Página 1 dos resultados de 1201 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Promoção da Saúde, Sustentabilidade e Agroecologia: uma discussão intersetorial; Health Promotion, Sustainability and Agroecology: an intersectoral discussion

AZEVEDO, Elaine de; PELICIONI, Maria Cecília Focesi
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Analisando a abordagem conceitual dos ideários de Agroecologia e da Promoção da Saúde, percebe-se a aproximação desses campos científicos e práticos a partir de suas diretrizes comuns de fomentar a democracia, promover a cidadania, o empowerment, a autonomia e a participação comunitária dos atores sociais, resgatar saberes e práticas tradicionais e populares, além de promover saúde, qualidade de vida e sustentabilidade nos níveis ambiental, social e econômico. Entretanto, apesar de suas interfaces comuns, esses dois campos não têm dialogado. A Agroecologia e sua potencial ação de promoção de saúde no meio rural não têm sido discutidas na Saúde Pública e na Promoção da Saúde; por sua vez, tais áreas tampouco têm produzido conhecimentos que possam contribuir para o fortalecimento da Agroecologia enquanto estratégia de promoção da saúde. Esse artigo pretende ressaltar a relação entre esses dois campos de estudos, explorando-os conceitualmente. Além disso, o artigo sinaliza a Agroecologia como uma estratégia intersetorial de promoção da saúde, de sustentabilidade e de segurança alimentar e nutricional.; When one analyses the conceptual approach in the areas of Agroecology and Health Promotion...

Limites e possibilidades do ensino de agroecologia : um estudo de caso sobre o currículo do curso técnico agrícola da Escola Agrotécnica Federal de Rio do Sul/SC

Ayukawa, Marcia Lie
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.53%
A presente dissertação discute os limites e as possibilidades do ensino em Agroecologia no Curso Técnico Agrícola de uma escola agrotécnica federal em Santa Catarina. Observou-se que a discussão e a reflexão sobre Agroecologia vêm trazendo para o ensino agrícola a crítica ao comprometimento deste com os projetos de desenvolvimento econômico do país e uma preocupação com o atendimento à realidade do pequeno agricultor, propondo uma visão mais ampla para a agricultura. Esta discussão influenciou o surgimento de um discurso com vocabulário crítico, que está presente nas mudanças propostas para a construção do currículo do ensino técnico agrícola. Este discurso define diferentes operacionalizações para a Agroecologia, visto que estas operacionalizações resultam de diferentes concepções de Agroecologia. Considerando que o currículo vai além da simples inserção de disciplinas, buscou-se entender o seu desenvolvimento a partir dos trabalhos propostos, da organização curricular, da estrutura física da escola e do desenvolvimento das aulas. Desta maneira buscou-se apresentar como se inseriu e como tem sido operacionalizada a Agroecologia no currículo. Apesar de ter verificado importantes possibilidades para o desenvolvimento da Agroecologia como proposta para o ensino técnico agrícola voltado aos interesses do pequeno agricultor...

Comércio solidário na prática : o Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia

Souza, Julia Zarpelon Coelho de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
A dissociação entre ação econômica e ação ecológica, assim como o desenraizamento dos fatores sociais inerentes à economia, levaram à construção de sociedades marcadas por desigualdades sociais e por problemas distributivos. É neste contexto que se consolida o projeto político do desenvolvimentismo econômico com base produtivista. Ao mesmo tempo, historicamente, também se formam ‘resistências’ aos modelos hegemônicos. Aqui, tratamos destas resistências através das expressões contemporâneas da Agroecologia e da Economia Solidária – cujos paradigmas se direcionam para a construção de uma sociedade (ou de sociedades) justas e equilibradas. E é no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, onde agricultores e consumidores agrupam-se no Núcleo Litoral Solidário da Rede Ecovida de Agroecologia, conformando um ciclo local de produção e consumo de alimentos agroecológicos, que esta pesquisa se desenvolve. Objetivamos, através da realização de uma observação participante, identificar como se dá a autonomia – entendida como a autogestão dos grupos que conformam a Rede e, também, em relação à dependência dos mercados ‘hegemônicos’ – através da articulação de grupos organizados em rede. Para tanto...

