Página 1 dos resultados de 1136 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile; The writing and the affect: the inventive impulse of João Guimarães Rosa in his Corpo de Baile.

Santos, Wagner Dias dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.06%
Este trabalho faz referências às relações entre o afeto e a escrita, tomando como modelo o impulso criativo de João Guimarães Rosa, um dos grandes autores da literatura brasileira. Parto do pressuposto que o escritor de Corpo de baile (1956) se expõe deliberadamente aos afetos como fonte de conhecimento, forma de criação e de sustentação de sua arte. Assim, destaco de sua produção textual algumas anotações de viagem (manuscritos), cartas e intenções que antecedem a obra literária. Das publicações, são analisadas duas novelas de Corpo de baile: O recado do morro e Uma estória de amor. Sirvo-me dos conceitos de pulsão, sublimação, cadeia significante e transliteração, ligados à psicanálise freudo-lacaniana, para evidenciar que Guimarães Rosa constrói um particular diálogo com os estímulos do mundo. Pretendo argumentar a favor de uma hipótese segundo a qual a escrita deste autor vem de seu corpo, conforme as marcas ou os cortes que incidiram em sua vida, mas, sobretudo, pela sua peculiar disposição em se deixar inscrever pela linguagem a partir dos afetos. Neste trabalho fica a intenção de responder à seguinte pergunta de pesquisa: como João Guimarães Rosa organiza o percurso de criação de duas de suas novelas de Corpo de baile...

O afeto como um processo de desenvolvimento ecológico

Dei Schirò, Eva Diniz Bensaja; Koller, Silvia Helena
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
O presente artigo descreve a importância do afeto como um dos elementos essenciais para o desenvolvimento humano e, por isso, considerado como intrínseco à Abordagem Bioecológica do Desenvolvimento Humano, formulada por Bronfenbrenner. O afeto traduz-se pela capacidade do ser humano estabelecer relações, nas quais se criam vínculos e, por esse motivo, poderá ser descrito como um processo do desenvolvimento ecológico. Assim, neste artigo, a presença do afeto nas relações foi proposta como um elemento imprescindível na efetividade dos processos proximais. Além disso, o afeto foi descrito como um dos fatores que asseguram a continuidade do processo desenvolvimental ao longo das várias fases que compõem o ciclo de vida e poderá ser considerado como o principal componente de superação da mudança, ao longo do desenvolvimento. O afeto, como elemento de desenvolvimento, resulta da interação do indivíduo com o meio em que está inserido. Nessa perspectiva, foi um elemento considerado transversal aos vários sistemas da Abordagem Bioecológica: microssistema, mesossistema, exossistema e macrossistema, nos quais se discutiu a importância do afeto em cada um desses níveis. Por fim, destacou-se a necessidade de estabelecerem-se relações afetivas ao longo do tempo...

Afeto, viés otimista e percepção de consumidores sobre riscos e benefícios à saúde relacionados ao consumo de açaí (Euterpe precatoria); Affection, optimistic bias and perception of the health risks and benefits to health related to the consumption of açaí (Euterpe precatoria)

Geina Faria dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.26%
O açaí faz parte do hábito alimentar especialmente da população amazônica. E, seu consumo tem aumentado em outras regiões do Brasil e do exterior nos últimos anos, devido às suas propriedades nutricionais e funcionais. Em paralelo, ocorrências apontaram o açaí como veículo de transmissão oral da Doença de Chagas Aguda (DCA). Assim, objetivou-se analisar a percepção de consumidores adultos do município de Coari sobre os riscos e benefícios à saúde provenientes do consumo de açaí. Entre os objetivos específicos desta pesquisa, destacam-se a identificação do nível de afeto e do viés otimista relacionados ao açaí, além da verificação da relação entre percepções de risco, benefício, nível de afeto e viés otimista com características socioeconômicas e demográficas. Informações sobre locais de compra, formas e frequência de consumo do açaí também foram avaliadas. Elaborou-se um instrumento de coleta de dados contendo perguntas relacionadas ao consumo de açaí, afeto e a caracterização dos indivíduos. Ainda, investigou-se as percepções de risco, de benefício e do conhecimento sobre risco e benefício relacionado ao consumo de açaí, abordando os conceitos: pessoal, amazonas e conhecidos. Estes conceitos foram investigados com a finalidade de verificar a avaliação do entrevistado para si próprio (pessoal)...

