Página 1 dos resultados de 14473 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Necessidade energética estimada, valor energético e adequação de macronutrientes da alimentação dos idosos de Fortaleza/CE; Estimated energy requirement, energy value and adequacy of food macronutrients in the diet of elderly in Fortaleza / Ceará

MENEZES, Tarciana Nobre de; SOUZA, José Maria Pacheco de; MARUCCI, Maria de Fátima Nunes
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.83%
O objetivo deste estudo foi verificar a necessidade energética estimada, o valor energético e a adequação de macronutrientes da alimentação dos idosos de Fortaleza. Este estudo é epidemiológico, transversal, com coleta de dados primários. As variáveis de estudo foram: necessidade energética estimada, valor energético da alimentação e adequação dos macronutrientes da alimentação. O inquérito alimentar utilizado para obtenção do valor energético da alimentação (VEA) foi o recordatório de 24 horas (R24). O cálculo da necessidade energética estimada (NEE) da população foi realizado a partir das equações propostas pelo Institute of Medicine (IOM, 2002). A adequação dos macronutrientes da alimentação foi verificada a partir dos valores propostos nos intervalos da distribuição aceitável de macronutrientes (IOM, 2002). Foi avaliada a alimentação de 458 idosos (153 homens e 305 mulheres). A média etária dos idosos foi 70,9 anos (DP= 7,9 anos). O valor energético médio da alimentação dos homens foi superior ao das mulheres. O valor energético médio da alimentação dos idosos foi inferior ao valor médio da necessidade energética estimada, tanto dos homens como das mulheres (p=0,000). Quanto à proporção de proteína da alimentação...

Evolução da alimentação escolar no município de São Paulo-SP.; Evolution of school feeding in the city of Sao Paulo, Brazil.

Magno, Marina Sambrano de Oliveira; Cyrillo, Denise Cavallini; Sarti, Flávia Mori
Fonte: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição; São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição; São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.79%
O Programa Nacional de Alimentação Escolar constitui uma das mais antigas políticas sociais ainda vigentes no Brasil, sendo a política pública de alimentação e nutrição de maior longevidade no país. O objetivo do presente artigo é analisar a evolução institucional do programa desde as primeiras iniciativas, em nível local, até alcançar seu formato atual de política pública federal, com operacionalização municipal. Inicialmente pautado em ações centralizadas que desconsideravam hábitos alimentares regionais e fomentavam um padrão alimentar baseado em alimentos processados desde a infância, o programa foi alvo de inúmeras mudanças ao longo de várias décadas. É possível identificar significativa mudança de paradigma, partindo de uma campanha de complementação alimentar de caráter compensatório até tornarse uma política pública amparada em aspectos formativos de educação alimentar, promoção de alimentação saudável e consolidação de sistemas produtivos locais. Dentro de tal contexto, o programa de alimentação escolar do município de São Paulo-SP assume importância ímpar pelos aspectos culturais, históricos e sociais que representa. O programa de alimentação escolar inovador, criado em nível local no município de São Paulo na década de 1930...

"Percepções maternas sobre a alimentação de pré-escolares que frequentam instituição de educação infantil" ; Maternal perceptions of the nourishment of pre-school children that attend infant education institution.

