Página 1 dos resultados de 340 itens digitais encontrados em 0.063 segundos

Relação da antropometria e fatores de risco associados à saúde entre escolares do sexo masculino e feminino

Azevedo, Fernando de Campos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.67%
Nas últimas décadas, percebe-se o decréscimo da atividade e exercício físico na infância e adolescência, fazendo com que indivíduos nessa faixa etária tornem-se cada vez mais sedentários por conta dos novos hábitos da sociedade moderna. Enfocando essa temática, a presente pesquisa teve como objetivo analisar a relação entre escolares de ambos os sexos quanto à antropometria e os fatores de risco associados à saúde. A amostra foi composta por 23 estudantes, sendo 11 do sexo masculino (Idade 11,3 ±0,57 anos; Massa corporal 37,88 ±5,33 kg; Estatura 146 ±6,12 cm; IMC 17,58 ±2,16 kg/m2) e 12 do sexo feminino (Idade 10,8 ±0,45 anos; Massa corporal 38,94 ±6,74 kg; Estatura 153,20 ±5,91 cm; IMC 16,57 ±1,87 kg/m2). A amostra é de estudantes de uma escola pública do Distrito Federal. Eles foram submetidos aos testes antropométricos, de flexibilidade e hemodinâmicos. Os dados são apresentados de forma descritiva e o método estatístico utilizado foi o teste t-student (Microsoft Office Excel, 2007) (p<0,05). Embora alguns resultados não apresentem diferenças estatisticamente significantes, meninas apresentaram uma tendência superior na massa corporal e respostas hemodinâmicas quando comparado aos meninos, bem como classificações inferiores no teste de flexibilidade. Os resultados levam a crer que com o passar dos anos...

Memória de trabalho : análise de desempenho em escolares de 6 a 10 anos da rede pública de ensino do DF relacionado ao nível de atividade física diária

Laet, Walkiria Moura Silva
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.69%
A capacidade de aprender e recordar informações fundamentadas em experiências é essencial à nossa sobrevivência, e é na infância que ocorre a caracterização por concentrar as aquisições fundamentais para o restante do desenvolvimento humano. Os exercícios físicos e os processos da memória de trabalho estão totalmente relacionados, de acordo com a maioria dos estudos, grande parte revela que criança que tem uma melhor aptidão física tem também um melhor desempenho cognitivo. Sendo assim, esse estudo teve por objetivo avaliar o desempenho da memória de trabalho dos escolares de 6 a 10 anos do Ensino Fundamental I da rede pública do DF tendo como pressuposto a classificação do Nível de Atividade Física Diária. Para coleta de dados dessa pesquisa foi aplicado, para aproximadamente 89 alunos, com idades variando entre 6 e 10 anos matriculados nas escolas públicas de Taguatinga- DF, o teste de memória de trabalho (Torre de Hanói) e para a avaliação do nível de atividade física (Questionário de Atividade Física – Youth. RBS, 2005). Os resultados obtidos a partir dos testes realizados permitiram concluir que crianças entre 6 e 10 anos com um bom nível de atividade física, tem um melhor desempenho da memória de trabalho e pode-se concluir também...

Análise do nível de resistência muscular localizada abdominal em atletas de voleibol com idade entre 11 e 16 anos do projeto amigos do vôlei de Taguatinga-DF.

Andrade, Eduarda Cristina Roque de Araújo
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.63%
contrações numerosas durante um período longo, com uma força submáxima, sem diminuir a velocidade e a amplitude do movimento. Sendo assim, a RML abdominal é uma qualidade física que deve ser treinada, pois o abdômen faz parte dos músculos que sustentam o tórax e a pelve durante o movimento das extremidades. O presente estudo teve como objetivo avaliar o nível da RML abdominal em atletas de voleibol com idade entre 11 e 16 anos do projeto Amigos do Vôlei de Taguatinga- DF. A amostra foi composta por 59 atletas de ambos os sexos. Utilizou-se como instrumento de avaliação o teste de RML abdominal proposto por Pollock e Wilmore. Conclui-se que apesar das meninas apresentarem um nível de resistência muscular localizada abdominal maior que o dos meninos, em geral as crianças desta amostra não apresentaram resultados satisfatórios, pois de acordo com o protocolo se encontram no nível regular.