As especificidades humanas e a aprendizagem: relações entre cognição, afeto e cultura

Leme,Maria Isabel da Silva
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.06%
O artigo tem por objetivo discutir questões que periodicamente provocam polêmica na Psicologia da Aprendizagem, que são as relações entre cognição, cultura e afeto e as especificidades humanas nesses processos. Assim, a aprendizagem é discutida em termos de processos partilhados com outras espécies, como a associação e a recursividade, e outros que são especificamente humanos, como a abstração e a metacognição. São examinadas algumas hipóteses sobre como a mente humana pode ter evoluído em direção à essas diferenças. Na conclusão, é explicitado o posicionamento sobre as relações entre cognição, cultura e afeto, em dois níveis de funcionamento psicológico e da influência decisiva da cultura e seu principal instrumento, a linguagem, na promoção das especificidades humanas.

O afeto como um processo de desenvolvimento ecológico

Diniz,Eva; Koller,Silvia Helena
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.22%
O presente artigo descreve a importância do afeto como um dos elementos essenciais para o desenvolvimento humano e, por isso, considerado como intrínseco à Abordagem Bioecológica do Desenvolvimento Humano, formulada por Bronfenbrenner. O afeto traduz-se pela capacidade do ser humano estabelecer relações, nas quais se criam vínculos e, por esse motivo, poderá ser descrito como um processo do desenvolvimento ecológico. Assim, neste artigo, a presença do afeto nas relações foi proposta como um elemento imprescindível na efetividade dos processos proximais. Além disso, o afeto foi descrito como um dos fatores que asseguram a continuidade do processo desenvolvimental ao longo das várias fases que compõem o ciclo de vida e poderá ser considerado como o principal componente de superação da mudança, ao longo do desenvolvimento. O afeto, como elemento de desenvolvimento, resulta da interação do indivíduo com o meio em que está inserido. Nessa perspectiva, foi um elemento considerado transversal aos vários sistemas da Abordagem Bioecológica: microssistema, mesossistema, exossistema e macrossistema, nos quais se discutiu a importância do afeto em cada um desses níveis. Por fim, destacou-se a necessidade de estabelecerem-se relações afetivas ao longo do tempo...

Sujeito protopático: o eu ilusório e o afeto em questão

Prudente,Sérgio Eduardo; Rosa,Miriam Debieux
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.18%
Partindo do questionamento feito por André Green acerca do lugar do afeto no psiquismo, retomando o termo sujeito protopático proposto por Lacan, este texto propõe um percurso fazendo um paralelo entre este autor e Nietzsche, filósofo que tem o afeto um ponto crucial em seu pensamento. Para isso, a discussão pauta-se no campo onde há uma interpretação auto-enunciadora do afeto, a saber, o Eu, e a própria experiência afetuosa. Este Eu para os dois autores é uma instância ilusória, porosa, e imersa em um auto-engano enquanto o afeto assume estatuto fundamental. Apesar de possuir qualidades diferentes para cada autor, o afeto converge para uma noção de Saber que, para além do Eu, consiste na maneira de lidar com o pathós num campo que prescinda dos juízos ilusórios.

Escala de afeto positivo e negativo para crianças: estudos de construção e validação

Giacomoni,Claudia Hofheinz; Hutz,Cláudio Simon
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.24%
O objetivo deste estudo foi desenvolver uma Escala de Afeto Positivo e Negativo para Crianças. São apresentados dois estudos: de construção da escala, bem como de validação concorrente. Além disso, procurou-se avaliar o nível de afeto positivo e negativo das crianças dessa amostra, assim como, verificar possíveis diferenças entre sexos, faixa etária e tipo de escola. Participaram do estudo de construção da escala 661 crianças (52,2% meninos) entre sete e 12 anos (m = 10,6 anos; d.p. = 1,7 anos) de escolas públicas estaduais (54%) e privadas (46%) de Porto Alegre. A versão final da Escala de Afeto Positivo e Negativo é composta por 34 itens, 17 itens em cada subescala. Os coeficientes Alpha obtidos para as subescalas de Afeto Positivo (0,88) e de Afeto Negativo (0,84) apontam evidências de confiabilidade. Análises Fatoriais confirmaram a estrutura da escala através da solução de dois fatores em ambos estudos. A Escala também apresentou boas evidências de validação concorrente. Através de correlações coerentes com as apontadas pela literatura, os resultados indicam que a Escala de Afeto Negativo pode ser utilizada como instrumento de avaliação de desajustamento emocional. O desenvolvimento da Escala de Afeto Positivo e Negativo para Crianças incrementa o processo de elaboração de instrumentos para avaliarmos o bemestar subjetivo infantil.

