Página 1 dos resultados de 1486 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Posição da folha e estádio fenológico do ramo para análise foliar do pinhão-manso

de Lima, Rosiane. L. S.; Severino, Liv S.; Cazetta, Jairo O.; de Azevedo, Carlos A. V.; Sofiatti, Valdinei; Arriel, Nair H. C.
Fonte: Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Ccsa Publicador: Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Ccsa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1068-1072
POR
Relevância na Pesquisa
46.14%
CNPq; Leaf analysis is an important tool for prediction of nutritional disorders and evaluation of nutritional status of plants. This procedure only can be effective if samples are standardized regarding leaf position and phenological stage of the branch. This study had the objective of defining the most appropriate leaf position and type of branch for nutritional diagnosis of Jatropha plants. A factorial combination of five leaf positions (1st, 2nd, 3rd, 5th, and 10th node from apex to base) and two types of branch (vegetative and flowering) was adopted in a completely randomized design with four replications. Each leaf sample was collected in 4 secondary branches of 20 plants in the flowering phase. Leaves in the position 2 and 3 are the most adequate for analyzing N, P, K, S, Cu, Fe, Mn, and Zn, because they present mean values more stable when compared to the other studied positions. Leaves in the position 5 and 10 are more adequate for analyzing Ca and Mg. The phenological stage of the branch does not influence nutrient content, except of Cu and Fe.; A análise foliar é uma ferramenta imprescindível na predição de possíveis desordens nutricionais e avaliação do estádio nutricional das plantas. Este procedimento só é efetivo se a amostragem for feita com padronização da posição da folha no ramo e do tipo de ramo. Objetivou-se com este trabalho definir a posição da folha no ramo e o tipo de ramo mais apropriado para diagnosticar o estádio nutricional de plantas de pinhão-manso. O ensaio consistiu de uma combinação fatorial (5 x 2)...

Morfoanatomia foliar de espécies de Brunfelsia L. do sul do Brasil

Tavares, Rafaella de Paula
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 76 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pos-Graduação em Biologia Vegetal, Florianópolis, 2010; O gênero Brunfelsia apresenta caracteres peculiares que permitem diferenciá-lo facilmente de outros gêneros da família, mas que dificultam a identificação de suas espécies. A caracterização morfoanatômica foliar pode representar uma possibilidade de auxílio para identificação taxonômica. Na região Sul do Brasil cinco espécies desse gênero ocorrem como nativas: B. pauciflora, B. brasiliensis, B. australis, B. cuneiflora e B. pilosa. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a anatomia foliar das cinco espécies e comparar as características das folhas de B. pauciflora, naturalmente encontradas em locais ensolarados e sombreados. Foram utilizadas folhas totalmente expandidas das cinco espécies. Para morfologia, folhas desidratadas ou procedentes de exsicatas foram diafanizadas em hipoclorito de sódio, lavadas em água, coradas com safranina, desidratadas em série etílica e, após passagem por xilol, montadas entre lâminas de vidro, com verniz vitral. Para o estudo histológico foram feitas análises de folhas reidratadas ou in vivo e testes histoquímicos. Amostras foram fixadas em glutaraldeído 2...

Descrição da arquitetura foliar e análise morfométrica das folhas de Spathicarpa Hook. (Araceae)

Fonsêca, Luciano Coêlho Milhomens
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.19%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2006.; A morfologia das folhas sempre desempenhou papel importante na taxonomia vegetal, particularmente, representando uma possibilidade de auxílio no reconhecimento de grupos taxonômicos definidos, predominantemente, com base em caracteres reprodutivos como o gênero Spathicarpa Hook.(Araceae). O presente estudo teve como objetivos: descrever o padrão de arquitetura foliar e caracterizar, segundo aspectos morfométricos, utilizando a Análise Elíptica de Fourier, as folhas de Spathicarpa gardneri Schott, S. hastifolia Hook., S. lanceolata Engl. e S. sagittifolia Schott, visando características diagnósticas vegetativas para o gênero. Foram amostradas 48 folhas pertencentes a Spathicarpa gardneri, 54 a S. hastifolia, 48 a S. lanceolata e 35 folhas de S. sagittifolia, todas retiradas de nove acessos diferentes, totalizando 185 folhas amostradas. Em linhas gerais, a técnica de diafanização consistiu inicialmente em submeter folhas frescas, estocadas em álcool etílico 70% com detergente comercial, ao hidróxido de sódio (5%) e hipoclorito de sódio (5%) para clareamento e alvejamento, respectivamente. Em seguida...

