Página 1 dos resultados de 436 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

"A amputação sob uma perspectiva fenomenológica" ; "Amputation from a phenomenological perspective"

Chini, Gislaine Cristina de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.72%
O presente estudo aborda a amputação desde o momento em que passa a fazer parte das inquietações da autora, integrando seu mundo-vida, por meio de interrogações relativas à questão da amputação, suas implicações e sentimentos experimentados pela pessoa que a vivencia. Constitui-se numa investigação de caráter qualitativo, desenvolvida à luz do referencial teórico-metodológico da fenomenologia e que busca compreender, então, a vivência de uma amputação, a partir da visão da pessoa que a experiencia. Inicialmente, a fim de compreender o fenômeno que se mostra diante de meus olhos, pedindo um aclaramento, realizei um levantamento bibliográfico, o que me possibilitou conhecer a amputação sob vários enfoques, além de permitir a apropriação de algumas idéias do pensamento filosófico de Merleau-Ponty, abordando a percepção, o corpo que percebe e é percebido, na sua relação com o mundo, e o enraizamento do espírito neste corpo. Após conhecer a amputação, sob o ponto de vista literário, busquei o seu compartilhar com a pessoa a ela submetida, habitando seu mundo. Compartilhando desse momento, pude compreender seu sentido e seus significados, expressando-os sob a forma de categorias temáticas. Desta forma...

Uma psicanalista em uma equipe multidisciplinar: atendimento a pacientes com amputação em reabilitação com prótese; A psychoanalyst in a multidisciplinary team: caring for patients with amputation in rehabilitation with prosthesis

Rodrigues, Luciana Moreno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Este trabalho tem como objetivo discutir as possibilidades e dificuldades de um psicanalista quando passa a compor uma equipe multidisciplinar de atendimento a pacientes amputados em reabilitação com prótese. A equipe de saúde tem papel fundamental no atendimento ao paciente amputado que realiza reabilitação. Pensa-se que há diferença para este trabalho o fato de haver na equipe um psicanalista, que atua de um lugar diferente dos outros membros, representantes do discurso médico. Para se compreender o que ocorre quando há um psicanalista na equipe de saúde são abordadas as diferenças entre os campos da psicologia hospitalar e da psicanálise dentro de uma equipe; as diferenças entre os discursos médico e psicanalítico, o estatuto do corpo para a psicanálise, e as bases de sustentação para que um analista se constitua enquanto tal. Além disso, são tratados o estatuto do corpo na contemporaneidade e a questão da deficiência, pontos cruciais no atendimento ao paciente com amputação. Por último, busca-se uma compreensão, do ponto de vista psíquico, para a amputação e reabilitação do paciente, levando-se em conta que o atendimento prestado a ele é permeado pelas questões enfrentadas pela equipe multidisciplinar; This paper aims to discuss the possibilities and difficulties of a psychoanalyst when she begins to compose a multidisciplinary team to care of patients with amputation in rehabilitation with a prosthesis. The health team has a key role in patient care that is in rehabilitation. It is thought that there is a difference to the treatment if there is a psychoanalyst in this team...

Estudo epidemiológico dos pacientes com amputação de membros inferiores atendidos no Centro Regional de Reabilitação de Araraquara, Estado de São Paulo, Brasil; Epidemiological study of patients with lower limb amputations followed at the Local Rehabilitation Center in the city of Araraquara, Brazil

Garlippe, Luiz Armando
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
A amputação do membro caracteriza um importante fator de incapacidade física, requerendo amplos cuidados desde o momento da pré-amputação, passando pelo processo propriamente dito e indo até a recuperação funcional do paciente. Suas principais causas são necrose tecidual causada por doença vascular, más-formações congênitas, infecções, tumores e traumas. As mais importantes são complicações do diabetes e doença vascular periférica, com cerca de 75% dos casos, e o trauma, com 20%. Estima-se que a incidência de amputações de membros inferiores seja de 2,8 a 43,9 por 100.000 habitantes, dependendo da população estudada. O presente trabalho objetivou estudar pacientes com amputações de membros inferiores acompanhados no Centro Regional de Reabilitação de Araraquara (CRRA), Estado de São Paulo, Brasil. Foi realizado um estudo descritivo do tipo levantamento epidemiológico. A população de estudo foi de 181 indivíduos que deram entrada no CRRA entre os anos de 2001 e 2012. As fontes de informação foram os prontuários arquivados no Serviço e através de entrevista utilizando-se de formulário específico. Observou-se predomínio do sexo masculino (74,0%) e das faixas etárias de 18 a 44 anos e 45 a 64 anos...

