Página 1 dos resultados de 149 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Efeitos do uso de esteróides anabolizantes associados ao treinamento físico de natação sobre o fluxo sangüíneo para o miocárdio de ratos normotensos; Effects of anabolic steroids use associated with swimming exercise training on myocardium blood flow of normotensive rats

Redondo, Fernanda Roberta Roque
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.76%
O uso indiscriminado de recursos ergogênicos como os esteróides anabolizantes vêm se tornando um problema crescente em diversos segmentos da população, além do meio atlético, tendo como finalidade a obtenção de melhor desempenho físico ou simplesmente melhor aparência física, porém muitas vezes sem a preocupação com os riscos dos efeitos colaterais promovidos por esta prática. No presente trabalho estudamos os efeitos da associação do uso de doses suprafisiológicas de esteróides anabolizantes e do treinamento físico aeróbio de natação sobre o fluxo sangüíneo coronário de ratos normotensos, verificando a participação da adenosina como um dos possíveis mecanismos de regulação deste fluxo, além de alterações estruturais cardíacas que poderiam influenciar na perfusão sangüínea cardíaca. Ao observarmos somente o efeito do treinamento físico, verificamos que o mesmo foi eficaz em promover adaptações benéficas ao sistema cardiovascular, como a presença de hipertrofia cardíaca fisiológica e melhora no fluxo sangüíneo coronário em repouso, provavelmente mediado por uma maior formação de adenosina circulante e cardíaca. O uso de esteróides anabolizantes associado ao treinamento físico atenuou os efeitos benéficos promovidos pelo treinamento...

Hipertrofia cardíaca e síntese de colágeno induzidos pelo uso de esteróides anabolizantes associado ao treinamento físico por natação em ratos: participação do sistema renina angiotensina aldosterona; Cardiac hyperthrofic and collagen systhesis induced by anabolic steroids associated to swimming training in rats: renin angiotensin aldosteron system participation

Carmo, Everton Crivoi do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
O uso de esteróide anabolizante é cada vez maior por pessoas que praticam exercícios como forma de lazer, sem se importarem com os possíveis efeitos colaterais, o que vem se tornando um importante problema de saúde pública. Dentre os seus principais efeitos colaterais, destacamos a hipertrofia cardíaca, que parece ser ainda mais pronunciada quando associado ao treinamento físico, sendo esta relacionada a maior atividade da enzima conversora de angiotensina cardíaca. Tendo em vista esse cenário, o presente trabalho visa verificar a participação do sistema renina angiotensina aldosterona sobre a hipertrofia cardíaca e síntese de colágeno induzida pelo esteróide anabolizante, associado ao treinamento físico por natação em ratos, por meio do bloqueio de receptores AT1 com Losartan e dos receptores de mineralocorticóides com Espironolactona. Resultados mostram que a administração de esteróide anabolizante aumenta a ativação do sistema renina angiotensina aldosterona cardíaco, o qual está diretamente relacionado aos seus efeitos colaterais, visto que o bloqueio dos receptores AT1 ou dos RM inibiu esses efeitos. Sendo mostrado pela primeira vez, os efeitos do esteróide anabolizante sobre o aumento na expressão do gene da aldosterona sintase e da enzima 11-HSD2...

Anabolizantes

Waick, Bruno
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Áudio
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.44%
O uso de drogas anabolizantes e o risco que elas representam à saúde.

Abuso de esteróides anabolizantes e seu impacto sobre a função tireóidea

Fortunato,Rodrigo S.; Rosenthal,Doris; Carvalho,Denise P. de
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.76%
A utilização de esteróides anabolizantes por indivíduos que desejam aumentar sua performance física, ou simplesmente para fins estéticos, tem atingido índices alarmantes nas últimas três décadas. Além dos efeitos desejados, uma infinidade de efeitos colaterais já foi bem descrita na literatura, como vários tipos de câncer, ginecomastia, peliosis hepatis, insuficiência renal, virilização, dentre outros. Sobre a função tireóidea, o efeito mais pronunciado em seres humanos é a diminuição da TBG, com conseqüente diminuição sérica de T3 e T4 totais, dependendo, porém, da susceptibilidade da molécula à aromatização e conseqüente transformação em estrógeno. Em ratos, o tratamento com esteróides anabolizantes altera a metabolização periférica dos hormônios tireóideos e também parece causar importante efeito proliferativo sobre as células tireóideas. Assim, o presente artigo visa rever os dados publicados acerca dos efeitos de doses suprafisiológicas de esteróides anabolizantes sobre a função tireóidea, reforçando o perigo que a utilização indiscriminada dessas drogas pode causar à saúde.

