Página 1 dos resultados de 28645 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Qualidade do emprego na agricultura brasileira e suas diferenciações regionais, período 2001-2004.

BALSADI, O. V.
Fonte: In.: AGRICULTURA EM SÃO PAULO, São Paulo, v. 53, n. 2, p. 49-67, jul./dez. 2006. Publicador: In.: AGRICULTURA EM SÃO PAULO, São Paulo, v. 53, n. 2, p. 49-67, jul./dez. 2006.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Formato: 49-67
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
A partir dos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), o presente estudo analisou a qualidade do emprego na agricultura brasileira e, também, nas cinco Grandes Regiões (Norte Urbano, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul) no período 2001-2004. Para a análise, foi construído um Índice de Qualidade de Emprego (IQE), composto por quatro dimensões: nível educacional dos empregados; grau de formalidade do emprego; rendimento recebido no trabalho principal; e auxílios recebidos pelos empregados. O IQE foi calculado para os empregados permanentes e para os empregados temporários, levando-se em consideração o local de moradia dos mesmos (urbano ou rural). Os resultados mostraram uma melhoria do IQE para todas as categorias de empregados no período analisado. No entanto, algumas diferenciações de comportamento foram observadas: a melhoria verificada no IQE dos empregados permanentes foi bem mais significativa do que a observada para os empregados temporários; e, apesar dos avanços, o Nordeste ainda continua distante das demais regiões em termos de qualidade do emprego na agricultura, registrando os valores mais baixos para o IQE, especialmente para os residentes nas áreas rurais.; 2006

Evolução das ocupações e do emprego na agricultura brasileira no período 1992-2006.

BALSADI, O. V.
Fonte: In.: BUAINAIN, A. M.; DEDECCA SALVADORI. (Coord.) Emprego e Trabalho na Agricultura Brasileira. Brasília, DF: IICA, 2008. (Série Desenvolvimento Rural Sustentável, v. 9). Publicador: In.: BUAINAIN, A. M.; DEDECCA SALVADORI. (Coord.) Emprego e Trabalho na Agricultura Brasileira. Brasília, DF: IICA, 2008. (Série Desenvolvimento Rural Sustentável, v. 9).
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 95-127
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
No período pós-1995, a agricultura brasileira registrou fortemente a introdução de modernas tecnologias, especialmente aquelas destinadas à colheita e à pós-colheita de grandes culturas: cana-de-açúcar, café e algodão são os principais exemplos. Juntamente com as colheitadeiras mecânicas, ampliou-se o uso das novas máquinas agrícolas ?inteligentes?, controladas por programação eletrônica e transmissão via satélite, naquilo que se convencionou chamar de agricultura de precisão. Além de provocar a redução da demanda de mão-de-obra3, a introdução dessas tecnologias trouxe consigo a exigência de um novo perfil de trabalhador rural com novas habilidades para processos produtivos mais automatizados.; 2008

Avaliação geral, resultados e perspectivas do uso de agricultura de precisão em culturas perenes.

BASSOI, L. H.; PEREZ, N. B.
Fonte: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, Á. V. de.; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2011. Publicador: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, Á. V. de.; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 205-206.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.51%
O Projeto Componente 4 da Rede de Agricultura de Precisão, intitulado ?Caracterização, manejo e monitoramento de atributos do solo e da planta em sistemas de produção de plantas perenes e semi-perenes? constitui-se de 7 planos de ação que contam com a participação interativa de várias unidades da Embrapa, instituições de pesquisa, universidades e parceiros da setor produtivo agrícola. A estratégia de trabalho baseia-se na implantação de unidades pilotos (UPs) de pesquisa em agricultura de precisão em diferentes regiões do Brasil, onde deverão ser analisadas diversas possibilidades de uso de procedimentos e ferramentas inerentes à agricultura de precisão (AP) em cultivos de videira, macieira, pessegueiro, citrus, espécies florestais, cana de açúcar e pastagem. A análise da variabilidade espacial e temporal de atributos do solo e da planta deverá ser utilizada na definição de zonas homogêneas, para um manejo mais eficiente dos sistemas de produção, quanto ao uso de espécies vegetais, água, solo, fertilizantes e defensivos agrícolas. Pretende-se também auxiliar o produtor quanto ao gerenciamento das informações do campo por meio de ferramentas e procedimentos utilizados em AP. Ainda, haverá a incorporação de profissionais à prática de AP...

