Página 1 dos resultados de 286 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Doenças, dramas e narrativas entre os Geripanko : concepções de causa e representações tradicionais sobre saude e doença, presentes entre um grupo indigena situado na região do Nordeste brasileiro

Ivan Soares Farias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.07%
Este trabalho tem por objeto uma melhor visibilidade da etnicidade de um dos grupos indígenas do sertão alagoano, através de uma interpretação de valores socioculturais presentes em um dos códigos formadores de sua tradicional idade: representações sociais sobre saúde e doença. Os Geripankó são apresentados sob aspectos históricos, etnológicos, concepções mágico-religiosas e, principalmente, através de suas próprias noções de doença e cura, conferindo especificidades simbólicas permanentemente reelaboradas como estratégias de resistência às imposições históricas da política indigenista; This study seeks to present a clearer picture of the ethnicity of the Geripankó, a group of Indians living in the sertão (interior) region of the state of Alagoas, Brasil, by analyzing socio-cultural values present in structures that inform their traditional lif estyle, namely social representations of sickness and health. The Geripankó are considered frem historical and ethnological standpoints, including concepts of magic-religion and, above ali, their own ideas of sickness and healing. These symbolic understandings are constantly being reworked as strategies of resistence in the face of historic, governmental impositions on indigenous livelihoods

Organização social e cosmovisção Kaingang : uma introdução ao parentesco, casamento e nominação em uma sociedade Je meridional

Juracilda Veiga
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/1994 PT
Relevância na Pesquisa
36.38%
Este trabalho, fruto de muitos anos de convivência com o povo Kaingang e de pesquisas de campo como mestranda em Antropologia Social, busca realizar uma primeira apresentação sistemática da principal sociedade Jê do Brasil Meridional. Tomando por base a comunidade Kaingang do Posto Indígena Xapecó (oeste de Santa Catarina), e tendo presente uma exaustiva pesquisa bibliográfica, o trabalho preocupa-se em dar, em primeiro lugar, um quadro de referência geral, situando os Kaingang entre as sociedades Jê (cap. 11), localizando-os geográfica, histórica, arqueológica e lingüisticamente e apresentando os traços fundamentais de sua economia (cap. 111 e IV). Estabelecidos esses marcos, o tema central. Da pesquisa aqui apresentada é a organização social Kaingang, buscando esclarecer o caráter das metades e seções (cap. V), o sistema de parentesco e de casamento (cap. VI), e o processo de nominação (cap. VII). Finalmente, o trabalho dedica particular atenção a aspectos também pouco conhecidos, até o presente religião Kaingang (cap. VIII e IX).; Not informed

Histórias de vida com transtornos alimentares : gêneros, corporalidade e a constituição de si; Life histories with eating : gender, embodiment and self constitution

Daniela Ferreira Araujo Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.07%
Esta tese surgiu do interesse em pesquisar em maior profundidade alguns aspectos da intrincada relação entre corporificação, gênero e assujeitamento, através da análise do conjunto de perturbações denominadas “transtornos alimentares”. No contexto contemporâneo em que o corpo torna-se alvo privilegiado de investimento e intervenção, assumindo centralidade nos processos de construção identitária, uma investigação antropológica destas perturbações permite pensar como a constituição de sujeitos corporificados é perpassada por múltiplas normatividades de gênero, classe, regionalidade, raça e etnicidade, presentes na socialidade cotidiana e nas práticas e discursos biomédicos. Tomando como eixo central a composição de três histórias de vida, em colaboração com mulheres que tiveram experiências pessoais com transtornos alimentares, é possível ter acesso ao processo através do qual pessoas vivenciam formas particulares de assujeitamento, compostas por distintas articulações entre múltiplas dimensões de poder, deforma inseparável, constituindo-se, assim, como sujeitos de ação em meio a conformações e resistências. Ainda que o fio condutor da tese encontre-se nas histórias de vida, escritas ao longo de quatro anos em colaboração com três interlocutoras voluntárias...

