Página 1 dos resultados de 81 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Comunicação, stress e estratégias de adaptação nos enfermeiros do Instituto Português de Oncologia de Coimbra de Francisco Gentil, EPE

Almeida, Helder Filipe Oliveira de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
Este trabalho surgiu da interrogação sobre a influência do comportamento comunicacional assertivo no cuidar. Pretendeu-se ainda estudar a interferência da vulnerabilidade ao stresse, as estratégias de adaptação e o apoio social percebido na adopção do comportamento comunicacional assertivo com os doentes e equipa multidisciplinar. O estudo do burnout também foi tido em conta devido ao interesse que este pode ter no comportamento adoptado pelo enfermeiro. O estudo é descritivo-correlacional e tem como objectivo caracterizar o comportamento comunicacional assertivo dos enfermeiros nas relações interpessoais/equipa, identificar situações de burnout; analisar as estratégias de adaptação ao stresse e relacionar as variáveis sócio-demográficas e profissionais com as características estudadas. A amostra é composta por 129 enfermeiros do IPOC-FG, EPE, que trabalham nos internamentos e ambulatório. Foi realizado previamente uma revisão bibliográfica pertinente para esta temática, de modo a contextualizar o estudo. Verificaram-se os seguintes resultados: baixa vulnerabilidade ao stresse com uma média de 1,56 [0-4]; burnout médio de 2,76 [0-6]; estratégias de adaptação ao stresse na ordem dos 3,86 de média [1-5]; comportamento comunicacional assertivo com elevada frequência 4...

Câncer de mama feminino: aspectos clínicos e patológicos dos casos cadastrados de 2005 a 2008 num serviço público de oncologia de Sergipe; Female breast cancer: clinical and pathological aspects of cases registered between 2005 and 2008 at a public oncology service in the Brazilian State of Sergipe

Gonçalves, Leila Luíza Conceição; Santos, Simone Barbosa; Marinho, Emily Carvalho; Almeida, Ana Maria de; Santos, Alessandro Henrique da Silva; Barros, Ângela Maria Melo Sá; Fakhouri, Ricardo
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
96.08%
OBJETIVOS: conhecer os aspectos clínicos e patológicos dos casos de câncer de mama feminino cadastrados num serviço público de oncologia de Sergipe. MÉTODOS: procurou-se fazer uma associação do estadiamento com as características presentes nos tumores. A coleta de dados foi realizada em 165 prontuários de mulheres cadastradas no período de 2005 a 2008 no ambulatório de oncologia do Hospital Cirurgia, localizado em Aracaju-Sergipe, por meio de formulário de coleta de dados, em 2009. RESULTADOS: identificou-se o carcinoma ductal invasivo como o tipo de neoplasia mamária mais frequente com 80,8% dos casos; 76 (46,1%) neoplasias foram diagnosticadas em estádio avançado (IIB, III e IV) e a mastectomia prevaleceu como tipo de cirurgia utilizado no tratamento independente do estadiamento. Quanto aos receptores hormonais todos apresentaram associação com o grau do estádio e, ainda, notou-se que a positividade do estrogênio e progesterona é fator de proteção para um pior prognóstico. CONCLUSÃO: é notável que os casos de câncer de mama estudados apresentam maior agressividade biológica, cursando com pior prognóstico, considerando o estádio clínico. Fazem-se necessárias ações de detecção precoce voltadas ao câncer de mama na atenção básica de Sergipe para redução da morbi-mortalidade...

"O impacto da revelação do diagnóstico de câncer na percepção do paciente" ; El impacto de la revelación del diagnóstico de cáncer en la percepción de los pacientes.