Tendência de internações hospitalares de pacientes com e sem o diagnóstico de diabetes mellitus submetidos à amputação não traumática de extremidades inferiores, Ribeirão Preto - SP, 2001-2008; Tendency of hospital admissions of patients with and without a diagnosis of diabetes mellitus undergoing non-traumatic amputation of lower extremities, Ribeirão Preto, 2001-2008

Rodrigues, Flavia Fernanda Luchetti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
Estudo quantitativo, descritivo e retrospectivo de internações hospitalares de pacientes com e sem o diagnóstico de diabetes submetidos a amputação não traumática de extremidades inferiores, no período de 2001 a 2008, em Ribeirão Preto - SP - Brasil. Este estudo teve como objetivos caracterizar as internações hospitalares de pacientes com e sem o diagnóstico de diabetes mellitus submetidos a amputação não traumática de extremidades inferiores segundo sexo, idade, período da internação hospitalar, tipo de atendimento e condições da alta; relacionar as internações hospitalares com as variáveis tipo de alta e atendimento, sexo, idade e tempo de internação, e analisar a tendência das internações hospitalares em Ribeirão Preto-SP, no período de 2001-2008. Utilizaram-se dados de fonte secundária de internações hospitalares, do Sistema de Informações do Centro de Processamento de Dados Hospitalares. Os resultados mostraram que das 2296 internações hospitalares relacionadas ao procedimento de amputação não traumática de extremidades inferiores, 954 (41,6%) tinham o diagnóstico de diabetes mellitus. A maioria (58,7%) é do sexo masculino; idade média de 63,9 anos; 54,8% residiam em Ribeirão Preto-SP e 72...

Hospitalizações na rede pública por amputação traumática de membros inferiores de adultos residentes na Região Metropolitana de Porto Alegre/RS no período de 2008 a 2010

Lima, Patricia Machado Legendre
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
Introdução/contexto: A amputação de membros inferiores gera custos diretos e indiretos que se constituem importante desafio para a saúde pública no país, interfe-rindo também na capacidade laborativa da população. Amputações registradas co-mo de natureza traumática podem em realidade dever-se a causas não traumáticas como diabetes mellitus ou outras doenças. Objetivo: Caracterizar as hospitaliza-ções na rede pública de adultos residentes na Região Metropolitana de Porto Ale-gre/RS (RMPA/RS) por amputação traumática de membros inferiores (MsIs) no perí-odo de 2008 a 2010. Metodologia: Análise das hospitalizações de residentes na RMPA/RS com 20 ou mais anos, internados no RS, com diagnóstico principal CID-10 S88 (amputação traumática da perna) ou S98 (amputação traumática do tornoze-lo e pé) a partir do Sistema de Informações Hospitalares (SIH)/SUS, disponíveis pu-blicamente. Cálculo de coeficientes por sexo, faixas etárias, evolução de casos para UTI, óbitos, dias de permanência das internações e gastos. Trabalho realizado no âmbito do projeto aprovado pelo CEP/Hospital de Clínicas de Porto Alegre sob nº 10056. Resultados: Foram registradas 786.898 internações de residentes na RMPA/RS entre 2008 e 2010 entre as quais 124 (0...

Doente submetido a amputação do membro inferior : o enfermeiro de reabilitação no processo de transição