Agroecologia e agricultura familiar : mais do que a mudança na base produtiva o desenvolvimento de uma visão empresarial pelo pequeno agricultor, o caso de Dom Pedro de Alcântara (RS)

Torres, Pedro Antonio Gaddo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O desenvolvimento da agroecologia no Rio Grande do Sul está intimamente relacionado com a agricultura familiar. Desprovida de condições para confrontar a agricultura moderna, fortemente caracterizada pela presença de capital e tecnologia, a agricultura familiar encontra na agroecologia a condição para que sua importância social e econômica seja resgatada e preservada. Trabalha-se nesta pesquisa com os agricultores familiares ecológicos do município de Dom Pedro de Alcântara partindo da hipótese de que no momento da mudança do tipo de agricultura convencional para a ecológica, o agricultor muda a sua forma de produzir adotando uma conduta empresarial em relação a sua nova atividade. Inicialmente construiu-se um referencial teórico abrangendo um histórico da agroecologia, conceitos, as relações entre a agroecologia e a agricultura familiar, temas relacionados à comercialização de produtos ecológicos e tipos de pesquisas. O mercado consumidor de produtos agroecológicos de Porto Alegre e instituições de apoio à agroecologia de Dom Pedro de Alcântara também foram pesquisados. A metodologia consistiu na aplicação de questionários e em anotação à parte de informações relevantes colhidas em campo. As análises dos resultados confirmaram a hipótese de que o agricultor após a transição para a agroecologia...

A agroecologia e sua apropriação pelo movimento dos trabalhadores rurais sem terra (MST) e assentados de reforma agrária; Agroecolodgy an its adoption by the movement of landless workers (MST) and land reform settlers

Ricardo Serra Borsatto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Nos últimos anos diferentes movimentos sociais ao redor do mundo têm internalizado em seus ideários novos valores e princípios epistemológicos edificados sobre as bases da sustentabilidade ambiental e equidade social. Dentro desse contexto, essa tese abordou a adoção de um discurso baseado na Agro ecologia pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), tanto com o intuito de compreender por meio de uma abordagem teórico-histórica os fundamentos da apropriação do conceito de Agroecologia em seu discurso, quanto de verificar a campo a aderência dos assentamentos rurais a essa nova proposta na busca de compreender os entraves e dificuldades para o seu estabelecimento. Para tanto partiu da apresentação das diferentes correntes teóricas sobre a questão camponesa que historicamente tem norteado as ações do MST, assim como fundamentou teoricamente a Agroecologia para compreender em quais bases epistemológicas esse conceito se edifica. Para levantar os dados de campo, além da utilização da observação participante, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas junto a algumas lideranças do MST com o objetivo de compreender seus discursos sobre o tema abordado. Para a avaliação da aderência à Agroecologia nos assentamentos rurais foi desenvolvido e aplicado um sistema participativo de indicadores denominado Sistema de Avaliação de Aderência à Agroecologia (SAAGRO). Ao fim da pesquisa concluiu-se que apesar de o MST se posicionar na vanguarda dentro dos movimentos sociais camponeses em relação à disseminação da Agroecologia...

Conceito e prática de agroecologia para o MST : a experiência do assentamento cunha (Goiás); Concept and practice of agroecology for the MST : the experience of the settlement of Cunha (Goiás); Concepto y práctica de la agroecología para el MST : la experiencia del asentamiento Cunha (Goiás)

Almeida, Fernanda Teixeira Frade
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, 2014.; Esta pesquisa estuda a relação entre a concepção de Agroecologia do MST e a experiência agroecológica do Assentamento Cunha. A permanência na terra, a reprodução social dos camponeses e a própria natureza encontram-se gravemente ameaçadas pelo modelo tecnológico dominante, que é a base do agronegócio. Os conflitos por terra e território estão na raiz da problemática ambiental e implicam significados sociais, distintos interesses e formas diferenciadas de se relacionar com/sobre a terra e a natureza. Portanto, é importante compreender e reconhecer as concepções e as práticas de agricultores familiares e assentados de reforma agrária, seus conhecimentos sobre o ecossistema, suas formas de preservar a biodiversidade, baseados na adoção da Agroecologia. A metodologia foi essencialmente qualitativa e utilizou técnicas de diário de campo, entrevistas estruturadas e semiestruturadas, gravação em áudio e fotografias. A primeira etapa da pesquisa de campo consistiu na realização de entrevistas estruturadas com lideranças nacionais do MST e a segunda etapa consistiu na realização de entrevistas estruturadas com membros do Grupo Eldorado Carajás...