Afeto e adoecimento do corpo: considerações psicanalíticas

Winograd,Monah; Teixeira,Leônia Cavalcanti
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.15%
Tema de interesse para a clínica, a investigação das psicopatologias somáticas exige reelaborações metapsicológicas que contemplem os lugares do corpo e do afeto. Com a ênfase da psicanálise no recalque, a problemática do afeto teria ficado em segundo plano, causando uma lacuna comprometedora dos rumos dos atos clínicos. Resgatar as elaborações freudianas sobre o afeto, especialmente sua supressão, pode abrir espaço para a escuta da dor dos corpos enfermos. Neste ensaio, investigamos inicialmente a metapsicologia freudiana do afeto para, em seguida, propor elaborações a respeito dos destinos do corpo nas formações psicossomáticas.

Percepção de suporte organizacional, afeto positivo, afeto negativo e resiliência: antecedentes da confiança do empregado na organização

Batista, Rosimeire Luíza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
Pesquisada mais intensamente a partir da década de 90, a confiança é uma variável que tem encontrado considerável destaque no meio organizacional devido à sua influência sobre diversos comportamentos do trabalhador. Entretanto, a confiança do empregado na organização ainda é um construto pouco explorado. Assim, este estudo teve como objetivo principal o teste de um modelo que previa um bloco constituído pelas variáveis: percepção de suporte organizacional, afeto positivo, afeto negativo, resiliência e confiança do empregado na organização. Para tanto, 160 empregados vinculados a organizações públicas e privadas situadas no Alto Paranaíba responderam voluntariamente aos instrumentos válidos e específicos a cada construto. Os dados foram submetidos a estatísticas descritivas, correlações de Pearson e análises de regressão múltipla stepwise, discriminando como variável dependente a confiança do empregado na organização. Do modelo proposto apenas duas variáveis se sustentaram como preditoras da confiança do empregado na organização. Sendo uma delas a percepção de suporte organizacional que explicou os fatores da variável critério: “promoção do crescimento do empregado”, “solidez organizacional”...

Laços de família e expertise jurídica : uma análise da construção do direito dos filhos ao afeto; Family ties and juridical expertise an analysis about the construction of the affection as a children's right

Vinicius Parolin Wohnrath
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.06%
Esta pesquisa objetiva compreender as condições sociais que possibilitaram os debates públicos sobre o afeto familiar. Isto porque, atualmente, tramitam pelo Congresso Nacional projetos de lei para positivar a necessidade dos pais amarem seus filhos - recurso jurídico que ainda não consta na letra da legislação brasileira. Assim, inserida nos espaços de estudos sobre a organização familial e sobre os direitos infanto-juvenis, esta dissertação buscou pelos discursos fundadores, pelas estratégias, pelas redes e pelas ações práticas mobilizadas pelos militantes interessados em legitimar esse novo direito de família. Para descortinar os repertórios articulados por esses agentes, foram tomados como fontes de pesquisa as suas biografias dispostas nos dicionários especializados (origens familiares, habitus, formação acadêmica, atuação profissional, ligações nacionais e internacionais, etc.), os documentos institucionais, a produção memorialística, os projetos de lei, os discursos dos parlamentares e as composições das comissões selecionadas. Ao inquerir a construção social da obrigatoriedade do afeto, relacionando-a com as trajetórias dos militantes que fazem circular determinados padrões, buscamos desnaturalizar o direito - iluminando as disputas...