Pereira, Virgínia Lucinda
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
Vivemos numa época em que não é suficiente dominar a ciência ou a técnica, sendo essencial humanizarmos a forma como o fazemos. A enfermagem enquanto essência de cuidar tem por base a relação e a interação com o outro, permitindo o crescimento mútuo, sendo para isso indispensável cuidar o doente no âmbito da sua família e do seu meio envolvente. Perante a inquietação com a questão da amputação, suas implicações e sentimentos despoletados na pessoa que experiência uma transição para a deficiência no contexto de uma doença crónica, realizou-se este estudo com o objetivo de melhor compreender esse fenómeno. A revisão bibliográfica permitiu aprofundar conhecimentos sobre a patologia e a repercussão desta no doente e na família. Foram realizadas dez entrevistas com doentes submetidos a amputação, para tentar compreender como percecionam e lidam com esta situação de crise. Através da análise dos discursos dos doentes tentou-se perceber os seus significados, a partir da experiência de quem os vivência, que foram expressos sob a forma de categorias. Desta forma, foi possível desvendar algumas facetas do fenómeno amputação, sob um referencial fenomenológico, e compreender como o doente amputado faz uma transição deste tipo. Outro aspeto a aprofundar foi o reconhecimento dado ao enfermeiro especialista em reabilitação neste processo de transição...

A prevalência e a repercussão psicológica e funcional da dor e sensação fantasma na amputação do membro inferior por isquémia avançada

Quadros, Lúcia de Fátima da Cunha Duarte, 1959-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.91%
Neste estudo retrospectivo, 52 doentes intervencionados a amputação do membro inferior devido a causa isquémica foram submetidos a uma entrevista que incluía a aplicação de 3 questionários (um questionário de dor - EVA, um questionário de avaliação da qualidade de vida - SIP e um questionário de avaliação psicológica - HADS). Pretendeu-se (1) avaliar a prevalência e as características da dor (DMF) e sensação fantasma (SF); (2) correlacionar a DMF com a dor pré-amputação e com factores demográficos ou relacionados com a amputação; (3) analisar qual o impacto psicológico e na qualidade de vida destes doentes. A DMF foi uma queixa frequente pós-amputação (73,1%), estando diminuída no momento da entrevista (59,6%), enquanto a SF esteve presente em praticamente todos os doentes a seguir à amputação (98,1%), tendo diminuído ligeiramente no momento da entrevista (84,6%). A dor pré-amputação e a DMF pós-amputação e no momento da entrevista, revelaram semelhanças na localização e nas suas características: a localização foi prevalente no pé (42,3% pré-amputação, 44,2% pós-amputação e 34,6% no momento da entrevista) e o carácter mais frequente foi o tipo picada de agulha e queimadura (63...

Reabilitação de Reimplantação do Antebraço Distal Pós-Amputação - a Propósito de um Caso Clínico

Pisa, F; Dias, P; Moura, M; Braz, D; Fonseca, F; Rasteiro, D
Fonte: Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação Publicador: Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Actualmente, o desafio da reimplantação do membro superior pós-amputação tornou-se uma realidade alcançável e minuciosamente aperfeiçoada nas últimas décadas, e em permanente evolução. A opção cirúrgica de reimplantação deve ter em conta não apenas a análise exclusiva da viabilidade do reimplante, mas, fundamentalmente o seu potencial de recuperação funcional a longo prazo. Apresenta-se o caso clínico de um jovem de 18 anos, fumador, transferido do Hospital do Barreiro, vítima de acidente de trabalho, com traumatismo por corte, do qual resultou amputação distal do antebraço direito. O tempo de isquemia quente foi de 4horas, tendo sido submetido a cirurgia de reimplantação conjunta por Ortopedia e Cirurgia Plástica e Reconstrutiva (CPR) para reimplantação. Na sequência da cirurgia, foi precocemente referenciado a Medicina Física e de Reabilitação (MFR), realizando um programa de reabilitação funcional sequencial. Este trabalho visa enfatizar a importância do papel da MFR num precoce, criterioso e extenso programa de reabilitação, factor fundamental na recuperação funcional e prognóstico a longo prazo destas lesões e prevenção de complicações.

Reabilitação de Reimplantação do Antebraço Distal Pós-Amputação - a Propósito de um Caso Clínico

