Página 1 dos resultados de 1106 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Impacto das alterações climáticas na gestão da água

Duarte, António A. L. Sampaio
Fonte: APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental Publicador: APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.56%
As alterações climáticas registadas ao longo do último século e mais intensas nas últimas décadas têm ganho um protagonismo crescente na opinião pública e na comunidade científica abrindo um debate, quase sempre radicalizado, sobre o polémico aquecimento global, sobretudo no que diz respeito às suas causas  naturais ou antropogénicas  responsáveis pelo mensurável aumento as emissões de gases com efeito de estufa. Este tema tem assumido particular relevância no decurso da presidência alemã da União Europeia (EU), que patrocina a realização, em Berlim, da conferência Time to Adapt – Climate Change and the European Water Dimension. Neste artigo, pretende-se não só dar um contributo para uma discussão menos extremada desta temática, efectuando uma síntese dos principais argumentos em confronto  os baseados nos relatórios do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) e os que refutam o conceito de aquecimento global e a sua alegada causa humana, apresentados por membros de algumas associações científicas, como a Climate Sceptics  mas, e essencialmente, divulgar algumas das questões objecto de análise nessa conferência de Berlim, de modo a fomentar o debate nacional sobre os eventuais impactos regionais das alterações climáticas (geralmente mais consensuais) na gestão da água e dos sistemas de abastecimento. Este debate nacional deveria sustentar um planeamento estratégico participado...

As alterações climáticas no ciberespaço português : mediações do saber e do poder

Carvalho, Anabela
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.56%
O problema das alterações climáticas requer a acção coordenada de governos, empresas e cidadãos de modo a pôr em curso acções de mitigação das emissões de gases com efeito de estufa e evitar os impactos mais graves das mudanças antropogénicas da atmosfera. A mobilização e participação cívicas nos processos de decisão são cruciais para encontrar consensos produtivos relativamente a esta questão complexa. Partindo de uma reflexão sobre o potencial democratizador e dialógico da internet, este artigo centrase nas práticas discursivas sobre as alterações climáticas no ciberespaço português. Analisa-se as formas de representação do problema e procura-se avaliar o contributo da internet para a informação, o debate e a participação dos cidadãos portugueses na política das alterações climáticas.; The problem of climate change requires the coordinated action of governments, corporations and citizens in order to implement policies of mitigation of greenhouse gas emissions and avoid the most severe impacts of anthropogenic changes of the atmosphere. Citizen mobilization and participation in decision-making processes are key to producing effective consensuses in relation to this complex issue. Starting with a discussion of the democratising and dialogic potential of the internet...

O trabalho de produção jornalística e a mediatização das alterações climáticas

Carvalho, Anabela; Pereira, Eulália; Cabecinhas, Rosa
Fonte: Gracio Publicador: Gracio
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
O livro completo encontra-se disponível em: http://hdl.handle.net/1822/16156; A produção jornalística envolve procedimentos de selecção, pesquisa e reconstrução discursiva da realidade. Este capítulo analisa o trabalho jornalístico associado à mediatização das alterações climáticas. Através de entrevistas e de grupos focais, procurámos compreender o modo como a comunidade jornalística vê a questão das alterações climáticas e os factores que influenciam a sua cobertura. Como é que os critérios de selecção, as normas jornalísticas e as rotinas profissionais condicionam a produção jornalística e moldam o discurso mediático sobre alterações climáticas? Como é que os jornalistas percepcionam as suas relações com as fontes, ou seja, os vários actores sociais com relevância para a análise das alterações climáticas? Qual o peso da organização mediática e da sua cultura no exercício do jornalismo sobre esta questão? Estas são as principais questões a que este capítulo procura responder.

