Página 1 dos resultados de 2418 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Caracterização do antígeno-5, alérgeno do veneno da vespa social Polybia paulista com uma abordagem proteômica

Pinto, José Roberto Aparecido dos Santos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 109 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Celular e Molecular) - IBRC; Os venenos dos insetos da ordem Hymenoptera contêm uma variedade de proteínas alergênicas. As ferroadas desses insetos podem induzir reações alérgicas e ocasionalmente, anafilaxias fatais. Há um crescente interesse nos componentes químicos dos venenos desses insetos, sobretudo no campo da alergia e imunologia clínica. As principais reações desses venenos são as reações inflamatórias e/ou imunológicas em suas vítimas, podendo ocorrer alguns efeitos sistêmicos. Dentre os Hymenoptera sociais, os venenos de abelhas e vespas têm sido extensivamente estudados e muitos de seus componentes moleculares já foram isolados e identificados. Fosfolipase, hialuronidase, antígeno-5 e serinoprotease são proteínas antigênicas de elevada massa molecular que, quando injetadas durante o ato de ferroar, iniciam uma resposta imune peculiar, sensibilizando alguns indivíduos. Porém, poucos estudos têm sido realizados para a identificação e o mapeamento dos epítopos desses alérgenos. O conhecimento sobre a interação molecular dos principais alérgenos destes venenos certamente deverá contribuir para o aperfeiçoamento dos diagnósticos de alergia...

Construção e analise da imunogenicidade de uma linhagem atenuada de Salmonella enterica produtora do dominio M2 do antigeno MAEBL de Plasmodium yoelii; Construction and analysis of the immunogenicity of an attenuated straim of salmonella enterica expressing MAEBL antigen M2 domain of Plasmodium yoelii

Fernanda Maria Franzin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
A malária é uma doença tropical causada pelo parasita Plasmodium spp e é considerada um sério problema de saúde pública. São aproximadamente 500 milhões de casos anuais e mais de um milhão de mortes, especialmente na África e Ásia. No Brasil, são 500 mil novos casos por ano, principalmente na região Amazônica. Esses elevados índices de mortalidade e morbidade são motivadores da busca por estratégias de controle e eliminação dessa doença. A vacinação é uma ferramenta promissora no controle e prevenção da malária, entretanto, uma vacina segura e efetiva ainda não está disponível, em parte devido ao complexo ciclo de vida do parasita e a expressão de diferentes antígenos em cada fase. O antígeno de membrana similar ao ligante de eritrócitos (MAEBL), é um forte candidato a ser usado no desenvolvimento de uma vacina efetiva contra a malária, uma vez que esse antígeno é expresso em diferentes períodos do ciclo de vida do parasita. Neste estudo, o domínio M2 do antígeno MAEBL de Plasmodium yoelli foi expresso em linhagens vivas atenuadas de Salmonella enterica Typhimurium (?3987, ?4550 e H683) e o uso dessas bactérias como vacina recombinante potencialmente indutora de proteção contra malária murina foi avaliado. Essas linhagens foram obtidas após construção e transdução do plasmídio pYA3137trc contendo a região m2 do gene maebl e a expressão do antígeno foi confirmada por immunoblotting. A administração oral das linhagens recombinantes a camundongos BALB/c/AnUnib resultou na colonização dos tecidos hospedeiros apenas pela linhagem H683. Essa linhagem foi então avaliada em termos de indução de resposta imune humoral contra M2 e capacidade de imunização no modelo murino. Apesar da resposta humoral contra M2 ter sido detectada in vivo...

