Página 1 dos resultados de 4428 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Proposta de participação do Estado do Amazonas em projetos de desenvolvimento global de software.; Proposal for Amazonas state's participation in global software development projects.

Lopes, Danny de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
O Estado do Amazonas tem realizado investimentos em educação através da oferta de ensino superior em tecnologia para seus municípios, como alternativa para fomentar o desenvolvimento regional. Porém, de forma complementar, é necessário promover condições para que essas comunidades possam ter acesso a um mercado de trabalho e colocar em prática o conhecimento adquirido, sem que para isso necessitem migrar para outros centros mais desenvolvidos. Este trabalho de pesquisa apresenta uma proposta de inclusão do estado do Amazonas como agente colaborador em projetos de desenvolvimento global de software, através da criação de um conjunto de recomendações para guiar empreendedores no investimento desta solução. O método inclui a coleta de informações sobre as características particulares dos municípios do Estado do Amazonas utilizando técnicas de elicitação de requisitos com foco em engenharia de sistemas, e o estabelecimento de relação entre os problemas regionais e os principais problemas enfrentados por equipes que atuam com desenvolvimento global de software. A partir dessa relação, são geradas recomendações voltadas para capacitação de recursos humanos, investimentos em infraestrutura tecnológica e física local...

À sombra dos seringais: militares e civis na construção da ordem republicana no Amazonas (1910-1924); In the shade of the rubber tree Forest: military and civilians worked the construction of the republican order on the Amazon

Feitosa, Orange Matos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
As primeiras três décadas republicanas não foram alvo de estudos da historiografia tradicional do Amazonas, apesar de terem sido marcadas por intensos confrontos políticos e sociais permeados pela crise da economia da borracha. Os relatos existentes veicularam a ideia de que o Estado do Amazonas era mergulhado nas águas da opulência e da passividade. Contudo, a pesquisa documental que subsidia esta tese demostrou que em Manaus a passividade inexistia; o período se caracterizou por lutas pelo poder, diversos conflitos urbanos, greves de empregados e funcionários, agitações e protestos de seringueiros e indígenas. Assim, para compreender tal complexidade, a tese analisa o processo político-social e econômico do Amazonas no período de 1910 a 1924, recorrendo a Jornais, Relatórios de secretários de Estado e de chefes de polícia, Mensagens de governadores, Relatos médicos, Documentos parlamentares, Coleção de leis do Brasil, publicações de testemunhos contemporâneos e Anais da Assembleia.; The three first republican decades were not an Amazonas traditional historiography study object, in spite of having been marked by intense political and social confrontation, which were permeated by the crisis in the rubber economy. The existent reports conveyed the idea that the Amazonas state was sailing the waters of opulence and passivity. Nevertheless...

Gestão de recursos hídricos no estado do Amazonas: uma análise comparativa

Ferreira, Anita Rocha Alves dos Santos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este estudo analisa os instrumentos legais e o sistema de gestão dos recursos hídricos no Estado do Amazonas e sua relação com a Lei n° 9.443, de 8 de janeiro de 1997, destacando as diferentes variáveis existentes na grande bacia hidrográfica do Amazonas que são determinantes na elaboração do marco legal no estado do Amazonas. Considerou-se, também, que a especificidade de isolamento e distanciamento existente em comparação com outros estados não pode servir de parâmetro para utilização de modelos já elaborados. O trabalho apresenta a política nacional de recursos hídricos, descreve o estágio atual da gestão de recursos hídricos nos estados do Rio de Janeiro e do Amazonas. Em seguida, analisa criticamente a lei estadual que estabeleceu a política estadual de recursos hídricos do Amazonas, e avalia comparativamente as entidades e instrumentos dos dois estados. Os métodos empregados incluem uma pesquisa bibliográfica e documental de forma a descrever e fornecer o material de aprofundamento do estudo da gestão de recursos hídricos do estado do Amazonas. A pesquisa de campo foi realizada para aprofundamento da análise crítica. Como resultados, destacam-se a necessidade da alteração da legislação atual e reestruturação administrativa dos órgãos ambientais.; The present study analyzes the legal mechanisms and the management system for water resources at the Amazonas state and its relationship with the Law 9.443...