Silva, Valéria Costa Evangelista da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.09%
Este estudo teve o propósito de identificar a experiência de um grupo de pacientes em relação à revelação do seu diagnóstico de câncer. A investigação foi desenvolvida segundo as propostas da antropologia interpretativa de Clifford Geertz e da antropologia médica de Arthur Kleinman. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório pela abordagem do método etnográfico utilizando a estratégia do estudo de caso. Os informantes que participaram do estudo foram dez pacientes portadores de câncer da clínica hematológica, atendidos no ambulatório de oncologia de uma instituição hospitalar. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e de observações participantes. Pela análise dos dados foi possível identificar quatro categorias: a trajetória antes da descoberta do câncer, a revelação do diagnóstico, os significados do câncer, e a trajetória da vida após a revelação. A primeira categoria aborda o trajeto vivenciado pelos pacientes partindo da suspeita da doença por meio de sinais e sintomas e as dificuldades vivenciadas na busca por assistência médica até realização de exames diagnósticos. Esta etapa foi vivida com inúmeras dúvidas, incertezas, medo e questionamentos e considerada estressante e de grande desgaste emocional. A segunda categoria aborda o contexto e as características da revelação. Esta etapa mostra que a revelação do diagnóstico vem ocorrendo em consultórios médicos...

Trabalho em equipe de enfermagem: interação, conflito e ação interprofissional em hospital especializado; Teamwork in the nursing area: interaction, conflict and interprofessional practice in a specialized hospital

Souza, Geisa Colebrusco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
O trabalho em equipe de saúde e enfermagem tem sido apontado como um importante aspecto da organização dos serviços para alcançar a produção do cuidado integral. Assim, o estudo tem como objetivo identificar e analisar as concepções dos profissionais de enfermagem sobre o trabalho em equipe de enfermagem bem como as concepções sobre a prática do cuidado integral e da integralidade à saúde. A pesquisa, de abordagem qualitativa, foi realizada num hospital especializado em oncologia em duas unidades, ambulatório de especialidades e clínica cirúrgica. Foram entrevistadas 21 profissionais, enfermeiras e técnicas de enfermagem e no tratamento do material empírico, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Os resultados mostram que a concepção de trabalho em equipe de enfermagem é majoritariamente, ação interprofissional e que as entrevistadas elegem como elementos necessários para o trabalho em equipe a comunicação, confiança, vínculo, respeito mútuo, reconhecimento do trabalho do outro e colaboração. Identifica-se a presença de conflitos na equipe de enfermagem que ocorrem predominantemente entre enfermeiras e técnicas de enfermagem e obstaculizam o trabalho em equipe. Os conflitos em sua maioria são decorrentes da ausência de reconhecimento das contribuições das técnicas de enfermagem por parte das enfermeiras e da ausência de colaboração e compartilhamento do plano de cuidados entre as distintas categorias. Quanto às concepções sobre o cuidado integral de enfermagem as entrevistadas o referem como alternativo ao modelo de organização funcional...

A sexualidade no cuidado de enfermagem de mulheres com câncer ginecológico e mamário; Sexuality in nursing care for women with gynecological and breast cancer

Ferreira, Simone Mara de Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
Trata-se de um estudo qualitativo que teve como objetivo analisar se a sexualidade é uma das dimensões do cuidado de enfermagem nas mulheres com câncer ginecológico e mamário, num hospital universitário. A coleta de dados foi realizada empregando-se como fontes de informação a entrevista individual semiestruturada. Foram entrevistadas 16 profissionais da equipe de enfermagem, sendo nove alocadas na Seção de Enfermagem da Unidade de Ginecologia e sete no Ambulatório de Mastologia e Oncologia Ginecológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Utilizouse o referencial metodológico da análise de conteúdo, e o suporte teórico de análise dos dados foi a sexualidade como construção sociocultural. Os dados foram codificados, inicialmente, em dois núcleos de sentido. A partir desses dois núcleos de sentido, foram construídas quatro unidades temáticas: "A doença e a sexualidade da mulher: reconhecendo o problema"; "A sexualidade como dimensão do cuidado de enfermagem"; "Identificando barreiras na abordagem da sexualidade" e "Reconhecendo a necessidade de reestruturação da assistência prestada". No primeiro núcleo temático, destacaram-se as percepções das profissionais de enfermagem em relação ao comprometimento da sexualidade da mulher acometida pelo câncer ginecológico e mamário. Reconhecendo que a vaidade é inerente ao sexo feminino e que as mulheres dão muita importância para a aparência física...

