Página 1 dos resultados de 3893 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Resistência bacteriana aos antibióticos como um problema de saúde pública : o papel do farmacêutico enquanto promotor de saúde

Matos, Cristiana Ramos da Conceição
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Os antibióticos são utilizados para melhorar uma infecção estabelecida e possuem a finalidade de eliminar ou impedir o crescimento bacteriano. Ao longo dos anos, as bactérias patogénicas tornaram-se resistentes a muitos antibióticos devido ao seu uso abusivo e incorrecto. A título de exemplo da importância da realização de análises microbiológicas antes da terapêutica antibiótica ser estabelecida, foi seguido o doente A.S. no Hospital Cuf Descobertas com diagnóstico de insuficiência respiratória global. De acordo com os seus antecedentes clínicos confirmou-se que o doente esteve durante uma semana a tomar um antibiótico para o qual era resistente, o que poderá ter contribuído para o agravamento da situação clínica do doente. Com o objectivo de avaliar o conhecimento dos utentes em relação ao consumo dos antibióticos e possíveis incorrecções no respectivo tratamento, realizou-se um questionário aos utentes frequentadores da Farmácia Campos Gomes. Participaram neste estudo 106 indivíduos com idade igual ou superior a 16 anos. A maioria dos inquiridos é do sexo feminino (67,92%) e possui o 1º ciclo de escolaridade (36,79%). O tratamento de infecções na garganta é a principal razão para o consumo de antibióticos (22...

Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura; Administration of antibiotics by subcutaneous injection: integrative literature review

Azevedo, Eliete Farias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
A administração de medicamentos por via subcutânea é considerada segura, de manuseio simples e descrita como alternativa às vias intravenosa e intramuscular em pacientes em cuidados paliativos (CP) com difícil acesso venoso. A escassez de estudos e a pouca divulgação dessa via parenteral para administração de antibióticos restringem o seu uso. Portanto, realizou-se uma revisão integrativa da literatura, com objetivo de identificar e analisar as evidências disponíveis na literatura científica sobre o uso de antibióticos por via subcutânea em pacientes com difícil acesso venoso em CP quanto à tolerância local e à eficácia terapêutica, utilizando-se como referencial teórico a Prática Baseada em Evidências. Para a busca e seleção dos estudos, foram utilizadas 5 bases de dados: LILACS, CINAHL, PUBMED, EMBASE e Biblioteca Cochrane. A amostra foi de 17 estudos, sendo 4 com nível de evidência forte (nível II), 5 com nível de evidência moderada (nível III) e 8 com nível de evidência fraca (nível V e VI). Foram encontrados 10 antibióticos: Ertapenem, Ceftriaxona, Cefepime, Teicoplanina, Ampicilina, Tobramicina, Amicacina, Netilmicina, Gentamicina e Sisomicina, sendo Ceftriaxona o antibiótico mais estudado. A eficácia terapêutica foi satisfatória por via subcutânea a partir dos parâmetros farmacocinéticos...

Estudo da frequência do fenótipo mutador para resistência aos antibióticos beta-lactâmicos em linhagens de E. coli patogênicas.; Study of the mutator phenotype frequency to beta-lactam resistance in pathogenic E. coli strains.