Mitos sobre Agroecologia.

CANUTO, J. C.
Fonte: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 10816, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011. Publicador: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 10816, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.31%
Resumo: O presente ensaio vem a discutir alguns aspectos do discurso sobre a Agroecologia, procurando evidenciar contradições do senso comum, advindas seja de parte da comunidade leiga, dos meios de comunicação ou da comunidade científica. Coloca em debate alguns mitos sobre os sistemas agroecológicos, tais como: que sejam tecnologicamente retrógrados, de baixa produtividade, exigentes em mão-de-obra, economicamente inviáveis e "puramente ideológicos". Abstract: The present assay comes to argue some aspects of the speech on the Agroecologia, being looked for to evidence contradictions of the common sense, happened either of part of the community layperson, the medias or the scientific community. It places in debate some myths on the agroecológicos systems, such as: that they are technologically retrograde, of low productivity, high demanding in man power, economically impracticable and ?purely ideological?.; 2011

Contribuições do núcleo interinstitucional de agroecologia de Jaguariúna/SP em processos participativos de desenvolvimento rural sustentável.

NEVES, M. C.; CORRALES, F. M.; MORICONI, W.
Fonte: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 11844, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011. Publicador: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 11844, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.23%
Resumo: Neste relato apresentamos a experiência da construção de conhecimento agroecológico, desenvolvida na Embrapa Meio Ambiente, Jaguariúna-SP, realizada a partir de 2008. O trabalho contempla a criação e o desenvolvimento de um Núcleo de Agroecologia, interinstitucional e transdiciplinar, composto por pesquisadores, técnicos e agricultores. O objetivo do núcleo é promover, de forma participativa, ações para a evolução do processo de transição agroecológica regional e a construção do conhecimento agroecológico, a partir da identificação das questões limitantes do processo e da integração entre agentes de desenvolvimento regional e agricultores. Os membros do núcleo interinstitucional gerenciam uma área demonstrativa, denominada Sítio Agroecológico, utilizada para demonstrar concretamente conceitos e conhecimentos dos processos ecológicos nos sistemas produtivos, pela implantação, manutenção e monitoramento de unidades de observação. O Sítio configura-se como um elemento integrador do núcleo inteinstitucional, já que ao promover a troca de experiências entre os membros a partir do exercício prático e presencial de atividades em campo.; 2011

Agroecologia, movimento social, ciência, práticas e políticas públicas: uma abordagem comparativa.

ABREU, L. S. de; LAMINE, C.; BRANDENBURG, A.; BELLON, S.; MAZAROTTO, A. V. de S.
Fonte: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 12323, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011. Publicador: Cadernos de Agroecologia, Cruz Alta, v. 6, n. 2, resumo 12323, 2011. Edição dos resumos do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, Fortaleza, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.41%
Resumo: Nos últimos anos tanto no Brasil, como na França o tema da agroecologia tem ganhado forte visibilidade na sociedade e ocupado espaços importantes em programas e ações de desenvolvimento rural, bem como, no mundo da pesquisa científica, ensino e no movimento social. Diante desse fato, o objetivo do nosso artigo é o de apresentar os primeiros resultados do projeto Capes-Cofecub 1. Primeiramente, analisaremos numa perspectiva cruzada ? da sociologia e das ciências agrárias -, a evolução e a dinâmica da agroecologia, indicando as principais ações em curso tendo em conta o processo de institucionalização e estruturação crescente da agroecologia no Brasil e na França. Em seguida, proporemos uma reflexão em torno da agroecologia e ética. Abstract: In recent years, in Brazil as in France the theme of agroecology has gained high visibility in society and occupied important places in programs and rural development actions, as well as in the world of scientific research, education and social movement. Given this fact, the goal of our article is to present the first results of the project CAPES- COFECUB. First, from an interdisciplinary perspective cross- (sociology and the agronomic sciences), we analyze the evolution and dynamics of agroecology...

