Página 1 dos resultados de 60 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Sistemas agroflorestais para recuperação de matas ciliares em Piracicaba, SP. ; Agroforestry systems for restoration of riparian forests in Piracicaba, SP.

Vaz da Silva, Patricia Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
A necessidade de recuperação de áreas ciliares degradadas tem subsídio na legislação, porém, o uso de sistemas agroflorestais para esse fim não é permitido. O objetivo desse trabalho é comparar a capacidade de recuperação de dois sistemas agroflorestais e de um plantio florestal com espécies arbóreas nativas, também avaliando as diferenças de custos de implantação e manejo. A pesquisa foi realizada no Estado de São Paulo, município de Piracicaba, às margens do Rio Corumbataí, na propriedade da Usina Costa Pinto, onde o cultivo de cana-de-açúcar ocupa a maior parte do uso do solo. Os tratamentos foram: (1) testemunha; (2) sistema florestal, com 10 espécies arbóreas nativas; (3) sistema agroflorestal simples, com as mesmas arbóreas nativas, guandu e feijão-de-porco como adubo verde; (4) sistema agroflorestal complexo, com diversas espécies frutíferas, girassol e capim napier, além das mesmas arbóreas nativas e das duas leguminosas. Os fatores mensurados foram: altura e diâmetro à altura do colo das arbóreas nativas, custos, liberação de CO2 do solo, biomassa microbiana e fertilidade do solo. O SAF simples apresentou as maiores alturas médias, com um aumento de 36% em relação ao sistema florestal. O SAF complexo apresentou resultados intermediários...

Efeito de três diferentes densidades de Eucaliptus saligna Smith sobre a dinâmica quantitativa da pastagem nativa submetida ao pastejo por ovinos

Dias Neto, Silvano Goncalves; Saibro, Joao Carlos de; Silva, Marcelo Abreu da; Fucks, Luis Fernando Marasca
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.68%

Avaliação da sustentabilidade agroambiental de unidades produtivas agroflorestais em várzeas flúvio marinhas de Cametá - Pará

Ribeiro,Raimundo Nonato da Silveira; Tourinho,Manoel Malheiros; Santana,Antônio Cordeiro de
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O objetivo do trabalho é avaliar o potencial de sustentabilidade agroambiental de unidades produtivas agroflorestais ribeirinhas. A metodologia empregou técnicas de inventário florestal, coleta e análise laboratorial de solo, questionários, observações de campo e orçamentos unitários. As variáveis-indicadores são relativas ao clima, ao solo, a estrutura fitossociológica, ao potencial produtivo da agrofloresta e a geração de renda. Os resultados revelaram que o clima e o solo não são fatores limitantes. Cerca de 27 % da composição florística são espécies comerciais e somam mais de 92 % da população total com baixo potencial para a extração de madeiras e uma diversidade de produtos não-madeireiros. A renda bruta estimada atingiu valores de R$ 2.000,00/ha/ano. O potencial de sustentabilidade agroambiental das unidades produtivas é mediano, obtido pela avaliação das variáveis-indicadores por meio de um sistema de pontuação e inserção em um nível de sustentabilidade previamente proposto.

Características fisiológicas e de crescimento de cafeeiro sombreado com guandu e cultivado a pleno sol

Morais,Heverly; Marur,Celso Jamil; Caramori,Paulo Henrique; Ribeiro,Ana Maria de Arruda; Gomes,José Carlos
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O conhecimento dos efeitos do sombreamento sobre a fisiologia de cafeeiros é importante para se determinar níveis ótimos de radiação e temperatura, bem como para subsidiar estudos sobre o crescimento de plantas sombreadas, a fim de determinar a arquitetura ideal do cafeeiro que maximize a captura da radiação solar disponível em ambientes sombreados. O objetivo deste trabalho foi avaliar características fisiológicas e de crescimento de cafeeiros (Coffea arabica L.) cultivados sob sombreamento denso com guandu (Cajanus cajan (L.) Millsp.) e a pleno sol. O baixo nível de radiação incidente sobre os cafeeiros sombreados com guandu resultou em decréscimos na taxa fotossintética e na transpiração, maior altura de planta, folhas maiores e com menor quantidade de matéria seca. Esses resultados indicam que o excesso de sombra afeta drasticamente a fisiologia e morfologia de C. arabica.