A criança com tumor de sistema nervoso central: considerações da psicanálise para a área da saúde; The child with central nervous system tumor: Psychoanalysis' consideration for health area

Almeida, Milena Dorea de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.95%
Este trabalho tem como objetivo investigar sentidos e significações que a criança com tumor de sistema nervoso central, que já passou pelo tratamento oncológico, tem da doença e das alterações corporais aparentes decorrentes do tumor e seu tratamento. Isso porque, em sua maioria, essas crianças apresentam sequelas visíveis no corpo ocasionadas pela doença e seu tratamento oncológico. Para a realização deste trabalho, recorre-se a uma pesquisa bibliográfica, na área da Oncologia Pediátrica, Psicologia e Psicanálise, e uma pesquisa de campo. Através de uma entrevista individual com onze crianças, todas pacientes do Ambulatório de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina / São Paulo, é possível refleti sobre alguns temas surgidos nas falas dos pacientes. A interpretação desses temas está apoiada em conceitos da psicanálise Freud-lacaniana e abarca a angústia, o luto, a castração e a imagem inconsciente do corpo. Assim, este trabalho mostra a importância de proporcionar a criança construir sua própria história da doença para poder lidar melhor com seus efeitos. Reflete ainda sobre a especificidade de um trabalho psicanalítico nas equipes multidisciplinares que acompanham os pacientes fora de tratamento oncológico. O psicanalista...

Trajetória de mulheres com câncer de mama: dos sinais e sintomas ao tratamento; Trajectory of women with breast cancer: from the signs and symptoms to the treatment

Gonçalves, Leila Luiza Conceição
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
O atraso no diagnóstico e na implementação do tratamento, principalmente, entre as mulheres com câncer de mama sintomático é considerado uma importante causa da mortalidade feminina por essa doença. A falta de acesso aos serviços de saúde e às medidas de detecção precoce tem contribuído de forma significativa para a alta incidência do diagnóstico do câncer de mama em estadios avançados. Este estudo observacional de corte transversal teve como objetivo geral: analisar a trajetória de mulheres com câncer de mama na busca de atenção à saúde, desde a detecção de sinais e sintomas até o tratamento e objetivou, especificamente, identificar o sinal ou sintoma determinante na procura de assistência em saúde, os intervalos de tempo na condução dos casos de câncer de mama, as barreiras e as facilidades no acesso a serviços de saúde e verificar a associação entre atraso superior a três meses e aspectos sociodemográficos e estadio clínico. A amostra foi composta por 100 mulheres diagnosticadas com câncer de mama, com idade superior a 18 anos, residentes em Sergipe, quando detectada a alteração na mama, e que iniciaram quimioterapia neoadjuvante ou adjuvante em ambulatório público de oncologia clínica...

Dimensionamento de profissionais de enfermagem em ambulatório de oncologia e hematologia; Dimensioning of nursing professionals at an oncology and hematology outpatient unit

Martin, Lelia Gonçalves Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.4%
Introdução: Os ambulatórios de oncologia vêm atendendo, a cada dia, um número crescente de pacientes que necessitam de cuidados clínicos complexos; todavia, boa parte desses serviços não possui informações que possam dar suporte às decisões relativas ao dimensionamento de profissionais de enfermagem. Objetivos: Identificar e analisar as intervenções / atividades realizadas pelos profissionais de enfermagem e definir parâmetros para dimensionar o quadro de pessoal de enfermagem em ambulatório especializado em oncologia e hematologia. Método: Pesquisa metodológica de campo que utiliza a técnica de amostragem de trabalho realizada em um ambulatório de oncologia e hematologia de uma organização de saúde privada localizada na cidade de São Paulo. Os dados foram coletados de 15 a 19 de abril de 2013 e foram organizados nas etapas seguintes: (1) Construção do instrumento de medida da frequência e do tempo despendido em intervenções de enfermagem; (2) Validação das intervenções / atividades do instrumento; (3) Identificação da frequência e do tempo despendido pelos profissionais de enfermagem em intervenções / atividades; (4) Dimensionamento de profissionais de enfermagem em ambulatório de oncologia e hematologia. Resultados: O instrumento construído e validado englobou 34 intervenções e três atividades. Foram registradas pelos observadores de campo 3694 observações dos profissionais de cada categoria na execução das intervenções / atividades de enfermagem. A documentação foi a intervenção que despendeu maior tempo da equipe (24...