Assinaturas tafonômicas dos invertebrados da formação Itaituba aplicação como ferramenta de análise estratigráfica e paleoecológica na seção pensilvaniana aflorante na porção sul da Bacia do Amazonas, Brasil

Moutinho, Luciane Profs
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este trabalho foi baseado na aplicação de diferentes ferramentas de análise paleoecológica e estratigráfica, visando o entendimento do ambiente deposicional que foi cenário de deposição das rochas sedimentares do Eomesopensilvaniano da Bacia do Amazonas. Neste período, uma plataforma carbonática intracratônica do tipo rampa se estabeleceu sobre os sedimentos de origem eólica da Formação Monte Alegre, possibilitando a deposição de espessos depósitos de contexto ambiental marinho raso, hoje representados pelas rochas carbonáticas/evaporíticas da Formação Itaituba, aflorantes na pla taforma sul da bacia. Através do estudo de Petrografia e fácies foram caracterizados os contextos ambientais envolvidos na gênese dos depósitos estudados e definido o modelo de ambiente deposicional melhor adequado as variações faciológicas verticais observadas. Da mesma forma, foram identificados os principais eventos diagenéticos, estabelecida sua relação com superfícies de interesse no entendimento da organização estratigráfica da seção e identificados 7 ciclos raseantes para o topo de alta freqüência A Estratigrafia isotópica com base em isótopos estáveis de carbono e oxigênio foi aplicada como ferramenta complementar de análise e forneceu elementos que se aplicaram a correlação com as mudanças na concentração da água marinha decorrentes...

Estudo de conodontes em carbonatos marinhos do grupo Tapajós, Pensilvaniano inferior a médio da Bacia do Amazonas com aplicação de isótopos de Sr E Nd neste intervalo

Scomazzon, Ana Karina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Esta tese foi desenvolvida com material coletado na região sul e oeste da Bacia do Amazonas. No oeste, foram coletas amostras de rochas carbonáticas em 18 poços perfurados pela PETROBRÁS, perfilados de NW a SE, abrangendo a plataforma norte, calha central e plataforma sul da bacia. Na região sul foram coletadas amostras em um afloramento na beira do Rio Tapajós e em duas pedreiras de calcário, exploradas pela Companhia Agroindustrial de Monte Alegre – CAIMA. Nesta região aflorante estão expostos os depósitos carbonáticos marinhos iniciais e os extensos depósitos carbonáticos de mar raso de infra-maré do Pensilvaniano na Bacia do Amazonas. O Pensilvaniano, nesta bacia, é representado pelo Grupo Tapajós, que inclui as Formações Monte Alegre, Itaituba, Nova Olinda e Andirá. Os conodontes estudados foram encontrados nestas formações com exceção da Formação Andirá, por ser representada por depósitos continentais do final do Pensilvaniano. O Grupo Tapajós é caracterizado por um ciclo transgressivo – regressivo de 2ª ordem, com depósitos de arenitos eólicos e fluviais na base, sobrepostos por calcários de infra-maré, foco deste trabalho, evaporitos de planície de sabkha e os red beds continentais que marcam o encerramento deste ciclo. Considerando a evolução geológica da Bacia do Amazonas...

Federalismo, economia exportadora e representação politica: o Amazonas na Republica Velha (1889-1914); Federalism, exported economy and political representation: the Amazon in the Old Republic (1889-1914)

Sylvio Mario Puga Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O presente trabalho analisa a inserção do Amazonas na República Velha, a partir do Dinamismo e Colapso de seu produto principal, a Borracha, com ênfase em três temas: O Federalismo, a Economia Exportadora e a Representação Política. A análise do Federalismo cinge-se à questão fiscal, enfocando o debate sobre a Discriminação de Rendas na Constituição de 1891, e sua repercussão nos Estados Exportadores, situando o Amazonas e sua excepcional situação fiscal. No que tange à Economia Exportadora, a borracha representava seu principal produto, que entre 1870 e 1912, coloca a Amazônia numa posição ímpar no cenário econômico nacional, como o segundo produto na pauta exportadora brasileira. A disputa pelo excedente gerado se revela no âmbito público com as disputas fiscais envolvendo Amazonas e Pará e no âmbito privado com o encadeamento de uma extensa rede de débitos e créditos conhecida como Sistema de Aviamentos. A força motriz para a coleta do látex não estava alicerçada na mão-de-obra escrava, dada a especificidade do produto, disperso na floresta. A solução para o problema foi a vinda de trabalhadores nacionais principalmente do Nordeste, que tangidos pelas secas buscavam novos horizontes na Amazônia. Quanto à Representação Política...

