Página 1 dos resultados de 1030 itens digitais encontrados em 0.070 segundos

Viagem ao interior da sombra : deficiência, doença crónica e invisibilidade numa sociedade capacitista

Pereira, Ana Maria Baila Albergaria
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.69%
Esta dissertação pretende fazer uma exploração interdisciplinar da questão da deficiência e da doença crónica a partir de um ângulo de opressão social e mostrando a necessidade de tornar estas perspectivas mais presentes na teoria sociológica e em geral. Será utilizada uma abordagem teórica interdisciplinar que bebe essencialmente da sociologia, dos estudos sobre a deficiência, dos estudos pós-coloniais e do feminismo. Pretende-se contribuir para a criação de um espaço teórico interdisciplinar que permita explorar a condição multifacetada e heterogénea da doença crónica, colocando grande ênfase nos factores externos e resgatando-a da exclusividade do modelo biomédico. Será dada ênfase particular às questões de género e à maior invisibilidade e exclusão experienciada pelas mulheres deficientes. A teoria da interseccionalidade será analisada em detalhe e particular atenção será dada à possibilidade de inclusão, através dela, das perspectivas dos vários grupos marginalizados. Será igualmente realçada a importância de uma solidariedade subalterna entre grupos oprimidos. O trabalho de campo pretende dar voz às pessoas com doenças crónicas, recorrendo a métodos qualitativos na tentativa de levantar o véu relativamente à vivência da doença crónica...

Deixar de ser mulher: conhecimento e significado cultural da menopausa; Leaving womanhood behind: knowledge and experience of menopause

Costa, Gabriela Maria Cavalcanti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.9%
O objetivo deste estudo foi compreender o conhecimento e a vivência da menopausa para um grupo de mulheres. Buscamos nos referenciais teórico-metodológicos da Antropologia médica, e do método etnográfico, as bases para o estudo do evento. Os métodos utilizados para a coleta de dados com 12 colaboradoras que vivenciam a menopausa foram a observação participante, a entrevista semi-estruturada e o desenho de como elas visualizavam o corpo internamente, dentro de uma silhueta feminina, previamente reproduzida. Para aquelas que não entendiam essa formulação da proposta, foi solicitado que desenhassem aquilo que está envolvido com a menstruação e a menopausa. O objetivo foi o de complementar as entrevistas; motivar as mulheres a falarem a respeito da menopausa, verificar o quanto a representação que elas têm do corpo influencia, de fato, o significados que possuem sobre a menopausa e, por fim, favorecer a interpretação compartilhada à medida que, ao desenharem, comentavam sobre seus desenhos. Os dados foram apresentados na forma de narrativa e analisados à luz da teoria abordada. Nas narrativas, identificamos categorias que foram integradas em três temas: corpo, menstruação e menopausa. Dessas categorias, emergiram seis temas culturais: a menstruação caracteriza a mulher e define seu papel; o corpo emite os sinais; o poder de Deus determina as funções do corpo; a menopausa como evento natural do corpo e a menopausa e o deixar de ser mulher. Uma vez construídas as subcategorias / categorias / temas passou-se a analisar a natureza da experiência comum entre as mulheres. Dessa forma...

Os modelos da experiência ou a experiência dos modelos: introdução ao estudo cerimonial xikrin; a mapping out of, and an exercise in, the research possibilities on the ceremonial activity of the Mebengokre (Kayapó) Native Brazilians

Paes, Francisco Simoes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.7%
Esta dissertação propõe-se a fazer um mapeamento e um exercício das possibilidades de pesquisa sobre a atividade cerimonial dos índios Mebengokre (Kayapó), particularmente do subgrupo conhecido como Xikrin do Cateté, do sudoeste do Pará. A partir de uma revisão bibliográfica sobre a expressão músico-ritual indígena e sobre os processos sócio-cosmológicos que a sustentam, os principais temas explorados no trabalho giram em torno da noção xikrin de pessoa, sua construção, classificação e transformação. O pano de fundo do trabalho é a hipótese, presente na literatura, de que a produção da identidade mebengokre congrega variados domínios espaço-temporais e, possivelmente, diferentes alteridades do cosmo. Na primeira parte desta dissertação, acompanho duas discussões: (1) o lugar da "música" nos estudos antropológicos da experiência indígena e (2) os trabalhos sobre os Mebengokre à luz dos debates contemporâneos em torno da etnologia amazônica. Ambas as discussões convergem para a possibilidade da hipótese acima mencionada. Na segunda parte, exploro três contextos nos quais se verifica o jogo identidade-alteridade na construção da pessoa, especialmente de seu corpo: (1) as noções relacionadas às faculdades sensitivas do corpo e a maneira como elas fazem a mediação com diferentes domínios sócio-cosmológicos; (2) as possibilidades ou impossibilidades...