Avaliação da nutrição de plantações jovens de eucalipto por análise foliar e métodos não destrutivos

Fabião, António; Madeira, Manuel; Madeira, Ana Carla; Marques, Paulo; Carneiro, Marta
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.24%
The growth and nutritional state of young Eucalyptus was evaluated by foliar analysis (contents of N, P and photosynthetic pigments) and the SPAD-502 chlorophyll meter. An experimental system was used with different harvest residues management, such as incorporation of residues into the soil (I), removal of residues (R), and distribution of residues on the soil surface (S), with N fertiliser application (IF, RF and SF), and with the leguminous Lupinus seeding (IL and RL). No significant differences in growth were found between the I, R and S. Application of fertiliser increased growth in the SF and IF. Initially, foliar N content was positively affected by the leguminous (RL and IL). After the first fertiliser application, a higher N content was observed in the IF, RF and SF, the differences being reduced in the following applications; a similar trend was observed for extracted pigments and SPAD values. Foliar N contents were correlated (P<0.05) with SPAD values. The management system more efficient regarding tree productivity included incorporation of residues into soil with repeated applications of N fertiliser.----------------------------------Avaliou-se o crescimento e estado nutritivo de jovens Eucalyptus por análise foliar tradicional (teores de N...

Avaliação de produtos para a nutrição da videira via foliar

Fráguas,J. C.; Czermainski,A. B. C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
A nutrição da videira é fator fundamental para uma produção com qualidade. Muitas vezes, por razões fisiológicas, principalmente nutricionais, ocorrem problemas de baixa brotação, refletindo na produtividade da videira. Com o objetivo de avaliar a eficiência de formulações de macro e micronutrientes via foliar, ativadas com poliexose, na produção de videira com deficiência na brotação, realizou-se um experimento por dois anos, em um vinhedo do cv. Merlot enxertado sobre o porta-enxerto R110, formado no sistema lira, localizado no município de Monte Belo do Sul (RS). Os tratamentos, em número de 11, foram compostos por três programas de nutrição foliar, cada um com três dosagens, um programa denominado tratamento básico (TB) e um tratamento-testemunha (sem nutrição foliar) chamado de tratamento do produtor (TP). O delineamento foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Foram avaliadas as variáveis: produtividade por gema, produtividade por gema brotada, percentagem de gemas brotadas, produção por planta e por área, qualidade das uvas (ºBrix, acidez total e pH), índices de doenças nos cachos, diagnóstico nutricional e relação custo-benefício dos programas. A análise estatística (contrastes ortogonais) só registrou efeitos significativos entre as doses 2 e 3...

Época de amostragem foliar para diagnóstico nutricional em bananeira

Maia,Celsemy Eleutério
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
A relação entre a produtividade e a concentração dos nutrientes na planta é a premissa para o uso da análise foliar como critério diagnóstico. Existem vários métodos de diagnóstico que utilizam a análise de tecidos vegetais, e estes desempenham papel fundamental na definição e interpretação do estado nutricional da planta; entretanto, é importante entender que a concentração do nutriente na planta muda durante o ciclo da cultura, tendo de ser padronizada a melhor época para amostragem do tecido vegetal. O objetivo do presente trabalho foi determinar a melhor época de amostragem foliar para a cultura da banana, com base no critério de que o melhor momento é observado quando houver menor efeito da concentração e diluição dos nutrientes nas folhas e que seria quando a relação entre taxas de crescimento relativo de matéria seca e da absorção de nutrientes for igual a 1. Modelando dados da cultura da banana, conclui-se que a melhor época de amostragem foliar da bananeira para avaliação do estado nutricional varia de acordo com o nutriente considerado; contudo, para padronização, os dados indicaram que a amostragem deve ser feita seis meses após o plantio.