A natureza cultural da justiça: por uma teoria multidisciplinar da justiça, vista através do ritual de violência sexual no presídio masculino de Florianópolis

Silva, Eneléo Alcides da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.; Minha pesquisa aponta para a importância de teorias multidisciplinares nos estudos jurídicos. JUSTIÇA: investiga diferentes noções de justiça presentes em culturas próximas e distantes, passadas e presentes, êmicas e éticas; construindo um diálogo entre juristas, filósofos, antropólogos, etólogos psicólogos e grupos culturais. VIOLÊNCIA SEXUAL: Investiga, também, possíveis "sistemas jurídicos" presentes nas "regras" que estabelecenm penas de violência sexual contra estupradores, "cagoetas" e outros, como forma de "fazer justiça". À partir dessas vozes, questiono 1) até que ponto "regras" se baseiam em noções de justiça e até que ponto conceitos de justiça são manipulados para justificar necessidades/interesses outros; 2) até que ponto a lógica e sentimentos de justiça são construções somente culturais e até que ponto pode existir algo de inato nos mecanismos que permitem as construções dessas lógicas e sentimentos. TEORIA MULTIDISCIPLINAR: Propnho perceber noções de justiça através da metáfora da sinfonia, deixando cada voz tocar aspectos importantes para a visão de um todo maior. Assm...

A dança matipú :

Véras, Karin Maria
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132f.| il. + anexos.
POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.; Estudo de dança indígena do grupo Matipú do Parque Indígena Xingu, enfocando sua corporalidade e sua visualidade através de trabalho fotográfico. Pesquisa a centralidade da dança dentro do ritual xinguano, bem como sua utilização didática na corporificação de conhecimentos do grupo que são passados de geração em geração através do mito, da música e da dança. Também aborda aspectos do cotidiano desse grupo de língua karib, com aproximadamente 100 pessoas e de reduzido contato com os brancos.

Heterossexismo :

Steibel, Carlos Nicolau Piffero
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 220f.| tabs. +
POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.; Análise antropológica do heterossexismo ou das atitudes negativas para com os gays. Ressalta a importância de distinguir-se diferentes aspectos de atitudes negativas no estudo de suas causas. Através de uma análise quali e quantitativa junto a 618 alunos do curso de Direito e Comunicação Social nas cidades de Curitiba e Florianópolis, observou-se que o heterossexismo era mais comum nos homens que aprenderam na infância a crer que os homossexuais não tem moral e são perigosos, nos racistas e nos fundamentalistas religiosos. O trabalho contém uma escala para medir o heterossexismo.

A morte na unidade de terapia intensiva

Gonçalves, José Pedro Rodrigues
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Sociologia Política; Esta pesquisa buscou descrever como é #o morrer# em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e explicar como esta morte condiciona os pacientes e impacta o trabalho dos profissionais de saúde. Foi realizada em uma UTI de adultos, no Estado de Santa Catarina. Adotou uma visão interdisciplinar que incorporou, em maior espaço, os aspectos sócioantropológicos da morte e do morrer. A observação sistemática foi a técnica utilizada para a coleta de dados, possibilitando a identificação dos fenômenos e o companhamento do processo de morrer em cada momento de suas inseparáveis etapas. A influência da morte sobre o comportamento/sentimento da equipe foi percebida nas falas de interlocutores-chaves que vivenciam cotidianamente a morte na UTI, como parte de suas profissões. A análise dos dados foi ancorada na sociologia clássica weberiana e apoiada no pensamento foucaultiano para compreender as relações de poder que se estabelecem e se entrecruzam na UTI, aqui vista como um não-lugar, incorporando a percepção da sociologia e antropologia, especialmente em Augé. Estão presentes...

Comida forte e comida fraca

Oliveira, Philippe Hanna de Almeida
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 142 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2009; Este trabalho se propõe a compreender a alimentação dos Kaingáng da Terra Indígena (TI) Xapecó (SC) por uma perspectiva antropológica, contemplando seus aspectos práticos e simbólicos. Entre os povos ameríndios a alimentação articula-se intimamente com suas concepções sobre corpo, influenciando-o diretamente. Entre os Kaingáng, a fabricação dos corpos articula-se com a mudança ocorrida na alimentação entre o "tempo dos antigos" e hoje. De acordo com a rede semântica nativa, a "comida antiga" era mais "forte" que a atual, bem como o corpo das pessoas que dela comiam. A nova comida, do "branco", considerada "fraca", estaria construindo corpos também "fracos" e mais suscetíveis à doenças entre os jovens. São abordados ainda festas, jogos, visitas e outros modos de compartilhamento de comida. Esses eventos serão analisados à luz da cosmologia Kaingáng, a fim de entender a lógica da generosidade e as diversas trocas operadas nesses contextos, seja entre homens ou entre homens e deuses. Essas práticas são compreendidas como práticas de auto-atenção à saúde do grupo um como todo...