Afeto, convivência e constituição da pessoa

Mazzorana, Danielle Gonçalves Rech
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Antropologia Social; Esta etnografia trata do universo das relações familiares e de parentesco entrelaçado a esfera jurídica, mais especificamente no que diz respeito às indenizações morais por abandono afetivo solicitadas ao pai, a partir dos entendimentos de pais, mães, filhos, advogados, juízes e um desembargador, que vivem em cidades do Estado de Santa Catarina. Além de tratar de visões sobre família e da construção das tramas relacionais, onde afeto e convivência são elementos chave para a fabricação dos vínculos e pessoas significativas, apontando para flexibilidade desses laços, evoca também as experiências dos sujeitos com a instituição judiciária, os conflitos, tensões, alianças, lugares, interpretações e laços produzidos a partir dessas vivências. Nesse bojo, conceitos, categorias, moralidades referentes às conjugalidades, relações de gênero, maternidade e paternidade, dentre outros aspectos, foram construídos, a partir de diferentes perspectivas calcadas em valores sociais alicerçados nas configurações familiares, bem como a partir dos contextos de pesquisa produzidos. Por fim...

Evidências de validade e precisão de um instrumento de avaliação de afeto em atletas lesionados

Crispim, Ana Carla
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132 p.| grafs., tabs, ils.
POR
Relevância na Pesquisa
36.28%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; Este estudo teve por objetivo buscar evidências de validade e precisão de um instrumento de avaliação de afeto em atletas lesionados. Para isso, buscou: caracterizar a dimensionalidade do construto afeto no âmbito das pesquisas da área do esporte e do exercício; construir um instrumento de medida de afeto para atletas lesionados; identificar evidências de precisão do instrumento de medida de afeto; obter evidências de validade convergente do instrumento de medida de afeto com a escala de afetos positivos e negativos (PANAS); relacionar variáveis sobre o perfil do atleta - sexo, idade, tempo de prática na modalidade e afeto, referidas no instrumento de medida de afeto e; verificar evidências de validade preditiva do afeto com variáveis relacionadas a lesão. A pesquisa foi descritiva-exploratória, com método correlacional. Primeiramente, foi realizada uma revisão extensa nacional e internacional acerca do construto afeto, com objetivo de identificar seus conceitos, sua dimensionalidade e formas de mensuração. Foi escolhido estudar o afeto por meio da teoria do circumplexo...

A importância do afeto para a confiança do consumidor em trocas de serviços com consequências severas

Terres, Mellina da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.25%
Os indivíduos são crescentemente demandados a fazerem escolhas em contextos com consequências severas, contudo esse tipo de decisão raramente tem sido considerado nos estudos de marketing. Em trocas com consequências severas, a confiança possui um papel chave, uma vez que essa reduz a incerteza percebida e ajuda o consumidor a formar expectativas mais precisas e consistentes sobre o serviço. Muitos estudos têm explorado os antecedentes cognitivos da confiança, entretanto, no caso específico de trocas com consequências severas, a cognição parece não ser suficiente para explicar a confiança do consumidor. Nesse contexto, o afeto também parece ser importante, principalmente devido ao consumidor muitas vezes não ter conhecimento suficiente para avaliar aspectos cognitivos, tal como, a competência do provedor de serviços. O principal propósito da presente tese é imvestigar o impacto do afeto comparado à cognição em trocas com consequências severas. O estudo também investiga o papel mediador da confiança na relação entre afeto e cognição e intenções comportamentais. Foram realizados quatro experimentos com estudantes de graduação utilizando o contexto de serviços médicos. No estudo 1, foi encontrado que em trocas com consequências severas...

Estou online! o imperativo da conexão reconfigurando sensibilidades nas relações de afeto entre sujeitos jovens contemporâneos