Costa, Débora dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Atualmente a alta incidência de isolados multirresistentes a antibióticos utilizados na clinica tem-se tornado alarmante. Estudos recentes demonstraram que um dos motivos que contribuem para o aumento da resistência a antibióticos em bactérias é a ocorrência de linhagens que apresentam o fenótipo mutador. Deficiências nos genes do complexo mut, que incluem os sistemas de reparo dependente de metilação (MMR do inglês methyl-directed mismatch repair), e o sistema de reparo oxidativo (GO) podem gerar linhagens com um fenótipo mutador, que, por sua vez, levam ao aumento das taxas mutacionais espontâneas. Isolados clínicos com fenótipo mutador foram descritos em amostras de Escherichia coli patogênica empregando-se a resistência para antibióticos como rifampicina, cloranfenicol e quinolonas mas não há registros de estudos envolvendo o possível impacto do fenótipo mutador sobre a frequência de mutações espontâneas que levem à resistência aos antibióticos beta-lactâmicos. No presente trabalho estudamos a ocorrência do fenótipo mutador frente à resistência aos antibióticos beta-lactâmicos de amplo uso clínico em linhagens de E. coli patogênicas de origem humana, incluindo 48 amostras de E. coli uropatogênica (UPEC) e 5 amostras de E. coli associadas a infecções entéricas. Foram utilizadas como controles positivos para o fenótipo mutador linhagens de E. coli K12 deficientes nos genes mutY ou mutS. Testes qualitativos revelaram a ocorrência de 6 amostras de UPEC e 2 amostras de EHEC com fenótipo mutador para cefalotina...

Antibiotic resistance in Escherichia coli isolates from different sources; Resistência a antibióticos em isolados de Escherichia coli de diferentes fontes

Alves, Marta Salgueiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
37.11%
A descoberta e produção de antibióticos foi um grande avanço para a medicina na primeira metade do século passado. No entanto, as bactérias adaptaram-se rapidamente desenvolvendo mecanismos de resistência aos antibióticos cuja disseminação é facilitada pela transferência horizontal de genes. Hoje em dia a resistência a antibióticos constitui um problema de saúde pública sendo detectada não só a nível clínico, mas também em ambientes naturais, com particular destaque para os ambientes aquáticos. As ilhas das Berlengas são uma reserva natural. No entanto tem sido detectada poluição associada a contaminação fecal na água da praia. Estudos anteriores concluíram que a principal origem desta contaminação são as fezes de gaivotas existentes na ilha. O objectivo principal deste estudo foi analisar o perfil de resistência a antibióticos de isolados de Escherichia coli obtidos da água da praia da ilha das Berlengas, de fezes de gaivotas e do único efluente de águas residuais de origem humana existente na ilha. Com isto, pretende-se avaliar o risco para a saúde pública da contaminação fecal da água e confirmar a origem dessa poluição. Foi também objectivo deste trabalho identificar marcadores associados a resistência a antibióticos que contribuam para descriminar as fontes de poluição fecal. Neste sentido procedeu-se à classificação dos 414 isolados de E. coli das diferentes fontes de acordo com os principais grupos filogenéticos (A...

Evaluación de 10 años del primer programa institucional de uso racional de antibióticos en Gipuzkoa: 1999-2009

Gastelurrutia, Miguel A.; Larranaga, Belen; Garay, Angel; Fernandez-Llimos, Fernando
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.16%
En 1999 el COF de Gipuzkoa puso en marcha un programa institucional con el objetivo de promover el uso racional de antibióticos,conocer la situación de la demanda y dispensación de antibióticos con y sin receta en las farmacias de Gipuzkoa y reforzar la actuaciónprofesional del farmacéutico.En este estudio se presenta la evaluación de los resultados de 10 años de duración del programa. Método: Se diseñó un protocolo de actuación y un procedimiento de recogida de datos en la farmacia, para su posterior evaluación,siendo la participación voluntaria. Resultados: Se presentan los datos obtenidos en 3 puntos de corte, al inicio del programa (1999), a los cinco y a los 10 años delinicio (2009). El número de farmacias participantes disminuyó desde 152 (54,7%) a 86 (30,6%), con una media de 280 farmaciasexistentes en la provincia.El número de solicitudes de antibióticos sin receta disminuyó de un 13,6% a un 1,5% respecto a la solicitud total de antibióticos, cono sin receta.En cuanto a la dispensación de antibióticos sin receta se pasó de un 68,9% al 39,2% respecto a los solicitados sin receta. Sobre lademanda total de antibióticos, con o sin receta, se pasó del 9,8% al 0,6%. Conclusiones: Durante los 10 años de duración del I Programa institucional de uso racional de antibióticos en Gipuzkoa...

