Página 1 dos resultados de 99 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

Factors associated to the development of hypothermia in the intraoperative period; Factores relacionados al desarrollo de hipotermia en el período intraoperatorio; Fatores relacionados ao desenvolvimento de hipotermia no período intra-operatório

POVEDA, Vanessa de Brito; GALVÃO, Cristina Maria; SANTOS, Claudia Benedita dos
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.07%
This study aimed to assess factors associated to body temperature changes intraoperatively in patients undergoing elective surgery. A prospective study including 70 patients was carried out in a charity hospital. A data collection instrument was developed and its face and content validity was established. The variables measured were operating room temperature and humidity and patient body temperature at different times. In the multivariate linear regression, the variables type of anesthesia, duration of anesthesia, body mass index, and operating room temperature were directly associated to mean body temperature. Nurses are responsible for planning and implementing effective interventions that can contribute to minimize costs and most importantly reduce hypothermia complications.; La investigación tuvo como objetivo analizar los factores relacionados a las alteraciones de la temperatura corporal del paciente sometido a cirugía electiva en el período intraoperatorio. Para esto, se realizó un estudio de correlación, prospectivo, en un hospital filantrópico. Fue elaborado un instrumento y sometido a validación aparente y de contenido, el cual fue utilizado para recolectar datos de 70 pacientes. La temperatura y humedad de la sala de operación y la temperatura corporal del paciente...

Participação do óxido nítrico na expressão de vasopressina e ocitocina durante sepse polimicrobiana experimental; Involvement of nitric oxide in vasopressin and oxytocin expression during experimental polymicrobial sepsis.

Pelegrin, Gabriela Ravanelli de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
Sepse induz exagerada produção de mediadores inflamatórios, como o óxido nítrico (NO), e causa alterações cardiovasculares, neuroendócrinas e de temperatura corporal (Tc). Na fase tardia da sepse existe liberação basal de vasopressina (AVP), apesar da hipotensão persistente. Uma hipótese para isso seria a inibição da síntese de AVP pelo aumento da produção de NO. Nosso objetivo foi investigar a possível participação do NO, produzido centralmente pelas isoformas de NO sintase (NOS), na expressão de AVP e ocitocina (OT), na resposta cardiovascular e de Tc durante sepse experimental. Ratos Wistar receberam injeção i.c.v. de L-NAME, inibidor não seletivo de NOS (250g/L), ou de aminoguanidina (AG,250g/L), inibidor seletivo da isoforma induzida (NOSi). Outro grupo recebeu inibidor da guanilato ciclase solúvel (ODQ,0,25g/L). Grupos controles receberam veículos (salina ou DMSO1%). Trinta minutos após as injeções, foi induzido sepse por ligadura e perfuração cecal (CLP) ou operação fictícia. Os animais foram divididos em 4 grupos: 1) avaliação da sobrevida, 2) determinação da Tc, 3) aferição da pressão arterial (PAM) e frequência cardíaca (FC) e 4) avaliação de parâmetros hidroeletrolíticos e secreção de AVP e OT. A CLP promoveu alta mortalidade...

Estudo da correlação entre temperatura corporal e dosagem de óxido nítrico plasmático em pacientes com sepse, sepse grave e choque séptico; Correlation between body temperature and dosage of plasma nitric oxide in patients with sepsis, severe sepsis and septic shock

Pereira, Flavia Helena
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.01%
O choque séptico é a complicação mais comum da sepse e responsável por um grande número de casos de morte em unidades de terapia intensiva. Em pacientes com diagnóstico de sepse, a febre é um dos sinais mais comuns, entretanto a hipotermia pode ocorrer e geralmente está associada a infecções severas, prognóstico pior e alta mortalidade. A confluência de vários fatores contribui para a deterioração da condição clínica do paciente que evolui para choque séptico. Um dos principais fatores é a aumentada síntese de óxido nítrico, que pode mediar alterações na função cardiovascular e termorregulatória. O enfermeiro é capaz de detectar o início dos sinais clínicos desses quadros, que incluem: complicação do quadro pulmonar (com presença de taquipnéia), sudorese fria, confusão mental, oligúria, taquicardia, hipotensão arterial e alteração da temperatura corporal. A detecção desses sinais pode ser facilmente realizada com instrumentos apropriados e exame físico. Neste estudo, o objetivo foi correlacionar os valores de temperatura e as concentrações plasmáticas de óxido nítrico em pacientes com diagnóstico de sepse, sepse grave e choque séptico. Nossos dados mostram que existe uma correlação negativa (p<0.0037; r2=0...

