Página 1 dos resultados de 165 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

"Propriedades ópticas das partículas de aerossol e uma nova metodologia para a obtenção de espessura óptica via satélite sobre São Paulo" ; Aerosol optical properties and a new methodology to retrieve aerosol optical thickness from satellite over São Paulo

Castanho, Andrea Dardes de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.95%
A poluição atmosférica é hoje uma questão que afeta as megacidades por todo o mundo. As partículas de aerossol participam do balanço radiativo, da formação de nuvens, da química atmosférica, e são prejudiciais à saúde da população exposta. A extensão e o rápido crescimento das megacidades têm levado à necessidade do desenvolvimento de ferramentas para o monitoramento da poluição do ar, urbana e regional, por sensoriamento remoto via satélites. Foram analisadas as propriedades ópticas dos aerossóis da região metropolitana de São Paulo com medidas obtidas por fotômetros da rede mundial AERONET (Aerosol Robotic Network) operada pela NASA. Foi desenvolvida uma nova metodologia para a determinação da espessura óptica das partículas de aerossol com alta resolução espacial de 1x1 km, sobre a região metropolitana de São Paulo, por satélite. Cinco modelos ópticos de aerossol, representativos da região, foram definidos como função do albedo simples. No comprimento de onda de 550 nm, os modelos possuem valores de albedo simples que variam de 0,83 a 0,93. Foram utilizadas medidas de radiâncias obtidas com o sensor MODIS (Moderate-Resolution Imaging Spectroradiometer), a bordo dos satélites Terra e Aqua da NASA. Extensos testes de sensibilidade foram realizados...

Utilização dos produtos obtidos por sensoriamento remoto na caracterização da qualidade do ar na Região Metropolitana de São Paulo; Use of remote sensing derived products in the air quality characterization over the Metropolitan Area of São Paulo.

Natali, Luciene
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
O objetivo desse trabalho foi estudar a relação entre profundidade óptica de aerossóis (AOD), obtida por sensoriamento remoto, e a concentração de material particulado (MP10 e MP2,5) medida próximo à superfície sobre a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). A profundidade óptica foi derivada a partir de medidas de radiâncias fornecidas pelos sensores MODIS. Estes sensores estão posicionados a bordo dos satélites EOS-TERRA e EOS-AQUA, operados pela NASA. As concentrações de MP10 e MP2,5 foram obtidas nas estações da rede operacional da CETESB. Foram feitos alguns estudos de caso considerando diferentes situações atmosféricas, aos quais se aplicou a metodologia proposta por Castanho (2005) que busca reduzir as incertezas na determinação da profundidade óptica derivada do MODIS e identificar qual o modelo de aerossol é mais adequado para aplicação em estudos de qualidade do ar. Os valores de AOD calculados para as diferentes situações foram comparados com aqueles obtidos pela AERONET e com as concentrações anteriormente citadas, buscando uma validação dos mesmos. Valores médios de AOD foram calculados para áreas de 10 km x 10 km ao redor das estações de monitoramento do MP. Testes foram realizados para verificar os efeitos de sazonalidade...

Determinação de compostos orgânicos no aerossol atmosférico em sítios da América do Sul; Determination of organic compounds in atmospheric aerosol from South America sites

Nascimento, Katia Halter
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Centenas de compostos orgânicos são emitidos para a atmosfera por uma variedade de fontes biogênicas e antrópicas. Essa mistura complexa causa preocupação devido ao impacto que esses compostos podem provocar na saúde e no ambiente. Apesar de constituírem 10-70% da massa do aerossol atmosférico, a caracterização dos compostos orgânicos particulados permanece ainda deficitária. A contribuição das principais fontes de emissão para a poluição a nível regional pode ser diagnosticada através da utilização de marcadores moleculares específicos. De acordo com esta necessidade, o objetivo do presente trabalho é a caracterização de compostos orgânicos do aerossol atmosférico coletado em sítios de cidades da América do Sul. As amostragens do material particulado (MP10) foram realizadas em duas áreas em Bogotá na Colômbia, uma de influência industrial (BOI) e outra veicular (BOV) em 2007, e em áreas urbanas em São Paulo no Brasil em 2007 (SPA 07) e 2008 (SPA 08), e em Buenos Aires (BAI) na Argentina em 2008. Diferentes classes de compostos orgânicos foram determinadas: n-alcanos e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) por cromatografia a gás com detecção por ionização em chama (CG-DIC), n-alcanais e n-alcanonas por cromatografia a gás com detecção por espectrometria de massas (CG/EM). A composição e concentração do aerossol atmosférico foram afetadas substancialmente pelo transporte de massas provenientes de regiões com queima de biomassa e pelas condições meteorológicas locais. Em SPA 08...