Utilização de ferramentas de SIG para Agricultura de Precisão no planejamento ambiental de uma pequena propriedade rural produtora de maçãs.

SCHRAMMEL, B. M.; GEBLER, L.
Fonte: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, Á. V. de.; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2011. Publicador: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, Á. V. de.; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 222-226.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
O uso de ferramentas de SIG e a agricultura de precisão sempre estiveram vinculados à idéia de grandes empreendimentos agropecuários. Inicialmente o custo das ferramentas e insumos necessários tornava proibitivo seu uso em pequenas propriedades. Com o avanço do conhecimento das técnicas de coleta e organização de dados, e o barateamento das ferramentas de organização (computadores, planilhas eletrônicas, imagens de satélite), além da existência de softwares de geoprocessamento e SIG livres e com interface amigável, a barreira para o uso desta técnica também para a pequena propriedade passou a ser possível. O objetivo deste trabalho é verificar se é possível ao pequeno produtor aplicar os princípios da agricultura de precisão através da aplicação de ferramentas de SIG, através da obtenção, organização e manuseio de informações livres ou de baixo custo.; 2011

Estratégia de implantação, gestão e funcionamento da Rede Agricultura de Precisão.

INAMASU, R. Y.; BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; QUEIROS, L. R.; RESENDE, A. V. de; VILELA, M. de F.; BASSOI, L. H.; PEREZ, N. B.; FRAGALLE, E. P.
Fonte: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011. Publicador: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 31-41.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.51%
A globalização da produção para a alimentação requer proteção, gestão e precisão. O cenário contemporâneo da agricultura brasileira. O cenário atual da agricultura brasileira caminha para uma produção efi ciente, com proteção ao meio ambiente. A economia em escala global evidenciou o protagonismo do Brasil, especialmente nesta época, quando há um aumento no consumo mundial de alimentos e a necessidade de produzir energia renovável. O País possui terras, condições climáticas e tecnologia para ajudar a suprir a si e a outras nações com alimento e energia renovável. Para isso, também necessita melhorar sua competitividade em áreas como a pecuária e silvicultura e produtos como o trigo e o algodão, sem perder a perspectiva da sustentabilidade. E a adoção de técnicas e tecnologias com maior precisão para o manejo adequado do ecossistema pode reduzir o impacto ambiental de maneira signifi cativa, a partir de uma aplicação efi ciente de insumos. A Ciência pode contribuir decisivamente com a atividade agropecuária com medidas de gestão, via Agricultura de Precisão. Adaptada à realidade tropical, ela pode ser uma ferramenta para a inovação permanente no campo. Ciente desse cenário, em 2009, a Embrapa apresenta sua contribuição...

Avaliação geral, resultados e perspectivas do uso de agricultura de precisão em culturas perenes.

BASSOI, L. H.; PEREZ, N. B.
Fonte: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011. Publicador: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 205-206.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.51%
O Projeto Componente 4 da Rede de Agricultura de Precisão, intitulado ?Caracterização, manejo e monitoramento de atributos do solo e da planta em sistemas de produção de plantas perenes e semi-perenes? constitui-se de 7 planos de ação que contam com a participação interativa de várias unidades da Embrapa, instituições de pesquisa, universidades e parceiros da setor produtivo agrícola. A estratégia de trabalho baseia-se na implantação de unidades pilotos (UPs) de pesquisa em agricultura de precisão em diferentes regiões do Brasil, onde deverão ser analisadas diversas possibilidades de uso de procedimentos e ferramentas inerentes à agricultura de precisão (AP) em cultivos de videira, macieira, pessegueiro, citrus, espécies florestais, cana de açúcar e pastagem. A análise da variabilidade espacial e temporal de atributos do solo e da planta deverá ser utilizada na definição de zonas homogêneas, para um manejo mais eficiente dos sistemas de produção, quanto ao uso de espécies vegetais, águ a, solo, fertilizantes e defensivos agrícolas. Pretende-se também auxiliar o produtor quanto ao gerenciamento das informações do campo por meio de ferramentas e procedimentos utilizados em AP. Ainda, haverá a incorporação de profissionais à prática de AP...

Políticas para a agricultura.