Relação de risco analisado a partir da circunferência abdominal dos rodoviários das cidades de Brasília e do Gama – DF

Silva, Silvana dos Santos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.64%
O propósito desse estudo foi constatar se os rodoviários das cidades de Brasília e do Gama - DF estão em uma relação de risco e se está ligada ao trabalho exercido por essa população, que foi limitada aos rodoviários: motoristas, cobradores, mecânicos e fiscais de ambos os sexos. A população avaliada foi 42 rodoviários sendo esse total 40 homens, e 2 mulheres. Dos homens, 2 deles são mecânicos, 14 cobradores inclusive as duas mulheres, 5 fiscais e 21 motoristas. Foi medida a circunferência abdominal no local de trabalho desses rodoviários nas cidades de Brasília e do Gama - Distrito Federal, feitas algumas perguntas. A obesidade abdominal foi categorizada de acordo com os níveis de intervenção para a Circunferência da Cintura: Homens: Normal: < 94cm; Nível I: 94 101cm; Nível II: ≥ 102cm. Mulheres: Normal: < 80cm; Nível I: 80-87cm; Nível II: 88cm. O calculo foi efetuado através de planilha de calculo de ODDS RATIO da DPP Braile Biomédica, em Microsoft Excel 2007. O resultado mostrou que para a categoria o exercício físico praticado por eles não é fator preponderante de proteção, obtivemos no ODDS RATIO 1,04, no entanto o intervalo de confiança a 95% ficou em 0,25 a 4,35, por tanto não configura significância...

Os benefícios da atividade física em escolares portadores do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade na rede pública do Distrito Federal.

Rosa, Daniela Ferreira de Sousa
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.71%
O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurológico de causas genéticas, que aparece na infância por volta dos seis anos de idade, e conseqüentemente pode acompanhar o indivíduo por toda a sua vida. O objetivo desse estudo foi analisar os benefícios que a atividade física promove em crianças com características de TDAH no ensino fundamental 01 da rede pública do Distrito Federal. A amostra foi de n= 26 escolares de uma turma de 3° ano do ensino fundamental na faixa etária entre 08 e 10 anos. O instrumento utilizado foi a Escala de Farré e Narbona (EDAH), preenchida pelos professores e pais, que classifica a criança com o predomínio dos sintomas de hiperatividade, déficit de atenção, transtorno de conduta, hiperatividade com déficit de atenção e TDAH associado com transtorno de conduta (global). Foram feitas intervenções semanais de atividades recreativas, com total de 25 aulas entre os meses de Agosto e Outubro de 2010. Após o período estipulado para as sessões, foi aplicada novamente a EDAH aos professores para avaliar as mudanças observadas nas crianças durante os dois meses de intervenção. Os resultados obtidos mostram uma melhora no nível de atenção, de concentração...

Estudo comparativo da obesidade na rede pública e particular : um problema de saúde pública

Silva, Cláudio Guedes da
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.63%
O trabalho tem por objetivo fazer uma pesquisa a respeito do crescimento da obesidade entre os jovens estudantes do Distrito Federal. Para tanto, o que se buscou aqui foi delinear um estudo comparativo acerca da obesidade entre os estudantes de escolas públicas e particulares no DF. Buscou-se esse estudo, verificar o que é descrito na literatura acerca da prevalência de casos de obesidade também pode ser verificado no âmbito das escolas brasilienses. Para levar a termo este estudo, foi necessária a observação em estudos já consagrados artigos publicados em revistas especializadas que demonstram que os jovens da sociedade atual apresentam quadro de sobrepeso e, em alguns casos, até de obesidade. Para levar a termo este trabalho partiu-se de uma pesquisa bibliográfica, cuja abordagem é qualitativa e, na qual, foi usado o método dedutivo para discutir os dados da pesquisa de campo. O estudo foi realizado com adolescentes, com idade entre 10 e 12 anos. Para avaliação antropométrica utilizou-se o índice de massa corporal (IMC) de acordo com a idade e sexo. Os resultados mostram o estudo comparativo entre uma escola pública e outra particular no Distrito Federal apresenta uma prevalência de ganho de peso dos alunos da escola particular em relação à escola pública. Conclui-se que a escola particular encontra-se em condição de sobrepeso em relação à escola pública...