Sensoriamento remoto de aerossóis em alta resolução espacial na região amazônica; Remote sensing of aerossol with high spacial resolution in amazon region

Lucca, Silvia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
O significativo processo de desmatamento na Amazônia acarreta a emissão atmosférica de altas quantidades de aerossóis e gases. É necessário o desenvolvimento de ferramentas que melhor quantifiquem essa carga de aerossóis e conseqüentemente o impacto gerado no clima regional, incluindo alterações no balanço radiativo terrestre e nos mecanismos de formação e desenvolvimento de nuvens. Foram analisadas as propriedades ópticas dos aerossóis, por meio de medidas obtidas pelo fotômetro da rede AERONET (Aerosol Robotic Network) operada pela NASA, localizado na região de Ji-Paraná Rondônia. Dois modelos ópticos de aerossol, representativos da região, foram definidos, em função do albedo simples (0), a partir do índice de refração real e imaginário e da distribuição de tamanho dos aerossóis. No comprimento de onda de 676 nm, os modelos ópticos possuem valores de 0 entre 0,88 e 0,94. Adaptou-se a metodologia para a obtenção da profundidade óptica dos aerossóis com alta resolução espacial a partir de observações de radiância obtidas com o sensor MODIS (Moderate-Resolution Imaging Spectroradiometer). Aumentou-se a resolução espacial de 10 km x 10 km (produto operacional da NASA para profundidade óptica de aerossóis AOD) para 1...

Propriedades ópticas de aerossóis naturais e de queimadas da Amazônia; Biogenic and biomass burning aerosol optical

Paixão, Melina Mara de Andrade
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
28.14%
Foram analisadas as principais propriedades ópticas do aerossol atmosférico a partir dos radiômetros da rede NASA/AERONET em três regiões de interesse: o Norte da Amazônia, a região do arco do desflorestamento, e a região do cerrado. A metodologia envolveu a obtenção da espessura óptica do aerossol (), distribuição de tamanho, albedo de espalhamento único (0), e outras propriedades com o uso de radiômetros CIMEL operados pela rede de fotômetros NASA/AERONET. Foram determinadas propriedades ópticas de aerossóis biogênicos naturais, bem como das emissões de queimadas. Observaram-se profundas modificações nas propriedades do aerossol durante a estação seca, como decorrência de emissões de queimadas. A profundidade óptica do aerossol, 500nm, aumentou de um valor de background de 0,15±0,13 durante a estação chuvosa, para valores médios diários da ordem de 2,5 a 3,5, o que indica uma atmosfera extremamente carregada de aerossóis na região do arco do desflorestamento. O coeficiente de Ångström, que expressa o tamanho das partículas, aumentou significativamente durante a estação de queimadas para altos valores de , indicando a predominância de partículas finas nessa época do ano, aumento esse que também é visto no volume da moda fina da distribuição de tamanho na região do arco do desflorestamento...

O Efeito de Partículas de Aerossol de Queimadas da Amazônia no Balanço Radiativo da Atmosfera; The Effect of Aerosol Particle Burning of the Amazon in radiative balance of the atmosphere

Martins, Jose Vanderlei
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/1999 PT
Relevância na Pesquisa
27.61%
Medidas in situ na Bacia Amazônica mostraram uma grande variedade de partículas de aerossol provenientes principalmente de fontes biogênicas e de queimadas. Partículas de queimadas foram estudadas em detalhe e são compostas de misturas de partículas esféricas e não esféricas, e aglomerados de até milhares de esferas nanométricas de "black carbon" PC). A forma e a estrutura macroscópica das partículas de queimadas são determinadas pelo tipo de combustíve1 queimado, pel0 tipo de combustição e pela "idade" das partículas. A estrutura macroscópica das partículas muda em função de suas interações com vapor d'água, gotas de nuvens e devido à condensação de gases em sua superfície (e.g. gases orgânicos e dióxido de enxofre). Partículas não esféricas e grandes aglomerados tornam-se mais compactos e esféricos em função de seu envelhecimento. Estes aglomerados foram encontrados apenas perto das fontes de queimadas em fase "flaming", o que sugere que a compactação dos aglomerados ocorre numa escala de tempo relativamente pequena após sua emissão (minutos até horas). Esta mudança de morfologia produz alterações significativas nas propriedades ópticas das partículas aumentando suas eficiências de absorção e espalhamento de radiação. Micrografias obtidas com microscopia eletrônica de varredura em filtros amostrados em paralelo com diversas outras medidas sugerem o efeito da morfologia nas propriedades ópticas das partículas. Propriedades intensivas das partículas foram medidas neste trabalho para partículas de queimadas e biogênicas. Apesar serem emitidas por fontes bastante distintas...