Nível crítico pelo critério da distribuição normal reduzida: uma nova proposta para interpretação de análise foliar

Maia,Celsemy E.; Morais,Elís R. C. de; Oliveira,Maurício de
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
Objetivou-se, com este trabalho, desenvolver uma metodologia através de um embasamento estatístico, para determinação de nível crítico em tecido vegetal, oriunda de condições de campo. A obtenção do nível crítico pela distribuição contínua de probabilidade, é uma nova proposta para interpretação de análise foliar, baseada na distribuição normal reduzida. Para isto, são necessários dados de produtividade (P) e de Q, donde Q é definido como a relação entre P e n i (Q= P/n i), e n i é o teor do nutriente de que se deseja encontrar o nível crítico. Inicialmente encontra-se P que representa 90% da máxima, pela equação P(90%) = 1,281552s1 + X e para o cálculo de Q que 90% do valor máximo pela equação Q = 1,281552s2 + X onde X e s1 são a média aritmética e o desvio-padrão de P e X e s2, a média e o desvio-padrão de Q. O nível crítico é obtido por NCi = (1,281552s1 + X)/(1,281552s2 + X). O nível crítico foliar determinado pela metodologia da distribuição contínua de probabilidade permitiu calcular-se, para a cultura do café, valores dentro da faixa de referência recomendada pela literatura.

Geração de zonas de manejo para cafeicultura empregando-se sensor SPAD e análise foliar

Rodrigues Junior,Francelino A.; Vieira,Luciano B.; Queiroz,Daniel M. de; Santos,Nerilson T.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
Objetiva-se, com este trabalho, definir zonas de manejo para cafeicultura por meio dos métodos K-Means e Fuzzy C-Means, com base em determinações realizadas com sensor de clorofila e por análise foliar, e avaliar as zonas de manejo obtidas usando-se os dois métodos de agrupamento. O trabalho foi desenvolvido na Fazenda Jatobá, localizada no município de Paula Cândido, MG, durante o mês de novembro de 2007, enquanto a lavoura se apresentava no estado "chumbinho". A área avaliada apresenta uma lavoura de Coffea arabica L. cv. Catuaí de 2,1 ha. Foram definidas, por meio dos dois métodos propostos, as zonas de manejo, com base nas seguintes análises: Valores de SPAD; concentrações foliares de N, P e K; concentrações foliares de N e Ca; concentrações foliares de N; concentrações foliares de N, Zn e B; concentrações foliares de N, P, K, Ca e S e concentrações foliares de N, Ca e S. Os métodos de agrupamento de dados K-Means e Fuzzy C-Means não apresentaram diferenças na geração das zonas de manejo. Houve baixa similaridade entre as zonas de manejo geradas com uso do SPAD e concentrações foliares.

Posição da folha e estádio fenológico do ramo para análise foliar do pinhão-manso

Lima,Rosiane. L. S. de; Severino,Liv S; Cazetta,Jairo O; Azevedo,Carlos A. V. de; Sofiatti,Valdinei; Arriel,Nair H. C
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.2%
A análise foliar é uma ferramenta imprescindível na predição de possíveis desordens nutricionais e avaliação do estádio nutricional das plantas. Este procedimento só é efetivo se a amostragem for feita com padronização da posição da folha no ramo e do tipo de ramo. Objetivou-se com este trabalho definir a posição da folha no ramo e o tipo de ramo mais apropriado para diagnosticar o estádio nutricional de plantas de pinhão-manso. O ensaio consistiu de uma combinação fatorial (5 x 2), com cinco posições da folha no ramo (1º, 2º, 3º, 5º e 10º nós do ramo do ápice para a base) e dois tipos de ramo (vegetativo ou florífero) em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Cada amostra de folha foi colhida em 4 ramos secundários de 20 plantas na fase de florescimento. As folhas das posições 2 e 3 são as mais adequadas para análise foliar de N, P, K, S, Cu, Fe, Mn e Zn, pois apresentam valores médios mais estáveis quando comparadas com as demais posições estudadas. As folhas nas posições 5 ou 10 são mais apropriadas para avaliação de Ca e Mg. O estádio fenológico do ramo não influencia os teores de nutrientes, exceto de Cu e Fe.

