de estudar os processos geográficos de territorialização, desterritorialização e reterritorialização dos assentados em um assentamento na Floresta Amazônica, denominado Assentamento Igarapé Grande no estado do Amapá, localizado a 15 km da fronteira com a Guina Francesa. Discutir a mobilidade espacial dos trabalhadores rurais dentro da política de reforma agrária e a maneira como os assentamentos se tornam territórios de resistência, faz parte da compreensão da realidade agrária, os conflitos agrários que muitos camponeses estão envolvidos e as múltiplas territorialidades que vão sendo expressas nesse movimento. Buscamos compreender a partir da definição do território, da identidade territorial e desenvolvimento territorial, as forças sociais que efetivam o território no e com o espaço geográfico, centrando nas territorialidades, que por sua vez determinam cada território. Nessa perspectiva, trabalhamos a importância do assentamento, como espaço de fortalecimento de identidades territoriais, como forma particular de experiências que permitem aos camponeses se identificarem por meio de relações econômicas...

Caracterização do padrão de assentamento dos grupos ceramistas do semi-árido pernambucano : um estudo de caso dos sítios arqueológicos de Araripina PE

Karla de Sena, Vivian; Alves de Oliveira, Cláudia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Na arqueologia brasileira, os grupos pré-históricos da tradição Tupiguarani, geralmente, foram retratados a partir de estudos da tecnologia cerâmica. O modo de vida desses grupos, segundo alguns dados etnohistóricos, está ligada à ocupação de áreas costeiras. Dessa maneira o padrão de assentamento dessas populações esteve intensamente ligado às áreas de cobertura florestal e clima úmido. As áreas mais secas e com uma vegetação distinta desse modelo ambiental conhecido como Floresta Tropical, foram excluídas das hipóteses sobre a ocupação Tupiguarani. No município de Araripina, no semi-árido de Pernambuco, foram encontrados sítios arqueológicos que remetem a essa Tradição. Contudo, a ocupação dessa região por esses grupos está associada, na historiografia, ao período de contato com a colonização européia. Essas conclusões se basearam na impossibilidade da ocupação dessas áreas por grupos de ceramistas agricultores em período pré-histórico. Partindo dessas associações, se coloca em questão o padrão de assentamento nos sítios encontrados nessa área, já que as análises do material arqueológico não se mostram suficientes na caracterização de um modelo de ocupação para esses grupos. Esses questionamentos giram em torno das diferenças no padrão de assentamento desses grupos em relação aos grupos Tupiguarani do litoral e da zona da mata. Nesse estudo analisamos o padrão de assentamento nos sítios localizados em Araripina - PE. Para que isso fosse possível...

Entre a ruptura e a continuidade: limites e possibilidades da apropriação do capital social em um assentamento de reforma agrária

Rogers Melo de Almeida, Márcio; de Nazareth Baudel Wanderley, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Esta dissertação teve como objetivo analisar os processos sociais que limitam e possibilitam a apropriação do capital social em um assentamento de reforma agrária. Apoiamo-nos em um estudo de caso no assentamento Terra, Trabalho e Liberdade, conhecido como Arariba de Baixo, localizado no município do Cabo de Santo Agostinho, estado de Pernambuco. Primeiramente, definimos o capital social de um modo mais abrangente para que pudéssemos analisar a constituição do assentamento tendo como referência central o acampamento, construído no processo de luta pela terra. Concluímos, a partir de uma pesquisa fundamentalmente qualitativa, usando entrevistas em profundidade e a observação participante, que as práticas sociais e valores adquiridos no acampamento, além de possibilitarem a construção e apropriação do capital social de modo intenso e contínuo, vão definir a capacidade de materialização deste recurso no assentamento. Com a construção do assentamento temos uma ruptura profunda na visão de mundo dos atores envolvidos nesse processo, sem no entanto anular os efeitos agregativos do acampamento. Os conflitos vão aparecer com mais facilidade e as resoluções serão mais difíceis. Por este motivo, teremos a apropriação do capital social de modo descontínuo...