Agroecologia e comunicação: matérias publicadas a partir do clipping da Embrapa Pantanal.

MAIO, A. M. D. de.
Fonte: In: SEMINÁRIO DE AGROECOLOGIA, 2.; 2008, Dourados, MS. A construção participativa da agroecologia em Mato Grosso do Sul. Anais... Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2008. Publicador: In: SEMINÁRIO DE AGROECOLOGIA, 2.; 2008, Dourados, MS. A construção participativa da agroecologia em Mato Grosso do Sul. Anais... Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2008.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.36%
De janeiro a 15 de setembro de 2008, a Embrapa Pantanal contabilizou em seu clipping 110 matérias publicadas ou veiculadas pela mídia sobre agroecologia e produção orgânica. Trata-se do segundo tema mais disseminado pela Unidade da Embrapa em Corumbá (MS), perdendo apenas para assuntos ligados à pesca. O resultado surpreende, considerando que dos 40 pesquisadores da Embrapa Pantanal, apenas um se dedica inteiramente à agroecologia. A contagem é observada a partir da perspectiva do agenda setting, hipótese da comunicação que considera que as pessoas vão dialogar sobre temas que são publicados pela imprensa. A agroecologia não ocupa lugar central nas discussões nacionais em função da divulgação pela mídia, mas entre o público que se interessa por agropecuária, é um tema relevante. A assessoria de comunicação da Embrapa Pantanal constatou ainda que a ação conjunta com outras assessorias influencia quantitativamente no esforço de divulgação de matérias. From January to September 15th 2008, Embrapa Pantanal has listed 110 published news about agroecology or organics products on its clipping. This is the second most published theme by Embrapa in Corumbá (MS). The first one is Fishing. This is a very surprising result...

Estruturação de Redes Regionais de Agroecologia.

CORRALES, F. M.; MANGABEIRA, J. A. de; VENDRUSCULO, L. G.; HANASHIRO, M. M.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 3.; SEMINÁRIO ESTADUAL DE AGROECOLOGIA, 3., Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: Sociedade Brasileira de Agrometeorologia, 2005. 4 p. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 3.; SEMINÁRIO ESTADUAL DE AGROECOLOGIA, 3., Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: Sociedade Brasileira de Agrometeorologia, 2005. 4 p.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; 4 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.36%
A consolidação das práticas fundamentadas na Agroecologia ocorre pela articulação entre agricultores e na aliança destes com os cidadãos das áreas urbanas, tendo por objetivo comum promover a sustentabilidade, compreendida em suas dimensões sociais, econômica e de conservação dos recursos naturais. O intercâmbio de experiências de geração e de utilização de tecnologias apropriadas é potencializado pela estruturação de redes sociais, com o suporte de técnicas de comunicação presenciais e à distância. Os resultados do projeto de formação de redes de Agroecologia em duas regiões do Estado de São Paulo (no Leste Paulista e no Pontal do Paranapanema) têm demonstrado que a articulação interinstitucional representativa das forças sociais locais comprometidas com os princípios e práticas da Agroecologia pode gerar condições adequadas para estabelecer fluxos de comunicação permanente. A partir de encontros presenciais da comunidade e pelo acesso a tecnologias de informação computacionais, ocorre o fortalecimento da agricultura familiar.; 2005

Agroecología: plantando las raíces de la resistencia; Agroecology: growing the roots of resistance