Análise da relação entre a Lei n. 3135/2007 do Estado do Amazonas e o direito internacional à luz da doutrina antiformalista francesa

Roessing Neto, Ernesto
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 192 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito; Desde a década de 1970, verifica-se uma proliferação de instrumentos jurídicos internacionais de tutela do meio ambiente. O Direito Internacional do Meio Ambiente expande-se em resposta a desafios ambientais que se apresentam à humanidade. As mudanças climáticas, causadas pelas emissões antrópicas de gases de efeito estufa (GEE), constituem, provavelmente, o maior desses desafios ambientais, tendo em vista o fato de que se relaciona, diretamente, com o estilo de vida adotado (ou desejado) pela maior parte das sociedades humanas, o que complica a adoção de medidas para lidar com o problema. Desta forma, as negociações internacionais sobre o tema resultaram apenas na constituição de um regime internacional de tutela jurídica do clima que se mostra insuficiente diante da magnitude deste desafio. Além disso, nem todos os grandes emissores de gases de efeito estufa possuem a obrigação de reduzir suas emissões, notadamente os Estados Unidos, pois não ratificaram o Protocolo de Quioto, peça-chave do regime. Outrossim, países em desenvolvimento que são grandes emissores de gases de efeito estufa...

Abordagem sindrômica de doenças febris agudas : a experiência de uma unidade terciária de saúde do estado do Amazonas

Mourão, Maria Paula Gomes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2007.; Grande parte dos sistemas de vigilância epidemiológica implantados consiste em modelos passivos de notificação de agravos. Todavia, os casos notificados são, em geral, aqueles clinicamente mais exuberantes e, conseqüentemente, mais graves, o que descaracteriza o processo de vigilância. A abordagem sindrômica surge, dentro deste contexto, com o objetivo de orientar a conduta clínica, diagnóstica e terapêutica, diante de doenças cujos sinais e sintomas parecem indistinguíveis a priori, e requerem o apoio de uma rede de laboratórios para o diagnóstico etiológico preciso. Em 1998, em Manaus (Amazonas), os países amazônicos, coordenados pela Organização Pan-Americana da Saúde, implantaram uma Rede de Vigilância de Doenças Emergentes da Amazônia, na qual a vigilância sindrômica seria uma das recomendações para o aprimoramento das ações de vigilância. Entretanto, apesar de ser uma estratégia bastante promissora para aplicação em saúde pública, a VS implica investimentos vultuosos e ainda requer estudos para avaliar sua real efetividade, equivalência ou superioridade em relação ao método convencional. Assim, o presente estudo...

Projeto Vidas Paralelas Indígena : revelando o povo Piratapuia/Waíkhana do Amazonas, Brasil; Proyecto Vidas paralelas indígena : revelando el pueblo Piratapuia/Waíkhana del Amazonas, Brasil; Project Indigenous Parallel Lives : revealing the Piratapuia/Waíkhana people of Amazonas, Brazil

Nery, Evelyn; Hoefel, Maria da Graça Luderitz; Hamann, Edgar Merchán; Severo, Denise Osório; Santos, Silvéria Maria dos
Fonte: Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB) Publicador: Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este relato de experiência se refere ao povo Piratapuia ou Waíkhana, que habita o Noroeste do Estado do Amazonas. Neste caso, mais especifcamente ao componente desse grupo étnico, no município de Santa Isabel do Rio Negro. Relata-se a história do grupo étnico enfatizando sua migração do alto para o médio Rio Negro, a infuência da missão saleciana e da invasão dos garimpeiros bem como a convivência com outros grupos étnicos (tukano, yanomami, entre outros). A seguir, são mostrados detalhes da organização social que inclui a estrutura de clãs com suas hierarquias. Descrevem-se as diversas associações indígenas da região que conseguiram criar uma consciência na população do municípío, onde atualmente 90,0% se assume como pertencente a grupos étnicos indígenas. No que se refere à cultura, detacam-se as práticas de cura e auto-cuidado providas pelos benzederos. A estrutura sanitária pertence ao pólo de Sta. Isabel com um hospital e uma unidade básica de saúde, sendo que o Distrito Especial Indígena de Saúde foi ampliado para garantir cobertura ao médio Rio Negro. Porém apontam-se as difculdades geradas pelas enormes distâncias de deslocamento. ____________________________________________________________________________________________________________________ RESUMEN; Este relato de experiencia se refere al grupo étnico Piratapuia o Waíkhana...