UMA FONTE DE ÁGUA VIVA: A participação das mulheres no assentamento Arizona São Miguel do Gostoso-RN

Silva, Marialda Moura da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Cette étude cherche á comprendre la signification sociale de La participation des féminine dans le contexte de l organisation des périmétres de réforme agraire. Elle est construite autour de la mise en évidence des effets de cette participation dans la vie des femmes et dans les relations qu elles établissent avec leurs familles et avec la communauté du périmétre. Les données ont été obtenues á partir d observations participatives, entretiens et discussions. Elles ont permis d identifier les relations de genre et de pouvoir, construites autour du processus d organisation du périmétre de Arizona, dans la préfecture de São Miguel do Gostoso, Rio Grande do Norte, région de l étude. L analyse s est concentrée sur lês dynamiques liées á la lutte pour l accés á la terre, pour identifier différentes formes de participation de femmes et d hommes, en recherche d alternatives pour s installer dans ce contexte. On constate la participation des femmes á diverses formes d activités inhérentes á l organisation du quotidien en milieu rural, principalement pour la recherche d améliorations des conditions de vies, pour elles et leurs familles. Pour cela elles tissent des liens de solidarité et d amitié, occupent les espaces politiques et de décision...

Trajetória dos assentamentos rurais financiados pelo crédito fundiário no estado do Rio Grande do Norte: uma análise da experiência do assentamento da fazenda Paz no município de Maxaranguape/RN

Fernandes, Vinícius Rodrigues Vieira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Economia; Economia Regional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Economia; Economia Regional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
The market-assisted land reform (RAAM) has been constituted as an alternative of agrarian reform funded by the Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF). It is a policy of acquisition, distribution and use of Earth ideologically disseminated and funded by the World Bank in the context of productive insertion of landless workers. Accordingly, this study seeks to analyze the trajectory of rural settlements financed by this policy, seeking to understand what factors promote or limit the process of rural development of those settlements. To do so, take as a reference case study of the Assentamento da Fazenda Paz, in the municipality of Maxaranguape in the State of Rio Grande do Norte. From the methodological point of view, bibliographical and documentary research were used, in addition to visits to the settlement and semi-structured interviews with the settlers, trade union leaders, consultants and technicians linked to the project. Assuming the reports of respondents, initially constructs the hypothesis that informal and formal institutions present in the Assentamento da Fazenda Paz were unable to effectively coordinate the actions of the agents. The results obtained showed the existence of a very complex undertaking, with a total area of 607 hectares and 80 families settled...

Assentamento rural: entre o lugar almejado e o lugar vivenciado pelas famílias do P.A. Santa Rita em Jataí - GO; Settlement rural: The place the a family P.A. Santa Rita in Jataí - GO

Rocha, Roberta Costa
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (RJ); Regional de Jataí (RJ) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (RJ); Regional de Jataí (RJ)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
The society is living in a time in which the objects are increasingly dense and acceleration took over the space. Consequently, studying the place it is necessary to understand the process of globalization, due to the drastic change in the way society relates to the geographic space, given that every place is unique and particular, nowhere is the same as another. This paper will address the rural settlement as a representation of the place and significance as the peasant resistance and its presence in the field, whose purpose is to explain how families settled (re) construct amid new spatial configurations, considering the place as meaning and (re) signification of the peasant. Considering the hypothesis that those families looking through the Settlement Project for Agrarian Reform, construction or (re) construction of the peasant way of life, the place opens the perspective for thinking about the living and the processes of appropriation of space. The work has performed in Santa Rita Settlement in Jataí, Goiás Regarding the methodology, the primary data, a qualitative, were collected from the families of the settlement, with semistructured interviews. The interviews and questionnaires were administered through field visits...