ALVES, E. R. de A.
Fonte: In: SIMPÓSIO SOBRE FERTILIZANTES NA AGRICULTURA BRASILEIRA, 1984, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: EMBRAPA-DEP, 1984. Publicador: In: SIMPÓSIO SOBRE FERTILIZANTES NA AGRICULTURA BRASILEIRA, 1984, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: EMBRAPA-DEP, 1984.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 597-606.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.54%
o tema que nós queremos dicsutir aqui está bastante relacionado com o que temos considerado como os dilemas que a agricultura brasileira está enfrentando. A idéia fundamenta é que a agriculturan o Brasil passou,e ainda está passando por uma transformação interna muito intensa ;essa transformaçãon, o fundo, conforme as avaliações tem levado a demanda de produtos agrícolasa crescera uma taxa de pelo menos, 6,5%, segundo estimativas disponíveis. Esse crescimento potencial da demanda é de ordem de 2,3%, como conseqüência do crescimento da população, sendo uma grande parte em função das necessidade de exportação (para fazer face às demandas que vêm do setor externo, ou seja da áreai nternacional), uma grande parte para pagar um déficit que a agricultura brasileira, ou a sociedade brasileira, tem com os setores mais pobres da população (que realmente perderam muito em matéria do estado nutricional desde a década de 70), e também a demanda que vem da área nova, basicamentep ara toda a agricultura mundial, que é a área da energia. Quer dizer que, se juntarmos isso tudo, o crescimento da população,a mudança de localização dessa população, a necessidadde e exportar cada vez mais (a fim de se enfrentar o enorme débito que o Brasil tem com a área internacional)...

Entre o querer e o poder: dilemas da agricultura familiar nas trilhas de uma agricultura sustentável.

VASCONCELOS, H. E. M.; RODRIGUES, M. E. S.; CAVALCANTE, A. C. R.; SILVA, N. L. da
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 7., 2007, Fortaleza. Agricultura familiar, políticas públicas e inclusão social: anais. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2007. 13 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 7., 2007, Fortaleza. Agricultura familiar, políticas públicas e inclusão social: anais. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2007. 13 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Resumo: A Embrapa Caprinos e o Banco do Nordeste firmaram convênio no período de dezembro/1999 à maio/2003 para execução do projeto de ?Validação e transferência de tecnologias para sistemas de produção de carne caprina e ovina em áreas de assentamento do Estado do Ceará?, com o objetivo de ?fortalecer sistemas de produção de caprinos e ovinos de áreas de assentamento do Estado do Ceará. Adotando postura metodológica recomendada por Bunch (1994), o projeto privilegiou a realização de experimentos em pequena, tendo em vista evitar riscos em grandes áreas de agricultores (as) que lidam com escassez de recursos em seus sistemas de produção. Assim, para alcançar os objetivos pretendidos e assegurar a continuidade das ações, o projeto teve início em fevereiro de 2000 com a preparação de 18 agricultores (as) multiplicadores (as) nos campos experimentais da Embrapa Caprinos. Em seguida, montou-se os experimentos em áreas coletivizadas de três assentamentos do Estado. Precedeu a implantação dos experimentos a realização de seminários-oficinas para escolha das tecnologias a serem validadas, de acordo com as expectativas dos assentados (as). A presente narrativa relaciona alguns resultados que apontam para ganhos na produção e na comercialização das produções de áreas de assentamento...

Acesso a inovação e reestruturação produtiva da agricultura familiar no tropico Semi-Arido: o caso das comunidades rurais de Massaroca (Juazeiro, BA).

SABOURIN, E.; SILVA, P. C. G. da; OLIVEIRA, J. de S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 34., 1996, Aracaju, SE. Agricultura e reestruturacao produtiva: anais. Brasilia: SOBER, 1996. p.411-456. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 34., 1996, Aracaju, SE. Agricultura e reestruturacao produtiva: anais. Brasilia: SOBER, 1996. p.411-456.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Esse artigo trata da reestruturacao da agricultura familiar nas comunidades rurais de Massaroca (Juazeiro, BA) em decorrencia do acesso as inovacoes e aos recursos, resultantes da intervencao das instituicoes de pesquisa e de desenvolvimento. Analisa-se a difusao da informacao e da inovacao via as redes de relacoes apropriadas da inovacao e dos recursos, assim como as consequencias. Os resultados das operacoes de desenvolvimento local mostram os beneficios coletivos para as comunidades em termos de representatividade e de acesso aos equipamentos. Evidenciam, tambem, uma diferenciacao social entre os produtores, estimulada pela valorizacao diferenciada da informacao e do credito rural.; 1996

Demanda de informação em sistemas agroflorestais para agricultura familiar sustentável no Nordeste paraense.

