Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Aloformação Paranavaí: depósitos coluviais quaternários da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Paraná (SP, PR e MS); Paranavaí alloformation: quaternary colluvial deposits of Upstream Rio Paraná Hydrographic Basin (SP, MS e PR)

Sallun, Alethea Ernandes Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
68.31%
Depósitos pleistocênicos arenosos de origem coluvial são encontrados em diversas regiões do Brasil, nos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. Associados a distintos contextos geológicos, esses depósitos têm recebido diferentes denominações como Formação Paranavaí (SP, PR e MS), Formação Piquerobi (SP) e Formação Cachoeirinha (MS). Neste contexto, foi possível individualizar sob pontos de vista sedimentológico, geocronológico e estratigráfico os depósitos quaternários que ocorrem na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Paraná (SP, PR e MS) através da aloestratigrafia, propondo formalmente o Alogrupo Alto Rio Paraná, que é constituído de depósitos coluviais da Aloformação Paranavaí e depósitos fluviais da Aloformação Paraná. Os resultados obtidos indicam que o Alto Rio Paraná está ativo, no mínimo desde 1 Ma passados até os dias atuais, no afeiçoamento do relevo de formas construtiva (terraços) e destrutiva (dissecação). Esses registros geológicos testemunhariam importantes mudanças paleoclimáticas e/ou eventos neotectônicos, que modificaram os níveis de base e reafeiçoaram o relevo. Os episódios de agradação coluvial dos depósitos da Aloformação Paranavaí, instalados sobre superfícies peneplanizadas e afeiçoadas durante o Pleistoceno...

Caracterização geológica do município de Assis: a importância do estudo das coberturas cenozóicas

Bongiovanni, Solange
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 218 f. : il., tabs., quadros + 1 mapa
POR
Relevância na Pesquisa
48.13%
Pós-graduação em Geologia Regional - IGCE; Para a ocupação racional de uma área ou região, de forma a minimizar o impacto ambiental e aproveitar da melhor maneira possível os seus recursos naturais é indispensável um bom conhecimento do meio físico. O objetivo dessa pesquisa foi realizar a caracterização geológica do município de Assis, com a finalidade de se produzir informações e cartografia pertinente, que pudessem orientar, entre outros, a administração municipal na tomada de decisões sociopolíticas e administrativas,no ordenamento territorial do município. Atividades de campo e laboratório resultaram na confecção de um mapa geológico do município em escala 1:50.000, com as seguintes unidades litológicas: Formação Serra Geral, Formação Adamantina, Aloformação Paranavaí – unidade 1; Aloformação Paranavaí – unidade 2, aluviões atuais e uma unidade constituída pela mistura, em proporção variada, de alteração do basalto mais o material arenoso da aloformação. Estas unidades foram caracterizadas com base em observações de campo, análises granulométricas, petrográficas em amostras e frações silte grosso e areia muito fina, difração de raios X na fração fina e química de elementos maiores e alguns menores. Os dados obtidos foram interpretados de forma integrada possibilitando interpretações genéticas e discussão relativas à ocupação espacial.; For the rational occupation of an area or region...

Aloformação Paranavaí: depósitos coluviais quaternários da bacia hidrográfica do Alto Rio Paraná (SP, PR e MS)

Sallun,Alethéa Ernandes Martins
Fonte: Escola de Minas Publicador: Escola de Minas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.78%

Seções de referência de subsuperfície da aloformação Paranavaí; Subsurface reference sections of the Paranavaí alloformation

Sallun, Alethéa Ernandes Martins; Paula, Marcos Saito de; Azevedo Sobrinho, José Maria; Sallun Filho, William; Yee, Márcio; Tatumi, Sonia Hatsue; Aluisio, Ramos; Christofoletti, Sérgio Ricardo; Amaral, Rosangela do; Xavier, Bruna Catarino
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
68.4%
A Aloformação Paranavaí é uma unidade geológica quaternária definida na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Paraná (SP, PR e MS), composta por depósitos coluviais originados a partir de unidades litoestratigráficas cretáceas da Bacia do Paraná. Os depósitos sedimentares são arenosos, inconsolidados, de coloração vermelho-acastanhada, homogêneos e maciços, comumente confundidos com solos e formações superficiais. Para o estabelecimento de seções de referência de subsuperfície para a Aloformação Paranavaí, foram obtidos testemunhos de sondagem em duas regiões no oeste paulista. Foi conduzido um estudo com diversos parâmetros (texturais, mineralógicos, geoquímicos, isotópicos e geocronológicos) nos sedimentos da Aloformação Paranavaí e do Grupo Bauru. Foram estabelecidas duas novas seções de referência para completar o estratótipo-de-unidade composto estabelecido: seção de referência Rancharia (idades luminescentes entre 71.650 ± 9.000 a 557.000 ± 65.000 AP) e seção de referência Oriente (83.000 ± 8.500 a 436 ± 53.000 anos AP). Idades luminescentes obtidas são crescentes de acordo com a profundidade da Aloformação Paranavaí, enquanto que os sedimentos do Grupo Bauru apresentam idades superiores ao alcance do método geocronológico empregado. Os dados obtidos nas seções de referência apresentam variabilidade em padrões de diversos parâmetros...

Proposição formal do Alogrupo Alto Rio Paraná (SP, PR e MS)

Sallun, Alethéa Ernandes Martins; Suguio, Kenitiro; Stevaux, José Cândido
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2007 POR
Relevância na Pesquisa
48.37%
A partir da abordagem aloestratigráfica é possível individualizar as unidades estratigráficas que representam a história geológica quaternária da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Paraná. Esses depósitos sedimentares, que ocorrem superpostos às unidades litoestratigráficas cretáceas da Bacia do Paraná, foram reunidos como Alogrupo Alto Rio Paraná, constituído pelos depósitos coluviais da Aloformação Paranavaí e depósitos aluviais da Aloformação Paraná. A Aloformação Paranavaí é composta por depósitos coluviais homogêneos, arenáceos e rudáceos, originados in situ ou com transporte restrito, a partir de unidades litoestratigráficas cretáceas intemperizadas, principalmente da Superseqüência Bauru. A Aloformação Paraná é formada de terraços de origem fluvial associados à paleodrenagem do Alto Rio Paraná, embutidos na Aloformação Paranavaí. Os registros da sedimentação do Alto Rio Paraná, desde no mínimo 1 Ma passados até os dias atuais, testemunhariam importantes mudanças paleoclimáticas e/ou eventos neotectônicos, que permitem sistematizar as fases evolutivas geológico-geomorfológicas cenozóicas da área de estudo.; From an allostratigraphic viewpoint, it is possible to recognize stratigraphic units representative of Quaternary geological history in the Upper Rio Paraná Hydrographic Basin. These sedimentary deposits are superimposed on Cretaceous lithostratigraphic units of the Paraná Basin and have been grouped together as the Alto Rio Paraná Allogroup...