Marques, Cíntia Bueno
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
Esta Tese tem por objetivo analisar as práticas de compartilhamento da vida privada no espaço virtual como produtoras de sensibilidades reconfiguradas nas relações de afeto entre sujeitos jovens contemporâneos. Utilizando a netnografia como escolha metodológica, analisei postagens disponibilizadas por dez jovens nas páginas de abertura dos perfis que mantinham nas redes sociais. Devido à fluidez característica do espaço virtual e, em especial, aos deslocamentos dos sujeitos nas redes sociais, o estudo iniciado no Orkut foi sendo ampliado, incluindo a observação focada nestes movimentos e em cenas cotidianas relacionadas ao tema proposto. O trabalho está organizado em quatro partes: na primeira delas, Conectando: cliques e conceitos entrelaçados, apresento motivações que me interpelaram e me conduziram à realização do estudo, desenvolvo conceitos que irão orientar a pesquisa, apresento o espaço do Orkut e os sujeitos envolvidos na pesquisa; na segunda parte, Da etnografia à netnografia, descrevo as trilhas metodológicas que construí contextualizando e justificando tais escolhas; na terceira parte, denominada O Imperativo da conexão: privacidade compartilhada nas redes de relacionamento virtual, desenvolvo análises a partir de dois eixos de pesquisa – o compartilhamento da privacidade como condição para o pertencimento ao grupo de amigos e as formas de ‘consumir’ afetos e relacionar-se na modernidade líquida; na quarta e última parte...

O afeto nas relações familiares : construindo os alicerces de uma nova casa

Razerra, Bruna
Fonte: Universidade de Passo Fundo Publicador: Universidade de Passo Fundo
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
O presente trabalho destina-se a analisar a importância do afeto na formação e perenidade da família. Com o advento da Constituição da República de 1988 e posterior publicação do Código Civil de 2002, em consonância com essa nova ordem constitucional, o afeto foi erigido à pedra de toque do direito de família, ao principal motivador da existência dos núcleos familiares e, como tal, permitiu, inclusive, a formação de novos modelos familiares em contraposição ao conceito clássico de família. Nesse sentido, Padre Antônio Vieira ensina que “o filho por natureza ama-se porque é filho, o filho por adoção é filho porque se ama”. Este trabalho também objetiva demonstrar, sucintamente, os antecedentes históricos que deram azo ao reconhecimento de novas espécies de núcleos familiares, bem como os principais princípios constitucionais aplicáveis à relação jurídica paterno/filial. Por fim, procura-se apresentar e ressaltar a importância do afeto para a formação sadia das crianças e, consequentemente, para o desenvolvimento de pessoas adultas mais equilibradas. Destarte, entre outros aspectos, conclui-se pela importância do afeto no desenvolvimento psicológico sadio das crianças, motivo pelo qual o vínculo socioafetivo possui relevante valor jurídico. Para tanto...

Novo paradigma da família brasileira: paternidade socioafetiva, o afeto como formador das relações parentais

Lourenço, Fábia Kelly de Souza
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.06%
O presente trabalho tem a finalidade demonstrar como se deu os novos paradigmas da família brasileira, buscando na história elementos explicativos para a evolução das relações familiares. A mulher conquistou seu espaço e passou a dividir tarefas com o homem, a família deixou de ser patrimonializada, passando a basear suas relações no afeto. A Constituição Federal de 1988 foi considerada a grande precursora para avanços na legislação, modificou valores, inseriu princípios como “dignidade da pessoa humana” e da “afetividade”. O instituto do casamento deixou de ser a única forma de instituição familiar, passando a reconhecer a união estável e a monoparentalidade como família. Com a filiação não foi diferente, a Constituição garante igualdade na filiação independente da origem ou laços consangüíneos, em conseqüência do rápido processo de evolução que as relações familiares vêm atravessando. A paternidade sofreu modificações para sua determinação. Utilizava muito a presunção para definir a paternidade, mas, com o avanço da ciência foi possível chegar a confirmação dos dados biológicos, desta forma, conflitos envolvendo paternidade eram resolvidos de acordo com laudos laboratoriais...

O afeto como valor jurídico tutelável no ordenamento jurídico brasileiro

Fonseca, Danusa de Castro
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.18%
O trabalho monográfico versa sobre o afeto como valor jurídico tutelável no ordenamento jurídico brasileiro. O texto tem o intuito de demonstrar que o afeto ganhou tanta importância nas relações familiares ao longo do tempo que passou a ser tratado como um valor jurídico no direito de família. A hipótese restou-se verificada nos argumentos desenvolvidos ao longo da pesquisa. Este estudo tem como base a doutrina, legislações como a Constituição Federal de 1988, o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Código Civil de 2002 e a jurisprudência. A pesquisa permitiu concluir que as relações familiares são baseadas no afeto, que gera direitos e obrigações, sendo o afeto tutelável no ordenamento jurídico brasileiro.