Índice de sobrepeso e obesidade em idosos de grupos especiais: pacientes do Centro de Saúde nº 01 de Taguatinga – DF

Torres, Verônica
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.72%
Nos últimos 50 anos, a população brasileira ampliou-se de 51,8 milhões para 167,5 milhões. Em conseqüência da queda da fecundidade, a participação relativa do grupo etário jovem ampliou de 55,7% para 66,0% e a população idosa mais do que duplicou a sua importância relativa, passando de 2,4%, em 1950, para 5,4% em 2000. Contudo pode-se afirmar que quanto menos atividade física uma pessoa praticar, mais obesa ela estará sujeita. E quanto mais obesidade, menos se pode envelhecer bem. Pois a obesidade leva a distúrbios das condições de saúde do organismo, essas alterações podem ser representadas por distúrbios psicológicos, sociais, aumento do risco de morte prematura e o aumento de risco de doenças de grande morbi-mortalidade. Este estudo foi motivado pela necessidade de aprofundamento no conhecimento da obesidade em pessoas acima de 60 anos. Com o objetivo de investigar o grau de sobrepeso e obesidade nos idosos de grupos especiais: pacientes do Centro de Saúde nº 01 de Taguatinga. A amostra foi composta por 28 pacientes, sendo 20% dos idosos do grupo de diabéticos, 20% dos idosos do grupo de hiperdia, 20% dos idosos do grupo de auto-massagem, com idade média de 74, 89 (DP = 8,80), do total de pessoas avaliadas 25% era do sexo masculino e 75% do sexo feminino. Para a análise dos dados foi feita uma avaliação antropométrica para calcular o IMC e RCQ...

Efeitos agudos na pressão arterial e glicemia capilar de diferentes tipos de atividade física em indivíduos com Diabetes Mellitus tipo 2

Vieira, André Shigueo Fujikawa
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.65%
O presente estudo teve como objetivo pesquisar, dentre as modalidades analisadas, qual tipo de atividade física apresenta melhores efeitos hipotensivos e hipoglicêmicos em indivíduos com Diabetes Mellitus tipo 2. Para tal, coletou-se glicemia capilar e pressão arterial antes e 10 minutos após sessões de caminhada (n=5), musculação(n=4), hidroginástica(n=3) e capoterapia (n=6). Como resultado obteve-se que comparando diferenças de níveis pressóricos não se obteve diferença estatisticamente significativa em nenhuma modalidade. Já no nível glicêmico obtevese melhora significativa nas modalidade caminhada e musculação. Comparando capacidade de redução nos valores brutos, teve-se a musculação com melhor resultado nos valores de PA e hidroginástica nos valores de GC. Portanto, conclui-se que, dentre as atividades analisadas, apenas a caminhada e a musculação apresentam resultados significativos estatisticamente para a melhora da glicemia, que a musculação apresenta maior valor de redução nos níveis de PA sistólica, que a hidroginástica apresenta maior valor de redução da GC e a capoterapia maio valor na redução da PA diastólica

A importância da preparação física no futebol

Lima, Fernanda Rosa de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.69%
A preparação física é um fator de grande importância no condicionamento físico do atleta de futebol podendo transformar o que pensam os muitos preparadores que trabalham no futebol moderno. Baseando-se neste contexto, buscou-se analisar a evolução tática em função da preparação física dos atletas na visão de técnicos, auxiliares técnicos e preparadores físicos do futebol brasiliense. Para isso, foram entrevistados 7 técnicos, 5 auxiliares-técnicos e 8 preparadores físicos do futebol brasiliense com faixa etária variada. Foram entrevistados técnicos, auxiliares-técnicos e preparadores físicos do Ceilândia E.C., Santa Maria F.C., CFZ,Sobradinho F. C., Dom Pedro F.C., Guará F.C., Recanto das Emas E.C. Como instrumento de avaliação utilizou um questionário validado, Matsudo, S. M; Brandão, M. R. F; (2003) no qual o objetivo de abordar questões táticas, físicas e a importância da preparação física nas posições do futebol. Podemos identificar na opinião dos entrevistados sobre a evolução física dos atletas dentro dos sistemas táticos nas respostas dadas: 96% das respostas indica que a condição física é fundamental para o atleta moderno e demonstra uma multifuncionalidade do atleta moderno. Esses profissionais acreditam também que 82% dos entrevistados responderam que na parte tática evoluíram e assimilaram melhor os esquemas. Porém...