Miguilim foi pra cidade ser cantor

Oliveira, Allan de Paula
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vii, 347 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2009.; Este texto apresenta uma etnografia do universo da música sertaneja, a partir de um estudo que articula seus dois aspectos: o de gênero musical, com características discursivas específicas e reconhecidas por uma comunidade de ouvintes; o de campo social, marcado por processos de autonomia, especialização, e cindido em disputas por legitimidade. A partir de um trabalho de campo realizado em diversos locais voltados para a música sertaneja, sobretudo em Curitiba-PR, este texto pretende contribuir para a compreensão da dinâmica e das características de um importante gênero musical praticado na sociedade brasileira.; This text describes an ethnography of universe of música sertaneja, a kind of music very popular in Brazil, from a study that articulates its two aspects: as musical genre, with specifical discursive characters, renown by a community of listeners; as social field, marked by process of autonomy, specialization, and divided by fights to legitimacy. From a fieldwork realized in many places related with música sertaneja, chiefly in Curitiba-PR...

No reino do quero-quero

Bitencourt, Fernando Gonçalves
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1v| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2009; Esta tese, ao postular como problema antropológico contemporâneo a mecanização do corpo e a humanização da máquina, objetivou investigar a relação corpo e máquina, técnica e ciência no centro de treinamento de um clube da primeira divisão do futebol brasileiro, tomando como horizonte de análise o ciborgue e o ser-no-mundo. Através do método etnográfico, um trabalho de campo foi realizado entre abril de 2006 e fevereiro de 2007, quando observei a estrutura e organização do clube, a vida cotidiana e os sistemas de treino, além dos agenciamentos da tecnociência e da biomedicina por parte dos especialistas # médicos, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares, fisiologista, preparadores físicos, nutricionista... # sobre os corpos dos atletas no centro de treinamento. Este trabalho está dividido em três partes. Na primeira, após discutir teórico-metodologicamente a tese, descrevo o espaço físico e social que o clube ocupa na cidade e as relações vividas pelos atletas numa instituição que guarda características semelhantes às de uma #instituição total#. Ademais...

Uma etnografia sobre a pluralidade de modelos de atenção à saúde entre os índios Munduruku na terra indígena Kwatá Laranjal, Borba, Amazonas

Scopel, Daniel
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 262 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2013.; Esta tese visa analisar as relações e redes sociais de apoio mútuo e cuidados a partir das práticas indígenas de autoatenção à saúde e às enfermidades entre os Índios Munduruku do Rio Canumã. Na Terra Indígena Kwatá-Laranjal vivem 2500 índios Munduruku. O estudo é etnográfico e admitiu múltiplas técnicas de pesquisa (observação participante, entrevistas, acompanhamento de itinerários terapêuticos, etc.). Entende-se que as redes de relações sociais são decisivas nos processos de saúde/doença/atenção (MENÉNDEZ, E. L., 2009). Essa temática se insere entre os estudos antropológicos sobre saúde indígena no Brasil (LANGDON, 2004) e tem foco na relação entre diferentes saberes de atenção (MENÉNDEZ, E. L., 2009) por meio da compreensão de que os diversos atores sociais agem em um campo plural de intermedicalidade (FOLLÉR, 2004; GREENE, 1998; LANGDON, 2004). O recorte teórico-metodológico parte da autoatenção em sentido estrito (MENÉNDEZ, E. L., 2003) por meio das práticas e estratégias intencionais de atores ?leigos? na busca por prevenir...

Umbigos enterrados

Sousa, Emilene Leite de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 422 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2014.; Esta é uma tese sobre como a pessoa Capuxu é construída a partir de processos de produção de corpos na infância. O povo Capuxu, um grupo camponês endogâmico que habita o Sítio Santana-Queimadas no sertão da Paraíba, preocupado com a perpetuação do ethos camponês e da identidade Capuxu, submete as crianças a processos constantes de produção de seus corpos, para a garantia do bem estar da pessoa, bem como para a manutenção dos sinais diacríticos que caracterizam o grupo. Através do objetivo geral de verificar como se dá a produção da pessoa Capuxu à luz da análise dos processos de fabricação dos corpos das crianças, esta tese apresenta uma etnografia desta construção da pessoa em seus vários aspectos. E procura mostrar como estes processos de construção da pessoa Capuxu por meio do corpo estão atrelados às noções de identidade, à aprendizagem, ao trabalho agrícola, a uma dieta alimentar específica, ao uso dos recursos naturais e também à relação que se estabelece com o sobrenatural, a partir de uma preocupação exaustiva com a alma...