Identificação de Fontes da Matéria Particulada do Aerossol Atmosférico De São Paulo; Identification of Particulate Matter Sources in Atmospheric Aerosol of the São Paulo

Andrade, Maria de Fatima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/1993 PT
Relevância na Pesquisa
37.73%
Neste trabalho aplicamos três modelos: receptor, de equilíbrio químico e de dispersão, para a identificação de fontes da Matéria Particulada Inalável do aerossol atmosférico de São Paulo. Utilizamos dados de dois experimentos realizados no campus da USP em São Paulo. ° experimento realizado em 1986 teve como local de amostragem o Instituto de Física, enquanto o experimento de 1989 foi realizado no Instituto de Química como parte do SPACEX (São Paulo Atmosphere Characterization Experiment). As amostras de Matéria Particulada Fina (MPF) e Matéria Particulada Grossa (MPG) foram submetidas à análise gravimétrica e à análise PIXE (Particle Induced X-Ray Emission). Esta última foi realizada no Laboratório de Pesquisas Nucleares de Gent, Bélgica. ° modelo receptor utilizado foi a Análise de Componentes Principais (ACP) que identificou 5 perfis de fontes (5 componentes principais) para a MPF e quatro para a MPG. Para a MPF, entretanto, somente 3 fontes poluidoras puderam ser claramente identificadas: poeira do solo (ressuspensão), processos industriais e queima de óleo combustível (caldeiras). Para a MPG foram identificadas quatro fontes: poeira do solo, processos industriais, queima de óleo combustível e emissões de spray marinho. As fontes identificadas como queima de óleo combustível juntamente com as emissões industriais foram responsáveis por aproximadamente 53% da massa de MPF. Enquanto que a poeira do solo ficou responsável por 60% da massa de MPG. Verificamos com o MARS (Modelo para um Sistema Aerossol Reativo)...

Estudo do efeito das partículas de aerossol emitidas por queimadas sobre a radiação solar incidente em superfície a partir de medições efetuadas na Reserva Biológica do Jaru; Study of the effect of aerosol particles emitted by biomass burning on surface solar radiation from measurements made in the Jaru Biological Reserve

Silva, Bianca Lobo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.89%
Durante a estação seca, é comum se observar um grande número de queimadas ocorrendo no Brasil. A fumaça proveniente da queima intensa é facilmente vista em imagens de satélite, principalmente na região de Cerrado e na Bacia Amazônica, e é responsável pela injeção de uma grande quantidade de partículas na atmosfera. Essas partículas de aerossol irão interagir diretamente com a radiação solar incidente, pelos processos de absorção e espalhamento, o que afetará a irradiância solar global incidente em superfície, a fração entre componente direto e difuso e a distribuição espectral. A modelagem precisa dessa interação ainda requer investigação científica. Nesse contexto, os resultados apresentados neste trabalho buscaram avaliar o desempenho de modelos ópticos para o aerossol de queimadas propostos por Rosário (2011) para a região da Reserva Biológica do Jaru (ou Rebio Jaru), Rondônia, durante a estação seca de 2007. Os modelos ópticos foram separados em intervalos de albedo simples, resultando em três grupos ou regimes: um mais absorvedor, um moderadamente absorvedor e um mais espalhador. Os dados simulados utilizando o código de transferência radiativa SBDART foram comparados com medidas feitas in situ na Rebio Jaru. Os dados foram obtidos entre os dias 24 de agosto e 31 de outubro de 2007. Foram analisados dados medidos por um Multifilter Rotating Shadowband Radiometer (MFRSR - canais de 670...