Adaptação das zonas costeiras às alterações climáticas em Portugal

Soukiazes, André Manuel Caramujo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.74%
As zonas costeiras são caracterizadas por uma elevada densidade populacional, têm associadas actividades socioeconómicas significativas, são suporte para diversos ecossistemas que mantém os habitats e são fonte de alimento. Desta forma as zonas costeiras são consideradas zonas sensíveis. As alterações climáticas surgem como uma pressão adicional a estas zonas devido à subida do nível do mar, a alterações da frequência e/ou da intensidade das tempestades e furacões associados às consequentes cheias. Tal circunstância constitui um risco acrescido para os ecossistemas, áreas urbanas, turismo e outras actividades económicas e saúde humana. Estes factos evidenciam a necessidade da sociedade se adaptar precocemente às alterações climáticas em zonas costeiras. O presente trabalho propõe analisar a existência de medidas de adaptação às alterações climáticas para as zonas costeiras portuguesas. Deste modo, foram realizadas uma pesquisa e levantamento bibliográfico sobre as alterações climáticas, zonas costeiras e adaptação; e elaborada uma análise e identificação de medidas de adaptação às alterações climáticas em planos estratégicos e instrumentos de gestão territorial portugueses. A preocupação crescente da comunidade científica na temática da adaptação às alterações climáticas...

Aspectos das alterações climáticas nas estratégias europeias de GIZC

Moreira, Juliana Baptista
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Portugal possui uma enorme e vulnerável faixa costeira. Estas zonas têm vindo a ser afectadas por actividade humanas exercendo uma forte pressão sobre o meio marinho. As zonas costeiras estão também associadas a actividades socioeconómicas significativas, tornando-se desta forma zonas bastante sensíveis. Surge assim, como pressão adicional a estas zonas, as alterações climáticas. Estas estão ligadas à subida do nível do mar, a alterações da frequência e/ou da intensidade das tempestades e furacões associados às consequentes cheias. Os impactes das alterações climáticas nas zonas costeiras serão assim provavelmente agravados pelo facto de nestas se localizarem as principais áreas metropolitanas do país. Assim o potencial para afectar um número elevado de pessoas é, nesta faixa, particularmente alto, tornando-se também um risco acrescido para os ecossistemas, e para a saúde humana. Com a realização deste trabalho, pretende-se, verificar as medidas de adaptação existentes na estratégia de gestão integrada portuguesa, no âmbito das alterações climáticas, efectuando uma comparação entre as medidas existentes em algumas das estratégias existentes no espaço Europeu e propondo algumas medidas a aplicar na estratégia existente em Portugal. ABSTRACT: Portugal posses a huge and vulnerable coastline that has been affected by human activities...

Comunicação ambiental: as alterações climáticas nos jornais

Pereira, Eulália Engrácia Peixoto
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.56%
A presente dissertação é um contributo para o estudo da comunicação das alterações climáticas, tomando como ponto de partida os artigos publicados nos jornais Público e Correio da Manhã no primeiro trimestre de 2007, aquando da publicação do Sumário Executivo do quarto relatório do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas. A partir da análise de textos jornalísticos e da realização de entrevistas semi-directivas a actores sociais e jornalistas envolvidos na produção de textos acerca das alterações climáticas, pretende-se aqui avançar na compreensão do processo de produção do discurso mediatizado e das percepções mútuas de actores sociais e jornalistas. ABSTRACT: This master thesis offers a contribution to the study of communication on climate change, based on news articles published in the newspapers Público and Correio da Manhã from January to March 2007. This time frame corresponds to the publication of the Summary for Policymakers of the 4th Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. Through the analysis of journalistic texts and semi-structured interviews with social actors and journalists involved in the production of media texts on climate change the thesis aims to further the understanding of the process of production of mediated discourse and of mutual perceptions of social actors and journalists.; Mestrado em Comunicação e Educação em Ciência

Vulnerabilidade da comunidade de Zongoene às alterações climáticas

Matavel, Alberto Júnior
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
A África Subsaariana, de que faz parte o Moçambique, é tida como a região onde existem pessoas mais vulneráveis aos impactos das alterações climáticas. O continente já é propenso às chuvas irregulares, secas, inundações e ciclones, e as alterações climáticas apenas irão exacerbar estes desafios contínuos. Em Moçambique os assentamentos humanos e as sociedades mais vulneráveis são, em geral, os localizados em planícies de inundação costeiras e de rios e aqueles cujas economias estão intimamente relacionadas com recursos sensíveis ao clima. As comunidades rurais moçambicanas são normalmente as mais vulneráveis, especialmente as concentradas em áreas de alto risco. Estas comunidades geralmente têm capacidade de adaptação mais limitada e são mais dependentes dos recursos sensíveis ao clima, onde se destaca a agricultura de sequeiro, a exploração dos recursos florestais e atividade piscatória. Esta pesquisa pretende avaliar a vulnerabilidade e capacidade de adaptação às alterações climáticas da comunidade de Zongoene, localizada no sul de Moçambique, e avaliar as estratégias de adaptação atualmente implementadas pela comunidade face as alterações climáticas. A pesquisa baseou-se na recolha de dados na área de estudo com base em inquéritos por questionário às populações locais e entrevistas às instituições que implementam atividades importantes para adaptação aos efeitos das alterações climáticas na região. Os resultados da pesquisa mostram que a comunidade de Zongoene depende diretamente dos serviços que os diversos ecossistemas fornecem. Estes ecossistemas têm sido adversamente afetados pelos impactos da seca...