GATO, R. F.; MATOS, L. M. S. de; KATO, O. R.; AZEVEDO, C. M. B. C. de; CERQUEIRA, J. G.; CERQUEIRA SEGUNDO, E. F.; ANDRADE, J. P. de.
Fonte: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 8., 2010, São Luís. Agricultura familiar: crise alimentar e mudanças climáticas globais: anais. São Luís: SBSP, 2010. Publicador: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 8., 2010, São Luís. Agricultura familiar: crise alimentar e mudanças climáticas globais: anais. São Luís: SBSP, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; p. 227-238.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Práticas alternativas começam a ser vistas como uma garantia de preservação dos sistemas produtivos da agricultura familiar. O uso de sistemas alternativos para recuperação de áreas degradadas e/ou abandonadas é fundamental para alcançar sustentabilidade de unidades de produção familiar rurais, com propostas tecnológicas e baseadas no conhecimento e uso racional dos recursos naturais. Disponibilizar alternativas sustentáveis à recuperação de áreas degradadas com agricultura e pastagens com vistas ao uso sustentado da terra e melhoria de vida dos agricultores da Amazônia foi objetivo do projeto ?Desenvolvimento e Validação de Estratégias Participativas de Recuperação de Áreas Agrícolas e Pastagens Degradadas na Amazônia?, componente da Sub-Rede RECUPERAMAZ. Para viabilizar o processo de divulgação científica dos resultados de pesquisa, foi realizada uma ação de identificação de demanda por informação, aplicando-se metodologia apropriada e adaptada, para 81 agricultores familiares, representantes de 16 associações comunitárias rurais, distribuídos entre os municípios de Igarapé-Açu, Mãe do Rio e Concórdia do Pará, região Nordeste Paraense. Os resultados indicam que os agricultores apresentam um perfil que facilita o processo de divulgação dos resultados de pesquisas...

Práticas de agricultura sustentável realizadas em comunidades tradicionais sob área de várzea em Parintins-AM.

MACIEL, R. J. de S.; SOUZA, S. G. A. de; LOURENÇO, F. de S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 6.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AGROECOLOGIA, 2., 2009, Curitiba. Anais: agricultura familiar e camponesa: experiências passadas e presentes construindo um futuro sustentável. Curitiba: ABA: SOCLA, 2009. 1 CD-ROM. p. 02771-02775. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 6.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AGROECOLOGIA, 2., 2009, Curitiba. Anais: agricultura familiar e camponesa: experiências passadas e presentes construindo um futuro sustentável. Curitiba: ABA: SOCLA, 2009. 1 CD-ROM. p. 02771-02775.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Este trabalho caracterizou as práticas utilizadas no manejo dos recursos naturais no ecossistema de várzea do Município de Parintins - AM. Para a coleta de informações do trabalho foram entrevistados oito agricultores de duas comunidades da região do Paraná de Parintins, sendo aplicados questionários semi-estruturados e visitas nas áreas de cultivo. Por meio dos dados e observações foi verificado o uso de várias práticas de agricultura de base sustentável no sistema de produção da agricultura tradicional. Dentre outras práticas, destacam-se: o manejo alternativo de pragas, o plantio consorciado e o manejo da matéria orgânica do solo.; 2009

Sistematização do índice de oportunidade na adoção da agricultura de precisão para diferentes sistemas produtivos.