Estudo das reações adversas, qualidade de vida e excreção da cisplatina na urina de pacientes com câncer de cabeça e pescoço em quimioterapia e radioterapia; Study of adverse reactions, quality of life and cisplatin excretion in urine of head and neck cancer patients in chemotherapy and radiotherapy

Marília Berlofa Visacri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
O câncer de cabeça e pescoço corresponde aos tumores localizados no trato aero digestivo superior, como cavidade oral, faringe e laringe. O tratamento mais efetivo consiste na quimioterapia com altas doses de cisplatina e radioterapia, entretanto, seu uso é limitado devido às reações adversas, o que pode provocar redução da qualidade de vida destes pacientes. Estudo sobre farmacêuticos monitorando concomitantemente reações adversas, excreção de antineoplásicos e qualidade de vida são escassos. O objetivo deste trabalho foi estudar as reações adversas, qualidade de vida e excreção da cisplatina na urina de pacientes com câncer de cabeça e pescoço em quimioterapia com cisplatina e radioterapia. Foi realizado um estudo clínico observacional, longitudinal prospectivo, quantitativo, com amostragem consecutiva, realizado de maio de 2011 a janeiro de 2013 no Hospital de Clínicas/UNICAMP. Foram incluídos pacientes de ambos os sexos, entre 18 e 80 anos, com diagnóstico de carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço, em seu primeiro dia (caso novo) no Ambulatório de Oncologia Clínica, que receberam como conduta terapêutica quimioterapia com cisplatina (80 ou 100 mg/m2) e radioterapia concomitante. Pacientes foram acompanhados pela equipe de farmácia clínica no dia do caso novo...

Avaliação da qualidade de vida e toxicidades em pacientes com câncer colorretal tratados com quimioterapia adjuvante baseada em fluoropirimidinas

Roque,Vanessa Maria Nunes; Forones,Nora Manoukian
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
RACIONAL: O câncer colorretal é a quarta causa de câncer no Brasil e o 5-fluourouracil uma das principais drogas usadas no tratamento adjuvante e paliativo dessa doença. A toxicidade da quimioterapia e as alterações de qualidade de vida, causadas pela própria doença e pelo tratamento, são motivo de muitos estudos. OBJETIVO: Avaliar nos doentes com câncer colorretal em tratamento quimioterápico, a toxicidade e possíveis alterações da qualidade de vida. MÉTODOS: Durante o período de março de 2001 a maio de 2003 no Ambulatório de Oncologia da Disciplina de Gastroenterologia Clínica da Universidade Federal de São Paulo, foram acompanhados 45 pacientes com câncer colorretal em tratamento quimioterápico adjuvante ou paliativo com 5-fluourouracil e ácido folínico durante seis ciclos. A toxicidade gastrointestinal e hematológica foi analisada utilizando-se as Recomendações para a Graduação da Toxicidade Aguda e Subaguda. Após o término de cada ciclo quimioterápico, os resultados foram anotados de acordo com os respectivos graus que variaram entre 0 e 4. A qualidade de vida foi pesquisada pelo questionário WHOQOL bref (World Health Organization Quality of Life) que consta de 26 questões e é composto por 4 domínios: físico...