Diagnose nutricional de variedades de cana-de-açúcar em argissolos

Moura Filho,Gilson; Albuquerque,Abel W. de; Moura,Adriano B.; Santos,Alda C. I. dos; Oliveira Filho,Manoel dos S.; Silva,Leila C. da
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.15%
A diagnose foliar é um dos métodos mais utilizados para se avaliar a demanda de nutrientes na cultura da cana-de-açúcar, contribuindo para um manejo melhor de fertilizantes. Objetivou-se avaliar o estado nutricional de variedades de cana-de-açúcar através da análise foliar e a mensuração dos teores foliares de macro e micronutrientes. Foram avaliadas as seguintes variedades: RB92579, RB867515, SP81-3250, VAT90-212, VAT90-61, SP83-2847, RB863129, RB931011, RB931566 e RB855113, em dois tipos de solo: Argisssolo Amarelo Distrocoeso Fragipânico (PAdx1) e Argisssolo Amarelo Distrocoeso Abrúptico Fragipânico (PAdx2) na Usina Cansanção de Sinimbú, Jequia da Praia-AL. O delineamento foi o de blocos casualizados arranjado em um fatorial de 2 x 10 consistindo de 10 variedades e quatro repetições para cada solo em estudo, quando foram avaliados os seguintes nutrientes: N, P, K, Ca, Mg, S, Zn, Fe, Mn, Cu e B. O PAdx2 foi o solo que disponibilizou, às plantas, maior quantidade de nutrientes em relação aos nutrientes P, Ca, Mg, Zn e Fe. A variedade SP81-3250 apresentou o melhor desempenho quanto ao teor foliar de nutrientes (K, S, Fe, Mn e Cu) seguida pela RB931011, VAT90-61 e RB867515.

Estimativa da área foliar da batateira, cultivar Atlantic, utilizando dimensões lineares

Busato,Camilo; Fontes,Paulo Cezar Rezende; Braun,Heder; Busato,Cristiani Campos Martins
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
Objetivou-se com este trabalho estabelecer modelos matemáticos mais apropriados para estimar a área foliar da cultivar de batata Atlantic, utilizando-se o comprimento (C) e a largura (L) da folha. As avaliações foram realizadas em 270 folhas coletadas aleatoriamente no campo de produção da Universidade Federal de Viçosa, em duas épocas, aos 21 e 50 dias após a emergência das plantas. Em laboratório, foram mensurados o comprimento e a largura das folhas, além da área foliar por um integrador de área foliar. Os dados obtidos foram submetidos à análise de regressão, sendo a AF considerada como uma variável dependente, e o C, a L, o produto do C pela L (CL) e o quadrado do produto do C pela L (CL)² como sendo variáveis independentes. A área foliar foi estimada com maior precisão usando as medidas de comprimento e largura, sendo: AF = 0,369335**CL + 10,6923 (R² = 0,92), aos 21 DAE e AF = 0,470971**CL - 16,3432 (R² = 0,86), aos 50 DAE. Com os modelos propostos, a área foliar da batateira, cultivar Atlantic, pode ser estimada com as medidas de comprimento e largura obtidas diretamente no campo, em tempo real, de forma rápida e sem a necessidade de destruir as folhas e plantas.

Avaliação do estado nutricional e da produtividade de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.), em função do sitio e da dioicia

Fossati, Luiz Claudio
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.4%
Este trabalho teve por objetivo, analisar os níveis foliares de bioelementos e alumínio na erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.), em função do sítio com relação aos dados de produtividade do erval; identificar possíveis problemas nutricionais com base na análise foliar comparada à análise de solos e da produtividade e; verificar as diferenças de níveis foliares dos bioelementos e alumínio em função do sexo. O levantamento foi realizado em um povoamento homogêneo de erva-mate aos sete anos de idade em São Bento do Sul (Se). Foi escolhida uma toposequência representativa, ao longo da qual foram alocados dez sítios amostrais, divididos em cinco parcelas de cinco árvores cada. Outras quatro unidades na mesma toposequência, foram alocadas com cinco grupos de quatro erveiras femininas e o mesmo de masculinas para cada unidade. A partir de agosto de 1994 foram coletadas as amostras foliares, de solo e dados de produtividade. Em fevereiro de 1995 foram coletadas as amostras foliares das demais erveiras por sexo. As folhas foram submetidas a análise química foliar e as amostras de solo à análise química da porção superficial. Para todas as variáveis foram realizadas análise de variância e teste de médias. Foram estabelecidas correlações lineares simples e múltiplas das variáveis químicas do solo...

