Página 1 dos resultados de 347 itens digitais encontrados em 0.042 segundos

O processo de aprendizagem do cuidador informal do doente queimado: implicações educativas no planeamento da alta e na continuidade dos cuidados

Gomes, Mónica Alexandra Trindade
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.18%
As lesões por queimadura constituem um dos traumas mais severos que o ser humano pode experienciar, com grande impacto biopsicossocial, deixando na maior parte das vezes marcas físicas e psicológicas com as quais a pessoa terá que aprender a lidar até ao fim da sua vida. Encarada como um acontecimento súbito e inesperado, a queimadura vai desencadear alterações significativas na estrutura e dinâmicas familiares. Após a alta hospitalar, a família, uma referência na prestação dos cuidados informais, confronta-se com a necessidade de um dos seus elementos assumir o papel de cuidador, que terá que realizar novas aprendizagens assim como a aquisição de competências para bem cuidar do seu familiar no domicílio. Com a realização deste estudo, é nosso propósito principal compreender como se desenvolve o processo de aprendizagem do familiar cuidador do doente queimado relativamente aos cuidados a prestar no domicílio, no sentido de se poder enriquecer e melhorar este processo, encarando o cuidador como um adulto aprendente com uma vasta panóplia de experiências vivenciadas. Pretendemos, ainda, que o presente estudo constitua uma ferramenta útil em Enfermagem, no que concerne à preparação para a alta e à garantia da continuidade dos cuidados do doente queimado no domicílio. Para tal...

Avaliação da capacidade funcional em pacientes críticos após dois anos da alta da UTI

Haas, Jaqueline Sangiogo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.93%
A capacidade funcional é considerada a habilidade do indivíduo em realizar atividades instrumentais do seu cotidiano, garantindo sua autonomia. Quando esta capacidade está prejudicada ou limitada, a qualidade de vida também é afetada. A própria Lei Orgânica da Saúde destaca a necessidade de preservação da autonomia para garantir a defesa de sua integridade física e moral. A Organização Mundial de Saúde e a Assembleia Mundial de Saúde publicaram em 2001 a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). A CIF descreve que a incapacidade funcional resulta não apenas de uma deficiência orgânica, mas da interação entre a disfunção apresentada pelo indivíduo, limitação de suas atividades, restrição da participação social e em razão de fatores ambientais e pessoais que interferem no seu desempenho em atividades da vida diária, podendo funcionar como barreiras ou facilitadores do estado funcional. Algumas escalas auxiliam a mensurar o quanto a capacidade funcional está prejudicada ou preservada. Cada uma das escalas possui características que permitem avaliar de forma específica um tipo de paciente e muitas delas são desenvolvidas para idosos ou determinada patologia. Para avaliar pacientes sobreviventes de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI)...

Avaliação de custos associados à infeção do local cirúrgico nos serviços de cirurgia geral dos Hospital geral Santo António

Aires, Ernestina
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
O custo económico relacionado com as infeções, pode traduzir-se num aumento da demora média da hospitalização, no aumento da utilização de antibióticos, no recurso a mais estudos laboratoriais e outros meios de diagnóstico para além dos custos intangíveis e sociais. Neste estudo pretendeu-se avaliar o custo das infeções do local cirúrgico (ILC) ocorridas durante o ano de 2009 nos serviços de cirurgia geral do Hospital Geral de Santo António, unidade do Centro Hospitalar do Porto (CHP). A população estudada correspondeu ao número total de registos de procedimentos cirúrgicos efetuados, à data da alta do doente, que foram enviados à comissão de controlo de infeção, num total de 1280 episódios, que correspondem a 44,2% da totalidade dos doentes saídos dos serviços cirúrgicos. Realizou-se um estudo retrospetivo de tipo caso-controlo em que as questões que orientaram a investigação e sobre as quais se apoiam os resultados foram:  Quantos casos de ILC foram identificados?  Quais os custos associados em termos de consumo de antibióticos e tempo de internamento nos casos e controlos?  Qual o custo das ILC nos serviços de cirurgia geral do CHP? Foram identificados 37 casos (doentes com ILC), que correspondem a uma percentagem de 2...