Seis décadas de contato: transformações na subsistência xavante; Six decades of contact: xavante's survival transformations

Silva, Rafael José Navas da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.66%
Este trabalho teve como objetivo analisar as transformações ocorridas a partir da introdução da agricultura mecanizada para produção de alimentos em uma comunidade indígena xavante. Buscou também compreender as relações existentes entre a sua cultura e os modos de obtenção de alimentos. A pesquisa desenvolveu-se na aldeia Wede´rã, localizada na Terra indígena Pimentel Barbosa/MT. Foi utilizado o método qualitativo, com entrevistas, observação participante, conversas e desenhos. Pôde-se verificar que com o fim da mobilidade espacial nesta população e a introdução da mecanização para produção de alimentos, iniciada pela FUNAI nas décadas de 70 e 80 e mais recentemente, com o projeto da Associação Cana Rica, o arroz passou a ser base da alimentação xavante, com substituição de produtos tradicionais. Atualmente a agricultura é uma atividade importante para a alimentação xavante, com novas espécies cultivadas e incremento da produção nos quintais, onde são cultivadas frutíferas nativas e exóticas, entre outras. A compra de alimentos industrializados e a merenda escolar também contribuem para a subsistência da comunidade. Com estas novas fontes de alimentos, alterações se fizeram presentes nos papéis de gênero: a coleta não é praticada com freqüência pelas mulheres jovens...

Etnia e coalizão: um estudo sobre categorização social em um contexto de conflito grupal; Etnicity and Coalition: a study about social categorization in group conflict context

Nascimento, Leandro Luis Santos e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.75%
Para uma comparação intercultural das influências do contexto sobre a codificação de etnia, duas variações do Protocolo de Confusão de Memória (PCM) foram aplicadas em brasileiros. Ambas as variações consistem em uma exibição de slides de uma discussão entre duas equipes esportivas rivais, com membros negros e brancos em ambos os times, em duas condições: Controle (times com roupas de cores idênticas) e Experimental (times com roupas de cores distintas). As variações são: Traduzida, com fotos de jogadores de basquete usadas no experimento original e diálogo traduzido; e Adaptada, com fotos de brasileiros com camisetas de futebol e com o diálogo reelaborado visando consistência com o esporte. O estudo foi dividido em três fases: (I) exposição de 84 participantes, do estado de São Paulo ao PCM Traduzido (II) exposição de 569 participantes em sete estados brasileiros (BA, ES, MT, RJ, RN, SC, SP) ao PCM Traduzido (III) exposição de 77 participantes do estado de São Paulo ao PCM Adaptado. Na Fase I, a codificação etnia acompanhou o aumento da intensidade da codificação de coalizão (condição experimental), em contraposição ao experimento original (Kurzban et al., 2001). Na Fase II, a codificação de etnia diminuiu de intensidade quando a codificação de coalizão aumentou...

Os "bobos" na tradição da cultura da cidade de Goiás: enigmas e silêncios sobre um tipo característico de figura do povo; Bobos in the cultural tradition of Cidade de Goiás riddles and silences about this typical popular character

Meireles, Marilucia Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
Esta pesquisa investiga uma categoria de pessoas portadoras, principalmente, de deficiências mentais, associadas também a deficiências físicas, popularmente denominadas de bobos, que, embora em processo de desaparecimento, ainda moram na comunidade da Cidade de Goiás, Estado de Goiás. Estes bobos emergem de uma extensa rede complementar de papéis, participando do cotidiano da cidade há mais de cem anos. Vivem no interior das famílias, nas praças públicas, ou na única instituição que os abriga, o Asilo São Vicente de Paulo. Em sua grande maioria procederam de regiões vizinhas ou da zona rural, ainda que muitos provenham de famílias do lugar. Foram absorvidos de maneira indiscriminada e naturalizada na convivência cotidiana. Com eles foi estabelecido um tipo de relação social sustentado por costumes muito arraigados. Foram adotados e criados pelas famílias, que se valeram de suas deficiências mentais para submetêlos. Em troca de casa e comida prestaram toda sorte de serviços domésticos. Eram treinados para a execução de trabalhos árduos e mecânicos que a topografia da cidade e as falhas estruturais dos serviços urbanos impuseram aos habitantes. A explicação e justificativa para sua existência e o tratamento que recebem se apoiam na formulação generalizada de que os bobos são fruto de relações consanguíneas...