Análise molecular da resistência a antibióticos, factores de virulência e grupos filogenéticos em Escherichia coli e Enterococcus spp. de animais

Gonçalves, Alexandre Fradeira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Dissertação de Mestrado em Biologia Clínica Laboratorial; O reconhecimento da resistência antimicrobiana como um fenómeno emergente em saúde pública, tem constituído um problema a nível mundial A comunidade científica constatou a necessidade de realizar a avaliação da susceptibilidade aos antibióticos em “bactérias indicadoras” de diversas origens, como uma medida para combater o aumento da resistência antimicrobiana. As bactérias comensais Escherichia coli e Enterococcusspp. são colonizadoras do tracto gastrintestinal da maioria dos animais e humanos permitindo realizar estudos de emergência, ocorrência e disseminação da resistência aos antibióticos. Este trabalho teve por objectivo estudar a taxa de resistência a antibióticos em isolados fecais de E. coli e Enterococcus spp. de diferentes origens animais, detectar factores de virulência e analisar os grupos filogenéticos dos isolados de E. coli.Um total de 209 amostras fecais (54 de avestruz, 13 de burro, 30 de suíno comercial, 35 de suíno bísaro e 77 de javali) foram semeadas em Slanetz-Bartley (suplementado e não suplementado com vancomicina) e em Levine (suplementado e não suplementado com cefotaxima). Testou-se a susceptibilidade aos antibióticos pelo método da difusão em disco de acordo com as normas do CLSI...

MLST e estudo genético da resistência a antibióticos e factores de virulência em Enterococcus spp. isolados de amostras fecais de douradas (Sparus aurata)

Barros, Joana Alberta Ribeiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Dissertação de Mestrado em Biotecnologia para as Ciências da Saúde; O reconhecimento da resistência antimicrobiana, como um fenómeno emergente em saúde pública, tem constituído um problema a nível mundial. A comunidade científica constatou a necessidade de realizar a avaliação da susceptibilidade aos antibióticos em “bactérias indicadoras” de diversas origens, como medida para combater o aumento da resistência antimicrobiana. Enterococcus spp. são bactérias comensais que colonizam a microbiota intestinal da maioria dos animais e humanos permitindo realizar estudos de emergência, ocorrência e disseminação da resistência aos antibióticos. Este trabalho teve como objectivo a avaliar a resistência antimicrobiana, identificar e avaliar o tipo de Tn1546, comparar os mecanismos e complexos clonais detectados com as estirpes mais prevalentes a nível clínico, bem como detectar a presença de genes de virulência em enterococos isolados de amostras fecais de douradas (Sparus aurata). Um total de 118 amostras fecais de douradas foram semeadas em placas de Slanetz-Bartley (suplementado e não suplementado com vancomicina). Testou-se a susceptibilidade aos antibióticos pelo método da difusão de disco de acordo com as normas do CLSI...

Caracterização fenotípica e genotípica da resistência a antibióticos em Enterococcus spp. isolados de tracto intestinal de coelhos (Oryctolagus cuniculus)

Coimbra, Antónia Maria Monteiro Paiva
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica; Os antibióticos utilizados em ambiente de produção animal, para além de serem empregues no tratamento de infecções bacterianas, são também utilizados como agentes profilácticos e como promotores de crescimento. O uso inapropriado em animais, de compostos com estruturas similares aos usados em humanos, muita das vezes contribui para um acréscimo das resistências bacterianas, tornando estas moléculas menos profícuas no tratamento de infecções animais e humanas. O aparecimento de estirpes bacterianas com múltipla resistência aos agentes antibacterianos em animais de produção, é preocupante, pela possível passagem dos microrganismos ou dos seus genes de resistência aos humanos através da cadeia alimentar. Em cunicultura, as doenças infecciosas são um factor limitante do potencial produtivo e consequentemente da rentabilidade de uma exploração. Os isolados bacterianos analisados no presente trabalho provieram de um estudo que pretendeu avaliar efeitos da inclusão de diferentes teores de manano-oligossacaridos (Bio-Mos®: MOS 1; MOS 1.5; MOS 2) na dieta de coelhos a partir do 32º dia, comparando os resultados com um controlo negativo (sem aditivos) e um controlo positivo (com um antibiótico promotor de crescimento: APC...