Freqüência cardíaca e percepção subjetiva do esforço no meio aquático : diferenças em relação ao meio terrestre e aplicações na prescrição do exercício - uma revisão; Frecuencia cardiaca y percepción subjetiva del esfuerzo en el medio acuático : diferencias en relación al medio terrestre y aplicaciones en la prescripción del ejercicio – una revisión; Heart rate and perceived exertion at aquatic environment : differences in relation to land environment and applications for exercise prescription – a review

Graef, Fabiane Inês; Kruel, Luiz Fernando Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
A intensidade na qual o esforço é realizado constitui um aspecto fundamental na elaboração e no controle de qualquer programa de exercícios. Atividades conduzidas nos meios terrestre e aquático apresentam especificidades distintas; aspectos como volume do corpo imerso, posição corporal e temperatura da água levam o organismo a condições diferenciadas daquelas observadas no meio terrestre, assim influenciando os indicadores de intensidade do esforço. Considerando que freqüência cardíaca e percepção subjetiva do esforço são os indicadores mais utilizados no controle da intensidade do esforço em exercícios aquáticos, a presente revisão objetiva analisar as principais alterações que ocorrem nessas variáveis em condição de imersão, comparando com o meio terrestre, bem como as implicações dessas alterações na prescrição do exercício. Para tanto, são apresentadas as principais alterações decorrentes de situações de repouso e exercício, na corrida e no ciclismo aquáticos, na hidroginástica e na natação. Por fim, são tecidas algumas considerações acerca das implicações dessas alterações na prescrição do exercício, bem como algumas estratégias para utilização dessas variáveis em sessões de exercícios no meio aquático. Em relação à freqüência cardíaca...

Regulação da temperatura corporal em diferentes estados térmicos: ênfase na anapirexia

Scarpellini, Carolina Silveira ; Bícego, Kênia Cardoso
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-6
POR
Relevância na Pesquisa
45.9%
Temperature is certainly one of the major factors that affect biochemical and physiological processes. So, the investigation of how animals regulate body temperature (Tb) and respond to changes in ambient temperature is indispensable. There are five thermal states defined up to date that include euthermy, hypo and hyperthermia (forced fall and increase of Tb, respectively), fever and anapyrexia (regulated increase and fall of Tb, respectively). In this review, we present some classic and recent data about thermoregulatory mechanisms involved in those thermal states with special attention directed to anapyrexia, a phenomenon that has attracted the interest of researchers due to its potential therapeutic benefits.; Indiscutivelmente a temperatura é um dos principais fatores que afetam os processos fisiológicos e bioquímicos. Por isso, o estudo de como os animais regulam sua temperatura corporal (Tc) e respondem às alterações da temperatura ambiente é imprescindível. Os cinco estados térmicos definidos até o momento incluem eutermia, hipo e hipertermia (queda e aumento, respectivamente, da Tc devido à incapacidade de mantê-la sem variação), febre e anapirexia (aumento e queda regulados, respectivamente, da Tc). Nesta revisão são apresentados alguns dados clássicos e recentes sobre mecanismos termorreguladores envolvidos nesses estados térmicos e especial atenção é direcionada à anapirexia...