Culto ao corpo e uso de anabolizantes entre praticantes de musculação

Iriart,Jorge Alberto Bernstein; Chaves,José Carlos; Orleans,Roberto Ghignone de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.98%
O objetivo do estudo foi investigar as motivações para a prática da musculação e uso de anabolizantes, assim como as representações e usos sociais do corpo entre usuários de anabolizantes praticantes de musculação. Foi realizado um estudo etnográfico com observação participante em academias de musculação de bairros de classe média e classes populares de Salvador, Bahia, Brasil, e realização de 43 entrevistas em profundidade com usuários de anabolizantes. A prática da musculação e o uso de anabolizantes, tanto entre usuários de classe média quanto populares, são motivados sobretudo por razões estéticas. A insatisfação com corpo real em comparação ao padrão ideal disseminado pela mídia, o receio de ser desvalorizado ou excluído do grupo de pares, o capital simbólico associado ao corpo "trabalhado" e o imediatismo na obtenção dos resultados favorecem o uso de anabolizantes. Faz-se necessária a realização de campanhas de prevenção voltadas para os jovens que aliem a visão crítica na desconstrução dos valores associados ao corpo na sociedade de consumo à veiculação de informação de qualidade sobre os riscos à saúde no consumo de anabolizantes.

Piomiosite em atletas após o uso de esteroides anabolizantes: relato de casos

Cardozo Filho,Nivaldo Souza; Gaspar,Eric Figueirido; Siqueira,Karina Levy; Monteiro,Gustavo Cará; Andreoli,Carlos Vicente; Ejnisman,Benno; Cohen,Moisés
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.76%
Relato da conduta de cinco casos de piomiosite em atletas após o uso de esteroides anabolizantes. Nos últimos 10 anos foram avaliados cinco atendimentos a atletas no Centro de Traumatologia do Esporte (CETE) - EPM - Unifesp que desenvolveram piomiosite após o uso de esteroides anabolizantes. Todos os pacientes foram diagnosticados clínica e laboratorialmente e por exames de imagem, sendo realizado tratamento cirúrgico (com coleta de material para cultura) e antibioticoterapia. Em quatro casos, os locais de administração foram nos membros superiores e, em um dos casos, nos glúteos bilaterais, além dos membros superiores. Nos cinco casos, houve a ocorrência de leucocitose com neutrofilia no hemograma e, após a limpeza cirúrgica, os germes habituais da pele (S. aureus e S. viridans) foram encontrados na cultura das secreções. A delimitação do abscesso, assim como o estudo do plano muscular em que se encontrava, foi realizada por meio do estudo de imagem com ultrassonografia e ressonância magnética. Todos responderam à antibioticoterapia de amplo espectro e, em dois casos, foi necessário mais de um procedimento cirúrgico devido ao surgimento de mais de um ponto de abscesso com tempo de evolução diferente. O uso de esteroides anabolizantes por alguns atletas pode trazer consequências graves; a intervenção rápida...

Onde os fracos não têm vez: discursos sobre anabolizantes, corpo e masculinidades em uma revista especializada

Cecchetto,Fatima Regina; Farias,Patricia Silveira de; Silva,Paulo Rodrigo Pedroso da; Corrêa,Juliana Silva
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
O objetivo deste estudo é analisar as matérias sobre esteróides anabolizantes androgênicos (EAA) e doping, publicadas em uma revista especializada em artes marciais, a Tatame, entre os anos 1996 e 2010. Utilizou-se metodologia qualitativa, a partir do referencial fornecido pelas Ciências Sociais e suas interfaces com o campo da Saúde Coletiva. A análise e discussão dos discursos acerca do uso de EAA e doping foram organizados em quatro etapas: na primeira, ocorreu uma leitura abrangente do material jornalístico; na segunda etapa, foram examinadas as matérias, focalizando os títulos, subtítulos e conteúdos. Na terceira, verificou-se o meio circundante dos boxes, capas, contracapas e espaços publicitários da revista. A quarta etapa privilegiou a perspectiva dos lutadores sobre a utilização de EAA e/ou doping, veiculadas tanto nas matérias em que estes usos são o foco central, quanto em reportagens em que estes não são a temática principal. Os resultados indicam um descompasso entre os conteúdos veiculados na imprensa, que, de um lado, condenam o uso de EAA e doping, e de outro, divulgam uma série de estímulos para o desenvolvimento da musculosidade. Desta forma, os conteúdos acabam por corroborar a ideia de uma estreita associação entre musculosidade e um tipo de masculinidade tradicional ancorado na positivação da força e na invencibilidade.