Taxa de Utilização de Antibióticos numa UCIN

Rodrigues, V; Santos, S; Maia, R; Neto, MT; Serelha, M
Fonte: Pediatria Médica, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central EPE Publicador: Pediatria Médica, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central EPE
Tipo: Outros
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Introdução: Os antibióticos são dos fármacos mais prescritos em Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN). Apesar disso, os estudos sobre este assunto são escassos. Objectivos: Avaliar a taxa de utilização de antibióticos numa UCIN médico-cirúrgica. Métodos: Estudo prospectivo, observacional. Foi realizado o registo diário dos antibióticos efectivamente administrados a todos os recém-nascidos internados, durante dois períodos de 2 meses do ano de 2010. Os dados foram registados todos os dias após a segunda visita diária. Variáveis: número de doentes tratados, dias de antibióticos (AB), dias de tratamento/doente, número de cursos de AB e número de AB por doente. Resultados: Recém-nascidos internados - 113; dias de internamento - 1722; duração do internamento - 15,2 dias; 85 recém-nascidos receberam antibióticos; dias de antibióticos - 771; taxa de utilização de antibióticos - 44,8; 292 antibióticos foram prescritos; 61,8% dos doentes receberam mais de dois antibióticos e 15,3% fizeram mais de um curso. Os mais frequentes foram gentamicina, cefotaxima, ampicilina, vancomicina e metronidazol. Conclusão: A taxa de utilização de antibióticos deve ser objecto de auditorias e considerado critério de qualidade na avaliação das UCINs.

Taxa de Utilização de Antibióticos numa UCIN

Rodrigues, V; Santos, S; Maia, R; Neto, MT; Serelha, M
Fonte: Pediatria Médica, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central EPE Publicador: Pediatria Médica, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central EPE
Tipo: Outros
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Introdução: Os antibióticos são dos fármacos mais prescritos em Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN). Apesar disso, os estudos sobre este assunto são escassos. Objectivos: Avaliar a taxa de utilização de antibióticos numa UCIN médico-cirúrgica. Métodos: Estudo prospectivo, observacional. Foi realizado o registo diário dos antibióticos efectivamente administrados a todos os recém-nascidos internados, durante dois períodos de 2 meses do ano de 2010. Os dados foram registados todos os dias após a segunda visita diária. Variáveis: número de doentes tratados, dias de antibióticos (AB), dias de tratamento/doente, número de cursos de AB e número de AB por doente. Resultados: Recém-nascidos internados - 113; dias de internamento - 1722; duração do internamento - 15,2 dias; 85 recém-nascidos receberam antibióticos; dias de antibióticos - 771; taxa de utilização de antibióticos - 44,8; 292 antibióticos foram prescritos; 61,8% dos doentes receberam mais de dois antibióticos e 15,3% fizeram mais de um curso. Os mais frequentes foram gentamicina, cefotaxima, ampicilina, vancomicina e metronidazol. Conclusão: A taxa de utilização de antibióticos deve ser objecto de auditorias e considerado critério de qualidade na avaliação das UCINs.