Vitrinespelhos transicionais da identidade: um estudo de moradias e do ornamental em espaços sociais liminares brasileiros; Transitional mirroredwindows of identity: a study of dwellings and of the ornamental in Brazilian liminal social spaces

Rabinovich, Elaine Pedreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/1997 PT
Relevância na Pesquisa
75.75%
O objetivo principal deste trabalho é pensar os termos possíveis de análise do ambiente doméstico compreendido como manifestação psico-sociocultural. Para contornar o viés etnocêntrico, a autora desfocou o estudo das "coisas" em um arranjo espacial denominado "moradia" (60 moradias em uma zona urbana paulistana) para a "não-coisa": a não-casa (49 "casas" de semcasa), o não-corpo (túmulos em cemitérios), e o não-urbano (20 casas vemaculares do interior nordestino). Desdobramentos sucessivos e complementares sugeriram matrizes virtuais semânticas organizadas, dialeticamente, em um hiper-espaço, nos seguintes termos: simbólica; corporiedade; temporalidade; poética. A aplicação destes termos aos estudos de caso de onde eles provieram deu origem aos capítulos: a casa como símbolo; como corpo; como tempo; como poesia. Cada um destes termos foi analisado tanto de um ponto de vista genético quanto genealógico. Deste método, um outro termo, a brasilidade, emergiu do cruzamento de dois tipos de cultura, a do "corpo" e a da "coisa", permitindo a percepção da brasilidade como decorrendo de uma organização societária híbrida, mestiça, multicultural, sincrética e liminar. A liminaridade como uma condição da brasilidade seria uma condição histórica do sujeito psicossocial brasileiro- que se comporta segundo elementos reprodutíveis que sugerem haver uma des-territorização em torno de uma "mátria"...

Parto e nascimento no ambulatório e na Casa de Partos da Associação Comunitária Monte Azul: uma abordagem antropológica; Childbirth at the Monte Azul Clinic and Birth Center of the Monte Azul Community Association: an anthropological approach

Hotimsky, Sonia Nussenzweig
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
Este estudo de caso buscou caracterizar a clientela de camadas populares e médias de um serviço de saúde "alternativo", com uma proposta de parto ambulatorial realizado fora do hospital, assistido por obstetrizes. Seu objetivo principal foi o de compreender a forma como ambas as clientelas conheceram e passaram a freqüentar esse serviço e os motivos que as levaram a fazerem essa opção, buscando reconhecer semelhanças e diferenças entre elas. O serviço em estudo foi o ambulatório e a Casa de Parto da Associação Comunitária Monte Azul - ACOMA, associação antroposófica que tinha, por objetivo, prestar serviços de saúde, prioritariamente, a moradores de duas favelas e do bairro em que se situa. A análise parte de uma abordagem antropológica, na qual a parturição é vista como uma arena, em que concepções e práticas conflitantes e competitivas se confrontam e se articulam. Foram utilizados métodos e técnicas qualitativos e quantitativos. A realização de entrevistas semi-abertas, visando a apreender as narrativas dos sujeitos acerca de suas vivências de gestação e parto, ao lado da observação participante de consultas de pré-natal e parto foram os principais instrumentos da análise qualitativa empreendida. Foi usada metodologia quantitativa para caracterizar o cenário da investigação...