Sobrevivência e crescimento inicial de espécies arbóreas nativas do Cerrado em consórcio com mandioca

Martinotto,Fernando; Martinotto,Cristiano; Coelho,Maria de Fatima Barbosa; Azevedo,Rodrigo Aleixo Brito e; Albuquerque,Maria Cristina de Figueiredo e
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a sobrevivência e o crescimento inicial de seis espécies arbóreas do Cerrado em consórcio com mandioca (Manihot esculenta), com ou sem adubação fosfatada. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 6x2x2, com quatro repetições. As variáveis consideradas foram as espécies: Anadenanthera colubrina var. cebil (angico-vermelho), Anacardium occidentale (caju), Dipteryx alata (cumbaru), Hymenaea stigonocarpa (jatobá), Hancornia speciosa (mangaba) e Sclerolobium paniculatum var. rubiginosum (taxi-branco), em monocultivo ou em consórcio com mandioca, com ou sem adubação fosfatada. Uma distância fixa de 3x3 m foi usada para as espécies arbóreas e de 1,00x0,60 m para a mandioca. Até a idade de 20 meses, as espécies arbóreas foram avaliadas quatro vezes quanto à altura e ao diâmetro do coleto. A produção de biomassa da mandioca foi avaliada aos 20 meses. A taxa média de sobrevivência das espécies arbóreas foi crescente na seguinte ordem: cumbaru (79%), taxi-branco (86%), jatobá (95%), mangaba (98%), angico (99%) e caju (100%). O taxi-branco apresentou maiores taxas de crescimento relativo em diâmetro e altura, enquanto jatobá e cumbaru apresentaram os menores valores. A adubação fosfatada favoreceu apenas ao taxi-branco. A produtividade de mandioca não foi afetada pelo consórcio. Caju...

Desenvolvimento do milho sob influência de árvores de pau-branco em sistema agrossilvipastoril

Mendes,Marlete Moreira de Sousa; Lacerda,Claudivan Feitosa de; Cavalcante,Ana Clara Rodrigues; Fernandes,Francisco Éden Paiva; Oliveira,Teógenes Senna de
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das árvores de pau-branco (Cordia oncocalyx) sobre parâmetros fisiológicos, altura e biomassa do milho, em diferentes distâncias das árvores, em sistema agrossilvipastoril. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos (distâncias do caule das árvores de 1, 2, 3 e 4 m), além do controle (plantas do cultivo tradicional), e cinco repetições. Cada parcela consistiu de uma árvore de pau-branco, ao centro, e linhas de milho plantadas nas quatro distâncias avaliadas do caule. As medidas fisiológicas e a produção de matéria seca foram registradas aos 30, 60 e 90 dias após o semeio do milho. As plantas sob a copa do pau-branco, a 1 e 2 m do caule, tiveram suas trocas gasosas, altura e produção de matéria seca afetadas pelas árvores. As plantas cultivadas a 3 m do caule tiveram desempenho semelhante ao observado no cultivo tradicional, e as cultivadas a 4 m apresentaram maior fotossíntese, condutância estomática, transpiração, altura e produção de matéria seca. As plantas de milho sob a copa são afetadas negativamente pelo sombreamento das árvores, enquanto as plantas fora da copa podem se beneficiar da presença das árvores no sistema.