Desempenho anaeróbio no judô em atletas da Universidade Católica de Brasília

Oliveira, André Souza de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.61%
O objetivo desse estudo foi verificar o potencial anaeróbio de atletas da Universidade Católica de Brasília através do teste Special Judô Fitnes Test adaptado (SJFT adaptado), esse teste abrigou alunos que estejam estudando regularmente na Universidade e cuja graduação mínima seja de marrom a preta. Foram selecionados N=12 alunos, sendo n=6 do sexo masculino e n=6 do sexo feminino em que se verificou a quantidade de arremessos da técnica de projeção Ippon-seoi-nague em 15 seg., 30 seg. e 30seg., com 10 segundos de intervalo entre as projeções, FC final, FC após 1 minuto, realizando esse mesmo teste uma semana depois com o dobro de tempo 30 seg., 60 seg., 60 seg. e 10 seg. de intervalo entre as projeções e por fim o índice de aproveitamento anaeróbio (quanto menor o índice indica o melhor aproveitamento). O desempenho anaeróbio dos atletas do sexo masculino da amostra obteve um maior desempenho na primeira etapa das duas semanas, ou seja, primeiros 15 seg. da primeira semana e os 30 seg. da segunda semana atingindo assim os melhores índices de desempenho anaeróbio. Em contra partida, os atletas do sexo feminino tiveram uma melhor regularidade nos períodos mais longos, ou seja, suporta com maior facilidade o estresse de alta intensidade por um período mais longo. Uma possível explicação para essa diferença segundo LAZZOLI (1998) é que o aumento da potência anaeróbica deve-se tanto à maior massa muscular...

Análise perceptiva dos fatores motivacionais de escolares para a prática de natação

Santos, Camila Alves dos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.67%
O presente estudo teve como objetivo analisar perceptivamente os fatores motivacionais de crianças e adolescentes escolares na prática da natação. Participaram desta pesquisa n=364 alunos praticantes de natação no Centro Olímpico Rei Pelé de Samambaia/DF, na faixa etária entre 07 e 18 anos de idade. Como instrumento foi utilizado o Inventário de Motivação para Prática Desportiva (IMPD) adaptado de Gaya e Cardoso (1998), que possui 19 questões que se dividem em 03 categorias, denominadas em competência desportiva, amizade/lazer e saúde. O inventário foi adaptado nas seguintes questões para melhor compreensão. As questões: 04, 16 e 17, de acordo com o tema do estudo em 03 termos (“para ser o melhor no esporte” para “para ser o melhor na natação”, “para aprender novos esportes” para “aprender a nadar” e “para ser jogador quando crescer” para “ser nadador quando crescer” (ver tabela 02), para melhor entendimento pelos participantes. Os dados foram analisados mediante a frequência das respostas. Os resultados gerais indicam que os fatores relacionados à competência desportiva (66,32%) e saúde (52,83%) são os mais relevantes para os praticantes de natação do projeto social, porém em relação à correlação...

Idosos : a convivência social em grupos de atividade física para saúde mental

Oliveira, Ruth Silva de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.7%
O século XXI se tornou o século da terceira idade, e este grupo tem se mostrado muito exigente, ao perceber isso varias empresas tem aperfeiçoado serviços e produtos a fim de agradar esta faixa etária que tem crescido progressivamente, devido sua maior expectativa de vida. Contudo, não são todos os idosos que chegam bem à velhice ou conseguem se adaptar a ela. Com mais idade maiores incertezas e consequentemente maior probabilidade de adquirir doenças físicas e psicológicas. E é neste momento que se faz importante a união de todos que estão envolvidos com o idoso, como os amigos, parentes, a própria sociedade e o Estado. O idoso se sente mais estimulado e feliz quando está rodeado de pessoas, fazendo novos amigos, realizando atividades em conjunto, se sentindo parte de uma equipe. Este pequeno “remédio” chamado de interação social é capaz de evitar várias doenças, em especial, a depressão que é uma patologia mais freqüente nesta faixa etária. Todavia, este trabalho visa mostrar se a convivência social se faz ou não efetiva para a melhora do bem- estar, em especial, o bem estar mental de idosos em um Centro de Referência da Assistência Social- CRAS, localizado na Ceilândia, que através de dois questionários (escala de motivos para pratica esportiva e escala de depressão geriátrica) irão demonstrar se há uma prevalência ou não em grupos de idosos que realizam atividade física em grupo...