Efeito da exposição ao frio sobre a expressão de proteinas hipotalamicas e a participação do hormonio concentrador de melanina (MCH) no controle da ingestão alimentar, peso corporal, termogenese e ação molecular da insulina

Marcio Pereira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.07%
A exposição de animais homeotérmicos à baixa temperatura promove alterações fisiológicas que refletem o desvio do fluxo de energia para a produção de calor. A perda do controle coordenado sobre a ingestão alimentar e o gasto energético constitui mecanismo central no desenvolvimento da obesidade, um dos mais prevalentes problemas de saúde pública da atualidade. Uma vez que, sob exposição ao mo, alta ingestão alimentar está associada à elevada termogênese, perda de peso e baixos níveis de insulina, utilizou-se uma analise por cDNA- macroarray visando a identificação de proteínas hipotalâmicas que fossem moduladas em resposta à exposição ao mo (4°C). Esta análise revelou um aumento na expressão do neuropeptídeo orexigênico MCH (hormônio de concentração da melanina) em ratos expostos ao mo. Para avaliar o efeito da hiper-expressão hipotalâmica do MCH sobre a temperatura corpórea, a ingestão de alimentos e a variação de peso corpóreo em ratos expostos ao mo, foi utilizado um oligonuc1eotídeo antisense específico para bloqueio da síntese protéica de MCH, o qual não alterou a ingestão alimentar nem a temperatura corporal desses animais. Tal bloqueio promoveu queda significativa no peso corporal dos mesmos...

Contribuição renal para a homeostase corporal em ratos : função da inervação renal; Renal contributions to corporal homeostasis in rats : role of renal innervation

Nelson Afonso Lutaif
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36%
Introdução: Os rins, em humanos, são responsáveis por 10% de todo o oxigênio consumido, pelo corpo, em 24 horas. Este consumo pode ser representativo de uma grande contribuição da parte renal para a termogênese global dos indivíduos. A termogênese global é constituída pela termogênese facultativa, a qual está associada à ativação da UCP e captação celular de glicose, e a termogênese obrigatória, a qual está relacionada ao consumo de oxigênio mitocondrial. Assim nós assumimos que lesões renais podem levar a alterações na termogênese global e consequentemente distúrbios nas termogênese facultativa e obrigatória. Para investigar a contribuição renal na manutenção da temperatura interna, nós estudamos ratos Sprague Dowley com: redução da massa renal (Nx), denervação (Dx) e obstrução urinária (Ox), além de dois grupos controles: SHAM e non-operative (Non). Métodos: O estudo foi realizado colocando os grupos em estudo imersos em água isotérmica (próxima a temperatura interna) para bloquear a dissipação de calor enquanto a temperatura colonica era registrada durante 30 minutos. A termogênese obrigatória foi analizada através do controle respiratório e a relação ADP/O em mitocôndrias hepaticas. As atividades da UCP1 e os sinalizadores relacionados a capatação de glicose celular : IRS1...

Influencia da suplementação de proteinas do soro de leite na composição corporal, desempenho fisico e parametros bioquimicos de atletas juvenis de futebol.; Influence of the supplementation with whey proteins in body composition, physical performance and biochemistry parameters of young soccer players.

Pablo Christiano Barboza Lollo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
45.84%
O futebol assim como outras modalidades esportivas vem utilizando os conhecimentos científicos produzidos para a preparação dos atletas. Esse melhor preparo resulta em distâncias percorridas durante o jogo cada vez maiores além de um melhor desenvolvimento da musculatura para desempenhar as tarefas necessárias durante as partidas. É reconhecido que essa atividade física eleva as necessidades protéicas dos atletas, porém não se sabe exatamente qual é o requerimento protéico dos atletas de diferentes modalidades esportivas. Os principais motivos citados para esse aumento no requerimento protéico de atletas são: hipertrofia muscular (em determinadas fases do treinamento); oxidação de proteínas corporais durante atividades de longa duração para fornecimento de energia (via esqueleto carbônico dos aminoácidos de cadeia ramificada - BCAA); danos em proteínas musculares decorrentes de alterações fisiológicas causadas pelo exercício (queda de pH, elevação da temperatura intramuscular e tensões mecânicas nos músculos e demais estruturas do aparelho locomotor). As proteínas de soro de leite são consideradas excelente fonte de BCAA, e possuem alto valor biológico. Objetivo: verificar os efeitos da suplementação com proteínas de soro de leite na composição corporal...