Territorialidades camponesas na educação de assentados: assentamento Brejinho em Miracema do Tocantins; Peasants territorialities in setters education: Brejinho Settlement in Miracema of Tocantins

Oliveira, Antônio Miranda de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Esta tese é resultado de uma investigação realizada junto ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia – Instituto de Geografia, na Linha de Pesquisa Análise, Planejamento e Gestão dos Espaços Rurais e Urbanos. Teve como objetivo principal estudar os camponeses do Brejinho, assentamento de reforma agrária localizado na região norte do Brasil, no Estado do Tocantins, especificamente no município de Miracema do Tocantins, pensando a heterogeneidade de suas práticas na terra conquistada. Para entender as territorialidades camponesas na educação dos assentados do Brejinho a pesquisa assumiu as categorias geográficas lugar, território e paisagem como fundamentos importantes, a partir das contribuições de autores da área: Tuan, Claval, Corrêa e Rosendhal, Carlos, Haesbaert, Martins e Saquet. É uma pesquisa com uma abordagem cultural fundada numa pesquisa de campo realizada com os moradores do Assentamento Brejinho, utilizando-se do questionário e entrevista semi-estruturada, com as famílias assentadas e com a comunidade escolar no âmbito da Escola Municipal Boanerges Moreira de Paula que existe no assentamento. O Assentamento Brejinho é um espaço contraditório e percebemos que ali se (des) encontram pelo menos duas diferentes lógicas: a do Estado...

O processo organizativo do MST atrav?s dos n?cleos de base: a experi?ncia do Assentamento Jo?o Batista II - Castanhal/PA

SANTANA, Midi? Olivia Bentes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
O presente trabalho teve como objetivo central analisar o processo organizativo do Movimento dos Trabalhadores sem Terra/MST em N?cleos de Base no Assentamento Jo?o Batista II, localizado no munic?pio de Castanhal/Par?. Teve como objetivos espec?ficos identificar o Perfil Social dos assentados organizados em N?cleos de Base no assentamento Jo?o Batista II; caracterizar as condi??es de produ??o e comercializa??o via N?cleos de Base dos assentados do Jo?o Batista II e analisar a organiza??o pol?tica em N?cleos de Base do assentamento Jo?o Batista II. Teve como m?todo de an?lise o materialismo hist?rico e dial?tico. A pesquisa foi realizada com base em an?lise documental, bibliogr?fica, levantamento de dados em campo e a aplica??o de entrevistas individuais semiestruturadas devidamente autorizadas. Os resultados da pesquisa indicam que o processo organizativo via N?cleos de Base foi desconstitu?do, contudo, as conquistas sociais coletivas via esse processo organizativo s?o vis?veis no assentamento, deixando ind?cios de novas experi?ncias de trabalho coletivo.; ABSTRACT: The present study aimed at examining the organizational process of the Landless Workers Movement / MST Nuclei in Nesting Base II John the Baptist, in the city of Fortaleza / Para. Aimed to identify the specific Social Profile of settlers organized in Nuclei in the settlement Base II John the Baptist; characterize the conditions of production and marketing via Core Base of the settlers of John the Baptist II and analyze political organization Nuclei Base nesting John Batista II. Based on historical and dialectical materialism...

Ca?a em assentamento rural no sul da floresta amaz?nica

TRINCA, Cristiano Trap?
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.39%
Neste trabalho investiguei os efeitos sobre as popula??es locais de mam?feros silvestres das atividades de ca?a praticadas por sitiantes de um assentamento rural na Floresta Amaz?nica do norte do Estado de Mato Grosso. A segunda parte do Assentamento Japuran?, na qual foi realizado este estudo, foi ocupada ha tr?s anos. Entrevistas formais foram realizadas com 17 moradores. Informa??es adicionais foram coletadas informalmente, durante todo tipo de contato com assentados durante o per?odo de estudo. A maioria dos assentados s?o provenientes dos estados do Sul e Sudeste do Brasil. Tipicamente, s?o trabalhadores rurais, semi-analfabetos, com baixa renda mensal. As principais t?cnicas de ca?a praticadas s?o a "espera", "cachorros" e "excurs?o". A carne de ca?a se mostrou um elemento importante na alimenta??o aparecendo em cerca de um ter?o das refei??es. A atividade de 14 ca?adores foi monitorada entre maio e novembro de 2003, neste per?odo eles abateram 113 mam?feros de 17 esp?cies. An?lises da estrutura da popula??o baseadas em cr?nios foram poss?veis para apenas as esp?cies de porco-do-mato, Tayassu pecari (queixada) e Pecari tajacu (cateto). A an?lise indicou que a situa??o da estrutura da popula??o do T. pecari e do P. tajacu ? sens?vel e poderia seriamente ser afetada se a press?o da ca?a aumentar. Estimou-se a extra??o de 4096...