As Tecnologias e seus Significados. Um Estudo da Cerâmica dos Asuriní do Xingu e da Cestaria dos Kayapó-Xikrin sob uma Perspectiva Etnoarqueológica; Technologies and their meanings: a study of Asuriní do Xingu pottery and Kayapo-Xikrin basketry through an ethnoarchaeological perspective

Silva, Fabiola Andrea
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
75.74%
Através do estudo da cerâmica dos Asuriní do Xingu e da cestaria dos Kayapó-Xikrin, desenvolvi uma reflexão sobre os diferentes significados das tecnologias. Em outras palavras, tentei evidenciar que os processos produtivos da cultura material não são, exclusivamente, um indicador da adaptabilidade ou da eficiência do homem na resolução dos problemas originado da sua relação com o mundo material, mas que ao mesmo tempo, eles são uma construção social. A partir dos dados coletados, tentei contribuir para as discussões sobre os processos de formação do registro arqueológico e mais precisamente, sobre as causas e consequências da variabilidade artefatual em sua dimensão formal, quantitativa, espacial e relacional. Acima de tudo, este trabalho é um exemplo das possibilidades que a abordagem etnoarqueológica pode oferecer para a reflexão sobre os registros arqueológicos, bem como, para os estudos de cultura material de diferentes populações.; Through the study of Asuriní of Xingus ceramic and of Kayapó-Xikrins basket, I develop a reflection on the different meanings of the technologies. In other words, I try to evidence that the productive processes of the material culture are not, exclusively, an indicator of the adaptability or of the mans efficiency in the material culture are not...

Antropologia cinética : relações interpenetrantes entre a vida e a imagem

Miranda, Marta Isabel Mesquita Varzim
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
65.82%
A incapacidade do ser humano perceber quem realmente é e o que faz no mundo atira-o para todo o tipo de situações que de alguma forma lhe sirvam de consolo e de recompensa. Dessa vulnerabilidade emerge o cogito do sonhador que, fruto dum impulso homeostático e de uma atividade psíquica em busca de autoconhecimento, o impulsiona para uma produção desmedida de conteúdos ficcionais e, consequentemente, o mergulha em infindáveis inferências semióticas. A tese que aqui se apresenta dedica-se, num primeiro momento, ao estudo da dependência do ser humano relativamente às imagens, às histórias e à ficção e seguidamente ao poder da animação – recurso cada vez mais utilizado como meio de comunicação emocional. Partindo da questão: Como a ficção nos humaniza e qual a pertinência da animação nesse contexto, tem-se por objetivo chegar a um novo entendimento sobre qual tem vindo a ser o papel da animação, nomeadamente quando esta reflete uma espécie de metonímia do próprio processo de vida e se torna num notável objeto de autorreflexividade humana. Contrariamente a outros estudos que recorrentemente entendem e analisam a animação como uma técnica cinematográfica, o trabalho que aqui se apresenta procurará revelar através duma abordagem transdisciplinar com base no construtivismo radical (uma teoria do conhecimento que reconhece a pluralidade de cunho biográfico e cultural das percepções e das perspectivas da realidade)...

Identidades regionais e representações colectivas do espaço

Silvano, Filomena
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1988 POR
Relevância na Pesquisa
75.78%
Trabalho apresentado por:FILOMENA SILVANO Tendo em vista o grau de Mestre em Antropologia Cultural e Social e Sociologia da Cultura

O poder do espaço : dominação simbólica, território e identidade nas montanhas de Trás-os-Montes

Afonso, Carlos Alberto
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
O significado cultural do território demarcado das aldeias transmontanas constitui a avenida de investigação desta monografia. Diversos cenários simbólicos, rituais e mitopoeicos são relacionados, demonstrando o uso do território, na acção e na conceptualização da identidade. Numa era de extensão das fronteiras da comunidade, com a integração na sociedade nacional e global, os aldeões encontram-se envolvidos numa redefinição da natureza do social e numa redefinição da própria natureza. O argumento avança para a observação da autarquia, dos rituais e da mitiologia aldeãs como realidades historicamente processadas. As tradições folk são menos uma forma vestigial do passado do que expressão da formação de hegemonias sociopolíticas e ideológicas que acompanham a incorporação no estado nacional moderno, no século XIX. A discussão é conduzida, assim, para a distinção entre, por um lado, o poder sobre o espaço e, por outro, o poder do espaço. A distinção entre a espacialidade como fundamento geográfico do exercício do poder e o espaço como arma simbólica. O argumento segue uma orientação diversa da tendência, largamente dominante na tradição antropológica, para abordar o espaço como província de representação e metáfora. A questão é que o território aldeão constitui uma ordem de poder simbólico que opera fora das metáforas dos discursos hegemónicos...

"Vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem: um estudo na perspectiva cultural" ; Experiencing sexuality in nursing attendance: a study in the cultural perspective.