Mudanças de temperatura corporal induzidas por estresse em pombos (Columba Livia)

Bittencourt, Myla de Aguiar
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 p.| ils., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.01%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Neurociências, Florianópolis, 2014; Mudanças na Temperatura corporal (Tc) são consequências fisiológicas significativas induzidas por estímulos estressores em mamíferos e aves. Pombos (Columba Livia) vivem em ambientes urbanos potencialmente estressores e são comumente usados para estudos neurocomportamentais; entretanto, as respostas térmicas ao estresse em pombos são pouco conhecidas. Descrevemos alterações térmicas (intra-celomática), a partir de registros telemétricos, dada a uma variedade de estímulos potencialmente estressores, incluindo transferência a uma nova gaiola, que conduz a um isolamento visual entre os membros da mesma espécie; a presença do experimentador; a manipulação suave; injeção fictícia (i.p.); e contenção para indução à imobilidade tônica (IT). A transferência à gaiola experimental (GExp) provocou uma curta hipertermia (10-20 min), seguida por uma diminuição longa e substancial na Tc, retornando a valores basais cerca de 150 min após a transferência. Depois de cerca de 2 horas na GExp, os outros estímulos potencialmente estressantes evocaram apenas hipertermia marginalmente significativa no teste de IT e entrada do experimentador ou hipotermia na resposta de injeção fictícia. Estímulos oferecidos 26 horas após transferência induziram aumentos intensos na Tc nos testes de entrada do experimentador e manipulação suave ou resposta hipotérmica no teste de injeção fictícia. Essas mudanças na Tc não parecem estar relacionadas com modificações na atividade geral do animal (medidas de dados actimétricos registrados por telemetria). Repetidos testes não conseguiram afetar as respostas hipotérmicas da transferência à GExp...

A influência da estimulação auditiva na pessoa em coma

Simões, João Filipe Fernandes Lindo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
35.98%
Este estudo teve como finalidade compreender os efeitos da estimulação auditiva com uma voz desconhecida e familiar, na pessoa em coma nos parâmetros e curvas monitorizados em ambiente de cuidados intensivos. A revisão da literatura acerca da comunicação verbal em cuidados intensivos e consequente análise de conteúdo foi utilizada para construir a mensagem estímulo, que foi refinada e validada por um grupo de peritos. Esta mensagem é constituída por três partes: apresentação e orientação, informação e avaliação funcional e estimulação, e serviu como referência para a gravação das mensagens no estudo que se seguiu. Neste estudo também foi traduzida, adaptada para a realidade Portuguesa e convertida em linguagem CIPE® a Coma Recovery Scale – Revised, que deu origem ao Instrumento de Avaliação da Recuperação do Coma da Universidade de Aveiro (IARCUA), que foi sujeito a testes de fiabilidade.Os resultados da análise sugerem que o referido instrumento pode ser utilizado com fiabilidade, mesmo quando existem algumas flutuações no estado clínico das pessoas. A correlação dos scores das subescalas foi elevada e superior aos resultados apresentados para a escala original, indicando que esta escala é um instrumento indicado para a avaliação da função neuro-comportamental. O estudo da influência da estimulação auditiva foi realizado com uma amostra de 10 pessoas em coma internadas no Serviço de Cuidados Intensivos do Hospital de Santo António...