Ayurveda no Brasil

Alba, Mariana Palmieri Brandão
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 178 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2015.; Este trabalho levanta e analisa aspectos que avalio serem centrais de como o Ayurveda, conhecimento considerado originário da ?Índia Antiga?, se constitui e se articula no Brasil, a partir dos agenciamentos e das trajetórias de pessoas que de uma forma ou de outra se consideram vinculadas ao Ayurveda. Através da análise dos dados apresento como vão se formando redes e quais os temas relevantes que envolvem as trajetórias individuais e coletivas. Pretendo apresentar, além da experiência etnográfica com meus interlocutores e da minha trajetória empírica nesse contexto, como tem se dado a constituição e consolidação da presença do Ayurveda no Brasil considerando as (re)invenções e seus processos de transformação, agência e subjetivação.
; Abstract : Este trabalho levanta e analisa aspectos que avalio serem This work raises and analyzes aspects I evaluate that are central to Ayurveda, knowledge considered as originated in "Ancient India", is constituted and structured in Brazil, from the negotiations and the trajectories of people who in one way or another consider themselves bound by Ayurveda. Through data analysis present as networks are formed and what are the relevant issues involving individual and collective trajectories. I intend to present in addition to the ethnographic experience with my partners and my empirical trajectory in this context...

Amamentação-aspectos antropológicos

Campestrini,Selma
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1992 PT
Relevância na Pesquisa
46.32%
O estudo é resultado de pesquisa bibliográfica, de pesquisa "in loco" com lactantes e de experiência profissional. A autora analisa aspectos antropológicos da amamentação e revela que grande número de nutrizes demonstra conhecimento empírico emergente de sua herança sócio-cultural, no período da lactação; proibições escrupulosas sem justificativas ou fundamentos deixam as nutrizes indecisas quanto ao que "tem que fazer" e o que "não pode fazer", as inúmeras superstições e crenças, que envolvem a amamentação, carecem ser conhecidas e aceitas pelos enfermeiros com risco de gerar choque cultural na sociedade e, conseqüentemente, desestímulo ao aleitamento materno.

Relação entre situação social e crescimento físico, numa população infantil de Santo André, SP, Brasil

Levy,Maria Stella Ferreira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1977 PT
Relevância na Pesquisa
36.2%
Baseado em dados sócio-antropológicos e em medidas antropométricas coletados no Município de Santo André, Estado de São Paulo, Brasil, foi analisada a população infantil de ambos os sexos e de treze idades diferentes (0, 3, 6 e 9 meses, 1 ano, 1 ano e meio, 2 a 8 anos). Foram utilizadas 3 variáveis independentes ISSE - índice de situação sócio-econômica da família (baseado nas inter-relações da média de gasto familiar mensal "per capita" e a instrução e ocupação do chefe da casa); CATANCES - construída a partir da informação sobre a nacionalidade dos ascendentes das crianças até 3ª geração; e Tamanho do Grupo Residencial. Como variáveis dependentes, utilizou-se a estatura, o peso e o Índice de Kaup. Considerando a relação positiva entre melhores condições de vida e desenvolvimento físico, constatou-se (através do teste de ordenação de médias de Duncan) que, embora as médias das medidas diferissem segundo as variáveis independentes, isso não acontecia igualmente nas mesmas idades e nos dois sexos. Observou-se pelos resultados das análises de variância, na maioria das vezes significantes, que as variáveis selecionadas explicavam muito pouco da variação das medidas nas várias idades e sexos. Conclui-se que a amostra estudada...

Aspectos psico-antropológicos da filosofia do direito dos sofistas

Bruno, Luciana Fernandes
Fonte: ABC Publicador: ABC
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.57%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00091852 340.12 B898a (2007)

A antropologia em contextos da política e ação quilombola no Brasil meridional

Buti, Rafael Palermo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 338 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.2%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2015.; O presente trabalho objetiva um exercício reflexivo e comparativo sobre dois contextos de elaboração de relatórios antropológicos em comunidades quilombolas com vistas a legitimação dos direitos étnicos e territoriais junto ao Estado Brasileiro. Trata-se de tomar como campo de análise o próprio cruzamento entre as políticas estatal, antropológica e grupal a partir de um ponto de vista localizado e demasiadamente implicado ao gesto. Pretendo pensar, através da descrição dos processos de pesquisa, como as principais premissas territorializadas pelo pesquisador a partir dos quadros dispostos para sua realização e pelas redes de mediação que conformam a ação quilombola foram articuladas e reivindicadas pelos códigos próprios da cultura. O que permitirá refletir não somente sobre o que tendeu a caracterizar esse encontro entre diferentes regimes de estabilização e definição de um social no contexto da ação quilombola, mas saber que relações foram ali reivindicadas, marcadas e articuladas, e que sujeitos, territórios e histórias foram ali definidos para sua conformação.