Wind energy resource modelling in Portugal and its future large-scale alteration due to anthropogenic induced climate changes; Simulação do recurso eólico em Portugal e respectivas futuras alterações de larga escala devido a alterações climáticas de origem antropogénica

Carvalho, David João da Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
66.58%
The high dependence of Portugal from foreign energy sources (mainly fossil fuels), together with the international commitments assumed by Portugal and the national strategy in terms of energy policy, as well as resources sustainability and climate change issues, inevitably force Portugal to invest in its energetic self-sufficiency. The 20/20/20 Strategy defined by the European Union defines that in 2020 60% of the total electricity consumption must come from renewable energy sources. Wind energy is currently a major source of electricity generation in Portugal, producing about 23% of the national total electricity consumption in 2013. The National Energy Strategy 2020 (ENE2020), which aims to ensure the national compliance of the European Strategy 20/20/20, states that about half of this 60% target will be provided by wind energy. This work aims to implement and optimise a numerical weather prediction model in the simulation and modelling of the wind energy resource in Portugal, both in offshore and onshore areas. The numerical model optimisation consisted in the determination of which initial and boundary conditions and planetary boundary layer physical parameterizations options provide wind power flux (or energy density), wind speed and direction simulations closest to in situ measured wind data. Specifically for offshore areas...

Efeitos das alterações climáticas nas necessidades úteis de rega na bacia do Guadiana; Effects of climate change on net irrigation requirements in the Guadiana basin.

Valverde, Pedro; Serralheiro, Ricardo; Carvalho, Mário de; Shahidian, Shakib; Rodrigues, Carlos
Fonte: Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos Publicador: Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Investigou-se a tendência de variação das necessidades úteis de rega com as alterações climáticas na bacia hidrográfica do Guadiana para as principais culturas agrícolas de regadio com mais importância na região. Nesta análise aplicou-se o modelo de balanço hídrico do solo ISAREG e utilizaram-se as séries de variáveis climáticas registadas localmente entre 1963 e 2009. Os resultados das séries climáticas indicam, para toda a bacia do Guadiana, um aumento da temperatura média do ar e uma diminuição da precipitação anual, que seguem a tendência das alterações climáticas identificadas a maior escala por vários autores. No período analisado verificou-se na bacia do Guadiana uma consistente e significativa tendência de aumento das necessidades úteis de rega das principais culturas de regadio, sendo previsível que nas próximas décadas as tendências verificadas se mantenham ou mesmo intensifiquem, refletindo-se em correspondentes impactos no consumo de água da agricultura de regadio, a não ser que se apliquem medidas que atenuem eficazmente os efeitos das alterações climáticas.

Alterações climáticas e necessidades de rega na bacia do Guadiana

Serralheiro, Ricardo; Valverde, Pedro; Carvalho, Mário
Fonte: ISAPress/FCT Projeto PTDC/AAC-AMB/113639/2009 Publicador: ISAPress/FCT Projeto PTDC/AAC-AMB/113639/2009
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
Para avaliar os impactos das alterações climáticas nas necessidades de rega das principais culturas regadas na bacia do Guadiana, definiu-se um período histórico (1963.2009)para o qual foi possível dispor de uma série bastante completa de valores médios diários e mensais das temperaturas e das precipitações. Com base neste histórico climático foram determinadas as tendências de variação das grandezas climáticas referidas, mensais e anuais. Numa segunda fase do projeto, tendo sido possível dispor de simulações das alterações climáticas a verificar na bacia do Guadiana, calcularam-se para os períodos futuros 2011-2040 e 2041-2070 as mesmas grandezas climáticas e as necessidades de rega delas decorrentes. Conclui-se que se manterão no futuro as tendências de crescimento das temperaturas e da evapotranspiração das culturas, já verificadas para o período histórico. Também para as precipitações se verificarão no futuro alterações no mesmo sentido de diminuição das disponibilidades de valores totais,com acréscimo da irregularidade das distribuições mensais e anuais. Os aumentos que daí decorrem para as necessidades de rega, úteis e totais, são de molde a por em causa a sustentabilidade de alguns dos cenários agrícolas de regadio mais gastadores do recurso água.