OLIVEIRA, R. P. de; BRANDAO, Z. N.; BERNARDI, A. C. de C.; PEREZ, N. B.; FRANCHINI, J. C.; BENITES, V. de M.; SANTI, A.; GEBLER, L.; BASSOI, L. H.; FILIPPINI ALBA, J. M.; SHIRATSUCHI, L. S.
Fonte: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014. Publicador: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 173-179.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
A caracterização da variação espacial da produção é demanda na adoção da agricultura de precisão. Algumas abordagens buscam estabelecer métricas em apoio a uma gestão eficiente do manejo por sítio-específico. Entre as métricas parametrizadas segundo o ajuste do semi-variograma, o índice de oportunidade de adoção quantifica a variação espacial em função da viabilidade operacional das tecnologias disponíveis. Proposto com base em sistemas de produção de grãos australianos, o modelo foi aplicado no Brasil como ação transversal aos experimentos da Rede de Agricultura de Precisão da Embrapa. O principal objetivo foi avaliar o potencial de uso do índice aplicado a diferentes sistemas produtivos sob condições comuns de monitoramento no Brasil. Este trabalho conclui a fase de sistematização do índice; adaptando o protocolo de aplicação do método; e complementa resultados preliminares do modelo aplicado a dados de condutividade elétrica aparente do solo. Resultados finalísticos consideram conjuntos de dados obtidos por diferentes tecnologias de monitoramento em dez unidades de pesquisa. Valores absolutos e correlações resultantes da sistematização indicam a aplicabilidade do modelo, validam a estabilidade numérica dos resultados e sugerem calibrações especificas do comprimento operacional para os diferentes sistemas de produção.; 2014

Agricultura de precisão em fruticultura.

BASSOI, L. H.; MIELE, A.; REISSER JUNIOR, C.; GEBLER, L.; FLORES, C. A.; FILIPPINI ALBA, J. M.; GREGO, C. R.; TERRA, V. S. S.; TIMM, L. C.; NASCIMENTO, P. dos S.
Fonte: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2014. Publicador: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2014.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 350-360.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Os sistemas de produção atualmente existentes na fruticultura brasileira caracterizam-se pela execução de diversas práticas agrícolas durante o ciclo da cultura, tendo como preocupação a quantidade e a qualidade da produção, e a rentabilidade da atividade agrícola. Nesse contexto, cria-se uma oportunidade para a aplicação de agricultura de precisão, como forma de auxiliar a gestão do sistema de produção e a tomada de decisão pelo produtor. Nesse capítulo, são apresentados quatro estudos de caso em que a realização de procedimentos e o uso de ferramentas, característicos de agricultura de precisão, permitem aos produtores e técnicos a compreensão da variabilidade de atributos do solo e da planta e de suas relações, bem como o estabelecimento de zonas homogêneas de atributos que podem ser utilizadas como zonas de manejo.; 2014

Sistematização do índice de oportunidade na adoção da agricultura de precisão para diferentes sistemas produtivos.

OLIVEIRA, R. P. de; BRANDAO, Z. N.; BERNARDI, A. C. de C.; PEREZ, N. B.; FRANCHINI, J. C.; BENITES, V. de M.; SANTI, A.; GEBLER, L.; BASSOI, L. H.; FILIPPINI ALBA, J. M.; SHIRATSUCHI, L. S.
Fonte: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014. Publicador: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 173-179.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
A caracterização da variação espacial da produção é demanda na adoção da agricultura de precisão. Algumas abordagens buscam estabelecer métricas em apoio a uma gestão eficiente do manejo por sítio-específico. Entre as métricas parametrizadas segundo o ajuste do semi-variograma, o índice de oportunidade de adoção quantifica a variação espacial em função da viabilidade operacional das tecnologias disponíveis. Proposto com base em sistemas de produção de grãos australianos, o modelo foi aplicado no Brasil como ação transversal aos experimentos da Rede de Agricultura de Precisão da Embrapa. O principal objetivo foi avaliar o potencial de uso do índice aplicado a diferentes sistemas produtivos sob condições comuns de monitoramento no Brasil. Este trabalho conclui a fase de sistematização do índice; adaptando o protocolo de aplicação do método; e complementa resultados preliminares do modelo aplicado a dados de condutividade elétrica aparente do solo. Resultados finalísticos consideram conjuntos de dados obtidos por diferentes tecnologias de monitoramento em dez unidades de pesquisa. Valores absolutos e correlações resultantes da sistematização indicam a aplicabilidade do modelo, validam a estabilidade numérica dos resultados e sugerem calibrações especificas do comprimento operacional para os diferentes sistemas de produção.; 2014

Sistematização do índice de oportunidade na adoção da agricultura de precisão para diferentes sistemas produtivos.