Pisa, F; Dias, P; Moura, M; Braz, D; Fonseca, F; Rasteiro, D
Fonte: Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação Publicador: Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Actualmente, o desafio da reimplantação do membro superior pós-amputação tornou-se uma realidade alcançável e minuciosamente aperfeiçoada nas últimas décadas, e em permanente evolução. A opção cirúrgica de reimplantação deve ter em conta não apenas a análise exclusiva da viabilidade do reimplante, mas, fundamentalmente o seu potencial de recuperação funcional a longo prazo. Apresenta-se o caso clínico de um jovem de 18 anos, fumador, transferido do Hospital do Barreiro, vítima de acidente de trabalho, com traumatismo por corte, do qual resultou amputação distal do antebraço direito. O tempo de isquemia quente foi de 4horas, tendo sido submetido a cirurgia de reimplantação conjunta por Ortopedia e Cirurgia Plástica e Reconstrutiva (CPR) para reimplantação. Na sequência da cirurgia, foi precocemente referenciado a Medicina Física e de Reabilitação (MFR), realizando um programa de reabilitação funcional sequencial. Este trabalho visa enfatizar a importância do papel da MFR num precoce, criterioso e extenso programa de reabilitação, factor fundamental na recuperação funcional e prognóstico a longo prazo destas lesões e prevenção de complicações.

As facetas da amputação: uma primeira aproximação

Chini,Gislaine Cristina de Oliveira; Boemer,Magali Roseira
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Ao inserir-me no Projeto "O tema da morte como via de acesso à Iniciação Científica", passei a conhecer o fenômeno da morte em suas diversas facetas o que, interligado às minhas vivências pessoais e acadêmicas, gerou uma inquietação sobre a amputação e seus significados para as pessoas que a vivenciam na medida em que é percebida como uma perda, de forma semelhante à morte. Busquei, então, conhecimentos científicos sobre este tema, sendo possível conhecer a amputação sob vários enfoques e, de forma particular, o enfoque filosófico à luz do pensamento de Merleau-Ponty, o que me possibilitou explicitar uma interrogação para investigação. Observei uma lacuna no que tange ao conhecimento produzido pelos enfermeiros, requerendo, assim, a realização de estudos que compreendam-na sob a ótica da pessoa que a vivência. Nesse sentido, a fenomenologia pode se constituir em um caminho em sua proposta de compreensão do fenômeno.

Amputação de membros por carcinoma escamocelular da pele: fatores envolvidos nesta evolução desfavorável

Wainstein,Alberto Julius Alves; Oliveira,Thiago Augusto de; Guelfi,Daniel Claus Fruk; Gontijo,Barbara Roberta; Castro,Eduardo Vitor de; Carvalho,Rafael Almeida de; Paz,Nathalia Mansur; Lacerda,Lycia Tobias
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
OBJETIVO: Analisar retrospectivamente uma série de casos que culminaram em amputação por carcinoma escamocelular avançado. MÉTODOS: Foram estudados oito pacientes com diagnóstico histológico de carcinoma escamocelular de pele que tiveram membros amputados por invasão tumoral, em nossa Instituição entre 2005 e 2008. Foram avaliados: fatores histológicos, institucionais e psicossociais que contribuíram para este desfecho desfavorável. RESULTADOS: A média de idade ao diagnóstico foi 63 anos; 37,5% dos pacientes (três pacientes) tinham exposição abusiva e contínua aos raios solares, e seis (75%) pacientes tinham outros fatores de risco para CEC de pele. Sete pacientes foram diagnosticados quando o tumor já era maior que 2cm, e foi necessário um período grande de tempo (6,7 anos em média) entre o aparecimento da lesão inicial e o diagnóstico histopatológico correto do tumor localmente avançado. CONCLUSÃO: O desfecho desfavorável (amputação) nos pacientes portadores de carcinoma espinocelular pode estar associado à agressividade da neoplasia e às comorbidades relacionadas, podendo ainda sofrer influência de fatores como acesso à saúde pública, qualidade da assistência médica e relação do paciente com a doença.

Amputação ou reconstrução da extremidade esmagada: utilização do Índice da Síndrome da Extremidade Esmagada

Sgarbi,Mauricio Wanderley Moral; Gotfryd,Alberto Ofenhejm
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Apresentamos os resultados da aplicação do Índice da Síndrome da Extremidade Esmagada (Mangled Extremity Syndrome Index - MESI) em 64 fraturas expostas de membros inferiores. As extremidades consideradas esmagadas pelos critérios do MESI, em um total de vinte, foram pontuadas e representam a base deste estudo. De acordo com a escala, o limite de 20 pontos define se a extremidade deve ou não ser preservada. Apenas dois membros foram submetidos à amputação primária (escores de 15 e 20) e, após 19 meses, estavam conformados com a decisão tomada, não utilizavam órteses e deambulavam com auxílio de muletas. Os pacientes que apresentaram os resultados mais desanimadores na reavaliação, obtiveram escores de 16 e 13 pontos e tiveram o membro preservado. Concluiu-se que os critérios do MESI levaram à determinação do que é chamado de Síndrome da Extremidade Esmagada. A pontuação das lesões não foi feita com facilidade e dificilmente atingiu o escore de 20, que determinaria a amputação primária. Em nossa casuística, a preservação do membro com escore abaixo de 20 não significou que a decisão tenha sido a mais acertada.