IMPACTE ECONÓMICO DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NO REGADIO E DEFINIÇÃO DE MEDIDAS DE ADAPTAÇÃO

Fragoso, Rui; Noéme, Carlos
Fonte: ISA Press Publicador: ISA Press
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
As alterações na produtividade agrícola, como consequência das mudanças climáticas, têm um efeito sobre toda a economia. Assim, se houver uma redução na produtividade implicará também uma redução dos outputs produzidos e por conseguinte um aumento do custo de produção. Da mesma forma, as mudanças na agricultura e nos preços afetarão as decisões das famílias sobre o consumo (Iglesias et al., 2011b). Do ponto de vista económico as alterações climáticas irão levar ao aumento da escassez de água nas zonas mediterrâneas, à redução dos rendimentos agrícolas e ao reforço do novo paradigma do uso da água baseado na racionalidade da sua utilização. Deste modo, pretende-se avaliar o impacto económico das alterações climáticas no regadio do Alentejo. O objetivo é determinar como é que as alterações climáticas poderão alterar o valor económico da água e por conseguinte a afetação dos recursos de base (terra, água, trabalho e capital) e o rendimento dos produtores agrícolas. Este objetivo geral encerra os seguintes objetivos específicos: i) Avaliar o valor da água no regadio através da determinação da disposição a pagar, com base no cálculo do preço sombra da água; ii) Determinar as alterações no uso dos recursos de base (água...

Alterações climáticas e biodiversidade: avaliação da vulnerabilidade e medidas de adaptação para a herpetofauna portuguesa

Costa, Tiago da Cunha Barros Alves da, 1986-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.69%
Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013; As alterações climáticas constituem uma ameaça, cada vez mais reconhecida, para a biodi-versidade. Os répteis e, especialmente, os anfíbios encontram-se entre os grupos de fauna mais vulneráveis pois apresentam uma relação estreita com as variáveis climáticas, estando muitos deles dependentes de corpos de água, e apresentarem uma capacidade de dispersão limitada. No presente estudo pretendeu-se avaliar a vulnerabilidade das espécies dos dois grupos referi-dos em Portugal, seleccionar espécies-alvo de medidas especificas de adaptação para reduzir a vulnerabilidade às alterações climáticas, e identificar medidas de adaptação para esse efeito. Este estudo contribui para a implementação da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas para o sector da biodiversidade, da responsabilidade do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. De uma forma geral, prevê-se maior vulnerabilidade para espécies que se encontram já con-finadas ao Norte do território, ou que se encontram já com efectivos populacionais reduzidos e muito fragmentadas. No caso das espécies aquáticas espera-se um grande aumento da sua vul-nerabilidade às alterações climáticas devido aos impactos esperados neste tipo de habitats. O grupo dos anfíbios apresenta um maior número de espécies-alvo para conservação face às alte-rações climáticas comparativamente com os répteis. Este resultado era esperado...

Balanço da aplicação do plano nacional de ação para as alterações climáticas e a participação das autarquias

Garcez, Isabel do Nascimento Pinto Lapa
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
Trabalho de Projeto submetido como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Economia e Políticas Públicas; O presente trabalho de projeto enquadra-se na temática das alterações climáticas, com as questões relacionadas com o aquecimento global do planeta e os reflexos nas alterações do clima. O estudo focaliza-se no instrumento de política pública de combate às alterações climáticas, o Programa Nacional para as Alterações Climáticas 2006, destacando os instrumentos económicos de mitigação das emissões de gases com efeito de estufa e a importância que o Pacto de Autarcas tem na redução das emissões de CO2. Neste trabalho são abordados os desenvolvimentos científicos e políticos em matéria de alterações climáticas, realçando os de carácter nacional e local e integrando-os com outras estratégias de gestão da qualidade do ar. É analisado, como caso de estudo, o Pacto de Autarcas, abrangendo diferentes escalas espaciais e sectores de atividade emissores de gases com efeito de estufa. Pretende-se com este caso avaliar os impactes das medidas e políticas nos sectores às quais se dirigem. No caso de estudo é avaliado o impacte de medidas mitigadoras das emissões de CO2, em cada sector de atividade e no sistema económico nacional. Os modelos e metodologias de análise desenvolvidas neste trabalho articulam a avaliação dos custos económicos e dos benefícios ambientais...