Gliessman, Stephen R.
Fonte: Murcia: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.52%
La agroecología actual se centra claramente en llevar la sostenibilidad a la producción de alimentos, concentrados y fibra. Pero también hay un mayor enfoque sobre los “conductores” sociales, económicos y políticos que mueven los sistemas alimentarios más allá de las condiciones que ha creado la insostenibilidad en la agricultura moderna industrial. Con su fundamento en el ecosistema, la ciencia de la agroecología se ha convertido en una herramienta poderosa para el cambio del sistema alimentario cuando se combina con una comprensión de cómo se producen los cambios en la sociedad. En este artículo, rastreo las raíces de la agroecología hasta su aparición como Agroecología en México, en los años 70, como una forma de resistencia a la Revolución Verde. La agroecología se ha convertido en mucho más que una ciencia para el desarrollo de mejores tecnologías de producción de alimentos, más seguras y ambientalmente responsables. La agroecología es más que un modo de practicar la agricultura, como la producción orgánica o ecológica. La agroecología es también un movimiento social con una fuerte base ecológica que fomenta la justicia, las relaciones, el acceso, la adaptación, la resistencia y la sostenibilidad. La agroecología pretende unir las culturas sociales y ecológicas que ayudaron a la sociedad humana a crear agricultura por primera vez.; ABSTRACTC: Agroecology today has a strong focus on bringing sustainability to food...

Fundamentación teórica y estudio de casos sobre el desarrollo de los huertos escolares con el referente de la agroecología

Llerena del Castillo, Germán
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.59%
La tesi que presentem té per finalitat general desenvolupar les bases d'un nou camp educatiu, l'agroecologia escolar, a través de la seva fonamentació teòrica i la investigació sobre el desenvolupament pràctic d'una innovació educativa al voltant dels horts escolars ecològics amb el referent de l'agroecologia. El treball s'estructura en tres parts que corresponen amb els seus tres capítols, en què es desenvolupen tres estratègies diferents d'estudi de l'agroecologia escolar, i d'intervenció en la nostra realitat educativa, en un plantejament general de recerca de bricolatge metodològic. Les seves tres parts o capítols són autònomes, encara que molt relacionades. El primer capítol aborda la definició teòrica de l'agroecologia escolar, que entenem com una transposició didàctica de l'agroecologia. Es realitza a partir d'una anàlisi bibliogràfica del referent de l'agroecologia escolar, que és l'agroecologia, adoptant una postura pròpia. A continuació es revisa també el concepte de transposició didàctica, per després definir l'agroecologia escolar com a tal. Finalment, s'estableix una sèrie de diàlegs amb altres propostes educatives properes per entendre en què contribueix l'agroecologia escolar: l'Educació per a la Sostenibilitat de Huckle & Sterling...

La condición femenina en la agricultura y la viabilidad de la agroecología; Agricultural female condition and the viabilility of the agroecology; A condição feminina na agricultura e a viabilidade da agroecologia

De Biase, Laura
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.47%
Este artículo busca reflexionar sobre los factores que distancian teorías y practicas agroecológicas. Entre estos factores, se dimensiona la condición femenina en las transformaciones relativas a la modernización de la agricultura y a los proyectos de agroecología. De esta forma, este estudio parte de la compresión teórica de los aspectos mencionados, para, en un segundo momento, confrontarlos con las realidad empíricamente determinada; la implementación de proyectos agroecológicos en el Vale do Ribeira, región sur del estado de Sao Paulo, Brasil. Durante el trabajo de campo, se utilizó el método de observación participante y de entrevistas abiertas. Como conclusión, se constató que la práctica agroecológica investigada reproduce fundamentos del modelo de la “agricultura moderna”, como: exclusión de la mujer; separación entre nociones de trabajo y familia; sumisión a la lógica de producción y consumo capitalista; éxodo de jóvenes; violencia; y otros elementos que colocan en riesgo la existencia de la agricultura tradicionalmente familiar. Además de esto, se sugiere que las mujeres tienen mucho a contribuir en la transición de una agroecología restricta a los aspectos técnicos para una agroecología amplia...

Curso Superior para asentamientos de la reforma agraria: agronomía con énfasis en agroecología y sistemas rurales sustentables, una propuesta INCRA-PRONERA/UFSCar; Special college course for settlements from land reform: agronomy whit emphasis on agroecology and sustainable rural systems, an INCRA_PRONERA/UFSCar proposal.; Curso superior especial para assentamentos da reforma agrária: agronomia com ênfase em agroecologia e sistemas rurais sustentáveis, uma proposta INCRA-PRONERA/UFSCar

