Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.222 segundos

Poe diante do espelho: uma nova leitura da literatura fantástica

Machado, Daniel Leite
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 153 f.
POR
Relevância na Pesquisa
35.47%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Edgar Allan Poe afirma a respeito de seu poema The raven, em seu ensaio The philosophy of composition, que “[...] nenhum ponto de sua composição se refere ao acaso, ou à intuição, que o trabalho caminhou, passo a passo, até completar-se, com a precisão e a sequência rígida de um problema matemático”, demonstrando, por isso, que ele entendia ser o processo criativo um ato puramente lógico, consciente e analítico. E, de fato, a análise de seus textos comprova a proposição citada. Além disso, o autor americano é considerado por grande parte da crítica literária como o mestre do horror, figurando alguns de seus textos no cânone das obras primas do fantástico, sendo quase que indispensável a presença de algum de seus contos em uma coletânea dessa categoria literária. Partindo-se, então, desses elementos foi possível levantar a hipótese de que, como a obra poeana está tão intimamente relacionada ao fantástico, a análise de seu racional e sistemático método composicional poderá conduzir à inclusão de novos elementos à estrutura já existente da literatura fantástica. Assim, a presente pesquisa procurou sistematizar o peculiar modus operandi de Poe através da análise de seus contos The black cat...

Convergências em A Máquina do Mundo Repensada: poesia e sincronia em Haroldo de Campos

Toneto, Diana Junkes Martha
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 298 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
45.73%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Este trabalho tem por objetivo analisar o poema A Máquina do Mundo Repensada de Haroldo de Campos, sob a perspectiva da abordagem sincrônica da literatura. O poema em questão é um espaço dialógico por excelência. Nele, história e utopia, ciência e religião apresentam-se inexoravelmente ligadas pela linguagem (em ação) do poema-palimpsesto: máquina cuja engrenagem procura instituir convergências entre as diversas áreas do conhecimento, rompendo fronteiras por meio da articulação entre o pensamento poético e outras formas de pensamento. A tese está dividida em três partes. Na primeira parte, são feitos comentários sobre a tópica da máquina do mundo e seu caráter alegórico. Em seguida, apresenta-se uma leitura analítica do poema. Esta parte está dividida em três capítulos, cada um correspondendo à análise de um dos três cantos do poema, os quais revelam, segundo a perspectiva de leitura aqui adotada, o caminho do poeta que repensa o mundo, a partir do ritual poéticoantropofágico que realiza com as obras de outros “pensadores do mundo”. Na última parte, apresenta-se uma discussão teórica sobre poesia e pensamento...

Silêncio e diálogo na poesia brasileira

Silva, Paulo César Andrade da
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-17
POR
Relevância na Pesquisa
65.48%
This essay aims to contribute to a critical assessment of contemporary Brazilian poetry, investigating the relationship between two tendencies: minimalism that verges on silence of speech in Kléber Mantovani’s and Tarso de Melo’s poetry, and the dialogue with the tradition in Armando Freitas Filho’s, Fabiano Calixto’s and Iacyr Anderson Freitas’s poetry.; Este ensaio pretende contribuir para uma avaliação crítica da poesia brasileira contemporânea, investigando as relações entre duas tendências de suas tendências: o minimalismo que beira o silêncio do discurso presente na poesia de Kléber Mantovani e Tarso de Melo e o diálogo com a tradição presente na poesia de Armando Freitas Filho, Fabiano Calixto e Iacyr Anderson Freitas.

Uma linguagem de limites ou os limites da linguagem : o último poema último de Sylvia Plath

Lima, José Luís Araújo
Fonte: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras Publicador: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
25.47%
There are three levels in the structure of this article. The first is the ethical one - the author tries to eliminate moral prejudice from critical evaluation, separating the planes where a poet exists as a human being and as an artist. The second one is the analytical level - the close reading of «Edge», the last last poem of Sylvia Plath, where textual and intertextual strategies lead to a kind of inconclusiveness. The third is the pedagogical level - the reasons why the poetry of Sylvia Plath deserves to be considered within the field of University Studies. These three levels of structure are interrelated and point to the same conclusion - the experience of great poetry, on the «edge» of indeterminacy of language, opens to the reader new perceptions of reality, new forms of awareness.