Câncer do Colo Uterino: Correlação com o Início da atividade Sexual e Paridade

Murta,Eddie Fernando Candido; Franca,Hélio Godoy; Carneiro,Mariana Corrêa; Caetano,Mário Sérgio Silva Gomes; Adad,Sheila Jorge; Souza,Maria Azniv Hazarabedian de
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1999 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
Objetivo: analisar a paridade e o início da atividade sexual de mulheres com câncer de colo uterino invasivo. Métodos: foram estudados retrospectivamente 362 casos de câncer de colo uterino tratados no Ambulatório de Oncologia Ginecológica da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro de 1978 a 1995. Foram analisadas a idade do início da atividade sexual e a paridade, em períodos, de acordo com a data do diagnóstico, de 1978 a 1983 (65 casos), de 1984 a 1989 (127 casos) e de 1990 a 1995 (170 casos). Resultados: os resultados mostraram que a multiparidade diminuiu do primeiro período para o último (82, 67,3 e 63,8% das pacientes, respectivamente) (p<0,02; teste do chi²). O início da atividade sexual antes dos 18 anos de idade ocorreu, respectivamente, em 59,2, 54,5 e 55,5% das pacientes (p, não significante). Conclusões: a multiparidade parece estar relacionada com o câncer invasivo do colo uterino, apesar de, atualmente, a paridade estar dimuindo. A maioria das mulheres com câncer do colo do útero tem o início da atividade sexual antes dos 18 anos, independente do período estudado.

Fatores associados ao linfedema em pacientes com câncer de mama

Paiva,Daniella Marta Ferreira de; Leite,Isabel Cristina Gonçalves; Rodrigues,Vivian de Oliveira; Cesca,Marcelle Goldner
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.96%
OBJETIVO: determinar a prevalência e os fatores associados ao linfedema em pacientes com câncer de mama. MÉTODOS: este estudo de corte transversal incluiu 250 mulheres com mais de seis meses de tratamento para o câncer de mama, que compareceram ao Ambulatório de Mastologia e Oncologia para consulta de seguimento em um Centro de Referência em Oncologia, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Elas foram entrevistadas e submetidas à avaliação física. Foram colhidos dados de prontuário relacionados ao tratamento da neoplasia, à intervenção axilar e ao tumor. Diagnosticou-se linfedema quando a diferença entre os membros superiores foi maior ou igual a 2 cm pela perimetria. Os grupos de mulheres com e sem linfedema foram comparados em relação aos possíveis fatores de risco, e as medidas de tendência central, dispersão e prevalência foram obtidas admitindo o nível de significância de 95%. RESULTADOS: Cento e doze mulheres (44,8%) apresentaram linfedema. Foi encontrada diferença significativa entre os grupos de mulheres com e sem linfedema em relação à mediana de linfonodos retirados (p=0,02); apresentação de trombose linfática superficial no braço homolateral à cirurgia (p<0,01); quimioterapia e local de aplicação da radioterapia (p<0...

Percepção de familiares sobre o cuidado à pessoa com câncer em estágio avançado

Sena,Edite Lago da Silva; Carvalho,Patrícia Anjos Lima de; Reis,Helca Franciolli Teixeira; Rocha,Maricélia Braga
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
Com o objetivo de compreender a intencionalidade operante na experiência de cuidado à pessoa com câncer em estágio avançado, na percepção do familiar cuidador, foi realizada uma investigação, por meio de entrevistas não diretivas, com cinco familiares cuidadores de pessoas com diagnóstico de câncer em estágio avançado, atendidas no Ambulatório de Oncologia de um hospital público do interior da Bahia, no primeiro semestre de 2008. Como se tratava de estudo fenomenológico, as descrições vivenciais foram submetidas à analítica da ambiguidade, possibilitando a percepção do eixo temático denominado "cuidando e sendo cuidado - uma experiência de entrelaçamento". Desvelado o fenômeno, foi possível compreender que, na relação do cuidar, as pessoas envolvidas vivem uma experiência ambígua que abre possibilidades à transcendência, envolvendo transformação de visões de mundo, atitudes e percepções. Nesse sentido, as ações em saúde devem estar voltadas à relação dialógica e à intersubjetividade, inerentes ao contexto do cuidar, no qual devem se inserir também os cuidadores.