Impacto de cenários de alterações climáticas nos recursos energéticos renováveis: sistema elétrico português até 2070

Alves, Marta Alexandra Perdigão
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil Gestão e Sistemas Ambientais; As alterações climáticas já evidentes, e expectáveis para o século XXI, terão um impacto significativo nos sistemas energéticos no sul da Europa e em particular em Portugal. Os impactos das alterações climáticas, tanto na disponibilidade dos recursos energéticos renováveis, como no funcionamento das tecnologias energéticas constitui informação que sustenta decisões de investimentos a realizar no futuro. A análise de projeções de tendências climáticas e os seus impactos na procura e fornecimento de serviços de energia é uma ferramenta importante para avaliar a reação dos sistemas energéticos. Como tal, o objetivo do estudo é a análise do impacto de cenários de alterações climáticas no aproveitamento do recurso hídrico, eólico e solar no sistema energético português. Através da literatura analisada, constata-se uma expectativa de diminuição da disponibilidade do recurso hídrico e eólico em Portugal, implicando uma redução de 22% e de 5% no potencial de produção elétrica, respetivamente. Pelo contrário, a disponibilidade do recurso solar aumenta traduzindo-se num incremento de 5% e 8% no potencial de produção de eletricidade fotovoltaica e solar concentrada...

Alterações Climáticas: plano de comunicação para o Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Oliveira, Gisela Alexandra Gaio de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Comunicação de Ciência; As alterações climáticas de origem antropogénica são um dos maiores problemas que a humanidade enfrenta atualmente. No entanto, existe muita polémica e contrainformação associadas a este tema, o que torna difícil a sua compreensão e consequentemente a sensibilização para a gravidade do fenómeno. Só com a participação de todos será possível travar as alterações climáticas; é necessário promover os comportamentos que aumentem a sustentabilidade ambiental, mas para isso é, antes de mais, necessário sensibilizar as pessoas para a gravidade das alterações climáticas. E a sensibilização só vem a partir do conhecimento. A comunicação das alterações climáticas, nas suas diversas vertentes, deverá ser feita de uma forma cientificamente correta, isenta, objetiva e que tenha uma linguagem acessível a todas as pessoas, independentemente da sua origem, idade, estatuto socioeconómico ou experiência de vida. Este projeto de mestrado pretende contribuir para a comunicação das alterações climáticas em Portugal, através do desenvolvimento de um plano de comunicação dirigido a um público vasto e diversificado...

As Alterações Climáticas na era do Antropoceno. Um novo paradigma para as Relações Internacionais? O caso do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas.

Sousa, José Manuel Freitas de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais; Partindo da análise da complexidade do fenómeno das alterações climáticas, da sua inserção num contexto mais vasto de uma profunda transformação que a Humanidade está a exercer sobre o Planeta motivada pela globalização da actividade económica e traduzida no conceito de Antropoceno, esta dissertação procura demonstrar a desadequação do paradigma dominante nas relações internacionais para responder à crise global que coloca em perigo a Civilização Humana. A dissertação centra-se no caso do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas e nas suas contradições, nomeadamente as que parecem advir da distinta natureza dos seus Grupos de Trabalho. Concluímos que o importante papel desta organização para a mobilização de esforços no combate eficaz ao problemas das alterações climáticas está a ser prejudicado pela visão redutora de que poderá haver vencedores neste processo. Esta visão pode mesmo ser parcialmente responsável pelo agravamento do problema. Cremos que só uma alteração radical nas relações internacionais em direcção a uma cooperação sem precedentes entre os Estados...