Avaliação de custos associados à infeção do local cirúrgico nos serviços de cirurgia geral do Hospital Geral Santo António

Aires, Ernestina
Fonte: Instituto das Ciências da Saúde - Universidade Católica Portuguesa Publicador: Instituto das Ciências da Saúde - Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
O custo económico relacionado com as infeções, pode traduzir-se num aumento da demora média da hospitalização, no aumento da utilização de antibióticos, no recurso a mais estudos laboratoriais e outros meios de diagnóstico para além dos custos intangíveis e sociais. Neste estudo pretendeu-se avaliar o custo das infeções do local cirúrgico (ILC) ocorridas durante o ano de 2009 nos serviços de cirurgia geral do Hospital Geral de Santo António, unidade do Centro Hospitalar do Porto (CHP). A população estudada correspondeu ao número total de registos de procedimentos cirúrgicos efetuados, à data da alta do doente, que foram enviados à comissão de controlo de infeção, num total de 1280 episódios de internamento, que correspondem a 44,2% da totalidade dos doentes saídos dos serviços cirúrgicos. Realizou-se um estudo retrospetivo de tipo caso-controlo em que as questões que orientaram a investigação e sobre as quais se apoiam os resultados foram: Quantos casos de ILC foram identificados? Quais os custos associados em termos de consumo de antibióticos e tempo de internamento nos casos e controlos? Qual o custo das ILC nos serviços de cirurgia geral do CHP? Foram identificados 37 casos (doentes com ILC), que correspondem a uma percentagem de 2...

A visita domiciliária ao recém-nascido pré-termo após a alta da neonatologia

Santos, Maria do Céu
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
65.87%
A visita domiciliária é entendida como prática de saúde no cuidado à criança e família, com o objectivo principal de maximizar ganhos em saúde e enquadrar a actuação dos diversos actores, famílias e profissionais de forma humanizada. Considerando importante e necessário reflectir acerca da forma como promover ajuda aos pais e recém-nascidos pré-termo, abraçamos este estudo sobre a visita domiciliária após a alta da Neonatologia. Os objectivos principais são compreender a importância que os médicos pediatras atribuem à visita domiciliária e identificar os motivos porque não prescrevem visitas domiciliárias a um maior número de recém-nascidos pré-termo após a alta. É um estudo com características do tipo qualitativo, descritivo, com uma abordagem fenomenológica. A amostra é intencional, constituída por 12 médicos pediatras. O método para colheita de dados foi a aplicação de um questionário, que decorreu durante o mês de Maio de 2011. A abordagem da análise dos dados qualitativos foi realizada recorrendo à técnica de análise de conteúdo, do tipo temático e frequencial, de acordo com Bardin (1991, 2007) e Amado (2000). Após a análise dos questionários, definiram-se categorias, sub-categorias e indicadores. Das principais conclusões destaca-se a necessidade de melhorar o tipo e a forma de comunicação entre enfermeiros e pediatras facilitando as oportunidades de melhoria do processo da visita domiciliária...