Expressão de antígeno tetra-epitopo do vírus Dengue em cloroplastos de alface e avaliação do seu potencial diagnóstico para detecção de anticorpos IgG contra os quatro sorotipos da Dengue

Maldaner, Franciele Roberta
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2013.; A Dengue hoje está presente em mais de 100 países, causando aproximadamente 100 milhões de casos da doença. O diagnóstico laboratorial é de fundamental importância, devido a semelhança de sintomas confundidos com outras doenças como a Febre amarela, Sarampo, Rubéola e Influenza. Técnicas sorológicas como o ELISA são amplamente empregadas para o diagnóstico, entretanto, devido ao uso de extrato bruto viral como fonte de antígeno, ocorrem problemas de reações cruzadas, variação de qualidade e alto custo de produção. Objetivando a diminuição destes problemas com ensaios convencionais de ELISA, antígenos virais recombinantes têm sido produzidos e utilizados em ensaios diagnósticos. Neste trabalho utilizou-se o sistema de transplastomia em alface para a produção de um antígeno recombinante tetra-epitopo, o que permitiu o emprego do extrato bruto proteico de cloroplastos, sem purificação, na detecção sorológica de anticorpos IgG contra os 4 sorotipos da Dengue. O antígeno tetra-epítopo desenvolvido, compreende a região de epítopos que vai do aminoácido 34 ao 57, entre os domínios I/II da proteína do envelope do vírus. O antígeno é composto pelos sorotipos na ordem 4-3-2-1 unidos por linker de 5 glicinas. Na região C terminal adicionou-se cauda de hexa-histidina com o intuito de facilitar a purificação. O ELISA para detecção de IgG...

Estudo de um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose: nota prévia

Marlet,José M.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1974 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Propõe-se um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose, mostrando a maneira de aplicá-lo e prepará-lo. A leitura é feita após 30 minutos de aplicada a injeção, medindo-se o diâmetro da pápula. O antígeno já foi testado em 31 pacientes de cisticercose cerebral e em 64 pessoas não parasitadas; os cisticercóticos apresentaram pápulas medindo em média 14,6 mm, com um desvio padrão de 7,3 mm, enquanto que nos "normais" a pápula mediu 4,9 ± 1,8 mm. Entre os cisticercóticos não houve reações negativas e entre os "normais" 26,5% não reagiram ao antígeno. Não foram narradas complicações posteriores. Encontram-se em fase inicial os testes em portadores de cestóides intestinais. O antígeno parece ter boa sensibilidade e possuir os requisitos necessários para ter valor epidemiológico: economia, fácil obtenção, aplicação e leitura simples, inocuidade, sensibilidade.

Hipersensibilidade tardia a antígeno de Trypanosoma cruzi: I - estudo experimental em coelhos

Teixeira,Antonio R.L.
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Reações de hipersensibilidade cutânea tardia em coelhos infectados com Trypanosoma cruzi homólogo ou heterólogo, foram obtidas pela injeção de 50µg de proteína do antígeno T12E, derivado de um clone do parasito. A especificidade do teste foi indicada pela ausência de reação em coelhos controles normais que receberam a mesma quantidade de antígeno na pele. A injeção intradérmica do antígeno, em cinco ocasiões, não induziu reação cutânea positiva ou soroconversão dos exames de hemaglutinação e aglutinação, em coelhos controles normais. Por outro lado, coelhos chagásicos submetidos a série de cinco testes cutâneos, com intervalos de uma semana, não exibiram alteração da intensidade das reações de hipersmsibilidade ou dos perfis dos títulos de anticorpos séricos. Os registros eletrocardiográficos também não foram alterados pelos testes cutâneos em coelhos normais e chagásicos. A inocuidade do antígeno T12E foi confirmada em experimentos realizados em 36 coelhos chagásicos e 19 coelhos controles normais. Esse estudo mostra que o teste cutâneo com o antígeno T12E pode ser útil no diagnóstico, além de servir como indicador de morbidade da doença.

Hipersensibilidade tardia a antígeno de Trypanosoma cruzi: II - emprego do teste cutâneo com antígeno T12E para diagnóstico da doença de Chagas