Comparaçao de cinco métodos de análise química foliar utilizando erva-mate (Ilex Paraguariensis St. Hill) como matriz analítica

Carneiro, Charles
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.23%
Este trabalho teve como objetivo comparar cinco metodologias de análise química foliar e suas relações para análise de K, Ca, Mg, Mn, F e, Cu, Zn e Al. As amostras foram coletadas a partir de um experimento a campo com calagem em erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hill), localizado no município de Pinhais - PR. Os métodos avaliados foram: digestão úmida nitro-perclórica, digestão seca em cadinhos de porcelana, digestão seca em cadinhos de platina, extração úmida em HCl 1mol/L e extração úmida em HCl 1mol/L+d (d = diluição 1:3). As amostras em laboratório foram avaliadas segundo um arranjo em parcelas sub-divididas, tendo como tratamentos - fator A, as 5 metodologias de análise química propostas; e como tratamentos-fator E, os níveis de saturação por bases do experimento a campo. Todos os elementos avaliados no trabalho foram significativos (F 0,01) para a variável métodos. Os métodos digestão nitro-perclórica, digestão em cadinhos de porcelana, extração em HCl 1mol/L e extração em HCl 1mol/L+d apresentaram altas solubilizações para a maioria dos elementos. O método de extração HCl 1 mol/L +d foi superior ao método HCl 1mol/L para os elementos K, Mg, Mn, Fe, Zn e Al. As determinações para Fe nos métodos de extração foram baixas. O método de digestão via seca em cadinhos de porcelana apresentou baixos valores para as concentrações de Ca...

Análise química do pecíolo e limbo foliar como indicadora do estado nutricional dos mamoeiros 'solo' e 'formosa'

Marinho,Cláudia Sales; Monnerat,Pedro Henrique; Carvalho,Almy Jr. Cordeiro de; Marins,Sérgio Lúcio David; Vieira,Alcílio
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
56.35%
A ausência de um consenso na literatura sobre qual parte da folha, limbo ou pecíolo, seria a mais indicada para avaliação do estado nutricional do mamoeiro, dificulta o uso da análise foliar como ferramenta de diagnose para a cultura. Assim, foi conduzido um experimento para comparar a diagnose do estado nutricional efetuada pela análise do limbo e do pecíolo foliar de mamoeiros pertencentes aos grupos 'Solo' e 'Formosa'. Foi adotado o delineamento em blocos casualizados para avaliar seis variedades de mamoeiros, três de cada grupo. Foram retiradas amostras foliares em cinco épocas, a cada três meses. A folha recém-madura foi dividida em limbo e pecíolo, onde foram determinados os teores de N, NO3-, P, K, Ca, Mg, S, B, Cl, Fe, Mn e Zn. Estes teores foram comparados com os citados na literatura como adequados para a cultura. A diagnose do estado nutricional do mamoeiro quando efetuada por meio da análise do limbo ou do pecíolo foliar levou a diferentes diagnósticos mostrando a necessidade de definição de um único padrão. A análise do limbo foliar mostrou-se mais efetiva que a do pecíolo para diagnosticar o estado nutricional, diferenciando melhor as variedades de mamoeiro, em relação a N, P, K e Cl, não diferindo em relação aos demais nutrientes. Sendo assim...

Correlação entre a produtividade e os resultados de análise foliar e de solo em vinhedos de Niagara Rosada

Tecchio,Marco Antonio; Paioli-Pires,Erasmo José; Terra,Maurilo Monteiro; Grassi Filho,Hélio; Corrêa,Juliano Corulli; Vieira,Cássia Regina Yuriko Ide
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.08%
Realizou-se nos municípios de Jundiaí e Louveira-SP um levantamento do estado nutricional e de produtividade de 20 vinhedos de 'Niagara Rosada' enxertada sobre o porta-enxerto IAC 766 e outros 20 enxertadas sobre o 'Ripária do Traviú'. Coletaram-se amostras de solo a 0-20 e 20-40 cm de profundidade na linha e na entrelinha de plantio e amostras de folha completa, limbo e pecíolo nas épocas de pleno florescimento e no início da maturação das bagas, visando correlacionar com os dados de produtividade. Verificou-se para o porta-enxerto IAC 766 correlações significativas entre a produtividade com os resultados das análises de solo e de folhas. A baixa produtividade verificada esteve relacionada ao excesso de nutrientes no solo, especialmente cálcio e magnésio, em função da calagem e adubação serem realizadas sem levarem em consideração a análise do solo. A produtividade correlacionou-se positivamente com os teores de potássio no solo, a relação K/Mg nas folhas e os teores de potássio nas folhas; e negativamente com a relação (Ca+Mg)/K no solo e os teores de cálcio e magnésio nas folhas, exibindo o antagonismo entre o magnésio e o potássio.