Macrossomia, Hipersomnia e Alteração do Controlo da Temperatura: Disfunção Hipotalâmica de Causa Desconhecida

Jacinto, S; Silva, R; Lopes, P; Nunes, L; Romão, G; Calado, E
Fonte: Sociedade Portuguesa de Neurologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Neurologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
55.75%

Macrossomia, Hipersomnia e Alteração do Controlo da Temperatura: Disfunção Hipotalâmica de Causa Desconhecida

Jacinto, S; Silva, R; Lopes, P; Nunes, L; Romão, G; Calado, E
Fonte: Sociedade Portuguesa de Neurologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Neurologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
55.75%

Avaliação do perfil térmico vaginal na mulher climatérica :

Évora, Tânia Além Lima
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.05%
A menopausa, definida retrospectivamente após doze meses de amenorreia, reflecte a falência ovárica. As perturbações genito-urinárias, psicológicas e vasomotoras são o resultado da alteração hormonal que o climatério envolve. Dentre elas, as alterações vasomotoras, caracterizadas por episódios súbitos, transitórios e recorrentes de sensação de calor na face e parte superior do corpo, acompanhados de sudorese e ocasionalmente por palpitações, por vezes seguidos de um resfriado, constituem a sintomatologia mais frequente e a mais característica. A sua génese ainda não está completamente esclarecida e existem diversas teorias que sugerem os mecanismos responsáveis pela disfunção da termorregulação. Compreende-se que as variações da temperatura corporal na mulher climatérica não têm o perfil de constância que se verifica no ciclo genital normal, o que inviabiliza a sua medição a horário fixo. Este trabalho tem como objectivo a apresentação do protótipo de um termómetro para medição e monitorização da temperatura vaginal, contribuindo para o estudo das variações centrais da temperatura basal corporal que têm interesse na avaliação clínica da mulher climatérica, em particular na comprovação dos resultados da terapêutica. Esta também permitirá estabelecer correlações entre a variação da temperatura central e as alterações vasomotoras que ocorrem no climatério...

Uso da termografia infravermelha na análise da termorregulação de cavalo em treinamento

Moura,Daniella J. de; Maia,Ana Paula de A; Vercellino,Rimena do A; Medeiros,Brenda B. L; Sarubbi,Juliana; Griska,Paulo R
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
O estresse térmico em equinos aciona mecanismos termorregulatórios, como mudanças no fluxo sanguíneo periférico, para a manutenção da homeostase corporal. A termografia infravermelha permite detectar estas alterações, sendo uma ferramenta útil para avaliar o estresse em animais. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o uso da termografia infravermelha na termorregulação de equino em condição de treinamento. Foi utilizado um cavalo anglo-árabe, exercitado uma vez ao dia. Foram captadas imagens termográficas da axila, garupa, peito e virilha do cavalo e registrados os parâmetros fisiológicos antes e após exercício e 0; 5 e 10 minutos após o banho, durante 8 dias. A temperatura, a umidade relativa e a velocidade do ar foram monitoradas. A temperatura de superfície da garupa e do peito não diferiu entre os tratamentos, indicando baixa participação destas partes na termorregulação. Em contrapartida, a temperatura superficial da axila e da virilha aumentou após o exercício e diminuiu após o banho, sugerindo evidência dos mecanismos vasomotores para a troca térmica do cavalo. Comportamento semelhante foi observado para as variáveis fisiológicas, o que demonstra tentativas orgânicas do organismo para sair das condições de estresse térmico. Concluiu-se que a termografia infravermelha permitiu determinar com precisão a temperatura de superfície corporal do cavalo...

Freqüência cardíaca e percepção subjetiva do esforço no meio aquático: diferenças em relação ao meio terrestre e aplicações na prescrição do exercício - uma revisão

Graef,Fabiane Inês; Kruel,Luiz Fernando Martins
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
A intensidade na qual o esforço é realizado constitui um aspecto fundamental na elaboração e no controle de qualquer programa de exercícios. Atividades conduzidas nos meios terrestre e aquático apresentam especificidades distintas; aspectos como volume do corpo imerso, posição corporal e temperatura da água levam o organismo a condições diferenciadas daquelas observadas no meio terrestre, assim influenciando os indicadores de intensidade do esforço. Considerando que freqüência cardíaca e percepção subjetiva do esforço são os indicadores mais utilizados no controle da intensidade do esforço em exercícios aquáticos, a presente revisão objetiva analisar as principais alterações que ocorrem nessas variáveis em condição de imersão, comparando com o meio terrestre, bem como as implicações dessas alterações na prescrição do exercício. Para tanto, são apresentadas as principais alterações decorrentes de situações de repouso e exercício, na corrida e no ciclismo aquáticos, na hidroginástica e na natação. Por fim, são tecidas algumas considerações acerca das implicações dessas alterações na prescrição do exercício, bem como algumas estratégias para utilização dessas variáveis em sessões de exercícios no meio aquático. Em relação à freqüência cardíaca...