Marins, Silvia Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.84%
A alimentação na fase pré-escolar constitui-se um processo complexo devido aos fatores relacionados ao desenvolvimento próprio dessa fase e aos referentes às condições ambientais. Visto que os hábitos alimentares adquiridos na infância tendem a se solidificar na vida adulta, é de suma importância atitudes assertivas durante esta fase do desenvolvimento infantil, estimulando assim, precocemente, a formação de hábitos saudáveis. Assim, é fundamental que o enfermeiro conheça as dificuldades e atitudes das mães diante da alimentação de seus filhos, para que possa atuar de maneira efetiva, promovendo desta forma a saúde das crianças a médio e longo prazo. Este estudo teve como objetivo conhecer as percepções de mães sobre a alimentação de seus filhos de 3 a 6 anos que freqüentam Instituição de Educação Infantil (IEI). Trata-se de pesquisa qualitativa, utilizando entrevistas semi-estruturadas para coleta de dados. A população deste estudo compreendeu mães de pré-escolares matriculados em uma IEI, sendo 10 mães de crianças em período integral e 11 em período parcial. A análise de conteúdo possibilitou a identificação de seis unidades temáticas: a importância da alimentação da criança; como é a alimentação da criança; as estratégias utilizadas durante as refeições; alimentação da criança na instituição; influência da IEI no hábito alimentar dos pré-escolares e expectativas das mães referentes à alimentação. Identificou-se que a alimentação dos pré-escolares assume grande importância para as mães...

Atividades para promoção de alimentação saudável em escolas de ensino fundamental do município de Guarulhos, SP; Activities for healthy eating promotion at elementary schools in the city of Guarulhos, SP

Iuliano, Bianca Assunção
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.82%
Introdução: Muito tem se falado sobre a importância da educação nutricional em escolas para formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância e, em decorrência, controle de doenças crônico nãotransmissíveis na população, mas pouco se conhece a respeito de ações que promovam alimentação saudável na escola. Este conhecimento é essencial para aperfeiçoar e/ou criar estratégias pedagógicas e políticas de promoção da saúde. Objetivo: Descrever e analisar as atividades relacionadas à promoção de alimentação saudável realizadas em escolas de ensino fundamental do Município de Guarulhos. Metodologia: Levantamento descritivo com abordagem qualitativa, realizado em 20% das escolas de ensino fundamental de Guarulhos, por meio de entrevista estruturada de profundidade, com diretores e coordenadores, e da técnica de Análise de Conteúdo Temática. Resultados: Foram encontradas 26 diferentes estratégias pedagógicas dirigidas aos alunos de 13 escolas estudadas. Dentre as estratégias desenvolvidas com alunos, a algumas estão presentes em todas as escolas, como Alimentação Escolar, Orientações informais do professor durante a Alimentação Escolar, Sistema de distribuição da Alimentação Escolar centralizado. Observam-se ainda que a maioria das atividades encontradas são realizadas em função da Horta e/ou da Alimentação Escolar. Algumas Estratégias diferenciadas...

O cuidado com a alimentação de crianças menores de um ano na perspectiva materna; The care of food in children less than one year old in maternal perspective.

Pelegrin, Rosileia Carolina Prearo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
No primeiro ano de vida, os cuidados com a criança são de importância vital devido ao fenômeno do crescimento/desenvolvimento e sua dependência. Neste contexto, um fator imprescindível dentre suas necessidades básicas é a nutrição. Oferecer à criança alimentos que não o leite materno antes do sexto mês de vida é, em geral, desnecessário e pode deixar a criança mais susceptível a diarréias, infecções respiratórias e desnutrição. Entretanto, a introdução tardia de alimentos não lácteos no esquema alimentar infantil leva ao aparecimento de retardo de crescimento e deficiências nutricionais. O Ministério da Saúde, bem como a OMS, preconizam o aleitamento materno exclusivo até seis meses de idade e a oferta do leite materno até os dois anos. O objetivo deste estudo constituiu analisar o cuidado materno na alimentação das crianças menores que um ano, considerando o perfil da alimentação ofertada pelas mães e a compreensão que estas fazem destes cuidados às crianças. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, baseado em dados quantitativos e qualitativos. É parte de um projeto multicêntrico intitulado Deficiência de ferro em crianças entre 3 a 12 meses: compreensão de determinantes biológicos...