Influência varietal e do solo no estado nutricional na cana-de-açúcar (Saccharum spp) pela análise foliar; Varietal and soil influence on nutritional status of sugarcane (Saccharum spp) as determined by foliar analysis

Haag, Henrique Paulo; Orlando Filho, José
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1976 POR
Relevância na Pesquisa
46.24%
Com o objetivo de se estudar o comportamento varietal e do solo na concentração de macronutrientes nas folhas de cana-de--açúcar e, ao mesmo tempo, executar o levantamento do estado nutricional das variedades através da análise foliar, instalaram-se ensaios em quatro Grandes Grupos de Solos cultivando 16 plantadas sob idênticas condições de clima, adubação, tratos culturais, idade, estado de sanidade e procedência de mudas. O delineamento estatístico foi o de blocos ao acaso com 16 tratamentos (variedades) e 4 repetições. Realizou-se a amostragem foliar aos 4 meses de idade, tomando-se os 20 cm centrais da folha +3 (20 por parcela), desprezando-se a nervura principal. Determinaram-se os macronutrientes (nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre) os quais foram expressos em percentagem de matéria seca. Os ensaios foram colhidos aos 18 meses de idade, sendo que para cada um deles determinou-se as produtividades em toneladas por pol/ha.; Trials were established on four soil types (Latosolic B Terra Roxa - LR; Ortho Dark Red Latosol - LE and Red Yellow Podzolic Laras variation - PVls in the state of São Paulo and Textural B Terra Roxa - TE in Parana to study varietal and soil effects on macronutrient composition of sugarcane leaves and to do a nutritional survey of varieties by foliar analysis. A randomized block designwas used with four replications of 16 varieties (CB 41-76; CB 45-155; CB 47-355; CB 49-260; CB 56-171; CB 61-80; IAC 50/134; IAC 51/205; IAC 52/150; IAC 52/326; Co 740; Co 775; CP 51-22 and NA 56-62). Varieties were planted under the same conditions of climate...

Petiole and leaf blade analyses as nutritional status indicators of 'solo' and 'formosa' papaya trees; Análise química do pecíolo e limbo foliar como indicadora do estado nutricional dos mamoeiros 'solo' e 'formosa'

Marinho, Cláudia Sales; Monnerat, Pedro Henrique; Carvalho, Almy Jr. Cordeiro de; Marins, Sérgio Lúcio David; Vieira, Alcílio
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
A ausência de um consenso na literatura sobre qual parte da folha, limbo ou pecíolo, seria a mais indicada para avaliação do estado nutricional do mamoeiro, dificulta o uso da análise foliar como ferramenta de diagnose para a cultura. Assim, foi conduzido um experimento para comparar a diagnose do estado nutricional efetuada pela análise do limbo e do pecíolo foliar de mamoeiros pertencentes aos grupos 'Solo' e 'Formosa'. Foi adotado o delineamento em blocos casualizados para avaliar seis variedades de mamoeiros, três de cada grupo. Foram retiradas amostras foliares em cinco épocas, a cada três meses. A folha recém-madura foi dividida em limbo e pecíolo, onde foram determinados os teores de N, NO3-, P, K, Ca, Mg, S, B, Cl, Fe, Mn e Zn. Estes teores foram comparados com os citados na literatura como adequados para a cultura. A diagnose do estado nutricional do mamoeiro quando efetuada por meio da análise do limbo ou do pecíolo foliar levou a diferentes diagnósticos mostrando a necessidade de definição de um único padrão. A análise do limbo foliar mostrou-se mais efetiva que a do pecíolo para diagnosticar o estado nutricional, diferenciando melhor as variedades de mamoeiro, em relação a N, P, K e Cl, não diferindo em relação aos demais nutrientes. Sendo assim...