Efeitos de produtos anabolizantes sobre a qualidade do sêmen de touros

Pimentel,Cláudio Alves; Deschamps,João Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.63%
Com a finalidade de se avaliar o efeito de esteróides anabolizantes sobre a qualidade do sêmen de touros, foram testados 3 tratamentos em 9 touros adultos (idades de 3 a 5 anos). Os grupos I e II receberam implantes subcutâneos na base da orelha, sendo implantados no grupo I, 36mg de zeranol e no grupo II 24mg de dietiletilbestrol (DES), enquanto o grupo III permaneceu como testemunha. Foram realizadas 31 coletas de sêmen semanais, tendo sido a primeira, uma semana antes do implante. Não se verificaram alterações em nenhuma das características do sêmen devido aos tratamentos. Os três grupos tiveram ganhos de peso similares. Conclui-se que, nas condições em que o experimento foi realizado, não houve efeito dos anabolizantes na qualidade do sêmen. Caso tenham ocorrido alterações genitais mais discretas, essas foram subclínicas ou não foram detectadas devido ao número de unidades experimentais por tratamento.

Resíduos de anabolizantes na produção animal: importância e métodos de detecção

Duarte,Keila Maria Roncato; Silva,Fabiana Maria Siqueira Mariano da; Meirelles,Ferreira
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
Com o desenvolvimento da indústria farmacêutica e o conseqüente surgimento de novas substâncias promotoras do crescimento animal, o setor agropecuário necessita de tecnologias cada vez mais eficientes e sensíveis para detectar possíveis resíduos deixados por este vasto número de substâncias anabolizantes, principalmente esteróides com atividades estrogênicas, androgênicas e progestogênicas. Tais substâncias, quando presentes na carne, gordura, ovos, entre outros, podem ser detectadas e quantificadas por uma série de métodos, dentre os quais, descrevemos os cromatográficos, baseados principalmente em cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa (CG-EM), cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), cromatografia em camada delgada de alta eficiência (CCDAE) e os métodos imunológicos, como radioomunoensaio (RIA) e ensaio imunoenzimático (ELISA). Estes métodos têm como vantagens o elevado número de amostras que podem ser analisadas por período de tempo, aliadas à alta sensibilidade na detecção de resíduos.

Homens e mulheres com H(GH): gênero, masculinidades e anabolizantes em jornais e revistas de 2010

Farias,Patricia Silveira de; Cecchetto,Fátima; Silva,Paulo Rodrigo Pedroso da
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.63%
Este artigo discute as representações de corpo e gênero articuladas ao uso de substâncias anabolizantes nos meios de comunicação. Para isso, tomou-se como objeto o material jornalístico publicado no ano de 2010, disponível no acervo institucional da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. O material analisado indicou que o imperativo do corpo forte se faz presente como o mote para o uso de anabolizantes, tanto para homens como para mulheres, e que, nesse movimento, os jornais e revistas desempenham papel significativo na disseminação de uma corporalidade hiperviril.

Anabolizantes: conceitos segundo praticantes de musculação em Aracaju (SE)

Santos,André Faro; Mendonça,Priscilla Maria Habib; Santos,Lidiane dos Anjos; Silva,Naiara Franca; Tavares,Juliana Karine Leite
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.85%
A presente pesquisa objetivou delinear os principais conceitos acerca dos anabolizantes entre os praticantes de musculação nas academias de Aracaju (SE). Pretendeu-se, também, conhecer a prevalência da utilização destas substâncias na amostra selecionada. A amostra constituiu-se de 58 indivíduos do sexo masculino, entre 18 e 35 anos de idade, com predominância de formação de nível médio e superior. Como resultados, detectou-se que a concepção prevalente quanto aos anabolizantes e aos seus malefícios corresponde ao que é divulgado quanto à sua utilização sem a prescrição médica: o perigo do abuso. Já quanto aos benefícios observados, constatou-se que há a percepção de que estas substâncias podem gerar resultados imediatos. Percebeu-se um consumo elevado na população pesquisada, que geralmente adquire as drogas nas farmácias e utiliza doses acima do recomendado. Foi observada relação estatística significativa entre o uso dos anabolizantes na atualidade e no passado (p<0,05) sugerindo que sujeitos que já utilizaram anabolizantes tendem a manter o uso.