A prática da natação como inclusão social para o deficiente visual

Lima, Roberto Pereira
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.66%
O objetivo deste trabalho foi verificar os benefícios causados pela prática da natação pelos deficientes visuais, alguns tipos de deficiência visual como a cegueira (cognitiva e congênita) e os seus benefícios que o esporte pode trazer. A deficiência visual compreende uma situação irreversível de diminuição da visão, na maioria das vezes, mesmo após tratamento clínico e ou cirúrgico e uso de lentes corretivas. O portador de deficiência visual total ou com baixa visão tem restringido a sua velocidade de trabalho, a orientação e a mobilidade, bem como a sua capacidade de realizar tarefas. A atividade física para deficientes não significa o tratamento de uma invalidez, embora encontra sua aplicação no invalido já readaptado. Através do esporte os deficientes têm uma grande fonte de saúde, onde eles podem demonstrar suas forças e assim quebrar algum tipo de preconceitos, os esportes visam sempre à melhora da pessoa que por algum motivo venha a sofrer algum tipo de deficiência ou até mesmo quando a pessoa busca apenas uma melhora na sua vida.

Análise e comparação do nível de flexibilidade de praticantes de musculação da Academia NovaForma - DF

Barros, Uklébertton da Silva
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.61%
Introdução: A busca por mudanças na estética corporal tem sido ainda um dos motivos pelos quais os indivíduos optam pela prática da musculação, porém se o objetivo for hipertrofia a palavra flexibilidade ou o exercício de alongamento, assusta muitos atletas e não atletas, que não admitem um trabalho de flexibilidade em seus treinamentos de contra-resistência, vendo nisto uma ameaça para um bom desenvolvimento muscular. Objetivo: Este estudo teve como objetivo principal analisar e comparar o nível de flexibilidade de indivíduos praticantes de musculação após oito semanas de treino da Academia NovaForma de Brasília DF. Materiais e Métodos: Fizeram parte da amostra 32 indivíduos do sexo masculino, idade entre 20 e 35 anos, praticantes de musculação, com o objetivo em hipertrofia muscular e há pelo menos três meses de treino, da Academia NovaForma Brasília -DF. Todos indivíduos participaram dos pré e pós-testes de sentar e alcançar para avaliar a flexibilidade após 8 semanas de treino na musculação. Resultados: No pré-teste a flexibilidade foi classificada como Fraca em 16 indivíduos e no pós-teste reduziu para 10 indivíduos, ou seja, 06 destes indivíduos saíram desta classificação. Na classificação Acima da Média observou-se também uma melhora na flexibilidade onde 04 indivíduos da amostra foram inseridos nesta classificação no pós-teste. Ao analisar e comparar os valores médios obtidos nos pré e pós-testes de flexibilidade foi encontrada uma diferença significativa. Conclusão: Conclui-se que o treinamento de força...

Influência da composição corporal sobre o nível de flexibilidade de adolescentes

Santos, Dennis Neves dos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.64%
O objetivo deste estudo foi correlacionar à influência da composição corporal sobre o nível de flexibilidade de adolescentes. A amostra foi composta por 17 adolescentes do sexo feminino (16,2 ±1,1 anos) e 15 adolescentes do sexo masculino (16,4± 1,1 anos) praticantes de musculação. Foram avaliados o Índice de Massa Corporal (IMC), percentual de gordura (% G), massa muscular (MM) através de avaliação física e o nível de flexibilidade através do “Flexiteste”. Não foram observadas variações significativas na idade, estatura e IMC entre os sexos. O sexo masculino apresentou significativamente maior a massa corporal total e percentual de massa muscular em relação ao sexo feminino (p≤ 0,05). O sexo feminino obteve um nível de flexibilidade e percentual de gordura corporal significativamente maior comparado com o sexo masculino (p≤ 0,05). As correlações das variáveis da composição corporal com o nível de flexibilidade da amostra foram fraca a moderada. Entre os sexos, apenas o IMC calculado do sexo masculino apresentou correlação forte com o nível de flexibilidade. A conclusão das relações das variáveis da composição corporal com o nível de flexibilidade (de maneira individualizada). As correlações das variáveis da composição corporal não se mostraram tão atuantes no nível de flexibilidade da presente amostra.