Human specifics and learning: relationships between cognition, affect and culture; La particularidades humanas y el aprendizaje: las relaciones entre la cognición, afecto y cultura; Les spécifiques humains et l’apprentissage: relations entre la cognition, l’affect et la culture; As especificidades humanas e a aprendizagem: relações entre cognição, afeto e cultura

Leme, Maria Isabel da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
L'article vise à discuter des questions qui provoquent régulièrement la controverse dans la psychologie de l'apprentissage, qui sont les relations entre la cognition, la culture et l'affect et les spécifiques humains en ces processus. Ainsi, l'apprentissage est discuté en termes de processus partagés avec d'autres espèces, telles que l'association et la récursivité, et d'autres qui sont spécifiquement humain comment l'abstraction et la métacognition. Nous examinons quelques hypothèses sur la façon dont l'esprit humain peut avoir évolué dans le sens de ces différences. En conclusion, il est précisé la position sur la relation entre la cognition, la culture et l'affect, ainsi comme deux niveaux de fonctionnement psychologique, et l'influence de la culture et de son principal instrument, la langue, dans la promotion des ces caractéristiques humaines.; O artigo tem por objetivo discutir questões que periodicamente provocam polêmica na Psicologia da Aprendizagem, que são as relações entre cognição, cultura e afeto e as especificidades humanas nesses processos. Assim, a aprendizagem é discutida em termos de processos partilhados com outras espécies, como a associação e a recursividade, e outros que são especificamente humanos...

Afeto e consumo do álcool em trabalhadores da indústria petroquímica do sul de Veracruz, México; Afecto y consumo de alcohol en trabajadores de la industria petroquímica del sur de Veracruz, México; Affection and alcohol consumption in petrochemical workers from southern Veracruz, Mexico

Cortaza Ramírez, Leticia; Alonso Castillo, Maria Magdalena
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2007 SPA
Relevância na Pesquisa
36.06%
O objetivo deste estudo foi conhecer de que maneira os fatores pessoais biológicos, socioculturais e o afeto influenciam o consumo de álcool entre os trabalhadores de uma indústria petroquímica no sul de Veracruz, México. A amostra compreendeu 219 trabalhadores. Dois questionários foram aplicados: um de Afeto Relacionado ao Consumo de Álcool e o AUDIT. Os resultados mostraram que os homens consomem mais do que as mulheres (U=1042.50, p; El propósito de este estudio fue conocer de qué manera afectan los factores personales biológicos, socioculturales y el afecto, el consumo de alcohol en los trabajadores de una industria petroquímica del sur de Veracruz, México. La muestra fue de 219 trabajadores, se aplicaron 2 cuestionarios: uno de Afecto Relacionado al Consumo de Alcohol y el AUDIT. Los resultados mostraron que los hombres consumen más que las mujeres (U=1042.50, p; This study aimed to get to know how biological and sociocultural personal factors, sociocultural and affection influence alcohol consumption in petrochemical workers from the South of Veracruz, Mexico. The sample included 219 workers. Two questionnaires were applied: Affection Related to Alcohol Consumption and AUDIT. Results showed that men consume more than women (U=1042.50...

O DIREITO AO AFETO COMO DIREITO DA PERSONALIDADE

Souza, Thiago Serrano Pinheiro de; Universidade Estácio de Sá
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
O presente artigo tem por objetivo analisar a evolução do afeto como direito de personalidade no Estado Democrático de Direito, tendo por base a leitura conferida a tal valor fundamental, tanto pela doutrina quanto pela jurisprudência. A mencionada evolução será apresentada a partir da caracterização do valor afeto como efetivo direito de personalidade, e, para tanto, o trabalho partirá da conceituação daquilo que representa um determinado direito de personalidade, perpassando pelos conceitos de dignidade da pessoa humana, direito subjetivo e reparação do dano moral sofrido, até chegar à tutela e à conceituação do afeto no ordenamento jurídico brasileiro. Por fim, restará demonstrado o direito de personalidade ao afeto, tanto nas relações familiares quanto nas relações sociais.