OLIVEIRA, R. P. de; BRANDAO, Z. N.; BERNARDI, A. C. de C.; PEREZ, N. B.; FRANCHINI, J. C.; BENITES, V. de M.; SANTI, A.; GEBLER, L.; BASSOI, L. H.; FILIPPINI ALBA, J. M.; SHIRATSUCHI, L. S.
Fonte: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014. p. 173-179. Publicador: In: BERNARDI, A. C. de C.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; INAMASU, R. Y. (Ed.). Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. Brasília, DF: Embrapa, 2014. p. 173-179.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
A caracterização da variação espacial da produção é demanda na adoção da agricultura de precisão. Algumas abordagens buscam estabelecer métricas em apoio a uma gestão eficiente do manejo por sítio-específico. Entre as métricas parametrizadas segundo o ajuste do semi-variograma, o índice de oportunidade de adoção quantifica a variação espacial em função da viabilidade operacional das tecnologias disponíveis. Proposto com base em sistemas de produção de grãos australianos, o modelo foi aplicado no Brasil como ação transversal aos experimentos da Rede de Agricultura de Precisão da Embrapa. O principal objetivo foi avaliar o potencial de uso do índice aplicado a diferentes sistemas produtivos sob condições comuns de monitoramento no Brasil. Este trabalho conclui a fase de sistematização do índice; adaptando o protocolo de aplicação do método; e complementa resultados preliminares do modelo aplicado a dados de condutividade elétrica aparente do solo. Resultados finalísticos consideram conjuntos de dados obtidos por diferentes tecnologias de monitoramento em dez unidades de pesquisa. Valores absolutos e correlações resultantes da sistematização indicam a aplicabilidade do modelo, validam a estabilidade numérica dos resultados e sugerem calibrações especificas do comprimento operacional para os diferentes sistemas de produção.; 2014

Diagnóstico da agricultura orgânica no Brasil.

VALARINI, P. J.; FONSECA, M. F. A. C.; TOKESHI, H.; PRIMAVESI, A.; ABREU, L. S. de
Fonte: In: REUNIÃO DE TRABALHO E SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DIFUSÂO DE RESULTADOS DO PROJETO NORMAS DA AGRICULTURA ORGÂNICA PARA IBEROAMÉRICA, 2005, Solo Sagrado de Guarapiranga em São Paulo/SP. Anais... Ipeúna/SP: Fundação Mokiti Okada; Niterói: PESAGRO, 2005. Publicador: In: REUNIÃO DE TRABALHO E SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DIFUSÂO DE RESULTADOS DO PROJETO NORMAS DA AGRICULTURA ORGÂNICA PARA IBEROAMÉRICA, 2005, Solo Sagrado de Guarapiranga em São Paulo/SP. Anais... Ipeúna/SP: Fundação Mokiti Okada; Niterói: PESAGRO, 2005.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.56%
A agricultura orgânica ou ecológica tem-se destacado como uma das alternativas de renda para os pequenos, médios e grandes produtores, principalmente, devido à crescente demanda mundial por alimentos mais saudáveis. Com o objetivo de realizar um amplo diagnóstico sobre a situação atual e as perspectivas da agricultura orgânica no Brasil, foram desenvolvidos temas relativos aos aspectos históricos, as condições de certificação, os tipos e como ela atua, a organização do setor de produção, a distribuição e o mercado interno e externo, bem como, a legislação que disciplina esses processos, o impacto ambiental da agricultura orgânica em relação à agricultura convencional, os principais problemas ligados ao setor, o futuro da agricultura orgânica visto pela pesquisa e os principais obstáculos. Por último, desafios e sugestão de ações que caberiam ao setor público, à pesquisa e aos agricultores familiares para que a oportunidade dessa agricultura possa ser melhor aproveitada por esse grupo de produtores e o desenvolvimento sustentável alcançado.; 2005

Gestão ambiental de atividades rurais: estudo de caso em agroturismo e agricultura orgânica.