Avaliação descritiva sobre o uso de esteroides anabolizantes e seu efeito sobre as variáveis bioquímicas e neuroendócrinas em indivíduos que praticam exercício resistido

Venâncio,Daniel Paulino; Nóbrega,Antonio Claudio Lucas da; Tufik,Sergio; Mello,Marco Túlio de
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.98%
O uso dos esteroides anabolizantes vem se tornando um problema de saúde pública ao longo dos últimos anos. No bojo do uso abusivo, muitos efeitos deletérios são observados, na sua totalidade por disfunções dos vários sistemas fisiológicos. Sendo assim, o objetivo do estudo foi o de avaliar o eixo hipófise-gonadal, a função hormonal, as transaminases hepáticas e o perfil de hemograma de 61 voluntários distribuídos em três grupos: 20 usuários de esteroides anabolizantes praticantes de exercício físico resistido, 21 praticantes de exercício resistido sem uso de esteroides anabolizantes e 20 sedentários. Foi observada elevação do nível de creatina quinase nos dois grupos de indivíduos que se exercitavam de maneira resistida, em relação ao grupo de sedentários (p < 0,001). Redução das gonadotrofinas LH e FSH do grupo de usuários de esteroides anabolizantes e elevação do nível de estradiol, em comparação ao grupo sedentário e treinado que não usa esteroides anabolizantes (p < 0,001). Ainda, foi observada redução da fração HDL do colesterol, em relação aos dois grupos estudados (p < 0,001). Desta maneira, o uso dos esteroides anabolizantes causa alterações bioquímicas que podem levar a instalação de efeitos colaterais.

“Não” para jovens bombados, “sim” para velhos empinados: o discurso sobre anabolizantes e saúde em artigos da área biomédica

Moraes,Danielle Ribeiro de; Castiel,Luis David; Ribeiro,Ana Paula Pereira da Gama Alves
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
Abordamos o discurso médico sobre o uso dos esteroides anabolizantes androgênicos (EAA), drogas sintéticas cujo abuso vem sendo caracterizado como problema de saúde pública, sendo operado na contraposição entre usos “médicos” e “não-médicos”. Com base em abordagem qualitativa, realizamos análise de enunciações presentes em 76 artigos da área biomédica entre 2002 e 2012. Nesse discurso, permanece o banimento, entre jovens, de usos de EAA não regulados pela medicina, ao passo em que as fronteiras do emprego clinicamente qualificado parecem se expandir para pessoas idosas, mesmo frente a contradições que tensionam o argumento de prevenção dos riscos à saúde. Percebem-se marcações biopolíticas moralizantes, seja via distinções de gênero, seja sob o signo da criminalização do uso de drogas.

O culto ao corpo perfeito e suas influências no uso dos esteróides anabolizantes androgênicos

Silva, Helder Santiago
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.63%
O consumo de esteroides anabolizantes androgênicos (EAA) tem aumentado significativamente ao longo dos anos. O objetivo deste estudo é fazer uma revisão de literatura sobre estes esteróides e os fatores que influenciam o seu uso. Para esse estudo foram pesquisados artigos científicos nas bases de dados eletrônicas Medline, Lilacs e Scielo. Na busca por um corpo perfeito, que hoje em dia é muito valorizado pela sociedade, pessoas sem muita informação recorrem aos EAA que oferecem atrativos como ganhos de força e massa muscular em curto espaço de tempo. A aparência saudável à primeira vista ajuda a esconder diversos efeitos colaterais que podem aparecer em curto ou a longo prazo. Além dos efeitos desejados pelos usuários, os anabolizantes carregam uma infinidade de efeitos adversos que podem afetar órgãos vitais resultando em doenças que podem deixar sequelas permanentes ou até levar à morte. Também podem ocorrer distorções da auto-imagem. Em suma, o uso dos EAA é feito por indivíduos que buscam performance física e também por aqueles que buscam fins estéticos.