A ação do Conselho Municipal de Alimentação Escolar para a implantação de uma alimentação escolar baseada na agricultura familiar no Município de Parobé, RS

Gonçalves, Eder Wolney da Roza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.84%
O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) tem dentre seus objetivos o acesso a alimentos necessários ao crescimento, a aprendizagem e a suprir de 20% a 70% das necessidades nutricionais diárias das crianças em idade escolar. O Conselho de Alimentação Escolar (CAE) representa a possibilidade da participação popular nas políticas públicas devendo desempenhar a função deliberativa e fiscalizadora dos atos praticados pelo PNAE. Questiona-se, portanto: Se as ações tomadas, em conjunto, entre a administração pública, através do seu programa de Alimentação Escolar e o Conselho de Alimentação Escolar do município de Parobé, RS são capazes de oferecer aos estudantes municipais do ensino infantil e fundamental uma alimentação balanceada, baseada na agricultura familiar que atenda ao mínimo de 30% da compra total com estes gêneros, bem como, verificar se ocorre a fiscalização dos atos do PNAE pelo Conselho Municipal de Alimentação Escolar, como está previsto na lei de criação deste conselho. O presente trabalho objetivou: Identificar como e o quanto a Administração Pública de Parobé, RS, por intermédio do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), faz uso da produção agrícola familiar do município para convertê-la em merenda escolar. O foco encontra-se nas relações do poder público...

O Programa Nacional de Alimentação Escolar e a sustentabilidade : o caso do Distrito Federal (2005-2008)

Carvalho, Daniela Gomes de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2009.; Esta dissertação tem como objeto de estudo o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), também conhecido como Programa Nacional de Merenda Escolar, criado como política assistencialista em 1955. Após a promulgação da Carta Magna de 1988, a alimentação escolar passou a constituir-se em direito de fato. O art. 208, VII da Constituição determina como dever do Estado, garantir, por meio de programas suplementares à educação, o atendimento ao aluno com material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (1996) reitera o mandamento. Há 54 anos de existência, o PNAE ligou-se a diferentes órgãos de governo. Hoje, é coordenado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que repassa os recursos federais diretamente às secretarias estaduais de educação e prefeituras. Após sua descentralização em 1993, o PNAE se desmembrou em Programas Estaduais de Alimentação Escolar (PEAEs), e em Programas Municipais de Alimentação Escolar (PMAEs). Desde 2005, passou a ser eixo da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O objetivo geral da pesquisa é analisar a relação alimentação escolar e sustentabilidade na prática do PNAE...

Políticas de alimentação e nutrição : monografia : food and nutrition policy: Brazil and Portugal : Brasil e Portugal

Gregório, Maria João
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
POR
Relevância na Pesquisa
36.86%
Resumo da tese:A alimentação e a nutrição constituem direitos humanos fundamentais consignados na Declaração Universal dos Direitos Humanos e são requisitos básicos para a promoção e protecção da saúde. No Brasil, os temas alimentação e nutrição desde meados do século passado, estão presentes na agenda política, enquanto que em Portugal só mais recentemente (década de 90 do século passado) são considerados como alvo da implementação de políticas, acompanhando as directrizes da União Europeia (UE). O Brasil apresentou o primeiro Programa Nacional de Alimentação e Nutrição em 1972, sendo que em 1999 foi implementada a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN). Esta política marcou um grande avanço na ampliação e aperfeiçoamento do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), que representa a melhor fonte de informação de consumo alimentar e do estado nutricional da população brasileira. O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) expressa a preocupação do Brasil para com a alimentação escolar. Portugal, na actualidade, não possui uma politica de alimentação e nutrição, desenvolvendo apenas alguns programas relacionados com esta temática que actuam de forma isolada...