A prática pedagógica no ensino fundamental: estudo em escola de assentamento do movimento sem terra

Oliveira, Ana da Conceição
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
O presente estudo trata das práticas pedagógicas desenvolvida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na Escola de Ensino Fundamental Roberto Remigi, situada no Assentamento João Batista II, no município de Castanhal. O objetivo do estudo é verificar como a prática pedagógica é aplicada em escola de assentamento pelo Movimento Sem Terra no Ensino Fundamental, Séries Iniciais; conhecer o Projeto Político Pedagógico e identificar os fatores que interferem nas práticas pedagógicas dos professores de ensino fundamental. A pesquisa está baseada em revisão bibliográfica e de documentos de campo, numa abordagem fundamentalmente descritiva e interpretativa com base em entrevistas e questionário. Este trabalho se propõe a analisar as práticas pedagógicas aplicadas em escola de Assentamento do MST, por se julgar fundamental o conhecimento desse processo educativo que está acontecendo no interior dos assentamentos rurais, mas que ao mesmo tempo está passando despercebido pela maioria daqueles que de alguma forma estão comprometidos com a melhoria da qualidade de ensino. Este estudo por fim, apresenta como resultado aspectos interessantes da organização educacional do MST no assentamento João Batista II como...

Agroflorestas sucessionais no assentamento Fruta D'anta - MG : potenciais e limitações para a transição agroecológica

Rocha, Eduardo Jorge Pino Lyra
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2006.; A pesquisa é baseada no estudo de caso realizado no assentamento Fruta D'Anta, uma comunidade rural localizada no município de João Pinheiro/MG. No local, é possível perceber como o conjunto de tecnologias e o ideário produtivista, característicos do modelo convencional de agricultura, fazem parte da dinâmica produtiva e definem o desenho dos agroecossistemas dos agricultores assentados. Com o objetivo de difundir técnicas e práticas que busquem, em sua essência, a conversão produtiva para modelos sustentáveis com base nos princípios da agroecologia, foi sugerida aos agricultores a proposta de policultivos consorciados na forma de sistemas agroflorestais (SAFs). Para viabilizar e demonstrar seus resultados práticos foram implantados em três lotes do Assentamento, módulos de SAFs complexos e regidos pela sucessão natural de espécies, conhecidos como Agroflorestas Sucessionais. Conjuntamente com a proposta das agroflorestas, foi proposta a utilização da técnica de fertilização natural, denominada rochagem, que já havia sido implantada em alguns lotes do Assentamento. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas...

ASSENTAMENTO APASA – PB: A AGROECOLOGIA NA CONSTRUÇÃO DE NOVAS TERRITORIALIDADES

Lima, Aline Barboza
Fonte: OKARA: Geografia em debate Publicador: OKARA: Geografia em debate
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Não Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.45%
O presente trabalho versa sobre a constituição de novas territorialidades a partir da agroecologia, tomando como objeto de estudo o assentamento APASA, localizado no município de Pitimbu, estado da Paraíba. Nesse estudo, analisamos as práticas agroecológicas desenvolvidas por um grupo de camponeses do referido assentamento, que integram um projeto denominado Feira Agroecológica Paraibana, uma feira de produtores onde são comercializados alimentos agroecológicos na cidade de João Pessoa, capital paraibana. Buscamos nessa pesquisa, compreender a relação sociedade e natureza oriunda dessa experiência, bem como a relação campo-cidade resultante dessa dinâmica. Os estudos no assentamento APASA tiveram início no ano de 2005, quando investigávamos a atuação de Políticas Públicas de Combate à Pobreza Rural nos assentamentos do município de Pitimbu². Através das pesquisas, constatamos ser Pitimbu o município que possui o maior percentual de áreas agrícolas reformadas na Zona da Mata Paraibana, onde do total de sua área agrícola, 57% corresponde a áreas de assentamentos rurais³. A análise qualitativa desse dado estatístico denotou a existência de uma pujante dinâmica social, correlacionada aos processos históricos e geográficos ali desenvolvidos. Sob o ângulo da Geografia...