Análise do nível de flexibilidade de atletas de voleibol de 10 a 14 anos do projeto social amigos do vôlei da Candangolândia - DF

Barbosa, Monyque Helena da Silva
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.6%
Flexibilidade é a capacidade de o esportista conseguir executar movimentos com grande amplitude oscilatória sozinho ou sob a influência de forças externas em uma ou mais articulações. O presente estudo teve como objetivo analisar o nível de flexibilidade de atletas de 10 a 14 anos do projeto social amigos do vôlei da Candangolândia- DF. A amostra foi composta por 42 de ambos os sexos com idade (±10 e 14) anos. Utilizou-se como instrumento o Teste de Sentar e Alcançar proposto por Johnson e Nelson. Conclui-se que apesar das meninas apresentarem um nível de flexibilidade maior que a dos meninos, em geral as crianças desta amostra apresentaram de acordo com o protocolo um nível “fraco” de flexibilidade.

Comparação da resposta da pressão arterial durante e após uma aula de ginástica na água e no solo e durante teste cold pressor

Almeida, Thiago de Sousa
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.66%
É possível verificar que há uma diferença significativa entre os exercícios realizados na água em relação aos exercícios realizados no solo. Sabe-se que, a prática regular de exercícios físicos gera vários benefícios aos seus praticantes contribuindo para prevenção e tratamento de doenças crônicas como a Hipertensão Arterial (HA). O presente estudo visa investigar a resposta da pressão arterial durante e após exercícios realizados dentro e fora d’água, fazendo uma comparação entre os tipos de exercícios, o dia controle e verificando a resposta de tal variável quando submetidas ao teste estressor Cold Pressor. A pesquisa foi realizada com 13 pessoas fisicamente ativas de ambos os sexos, saudáveis, normotensos (<120/80mmHg), moradores da cidade satélite do Gama-DF, com idade média de 28,5 (±6,14) anos. Os participantes fizeram três visitas de forma randomizada para participação na pesquisa (aula na água, no solo e dia controle), sendo que, na 1ª visita foram coletados os dados dos alunos (idade, altura, peso, IMC) além da aplicação de uma das aulas. Houve diferença significativa (p<0,05) entre as médias de FC dos exercícios de solo e da água em todos os momentos da aula. Houve diferença na PAS inicial e final o que representa uma tendência a uma maior PAS no dia em que o aluno não faz atividade física. Pode-se concluir com este trabalho que há uma diferença na resposta da PA entre os tipos de exercícios na água e no solo e que principalmente essa diferença existe quando feito o teste Cold Pressor. Acredita-se que este trabalho pode ter prestado um serviço à sociedade demonstrando que a atividade física é extremamente importante para a qualidade de vida.; Its possible to check that there is a significant difference between the exercises performed in water in relation to exercises performed on the ground. It is known that the regular practice of physical exercise generates many benefits to its practitioners contributing to prevention and treatment of chronic illnesses such as arterial hypertension (AH). This study aims to check the blood pressure response during and after exercises performed in and out of water...