Principais lições de um projeto agroflorestal com pequenos produtores no Baixo Rio Negro (Amazonas).

MOTA, A. M. da; COSTA, J. R. da; CAMPOS, M. A. A.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 5., 2004, Curitiba. SAFs: desenvolvimento com proteção ambiental: anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2004. 1 CD-ROM. (Embrapa Florestas. Documentos, 98). Trabalhos orais. Sessão Temática I. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 5., 2004, Curitiba. SAFs: desenvolvimento com proteção ambiental: anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2004. 1 CD-ROM. (Embrapa Florestas. Documentos, 98). Trabalhos orais. Sessão Temática I.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
O projeto "Implantação de sistemas agroflorestais com pequenos produtores da Amazônia Central" teve por objetivo adaptar tecnologias agroflorestais às condições de pequenas comunidades do Baixo Rio Negro, Amazonas. Neste trabalho são relatados os primeiros cinco anos do projeto e as principais lições aprendidas, importantes para outros projetos que abordem a questão agroflorestal em propriedades rurais.; 2004

Performance de cultivares de batata-doce com potencial de uso em sistemas diversificados nas condicoes de dois solos de terra firme do Amazonas.

CARDOSO, M. O.; XAVIER, J. J. B. N.; ALMEIDA, E. F. de; ANTONIO, I. C.; CARNEIRO, A. M. C.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 3., 2000, Manaus. Sistemas agroflorestais: manejando a biodiversidade e compondo a paisagem rural - resumos expandidos. Manaus: Embrapa Amazonia Ocidental, 2000. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 3., 2000, Manaus. Sistemas agroflorestais: manejando a biodiversidade e compondo a paisagem rural - resumos expandidos. Manaus: Embrapa Amazonia Ocidental, 2000.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 242-244.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
Avaliacao de cultivares de batata-doce nas condicoes de dois solos do ecossistema terra firme do Estado do Amazonas, para indicacao daquelas com melhor desempenho agronomico, com vistas a observacoes em qualquer desses sistemas, relativamente as interacoes com outros componentes. Pode-se verificar que, atualmente, as cultivares Arapapa e Tres Quinas devem ser indicadas para compor sistemas agricolas diversificados nas condicoes desses ecossistemas; a cultivar Rainhas, preferencialmente, para solos tipo B. A primeira, pela rusticidade e otima producao de ramas e folhas, denotou potencial para uso multiplo; Rainha pode ser alternativa para cv. Tres Quinas (ja cultivada no Estado para uso de mesa).; 2000

Uso de marcadores RAPD no estudo da variabilidade genética de Ralstonia solanacearum do Estado do Amazonas.

VÉRAS, S. de M.; MARTINS, L. S. S.; GASPAROTTO, L.; COELHO, A. F. da S.; GATO, A. M. G.; VILLARINHOS, A.
Fonte: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002. Publicador: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 97-101.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
Identificação da variabilidade genética de seis isolados de R. solanacearum raça 2 oriundos de áreas de produção do Amazonas.; 2002; Trabalho apresentado no XXXI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1998, Poços de Caldas - MG.

Ocorrência e levantamento de infestação do minador das folhas de citros Phyllocnistis citrella (Lepidoptera: Gracillariidae) no Estado do Amazonas.

LOPES, C. M. D.; PAMPLONA, A. M. S. R.; RONCHI-TELES, B.
Fonte: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002. Publicador: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 105-110.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
Nível de infestação do minador das folhas de citros no Estado do Amazonas.; 2002; Trabalho apresentado no 16º Congresso Brasileiro de Entomologia, 1997, Salvador, Bahia.

Levantamento da incidência da leprose, pinta preta, clorose variegada (CVC) e cancro cítrico nos pomares de citros do Estado do Amazonas.