Ressel, Lúcia Beatriz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
65.9%
A sexualidade é uma condição humana presente em todas as fases de vida das pessoas. Neste estudo, objetivei compreender de que forma o tema sexualidade, condicionado culturalmente, é vivenciado na prática da assistência de enfermagem, pelas enfermeiras. Para tanto, adotei como opção conceitual a Antropologia Cultural, uma vez que ela apresenta uma concepção de sexualidade como construção histórica-social-cultural progressiva, singular, dinâmica, flexível e contextualizada, vale dizer, como uma elaboração prória de cada pessoa. A abordagem qualitativa adotada foi o método etnográfico e os dados foram obtidos por intermédio das técnicas do grupo focal e da entrevista semi-estruturada. Emergiram da análise dos dados os descritores culturais, que permitiram a identificação dos sub-temas: construções singulares, tornando-se enfermeira, vivenciando a sexualidade na assistência de enfermagem e descontruções e reconstruções. Acrescentei, nessa análise o capítulo emergindo analogias, que contém um confronto entre a representação do eu-enfermeira e a simbolização das deusas gregas, refletindo a forma como as colaboradoras experenciam o tema da sexualidade no fazer enfermagem. Este estudo viabilizou a expressão dos significados particulares acerca da sexualidade...

Historia-de-vida como herramienta para el conocimiento de la antropología cultural del venezolano popular en la orientación. Historia-de-vida de Ángeles Nieto

Jiménez Méndez, Jocelis del Carmen; Yépez Nieto, María de los Ángeles
Fonte: Universidade de Carabobo Publicador: Universidade de Carabobo
ES_ES
Relevância na Pesquisa
65.78%
Comprender la experiencia de La historia-de-vida como herramienta para el conocimiento de la antropología cultural del venezolano popular en la orientación historia-de-Vida de Ángeles Nieto se constituye en un reto para el orientador, este estudio lo realizamos basándonos en las siguientes teorías: las necesidades de A. Maslow (1908-1970), la Salud Mental de J.L Vethencourt (1996) Esta investigación se da en el complejo paradigma de los métodos cualitativos de la investigación social, y dentro de estos, en el “enfoque biográfico”, historia-de-vida convivida de A. Moreno. Con un diseño de “prehistoria”, historia e interpretación, en este proceso interpretativo se utilizaron las marcas-guías, la metódica que es la multiplicidad de métodos según la historia lo demande, la clásica pregunta hermenéutica; se produjeron 77 bloques narrativos, de ellos surgieron 7 temáticas. Ya que Desde la orientación se puede sensibilizar al individuo para un mejor crecimiento personal dentro de la Historia de Vida.

Nueva cocina chilena: culinaria e identidad

Ivanovic Willumsen, Catalina
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
65.77%
Memoria para optar al título de Antropóloga Social; Los supuestos que guían la investigación dicen relación con la existencia de una cocina y cuisine mestiza en las regiones I. X y Metropolitana que poseería características propias, pero que estaría encubierta en operaciones culinarias homogéneas. Por otro lado, en cuanto a la preparación y al consumo serían las mujeres las transmisoras y reproductoras del lenguaje de los menús (sintaxis) cotidianos, generando por tanto los estilos de cada región. Por ello, las relaciones de género se expresarían simbólicamente en la cocina verificando el orden social y definiendo los códigos culturales regionales.

Two black women: stories of popular religiosity and resistance; Duas Mulheres Negras: histórias de religiosidade popular e resistência

Valente, Ana Lúcia E. P.; Gusmão, Neusa Maria Mendes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
65.7%
The story of two contemporary black communities reveal that cultural differences were transformed from slavery, giving rise to various forms of being black as a group. In both cases, the tradition and the memory of Catholic religious practice, worship of St. Benedict, reveal themselves as a movement q restores the common history shared, allowing the preservation of the physical and social space. At the time reveals plumb up there, a practice of "white", a unique and sturdy universonegro. In the examples analyzed, the question arises of who is a black out of Africa, discusses the role of cultural processes that transform and are transformed over time, and scales qualitatively the question of color and race in the diaspora.; A história de duas comunidades negras contemporãneas revelam que as diferenças culturais se transformaram a partir da escravidão, dando origem as diversas formas de existir enquanto grupo negro.Nos dois casos, a tradição e a memória da prática religiosa católica, no culto de São benedito, revelam-se como um movimento qe repõe a história comum partilhada, permitindo a preservação do espaço físico e social. Ao memso tempo revela-se aí, numa prática de "brancos", um universonegro singular e resistente.Nos exemplos analisados...