Der Seele eine Stimme geben : Analysen der Lyrik Vjaceslav Ivanovs im Rahmen eines Symbolmodells der klinischen Psychologie; Analytical interpretations of poems by Vyacheslav Ivanov based on a psychological theory of symbolization

Staudacher, Diana
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
45.63%
„Dein Gesicht ist das Symbol meiner inneren Welt. Was in diesem Moment in mir vorgeht, sehe ich in Deinem Gesicht. Es spiegelt mir mein Inneres“ – so beschreiben die Entwicklungspsychologen Peter Fonagy und Mary Target, wie Kinder seit ihren ersten Lebenstagen Symbole verinnerlichen. Das feinfühlige Spiegeln der kindlichen Psyche durch eine reifere Psyche gilt in der Neuro-wissenschaft und in der Entwicklungspsychologie als Ursprung menschlicher Symbolbildung. Den eigenen innerseelischen Zustand mit einer „Repräsentation“ dieses Zustandes auf dem Gesicht der Fürsorgeperson in Verbindung zu bringen – das heißt ein „Symbol“ oder eine „innerseelische Repräsentanz“ bilden. Der Mensch wird geboren mit dem Bedürfnis, seine momentane psychische Situation im Gesicht seines Gegenübers repräsentiert und symbolisiert zu sehen. Wer feinfühlig gespiegelt wird, fühlt sich verstanden, lebendig und empfindet eine tiefe seelische Sicherheit. Denn seine innere Welt und die Außenwelt sind im Einklang miteinander. Dieses harmonische Erleben wird im Gehirn des Kindes gespeichert. In seelisch belastenden Situationen können die früh verinnerlichten Symbole wieder aktiviert werden – und verleihen dann einen starken psychischen Rückhalt. In kreativen Gestaltungsprozessen greift ein Mensch auf seine früh verinnerlichten Symbole zurück. Wer schreibt...

Dor, sombra, lucidez : leitura de Beijo na Boca iluminada pela trajetória poética de Cacaso e pelo éthos de sua geração; Pain, shadow, lucidity : Beijo na Boca's reading illuminated by Cacaso's poetic trajectory and by the ethos of his generation

Débora Racy Soares
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
35.69%
"Dor, Sombra, Lucidez" parte do livro de poemas Beijo na Boca (1975) para ler e atualizar a trajetória poética de Antônio Carlos Ferreira de Brito (1944-1987), o Cacaso. Se o processo de leitura supõe o desdobramento criativo do texto, Beijo na Boca ganha amplitude estética quando considerado no conjunto da produção de Cacaso e, também, das idéias de sua geração. Embora seus poemas sejam independentes e possam ser lidos separadamente, compõem uma espécie de poema único ou "poemão", que sintetiza vivências subjetivas e coletivas. Logo, optamos por uma forma analítica que, coerente com as propostas de Cacaso, leva em consideração, na leitura deste livro específico, sua trajetória criativa e o éthos de sua geração. Assim posto, esclarecemos que este trabalho ancora-se em três partes fundamentais. Inicialmente, recuperarmos a fortuna crítica de Cacaso e de sua geração, procurando analisá-la à luz do momento de produção. Na segunda parte, buscamos esclarecer o sentido da escrita coletiva ou "poemão", demonstrando os dilemas de uma geração impactada pela violência da história. A questão da marginalidade também será abordada, pois é fundamental entender que o modo de publicação - à margem do sistema editorial - nem sempre está vinculado à ausência de qualidade estética. Recursos lingüísticos...

Pulsações de sentido em "O pulsar": uma possível leitura;

Tápia, Marcelo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
55.63%
Este artigo pretende realizar uma leitura analítica do poema "O pulsar", de Augusto de Campos, a partir de conceitos da semiótica de C. S. Peirce e da semiótica desenvolvida a partir das proposições de A. J. Greimas. Tal leitura considera as relações paradigmáticas entre significantes "verbais" e aquelas estabelecidas pelos elementos sígnicos "visuais" presentes no poema, envolvidas na construção de uma relação semi-simbólica.; This article intends to realize an analytical reading of the poem “O pulsar”, by Augusto de Campos, considering concepts of the semiotic created by C. S. Peirce and the semiotic developed from A . J. Greimas´ propositions. This reading contemplates the paradigmatic relations between the “verbal” significants and those established by the “visual” signical elements present in the poem, and that integrate the construction of a semi-symbolic relation.