GASPAROTTO, L.; PEREIRA, J. C. R.; PEREIRA, M. C. N.
Fonte: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002. Publicador: In: GATO, A. M. G.; TELES, B. R. (Org.). Coletânea dos trabalhos da CDSV/AM. Manaus: Delegacia Federal de Agricultura no Amazonas, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 117-119.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
Avaliação da incidência da leprose nos Municípios e verificação da introdução no Estado do Amazonas da pinta preta, cancro cítrico e clorose variegada.; 2002

João Amazonas

Amazonas, João, 1912-2002; Oliveira, Pedro de, org.
Fonte: Câmara dos Deputados, Edições Câmara Publicador: Câmara dos Deputados, Edições Câmara
Tipo: livro Formato: 376 p. : il., fots.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.9%
Apresenta as contribuições de João Amazonas de Souza Pedroso no âmbito do Congresso Nacional bem como na esfera dos movimentos sociais, intelectuais e políticos brasileiros. O parlamentar ficou conhecido como João Amazonas na história da luta pelo socialismo, pela democracia, pela liberdade, pela soberania nacional e pelos direitos dos trabalhadores no Brasil. Inclui biografia, dados da atuação política, discursos e fotos.

Governos de gabinete e coaliz?es c?clicas no ultrapresidencialismo estadual: a experi?ncia no Amazonas

LEITE, Breno Rodrigo de Messias
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
OBJETIVO ? O prop?sito de minha pesquisa ? analisar os mecanismos que estruturam os governos de gabinete e as coaliz?es c?clicas no ultrapresidencialismo estadual do Amazonas. Em outras palavras, tenho como foco explicar a l?gica do sucesso do governador, de sua coaliz?o legislativa e de seu gabinete na constitui??o de uma rede de superdomin?ncia nas arenas eleitoral, parlamentar e executiva. PER?ODO ? Neste estudo de caso, analiso quatro administra??es de tr?s governadores do Amazonas: Gilberto Mestrinho (1991-1994), Amazonino Mendes (1995-1998 e 1999-2002) e Eduardo Braga (2003-2006); e quatro legislaturas da Assembleia Legislativa (ALEAM). TEORIA ? Como orienta??o te?rica, uso as contribui??es da teoria da escolha p?blica e da an?lise institucional. Parto da premissa de que o governador joga tentando maximizar sua renda de utilidade dentro de uma dada estrutura institucional (permeada pela l?gica do gubernatorial coattails) que incentiva a intera??o estrat?gica cooperativa e dur?vel entre os principais jogadores (governador, deputados estaduais, secret?rios e cidad?os-eleitores) em m?ltiplas arenas decis?rias. METODOLOGIA ? Primeiramente, utilizo o banco de dados do Laborat?rio de Estudos Experimentais (LEEX) para montar um mapa da din?mica eleitoral...

Variação na estrutura da comunidade de aranhas (aranae, arachnida) ao longo da calha do Rio Amazonas, Brasil

Rego, Felipe do Nascimento Andrade de Almeida
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, 2009.; Na Amazônia, as florestas inundadas por rios de água-branca, de aspecto leitoso devido à grande quantidade de sedimentos oriundos dos Andes são chamadas de várzeas. A sua drenagem é feita principalmente pelo Rio Amazonas, cujo nível d'água é controlado pelo degelo da Cordilheira dos Andes. As florestas ao norte, no Escudo das Guianas, são drenadas pelo Rio Negro, o maior afluente do Amazonas. Estes e outras centenas de grandes rios alagam anualmente uma área de 100 a 250 mil km2. As várzeas estão presentes ao longo de todo o Rio Amazonas e permanecem alagadas de 4 a 6 meses por ano, o que exige adaptações dos organismos aos períodos de cheia. Na várzea, as condições climáticas, a paisagem e os tipos de vegetação variam com a longitude e a riqueza de diversos taxa como aves, formigas, árvores e aranhas diminui no sentido Andes-Atlântico. No Alto Amazonas, as árvores são altas, grossas e a precipitação é maior do que no Baixo Amazonas, onde o clima é mais seco e a presença de áreas mais abertas com baixa densidade de lenhosas é comum. Ao longo da calha Brasileira do Rio Amazonas (cerca de 3000 km)...