Câncer de mama feminino: aspectos clínicos e patológicos dos casos cadastrados de 2005 a 2008 num serviço público de oncologia de Sergipe

Gonçalves,Leila Luíza Conceição; Santos,Simone Barbosa; Marinho,Emily Carvalho; Almeida,Ana Maria de; Santos,Alessandro Henrique da Silva; Barros,Ângela Maria Melo Sá; Fakhouri,Ricardo
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
OBJETIVOS: conhecer os aspectos clínicos e patológicos dos casos de câncer de mama feminino cadastrados num serviço público de oncologia de Sergipe. MÉTODOS: procurou-se fazer uma associação do estadiamento com as características presentes nos tumores. A coleta de dados foi realizada em 165 prontuários de mulheres cadastradas no período de 2005 a 2008 no ambulatório de oncologia do Hospital Cirurgia, localizado em Aracaju-Sergipe, por meio de formulário de coleta de dados, em 2009. RESULTADOS: identificou-se o carcinoma ductal invasivo como o tipo de neoplasia mamária mais frequente com 80,8% dos casos; 76 (46,1%) neoplasias foram diagnosticadas em estádio avançado (IIB, III e IV) e a mastectomia prevaleceu como tipo de cirurgia utilizado no tratamento independente do estadiamento. Quanto aos receptores hormonais todos apresentaram associação com o grau do estádio e, ainda, notou-se que a positividade do estrogênio e progesterona é fator de proteção para um pior prognóstico. CONCLUSÃO: é notável que os casos de câncer de mama estudados apresentam maior agressividade biológica, cursando com pior prognóstico, considerando o estádio clínico. Fazem-se necessárias ações de detecção precoce voltadas ao câncer de mama na atenção básica de Sergipe para redução da morbi-mortalidade...

Risco cardiovascular em mulheres com câncer de mama; Cardiovascular risk of women with breast cancer

Silva, Érika Pereira de Sousa e
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
OBJECTIVES: To investigate the prevalence of risk factors for cardiovascular disease (CVD), estimate the cardiovascular risk, acoording to the Framingham and Systematic Coronary Risk Evaluation (SCORE) risk models, and evaluate the agreement between both risk models in middleaged breast cancer survivors (BCS). METHODS: A cross-sectional study was conducted between august 2002 and june 2003, including 67 breast cancer survivors. Participants were recruited from the Menopause and Breast Cancer Outpatient Facilities ( Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP), ranging in age from 45 – 65 years, who underwent complete oncologic treatment and were not users of hormone replacement therapy, tamoxifen or aromatase inhibitors in the last six months. Evaluated risk factors for CVD like us: dyslipidemia, obesity, arterial hypertension, diabetes and smoking, and risk of CVD. The risk of CVD was estimated according to the Framingham and SCORE models. The risk of CVD was classified as low ( < 10%) , moderate ( 10 -20%) and high ( > 20%), according to Framingham function, and low ( < 3%), moderate ( ≥ 3% and < 5%) and high ( ≥ 5%), according to SCORE model. A descriptive analysis with absolute and relative frequencies, means and standard deviations (SD) was carried out. To investigate agreement between both risk models...

Tromboembolismo Pulmonar no Doente Oncológico em Ambulatório; Pulmonary Embolism in Ambulatory Oncologic Patients