Schlindwein, Marcelo Nivert
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
El presente documento resulta de un trabajo desarrollado por profesores e investigadores de la Universidad Federal de São Carlos – UFSCAR, representaciones técnicas del INCRA (Instituto Nacional de Colonización y Reforma Agraria) y líderes y asesores de cuatro Movimientos Sociales Campesinos en el estado de São Paulo (Federación de los Empleados Rurales Asalariados del Estado de São Paulo – FERAESP, Federación de los Trabajadores en Agricultura Familiar del Estado de São Paulo – FAF, Movimiento de los Trabajadores Rurales Sin Tierra del Estado de São Paulo – MST-SP, y Organización de Mujeres Asentadas y Quilombolas del Estado de São Paulo – OMAQUESP). Desde la demanda presentada por el INCRA para un curso de agronomía dirigido a la formación de agricultores beneficiados por la Reforma Agraria, fue planteado un Curso de Agronomía con énfasis en Agroecología y Sistemas Rurales Sostenibles, en carácter temporario y especial. El curso, basado en los conceptos de agroecología y de agricultura sustentable, fue iniciado en enero de 2009 en la Escola Popular Rosa de Luxemburgo l municipio de Iaras, SP, tras la dirección del campus de UFSCar de Sorocaba.; The present document is a product of the work developed by teachers and researchers from Federal São Carlos University – UFSCAR...

Relações entre agricultura orgânica e agroecologia: desafios atuais em torno dos princípios da agroecologia

Abreu, Lucimar Santiago; Embrapa; Bellon, Stéphane; INRA; Brandenburg, Alfio; UFPR; Ollivier, Guillame; INRA; Lamine, Claire; INRA; Darolt, Moacir Roberto; IAPAR; Aventurier, Pascal; INRA
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Neste artigo, exploramos a relação entre Agroecologia e Agricultura Orgânica. O debate na comunidade científica em alguns países e a análise das posições ou discursos de pesquisadores e artigos apontam para distintas combinações, trocas e interações entre a Agricultura Orgânica e Agroecologia. Nesse sentido, primeiramente, com base na revisão de literatura, mostramos distintas interações entre esses estilos de agricultura. Além disto, analisamos as controvérsias das agriculturas em foco, bem como apresentamos uma síntese de dois estudos de caso para ilustrar a aplicação prática de princípios da agroecologia, avaliando práticas e valores éticos, relacionando-as com as lógicas familiares ou patronais de funcionamento da produção. Concluímos que as relações entre os estilos de agricultura não podem ser reduzidas a uma simples oposição entre um campo científico e um domínio prático. Diversos elementos devem ser tomados em conta, entre os quais o grau de integração sociocultural (valores) à sociedade...

The construction of agroecology field and its relation to rural development; La construcción del campo de la agroecología y su relación con el desarrollo rural; A construção do campo da Agroecologia e sua relação com o desenvolvimento rural

Lo Sardo, Paola Maia; Instituto Federal do Espírito Santo, Santa Teresa, ES; Figueiredo, Rodolfo Antônio de; Universidade Federal de São Carlos, Araras, SP
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.53%
Agroecology is a term currently appropriated by different groups and its conceptualization is in constant dispute, lacking therefore a critical reflection of its history and its foundational concepts. In this essay we try to present this reflection using as theoretical references the notion of "field" proposed by Pierre Bourdieu and the discussion of paradigm according to Thomas Kuhn, since this has never been done. Also, we tried to think how agroecology can contribute to the already established field of Rural Development. It was noted the conceptual diversity that exists in agroecology, as well as the lack of clarity in some of their proposals and fundamentals. Agroecology is directly related to sustainability and thereby leads rural development to rethink its styles and processes. It was concluded that agroecology can effectively be considered post-normal science, but the outline of its "field" is still in process of establishment. ; Agroecología es un término actualmente apropiado por diferentes grupos y su conceptuación está en constante disputa, careciendo, por lo tanto, de una reflexión crítica de su historia y sus conceptos fundadores. En este ensayo tratamos de presentar esta reflexión utilizando como referenciales teóricos la noción de "campo" propuesta por Pierre Bourdieu y la discusión de paradigma según Thomas Kuhn...

The agroecological network ecovida: a strategic innovation fostering sustainable territorial development in the coastal zone of Santa Catarina State?; Red Ecovida de agroecología: una innovación estratégica para el desarrollo territorial sostenible en la zona costera del estado de Santa Catarina?; Rede Ecovida de agroecologia: uma inovação estratégica para o desenvolvimento territorial sustentável na zona costeira catarinense?