Desenvolvimento vegetativo de pinhão-manso em diferentes arranjos de plantio em sistemas agrossilvipastoris

Müller,Marcelo Dias; Paciullo,Domingos Sávio Campos; Martins,Carlos Eugênio; Rocha,Wadson Sebastião Duarte da; Castro,Carlos Renato Tavares de
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes arranjos de plantio no desenvolvimento vegetativo de plantas de pinhão-manso estabelecidas em dois tipos de consórcio agrossilvipastoril. O experimento foi realizado no Município de Coronel Pacheco, MG, em delineamento de blocos ao acaso, em arranjo de parcelas subdivididas. A parcela foi representada por cinco espaçamentos: 6x3 m (555 plantas por hectare), 12x(2x2) m (714 plantas por hectare), 10x(2x2) m (833 plantas por hectare), 8x(2x2) m (1.000 plantas por hectare) e 6x1,5 m (1.111 plantas por hectare); e a subparcela, por dois tipos de consórcio: agrossilvipastoril (integração lavoura-pecuária-pinhão-manso) e silvipastoril (integração pecuária-pinhão-manso). As avalições foram realizadas nas safras 2010/2011 e 2011/2012. O espaçamento de plantio de 6x3 m proporcionou maior desenvolvimento em diâmetro de copa e número de brotações das plantas de pinhão-manso, na safra 2010/2011. Na safra 2011/2012, foi observado maior desenvolvimento em altura com o espaçamento de plantio de 8x(2x2) m. O consórcio de pinhão-manso x milho x pastagem proporciona maior desenvolvimento das plantas de pinhão-manso para todas as variáveis estudadas nas duas safras.

Análise econômica de sistemas agroflorestais via uso de equações diferenciais

Magalhães,Juliana Galvão de Sousa; Silva,Márcio Lopes da; Salles,Thiago Taglialegna; Rego,Lyvia Julienne Sousa
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
A aplicação de diferentes técnicas de análise econômica em sistemas agroflorestais é de grande importância para suporte às tomadas de decisões. Assim, testou-se um modelo de equação diferencial como metodologia de análise da viabilidade econômica de um sistema agroflorestal (SAF), observando se havia influência das receitas intermediárias de uma cultura agrícola no período de rotação da cultura arbórea, em dois horizontes de planejamento: um único corte e vários cortes, executando-se a reforma ou a substituição após o corte do alto fuste. Concluiu-se que, para horizonte de planejamento de um corte, variações na receita da cultura agrícola não afetarão a idade ótima de corte. Entretanto, variações na receita agrícola implicarão em variações inversamente proporcionais na idade ótima de corte quando se planeja um horizonte com vários cortes das árvores, ou seja, devido ao lucro com o cultivo agrícola, é economicamente viável antecipar o corte da madeira e realizar a reforma do plantio.

Produção de plantas de pinhão manso em diferentes espaçamentos e tipos de consórcio

Müller,Marcelo Dias; Brighenti,Alexandre Magno; Paciullo,Domingos Sávio Campos; Martins,Carlos Eugênio; Rocha,Wadson Sebastião Duarte da; Oliveira,Marcelo Henrique Silva de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes arranjos de plantio próprios para o consórcio com a atividade agrícola e pecuária, bem como tipos de consórcio na produção de plantas de pinhão manso em duas safras. O experimento foi realizado no município de Coronel Pacheco, Minas Gerais, em delineamento em blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo a parcela representada por 5 espaçamentos: 6x3m (555 pl ha-1); 12x(2x2)m (714 pl ha-1); 10x(2x2)m (833 pl ha-1); 8x(2x2)m (1.000 pl ha-1); 6x1,5m (1.111 pl ha-1) e a subparcela representada por dois tipos de consórcio (integração lavoura-pecuária-pinhão manso - iLPF, e integração pecuária pinhão manso - SSP). As avalições contemplaram as safras 2010/2011 e 2011/2012. Os resultados demonstraram que o maior espaçamento de plantio (6x3m) apresentou efeito positivo na produção por planta, superando os demais tratamentos. Não foram observados efeitos significativos no número de sementes por fruto, bem como no peso da semente. A produção por hectare, foi maior no espaçamento 6x1,5m (maior densidade populacional), entretanto não seguiu uma tendência linear. O sistema iLPF apresentou efeito significativo na produção...