Teixeira,Antonio R.L.; Figueiredo,Florêncio; Rezende Filho,Jofre
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Reações cutâneas de hipersensibilidade tardia ao antígeno T12E foram identificadas em 35,7% da amostra de 842 indivíduos do município de Mambaí, Goiás. Suas especificidade e sensibilidade foram comparadas com aquelas dos exames sorológicos. Em 94 pacientes chagásicos comprovados pelo xenodiagnóstico, o teste cutâneo foi positivo em 98,7% dos casos, a imunofluorescência em 97,8% e afixação do complemento em 80,6%. A hemaglutinação foi positiva em todos esses casos. O índice de 0,897 mostrou a estreita relação entre os percentuais positivos dos exames de hemaglutinação e de imunofluorescência com o teste cutâneo, nos chagásicos sem comprovaçãoparasitológica. Esse dado indica que em aproximadamente 90% dos casos os resultados desses três exames são concordantes. A quantidade de 50µg do antígeno T12E empregada no teste cutâneo não apresentou efeitos colaterais e não produziu conversão das provas imunológicas, mesmo quando foi repetido cinco vezes em voluntários sadios, em intervalos de 15 dias. A potência do antígeno permaneceu inalterada após a estocagem a -10ºC, durante 24 meses.

Proposta para estadiamento do câncer colorretal baseada em critérios morfofuncionais: correlação com níveis séricos do antígeno carcinoembrionário

Priolli,Denise Gonçalves; Cardinalli,Izilda Aparecida; Piovesan,Helenice; Margarido,Nelson Fontana; Martinez,Carlos Augusto Real
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
A análise de características morfofuncionais pode ser útil na predição evolutiva do câncer colorretal, especialmente se relacionadas aos níveis séricos de antígeno carcinoembrionário. A pesquisa de instabilidades de cromossomos e genes e alterações da expressão tecidual de proteínas por eles codificadas, tornam atraente a possibilidade do emprego de fatores funcionais como variáveis potencialmente válidas na compreensão do prognóstico do carcinoma colorretal.¹ OBJETIVO: Propor estadiamento baseado nas características morfológicas e funcionais do carcinoma colorretal, valorizando o poder prognóstico do antígeno carcinoembrionário. MÉTODO: Acompanhou-se 35 pacientes em estágios diferentes da evolução do adenocarcinoma colorretal no período de 2001 a 2007. A medida sérica do antígeno carcinoembrionário foi executada pela técnica de quimioluminescência. Realizou-se estudo anatomopatológico para determinação do grau histológico e estádio TNM, e análise imunohistoquímica para determinação da polarização tecidual do antígeno carcinoembrionário. A classificação morfofuncional foi determinada pela combinação entre grau histológico e polarização do antígeno. O estadiamento morfofuncional baseou-se na associação entre classificação morfofuncional e estadiamento TNM...

Comparação de três técnicas de produção do antígeno do lentivírus caprino utilizado no teste de imunodifusão em gel de ágar.

PINHEIRO, R. R.; GOUVEIA, A. M. G.; YORINORI, E. H.; ANDRIOLI, A.
Fonte: Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, São Paulo, v. 42, n. 6, p. 453-458, 2005. Publicador: Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, São Paulo, v. 42, n. 6, p. 453-458, 2005.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.12%
A Artrite Encefalite Caprina (AEC) é uma enfermidade que causa perdas econômicas consideráveis, incluindo perda na produção de leite e diminuição da vida útil do animal. No diagnóstico desta enfermidade o teste de imunodifusão em gel de ágar (IDGA) é utilizado mundialmente como o teste de triagem. Este trabalho teve como objetivo testar três diferentes concentrações de soro fetal bovino (SFB) na produção do antígeno (Ag) para o diagnóstico da AEC, verificar dentre três métodos o mais eficiente para efetuar a concentração e qual a concentração do antígeno produzido mais apropriada para o teste. Tanto o método do AMICON, como o da concentração do Ag por diálise são indicados, entretanto o sistema AMICON, apesar dos custos de implantação, promoveu menor perda de antígeno, maior rapidez e praticidade. Com relação à quantidade de soro fetal bovino (SFB) colocada após a inoculação viral observou-se que 5% de SFB foi a quantidade que apresentou melhores resultados. A concentração do antígeno mais indicada é de 100 vezes, pois permite a detecção de anticorpos contra o vírus da AEC (LVC) por duas proteínas (gp 135 e p28). A purificação do Ag por precipitação/ultracentrifugação, utilizada para provas imunoenzimáticas (ELISA e Dot-BLOT)...