RODRIGUES, G. S.; CAMPANHOLA, C.; RODRIGUES, I.; FRIGHETTO, R. T. S.; VALARINI, P.; RAMOS FILHO, L. O.
Fonte: Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 53, n. 1, p. 17-31, jan./jun. 2006. Publicador: Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 53, n. 1, p. 17-31, jan./jun. 2006.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Um estudo de avaliação ambiental e gestão territorial participativa foi desenvolvido para atividades de agroturismo e agricultura ecológica, respectivamente, nas regiões de Itu (SP), Venda Nova do Imigrante (ES), Francisco Beltrão (PR) e Ibiúna (SP). Idealizou-se para esse estudo um Sistema de Avaliação Ponderada de Impacto Ambiental de Atividades do Novo Rural (APOIA-NovoRural), que consiste de 62 indicadores integrados em uma plataforma de avaliação que se fundamenta no envolvimento e no conhecimento do produtor rural quanto a seu estabelecimento, bem como em análises de campo e laboratório relativas à qualidade do solo e da água, que permitem o cálculo de índices de desempenho ambiental da atividade produtiva. Os resultados das avaliações mostraram que os indicadores da dimensão Ecologia da Paisagem são os que mais demandam intervenção para adequar a gestão dos estabelecimentos nas atividades estudadas. O desempenho muito favorável da agricultura orgânica na dimensão Gestão e Administração foi o principal diferencial que resultou em um desempenho melhor para essa atividade. A aplicação do Sistema APOIA-NovoRural permitiu inserir a temática ambiental enquanto mediadora na resolução de problemas locais e aglutinadora dos interesses de produtores e outros atores sociais...

Capacidade de uso das terras: analogias e contradi????es entre o conhecimento acad??mico e o n??o acad??mico em ??reas de agricultura familiar de base ecol??gica; Land-use capability: analogies and contradictions between the academic and non-academic knowledge in the family ecological farming.

Audeh, Samira Jaber Suliman
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
The family farm represents the vast majority of farmers in Brazil and its importance is driven by the generation of employment and income, food security and local development. In the state of Rio Grande do Sul (RS), the family farm represents a significant portion of the rural population. Especially in Southern region, it has undergone changes due to the need of its lands conservation. Appropriate land use allied to the farmers knowledge are the alternatives to seek agroecosytems more sustainable. This paper analyzes comparatively the land-use capability system, proposed by Klingebiel & Montgomery (1961), with the criteria used by farmers to set the land use of their farm. It was conducted in six family and ecological farms located in the southern region of RS. Thus, it was possible to define which attributes and how they influence the farm decision making. Finally, we conclude that the use of the land -use capability system is not suited to the reality of studied farmers land use in southern RS.; A agricultura familiar representa a grande maioria dos agricultores do Brasil e sua import??ncia ?? impulsionada pela gera????o de emprego e renda, seguran??a alimentar e desenvolvimento local. No Estado do Rio Grande do Sul (RS), a agricultura familiar representa uma parcela significativa da popula????o rural...

A iniciativa da Delegacia Federal de Agricultura do Mato Grosso do Sul na padroniza????o de procedimentos e no controle de "n??o conformidades" no processo de fiscaliza????o, do Minist??rio da Agricultura e do Abastecimento

Brasil. Minist??rio da Agricultura e do Abastecimento. Delegacia Federal de Agricultura do Mato Grosso do Sul (DFA/MS)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
46.54%
A Delegacia Federal de Agricultura/MS- DFA/MS elaborou um manual de procedimento padr??o no processo de fiscaliza????o e criou um in??dito sistema de controle e registro de "n??o conformidades" nos processos de fiscaliza????o, que al??m de n??o trazer nenhum custo extra ?? reparti????o, motiva o trabalho em equipe e ?? melhoria cont??nua nos processos de trabalho. Esta a????o inova, tamb??m, por constituir-se numa ferramenta de trabalho que permite a avalia????o do desempenho institucional e do desempenho individual do servidor, e induz por, conseq????ncia, ao aumento da efici??ncia organizacional; N??mero de p??ginas: 6 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 6?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Yoshio Fugita; A????es premiadas no 6?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal - Pr??mio H??lio Beltr??o - 2001; ??reas tem??ticas: simplifica????o e agiliza????o de procedimentos; melhoria dos processos de trabalho; Denomina????o atual do minist??rio respons??vel: Minist??rio da Agricultura, Pecu??ria e Abastecimento (Mapa)

Centro de transferencia tecnológica en agricultura orgánica orientado a pymes

Agrupacion de Agricultura Organica de Chile a G; Asoc Gremial de Agricultores de la Provincia de Quillota; Asociación Gremial Agricultores de Aconcagua; Escuela Agricola de San Felipe; Federacion Gremial Nacional de Productores Defruta Fg; I Municipalida
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em //
Relevância na Pesquisa
56.47%
Crear un Centro de Investigación Aplicada y Transferencia Tecnológica en Agricultura Orgánica para promover e incentivar el desarrollo de la producción orgánica como opción innovativa y rentable orientada a Pymes agrícolas de la V Región.; Corporación de Fomento de la Producción