Prospectiva e sustentabilidade do ecoturismo : uso da técnica de construção de cenários no Estado do Amazonas

Ribeiro, Edinelza Macedo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2013.; O objetivo da tese é identificar, por meio da construção de cenários, os futuros plausíveis do ecoturismo no Amazonas e analisar as dimensões da sustentabilidade nos cenários de referência, e as consequências nas políticas públicas do ecoturismo local. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, pautada na ótica descritiva e exploratória. O método empregado neste estudo foi a técnica da prospectiva de Godet. Este modelo apresenta-se como um instrumento para diagnosticar o ecoturismo atualmente, refletir sobre o seu futuro e identificar as políticas consistentes no sentido da sustentabilidade. A partir da interpretação e combinação dos desdobramentos mundiais e nacionais e dos processos locais de maturação, mediados também por atores sociais e suas propostas para a região foram desenhados sob a ótica do horizonte temporal de 2013 a 2022, três cenários para o ecoturismo no Amazonas, a saber: Otimistas Racionais, o Canto do Uirapuru e Ajuricaba. Os resultados apontam que não existe prática do ecoturismo no estado. As análises nos cenários de referência acrescentaram elementos fundamentais para a discussão das perspectivas futuras de sustentabilidade do ecoturismo no Estado do Amazonas e as respectivas políticas públicas. As constatações mais importantes são as de que embora coexistam elementos estimuladores do desenvolvimento do ecoturismo na região...

A evolução da Política de Criação de Unidades de Conservação no Estado do Amazonas no período de 1995 a 2010

Villarroel, Larissa Carolina Loureiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2012.; O processo de redemocratização do espaço político brasileiro pós 1988 conferiu maior visibilidade política aos governos estaduais no plano político, o que, por sua vez, trouxe novas inquietações sobre a maneira como as políticas públicas ambientais são decididas e implementadas nos diferentes estados da Federação brasileira, sobretudo devido às peculiaridades do sistema político de cada estado e do próprio sistema federativo. A hipótese adotada para esta pesquisa foi a de que a despeito da liberdade de ação conferida pela legislação brasileira aos entes estaduais no tocante à descentralização das políticas ambientais, os espaços de tomada de decisão sobre o desenho e a execução das políticas ambientais estaduais só são ocupados pelos estados na medida em que os governos identificam a possibilidade de retornos econômicos e políticos. A partir de uma análise da organização do processo de descentralização de políticas públicas no Brasil e da reconstrução histórica da política estadual do Amazonas, buscou-se identificar que elementos políticos e sociais levaram o governo do Amazonas a fazer a opção pela execução de uma política intensiva de criação de unidades de conservação em seu território a partir do início da década de 2000. Foi constatado que a presença de incentivos econômicos e sociais...

BIOMASS AND ENERGY YIELD OF LEGUMINOUS TREES CULTIVATED IN AMAZONAS; BIOMASS AND ENERGY YIELD OF LEGUMINOUS TREES CULTIVATED IN AMAZONAS

Pires da Costa, Karen Cristina; Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA); Bezerra de Lima, Roberval Monteiro; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA); Ferreira, Marciel José; Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
47.12%
AbstractEnergy forests emerge as an alternative to fossil fuels for energy production. The good performance of these forests should consider the selection of fast-growing species, high biomass productivity and energy yield. The aim was to investigate growth and energy yield of Acacia auriculiformis and Acacia mangium in a short-rotation plantation in the Amazonas. The energy yield was determined on 12 trees per species, from the results of biomass, calorific value and basic density. When 9 years-old, A. mangium had the highest growth rates in height (1.9 m yr-1) and DBH (2.5 cm yr-1). The greatest biomass productivity was observed in A. mangium (33.4 Mg ha-1 yr-1), which was 84% higher than A. auriculiformis (18.1 Mg ha-1 yr-1). Basic density (0.54 g cm-3) and calorific value (4,400 kcal kg-1) showed no significant differences between species. The energy yield of A. mangium (1,317 Gcal ha-1) was twice as of A. auriculiformis (684 Gcal ha-1). A. mangium has better energy performance, compared to the A. auriculiformis, and therefore could the most recommended for the formation of energy forests in disturbed areas in the state of Amazonas. ResumoBiomassa e produtividade energética de leguminosas arbóreas cultivadas no Amazonas. As florestas energéticas representam alternativa à dependência do uso de combustíveis fósseis para a produção de energia. O bom desempenho dessas florestas deve considerar a seleção de espécies de rápido crescimento...