Uso de antibióticos en el Hospital Clínico Univesitario Virgen de la Arrixaca 2012 : estudio descriptivo, patrones de cambio (1978, 1982, 2012) e influencia del tratamiento antibiótico protocolizado en la evolución de los pacientes con infecciones

Bonillo García, Cristina
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.18%
Objetivos: 1. Describir el uso de antibióticos en el Hospital Clínico Universitario Virgen de la Arrixaca (HCUVA) 2012. 2. Valorar la influencia de la protocolización del tratamiento antibiótico en la evolución del paciente con proceso infeccioso 3. Analizar los patrones de cambio en el uso de antibióticos (1978-1982-2012) 4. Evaluar los conocimientos, actitudes y las prácticas de prescripción de antibióticos entre los médicos del HCVA Pacientes y métodos: 1. Estudio prospectivo de todos los pacientes que recibieron tratamiento antibiótico a lo largo del mes de Abril de 2012. 2. Se analizaron los factores asociados a mortalidad y fallo terapéutico, definido como, persistencia microbiológica, recidiva o muerte. La significación estadística p <0,05 3. Las prescripciones de antibióticos fueron analizadas y comparados con las del mes de abril de 1978 (sin protocolo), 1982 (creación de comisión de enfermedades infecciosas y establecimiento de las líneas generales del control de antibióticos) y 2012 (protocolos bien establecidos y definidos incluyendo directrices para el tipo de infección y gravedad). Significación estadística p <0,05 4. Cuestionarios autoadministrados. Resultados: 1. 602 pacientes de 1265 pacientes ingresados durante el mes de estudio recibieron tratamiento antibiótico...

Comportamento da população do concelho de Vizela no consumo de antibióticos; Antibiotics comsumption behaviour of the Vizela's region population

Ribeiro, Maria Isabel; Pinto, Isabel C.; Pedrosa, Claúdia
Fonte: Universidade Nova de Lisboa, Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Universidade Nova de Lisboa, Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Este estudo tem como objectivos determinar o nível de conhecimento no uso de antibióticos e identificar a influência de características, designadamente, pessoais, sociais, geográficas, económicas e contextuais na frequência de consumo destes medicamentos. Para atingir os objectivos foi levado a cabo um estudo descritivo e transversal que teve como base a construção de um questionário, que foi posteriormente aplicado a 282 indivíduos da população do Concelho de Vizela durante os meses de Janeiro e Fevereiro do ano de 2008. Através de uma análise descritiva dos dados fez-se a caracterização da amostra. Posteriormente, recorrendo à análise bivariada identificaram-se variáveis de natureza, pessoal, social, económica e contextual, que apresentam associações, estatisticamente, significativas com as variáveis “conhecimento do uso de antibióticos” e “frequência de consumo de antibióticos”. Participaram neste estudo 282 indivíduos, dos quais 50,7% são do sexo masculino e 49,3% são do sexo feminino. Os inquiridos apresentam idade igual ou superior a 15 anos. A maioria dos respondentes é activo (76,6%), possui até ao 3º ciclo de escolaridade (61,6%), e reside na cidade (73%). O tratamento de amigdalites é a principal razão para o consumo de antibióticos (37%). De acordo com os resultados não existe associação entre as variáveis de natureza...

Resistance to last-resort antibiotics in natural environments; Resistência a antibióticos de último recurso em ambientes naturais

Tacão, Marta Cristina Oliveira Martins
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
37.14%
Last-resort antibiotics are the final line of action for treating serious infections caused by multiresistant strains. Over the years the prevalence of resistant bacteria has been increasing. Natural environments are reservoirs of antibiotic resistance, highly influenced by human-driven activities. The importance of aquatic systems on the evolution of antibiotic resistance is highlighted from the assumption that clinically-relevant resistance genes have originated in strains ubiquitous in these environments. We hypothesize that: a) rivers are reservoirs and disseminators of antibiotic resistance; b) anthropogenic activities potentiate dissemination of resistance to last-resort antibiotics. Hence, the main goal of the work is to compare the last-resort antibiotics resistome, in polluted and unpolluted water. Rivers from the Vouga basin, exposed to different anthropogenic impacts, were sampled. Water quality parameters were determined to classify rivers as unpolluted or polluted. Two bacterial collections were established enclosing bacteria resistant to cefotaxime (3rd generation cephalosporin) and to imipenem (carbapenem). Each collection was characterized regarding: phylogenetic diversity, antibiotic susceptibility, resistance mechanisms and mobile genetic elements. The prevalence of cefotaxime- and imipenem-resistant bacteria was higher in polluted water. Results suggested an important role in the dissemination of antibiotic resistance for Enterobacteriaceae...