Determinantes da capacidade funcional do doente após acidente vascular cerebral

Coelho, Rosa Maria Alves
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
Introdução – O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é considerado o mais prevalente e incapacitante distúrbio neurovascular, do qual resultam significativos défices neurológicos que se traduzem na perca de uma ou mais funções, com consequências directas na independência da pessoa que experimenta esta doença, bem como acarretando severas implicações na sua vida pessoal, familiar e social. Face a este enquadramento, a presente investigação, pretendeu identificar os determinantes da capacidade funcional (física e cognitiva) do doente após acidentes vascular cerebral e relacionar esses mesmos determinantes com a sua evolução, desde o inicio do período de internamento até ao momento da alta. Métodos – Realizou-se um estudo transversal, descritivo-correlacional, de natureza quantitativa, na qual participaram 61 doentes, internados numa unidade de AVC de um centro hospitalar português, maioritariamente do sexo masculino (65,57%) e com uma média de idades de 72,54 anos. Para a mensuração das variáveis utilizaram-se instrumentos de medida, de reconhecida fiabilidade, o Índice de Barthel aferido e validado para a população portuguesa: e Escala Rancho Los Amigos, actualmente em processo de validação para a população portuguesa. Resultados – A capacidade funcional...

Preparação dos pais para o cuidar do recém-nascido após a alta : Avaliação dos registos de enfermagem

Roque, Sónia Sofia Gaiola
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
Introdução: A excelência dos cuidados ao recém-nascido (RN) depende em grande parte da capacitação dos pais para autonomia dos cuidados ao filho, exigindo aprendizagem veiculada pelo enfermeiro. O registo dos ensinos permite avaliar o processo de (in) formação e a definição do tipo de ensinos abordados, o que contribui para a eficiência e qualidade dos cuidados de enfermagem. Objetivos: Descrever os ensinos de preparação dos pais para a alta do RN preconizados na unidade, que são efetivamente abordados; Identificar os locais de anotação no aplicativo SAPE mais utilizados para registar os ensinos de preparação dos pais para a alta do RN. Métodos: Efetuou-se um estudo exploratório-descritivo, de natureza quantitativa, com recurso à análise de processos clínicos, em suporte informático, de 83 RN internados numa Unidade de Neonatologia de um Hospital de Apoio Perinatal, com internamento superior a 24 horas. Os dados foram assentados numa grelha de registo clínico estruturada, construída para o efeito. Resultados: Pela análise dos dados de caraterização da amostra verificou-se que 66,3% dos RN eram o primeiro filho, 57,8% eram prematuros e 53% tinham nascido de cesariana. Dos progenitores, 42,2% das mães e 41% dos pais do RN tinham entre 30-35 anos. O tipo de ensinos mais abordado foi o Banho (100...

A Família no Hospital. A Percepção da Prática do Enfermeiro na Preparação para a Alta Hospitalar

Sousa Gomes, N; Henriques, S
Fonte: Associação Científica dos Enfermeiros Publicador: Associação Científica dos Enfermeiros
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56%
O presente artigo descreve um estudo realizado com o objectivo de identificar as dificuldades e necessidades de formação e informação por parte de cuidadores informais na prestação de cuidados, no domicílio, à pessoa idosa com dependência funcional na mobilidade. Pretendeu-se também conhecer a percepção destes cuidadores acerca da (in)formação proporcionada pelo enfermeiro durante o internamento da pessoa idosa, assim como medidas sugeridas para melhorar a preparação da alta hospitalar. Este trabalho foi elaborado no âmbito da Monografia do Seminário de Reflexão Final de Curso, 4º ano do 6º Curso de Licenciatura em Enfermagem, na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa Pólo Calouste Gulbenkian - Julho de 2008. Foi utilizada uma metodologia qualitativa com aplicação prévia do Índice de Barthel (Mahoney e Barthel, 1965) para a classificação da capacidade funcional ao nível das Actividades Básicas de Vida Diária (ABVD)de pessoas idosas internadas no serviço de Medicina de um Hospital Central. Este procedimento possibilitou a selecção indirecta dos quatro cuidadores, sujeitos empíricos, aos quais foram realizadas entrevistas semidirectivas. Da análise dos discursos produzidos, verifica-se que o cuidador informal evidencia algumas dificuldades na prestação de cuidados à pessoa idosa com dependência funcional...