Silva, Patrícia; Serviço de Onco-Hematologia. Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil. Porto. Portugal.; Rosales, Maria; Serviço de Imuno-Hemoterapia. Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil. Porto. Portugal.; Milheiro, Maria Joã
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 31/08/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
56.21%
Introdução: A associação entre a doença oncológica e a doença tromboembólica venosa é conhecida. O doente oncológico apresenta um risco de evento trombótico seis a sete vezes superior à população em geral. O tromboembolismo pulmonar é uma importante causa de morbilidade e mortalidade neste grupo de doentes, encontrando-se a sua prevalência subestimada.Material e Métodos: Estudo retrospetivo de todos os episódios de tromboembolismo pulmonar referenciados num período de cinco anos. Selecionaram-se os doentes oncológicos em regime de ambulatório, tendo sido revistos os dados demográficos, fatores de risco, presença de sintomatologia ao diagnóstico, estratificação de risco de doença tromboembólica venosa pelo modelo de Khorana, probabilidade de mortalidade aos 30 dias e sobrevivência global. O trabalho elaborado está de acordo com a declaração de Helsínquia.Resultados: Avaliaram-se 186 doentes, 55,9% do sexo feminino, mediana de idade de 64 anos. As neoplasias mais prevalentes foram a colo-rectal (24,2%) e a pulmonar (17,7%), sendo que a maioria apresentava metástases (66,1%) ou realizaram quimioterapia (69,4%). O tromboembolismo pulmonar foi um achado imagiológico em 69,4%, sendo que nenhum dado clínico analisado no nosso estudo mostrou ter significado estatístico na apresentação de tromboembolismo pulmonar com sintomatologia clínica evidente. Observou-se uma mortalidade aos 30 dias resultante do tromboembolismo pulmonar de 7...

Melhoria da qualidade dos cuidados na área de ambulatório de oncologia: definição do RMDE e implementação do processo clínico eletrónico para a área do ambulatório de oncologia

Franco, Hugo
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
106.5%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica; O presente relatório inclui-se no plano de estudos do III Curso de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica (MEMC), da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS-IPS), surgindo como um documento elucidativo do desenvolvimento de competências durante o 2º Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica (CPLEEMC), analisando o contributo do percurso, dos projetos e dos trabalhos realizados para o desenvolvimento de competências do Enfermeiro Especialista (EE) e do MEMC. No âmbito do CPLEEMC realizámos um Projeto de Intervenção sobre a Melhoria da Qualidade dos Cuidados na área de ambulatório de Oncologia, considerado projeto-piloto na realidade institucional e nacional para o desenvolvimento do Processo Clinico Eletrónico de Enfermagem na área do ambulatório. Traçámos como objetivos: Definir o RMDE de ambulatório no serviço de Oncologia e Implementar o Processo Clínico Eletrónico para a área do ambulatório no serviço de Oncologia de um Hospital da região de Setúbal. Ainda durante o CPLEEMC desenhamos um Projeto de Aprendizagem Clínica direcionado para o desenvolvimento das competências do EE em Enfermagem Médico-Cirúrgica (EEMC). Durante o MEMC desenvolvemos um estudo exploratório e descritivo onde procuramos definir Quais os focos altamente sensíveis aos cuidados e enfermagem em ambulatório de Oncologia. Os participantes são enfermeiros. O trabalho decorreu numa unidade de ambulatório de Oncologia de um Hospital da região de Setúbal. Foram assegurados os princípios éticos aplicáveis. Utilizámos técnicas de produção de dados nomeadamente...

Avaliação da ansiedade, depressão e coping da pessoa com doença oncológica a realizar tratamento em ambulatório

Boaventura, Cristina da Encarnação Ferreira; Mendes, Aida Maria de Oliveira Cruz
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
As reações emocionais de ansiedade e de depressão são manifestações do sofrimento humano que estão frequentemente associadas às situações de doença grave e os estilos de coping podeminfluencia a formacomo as pessoas lidam comas situações de vida. Objetivos: Analisa as reações emocionais e as estratégias de coping da pessoa com doença Oncológica e analisar a relação entre as reações emocionais e as estratégias de coping da pessoa, a realizar tratamentos no Hospital de Dia de Oncologia dos HUC, EPE Resultados: Cerca de 30% da amostra apresenta depressão moderada agrave e aproximadamente 40% níveis de ansiedade moderada a grave. Num intervalo de confiança de 95%, encontrou-se uma correlação negativa, muito forte e estatisticamente significativa entre a depressão e as estratégias de coping (r=-0,775; p=0,001). Entre a ansiedade e as estratégias de coping verificou-se que existe uma correlação negativa, moderada e estatisticamente significativa (r=-0,591; p=0,001). Conclusão: Sugere-se uma avaliação sistemática da sintomatologia emocional na prática dos cuidados