Alimentação em final de vida: A opinião dos enfermeiros

Pinto, Jorge
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.83%
RESUMO A alimentação em final de vida desempenha um papel importante, uma vez que afeta o doente, a família e os próprios profissionais. Os Enfermeiros, sendo aqueles que estão mais próximos do doente, têm como foco da sua atenção e intervenção a alimentação do doente. No entanto, pouco se sabe sobre a sua opinião relativamente à alimentação do doente terminal (Bryon, de Casterlé & Gastmans, 2008). Desta problemática emergem duas questões de investigação: “Qual é a opinião dos Enfermeiros relativamente à alimentação do doente terminal?” e “Como percebem os Enfermeiros o início/suspensão da alimentação no doente terminal?”; bem como dois objetivos centrais: “Conhecer a opinião dos Enfermeiros relativamente à problemática que envolve a alimentação em final de vida” e “Analisar a opinião dos Enfermeiros relativamente ao início/suspensão da alimentação no doente terminal”. Neste sentido foi realizado um estudo descritivo do tipo inquérito e transversal, em que a população é constituída por todos os Enfermeiros que prestam cuidados diretos aos doentes internados nos serviços de medicina (três) do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Geral de Santo António. Para a recolha de dados foi construído um questionário de raiz. A amostra é constituída por 74 Enfermeiros...

Preditores socioeconômicos da qualidade da alimentação de crianças

Molina,Maria del Carmen Bisi; Lopéz,Pilar Monteiro; Faria,Carolina Perim de; Cade,Nágela Valadão; Zandonade,Eliana
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
OBJETIVO: Desenvolver índice de qualidade da alimentação e analisar fatores socioeconômicos associados à baixa qualidade da alimentação entre crianças. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.282 crianças de sete a dez anos de idade residentes em Vitória, ES, em 2007. As crianças foram sorteadas em 26 escolas públicas e seis privadas. Dados socioeconômicos e de hábitos de vida das crianças foram obtidos a partir de questionário estruturado enviado ao domicílio e preenchido preferencialmente por suas mães. Um questionário de freqüência alimentar foi construído a partir de estudos realizados com crianças brasileiras e testado em escola pública. Para avaliação da qualidade da alimentação foi desenvolvido um índice, denominado Alimentação do Escolar (Índice Ales), levando em consideração as recomendações nutricionais para a população brasileira e o hábito de realizar o desjejum. A associação entre a qualidade da alimentação e fatores socioeconômicos foi investigada utilizando a regressão logística multinomial. Foram estimados odds ratio ajustados e os intervalos com 95% de confiança para as variáveis que permaneceram no modelo. RESULTADOS: Segundo o Índice Ales...

A transição para a alimentação oral no recém-nascido prematuro

Neto, Florbela Maria
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.82%
A transição da alimentação por sonda para a alimentação oral é uma das etapas mais difíceis para os recém-nascidos prematuros. É um processo contínuo mas lento, que exige desenvolvimento fisiológico, independência respiratória e capacidade de coordenação da sucção, respiração e deglutição. Conseguir que o bebé prematuro desenvolva as suas habilidades na alimentação é o grande desafio dos profissionais que trabalham em neonatologia. Assim, emergiu a necessidade de compreender alguns aspetos da prática dos cuidados de enfermagem, relativos à transição da alimentação por gavagem para a alimentação oral, no recém-nascido prematuro (RNPT). Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas a nove enfermeiros a trabalhar no serviço de neonatologia do Centro Hospitalar de São João (CHSJ). A análise de dados foi realizada utilizando a técnica de análise de conteúdo de Laurence Bardin, da qual emergiram três temas: Parâmetros de avaliação do recém-nascido prematuro para o início da alimentação oral; Intervenções de enfermagem promotoras da transição para a alimentação oral no recém-nascido prematuro; Opiniões sobre a existência de um guia orientador do início da alimentação oral no recém-nascido prematuro. Os resultados mostraram que os enfermeiros consideram o peso...