Comportamento glicêmico durante atividade física no idoso do sexo masculino

Maia, João Ricardo de Camargos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.65%
Há mais de dois mil anos já existiam descrições sobre o diabetes,Arateus há aproximadamentes 150 a.c,descreveu o diabetes com uma doença em que os enfermos urinavam muito.É uma das mais comuns disfunções do pâncreas endócrino, na qual o orgasnismo perde parcialmente a capacidade de metabolizar carboidratos presentes no alimento. Existem dois tipo de Diabetes:Tipo I Insulino Dependente e tipo II Insulino –não dependente. Sendo assim o objetivo deste estudo é verificar o comportamento glicêmico de um indivíduo diabético submetido a treinamento contínuo durante quatro semanas. Este estudo se configura como estudo de caso , sendo amostra um paciente de 64 anos de idade, insulino dependente.Protocolo de treinamento de cinco sessões semanais,com 45 minutos diários ,durante quatro semanas.Para determinação da glicêmia utilizou-se o aparelho da marca Roche Modelo Accu Chek e freqüência cardíaca entre 70 e 80% da máxima,sendo utilizado Polar FS 1,para medição da FC. O treinamento foi realizado no período da tarde às 16 horas nas entrequadras 200/400 da Asa Sul. Podemos observar que durante a atividade a glicêmia obteve uma caída, porque o exercício físico para o diabetes mellitus tipo I é na maioria das vezes é realizado em condições de deficiência ou excesso de insulina...

Lesões mais freqüentes nos jogadores de voleibol da Faculdade Integrada - UPIS

Bonfim, Anderson Roberto Soares
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.6%
O voleibol é uma modalidade praticada por mais de 6 milhões de pessoas, e vem evoluindo a cada década, e se transformou em um dos esportes mais atléticos e competitivos, levando os jogadores a executarem movimentos rápidos e violentos com muita habilidade e raciocínio, o que pode levar a um grande número de lesões. Isto ocorre devido á grande quantidade de saltos realizados pelos atletas, seja durante o treino ou na competição, sobretudo no momento do bloqueio e da cortada. Este estudo tem como objetivo identificar as lesões mais freqüentes no voleibol e os segmentos corporais mais acometidos. Participaram do estudo 14 atletas do sexo masculino da equipe de voleibol da Faculdade Integrada (UPIS), com idade média de 25,5 anos, que treinam cinco vezes na semana, com sessão de duas horas. Os resultados mostram que 92,86% dos atletas apresentam algum tipo de lesão. As lesões no membro inferior foram as que mais predominaram, sendo o segmento corporal mais acometido o tornozelo (69,1%), seguido pelo joelho, tendo ainda a entorse de tornozelo como a lesão mais comum entre os atletas de voleibol avaliados.

Perfil psicomotor de crianças com Síndrome de Down praticantes em um projeto da UCB

Ceccatto, Fabiane
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.69%
Introdução: Este artigo traz o título: Perfil Psicomotor de crianças com Sídrome de Down praticantes de atividades em um projeto. Objetivo: O objetivo deste estudo foi analisar o perfil psicomotor de crianças com Sindrome de Down, especificamente na área de natação e dança. Matérias e métodos: A amostra constou de 20 crianças, 10 alunos praticantes de atividade física com SD, com idade variada de 6 a 17 anos, sendo 5 crianças do sexo masculino e 5 crianças do sexo feminino, 10 alunos praticantes de atividade física com idade variada de 8 a 12 anos, sendo 4 do sexo masculino e 6 do sexo feminino, sendo alunos praticantes de atividade física há 1 ano, os testes foram realizados na cidade de Taguatinga-DF. Resultados: Após a aplicação de teste podemos observar nas tabelas 2 e 3, houve falha nas realizações dos movimentos andar e correr 20% dos alunos SD e 10% dos alunos NSD obtiveram falha nos movimentos. No teste de postura ao sentar, 10% dos alunos com SD e NSD observou-se que, houve falha nos movimentos. 40% dos alunos com SD e 30% dos alunos NSD realizaram o movimento andar, com algumas dificuldades. 20% dos alunos SD e 10% dos alunos NSD também realizaram o movimento correr com alguma dificuldade. 30% dos alunos SD e NSD realizaram o movimento da dismetria com algumas diculdades. 30% dos alunos com SD e não NSD realizaram o movimento postura ao sentar com algumas dificuldades. No movimento andar 60% dos alunos SD e 70% dos alunos NSD realizaram os movimentos com perfeição. 80% dos alunos SD e 90% dos alunos NSD realizaram o movimento correr com sucesso.50% dos alunos SD e 60% dos alunos NSD realizaram o movimento dismetria com êxito.60% dos alunos SD e NSD realizaram perfeitamente o movimento de postura ao sentar. A partir do exposto e da realização do trabalho...