Fatores motivacionais e o uso de esteroides anabolizantes por homens praticantes de musculação em academias da região do grande Pinheirinho no município de Criciúma, SC

Mateus, Humberto Coelho
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.44%
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado para obtenção do Grau de Bacharel, no Curso de Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O uso de substâncias proibidas em academias para o culto ao corpo é cada vez mais frequente e cheio de irresponsabilidade, dentre essas estão os Esteroides Anabolizantes (EAA), que usados indevidamente podem trazer efeitos colaterais diversos e problemas graves a saúde. Porém, muitos usuários não conhecem os efeitos que as drogas podem trazer e isso pode ser a causa que leva a muitos praticantes de musculação usarem EAA. O objetivo do estudo foi identificar quais os fatores que levam homens praticantes de musculação a usarem essas substâncias proibidas, se estes reconhecem os riscos que os EAA trazem a saúde e quais as substâncias mais usadas. Percebe-se que o uso é cheio é inconsequente e os principais motivos para utilização é o rápido aumento de massa muscular ou o alcance dos resultados almejados, influenciado principalmente pela mídia que difunde modelos de corpos perfeitos quase impossíveis de se obter.

Ausência de efeito genotóxico induzido por esteróides anabolizantes em indivíduos fisiculturistas; Lack of genotoxicity induced by steroids anabolic in bodybuilding practicers

Pavão, Paulo Roberto Gasparini; Gontijo, Álisson Marques de Miranda Cabral; Ribeiro, Daniel Araki; Salvadori, Daisy Maria Favero
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.85%
Os esteróides anabolizantes vêm sendo utilizados indiscriminadamente com a finalidade de aumentar a massa muscular e melhorar o desempenho em competições esportivas. No entanto, os efeitos desses esteróides sobre a saúde humana foram pouco avaliados. O presente estudo propôs verificar o potencial genotóxico de esteróides anabolizantes em indivíduos fisiculturistas utilizando o teste do cometa, capaz de detectar lesões primárias no DNA. Para isso, foram coletadas amostras de sangue periférico de 63 voluntários, sendo 23 praticantes do fisiculturismo não competitivo e usuários de esteróides anabolizantes; 20 fisiculturistas não usuários dos esteróides e 20 indivíduos sedentários, que não praticavam exercício físico rotineiro (grupo controle). Nos protocolos de tratamento utilizados pelos usuários de esteróides estavam inclusos: o stanozolol, o decanoato de nandrolona, o cipionato de testosterona e a oximetolona. Os resultados mostraram que não houve diferença estatisticamente significante (P < 0,05) nos níveis de danos no DNA ("tail moment") entre os grupos avaliados. Desta forma, conclui-se que o treinamento físico de força muscular, bem como o uso de esteróides anabolizantes durante o treinamento físico não induziram aumento de danos no DNA de leucócitos do sangue periférico.; Anabolic steroids have been used in order to increase muscular mass and to improve the performance in sporting competitions. The aim of the present study was to evaluate the genotoxic effect of anabolic steroids in bodybuilders...

Manejo de la esterilidad masculina en pacientes consumidores de esteroides anabolizantes

Torre Abril,Luis de la; Ramada Benlloch,Francisco; Sánchez Ballester,Francisco; Ordoño Domínguez,Felipe; Juan Escudero,Joaquín Ulises; Navalón Verdejo,Pedro; López Alcina,Emilio; Ramos de Campos,Macarena; Zaragoza Orts,Julio
Fonte: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa) Publicador: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/04/2005 SPA
Relevância na Pesquisa
37.63%
OBJETIVO Y MÉTODOS: Revisamos la incidencia de esterilidad masculina secundaria al consumo de productos anabolizantes (CPA) y cual ha sido nuestra experiencia y resultados en el tratamiento de la misma. Dichas sustancias son muy variadas (testosterona, nandrolona, estanozolol, etc) y su consumo puede ser único o combinado, tanto por vía oral como parenteral. La ocultación de dicha práctica y los diferentes patrones de consumo y dosis utilizados hacen que sea difícil la comparación entre pacientes y series publicadas por diferentes autores. RESULTADO Y CONCLUSIONES: La mayoría de los pacientes recuperan una espermatogénesis normal con tan sólo el cese en la toma de los anabolizantes. El período de tiempo medio transcurrido hasta esta recuperación es de 6,35 meses. En los pacientes que no mejoran a los seis meses iniciamos una pauta de tratamiento con Tamoxifeno 20 mg/24 h, previa comprobación analítica de un perfil hormonal hipotalamo-hipofisario normal o inhibido. El abuso en tiempo, en dosis y la anarquía del consumo hacen imprevisible la respuesta al tratamiento con antiestrógenos o gonadotropinas que podemos ofrecer a los pacientes que no mejoran con actitud conservadora.