Produção de antígeno para o diagnóstico da Artrite-Encefalite Caprina com cepas virais nativas do Estado do Ceará: dados preliminares.

SANTOS, V. W. S. dos; ARAGÃO, M. A. do C.; AZEVEDO, D. A. A. de; ALVES, S. M.; ANDRIOLI, A.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 6.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 7.; FÓRUM DE COORDENADORES DE PÓS GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL DO NORDESTE, 1.; FÓRUM DE AGROECOLOGIA RO RIO GRANDE DO NORTE, 1., 2010, Mossoró. Anais... Mossoró: Sociedade Nordestina de Producao Animal; UFERSA, 2010. 4 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 6.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 7.; FÓRUM DE COORDENADORES DE PÓS GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL DO NORDESTE, 1.; FÓRUM DE AGROECOLOGIA RO RIO GRANDE DO NORTE, 1., 2010, Mossoró. Anais... Mossoró: Sociedade Nordestina de Producao Animal; UFERSA, 2010. 4 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Objetivou-se com este estudo produzir antígeno para micro-técnica de imunodifusão em gel de agarose (MIDGA) com cepas virais isoladas no Estado do Ceará e compará-la com kit nacional produzido com cepa CAEV Cork. Na produção dos antígenos, utilizou-se um pool das cinco cepas virais do banco de germoplasma de Lentivírus da Embrapa Caprinos e Ovinos (antígeno CAEV Ceará) e a cepa CAEV cork (antígeno nacional). Para comparação entre os antígenos, realizou-se a MIDGA com 198 amostras de soros de caprinos, com mais de seis meses de idade, de nove rebanhos de algumas regiões do Estado do Ceará. Dos 198 soros analisados com o antígeno CAEV Ceará, 175 tiveram resultados negativos e 23 positivos; resultados semelhante aos encontrados com Ag CAEV Cork. Analisando os resultados, encontrou-se uma sensibilidade e uma especificidade, de 95,83% e 99,43%, respectivamente, e o índice Kappa de 0,95. Observou-se valores de 95,83% e 99,43% para valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) respectivamente, sendo a concordância de 99%. Os resultados dos estudos comparativos sugerem que o antígeno produzido a partir de amostras isoladas no Estado do Ceará apresenta resultados semelhantes ao antígeno produzido nacionalmente...

Produção de antígeno e separação da proteína p28 por microfiltragem seriada para sorodiagnóstico da artrite encefalite caprina por ensaio imunoenzimático.

ALVES, L. A. O.; TEIXEIRA, M. F. S.; ANDRIOLI, A.; PINHEIRO, R. R.; DIAS, R. P.; BRITO, R. L. L.; LOPES JÚNIOR, C. A. F.; BEZERRA JÚNIOR, R. Q.; AZEVEDO, D. A. A.
Fonte: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 64, n. 4, p. 935-942, 2012. Publicador: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 64, n. 4, p. 935-942, 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este estudo teve como objetivo produzir um antígeno (Ag) a partir de cultura de células de membrana sinovial caprina (MSC) infectadas com o vírus de artrite encefalite caprina (CAEV), pela técnica de microfiltração seriada, substituindo a ultracentrifugação em colchão de sacarose (UCCS) para utilização em ELISA indireto (ELISA-i). Amostras de 188 soros caprinos, que previamente foram testados pelo Western blot (WB) com Ag UCCS, foram submetidas à análise pelo ELISA-i com o novo antígeno produzido, que mostrou concordância de 92% em relação ao antígeno UCCS. A sensibilidade e a especificidade do ELISA em relação ao WB foram de 95,6% e 88,5%, respectivamente. A nova técnica, criada a partir de microfiltrações, mostrou-se efetiva e de baixo custo para o diagnóstico sorológico de anticorpos para CAEV em comparação ao antígeno ultracentrifugado, e constitui uma alternativa viável para produção de antígeno purificado de lentivírus de pequenos ruminantes. [Production of antigen and p28 protein separation by microfiltration serial for serodiagnosis of caprine arthritis encephalitis by enzyme immunoassay]. This study aimed to produce an antigen (Ag) from the culture of goat synovial membrane cells (MSC) infected by CAEV through serial microfiltering technique replacing ultra ultracentrifugation in sacarosis Mattress (UCCS) for the indirect diagnosis ELISA tests (i ELISA). Samples of 188 sera from goats previously examined by Western Blot (WB) with Ag UCCS were submitted to analysis by i ELISA with new antigen produced...

