Página 1 dos resultados de 354 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

E-v@s??o em um curso de aperfei??oamento on-line em sa??de

Laguardia, Josu??
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
O uso crescente das tecnologias de informa????o e comunica????o e da internet na constitui????o de ambientes virtuais de aprendizagem profissional implica em desafios ??s institui????es de ensino frente ??s altas taxas de evas??o registradas na educa????o a dist??ncia. O delineamento das a????es que aumentem a reten????o nos cursos on-line depende do conhecimento acerca dos fatores que influenciam a evas??o dos alunos nesses ambientes. Desse modo, tomando o curso de aperfei??oamento on-line ???Processos de Gest??o e Tecnologias de Informa????o em Sa??de??? da Escola Nacional de Sa??de P??blica ??? ENSP/FIOCRUZ como objeto de estudo, procedeu-se ?? investiga????o dos fatores preditores da evas??o neste ambiente. As respostas de 201 alunos, coletadas em tr??s question??rios que abordaram aspectos s??cio-demogr??ficos, situa????o no trabalho, condi????es de estudo, habilidades e abordagens de estudo e l??cus de controle dos alunos, constitu??ram a base de dados para as an??lises de valida????o e multivariada. A valida????o da vers??o resumida do invent??rio de abordagens e habilidades de estudo de estudantes (ASSIST) segundo a teoria da resposta aos itens mostrou que os itens das escalas de abordagem de estudo estrat??gica e superficial apresentaram variabilidade na informa????o ao longo de toda a distribui????o do tra??o latente. As an??lises fatorial e de correspond??ncia do ASSIST apontaram n??o confirmaram a estrutura em tr??s fatores ou um padr??o de distribui????o das categorias compat??vel com o referido em outros estudos. Quanto ?? escala de l??cus de controle interno-externo de Rotter...

E-vas??o em um curso de aperfei??oamento on-line em sa??de

Laguardia, Josu??
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
46.93%
O uso crescente das tecnologias de informa????o e comunica????o e da internet na constitui????o de ambientes virtuais de aprendizagem profissional implica em desafios ??s institui????es de ensino frente ??s altas taxas de evas??o registradas na educa????o a dist??ncia. O delineamento das a????es que aumentem a reten????o nos cursos on-line depende doconhecimento acerca dos fatores que influenciam a evas??o dos alunos nesses ambientes. Desse modo, tomando o curso de aperfei??oamento on-line Processos de Gest??o e Tecnologias de Informa????o em Sa??de da Escola Nacional de Sa??de P??blica ENSP/FIOCRUZ como objeto de estudo, procedeu-se ?? investiga????o dos fatorespreditores da evas??o neste ambiente. As respostas de 201 alunos, coletadas em tr??s question??rios que abordaram aspectos s??cio-demogr??ficos, situa????o no trabalho, condi????es de estudo, habilidades e abordagens de estudo e l??cus de controle dos alunos,constitu??ram a base de dados para as an??lises de valida????o e multivariada. (...) As an??lises fatorial e de correspond??ncia do ASSIST apontaram n??o confirmaram a estrutura em tr??s fatores ou um padr??o de distribui????o das categorias compat??vel com o referido em outros estudos. Quanto ?? escala de l??cus de controle interno-externo de Rotter...

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao Cenrto de Desenvolvimento em Administra????o (CDA). V??-se: Major Euro Magalh??es, o presidente da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP), Alu??sio Pimenta, o diretor do CDA, Jos?? Ernesto Ballstaedt, entre outros.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA). V??-se, a partir da esquerda: Fernando Oliveira de S?? Andrade, que proferiu palestra sobre a Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP); Major Euro Magalh??es; Alu??sio Pimenta, presidente da FJP e Jos?? Ernesto Ballstaed, entre outros.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Visita dos alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA). Na oportunidade foi proferida uma palestra por Fernando Oliveira de S?? Andrade, da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP).

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Visita dos alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA). V??-se: Fernando Oliveira de S?? Andrade, Jos?? Ernesto Ballstaed, diretor do CDA; Alu??sio Pimenta, presidente da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP) e o Major Euro Magalh??es.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Fernando Oliveira de S?? Andrade; Jos?? Erneste Ballstaedt, diretor do Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA) da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP); Alu??sio Pimenta, presidente da FJP e o Major Euro Magalh??es, por ocasi??o da visita dos alunos do Curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais ao CDA.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Fernando Oliveira de S?? Andrade; Jos?? Erneste Ballstaedt, diretor do Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA) da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP); Alu??sio Pimenta, presidente da FJP e o Major Euro Magalh??es, por ocasi??o da visita dos alunos do Curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais ao CDA.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Fernando Oliveira de S?? Andrade; Jos?? Erneste Ballstaedt, diretor do Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA) da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP); Alu??sio Pimenta, presidente da FJP e o Major Euro Magalh??es, por ocasi??o da visita dos alunos do Curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais ao CDA.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Visita dos alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais ao Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA). V??-se: Fernando Oliveira de S?? Andrade, Jos?? Ernesto Ballstaed, diretor do CDA; Alu??sio Pimenta, presidente da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP) e o Major Euro Magalh??es.