Biomassa em povoamentos monoespecíficos e mistos de eucalipto e acácia-negra e do milho em sistema agrossilvicultural

Viera,Márcio; Schumacher,Mauro Valdir
Fonte: UFLA - Universidade Federal de Lavras Publicador: UFLA - Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
16.68%
Objetivou-se, com este estudo, quantificar a produção e a distribuição de biomassa da parte aérea nas plantas em povoamentos monoespecíficos e mistos de eucalipto (híbrido E. urophylla x E. grandis) e acácia-negra (Acacia mearnsii) e do milho (Zea mays) em sistema agrossilvicultural. As avaliações de biomassa (folha, galho, casca e madeira) das espécies florestais, aos 6 e aos 18 meses de idade, foram realizadas nos tratamentos: 100E (100% de eucalipto + milho); - 100A (100% de acácia-negra + milho); - 50E:50A (50% de eucalipto + 50% de acácia-negra + milho). A avaliação da biomassa do milho (colmo, folha, palha, sabugo e grãos) foi realizada nos tratamentos 100E; 100A; 50E:50A; 75E:25A (75% de eucalipto + 25% de acácia-negra + milho); e - 25E:75A (25% de eucalipto + 75% de acácia-negra + milho). A produção de biomassa do eucalipto e da acácia-negra, tanto em monocultivo quanto em plantio misto, não diferiu em todas as idades avaliadas, mas, quando avaliada por compartimentos das plantas, verificou-se interação competitiva interespecífica do eucalipto sobre a acácia-negra, ocasionando a redução da formação de biomassa de copa. A produção total de biomassa do milho em sistema agrossilvicultural com eucalipto e acácia-negra em plantios monoespecíficos e mistos não diferiu entre os tratamentos estudados.

Integração lavoura pecuária floresta na Chapada do Araripe, Pernambuco: resultados preliminares.

DRUMOND, M. A.; OLIVEIRA, V. R. de; TAVARES, J. A.; PEREIRA, L. G. R.; RIBASKI, J.; SA, I. B.
Fonte: In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA NA EMBRAPA, 2009, Brasília, DF. Resumos e palestras apresentadas. Brasília, DF: Embrapa, 2009. Publicador: In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA NA EMBRAPA, 2009, Brasília, DF. Resumos e palestras apresentadas. Brasília, DF: Embrapa, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.68%
2009

Pesquisa em andamento no CPATSA sobre sistemas agroflorestais.

LIMA, P.C.F.
Fonte: In: ENCONTRO SOBRE SISTEMAS AGROFLORESTAIS DA REGIAO NORDESTE, 1994, Petrolina, PE. Anais... Petrolina,PE: EMBRAPA-CPATSA ,1999.p.73-76. Publicador: In: ENCONTRO SOBRE SISTEMAS AGROFLORESTAIS DA REGIAO NORDESTE, 1994, Petrolina, PE. Anais... Petrolina,PE: EMBRAPA-CPATSA ,1999.p.73-76.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.68%
Verificar a viabilidade do consorcio entre especies florestais de uso multiplo e culturas agricolas, visando a producao simultanea ou sequencial de madeira, forragem ou graos, em propiedades rurais, no semi-arido brasileiro.; 1999

Integração lavoura pecuária floresta na Chapada do Araripe, Pernambuco: resultados preliminares.

DRUMOND, M. A.; OLIVEIRA, V. R. de; TAVARES, J. A.; PEREIRA, L. G. R.; RIBASKI, J.; SA, I. B.
Fonte: In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA NA EMBRAPA, 2009, Brasília, DF. Resumos e palestras apresentadas. Brasília, DF: Embrapa, 2009. Publicador: In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA NA EMBRAPA, 2009, Brasília, DF. Resumos e palestras apresentadas. Brasília, DF: Embrapa, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.68%
2009

Thermoregulatory answers in buffaloes (bubalus bubalis) created on the shading and sun, in the climatic conditions of the brazilian eastern amazon.