Planeamento da Alta Hospitalar do Idoso em Ortotraumatologia

Borges, H; Teodoro, J; Valente, R
Fonte: Associação Científica dos Enfermeiros Publicador: Associação Científica dos Enfermeiros
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.07%
Neste artigo os autores contextualizam a problemática do planeamento da alta hospitalar: os seus objectivos, as fases em que será desenvolvido e constituição da equipa. Reflectindo sobre as dificuldades da equipa de enfermagem do Serviço, criou-se um "Projecto de Planeamento de Alta Hospitalar". O Projecto é operacionalizado em várias fases: (1) preenchimento de um instrumento de colheita de dados inicial; (2) aplicação posterior da Escala de CADEM (adaptada) para avaliar défices no auto-cuidado do doente; (3) planeamento de estratégias de intervenção; (4) validação do planeamento com o doente/família; (5) desenvolvimento de actividades adequadas à situação (encaminhamento/referenciação a outros técnicos, ensinos programados, etc.). Finalmente, é dado a conhecer o estudo experimental realizado na unidade, análise dos dados e conclusões obtidas.

A Família no Hospital. A Percepção da Prática do Enfermeiro na Preparação para a Alta Hospitalar

Sousa Gomes, N; Henriques, S
Fonte: Associação Científica dos Enfermeiros Publicador: Associação Científica dos Enfermeiros
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56%
O presente artigo descreve um estudo realizado com o objectivo de identificar as dificuldades e necessidades de formação e informação por parte de cuidadores informais na prestação de cuidados, no domicílio, à pessoa idosa com dependência funcional na mobilidade. Pretendeu-se também conhecer a percepção destes cuidadores acerca da (in)formação proporcionada pelo enfermeiro durante o internamento da pessoa idosa, assim como medidas sugeridas para melhorar a preparação da alta hospitalar. Este trabalho foi elaborado no âmbito da Monografia do Seminário de Reflexão Final de Curso, 4º ano do 6º Curso de Licenciatura em Enfermagem, na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa Pólo Calouste Gulbenkian - Julho de 2008. Foi utilizada uma metodologia qualitativa com aplicação prévia do Índice de Barthel (Mahoney e Barthel, 1965) para a classificação da capacidade funcional ao nível das Actividades Básicas de Vida Diária (ABVD)de pessoas idosas internadas no serviço de Medicina de um Hospital Central. Este procedimento possibilitou a selecção indirecta dos quatro cuidadores, sujeitos empíricos, aos quais foram realizadas entrevistas semidirectivas. Da análise dos discursos produzidos, verifica-se que o cuidador informal evidencia algumas dificuldades na prestação de cuidados à pessoa idosa com dependência funcional...

Planeamento da Alta Hospitalar do Idoso em Ortotraumatologia

Borges, H; Teodoro, J; Valente, R
Fonte: Associação Científica dos Enfermeiros Publicador: Associação Científica dos Enfermeiros
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.07%
Neste artigo os autores contextualizam a problemática do planeamento da alta hospitalar: os seus objectivos, as fases em que será desenvolvido e constituição da equipa. Reflectindo sobre as dificuldades da equipa de enfermagem do Serviço, criou-se um "Projecto de Planeamento de Alta Hospitalar". O Projecto é operacionalizado em várias fases: (1) preenchimento de um instrumento de colheita de dados inicial; (2) aplicação posterior da Escala de CADEM (adaptada) para avaliar défices no auto-cuidado do doente; (3) planeamento de estratégias de intervenção; (4) validação do planeamento com o doente/família; (5) desenvolvimento de actividades adequadas à situação (encaminhamento/referenciação a outros técnicos, ensinos programados, etc.). Finalmente, é dado a conhecer o estudo experimental realizado na unidade, análise dos dados e conclusões obtidas.