O patrimônio cultural brasileiro e a antropologia enquanto fazer técnico: a expressão de um Estado contraditório e os dilemas no "uso da diversidade"; The Brazilian cultural heritage and the anthropology as official knowledge: the expression of a contradictory State and the dilemmas in the use of the cultural diversity

Toji, Simone
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
O texto debruça-se sobre a atuação do profissional antropólogo dentro das políticas públicas de patrimônio, identificando a configuração particular entre Estado, sociedade e saberes em tempos de democratização e de diversidade cultural.; The text address to the work of the anthropologist in the cultural heritage policies, identifying a particular configuration between State, society and knowledge in times of democratization and cultural diversity.

ENVENENAR É MAIS PERIGOSO - UMA ABORDAGEM ETNOGRÁFICA; POISONING IS TOO DANGEROUS - AN ETHNOGRAPHIC APPROACH

Souza, Luiza Jane Eyre Xavier de; Barroso, Maria Grasiela Teixeira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em // POR
Relevância na Pesquisa
65.84%
A intoxicação exógena é um dos principais acidentes domésticos em menores de 5 anos. Está interligada às situações facilitadoras, ao estilo de vida da família, aos hábitos culturais e as fases da criança. Este estudo teve como objetivo, conhecer o comportamento dessa família frente à intoxicação exógena na criança, interpretando o seu contexto sociocultural. Utilizamos a abordagem etnográfica como metodologia. Foram estudadas oito famílias, de crianças intoxicadas, na faixa de 1 a 5 anos, atendidas em um hospital público, da Cidade de Fortaleza. Mediante a análise de domínios culturais e taxonômica, o tema cultural do estudo emergiu como sendo Nenhuma mãe quer que aconteça nada com seu filho. Estes achados etnográficos foram analisados à luz da Teoria da Diversidade e Universalidade Cultural do Cuidado, relacionando a influência da visão de mundo e das dimensões das estruturas cultural e social no conjunto de significados revelados pelas famílias. Entendemos que seja fundamental que a equipe de enfermagem planeje e desenvolva o seu cuidado em harmonia do ser humano e contexto sociocultural.; Poisoning is considered to be one of the main home accidents in the age group of 1-5 years. The accidents have relations with facilitated situations...

Patrimônio cultural, memória social e políticas públicas: agentes étnicos formativos

Teixeira Pinto Farias, Agenor José
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropolgia Social da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
65.78%
Neste artigo, destaco a ênfase dada à construção da categoria etnia como operadora de visões de mundo, de cosmologias particularizadas. Nessa condição, os conceitos de Patrimônio Cultural e Memória Social se cruzam. Procuro estabelecer a relação entre a cultura material e as diferentes cosmologias ameríndias. A oralidade se destaca na medida em que é parte constitutiva dos saberes ameríndios com suas narrativas. A contribuição da categoria – patrimônio imaterial, diz respeito a uma multivocalidade relativa ao conceito de cultura. O patrimônio cultural pode ser pensado em campos etnográficos específicos e assume sua referência a partir do ponto de vista do outro nativo. O patrimônio cultural pode indicar também, em suas variadas representações, diferentes formas de autoconsciência cultural.

Política do corpo e política de vida: a tatuagem e o body piercing como expressão corporal de uma ética da dissidência

Ferreira,Vitor Sérgio
Fonte: Centro em Rede de Investigação em Antropologia - CRIA Publicador: Centro em Rede de Investigação em Antropologia - CRIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
65.7%
A estética da divergência, que caracteriza a corporeidade extensivamente marcada com recurso à tatuagem e ao body piercing, configura uma forma de demarcação estilística através da qual alguns jovens constroem e dão a (re)conhecer não só a sua identidade pessoal, mas também o modo como percebem e se relacionam com o mundo. Implica uma performance estética que excorpora uma homóloga atitude ética, consubstanciando um sentido de desafiliação perante a ordem cultural e social estabelecida. Trata-se de uma ética de dissidência que reclama uma remoralização da vida quotidiana no sentido de conquistar um espaço social de existência no mundo, onde seja possível viver o compromisso com um corpo, uma identidade e um estilo de vida que se pretende «alternativo» aos disponibilizados pelo actual «supermercado de estilos», em condições de autenticidade, respeito e liberdade individual.