Página 1 dos resultados de 18 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Capturados pelo sexo : a medicalização da sexualidade masculina em dois momentos; Accessed through sex : the medicalization of male sexuality at two different moments

Rohden, Fabiola
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.85%
O objetivo deste artigo é refletir sobre a medicalização da sexualidade masculina a partir do contraponto entre dois processos históricos distintos. O primeiro deles se refere ao grande movimento de intervenção na sexualidade masculina ocorrido no início do século XX no Brasil em torno da sífilis e do combate mais geral das doenças venéreas. O segundo diz respeito à medicalização da sexualidade via o foco na disfunção erétil e na chamada andropausa e a criação de uma nova farmacologia do sexo que se torna incontornável na passagem para o século XXI. Esse contraste permite perceber certas diferenças importantes. Destaca- se a nova ênfase na noção de saúde sexual baseada no aprimoramento individual e uso de medicamentos além da promoção do interesse masculino no desempenho sexual como porta de entrada para se chegar ao tratamento da saúde do homem.; The scope of this article is to reflect upon the medicalization of male sexuality based on the counterpoint between two distinct historical processes. The first of these is the major trend towards intervention in male sexuality which occurred in the early twentieth century in Brazil as a result of syphilis and the broader campaign against venereal disease. The second concerns the medicalization of sexuality through the focus on erectile dysfunction and the creation of a new pharmacology of sex which has become inevitable with the transition to the twenty-first century. This contrast enables us to see some important differences. The study highlights the new emphasis on the notion of sexual health based on individual improvement and use of medications. It also demonstrates that the promotion of male interest in sexual performance serves as a gateway to approach the treatment of male health.

Efeito do esteroide anabolico nandrolona sobre o nivel de ansidade em ratos; Anabolic steroids effects on anxiety level of rats

Vanessa de Moraes Rocha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%
Os esteróides androgênicos anabólicos (EAA) são usados no tratamento de hipogonadismo masculino, andropausa associada ao envelhecimento, osteoporose, anemia associada à doença renal crônica, síndrome de imunodeficiência adquirida, politraumatismo e em períodos pós-operatórios. Porém, o uso de EAA, com finalidades não?terapêuticas, e em altas doses, apresenta graves efeitos colaterais que incluem alterações de humor, agressividade e aumento da incidência de suicídios. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do decanoato de nandrolona sobre o nível de ansiedade de ratos. Ratos machos Wistar, com 2 meses de idade foram aleatoriamente divididos em 6 grupos (n = 12- 15/grupo): controle, veículo, nandrolona, controle + diazepam, veículo + diazepam e nandrolona + diazepam. Animais tratados com veículo ou nandrolona receberam administração de propilenoglicol (0,2 mL/ Kg i.m.)ou decanoato de nandrolona (5mg/Kg i.m.), respectivamente, 2 vezes por semana, durante 6 semanas. Ratos do grupo controle foram submetidos somente aos procedimentos relacionados à rotina do biotério. No fim de 6 semanas, todos os grupos foram submetidos ao teste do LCE, 24 h após a última administração de veículo ou nandrolona, ou período equivalente para o grupo controle. Para validação farmacológica dos resultados comportamentais...

Não há sempre...nem há nunca: vivências do casal na andropausa: visão do enfermeiro.

Macedo, Ana; Monteiro, Célia; Queiroz, Filipa; Arcadinho, Inês; Mestrinho, Joana
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2008 POR
Relevância na Pesquisa
16.85%

Andropausa: insuficiência androgênica parcial do homem idoso. Uma revisão

Bonaccorsi,Antonio C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.92%
Andropausa é uma designação inapropriada para o quadro clínico resultante do declínio progressivo da produção androgênica encontrado em pelo menos 20% dos homens com idade entre 60 e 70 anos, e que algumas vezes se inicia a partir dos 50 anos. Uma designação mais adequada é insuficiência androgênica parcial do homem idoso. Como a produção de testosterona diminui regularmente, em homens de 75 anos os níveis médios de testosterona são somente 65% daqueles dos adultos jovens, sendo que pelo menos 25% destes idosos apresentam níveis subnormais de testosterona biodisponível. A etiologia deste declínio da testosterona dependente da idade é multifatorial e envolve alterações testiculares primárias, disfunção da regulação neuroendócrina das gonadotropinas, elevação das concentrações séricas de globulina ligadora de hormônios sexuais e redução da sensibilidade dos receptores androgênicos. A senescência é acompanhada de uma série de sinais e sintomas, muitos deles bastante semelhantes aos observados em hipogonádicos jovens. Este quadro clínico complexo pode se dever aos efeitos conjuntos do próprio processo de senescência e de doenças intercorrentes. No entanto, existem evidências que o declínio dos níveis de testosterona próprio da idade é...