Os desafios da adaptação local ás alterações climáticas

Pereira, Sara Sofia Ferreira Colucas
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
Tese de mestrado, Ciências e Tecnologia do Ambiente, 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências; A presente dissertação tem, como objectivo, apresentar uma panorâmica geral sobre as alterações climáticas e sobre as respostas de combate a este problema global. O enfoque da análise é dirigido para a adaptação, mais concretamente, para a questão da adaptação a nível local. Apontar-se-ão, os esforços intergovernamentais que, têm sido levados a cabo, no sentido da promoção da adaptação em diferentes regiões, destacando-se, o importante papel que as autarquias podem desempenhar, neste âmbito. Assim sendo, é efectuada uma revisão e levantamento das várias estratégias de adaptação já desenvolvidas em diversos países e a nível nacional, das directrizes para a formulação das mesmas, bem como da informação, ferramentas, abordagens e metodologias empregues na sua consecução. Com base nestes elementos, é proposta uma metodologia para elaboração e desenvolvimento de planos municipais para as alterações climáticas, orientada para a realidade portuguesa, que, passo-a-passo, descreve um potencial processo de realização duma estratégia de adaptação às alterações climáticas. Refira-se que...

Diversidade de briófitos e alterações climáticas nos Açores: olhar para o futuro para delinear o presente; Bryophyte diversity and climate change in the Azores: looking to the future to redesign the present

Henriques, Débora; Gabriel, Rosalina; Coelho, Márcia Catarina Mendes; Borges, Paulo A. V.; Ah-Peng, Claudine
Fonte: Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura Publicador: Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.63%
Jornadas "Ciência nos Açores – que futuro? Tema Ciências Naturais e Ambiente", Ponta Delgada, 7-8 de Junho de 2013.; As alterações que o clima do planeta tem vindo a sofrer nas últimas décadas têm efeitos variados sobre a biodiversidade, alterando a distribuição das espécies e as interacções entre estas, afectando a jusante os serviços de ecossistemas e, consequentemente, o ser humano. Nos Açores, vários desses serviços são garantidos pelos briófitos. Para além das suas funções ecossistémicas, estes organismos respondem rapidamente a variações ambientais, sendo por isso indicados para detectar os efeitos biológicos das alterações climáticas. Este estudo procura determinar que impactos terão as alterações climáticas previstas pelo Intergovernmental Panel on Climate Change sobre a distribuição e composição específica e funcional da brioflora dos Açores e que novos dados podemos integrar no sistema de gestão de áreas protegidas do arquipélago. Para tal, pretende-se inventariar a diversidade específica e funcional de briófitos ao longo de gradientes altitudinais em várias ilhas dos Açores, relacionar os padrões de distribuição encontrados com uma série de factores ambientais e desenvolver...

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS RESULTANTES DA OCUPAÇÃO AGRÍCOLA NO BRASIL; ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS RESULTANTES DA OCUPAÇÃO AGRÍCOLA NO BRASIL

Tarifa, José Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS RESULTANTES DA OCUPAÇÃO AGRÍCOLA NO BRASIL; ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS RESULTANTES DA OCUPAÇÃO AGRÍCOLA NO BRASIL

Alterações climáticas na Europa: efeito nas doenças parasitárias humanas

Abrantes,Patrícia; Silveira,Henrique
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.61%
O clima da Terra não é constante e a sua variação natural obedece a ciclos relativamente bem definidos. O aumento anormal da temperatura que tem sido observado recentemente tem excedido largamente as variações climáticas naturais dos últimos 1000 anos. Segundo os estudos mais recentes, a origem do aquecimento global tem estado associada ao aumento da emissão de gases com efeito de estufa resultantes da actividade antropogénica. Para a Europa, estima-se que os principais impactes das alterações no sistema climático global sejam a continuação do aumento da temperatura, o aumento do nível do mar e o aumento da intensidade e frequência de fenómenos meteorológicos extremos, tais como tempestades, ondas de calor, cheias e secas. A compreensão dos principais impactes das alterações climáticas nos diversos sectores da sociedade, a médio e longo prazo, é fundamental para o desenvolvimento de medidas de adaptação que permitam ao Homem precaver-se e minimizar esses impactes. Dada a importância do tema para o sector da saúde humana, o presente trabalho teve como principal objectivo fazer uma revisão da literatura científica, com vista a determinar quais os impactes da mudança global do clima nas doenças parasitárias humanas na Europa. Ao nível da saúde...