[Alunos do curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar de Minas Gerais, em visita ao CDA]

Autoria desconhecida
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Fotografia
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Fernando Oliveira de S?? Andrade, t??cnico da Funda????o Jo??o Pinheiro (FJP), proferia palestra para os alunos do Curso de Aperfei??oamento de Oficiais da Pol??cia Militar, em visita ao Centro de Desenvolvimento em Administra????o (CDA).

Rede Nacional de Altos Estudos em Seguran??a P??blica (Renaesp)

Brasil. Minist??rio da Justi??a (MJ). Secretaria Nacional de Seguran??a P??blica (SENASP)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
A Rede Nacional de Altos Estudos em Seguran??a P??blica (Renaesp) ?? um projeto de educa????o permanente, democr??tica e qualificada, promovido a partir da parceria com institui????es de ensino superior ??? que recebem investimentos para realizar cursos nas modalidades presencial e a dist??ncia ??? para a promo????o de p??s-gradua????o na ??rea de seguran??a p??blica. O objetivo principal da rede ?? democratizar o acesso dos profissionais de seguran??a p??blica ??? sem distin????o hier??rquica ??? aos processos de aprendizagem e aperfei??oamento profissional. Busca-se difundir entre esses profissionais e as institui????es em que trabalham o conhecimento e a capacidade cr??tica necess??rios ?? constru????o de um novo modo de fazer seguran??a p??blica, comprometido com a cidadania e os direitos humanos. A iniciativa destina-se aos policiais federais, rodovi??rios federais, policiais civis e militares, agentes penitenci??rios, peritos criminais e guardas municipais. Presente em 26 estados, a Renaesp j?? capacitou 5.250 profissionais; N??mero de p??ginas: 07 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 14?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Ricardo Brisolla Balestreri...

Projeto b??sico: oficina de fundamentos para supervis??o da presta????o de servi??os de consultoria em melhoria de processos

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil)
Fonte: Escola Nacional de Administração Pública Publicador: Escola Nacional de Administração Pública
Tipo: Projeto
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
Servi??os t??cnicos profissionais especializados de treinamento e aperfei??oamento de pessoal de instrutoria em sala de aula, objetivando a realiza????o de curso de desenvolvimento t??cnico gerencial; N??mero de p??ginas: 5 p.; Gest??o de Processos; Projeto b??sico de evento de aprendizagem, contendo o objeto, justificativa, objetivo, metodologia, cronograma, carga hor??ria e valor, descriminados em cinco p??ginas; A demanda vincula-se ?? Agenda de A????es para Moderniza????o e Melhoria da Gest??o P??blica do Minist??rio do Planejamento, Or??amento e Gest??o, que tem por princ??pio, o aprimoramento da utiliza????o dos recursos p??blicos em benef??cio do cidad??o, cabendo a ASEGE a coordena????o, gerenciamento e apoio t??cnico aos projetos especiais de moderniza????o da gest??o p??blica relacionados a temas e a ??reas estrat??gicas de governo, em aten????o ao preconizado na Agenda

Aperfei??oamento e moderniza????o dos mecanismos de controle de projetos culturais

Brasil. Minist??rio da Cultura (MinC)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
Tendo em conta a fragilidade dos mecanismos de controles existentes para acompanhamento dos projetos culturais beneficiados com incentivos fiscais, tornou-se necess??rio o aperfei??oamento e moderniza????o desses mecanismos, objetivando garantir ao Minist??rio da Cultura que os recursos captados estavam de fato sendo empregados nas ??reas de atua????o do Programa Nacional de Apoio ?? Cultura ??? PRONAC. As principais inova????es foram: exig??ncia por parte do MinC de capta????o m??nima para in??cio da execu????o do projeto; descentraliza????o da an??lise e acompanhamento dos projetos para todas as Secret??rias-fim do MinC; e cria????o de instrumentos para a fiscaliza????o / acompanhamento sistem??tico da execu????o dos projetos culturais incentivados, at?? ent??o inexistentes na Administra????o P??blica Federal.Ap??s a implanta????o da experi??ncia houve maior credibilidade dos incentivos fiscais junto ao mercado produtor; garantia de execu????o total dos projetos culturais com capta????o; condi????es para uma avalia????o global do desempenho do mecanismo "mecenato" do PRONAC; redu????o do tempo de an??lise dos projetos de 90 para 45 dias em m??dia, melhorando a qualidade dos servi??os prestados pelo MinC aos produtores culturais; N??mero de p??ginas: 4 p.; Inova????o; Iniciativa premiada no 3?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Darse Arimat??a Ferreira Lima...