SILVA, J. A. R.; SANTOS, N. F. A.; ARAÚJO, A. A.; LOURENÇO JUNIOR, J. B.; VIANA, R. B.; GARCIA, A. R.; NAHUM, B. de S.
Fonte: Revista Veterinaria, v. 21, supl. 1, p. 812-815, 2010. Publicador: Revista Veterinaria, v. 21, supl. 1, p. 812-815, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
16.68%
2010; Proceeding of World Buffalo Congress, 9., 2010, Buenos Aires.

Crescimento de cinco espécies florestais com potencial para sistemas silvipastoris após a aplicação de diferentes doses de glyphosate no solo.

VERONKA, D. A.; MELOTTO, A. M.; LAURA, V. A.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA GADO DE CORTE,5., 2009, Campo Grande, MS. [Anais da ...]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA GADO DE CORTE,5., 2009, Campo Grande, MS. [Anais da ...]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.68%
Em muitos estudos foi avaliado o efeito do glyphosate na microbiota do solo como recurso nutricional. No entanto, poucos avaliaram a influência de resíduos do glyphosate no solo no crescimento de espécies não alvo. Neste trabalho objetivou-se avaliar os efeitos da aplicação do herbicida glyphosate, diretamente no solo, no comportamento de cinco espécies florestais, em casa de vegetação. Os tratamentos utilizados foram diferentes doses do produto Gliz 480 Sl® em quatro variações da dose comercial indicada de 4 L/ha: 0, 4, 8 e 16 L/ha, aplicados diretamente no solo de cada vaso. A equivalência para a dose aplicada nos vasos baseou-se no volume de solo de 1.000.000 de L/ha, considerando a profundidade de 0,10 m. Avaliou-se: sobrevivência (%), altura (cm), diâmetro de colo (mm), taxa de fotossíntese (μmol/m²/s), abertura estomática (μmol/m²/s) e produção de matéria seca. Procedeu-se a análise de variância e de regressão polinomial, com a significância testada através do teste F, com até 5% de probabilidade. Para a espécie Schinnus terebinthifolius e para o híbrido de Eucalyptus urophyla × E. camaldulensis (urocam), não houve efeito do glyphosate em nenhuma das variáveis. As doses de herbicida influenciaram positivamente Calophyllum brasiliense em taxa de crescimento relativo (TCR) em altura no 1° mês e geral; por outro lado...

Sobrevivência e desenvolvimento inicial de plantas de eucalipto provenientes de diferentes recipientes, em um sistema silvipastoril, em Campo Grande, MS.

CHIAD, M. P.; LAURA, V. A.; OLIVEIRA, J. R. F.; MELOTTO, A. M.; GOMES, P. G.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA GADO DE CORTE,5., 2009, Campo Grande, MS. [Anais da ...]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA GADO DE CORTE,5., 2009, Campo Grande, MS. [Anais da ...]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 2 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.68%
Sistemas Silvipastoris são formas de uso do solo onde espécies lenhosas são adicionadas ao sistema de produção animal. Um dos inconvenientes na implantação de Sistemas Silvipastoris é o tempo de isolamento da área, para que a espécie arbórea se estabeleça, de forma que não seja passível de injúrias pelos bovinos e, consequentemente, diminuam sua produtividade. Uma alternativa é o uso de mudas de espera, ou seja, mudas de maior porte. Neste trabalho objetivou-se avaliar a sobrevivência e o desenvolvimento de plantas de eucalipto, à campo, providas de diferentes recipientes, em um sistema silvipastoril. O experimento, é realizado na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, MS, onde plantou-se mudas de eucalipto Urocam (Eucalyptus urophyla x Eucalyptus camaldulensis) e Eucalyptus citriodora, produzidas em tubetes de 50 cm³. Estas mudas após três meses foram replantadas para recipientes com volume de 300, 600, 1.200 e 2.400 ml, contendo substrato Plantmax®, em número de 128 para cada tamanho de recipiente, considerado tratamento, em um delineamento fatorial de 2 x 4 (espécies x recipientes), totalizando oito tratamentos divididos em quatro blocos, cada um deles contendo uma parcela de nove plantas de cada tratamento...