Perfil eletroforético bidimensional do antígeno de lentivírus de pequenos ruminantes: dados preliminares

AZEVEDO, D. A. A. de; SOUSA, A. L. M. de; ARAÚJO, J. F.; MUNIZ, F.; MARANGUAPE, R.; ANDRIOLI, A.; CRUZ, J. C. M. da; PINHEIRO, R. R.
Fonte: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.12%
O objetivo desde estudo foi analisar proteínas presentes em antígeno produzido com cepa padrão de lentivírus de pequenos ruminantes, CAEV Cork, através de eletroforese bidimensional. Para isso, foi realizado a produção do antígeno em culturas de células de membrana sinovial caprina (MSC). O antígeno foi tratado através de precipitação de proteínas com PEG-8000, centrifugado, ressuspenso em TNE e então ultracentrifugado em colchão de sacarose (25%). Foi realizada eletroforese bidimensional, do antígeno, em gel de poliacrilamida a 12,5%. O gel foi analisado e verificaram-se bandas protéicas, que possivelmente possam referir-se as proteínas imunogênicas do vírus, das quais 13 spots foram identificados em banco de dados UniProt KB através do Expasy, pelo qual pode-se conhecer a faixa de pH do ponto isoelétrico (pI) em que estão inseridas as proteínas imunogênicas. Two-dimensional electrophoretic profile of small ruminants lentivirus antigen: preliminary data. Abstract: The objective of this study was to analyze proteins present in antigen produced with standard strain of small ruminant lentiviruses, caprine arthritis encephalitis virus (CAEV Cork), through two-dimensional electrophoresis. To this, was realized antigen producing in cultures of caprine synovial membrane cells (MSC). The antigen was treated through protein precipitation with PEG-8000...

Avaliação do antígeno SAG2a recombinante de Toxoplasma gondii como um potencial marcador diagnóstico para Toxoplasmose humana aguda

Béla, Samantha Ribeiro
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Proteínas recombinantes têm sido utilizadas para o diagnóstico sorológico da infecção por Toxoplasma gondii para diferenciar entre as fases aguda e crônica da toxoplasmose. Neste estudo, foi avaliada a reatividade de anticorpos IgG e IgG1 através de imunoensaios em soros de pacientes com toxoplasmose aguda e crônica dirigidos contra dois antígenos recombinantes clonados e expressos em E. coli, SAG2A (molécula recombinante total) e SAG2A(DELTA) (molécula recombinante deletada do epítopo reconhecido pelo anticorpo monoclonal A4D12). A performance de ambos os antígenos recombinantes foi comparada com o antígeno solúvel de Toxoplasma (STAg). Os resultados demonstraram uma maior reatividade de anticorpos IgG em amostras de soros provenientes de pacientes de fase aguda com ambos os antígenos STAg e SAG2A quando comparados com amostras de soros de fase crônica, sendo esta diferença ainda mais evidente quando avaliada a reatividade de anticorpos IgG1 para o antígeno SAG2a. Baixa reatividade foi encontrada para soros humanos de fases aguda e crônica quando foi utilizado o antígeno SAG2A(DELTA). Uma alta sensibilidade (95%) e alta especificidade (100%) foram demonstradas pelo ELISA-IgG-SAG2A. Analisando separadamente a sensibilidade do ELISA-IgG1-SAG2A para as fases aguda e crônica...