Cat??logo de Cursos FUNCEP - 1983

Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP)
Fonte: Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP) Publicador: Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP)
Tipo: Folders/Cartilhas
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
A Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico ??? FUNCEP, ??rg??o vinculado ao DASP, como respons??vel pela promo????o, elabora????o e execu????o dos programas de Forma????o, Treinamento, Aperfei??oamento e Profissionaliza????o dos servidores p??blicos, apresenta sua programa????o de treinamento para 1983. Esta programa????o traz, em seu escopo, tr??s preocupa????es b??sicas: ??? a prepara????o de gerentes capazes de pensar e repensar a administra????o p??blica, buscando formas mais efetivas de conjuga????o de recursos; ??? a prepara????o de t??cnicos em ??reas espec??ficas, de forma a elevar a capacidade das organiza????es na identifica????o e solu????o de problemas; e ??? a busca de uma metodologia de ensino ?? dist??ncia, capaz de permitir o acesso aos programas de treinamento a um maior n??mero de servidores, considerando-se as dimens??es geogr??ficas do pa??s, o universo de servidores e a possibilidade de ating??-los em seu pr??prio ambiente de trabalho, nivelando-se as possibilidades e oportunidades de capacita????o profissional; N??mero de p??ginas: 68 p.; Capacita????o Profissional; Sum??rio I ??? Programa de Desenvolvimento de Administradores P??blicos ??? PRODAP Forma????o de Administradores P??blicos Forma????o Gerencial Curso B??sico para Forma????o Gerencial Atualiza????o Gerencial Treinamento em Atualiza????o Gerencial Atualiza????o de Chefias de N??vel Operacional II -- Programa de Desenvolvimento de Pessoal para a ??rea de Recursos Humanos Curso de Especializa????o em Recursos Humanos Forma????o ?? Dist??ncia para T??cnicos de Treinamento e Tutores Curso de Atualiza????o em Levantamento de Necessidades de Treinamento Atualiza????o em Elabora????o de Programas de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoal Atualiza????o em Tecnologia Educacional Aplicada ao Treinamento Terceiro Encontro Nacional sobre Treinamento do Servidor P??blico III ??? Programa de Desenvolvimento de Pessoal da ??rea T??cnico-Administrativa Curso de Atualiza????o em Or??amento e Finan??as Curso de Atualiza????o para Secret??rias Curso de Atualiza????o em Administra????o de Material Curso de Atualiza????o em Contabilidade P??blica Curso de Atualiza????o para Membros de Conselho Fiscal Curso de Atualiza????o em Inform??tica para Usu??rios de Processamento de Dados Curso de Atualiza????o para Agentes Administrativos Semin??rios de Atualiza????o sobre Administra????o P??blica Forma????o em Programa????o de Computadores Especializa????o em An??lise de Sistemas IV ??? Programa de Desenvolvimento de Tecnologia Educacional como apoio ao Treinamento do Servidor P??blico

Boletim eletr??nico de bibliografias especializadas: escola de governo

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil). Biblioteca Graciliano Ramos
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Boletim
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
Escolas de governo s??o institui????es que trabalham com forma????o e aperfei??oamento profissional dos servidores p??blicos. A Escola Nacional de Administra????o P??blica (Enap) coordena a Rede Nacional de Escolas de Governo, que conta com aproximadamente 200 institui????es governamentais dos tr??s poderes e de todas as esferas de governo. Este n??mero do Boletim Eletr??nico de Bibliografias Especializadas buscou reunir obras do acervo da Biblioteca da Enap, ou disponibilizadas com acesso aberto por outras institui????es, que abordassem a tem??tica "escola de governo" e "capacita????o de servidores p??blicos", com o objetivo de apresentar o trabalho e a hist??ria dessas institui????es, que convergem com o pr??prio desenvolvimento da administra????o p??blica no Brasil. As obras tratam, entre outros assuntos, do papel das escolas de governo, da gest??o de pessoas e da gest??o por compet??ncias no servi??o p??blico, do desenvolvimento gerencial de servidores p??blicos, da capacita????o de dirigentes p??blicos como estrat??gia para o fortalecimento da capacidade de governo no Brasil, e de relatos das experi??ncias das escolas de governo.; N??mero de p??ginas: 25 p.; Volume: n.5 de 2014; Escola de Governo

Portaria n?? 03, de 18 de janeiro de 2011: regulamento do Programa de Aperfei??oamento para Carreiras

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Ato Normativo
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
O Programa de Aperfei??oamento par carreiras do ciclo de gest??o governamental ?? regulamentado por meio da Portaria n?? 3, de 18 de janeiro de 2011.; N??mero de p??ginas: 45 p.; Capacita????o Profissional; Escola de Governo; Portaria publicada no Boletim Interno da ENAP, Edi????o Extraordin??ria n?? 02.