Fatores predisponentes para amputação de membro inferior em pacientes diabéticos internados com pés ulcerados no estado de Sergipe

Nunes,Marco Antonio Prado; Resende,Karla Freire; Castro,Aldemar Araújo; Pitta,Guilherme Benjamin Brandão; Figueiredo,Luis Francisco Poli de; Miranda Jr.,Fausto
Fonte: Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) Publicador: Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
OBJETIVO: Determinar os fatores predisponentes para a amputação de membros inferiores nos doentes internados com diabetes melito e úlceras nos pés. MÉTODOS: Foram acompanhados os pacientes diabéticos com úlceras nos pés internados no período de 6 meses e analisadas as amputações nesses doentes em relação à idade, sexo, amputação prévia, número de ulcerações, tempo de diagnóstico do diabete, tempo de ulceração, tempo médio de internação, gravidade das lesões, presença de pulso. RESULTADOS: Verificou-se que 55% (44/80) dos doentes evoluíram para algum tipo de amputação de membros inferiores; a mediana das idades foi de 61 anos, porém a ocorrência de amputação foi significativamente maior na faixa etária dos 60 aos 90 anos (P = 0,03). Não se observou uma variação significativa da mediana do tempo de diagnóstico do diabetes, do tempo de ulceração e do tempo médio de internação em relação ao grupo de pacientes que foram amputados. Entretanto, as lesões mais graves, quando avaliadas pela classificação de Wagner (P <0,001) e pela ausência de detecção dos dois pulsos distais (P <0,001) dos membros inferiores, revelaram-se bastante significativas com relação ao desfecho de amputação. CONCLUSÃO: Foram considerados fatores predisponentes para a ocorrência de amputação nesses doentes a gravidade das lesões...

Amputação primária no trauma: perfil de um hospital da região centro-oeste do Brasil

Senefonte,Flavio Renato de Almeida; Rosa,Giuliano Rodrigo de Paiva Santa; Comparin,Mauri Luiz; Covre,Marcos Rogério; Jafar,Mauricio de Barros; Andrade,Fábio Augusto Moron de; Maldonado Filho,Guilherme; Nogueira Neto,Ed
Fonte: Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) Publicador: Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
CONTEXTO: Vivemos num período de epidemia do trauma. A amputação de indicação traumática incide em uma população jovem e economicamente ativa com repercussão onerosa no âmbito socioeconômico, tornando-se um problema de saúde pública. OBJETIVOS: Conhecer a casuística de amputações traumáticas realizadas na Santa Casa de Campo Grande-MS, entre 2005 e 2008. MÉTODOS: Estudo de prevalência, descritivo, longitudinal e retrospectivo. Amostragem de conveniência, realizada com revisão sistemática de prontuários de pacientes submetidos a amputações de membros inferiores e/ou superiores cuja indicação foi trauma incompatível com reconstrução. Foram excluídos os pacientes que já chegaram amputados no pronto-socorro. Avaliaram-se nível de amputação, faixa etária, sexo e escala do sistema MESS para indicação de amputação traumática. Utilizaram-se o teste quiquadrado e o teste exato de Fisher, considerando um intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foram realizadas 108 amputações no período, na faixa etária de dois anos a 78 anos, com média de 36,7 ± 12 anos e mediana de 35 anos. Houve predomínio do sexo masculino em 72% da casuística. O nível de amputação mais executado foi de amputações menores (pododáctilos e quirodáctilos). A causa mais frequente foi lesão decorrente de acidente de trânsito. CONCLUSÕES: As amputações traumáticas atingiram uma população jovem e produtiva...