Consumo de antibióticos de uso controlado en adultos mayores en una institución prestadora de servicios de salud de Bogotá

Avila Pacheco, Mónica Marcela; Ocampo Rodríguez, Diana Marcela; Bejarano Wilches, Dorelly Yadira
Fonte: Facultad de medicina Publicador: Facultad de medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 23/01/2010 SPA
Relevância na Pesquisa
37.19%
Introducción: producir conocimiento sobre el consumo de antibióticos es importante para fomentar el uso racional de medicamentos y controlar el crecimiento de la resistencia bacteriana, sin afectar el tratamiento de infecciones, especialmente en adultos mayores. Metodología: estudio de Utilización de Medicamentos (antibióticos de uso controlado) en adultos mayores en una IPS en Bogotá, basado en registros de facturación y prescripción entre enero y julio de 2009. Resultados: la mediana de edad estuvo en 75 años; 48,6% eran mujeres; los registros del grupo de 71–80 años mostraron una alta frecuencia de prescripción de antibióticos. De los 4624 registros de egresos, 426 tenían al menos una solicitud de prescripción de algún antibiótico de uso controlado. De las 676 solicitudes de prescripción de antibióticos de uso controlado, 27,7% correspondieron al principio activo Vancomicina. Se consumieron en total 5983 DDD de antibióticos de uso controlado; la densidad de consumo fue 18,63 DDD/100 camas-día y Meropenem el antibiótico de mayor consumo con 4,59 DDD/100 camas-día, correspondiente a 24,6% del total de DDD/100 camas-día. Los antibióticos controlados representaron US$361.062 del total facturado en medicamentos. Meropenem tiene el costo total más alto: US$136.313. El antibiótico con mayor costo por DDD fue Tigeciclina con US$27.346. Conclusiones: la frecuencia de prescripción de antibióticos de uso controlado fue 9...

Antibióticos, bases, conceitos e fundamentos essenciais para o profissional de saúde

Rosa, Jocasta Luisa Noveli da
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel no curso de Farmácia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Antes da existência dos antibióticos ocorriam mais mortes por doenças infecciosas, conforme a ciência evoluiu, os cientistas encontraram um medicamento capaz de combater o crescimento bacteriano e inclusive em determinados casos sua morte. No entanto, nos tempos atuais, a produção de antibióticos diminuiu de forma bastante considerável, visto que a velocidade que tem surgido bactérias resistentes, capazes de inativar a ação destas substâncias, é superior a velocidade com que eles estão sendo desenvolvidos. Desta maneira e também através do uso indiscriminado surgiram diversos tipos de antibióticos restritos. A partir do interesse inicial do tema de pesquisa, procurou-se identificar, particularizar e demarcar o problema associado a antibióticos de uso restrito. O objetivo desta pesquisa foi realizar revisão bibliográfica para determinar conceitos de antibióticos, pesquisar se existem protocolos e critérios de utilização de antibióticos em área hospitalar, aprofundar conhecimentos sobre a Klebsiella pneumoniae carbapenemase, (KPC) e observar a eficiência dos antibióticos. O referido trabalho fundamentou-se em bibliografias e artigos atualizados com ampla discussão sobre o tema. Constatou-se que os resultados encontrados não possuem unanimidade entre as instituições hospitalares.