Condições físico-funcionais e higienicossanitárias das unidades de alimentação e nutrição de escolas da região Centro-Oeste, Brasil; Hygienic, sanitary and physical-functional conditions of food and nutrition units at brazilian's public schools

Almeida, Kênia Machado de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.82%
In Brazil, the human right to food is a constitutional rule and it should be guaranteed, without interruption, by the state, to all citizens. So as the effectiveness of a food and nutrition security, which is the right of everyone to access quality food in sufficient quantity, without compromising other essential needs. The Brazilian School Nutrition Program (PNAE) and the Health and Education Ministries Resolution 1.010/2010 are strategies to ensure these rights. In addition in determining the supply of nutritionally healthy school meals, they also determine the adoption of quality control in the acquisition of raw materials and the obligation to ensure food safety, according to the standards of the Food and Nutrition Security. The Resolution 1.010/2010 determines suitability for Good Handling Practices, meeting the demands of the Brazilian Health Surveillance Agency - ANVISA Resolution nº 216/2004. However, in a large extent, Brazilian Food and Nutrition School Units present non-compliance in their hygienic and sanitary conditions, which contributes in increasing the risk of foodborne illness in the school environment. Thus, this research sought to check the hygienic, sanitary and physical-functional conditions of these Units at public schools. It is a cross-sectional study...

Alimentação Saudável na Escola: Uma Construção Coletiva?; Healthy eating at school: a colletive construct?

CAMOZZI, Aída Bruna Quilici
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Nutricao e Saude; Ciencias da Saude Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Nutricao e Saude; Ciencias da Saude
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.82%
Changes in the contemporary eating pattern are closely related with the increase in the prevalence of chronic diseases, reason why national and international policies focus on this problem. School is taken as a priviledged space for health and healthy eating promotion, since as it should contribute to the development of a critical thinking, autonomous citizen, it should also favour the adoption of healthy lifestyles. However, there are little known initiatives with such purpose, so that lapses between legal dispositions and observed experience are identified. The objective of this study was to analyze healthy eating perception as well as healthy eating promotional acts carried in the school community, to describe facilitating and hindering factors in their implementation, and to comprehend how healthy eating promotion policies are executed in such social space. It is a descriptive-exploratory study with qualitative approach using focal groups, which interpretation was done according to the thematic content analysis. Research was carried in six elementary grade schools appointed by Goiânia's municipal education bureau, of which principals and coordinators comprised the management group, and pofessors, food manipulators and school council representatives comprised the doers group. Data analysis has evidenced a biologist view of healthy eating...

O programa de alimentação do trabalhador (PAT) : uma análise de discurso; The Workers' Food Program in Brazil : a discourse analysis

Marília Pires de Alencar Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.82%
No Brasil, as políticas públicas relacionadas à alimentação e ao trabalhador se fundamentam na idéia de que a força de trabalho é o elemento chave para a produção econômica. O movimento em relação à alimentação e ao trabalhador teve início no final da década de 30, com a criação do Serviço Central de Alimentação. Em 1972, foi criado o Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição (INAN), que tinha como um de seus encargos a criação do Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (PRONAN), que mais tarde (em 1976) criaria o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT). Neste contexto, dada a importância de um programa no âmbito alimentar e nutricional que seja voltado ao trabalhador, esta pesquisa tem como objetivo, compreender os sentidos de alimentação na relação com os sentidos de nutrição no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), e também de compreender o que esta relação significa em uma política de educação nutricional. Nosso trabalho se filia à perspectiva da Análise de Discurso materialista, proposta por Michel Pêcheux, discutida e difundida no Brasil por Eni Orlandi. A metodologia consistiu na análise discursiva da lei que instituiu o PAT e dos três discursos proferidos sobre o INAN e o PRONAN...