Medición de la carga de trabajo de los enfermeros en consultorios externos de oncología; Measurement of nurses' workload in an oncology outpatient clinic; Mensuração de carga de trabalho de enfermeiros em ambulatório de oncologia

Souza, Célia Alves de; Jericó, Marli de Carvalho; Perroca, Marcia Galan
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
86.43%
A crescente demanda, o volume de atendimento ambulatorial em oncologia, assim como a complexidade do tratamento tem causado impacto sobre a carga de trabalho dos enfermeiros. Este estudo teve como objetivos mensurar a carga de trabalho e a produtividade de enfermeiros em um ambulatório de oncologia. Estudo de natureza observacional, utilizando técnica de amostragem de trabalho, foi conduzido em um ambulatório de oncologia na região sudeste do Brasil, tendo como participantes sete enfermeiros. Obteve-se 1.487 amostras de intervenções ou atividades. Observou-se que 43,2% do tempo dos enfermeiros foi consumido em cuidados indiretos, 33,2% em cuidados diretos, 11,6% em atividades associadas e 12% em atividades pessoais. A produtividade média correspondeu a 88,0%. Os achados permitiram concluir que os enfermeiros do ambulatório de oncologia consumiram a maior parte de seu tempo em atividades de cuidados indiretos. Revelou ainda um índice de produtividade acima dos recomendados na literatura.; La creciente demanda y el volumen de atención en los consultorios externos de oncología, así como la complejidad del tratamiento han causado impacto en la carga de trabajo de los enfermeros. Este estudio tuvo como objetivo medir la carga de trabajo y la productividad de los enfermeros en un consultorio externo de oncología. Estudio observacional...

Symptoms of depression in patients with cancer of the head and neck undergoing radiotherapy treatment: a prospective study; Síntomas del depresión en los pacientes con cáncer de cabeza y cuello en tratamiento radioterápico: un estudio prospectivo; Sintomas de depressão nos pacientes com câncer de cabeça e pescoço em tratamento radioterápico: um estudo prospectivo

Paula, Juliana Maria de; Sonobe, Helena Megumi; Nicolussi, Adriana Cristina; Zago, Márcia Maria Fontão; Sawada, Namie Okino
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2012 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
75.96%
This study aimed to investigate the frequency of symptoms of depression in patients with cancer of the head and neck undergoing radiotherapy treatment, in the initial, middle and final stages of the treatment. This is a prospective exploratory quantitative study of 41 patients with head and neck cancer, undergoing radiotherapy treatment in the Oncology Outpatient Clinic of the Beneficência Portuguese Hospital of Ribeirão Preto. Data were collected through the Beck Depression Inventory instrument, and analyzed quantitatively by means of the Statistical Package for the Social Sciences. Symptoms of dysphoria were found to increase throughout the treatment, as well as the number of patients with depression. The results show the importance for the healthcare professionals to detect the prevalence and the levels of the symptoms of depression, since these symptoms tend to increase and may lead to consequences such as a lack of adherence to treatment and a decrease in the quality of life of these patients.; El objetivo de este estudio fue investigar la frecuencia de los síntomas de depresión en pacientes con cáncer de cabeza y cuello en el principio, medio y final del tratamiento radioterápico. Se trata de un estudio prospectivo, exploratorio y cuantitativo realizado con 41 pacientes con cáncer de cabeza y cuello en tratamiento de radioterapia en la Clínica de Oncología del Hospital Beneficencia Portuguesa de Ribeirão Preto. Los datos fueron recolectados a través del Inventario de Depresión de Beck y analizados cuantitativamente en el programa Statistical Package of Social Science. Como resultados se obtuvo los síntomas de disforia aumentaron durante el tratamiento...