Bocas, cancer e subjetividades : patografias em analise

Elizabethe Cristina Fagundes de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
A partir da narrativa da vida doente de pessoas com câncer de boca, buscou-se compreender como o adoecer se produz, as suas repercussões e as maneiras como os serviços de saúde lidam com elas. Utilizou-se a noção de patografia para construir as hestórias patográjicas, considerando a narrativa da vida doente em seus aspectos factuais e psíquicos. A boca foi tomada na expressão da bucalidade. Conceito relativo à dimensão civilizatória da propriedade daquilo que é bucal: a manducação, o erotismo e a linguagem. Os doentes foram compreendidos como sujeitos que também se produzem e são produzidos no adoecimento, encontrando novas regras de viver. Nesse sentido, trabalhou-se com o conceito de subjetividades a partir de formulações filosóficas da produção histórica de sujeito que se modulam e são modulados. As hestórias pato gráficas dizem respeito a cinco doentes entrevistados no Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Complexo Hospitalar de Heliópolis, São Paulo/SP, lugar da realização da pesquisa, e a Sigmund Freud. A partir da análise dessas patografias e da observação de campo da pesquisa, destacaram-se alguns aspectos: - o entremeio do adoecer de câncer em que a morte é tematizada na condição trágica do humano e a vida como força pulsante de criação e de modulações subjetivas; o contraponto viver-morrer e as responsabilidades dos profissionais e doentes saberem lidar com questões como as da morte anunciada e as decisões sobre o morrer dignamente; do viver perigoso que se produz na vida pulsante; da bucalidade entre softimento e desejo. - A relação entre adoecimento e práticas de saúde para buscar encontros possíveis entre as polaridades objetivo/subjetivo...

Turismo religioso e esotérico : atendimento mediúnico em visitas ao Recinto de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, no Gama – DF

Oller, Maria de Jesus Rodrigues Moreira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2013.; O presente trabalho é uma Dissertação de Mestrado intitulada “Turismo Religioso e Esotérico: atendimento mediúnico em visitas ao Recinto de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, no Gama – DF”, orientada pela Profa. Dra. Karina e Silva Dias, apresentada por Maria de Jesus Rodrigues Moreira Oller ao Curso de Mestrado Profissional em Turismo do Centro de Excelência em Turismo (CET) da Universidade de Brasília (UnB), como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre em Turismo. É fruto de uma pesquisa participativa de cunho qualitativo, que trata de um estudo etnográfico sobre o Recinto de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, situado no Gama - DF e os visitantes que para lá se dirigem em busca de atendimento mediúnico. Além de ressaltar os aspectos humanos do Turismo, buscou-se a identificação e análise dos processos e manifestações culturais no âmbito do Turismo Religioso e do Turismo Místico e Esotérico. Os visitantes do local procuram o atendimento do médium Valentim Ribeiro de Souza. O fenômeno atrai pessoas de diferentes países e de vários Estados do Brasil, motivadas pela curiosidade ou pela crença na cura mediúnica...

Relação entre situação social e crescimento físico, numa população infantil de Santo André, SP, Brasil

Levy,Maria Stella Ferreira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1977 PT
Relevância na Pesquisa
36.2%
Baseado em dados sócio-antropológicos e em medidas antropométricas coletados no Município de Santo André, Estado de São Paulo, Brasil, foi analisada a população infantil de ambos os sexos e de treze idades diferentes (0, 3, 6 e 9 meses, 1 ano, 1 ano e meio, 2 a 8 anos). Foram utilizadas 3 variáveis independentes ISSE - índice de situação sócio-econômica da família (baseado nas inter-relações da média de gasto familiar mensal "per capita" e a instrução e ocupação do chefe da casa); CATANCES - construída a partir da informação sobre a nacionalidade dos ascendentes das crianças até 3ª geração; e Tamanho do Grupo Residencial. Como variáveis dependentes, utilizou-se a estatura, o peso e o Índice de Kaup. Considerando a relação positiva entre melhores condições de vida e desenvolvimento físico, constatou-se (através do teste de ordenação de médias de Duncan) que, embora as médias das medidas diferissem segundo as variáveis independentes, isso não acontecia igualmente nas mesmas idades e nos dois sexos. Observou-se pelos resultados das análises de variância, na maioria das vezes significantes, que as variáveis selecionadas explicavam muito pouco da variação das medidas nas várias idades e sexos. Conclui-se que a amostra estudada...