Um caso de mania após tratamento com CPAP em doente com apneia obstrutiva do sono

Lobo, M
Fonte: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E. Publicador: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
55.91%
A Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) é uma perturbação frequente dentro das perturbações do sono. Tem sido reconhecida uma ligação entre a AOS e a depressão, a qual é, na maior parte dos casos, resistente á terapêutica. Outras complicações da AOS são metabólicas: resistência insulínica, hipertensão arterial e obesidade. Uma intervenção terapêutica comum na AOS é a chamada Continuous Positive Airway Pressure (CPAP). Este tratamento pode reverter as disfunções afectiva e cognitiva mas alterações residuais geralmente persistem. É aqui reportado o caso de um homem de 48 anos com história familiar de perturbação bipolar mas sem história pessoal de alterações psiquiátricas. Após o diagnóstico de AOS, iniciou CPAP, iniciou tratamento com CPAP. Cerca de 15 dias depois foi internado por surto maniforme. A terapêutica instituída com olanzapina, lorazepam e divalproato de sódio levou à remissão dos sintomas tendo sido interrompido o CPAP. Após a alta o doente passou a apresentar sintomatologia depressiva e esta tem persistido ainda que medicado com olanzapina e lamotrigina. Foi entretanto diagnosticado Diabetes Mellitus Tipo II e a olanzapina foi descontinuada e substituída por ziprasidona. É discutida a contribuição da AOS e tratamento com CPAP para o aparecimento e manutenção de doença afectiva num doente com susceptibilidade familiar para a mesma. A discussão inclui ainda os aspectos metabólicos da AOS que podem ser agravados pela terapêutica utilizada para o controlo da perturbação afectiva.

Programa educativo pré-alta: impacto de um programa educativo para doentes após AVC e cuidadores informais no momento da alta hospitalar: estudo exploratório

Damião, L; Baptista, F; Pereira, C; Alves, A; Silva, A; Carvalho, A; Vera-Cruz, C; Patinha, B; Pires, F; Prates, L; Ferreira, M; Silva, V
Fonte: Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral Publicador: Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
Prémio do Melhor Poster do Congresso

Prevenção e controlo da infeção associada a cuidados de saúde, IACS: higienização das mãos, uma prática na segurança do doente

Monteiro, Gina Isabel Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.98%
Introdução: A Infeção Associada aos Cuidados de Saúde (IACS), define-se como aquela que surge durante a prestação de cuidados num hospital ou outra instituição, e que não existia nem estava em incubação na altura da admissão. Inclui também infeções adquiridas no hospital mas que se manifestam após a alta, assim como infeções de natureza ocupacional. Este problema assume cada vez maior importância em Portugal e no mundo, uma vez que, é uma importante causa de mortalidade e morbilidade, representando um acréscimo de consumo de recursos. A IACS apresenta muitas caraterísticas que a tornam uma componente crítica de qualquer programa de segurança do doente. De entre as precauções básicas no cumprimento de Boas práticas, a higienização das mãos é considerada a medida de maior impacto e comprovada eficácia na prevenção de IACS, e isto, deve-se ao facto de impedir a transmissão cruzada de microrganismos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou o desafio “Clean Care is Safer Care” com o objetivo de prevenir a IACS. Preconiza-se, entre outras ações, a higiene das mãos como uma das medidas de maior relevância na redução das infeções, na diminuição da resistência aos antimicrobianos e na redução dos custos. Objetivo: Avaliar os principais fatores inflenciadores e preditores da adesão à Higienização das Mãos...