Comparison of three techniques for production goat lentivirus antigen used in the agar gel immunodifusion test; Comparação de três técnicas de produção do antígeno do lentivírus caprino utilizado no teste de imunodifusão em gel de ágar

Pinheiro, Raymundo Rizaldo; Gouveia, Aurora Maria Guimarães; Yorinori, Eliane Harumi; Andrioli, Alice
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
The Caprine Arthritis Encephalitis (CAE) is a disease who cause considerable economic losses, including loss in the milk production and reduction of the useful life of the animal. In the diagnosis of this disease the agar gel immunodifusion test (AGID) is used worldwide as the selection test. The objective of thid work was to test three different concentrations of bovine fetal serum (BFS) in the production of the antigen (Ag) for the diagnosis of the CAE virus (CAEV), to verify amongst the three methods the most efficient concentration and which the antigen concentration of the antigen produced is appropriate for the test. The method of the AMICON and the concentration of the Ag for dialysis was indicated, however the system AMICON, despite the implantation costs, promoted minor loss of antigen, little time expense in the processing and greater simplicity. With relation to the amount of BFS placed after the viral inoculation it was verified that 5% of BFS the amount that presented better resulted. The antigen concentration 100 times was more indicated, therefore it allowed the diagnosis of the CAEV for two proteins (gp 135 and p28). The concentration of the Ag for precipitation/ultracentrifugation, used for imunoenzimatic tests, did not present resulted satisfactory used in the AGID.; A Artrite Encefalite Caprina (AEC) é uma enfermidade que causa perdas econômicas consideráveis...

Estudo de um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose: nota prévia; Study of an intradermic antigen for cysticercosis diagnosis: communication

Marlet, José M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1974 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Propõe-se um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose, mostrando a maneira de aplicá-lo e prepará-lo. A leitura é feita após 30 minutos de aplicada a injeção, medindo-se o diâmetro da pápula. O antígeno já foi testado em 31 pacientes de cisticercose cerebral e em 64 pessoas não parasitadas; os cisticercóticos apresentaram pápulas medindo em média 14,6 mm, com um desvio padrão de 7,3 mm, enquanto que nos "normais" a pápula mediu 4,9 ± 1,8 mm. Entre os cisticercóticos não houve reações negativas e entre os "normais" 26,5% não reagiram ao antígeno. Não foram narradas complicações posteriores. Encontram-se em fase inicial os testes em portadores de cestóides intestinais. O antígeno parece ter boa sensibilidade e possuir os requisitos necessários para ter valor epidemiológico: economia, fácil obtenção, aplicação e leitura simples, inocuidade, sensibilidade.; An intradermic antigen for the diagnosis of cysticercosis is being proposed. The manner of preparation and application is also shown. The reading of the result is proceeded 30 minutes after the intradermic injection by measuring the papule's diameter. Up to now the antigen has been tested on 31 cerebral cysticercotic patients and on 64 non-infested persons: The papule mean diameter was 14...

Evaluación de un antígeno purificado para el diagnóstico de toxocariosis

Santillán,Graciela; Bastin,Vanesa; Céspedes,Graciela; Monkiewicz,Adriana
Fonte: Revista argentina de microbiología Publicador: Revista argentina de microbiología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 ES
Relevância na Pesquisa
37.21%
La toxocariosis es una zoonosis causada por la ingestión de huevos infectivos de Toxocara spp. El diagnóstico de la enfermedad se basa en la detección de anticuerpos en el suero u otros fluidos biológicos. La técnica serológica más utilizada es el ELISA, que usa como antígeno los productos de excreción-secreción de larvas de tercer estadio (ES/L3). Estos productos antigénicos son glicoproteínas que se originan en los órganos secretorios del parásito y no son específicos de especie. Para evaluar la especificidad de la técnica de ELISA con el antígeno ES/L3, se emplearon sueros de personas con otras helmintiasis y con patologías no parasitarias. Se observó que estos sueros presentaron reactividad entre el 11 y el 70 % de los casos. El Western blot con suero de los mismos pacientes reveló que la glicoproteína que corresponde al triplete de 120 kDa fue la más inespecífica. Teniendo en cuenta estos resultados y con el propósito de purificar el antígeno se realizó una cromatografía de intercambio iónico. Cuando se analizaron los sueros de los pacientes con diferentes enfermedades parasitarias y no parasitarias con el antígeno ES/L3 purificado, solo fueron reactivos entre un 10 y un 20 % de ellos. La sensibilidad del test de ELISA determinada por el programa Epidat 3. 0 para los dos antígenos fue del 100 %...