Hipogonadismo masculino tardio ou andropausa

Martits,Anna Maria; Costa,Elaine Maria Frade
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%

Benefícios e riscos do tratamento da andropausa

Martits,Anna Maria; Costa,Elaine Maria Frade
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%

Tratamento e monitoramento da andropausa

Martits,Anna Maria; Costa,Elaine Maria Frade
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%

"O homem é mesmo a sua testosterona": promoção da andropausa e representações sobre sexualidade e envelhecimento no cenário brasileiro

Rohden,Fabíola
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
38.14%
O artigo trata da construção recente de novos diagnósticos médicos e de um correspondente mercado consumidor em potencial considerando o caso do distúrbio androgênico do envelhecimento masculino ou andropausa, "doença" que afetaria os homens a partir dos 35-40 anos de idade. A perspectiva utilizada centra-se nos estudos sociais da ciência e gênero e particularmente na necessidade de investigar as redes criadas no processo de construção dessa nova categoria. Por meio da análise da produção científica e da trajetória da construção da andropausa como fenômeno de interesse público, elabora-se um processo inédito de medicalização do homem e da sexualidade masculina, via o reforço na centralidade dos hormônios como modelo preponderante de entendimento corporal. Além disso, destaca-se a promoção de uma intrincada conexão simbólica que associa juventude, saúde, beleza e atividade sexual nos processos de patologização das fases ou de condições de vida e na recusa do envelhecimento.

Capturados pelo sexo: a medicalização da sexualidade masculina em dois momentos

Rohden,Fabíola
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%
O objetivo deste artigo é refletir sobre a medicalização da sexualidade masculina a partir do contraponto entre dois processos históricos distintos. O primeiro deles se refere ao grande movimento de intervenção na sexualidade masculina ocorrido no início do século XX no Brasil em torno da sífilis e do combate mais geral das doenças venéreas. O segundo diz respeito à medicalização da sexualidade via o foco na disfunção erétil e na chamada andropausa e a criação de uma nova farmacologia do sexo que se torna incontornável na passagem para o século XXI. Esse contraste permite perceber certas diferenças importantes. Destaca-se a nova ênfase na noção de saúde sexual baseada no aprimoramento individual e uso de medicamentos além da promoção do interesse masculino no desempenho sexual como porta de entrada para se chegar ao tratamento da saúde do homem.

Estudos sobre envelhecimento no Brasil: revisão bibliográfica

Bezerra,Fernanda Carvalho; Almeida,Maria Irismar de; Nóbrega-Therrien,Sílvia Maria
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%
O objetivo do presente trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica dos estudos sobre envelhecimento no âmbito das ciências da saúde, a fim de apresentar um panorama do que tem sido pesquisado sobre o assunto na América Latina e no Brasil no período de 1982 a 2010. Utilizou-se a bases de dados LILACS disponível on line na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Constatou-se um aumento expressivo do número de publicações a partir de 2006, principalmente nas categorias: estado de saúde (51%, n=318), avaliação cognitiva (12,72%, n=66), estudos sociodemográficos (6,16% n=32), medicamentos (3,27% n=17) e avaliação funcional (3,08% n=16). Na categoria estado de saúde, houve maior número de publicações relativas a atividade física (17,9% n=57), doenças cardiovasculares (11,95% n=38), dieta (7,6% n=24), saúde bucal (6,6% n=21), menopausa/andropausa (6,3% n=20), quedas (5,97% n=19), atividade sexual (5,03% n=16) e depressão (4,1% n=13). Concluiu-se que é importante estudar estes temas relacionados à senescência, para contribuir com a qualidade de vida nesta faixa etária.

Principais agravos à saúde do adulto

Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.85%
Agravos como o sedentarismo, tabagismo e alcoolismo possuem maior incidência em homens, por serem características da condição masculina. Neste recurso são discutidas essas e outras doenças que mais acometem a saúde do adulto, assim como patologias crônicas e infecciosas para conhecer e analisar esses principais agravos, a fim de promover direcionamentos e estratégias eficazes para prevenção e promoção da saúde

Problemas mais comuns no homem

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.85%
Material utilizado na unidade 2 do módulo de Saúde do Adulto I do curso de especialização em Saúde da Família produzido pela UNA-SUS/UFMA, com apresentação visual trabalhada para atender aos alunos participantes do programa Mais Médicos. Neste material enumeram-se os principais problemas que podem colocar em risco a saúde do homem. Identifica-se algumas peculiaridades referentes a saúde do homem.

A depressão em pauta

Soares, Giovana Bacilieri
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.85%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, Florianópolis, 2009; A depressão vem sendo considerada um problema de saúde pública no Brasil e nos demais países, em geral como um problema recorrente, podendo ser crônico em cerca de 20% dos casos. Sendo trazida como a quarta causa de incapacitação nos anos 90, estima-se para 2020 ser a primeira causa para países em desenvolvimento. Ganhando maior visibilidade nos últimos anos, a depressão é alvo de vários artigos e comentários nos meios de comunicação e cada vez mais perseguida como algo passível e necessário de tratamento. Seu diagnóstico vem mudando ao longo do tempo e tem se consolidado na atualidade com os critérios definidos pelo Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (DSMIV), o qual traz uma proposta de neutralidade ateórica e objetiva ao diagnóstico. Através dos atuais critérios temos vivenciado a expansão do diagnóstico de depressão e conseqüente aumento da medicalização, tornando médicos problemas ou eventos da vida que antes eram considerados normais. Uma das formas de se visualizar a ascensão da depressão é a atenção dada na mídia para o tema. Com o objetivo de analisar o que se tem discutido sobre depressão na mídia realizamos uma pesquisa descritiva...