A influência do planeamento da alta hospitalar no número de dias de internamento do doente

Ramos, Sara Amaro
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.23%
Atualmente, nas instituições hospitalares, prevalece a lógica biomédica, que se pauta, em geral, pela falta de articulação multidisciplinar nos serviços de internamento, à data da alta hospitalar e que ignora, muitas vezes, os processos de aprendizagem e aquisição de conhecimentos por parte do doente e da sua família. Esta reflexão levanta a questão dos efeitos positivos que poderá ter um planeamento integrado da equipa multidisciplinar com os doentes/famílias. Objetivo geral: averiguar a existência de fatores do planeamento da alta hospitalar do doente que se relacionam com o número de dias que este permanece internado. Métodos: foi elaborada uma grelha de observação para recolher dados dos processos clínicos de 100 doentes internados no serviço de Ortopedia do CHLN. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo-correlacional. Resultados: verificou-se, na sua generalidade, que os objetivos foram alcançados, na medida em que se concluiu que existem fatores que, estando presentes ou ausentes no planeamento da alta do doente, influenciam o número de dias que este permanece internado São eles: a organização e agendamento das cirurgias; o tipo de diagnóstico e a respetiva cirurgia; o contributo dos diferentes profissionais envolvidos; a transmissão de informação e a comunicação entre os elementos da equipa multidisciplinar; o momento em que se inicia a preparação da alta; a participação do doente e família no processo da alta; os ensinos realizados ao doente e família. Conclusões: constata-se que é importante implementar um plano integrado de preparação da alta hospitalar...

Enfermeira e familia compartilhando o processo de reinserção social do doente mental

Waidman, Maria Angelica Pagliarini
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Saude. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Trata-se de um estudo realizado no domicílio de familiares de doentes mentais desinstitucionalizados clientes do Centro Integrado de Saúde Mental no Município de Maringá - Paraná, no período de abril a julho de 1997. Teve como objetivo compartilhar os problemas decorrentes da reinserção social, enfrentados pelos familiares de doentes mentais e ajudá-los a encontrar subsídios necessários para reintegração do doente na comunidade, sem que haja agravamento do seu estado mental. Participaram desta pesquisa duas famílias de doentes mentais. O método de coleta de dados utilizado foi observação participante. Os problemas levantados foram trabalhados baseados nos princípios do relacionamento terapêutico de Joyce Travelbee, de acordo com as necessidades de cada família. Os resultados demonstraram que elas têm interesse em manter o doente mental no domicílio após alta hospitalar, porém não tem infra estrutura necessária para que isso aconteça, desconhecem a doença mental, os sintomas que indicam agravamento do quadro psiquiátrico, faltando-lhes habilidades para lidar com o doente mental no domicílio...

A dialéctica do medo num contexto de comunicação humana: o medo do doente coronário no hospital

Marques, Maria do Céu Mendes Pinto
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.13%
Com este estudo, exploratório, descritivo de natureza quantitativa é nossa convicção estudar o medo do doente coronário no hospital. Como tal propusemo-nos alcançar os seguintes objectivos: Avaliar os índices de medo do doente coronário; Identificar os factores promotores de medo no doente coronario, Avaliar a intensidade da relação existente entre o medo e os factores desencadeantes. De acordo com os objectivos, elaborámos o instrumento de colheita de dados. Optámos pelo formulário, o qual foi aplicado a uma amostra de 37 doentes coronários internados no serviço de cardiologia. Procurámos saber qual a intensidade do medo referido pelo doente, quais os factores que podem interferir na ocorrência do medo e qual a intensidade da relação entre esses factores e o medo do doente coronário no hospital. No tratamento de dados utilizámos as medidas de tendência central, o coeficiente de correlação r de Pearson, o QuiQuadrado e o V de Cramer. Das conclusões salientamos: O medo sentido pelo doente coronário localizou-se em média no grau dois da escala tipo Likert, correspondente a "um pouco de medo". Os índices de medo com médias de valores mais elevado foram, por ordem decrescente: Medos relacionados com situações sociais ou interpessoais (total de médias 664 pontos); Medos relacionados com a doença (total de médias 553 pontos); Medos relacionados com a perda da integridade física (total de médias 493 pontos); Medos relacionados com o pessoal de saúde (total de médias 479 pontos); Medos relacionados com o ambiente (total de médias 317 pontos). Face aos resultados da correlação entre os cinco índices de medo...