Tratamiento prolongado con interferón alfa-2b más lamivudina en pacientes con hepatitis crónica B y antígeno e positivo

Vilar Gómez,Eduardo; Grá Orama,Bienvenido; Arús Soler,Enrique; Ruenes Domech,Caridad; Dávila González,Yudith
Fonte: Revista Cubana de Medicina Publicador: Revista Cubana de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.17%
Las tasas de seroconversión del antígeno e alcanzadas con los antivirales actuales no sobrepasan el 35 %. La combinación de inmunomodulador y antiviviral ha sido teóricamente la estrategia más aceptada en los últimos años; sin embargo, los resultados en la práctica clínica han sido contradictorios. Se realizó el presente trabajo para evaluar la eficacia y seguridad de un esquema de tratamiento prolongado durante 52 sem con interferón alfa-2b más lamivudina en pacientes con hepatitis crónica B y antígeno e positivo. Se estudiaron 46 pacientes asignados aleatoriamente: 23 recibieron 150 mg diarios de lamivudina por 4 sem, lamivudina más interferón alfa-2b (10 MU en días alternos) por 24 sem, seguido de lamivudina en la misma dosis y frecuencia hasta completar las 52 sem. Otros 23 recibieron 150 mg diarios de lamivudina por 4 sem y lamivudina más interferón alfa-2b (5 MU en días alternos) durante 52 sem. Se encontró que las tasas de seroconversión del antígeno fueron similares en ambos grupos. Una proporción significativa de pacientes con tratamiento combinado prolongado logró negativizar el ADN viral (52 % frente al 26 %, p=0,06) y el antígeno de superficie (48 % frente al 26 %, p=0,11), comparado con los controles. La mejoría en el índice de actividad histológica fue observada en el 48 % de los pacientes tratados con tratamiento combinado prolongado frente al 22 % de los controles (p=0...

Supervivencia y progresión de la enfermedad en 251 pacientes con infección por el VIH-1: Estudio del antígeno p24 y de la carga viral como marcadores pronóstico. Su valor a los 4 años de seguimiento

Rubio Caballero,M.; Rubio Rivas,C.; Nogués Biau,A.; Falguera Sacrest,M.; Manonelles Fernández,A.
Fonte: Anales de Medicina Interna Publicador: Anales de Medicina Interna
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
37.21%
Fundamento: Analizar el valor de los niveles plasmáticos de antígeno p24 y la carga viral (RNA, PCR), como marcadores pronóstico en una cohorte de pacientes infectados por el VIH-1, cuyo tiempo de seroconversión es desconocido. Pacientes: Se incluyeron 251pacientes, la mayoría con terapia antirretroviral, que fueron asistidos de forma consecutiva en la Unidad VIH/SIDA del Servicio de Medicina Interna del Hospital Universitario Arnau de Vilanova de Lleida. Métodos: Se hicieron estudios clínico-analíticos en el momento de inclusión (basal) y luego, cada 3 meses. En relación al antígeno p24, se establecieron 3 grupos: Grupo I, <20 pg/mL; grupo II, 20-39 pg/mL; grupo III, 40 o más pg/mL. Se estudió la supervivencia y la progresión en relación con las cifras basales a lo largo de los 4 años. En cuanto a la determinación del RNA por PCR, sólo se comparó con el antígeno p24 en la última fase del estudio (3º y 4º años), por razones técnicas. El análisis de supervivencia se hizo con el método de Kaplan-Meier. El riesgo relativo se calculó por el modelo de riesgo proporcional de Cox. Resultados: Durante los 48 meses de seguimiento fallecieron 55 pacientes. Había una diferencia estadísticamente significativa (p<0...