LEVANTAMENTO NUTRICIONAL DE BANANAIS DO VALE DO RIBEIRA-SP PELA ANÁLISE FOLIAR

Grava de GODOY, Leandro José; Universidade Estadual Paulista; Macedo GOMES, Juliana; MENDONÇA, José Carlos de
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.2%
A região do Vale do Ribeira é responsável por 70 % da produção de banana do Estado de São Paulo. O cultivo da bananeira requer grandes quantidades balanceadas de nutrientes para um desenvolvimento adequado. O levantamento dos teores foliares de nutrientes das culturas tem a finalidade de identificar a existência de deficiências e excessos de nutrientes, e direcionar as pesquisas regionais de adubação a serem planejadas. Objetivou-se com o trabalho realizar o levantamento do estado nutricional de bananais do Vale do Ribeira, SP, a partir da análise química foliar dos subgrupos Cavendish e Prata. As amostras foram coletadas em talhões representativos, no período de 1998 a 2005, nos municípios de Cajati, Eldorado, Jacupiranga, Pariquera-Açu, Registro e Sete Barras. Determinou-se os teores de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn. A maioria dos bananais amostrados apresentou deficiência de N e S. A deficiência de K observada em alguns bananais deve ser devido ao desequilíbrio catiônico (K:Mg:Ca). O B foi o nutriente encontrado em excesso com maior freqüência. A média do teor foliar de K, Ca, S, Cu e Zn foi maior no subgrupo Cavendish. ABSTRACT The region of the “Vale do Ribeira, SP” is responsible for 70% of banana production in the state of São Paulo. The cultivation of bananas plants requires large amounts of nutrients for proper development. The survey of the leaf nutrient concentration of crops aims to identify the nutrients deficiencies and excesses...

Avaliação da nutrição de plantações jovens de eucalipto por análise foliar e métodos não destrutivos

Madeira,Ana Carla; Madeira,Manuel; Fabião,António; Marques,Paulo; Carneiro,Marta
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.15%
Avaliou-se o crescimento e estado nutritivo de jovens Eucalyptus por análise foliar tradicional (teores de N, P e pigmentos fotossintéticos) e com o medidor de clorofila SPAD-502. Efectuou-se uma gestão diferenciada dos resíduos de abate da plantação anterior, com incorporação dos resíduos no solo (I), remoção dos resíduos (R), e distribuição dos resíduos à superfície (S); aplicou-se um fertilizante azotado (IF, RF e SF) e introduziuse uma leguminosa do género Lupinus (IL e RL). Não houve diferenças significativas no crescimento entre I, R e S. A aplicação de fertilizante intensificou o crescimento em SF e IF. O teor foliar de N foi no início positivamente afectado pelo Lupinus (IL e RL). Após a primeira aplicação de fertilizante, este teor foi significativamente superior em IF, RF e SF, esbatendo-se a diferença entre tratamentos após as aplicações seguintes; semelhante padrão foi observado para os pigmentos e o SPAD. Os valores de SPAD correlacionaram-se (P<0,05) com N foliar. O sistema de gestão mais produtivo incluiu a incorporação dos resíduos no solo com aplicação repetida de fertilizante azotado.

Avaliação do estado de nutrição de plantas jovens de Eucalyptus globulus por análise foliar e espectroradiométrica

Madeira,A. C.; Carneiro,M.; Marques,P.; Madeira,M.
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
Avaliou-se o estado nutritivo de jovens plantas de Eucalyptus globulus, num sistema experimental com diferentes opções de gestão de resíduos de abate e de disponibilidade de nutrientes, por análise foliar (teores de N, P, Ca, K e Mg, área foliar, e teores de clorofila e carotenóides) e espectroradiométrica (medidor foliar de clorofila, SPAD502). Os tratamentos foram: remoção dos resíduos de abate (R); como R e aplicação de fertilizantes (RF); como R e sementeira de leguminosas (RL); distribuição dos resíduos de abate na superfície do solo (S); como S seguido e aplicação de fertilizantes (SF); incorporação dos resíduos de abate no solo por intermédio de gradagem (I); como I e aplicação de fertilizantes (IF); como I e com sementeira de leguminosas (IL). As árvores do tratamento I apresentaram maior crescimento do que as dos tratamentos R e S; a aplicação de fertilizantes apenas levou a acréscimo de crescimento nos tratamentos em que os resíduos foram mantidos no sítio (SF e IF). Os teores de N foram no início positivamente afectados pelas leguminosas (tratamentos IL e RL), mas após a aplicação de fertilizantes foram substancialmente mais elevados nos tratamentos IF, RF e SF do que nos outros, sendo a diferença reduzida no período outonal seguinte; semelhante padrão foi observado para os valores de SPAD. Os teores de Ca e Mg por seu turno decresceram substancialmente nos tratamentos correspondentes à aplicação de fertilizantes. Os valores do SPAD correlacionaram-se (P<0...