A constitucionalização da alimentação: um direito a ser implementado adequadamente no Brasil

Jacques, Inês Terezinha Oliveira
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.8%
O presente estudo aborda a constitucionalização da alimentação no Brasil, através da promulgação da Emenda Constitucional nº64, em 5 de fevereiro de 2010, e tem como objetivo analisar a inserção da alimentação no artigo 6º da Constituição Federal Brasileira na garantia do direito à alimentação adequada e saudável. Diante deste contexto, formulou-se, para este trabalho, o seguinte problema: como a inserção no artigo 6º da Constituição Federal da alimentação está repercutindo o direito a uma alimentação adequada dos brasileiros? Conforme o objetivo, foi realizado estudo exploratório, norteado pela pesquisa qualitativa e a análise que a orienta é fundamentada no método dialético-crítico que possibilita esclarecimentos do fenômeno social, a partir de análises da história dos sujeitos e dos fatores da sociedade. O estudo foi realizado em duas etapas, a primeira correspondeu a uma pesquisa bibliográfica através de uma revisão literáriadesenvolvida a partir de um levantamento no portal da Capes de dissertações e teses relacionadas ao tema, como também por artigos científicos, livros e documentos oficiais de sites do Governo Federal do Brasil. A segunda etapa foi realizada na IV Conferência Nacional de Segurança Alimentar ocorrida em Salvador-Bahia através de técnica de entrevistas com 54Conselheiros representantes do CONSEA’s Estaduais e 54Ouvintesdo evento. A análise ocorreu na perspectiva da leitura do envolvimento...

Mamaozinho-de-veado (Jacaratia corumbensis O. Kuntze): alternativa para alimentacao animal na seca.

CAVALCANTI, N. de B.; ARAUJO, G. G. L. de; RESENDE, G. M. de; LIMA, J.L. dos S.; BRITO, L. T. de L.
Fonte: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUCAO ANIMAL, 2.; SIMPOSIO NORDESTINO DE ALIMENTACAO DE RUMINANTES, 8., 2000, Teresina. Resumos... Teresina: SNPA, 2000. Publicador: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUCAO ANIMAL, 2.; SIMPOSIO NORDESTINO DE ALIMENTACAO DE RUMINANTES, 8., 2000, Teresina. Resumos... Teresina: SNPA, 2000.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 104-106.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.53%
Este trabalho teve como objetivo verificar o nivel de utilizacao do mamaozinho-de-veado (Jacaratia corumbensis O. Kuntze) pelos agricultores de seis comunidades da regiao semi-arida do Estado da Bahia. O trabalho foi realizado com 110 agricultores, no periodo de agosto de 1998 a dezembro de 1999. Em cada comunidade foram realizadas entrevistas com os agricultores, para verificar os que utilizaram o mamaozinho para alimentacao dos animais na seca. Com a analise dos dados, verificou-se que o mamaozinho-de-veado e utilizao em todas as comunidades como uma alternativa para suplementacao alimentar dos animais na seca.; 2000

Avaliação da utilização do repasse fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição

Reis, Camila da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2015.; Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo liberado: Capa, resumo, abstract, introdução e revisão de literatura.; A Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) foi aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde, por meio da Portaria do Ministério da Saúde nº 710, de 10 de junho de 1999 e atualizada em 2011. A PNAN é reconhecida como importante instrumento norteador das ações de Alimentação e Nutrição no Sistema Único de Saúde (SUS). Para a operacionalização, o fortalecimento, a concretização e a implementação das diretrizes, esta política recebe um recurso específico conhecido como Fundo de Alimentação e Nutrição (FAN) seguindo as normativas de alocação de recursos do SUS, no âmbito da municipalização da saúde, caracterizado pela transferência fundo a fundo regular e automática de recursos financeiros para aumentar a autonomia das unidades federativas. O objetivo deste trabalho é avaliar a utilização do repasse fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição no âmbito estadual e municipal com base na Política Nacional de Alimentação e Nutrição - PNAN. Este estudo utilizou dados oriundos da pesquisa nacional intitulada Avaliação da modalidade de repasse anual fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição no SUS de 2006 a 2013...