Genómica aplicada à detecção da resistência a antibióticos em estirpes de escherichia coli de crianças saudáveis

Barreto, Ângela Maria Almeida
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
Dissertação de Mestrado em Biologia Clínica Laboratorial; O desenvolvimento de resistências aos antibióticos, por estirpes bacterianas, tem-se revelado um problema crescente em saúde pública. Este fenómeno adquire, ainda, maiores proporções quando estirpes potencialmente patogénicas adquirem resistência à maioria dos antibióticos usados rotineiramente em clínica conduzindo a falha terapêutica e agravamento do estado de saúde do indivíduo. Escherichia coli é uma bactéria gastrointestinal do Homem e da maioria dos animais usada como indicadora do grau de resistência a antibióticos neste ecossistema. Este facto, permite não só conhecer o nível de resistências em bactérias comensais como prever os níveis de resistências a antibióticos que poderão ocorrer em bactérias potencialmente patogénicas. No âmbito de uma cooperação entre a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, desenvolveu-se este trabalho que teve como objectivo o estudo genómico da resistência a antibióticos em estirpes de Escherichia coli de crianças saudáveis. Um dos objectivos específicos do presente estudo foi a pesquisa de estirpes de E.coli produtoras de β-lactamases de amplo espectro (BLAE´s)...

Prescripción y uso de antibióticos en una unidad de cuidados intensivos pediátricos de la Ciudad de Buenos Aires: Prescription and use of antibiotics at a pediatric intensive care unit in Buenos Aires City

Bidone,Nancy; Giglio,Norberto; Bakir,Julia; Sheehan,María G; Arias López,María P; Rosin,Melina; Farías,Julio; Procopio,Adriana; Gentile,Ángela
Fonte: Archivos argentinos de pediatría Publicador: Archivos argentinos de pediatría
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 ES
Relevância na Pesquisa
37.18%
Introducción. Los antibióticos son los medicamentos de mayor prescripción en terapia intensiva pediátrica (UTIP) con impacto en la resistencia bacteriana y los costos. Objetivos. Evaluar patrones de prescripción y con-sumo de antibióticos. Material y métodos. Desde julio de 2006 hasta enero de 2007, se realizaron cortes de prevalencia mensuales sobre uso de antibióticos al 1° y 7° día de la prescripción. Se calculó un promedio de consumo mensual para cada antibiótico. Resultados. De 81 pacientes, 41 recibieron antibióticos y, de ellos, 34 cumplieron al menos 7 días. Indicadores: 1. Promedio antibiótico por paciente: 83 antibióticos fueron utilizados en el esquema empírico (meropenem 18%, vancomicina 16,8%, amicacina 16,8%, cefotaxima 13,2%, ceftazidima 6%, claritromicina 6%, piperacilina-tazobactam 4,8%, colistin 4,8%). Promedio: 2 antibióticos/paciente; 98 antibióticos fueron relevados al 7º día (vancomicina 17,3%, meropenem 16,3%, amicacina 9,8%, minociclina 9,8%, colistin 9,1%, anfotericina B 6,1%, cotrimoxazol 4%, ceftazidima 5,1%).Promedio: 2,8 antibióticos/paciente. 2. Porcentaje toma de muestras: hemocultivos 100%, aspirados traqueales 68%, catéteres 54,5%. 3. Porcentaje de pacientes con aislamiento: presentaron aislamiento el 56...

Primer programa institucional de uso racional de antibióticos en Gipuzkoa: Evaluación de los años 1999-2004

Gastelurrutia,Miguel Ángel; Larrañaga,Belen; Ortega,Begoña
Fonte: Pharmacy Practice (Granada) Publicador: Pharmacy Practice (Granada)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
37.14%
Objetivo: En el presente trabajo se analizan los resultados, hasta el año 2004, del Programa de Uso Racional de Antibióticos que viene realizándose en Gipuzkoa desde el año 1999 y en el que participan de forma voluntaria casi la mitad de las farmacias. Método: La recogida de datos se realiza en las farmacias y consiste en anotar todos los antibióticos solicitados y dispensados sin receta durante una semana cada trimestre, junto a otra información referida a la actuación del farmacéutico. Finalmente se remiten los datos al COF de Gipuzkoa. Resultados: Durante este periodo se ha producido una disminución considerable de la solicitud de antibióticos sin receta, hasta el 3,6% sobre el total de solicitudes de antibióticos. Por su parte, la dispensación de antibióticos sin receta disminuyó de manera significativa, hasta alcanzar el 1,6% del total de dispensaciones de antibióticos. Esto supone que todavía se siguen dispensando antibióticos sin receta. Conclusiones: Este programa ha conseguido disminuir tanto la solicitud como la dispensación de antibióticos sin receta. Es necesario seguir trabajando en este tipo de programas para reforzar la actuación profesional del farmacéutico, mediante la implicación más activa de las instituciones...