Pesquisa em agrossilvicultura no Sul do Brasil: resultados, perspectivas e problemas.

SCHREINER, H.G.
Fonte: In: SEMINARIO SOBRE SISTEMAS AGROFLORESTAIS NA REGIAO SUL DO BRASIL, 1., 1994, Colombo. Anais... Colombo: EMBRAPA-CNPF, 1994. p.53-64. Publicador: In: SEMINARIO SOBRE SISTEMAS AGROFLORESTAIS NA REGIAO SUL DO BRASIL, 1., 1994, Colombo. Anais... Colombo: EMBRAPA-CNPF, 1994. p.53-64.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
1994

Fungos em sementes de especies florestais com potencial agrossilvicultura no Parana.

MASCHIO, L.M. de A.; MACEDA, A.; RAMOS, A.
Fonte: Silvicultura, São Paulo, v. 12, n. 42, t. 3, p. 555-563, 1992. Publicador: Silvicultura, São Paulo, v. 12, n. 42, t. 3, p. 555-563, 1992.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
1992; Edição dos Anais do Congresso Florestal Brasileiro, 6., 1990, Campos do Jordão.

Estabelecimento de Tectona grandis L.f (Teca) em sistemas agroflorestais com Coffea arabica L. em Lavras - MG.

MACEDO, R. L. G.; VENTURIN, N.; MORAIS, V. de M.; OLIVEIRA, T. K. de; SALGADO, B. G.; VALE, R. S. do.
Fonte: Agrossilvicultura, Viçosa, v. 1, n. 1, p. 71-80, jul./dez. 2004. Publicador: Agrossilvicultura, Viçosa, v. 1, n. 1, p. 71-80, jul./dez. 2004.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.32%
2004

Height, volume and taper equations for eucalipt and acacia mangium established in a silvopastoral system; EQUAÇÕES DE ALTURA, VOLUME E AFILAMENTO PARA EUCALIPTO E ACÁCIA ESTABELECIDOS EM SISTEMA SILVIPASTORIL

Müller, Marcelo Dias; Embrapa; Salles, Thiago Taglialegna; Universidade Federal de Viçosa; Paciullo, Domingos Sávio Campos; Embrapa; Brighenti, Alexandre Magno; Embrapa; Castro, Carlos Renato Tavares de; Embrapa
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.65%
AbstractThe objective of this work was to select allometric models for height, volume and taper estimation of two forestry species established in a ten years old silvopastoral system. Single (breast height diameter as the independent variable) and double entry (breast height diameter and total height as independent variables) models were evaluated for the volume estimation. We evaluated segmented and non-segmented models for the taper equations. The semilogaritmic model and the exponential model fitted better for the estimation of eucalyptus and acacia trees height, respectively. In general, the double entry volumetric models presented the best adjustments and Schumacher & Hall`s model presented slightly higher statistics among the models. In the case of taper models, we observed that the segmented models fitted better to the data for both species. Max & Burkhar´s model and the Parresol´s model were selected for eucalyptus trees and acacia trees, respectively. In general, all tested models fitted better to eucalyptus trees.Keywords: Agroforestry; Modeling; Eucalyptus; Acacia.; O objetivo deste trabalho foi selecionar modelos alométricos para estimativa de altura, volume e afilamento do tronco de duas espécies florestais estabelecidas em um sistema silvipastoril com 10 anos de idade. Para a variável volume...