Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Reinventando a mística franciscana no Brasil do século XVIII: das quatro partes do mundo ao Novo Brasílico

Almeida, Marcos António de
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
35.75%
Historicamente, o franciscanismo sempre utilizou os referenciais místicos da Ordem para renovar suas diretrizes em momentos de crise. Dentre os referenciais mais usados, dois se destacam: São Francisco e as Chagas de Cristo nele impressas. O franciscano colonial brasileiro em pleno século XVIII, precisamente a partir de 1750, é marcado por um retorno às fontes franciscanas. Procuramos trilhar esse momento de renovação espiritual no Brasil a partir da arte iconográfica nos conventos do Nordeste e da literatura desenvolvidas por franciscanos brasileiros. Em 1754, é pintado um magnífico Orbis Seraficus no Salão de Santana, no convento de Olinda. Em 1761, Fr. Antônio de Santa Maria Jaboatão retoma esse Orbis Seraficus e acrescenta a existência de um Novo Brasílico na sua crônica. A nossa pesquisa consiste em desvendar a importância da espiritualidade franciscana na formação de um novo perfil político para o Brasil em meados do século XVIII.

História e arte sacra do Conjunto Carmelita de Santos

Marques, Elizabeth Gonçalves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 215 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.92%
Pós-graduação em Artes - IA; Objetiva-se com esta pesquisa resgatar a história de Santos através do conjunto arquitetônico Carmelita, que guarda obras de Padre Jesuíno Monte Carmelo, Benedito Calixto, retábulo-mor com elementos ornamentais do estilo nacional português, azulejos marianos originais e imaginárias do século XVII e XVIII. A abordagem da pesquisa procura resgatar a visualidade, a técnica, e os acontecimentos históricos que envolveram os padres carmelitas junto com a formação da vila de Santos em 1540. A igreja da ordem terceira foi erguida 150 anos depois da igreja da ordem primeira do Carmo, no entanto, as duas foram unidas por uma torre, criando uma fachada incomum no barroco brasileiro. Na presente pesquisa o arcervo de ambas foi catalogado e analisado seguido as orientações do IPHAN- Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional. Ainda estão incluídas nesta abordagem a comparação dos templos carmelitas de Itu, Mogi das Cruzes e Santos, ampliando a compreensão do universo símbolico e dos sentimentos que permeavam a população que vivia no período de arte barroco/rococó. A alegoria e a metáfora permeiam as comprarações das três igrejas, significativamente, portas, janelas, dragões...

Igreja, arte e representação em Salvador no século XVIII

Santos, Paulo Roberto Silva
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
45.84%
RESUMO Nesta dissertação enfoca-se aspectos sobre a pintura de perspectiva praticada na cidade do Salvador no século XVIII. Essa tipologia de pintura foi adotada na ornamentação do teto da nave da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia. O pintor José Joaquim da Rocha (1737 ? - 1807) foi quem a executou. Nessa pintura representou-se um programa iconográfico Mariano e Eucarístico. Exaltava-se a imaculada conceição de Maria. A Virgem da Conceição era a padroeira do Reino Português e domínios desde o século XVII. E no teto da igreja, sob sua invocação, se consagrava o mistério de que Maria era preservada na mancha do pecado original. A pureza da Virgem era simbolicamente demonstrada nas flores que ela segura em uma das mãos, na lua crescente que está debaixo dos seus pés e nas representações dos seus atributos como: a estrela do mar (Stella maris), o cipreste, a fonte de água viva, a rosa mística, etc. Estavam também representados episódios que relacionavam Maria ao seu filho. Esses momentos eram a Anunciação, a Visitação e temas que se referiam a Cristo como a porta de entrada da salvação. As irmandades do Santíssimo Sacramento e de Nossa Senhora da Conceição da Praia, responsáveis pelas obras de reedificação do templo e da ornamentação do seu interior...

M??sica y m??sicos entre dos mundos: la Catedral de M??xico y sus libros de polifon??a (siglos XVI-XVIII)

Mar??n L??pez, Javier
Fonte: Granada: Universidad de Granada Publicador: Granada: Universidad de Granada
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
45.71%
Tesis doctoral presentada para la obtenci??n del T??tulo de Doctor Menci??n "Doctorado Europeo".

La m??sica en la catedral de Pamplona durante el siglo XVIII

Gembero Ust??rroz, Mar??a
Fonte: Granada: Universidad de Granada Publicador: Granada: Universidad de Granada
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
45.75%
Reducci??n alta; Estudio de la vida musical en la catedral pamplonesa durante el siglo xviii. se analiza la capilla de m??sica como instituci??n, su normativa, componentes, actuaciones, etc. posteriormente se analizan los datos biogr??ficos y musicales divididos en tres etapas: 1) 1700-1738. pervivencias del estilo barroco. ep??ca de los maestros Sebastian de Urrutia y Miguel Valls. 2) 1738-73. etapa de transicion hacia el estilo galante. ??poca de Andres de Escaregui. 3) 1773-1814. afianzamiento del estilo cl??sico. ??poca de los maestros Juan Antonio Mugica y Francisco Javier de la Huerta, y del tenor Julian Prieto. finalmente se analiza la evoluci??n global del estilo musical a trav??s de varios de sus elementos. estructuras formales, melodia, armon??a, ritmo, timbre, notaci??n, interpretaci??n, etc. en los ap??ndices se incluyen textos y transcripciones de las obras analizadas, cat??logos musicales, 70 documentos clasificados por materias, planta de la catedral pamplonesa, bibliograf??a e ??ndices. extensi??n total del trabajo: xxviii + 1757 pp. en 5 volumenes.

Sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo : avaliação conceitual das intervenções 1925-1927 e 1938-1940; Archeological Site of São Miguel Arcanjo: Conceptual evaluation of the Interventions - 1925-1927 and 1938-1940

Stello, Vladimir Fernando
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
25.71%
Os remanescentes das reduções Jesuíticas dos Guarani dos séculos XVII e XVIII, formam um importante Patrimônio Cultural comum à Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. Representam uma das etapas de maior influência na formação histórica das sociedades aí existentes. A Redução de São Miguel Arcanjo foi um dos trinta povos missioneiros da Província Jesuítica do Paraguai e teve sua instalação no sítio atual em 1687. Seus remanescentes hoje fazem parte do Patrimônio Nacional, através do tombamento federal efetuado em 1938, e foram declarados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1983. No Brasil, o processo de reconhecimento da importância do legado missioneiro data de muitas décadas. Inicialmente, foi feita uma ação de preservação dos remanescentes do antigo povo de São Miguel Arcanjo pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul em 1925-1927, obra que garantiu a preservação deste monumento. Em 1938 o Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN) iniciou a sua primeira grande obra de restauração. Na mesma época, foi construído o Museu das Missões, projetado pelo arquiteto Lucio Costa, para abrigar a coleção de arte sacra barroco-missioneira existente. Este trabalho objetiva avaliar as primeiras ações de salvaguarda realizadas nos remanescentes de São Miguel...