Principais agravos à saúde do adulto

Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Recurso textual contendo imagens coloridas, utilizado na unidade 02 do módulo 07 (Saúde do adulto), direcionado para o Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.85%
Agravos como o sedentarismo, tabagismo e alcoolismo possuem maior incidência em homens, por serem características da condição masculina. Neste recurso são discutidas essas e outras doenças que mais acometem a saúde do adulto, assim como patologias crônicas e infecciosas para conhecer e analisar esses principais agravos, a fim de promover direcionamentos e estratégias eficazes para prevenção e promoção da saúde; Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS

Problemas mais comuns no homem

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material interativo em formato HTML contendo imagens coloridas e botões para interação.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.85%
Material utilizado na unidade 2 do módulo de Saúde do Adulto I do curso de especialização em Saúde da Família produzido pela UNA-SUS/UFMA, com apresentação visual trabalhada para atender aos alunos participantes do programa Mais Médicos. Neste material enumeram-se os principais problemas que podem colocar em risco a saúde do homem. Identifica-se algumas peculiaridades referentes a saúde do homem.; Ministério da Saúde

As manifestações da ansiedade, depressao e stress no período climatério masculino

Almeida, Raquel Catarina Frias
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
16.85%
O objectivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de manifestações de ansiedade, depressão e stress em homens que se encontram no período do climatério. Analisamos também estas variáveis psicológicas em função do escalão etário, estado civil e doenças. Recorreu-se a uma amostra de 342 sujeitos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 50 e os 65 anos, através do sistema bola- de -neve. O material utilizado foi composto por um questionário sócio-demográfico, formulado para esta investigação e a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS-21), adaptada para a população portuguesa. Os resultados obtidos indicam que não se verificaram valores significativos de ansiedade, depressão e stress nos sujeitos, no entanto, os sujeitos entre os 61 e 65 anos e os sujeitos na condição de viúvos foram os que maiores níveis de ansiedade, depressão e stress manifestaram. Os sujeitos que padeciam de doenças, nomeadamente, doenças esporádicas manifestaram ansiedade e depressão, ao passo que os que sofriam de duas ou mais doenças apresentaram maiores níveis de stress. Em conclusão, na amostra não se verifica que o climatério seja um preditor de Ansiedade, Depressão e stress.; ABSTRACT: The purpose of this study was to evaluate the occurrence of manifestations of anxiety...

The centrality of sex in recent strategies to promote men’s health in Brazil; A centralidade do sexo nas estratégias recentes de promoção da saúde do homem no Brasil

Rohden, Fabíola
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
16.85%
O artigo aborda a trajetória do Movimento pela Saúde Masculina, campanha voltada para a orientação da população masculina realizada no ano de 2010. O movimento, promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia, centrava sua ação em torno da disfunção erétil, doenças da próstata e andropausa. A análise privilegia os registros do site da campanha que contavam com depoimentos dos profissionais de saúde e dos participantes e seus familiares. Tem como ponto de partida o referencial teórico associado aos estudos sociais da ciência, em especial a noção de “rede” e as distinções relativas a gênero e sexualidade. Problematiza a associação direta entre sexo e saúde do homem, a partir de um foco privilegiado na disfunção erétil. ; The article discusses the trajectory of the Movement for Men’s Health, a campaign held in 2010 that intended to advise the male population about health disorders. The movement promoted by the Brazilian Society of Urology put its focus around the erectile dysfunction, prostate diseases and andropause. The main object of analysis are the contents of the campaign website that relied on testimony from health professionals and patients and their families. The theoretical orientation comes from the framework associated with the social studies of science...

Capturados pelo sexo: a medicalização da sexualidade masculina em dois momentos

Rohden,Fabíola
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.85%
O objetivo deste artigo é refletir sobre a medicalização da sexualidade masculina a partir do contraponto entre dois processos históricos distintos. O primeiro deles se refere ao grande movimento de intervenção na sexualidade masculina ocorrido no início do século XX no Brasil em torno da sífilis e do combate mais geral das doenças venéreas. O segundo diz respeito à medicalização da sexualidade via o foco na disfunção erétil e na chamada andropausa e a criação de uma nova farmacologia do sexo que se torna incontornável na passagem para o século XXI. Esse contraste permite perceber certas diferenças importantes. Destaca-se a nova ênfase na noção de saúde sexual baseada no aprimoramento individual e uso de medicamentos além da promoção do interesse masculino no desempenho sexual como porta de entrada para se chegar ao tratamento da saúde do homem.