Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Wrasses (Teleostei: Labridae) of the Azores

Porteiro, Filipe M.; Barreiros, João P.; Santos, Ricardo S.
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 ENG
Relevância na Pesquisa
17.17%
Nos Açores a família Labridae está representada por nove espécies. Alguns destes bodiões (i.e. Coris julis e Thalassoma pavo) estão entre as espécies mais abundantes do litoral rochoso. Uma chave dicotómica baseada em caracteres simples é apresentada. Oito espécies podem ser observadas em mergulho subaquático. Devido a apresentarem uma grande variabilidade de padrões de coloração, algumas espécies, quando na natureza, são de difícil reconhecimento. Por isso, apresentam-se fotografias coloridas de algumas das espécies litorais. Otólitos e maxilas de todas as espécies estão ilustrados e ajudarão na identificação dos bodiões nos conteúdos estomacais. Não foram detectadas diferenças significativas entre a biometria e merística dos espécimens por nós observados e a informação bibliográfica disponível para outras regiões. A fauna de labrídeos dos Açores afecta-se principalmente com a da Madeira e Canárias. Uma segunda associação com a Mauritânia e Golfo da Guiné foi obtida. Marrocos, Mediterrâneo e Portugal continental formam um grupo compacto, que por sua vez se associa ao Golfo da Biscaia e Ilhas Britânicas. Uma espécie é anti-atlântica.; ABSTRACT: In the Azores the family Labridae is represented by nine species. Some of these wrasses (i.e. Coris julis and Thalassoma pavo) are among the most abundant rocky shore fish. An identification key...

Flora marina de las islas Salvajes : resultados preliminares de la campaña "Macaronesia 2000".

Parente, Manuela I.; Gil-Rodríguez, María C.; Haroun, Ricardo J.; Neto, Ana I.; De Smedt, G.; Hernández-González, C. L.; Berecibar Zugasti, Estibaliz
Fonte: Academia Canaria de las Ciencias Publicador: Academia Canaria de las Ciencias
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2001 ENG
Relevância na Pesquisa
17.17%
Copyright © 2001 Academia Canaria de las Ciencias.; Se relacionan las macroalgas (173 táxones) identificadas hasta el momento, como resultado de las recolecciones realizadas durante la expeditión científica MACARONESIA 2000 en el intermareal y submareal de las Ilhas Selvagens (mayo de 1999). Se citan por vez primera para estas costas 66 táxones, de ellos 53 corresponden a especies y 13 géneros. Desde el punto de vista ficogeográfico se amplía el rango de distribución de numeorsas especies. Las nuevas citas contribuyen principalmente a incrementar el número de táxones con patrones de distribución macaronésica y anfiatlántica. En este sentido, se confirma lo expuesto por Prud'homme van Reine & van den Hoek (1990) para sustentar y considerar la flora marina bentónica de los archipiélagos de Salvages, Madeira y Canarias, con características similares, desinándolos por ello como un grupo de archipiélagos que conforman la Macaronesia s.s.; ABSTRACT: A total of 173 taxa of seaweeds have been identified from the Selvagens Isles as result of a recent Research Expedition (MACARONESIA 2000, May 1999), with samples from intertidal and subtidal habitats. 66 taxa (53 species + 13 génera) are new records for lhe islands. Ficogeographically...