Determinación de anticuerpos frente al antígeno A-60 para el diagnóstico de la infección por M. tuberculosis: Una herramienta útil para la racionalización de la quimioprofilaxis en pacientes VIH

Blanco,J.R.; Martínez de Artola,V.; Ibarra,V.; Rosel,L.; Gómez-Cadiñanos,R.; Oteo,J.A.
Fonte: Anales de Medicina Interna Publicador: Anales de Medicina Interna
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
37.21%
Objetivo: Identificar la infección por M. tuberculosis en pacientes VIH mediante la determinación del PPD y de un test de ELISA para la detección de anticuerpos frente al antigeno A-60 de M. bovis. Métodos: Se han estudiado 116 pacientes VIH, clasificados de acuerdo a los CDC. El estado de infección por M. tuberculosis se diagnosticó mediante el PPD (RT-23) y el estado de anergia fue estimado mediante Multitest CMI (Multitext®). La presencia de anticuerpos circulantes del tipo IgG contra el antigeno A-60 fueron analizados por un método de ELISA. El curso clínico de los pacientes fue analizados durante 24 meses. Resultados: Se observó una serología positiva (A-60) en el 52,58% de los pacientes, coincidiendo con el 70,45% de los pacientes PPD (+) (p<0,003). Esta observación estadística fue encontrada al analizar todos los pacientes, y cuando se analizaban aquellos con 500 linfocitos CD4. El Multitext® fue positivo en el 11,11% de los pacientes PPD (-), todos ellos sin anticuerpos frente al antígeno A-60. Sin embargo, el 42,2% de los pacientes PPD y Multitext® (-) presentaban anticuerpos frente al antígeno A-60. El seguimiento de los pacientes durante 24 meses permitió la detección de 7 nuevos casos de tuberculosis pulmonar...

Reacción intradérmica de un antígeno monovalente de Leishmania (Viannia) brasiliensis en casos de leishmaniasis cutánea en el estado Trujillo, Venezuela.

Espinoza,A.; Rojas,E.; Scorza,J. V
Fonte: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología. Publicador: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2002 ES
Relevância na Pesquisa
37.17%
Resumen La leishmaniasis tegumentaria en el estado Trujillo es una enfermedad endémica. Actualmente existe una alta incidencia, de 120 a 130 casos nuevos/año, procedentes de distintos sectores en la entidad, afectando a todos los grupos etários. Una herramienta utilizada para su diagnóstico es el test de Montenegro o "leishmanina", que permite evidenciar la exposición al parásito causante de esta enfermedad, protozoo del género Leishmania, subgénero Viannia, que puede generar respuestas diferentes en el paciente ante un antígeno preparado como base de la leishmanina. Nos propusimos hacer la revisión de la técnica empleada en el diagnóstico de la leishmaniasis por medio de la intradermorreacción (IDR), estandarizar la técnica de preparación y la aplicación de un antígeno, elaborado con cepas locales de Leishmania sp. La toma de muestras en individuos afectados de la ciudad y consultantes del consultorio del Centro de Investigaciones Parasitológicas "José Witremundo Torrealba", facilitó el aislamiento de los parásitos, su identificación y uso en la preparación del antígeno, que se ensayó en una población del área endémica, para evaluar su calidad y la cinética de su reacción. Encontramos que la concentración del antígeno que induce una respuesta estable fue 40mg/ml de proteína para un tiempo de lectura de 48 horas. El test de Duncan confirma la bondad de estos resultados. La amplia utilización de antígenos...

Estudo de um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose: nota prévia

Marlet,José M.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1974 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Propõe-se um antígeno intradérmico para o diagnóstico da cisticercose, mostrando a maneira de aplicá-lo e prepará-lo. A leitura é feita após 30 minutos de aplicada a injeção, medindo-se o diâmetro da pápula. O antígeno já foi testado em 31 pacientes de cisticercose cerebral e em 64 pessoas não parasitadas; os cisticercóticos apresentaram pápulas medindo em média 14,6 mm, com um desvio padrão de 7,3 mm, enquanto que nos "normais" a pápula mediu 4,9 ± 1,8 mm. Entre os cisticercóticos não houve reações negativas e entre os "normais" 26,5% não reagiram ao antígeno. Não foram narradas complicações posteriores. Encontram-se em fase inicial os testes em portadores de cestóides intestinais. O antígeno parece ter boa sensibilidade e possuir os requisitos necessários para ter valor epidemiológico: economia, fácil obtenção, aplicação e leitura simples, inocuidade, sensibilidade.