Comportamento da população do concelho de Vizela no consumo de antibióticos

Ribeiro,Maria; Pinto,Isabel
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
Este estudo tem como objectivos determinar o nível de conhecimento no uso de antibióticos e identificar a influência de características, designadamente, pessoais, sociais, geográficas, económicas e contextuais na frequência de consumo destes medicamentos. Para atingir os objectivos foi levado a cabo um estudo descritivo e transversal que teve como base a construção de um questionário, que foi posteriormente aplicado a 282 indivíduos da população do Concelho de Vizela durante os meses de Janeiro e Fevereiro do ano de 2008. Através de uma análise descritiva dos dados fez-se a caracterização da amostra. Posteriormente, recorrendo à análise bivariada identificaram-se variáveis de natureza, pessoal, social, económica e contextual, que apresentam associações, estatisticamente significativas, com as variáveis «conhecimento do uso de antibióticos» e «frequência de consumo de antibióticos». Participaram neste estudo 282 indivíduos, dos quais 50,7% são do sexo masculino e 49,3% são do sexo feminino. Os inquiridos apresentam idade igual ou superior a 15 anos. A maioria dos respondentes é activo (76,6%), possui até ao 3.º ciclo de escolaridade (61,6%), e reside na cidade (73%). O tratamento de amigdalites é a principal razão para o consumo de antibióticos (37%). De acordo com os resultados não existe associação entre as variáveis de natureza...

Vigilancia del uso de antibióticos en el Hospital Pediátrico del Centro Hospitalario Pereira Rossell: susceptibilidad antimicrobiana; gasto y consumo de antibióticos

Giachetto,Gustavo; Martínez,Adriana; Pírez,María Catalina; Algorta,Gabriela; Banchero,Patricia; Camacho,Gabriela; Nanni,Luciana; Ferrari,Ana María
Fonte: Revista Médica del Uruguay Publicador: Revista Médica del Uruguay
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 ES
Relevância na Pesquisa
37.23%
Introducción: La utilización de guías para el tratamiento antibiótico empírico constituye una estrategia fundamental para contener el aumento sostenido en la resistencia bacteriana y en los gastos en antibióticos. En 1998, en el Hospital Pediátrico del Centro Hospitalario Pereira Rossell (HP-CHPR) se adecuaron las guías de antibioticoterapia empírica para las infecciones más frecuentes asistidas en salas generales y en emergencia, en base a la epidemiología local. Desde esa fecha se comenzó la vigilancia del uso de antibióticos. Objetivos: Analizar los resultados de esta vigilancia sobre el gasto y el consumo de antibióticos y sobre la susceptibilidad antimicrobiana. Metodología: Se determinó el gasto generado por los antibióticos recomendados en las guías de atención hospitalaria, en salas generales y en emergencia (penicilina, aminopenicilinas, cefalosporinas, macrólidos). Para estimar el consumo en pacientes hospitalizados se calculó la dosis diaria definida (DDD)/100 camas día para cada uno de los antibióticos. Se compararon los resultados de gasto y consumo 2001-2002. Se comparó la susceptibilidad antimicrobiana de los gérmenes más frecuentes del período 2001-2002 con la previa a la adecuación de las guías terapéuticas. Resultados: Los antibióticos recomendados representaron en el año 2001...