Avaliação da utilização do repasse fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição

Reis, Camila da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2015.; Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo liberado: Capa, resumo, abstract, introdução e revisão de literatura.; A Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) foi aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde, por meio da Portaria do Ministério da Saúde nº 710, de 10 de junho de 1999 e atualizada em 2011. A PNAN é reconhecida como importante instrumento norteador das ações de Alimentação e Nutrição no Sistema Único de Saúde (SUS). Para a operacionalização, o fortalecimento, a concretização e a implementação das diretrizes, esta política recebe um recurso específico conhecido como Fundo de Alimentação e Nutrição (FAN) seguindo as normativas de alocação de recursos do SUS, no âmbito da municipalização da saúde, caracterizado pela transferência fundo a fundo regular e automática de recursos financeiros para aumentar a autonomia das unidades federativas. O objetivo deste trabalho é avaliar a utilização do repasse fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição no âmbito estadual e municipal com base na Política Nacional de Alimentação e Nutrição - PNAN. Este estudo utilizou dados oriundos da pesquisa nacional intitulada Avaliação da modalidade de repasse anual fundo a fundo para estruturação e implementação das ações de alimentação e nutrição no SUS de 2006 a 2013...

Preditores socioeconômicos da qualidade da alimentação de crianças; Predictivos socioeconómicos de la calidad de la alimentación de niños; Socioeconomic predictors of child diet quality

Molina, Maria del Carmen Bisi; Lopéz, Pilar Monteiro; Faria, Carolina Perim de; Cade, Nágela Valadão; Zandonade, Eliana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.82%
OBJETIVO: Desenvolver índice de qualidade da alimentação e analisar fatores socioeconômicos associados à baixa qualidade da alimentação entre crianças. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.282 crianças de sete a dez anos de idade residentes em Vitória, ES, em 2007. As crianças foram sorteadas em 26 escolas públicas e seis privadas. Dados socioeconômicos e de hábitos de vida das crianças foram obtidos a partir de questionário estruturado enviado ao domicílio e preenchido preferencialmente por suas mães. Um questionário de freqüência alimentar foi construído a partir de estudos realizados com crianças brasileiras e testado em escola pública. Para avaliação da qualidade da alimentação foi desenvolvido um índice, denominado Alimentação do Escolar (Índice Ales), levando em consideração as recomendações nutricionais para a população brasileira e o hábito de realizar o desjejum. A associação entre a qualidade da alimentação e fatores socioeconômicos foi investigada utilizando a regressão logística multinomial. Foram estimados odds ratio ajustados e os intervalos com 95% de confiança para as variáveis que permaneceram no modelo. RESULTADOS: Segundo o Índice Ales...

Preditores socioeconômicos da qualidade da alimentação de crianças

Molina,Maria del Carmen Bisi; Lopéz,Pilar Monteiro; Faria,Carolina Perim de; Cade,Nágela Valadão; Zandonade,Eliana
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
OBJETIVO: Desenvolver índice de qualidade da alimentação e analisar fatores socioeconômicos associados à baixa qualidade da alimentação entre crianças. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.282 crianças de sete a dez anos de idade residentes em Vitória, ES, em 2007. As crianças foram sorteadas em 26 escolas públicas e seis privadas. Dados socioeconômicos e de hábitos de vida das crianças foram obtidos a partir de questionário estruturado enviado ao domicílio e preenchido preferencialmente por suas mães. Um questionário de freqüência alimentar foi construído a partir de estudos realizados com crianças brasileiras e testado em escola pública. Para avaliação da qualidade da alimentação foi desenvolvido um índice, denominado Alimentação do Escolar (Índice Ales), levando em consideração as recomendações nutricionais para a população brasileira e o hábito de realizar o desjejum. A associação entre a qualidade da alimentação e fatores socioeconômicos foi investigada utilizando a regressão logística multinomial. Foram estimados odds ratio ajustados e os intervalos com 95% de confiança para as variáveis que permaneceram no modelo. RESULTADOS: Segundo o Índice Ales...