Vivências de pessoas submetidas a amputação do membro inferior por osteítes

Alegre, Anabela da Conceição Ribeiro
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
Atualmente, as Patologias Sépticas Osteoarticulares, apresentam para a sociedade em geral escassa visibilidade, no entanto para a Pessoa com estas Patologias representam um flagelo de difícil tratamento. A etiologia destas Patologias (Osteítes) abrange uma panóplia de microrganismos, determinada pela sua capacidade de ação, deteriorando os tecidos ósseo, muscular e cutâneo. Assim traduzem-se em internamentos longos, recidivantes, com um grau de cronicidade subjacente e que em última instância, remetem a Pessoa para a Amputação. Perante esta malograda decisão clinica, que implica inequivocamente um turbilhão de emoções, pelo sofrimento físico e psicológico inerentes e cujas respostas se manifestam a nível individual, familiar e social. Assim, perante a inquietação com o fenómeno da amputação por Osteítes, suas implicações e sentimentos experienciados pela pessoa que a vivencia, dada a escassa bibliografia, e o interesse em aumentar o conhecimento para desta forma, permitir melhorar a qualidade dos cuidados, realizou-se este estudo, cuja questão inicial foi ?Quais as vivências de pessoas que foram submetidas a amputação do membro inferior por Osteítes??. Desta forma, o presente estudo qualitativo de abordagem fenomenológica tem como objetivos compreender a experiência das pessoas com Osteítes submetidas a amputação do membro inferior e refletir sobre o significado pessoal desse tipo de perda corporal. Participaram sete pessoas do género masculino...

Avaliação funcional de idosos com amputação de membros inferiores atendidos em um hospital universitário

Diogo,Maria José D'Elboux
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.63%
Foram entrevistados 40 idosos com amputação acima dos maléolos em acompanhamento no ambulatório de Órteses e Próteses do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, no período de junho de 1994 a junho de 1999, com objetivo de avaliar o nível de independência, segundo o índice de Barthel, e de identificar relações entre o índice de Barthel e o tipo e nível da amputação, e uso da prótese. Os sujeitos desta pesquisa apresentam elevado grau de independência para as atividades da vida diária, segundo o índice de Barthel. Houve associação significativa somente entre o índice de Barthel e o tipo de amputação, indicando que os idosos com amputação unilateral são mais independentes do que aqueles com amputação bilateral.

Amputação do reto convencional x laparoscópica no tratamento do câncer do reto distal após quimioirradiação neoadjuvante: resultados de estudo prospectivo e randomizado; Conventional approach x laparoscopic abdominoperineal resection for rectal cancer treatment after neoadjuvant chemoradiation: results of a prospective randomized trial

Araujo, Sergio Eduardo Alonso; Sousa Jr, Afonso Henrique da Silva e; Campos, Fábio Guilherme Caserta Marysael de; Habr-Gama, Angelita; Dumarco, Rodrigo Blanco; Caravatto, Pedro Paulo de Paris; Nahas, Sergio Carlos; Silva, José Hyppólito da; Kiss, Desid
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 ENG
Relevância na Pesquisa
37.63%
OBJETIVO: Comparar os resultados de eficácia e segurança do emprego da operação de amputação do reto por via laparoscópica e por via convencional no tratamento cirúrgico de pacientes com câncer do reto distal que apresentaram resposta incompleta a quimioirradiação pré-operatória. MÉTODO: Vinte e oito pacientes com adenocarcinoma de reto distal foram randomizados para se submeter à amputação do reto por via laparoscópica ou à amputação do reto por via convencional. Treze pacientes submeteram-se à amputação do reto por via laparoscópica e 15 à amputação do reto por via convencional. RESULTADOS: Não houve diferença significativa (p; OBJECTIVE: The aims of this study were to evaluate the safety and efficacy of laparoscopic abdominoperineal resection compared to conventional approach for surgical treatment of patients with distal rectal cancer presenting with incomplete response after chemoradiation. METHOD: Twenty eight patients with distal rectal adenocarcinoma were randomized to undergo surgical treatment by laparoscopic abdominoperineal resection or conventional approach and evaluated prospectively. Thirteen underwent laparoscopic abdominoperineal resection and 15 conventional approach. RESULTS: There was no significant difference (p

A amputação na percepção de quem a vivencia: um estudo sob a ótica fenomenológica; La amputación bajo la percepción de quien la vive: un estudio desde la óptica fenomenológica; Amputation in the perception of those who experience it: a study under the phenomenological