O aperfei??oamento dos servidores do Estado

Magalh??es, Celso de
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.93%
A preocupa????o com a qualifica????o do servidor p??blico n??o ?? um tema recente. A primeira experi??ncia de profissionaliza????o do servi??o p??blico remonta ?? cria????o do Departamento Administrativo do Servi??o P??blico (Dasp), em 1938. A exist??ncia do ??rg??o permitiu que fosse iniciada reflex??o sobre a burocracia de Estado: seu dimensionamento e necessidade de forma????o e capacita????o, entre outras quest??es. O texto a seguir foi produzido por um dos quadros t??cnicos do Dasp, em 1942 ??? h?? cerca de 70 anos. Naquele per??odo j?? existia preocupa????o com o aperfei??oamento constante do servidor. O autor argumenta n??o somente em favor desse aprendizado constante, mas tamb??m pela necessidade de um bom curso de forma????o inicial para as carreiras, o que ??? segundo ele ??? n??o era comum naquela ??poca. Conforme o autor, ???de nada adianta ensinar processos novos a quem ainda n??o conhece os m??todos velhos???. Algu??m discordaria? Entretanto, a busca pela novidade, pelo guru da moda (aquele que tem a resposta para os problemas) ?? uma constante no cen??rio dos dirigentes. N??o seria isso resultado de um problema de forma????o de base? Afinal, a administra????o tem alguns conjuntos de t??cnicas que fazem dela uma ci??ncia. Ser?? que nossos gestores as conhecem de verdade? E se as conhecem...

A contrata????o de cursos de forma????o e aperfei??oamento no ??mbito da administra????o p??blica

Souza, ??ngela Borges Silva
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
O presente estudo tem por objetivo analisar as possibilidades de contrata????o da presta????o de servi??os de capacita????o e aperfei??oamento de servidores da Administra????o P??blica utilizando o m??todo dogm??tico-instrumental e pesquisa bibliogr??fica e documental. Para embasar a an??lise, foi apresentado um breve hist??rico da forma????o profissional, os conceitos e princ??pios da Educa????o Coorporativa, demonstrando sua evolu????o e import??ncia em qualquer ambiente organizacional, al??m da exposi????o dos conceitos e propostas das Escolas de Governo. Em sequ??ncia, foi apresentada a legisla????o que normatiza a necessidade de capacita????o estatal, apresentando os conceitos de Direito Administrativo, de Administra????o e Contrata????o P??blica, detalhando-se seus princ??pios mais importantes. Salientou-se tamb??m a import??ncia das formalidades legais do referido processo de Contrata????o P??blica. Foram descritas as modalidades atualmente utilizadas para a contrata????o de cursos de capacita????o pelos entes da Administra????o P??blica, as principais decis??es e orienta????es exaradas pelo Tribunal de Contas da Uni??o ??? TCU sobre o tema, al??m das dificuldades de escolhas da melhor forma de contrata????o. Verificou-se tamb??m a possibilidade de enquadramento diverso ao indicado pelo TCU por ocasi??o da contrata????o de cursos abertos...

A estrat??gia de releitura e reescrita de textos como m??todo de aperfei??oamento em produ????es textuais de alunos do ensino m??dio

Souza, Carine Gislaine da Silva de
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Esta pesquisa objetiva apresentar as caracter??sticas da estrat??gia CDO (Compare, Diagnose, Operate), m??todo de escrita, corre????o e reescrita, efetuado pelos pr??prios alunos. Os resultados percebidos na an??lise buscam responder ao objetivo geral da pesquisa que consiste na demonstra????o da import??ncia da estrat??gia de releitura e reescrita de textos como m??todo de aperfei??oamento de produ????es textuais de alunos do Ensino M??dio. Para tal fim, foi tra??ado breve hist??rico sobre a escrita, de forma a destacar sua import??ncia no mundo ocidental atual. Foi fixado o conceito de g??nero textual, visto ser a forma de realiza????o de qualquer comunica????o humana interacional. E, para a constru????o de textos coesos, coerentes, ?? apresentada s??rie de estrat??gias que auxiliem na leitura e na escrita de produ????es argumentativas. Por fim, ?? definido e analisado o m??todo de releitura/revis??o/reescrita de textos proposto em artigos de opini??es produzidos por alunos do Ensino M??dio.