Limiares e mecanismo de toxicidade aguda da prata no Copépode eurialino Acartia tonsa

Pedroso, Mariana Saia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Dissertação (mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa De Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas – Fisiologia Animal Comparada, Instituto de Ciências Biológicas, 2006.; A prata é um metal não-essencial tóxico para organismos aquáticos, mesmo em baixas concentrações no meio. Em crustáceos e peixes de água doce, o mecanismo de toxicidade aguda deste metal está relacionado a um desequilíbrio iônico e osmorregulatório, associado às inibições da atividade da Na+/K+-ATPase e da captação de Na+ em nível branquial. Apesar deste mecanismo de toxicidade estar bem descrito para animais dulciaqüícolas, pouca informação existe sobre a toxicidade da prata e seu mecanismo de ação em animais estuarinos e marinhos. Portanto,o objetivo deste estudo foi determinar a toxicidade aguda da prata no copépodo eurialino Acartia tonsa em uma ampla faixa de salinidade em ausência e presença de alimento, bem como verificar se o mecanismo de ação tóxica desse metal está associado também a um desequilíbrio iônico e inibição da Na+/K+-ATPase em nível corporal. Copépodos adultos de ambos os sexos foram aclimatados em três salinidades (5, 15 e 30) e alimentados com uma mistura de algas (Thalassiosira weissflogii = 2x104 cél./ml e Isochrysis galbana = 1x104 cél./ml). A temperatura e o fotoperiodo foram fixados em 20oC e 16C:8E...

Avaliação da temperatura timpânica do paciente aerotransportado em helicóptero de suporte avançado de vida

Moreira, André Ricardo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 114 p.| tabs., ils.
POR
Relevância na Pesquisa
35.94%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2012; O ser humano, ao ter seu estado de saude agravado e apos ser aerotransportado em um helicoptero de resgate, esta vulneravel a variacoes de temperatura. Estas alteracoes influenciam na fisiologia do paciente assistido abordo da aeronave. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa do tipo transversal prospectivo, realizado no periodo de 01 de marco a 30 de setembro de 2011, que teve como objetivo geral avaliar as variacoes de temperatura timpanica do paciente aerotransportado que ocorrem no helicoptero Esquilo AS 350 B 0 de suporte avancado de vida. A populacao foi constituida por pacientes resgatados e transportados pelo helicoptero no periodo de coleta e no raio de acao da aeronave, que compreende 35 milhas. A amostra foi do tipo nao probabilistica por conveniencia, e compreendeu 92 pacientes. Utilizou-se para a coleta de dados um instrumento baseado na ficha de atendimento do Batalhao de Operacoes Aereas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e do Grupo de Resposta Aerea de Urgencia do Servico de Atendimento Movel de Urgencia, contendo dados de identificacao e as variaveis do estudo como idade...

Avaliação do perfil térmico vaginal na mulher climatérica :; contributo para o desenvolvimento de um protótipo