Control de la dispensación de medicamentos esteroides anabolizantes androgénicos

Vázquez-Mourelle,Raquel; Carracedo-Martínez,Eduardo; Ces Gens,Eugenio; Cadórniga Valiño,Luis; Álvaro Esteban,Pilar; Pose Reino,José Manuel
Fonte: Gaceta Sanitaria Publicador: Gaceta Sanitaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.44%
Los esteroides anabolizantes androgénicos (EAA) pueden producir efectos adversos muy graves cuando se usan sin fin terapéutico. Este trabajo pretende mostrar que los EAA son sustancias susceptibles de desvío ilícito en el canal legal de comercialización, que a su vez, debido a ciertas limitaciones evidenciadas a la hora de perseguir estas actuaciones ilegales por parte de la Inspección de Servicios Sanitarios de la Consellería de Sanidade de la Xunta de Galicia, llevó a una iniciativa normativa para exigir actuaciones adicionales a la farmacia comunitaria en su dispensación. En cuatro inspecciones a oficinas de farmacia se detectó el desvío de un total de 3118 envases de EAA, lo que dio lugar a la apertura de cuatro procedimientos sancionadores, y en dos de ellas se dio traslado a las fuerzas policiales especializadas al haber indicios suficientes de posible desvío a gimnasios, lo cual originó una operación policial (Operación Fitness).

Anabolizantes esteroideos y ginecomastia: Revisión de la literatura

Luis,D. A. de; Aller,R.; Cuéllar,L. A.; Terroba,C.; Romero,E.
Fonte: Anales de Medicina Interna Publicador: Anales de Medicina Interna
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
37.92%
La ginecomastia es una situación común consistente en la proliferación del componente glandular de la mama masculina como resultado de un disbalance en la acción de estrógenos y andrógenos a nivel del tejido glandular. La etiología es muy variable, destaca en el momento actual los anabolizantes esteroideos. Los estudios realizados analizando este problema en pacientes que toman anabolizantes son escasos aunque la prevalencia de ginecomastia entre estos pacientes es de hasta un 52%. Presentamos un caso clínico donde se muestra el desarrollo en pocos meses de ginecomastia bilateral asimétrica secundaria a la toma de anabolizantes, con respuesta parcial al tamoxifen. Por tanto ante un paciente con hábitos deportivos que presente ginecomastia, una de nuestras primeras sospechas debe ser la toma de anabolizantes. Tras la suspensión de los anabolizantes y la instauración de un ciclo de tratamiento oral preferentemente con tamoxifen, la tasa de remisiones puede ser alta en función del tiempo de duración de la ginecomastia y del tamaño. Si no se consigue la remisión la cirugía es una buena opción.

Culto ao corpo e uso de anabolizantes entre praticantes de musculação

Iriart,Jorge Alberto Bernstein; Chaves,José Carlos; Orleans,Roberto Ghignone de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.98%
O objetivo do estudo foi investigar as motivações para a prática da musculação e uso de anabolizantes, assim como as representações e usos sociais do corpo entre usuários de anabolizantes praticantes de musculação. Foi realizado um estudo etnográfico com observação participante em academias de musculação de bairros de classe média e classes populares de Salvador, Bahia, Brasil, e realização de 43 entrevistas em profundidade com usuários de anabolizantes. A prática da musculação e o uso de anabolizantes, tanto entre usuários de classe média quanto populares, são motivados sobretudo por razões estéticas. A insatisfação com corpo real em comparação ao padrão ideal disseminado pela mídia, o receio de ser desvalorizado ou excluído do grupo de pares, o capital simbólico associado ao corpo "trabalhado" e o imediatismo na obtenção dos resultados favorecem o uso de anabolizantes. Faz-se necessária a realização de campanhas de prevenção voltadas para os jovens que aliem a visão crítica na desconstrução dos valores associados ao corpo na sociedade de consumo à veiculação de informação de qualidade sobre os riscos à saúde no consumo de anabolizantes.