Chini, Gislaine Cristina de Oliveira; Boemer, Magali Roseira
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2007 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
37.49%
Diante da inquietação com a questão da amputação, suas implicações e sentimentos experimentados pela pessoa que a vivencia, realizou-se esse estudo, com a proposta de compreender esse fenômeno. Inicialmente, a revisão da literatura possibilitou conhecer esse tema sob diversos enfoques, além de permitir a apropriação de algumas idéias do pensamento filosófico de Merleau-Ponty sobre o corpo e a percepção. Após o conhecimento sob essa ótica, realizou-se entrevistas com as pessoas submetidas à amputação, habitando seu mundo, ouvindo seus depoimentos. Compartilhando desses momentos, pôde-se compreender seus significados, a partir da experiência de quem os vivencia, expressando-os sob a forma de seis categorias temáticas. Desse modo, foi possível desvelar algumas facetas do fenômeno amputação, à luz do referencial fenomenológico, além de compreender a pessoa amputada em sua situcionalidade, tal como ela se mostra em si mesma, em sua essência.; Frente a las circunstancias de amputación, sus implicaciones y sentimientos vividos, este estudio fue realizado con la propuesta de comprender este fenómeno. Inicialmente, la revisión de la literatura permitió conocer el tema desde diversos enfoques, además de permitir la adquisición de algunas ideas sobre el pensamiento filosófico de Merleau-Ponty con respecto al cuerpo y la percepción. Posteriormente al obtener conocimiento sobre esta óptica fueron realizadas entrevistas con las personas quienes fueron sometidas a una amputación...

Avaliação funcional de idosos com amputação de membros inferiores atendidos em um hospital universitário; Evaluación funcional de ancianos con amputación de los miembros inferiores atendidos en un hospital universitario; Functional evaluation of elderly with lower limb amputation followed at a university hospital

Diogo, Maria José D'Elboux
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2003 POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
We studied 40 elderly with lower limb amputation (above the malleolus), who attended a hospital outpatient clinic (Orthoses and Prostheses Unity, University Hospital, State University of Campinas), from June 1994 to June 1999. Our objectives were to evaluate the independence level according to the Barthel's Index and to identify relationships between the mentioned Index and the type and level of amputation, as well as the prosthetic use. The subjects had a high degree of independence, according to the Barthel's Index. We found statistical significance only for the relationship between the Barthel's Index and the type of amputation, suggesting that the elderly with unilateral amputation were more independent than those who had undergone bilateral amputation.; Foram entrevistados 40 idosos com amputação acima dos maléolos em acompanhamento no ambulatório de Órteses e Próteses do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, no período de junho de 1994 a junho de 1999, com objetivo de avaliar o nível de independência, segundo o índice de Barthel, e de identificar relações entre o índice de Barthel e o tipo e nível da amputação, e uso da prótese. Os sujeitos desta pesquisa apresentam elevado grau de independência para as atividades da vida diária...

Satisfação global com a vida e determinados domínios entre idosos com amputação de membros inferiores

Diogo,Maria José D'Elboux
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
OBJETIVO: Em idosos com amputação de membros inferiores, atendidos no ambulatório de amputados de um hospital universitário do Município de Campinas, São Paulo, Brasil, identificar relações entre a satisfação global com a vida e a capacidade funcional; avaliar o grau de satisfação com os domínios saúde, capacidade física/dependência, capacidade mental e integração/envolvimento social; e identificar relações entre a satisfação global com a vida e a satisfação com os domínios. MÉTODOS: Foram avaliados 40 idosos (30 homens e 10 mulheres), com idade média de 74,5 anos (60 a 79 anos), submetidos à amputação acima dos maléolos há no mínimo 1 ano e em acompanhamento para reabilitação entre junho de 1994 e junho de 1999. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi composto por: 1) avaliação da capacidade funcional (índice de Barthel); 2) avaliação da satisfação global com a vida (modelo de Cantrill); e 3) avaliação da satisfação com os domínios saúde, capacidade física/dependência, capacidade mental e integração/ envolvimento social, em termos individuais e em comparação com outros idosos. RESULTADOS: Os participantes apresentaram elevado nível de satisfação global com a vida (média de 7...