Prevenção e controlo da infeção associada a cuidados de saúde, IACS: higienização das mãos, uma prática na segurança do doente

Monteiro, Gina Isabel Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.98%
Introdução: A Infeção Associada aos Cuidados de Saúde (IACS), define-se como aquela que surge durante a prestação de cuidados num hospital ou outra instituição, e que não existia nem estava em incubação na altura da admissão. Inclui também infeções adquiridas no hospital mas que se manifestam após a alta, assim como infeções de natureza ocupacional. Este problema assume cada vez maior importância em Portugal e no mundo, uma vez que, é uma importante causa de mortalidade e morbilidade, representando um acréscimo de consumo de recursos. A IACS apresenta muitas caraterísticas que a tornam uma componente crítica de qualquer programa de segurança do doente. De entre as precauções básicas no cumprimento de Boas práticas, a higienização das mãos é considerada a medida de maior impacto e comprovada eficácia na prevenção de IACS, e isto, deve-se ao facto de impedir a transmissão cruzada de microrganismos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou o desafio “Clean Care is Safer Care” com o objetivo de prevenir a IACS. Preconiza-se, entre outras ações, a higiene das mãos como uma das medidas de maior relevância na redução das infeções, na diminuição da resistência aos antimicrobianos e na redução dos custos. Objetivo: Avaliar os principais fatores inflenciadores e preditores da adesão à Higienização das Mãos...

Gestão do cuidado da tuberculose : integrando um hospital de ensino a atenção primária à saúde

Coelho, Ana Paula Cunha
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 123f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.02%
Orientadora: Profª Drª Liliana Müller Larocca; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 10/12/2014; Inclui referências; Resumo: Mesmo diante de inúmeras estratégias para o controle da tuberculose, os indicadores desse agravo ainda preocupam e apesar da importante redução dos casos na última década, os índices de abandono persistem como um desafio. Portanto, percebe-se uma insuficiência nos atuais programas de saúde voltados ao seu controle, necessitando de novas estratégias no combate de uma doença queaflige a humanidade há tanto tempo. Esse estudo de cunho qualitativo, exploratório e intervencionista, com dados coletados entre março e maio de 2014, teve como objetivo propor um modelo de Gestão do Cuidado da Tuberculose no momento da alta hospitalar para integrar um Hospital de Ensino à Atenção Primária à Saúde (APS) do município em que está localizado, buscando promover maior adesão ao tratamento. Tendo como referencial teórico e metodológico a Teoria da Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva (TIPESC), foram desenvolvidas as três primeiras etapas propostas pela autora da teoria - captação e interpretação da realidade objetiva e construção do projeto de intervenção. As duas primeiras etapas foram desenvolvidas por meio de duas perspectivas: uma com a utilização de dados secundários provenientes do Serviço de Epidemiologia Hospitalar...

Tradução e validação para a língua portuguesa do questionário de planeamento da alta (PREPARED)

Ferreira,Pedro L.; Mendes,António P.; Fernandes,Isabel R.; Ferreira,Regina R.
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56%
Os aspetos relacionados com o planeamento da alta têm vindo a ser abordados ultimamente, no sentido de identificar quais os fatores que o influenciam e que determinam a sua efetividade, possibilitando a continuidade de cuidados, a recuperação dos doentes e a sua reintegração na comunidade. A presente investigação descritivo-correlacional tem como objetivo a tradução e validação da versão portuguesa do Questionário PREPARED. A amostra dos doentes foi constituída por 129 indivíduos submetidos a um internamento cirúrgico, num mínimo de 3 dias e com alta hospitalar. A amostra dos cuidadores foi constituída por 118 cuidadores principais. Este estudo disponibilizou para a língua portuguesa o instrumento de avaliação PREPARED, versão doente e cuidador, oferecendo uma estrutura válida para obter informação em contexto comunitário, relativa à perceção da qualidade das atividades que constituem o processo de planeamento da alta.