Évora, Tânia Além Lima
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.05%
A menopausa, definida retrospectivamente após doze meses de amenorreia, reflecte a falência ovárica. As perturbações genito-urinárias, psicológicas e vasomotoras são o resultado da alteração hormonal que o climatério envolve. Dentre elas, as alterações vasomotoras, caracterizadas por episódios súbitos, transitórios e recorrentes de sensação de calor na face e parte superior do corpo, acompanhados de sudorese e ocasionalmente por palpitações, por vezes seguidos de um resfriado, constituem a sintomatologia mais frequente e a mais característica. A sua génese ainda não está completamente esclarecida e existem diversas teorias que sugerem os mecanismos responsáveis pela disfunção da termorregulação. Compreende-se que as variações da temperatura corporal na mulher climatérica não têm o perfil de constância que se verifica no ciclo genital normal, o que inviabiliza a sua medição a horário fixo. Este trabalho tem como objectivo a apresentação do protótipo de um termómetro para medição e monitorização da temperatura vaginal, contribuindo para o estudo das variações centrais da temperatura basal corporal que têm interesse na avaliação clínica da mulher climatérica, em particular na comprovação dos resultados da terapêutica. Esta também permitirá estabelecer correlações entre a variação da temperatura central e as alterações vasomotoras que ocorrem no climatério...

Alterações celulares induzidas pelo estresse térmico em embriões bovinos; Cellular alterations induced by heat stress in bovine embryos

Lima, Rafaela Sanchez de; Assumpção, Mayra Elena Ortiz D’Avila; Visitin, José Antonio; Lopes, Fabíola Freitas de Paula
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
45.95%
Condições ambientais adversas, tais como altas temperaturas e umidade relativa, causam aumento da temperatura corporal interna (hipertermia) de vacas lactantes, que resultam em estresse térmico e diminuição dos índices de gestação. A susceptibilidade embrionária à temperatura elevada já foi bem caracterizada tanto em experimentos in vivo quanto in vitro. A exposição de embriões bovinos em estágios de zigoto e duas células à temperatura elevada diminui o desenvolvimento embrionário até o estágio de blastocisto. No entanto, o embrião torna-se mais resistente aos efeitos deletérios da temperatura elevada à medida que progride no desenvolvimento. A redução na competência de desenvolvimento embrionária causada pelo estresse térmico deve-se, em parte, às inúmeras alterações citoplasmáticas e nucleares induzidas pela temperatura elevada. No citoplasma embrionário, o choque térmico aumenta o número de mitocôndrias edemaciadas, desorganiza os microtúbulos e os filamentos de actina. No compartimento nuclear, a temperatura elevada induz a fragmentação de DNA característica de apoptose. Essa forma de morte celular é um fenômeno regulado ao longo do desenvolvimento embrionário pré-implantacional, visto que altas temperaturas não ativam a cascata de apoptose em embriões de duas ou quatro células. A apoptose embrionária induzida pelo choque térmico em embriões ≥ 16 células pode ser considerada um mecanismo de controle de qualidade para remoção dos blastômeros danificados...

Fatores relacionados ao desenvolvimento de hipotermia no período intra-operatório; Factores relacionados al desarrollo de hipotermia en el período intraoperatorio; Factors associated to the development of hypothermia in the intraoperative period

Poveda, Vanessa de Brito; Galvão, Cristina Maria; Santos, Claudia Benedita dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2009 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
36.07%
A pesquisa teve como objetivo analisar os fatores relacionados às alterações da temperatura corporal do paciente submetido à cirurgia eletiva no período intra-operatório. Para tal, realizou-se estudo correlacional, prospectivo, em um hospital filantrópico. Foi elaborado um instrumento e submetido à validação aparente e de conteúdo, o qual foi utilizado para a coleta de dados de 70 pacientes. A temperatura e umidade da sala de operação, a temperatura corporal do paciente em diferentes momentos foram as variáveis mensuradas. Na regressão linear multivariada, as variáveis tipo de anestesia, duração da anestesia, índice de massa corporal e a temperatura da sala de operação estavam diretamente relacionadas à temperatura corporal média dos sujeitos investigados. Compete ao enfermeiro o planejamento e implementação de intervenções efetivas que contribuam para minimizar custos e principalmente reduzir as complicações associadas à hipotermia.; La investigación tuvo como objetivo analizar los factores relacionados a las alteraciones de la temperatura corporal del paciente sometido a cirugía electiva en el período intraoperatorio. Para esto, se realizó un estudio de correlación, prospectivo, en un hospital filantrópico. Fue elaborado un instrumento y sometido a validación aparente y de contenido...