Silveira, Suzana Maria Pozzer da; Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Facing the challenges of the global ecological crisis and the urgent need to foster new strategies of rural sustainable development, this article provides a detailed analysis of one agroecological network operating in the coastal zone of Santa Catarina State – the so-called Rede Ecovida de Agroecologia. Drawing mainly on the methodology for social network analysis, the author argues that the general pattern of organization assumed by this newtwork remains - until now - not suited to follow the operational demands and guidelines of the sustainable territorial development planning approach.; En las últimas décadas la investigación interdisciplinar ha revelado la existencia de dinámicas originales de re-territorialización en un contexto de crisis socioecológica, globalización asimétrica y desterritorialización. En muchos casos, los agentes involucrados en esos procesos novedosos de organización colectiva en red movilizan discursivamente los principios básicos del enfoque de desarrollo territorial sostenible. En este sentido, las evidencias disponibles confirman que en nuestro País se están multiplicando, al lado de redes de agroecología y de economía solidaria, los sistemas productivos localizados y las pequeñas comunidades de agricultores. Además de impulsar la formación de nuevas sociabilidades...

ASSENTAMENTO APASA – PB: A AGROECOLOGIA NA CONSTRUÇÃO DE NOVAS TERRITORIALIDADES

Lima, Aline Barboza
Fonte: OKARA: Geografia em debate Publicador: OKARA: Geografia em debate
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Não Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.59%
O presente trabalho versa sobre a constituição de novas territorialidades a partir da agroecologia, tomando como objeto de estudo o assentamento APASA, localizado no município de Pitimbu, estado da Paraíba. Nesse estudo, analisamos as práticas agroecológicas desenvolvidas por um grupo de camponeses do referido assentamento, que integram um projeto denominado Feira Agroecológica Paraibana, uma feira de produtores onde são comercializados alimentos agroecológicos na cidade de João Pessoa, capital paraibana. Buscamos nessa pesquisa, compreender a relação sociedade e natureza oriunda dessa experiência, bem como a relação campo-cidade resultante dessa dinâmica. Os estudos no assentamento APASA tiveram início no ano de 2005, quando investigávamos a atuação de Políticas Públicas de Combate à Pobreza Rural nos assentamentos do município de Pitimbu². Através das pesquisas, constatamos ser Pitimbu o município que possui o maior percentual de áreas agrícolas reformadas na Zona da Mata Paraibana, onde do total de sua área agrícola, 57% corresponde a áreas de assentamentos rurais³. A análise qualitativa desse dado estatístico denotou a existência de uma pujante dinâmica social, correlacionada aos processos históricos e geográficos ali desenvolvidos. Sob o ângulo da Geografia...

Agroecología: una disciplina que tiende a la transdisciplina

Ruiz-Rosado,Octavio
Fonte: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA Publicador: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2006 ES
Relevância na Pesquisa
37.41%
La agroecología ha sido considerada como una disciplina o ciencia, teniendo como unidad de análisis al agroecosistema; sin embargo, sus componentes teóricos y metodológicos son derivados de herramientas científicas disponibles o las complementa con la intervención de varias disciplinas, por lo que la agroecología es algo más que una disciplina per se. La agroecología se fortalece con el pensamiento de sistemas y el enfoque de sistemas; además, se robustece con aportaciones teóricas y metodológicas de la disciplina, la multidisciplina, la interdisciplina, y toma en cuenta el conocimiento local que es donde se aplican los conceptos y principios ecológicos, sociales y económicos; de aquí que la agroecología deja de ser una disciplina para convertirse en una transdisciplina. Tales principios son aplicables a la agricultura moderna, que más que favorecer perjudica a la base de los recursos naturales, al estar sujeta a los precios del mercado globalizado. Esa situación urge a la agricultura mayor armonía con el ambiente, los recursos naturales y brindar a la sociedad alimentos y productos agrícolas inocuos. Es por ello que la agroecología como transdisciplina tiene la oportunidad, y tal vez la responsabilidad, de enfocarse más al análisis...