Análise de amostras de aerossol atmosférico pelo método PIXE: comparação de resultados de dois conjuntos de impactadores; Analysis of atmospheric aerosol samples by PIXE method: comparison results of two sets of impactors

Cerullo, Marcio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/1980 PT
Relevância na Pesquisa
27.82%
Descreve-se o método PIXE como uma técnica não destrutiva na análise quantitativa de traços de elementos em amostras de aerossol atmosférico. Fundamenta-se este método através do estudo da ionização de camadas internas de átonos por partículas carregadas e da secção de choque de produção de raios-X consequente do processo de ionização. A seguir são apresentados os conjuntos de impactadores em cascata utilizados pelo Grupo de Estudo de Poluição do Ar - IFUSP e pelo Grupo da FSU, na coleta de amostras de aerossol Atmosférico na cidade de Brasília, D.F.. São dadas. as características geométricas de cada conjunto e suas condições de funcionamento durante as amostragens. Discutem-se os resultados obtidos na análise PIXE das amostras provenientes dos dois conjuntos de impactadores procurando-se estabelecer correlações entre variações nas concentrações de mesmos elementos detectados nos dois conjuntos de impactadores. São discutidas possíveis causas que podem afetar o comportamento de dois conjuntos de impactadores e influir na análise de resultados obtidos pelo método PIXE. Para os casos em que há concordância nos resultados obtidos nas análises das amostras de aerossol atmosférico coletadas com impactadores em cascata e amostrador de filtro sequencial (apêndice 1) procura-se associar possíveis fontes de emissão de particulado na época das amostragens. Na complementação do método PIXE sugere-se a substituição do detector de Si (Li) por um espectrógrafo de cristal convexo.; The PIXE is described as a non destructive technique in the quantitative trace elimental analysis of aerossol atmospheric samples. The method is justified through the investigation of inner-shell ionization of atoms by charged particles and X-ray production cross section due the ionization process. Next are presented the sets of cascade impactors used during the aerossol sampling in Brasilia...

Medição de celulose em partículas do aerossol interior

Marques, Daniel Manuel da Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
As concentrações de partículas em suspensão na atmosfera (PM10) e o seu conteúdo em “celulose livre” foram determinadas em amostras recolhidas em três locais distintos do concelho de Aveiro. Para as recolhas de partículas utilizaram-se dois amostradores de baixo caudal, com tempos de amostragem que variaram entre 12 e 24 h e com funcionamento simultâneo em ambiente interior e exterior. As concentrações de partículas foram determinadas por gravimetria, enquanto a “celulose livre” foi determinada por sacarificação enzimática e análise sob a forma de D-glucose. As concentrações médias de PM10 no ar interior e exterior foram 29,4 e 20,4 μg m-3, respectivamente. Por sua vez, as concentrações médias de “celulose livre” no ar interior e exterior foram 1,47 e 0,12 μg m-3, respectivamente. Os correspondentes teores de celulose nas partículas do aerossol foram, em média, 5,6 e 1,1 %, indicando que este polímero contribuía de um modo mais expressivo para a massa de partículas em suspensão no ar interior do que no ar exterior: A explicação para estes resultados parece residir nas fontes de partículas em ambientes interiores, nomeadamente a manipulação de vestuário e carpetes contendo algodão na sua composição. Para um dos ambientes interiores procedeu-se ainda à determinação simultânea das concentrações de “celulose livre” em partículas com duas classes de tamanhos (PM2...

Aerossol carbonoso: contribuição para a sua caracterização

Almeida, Elza Maria de Assunção
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
O conhecimento da composição química do aerossol atmosférico é essencial e de grande interesse tanto para os estudos climáticos como para avaliação de efeitos na saúde e ambiente. Um dos principais constituintes do aerossol atmosférico é o material carbonoso, sendo este constituído pelas fracções de carbono orgânico (CO), carbono elementar (CE) e carbonatos (CC). O material carbonoso particulado pode ser quantitativamente determinado por diversas técnicas, sendo a análise pelo método termo-óptico a mais usual. A presença de material carbonatado nas amostras de aerossóis representa uma potencial interferência na quantificação de CO e CE pelos métodos termo-ópticos, pelo que é recomendada a exposição das amostras a uma atmosfera ácida durante várias horas. Os métodos NIOSH, IMPROVE e mais recentemente o método desenvolvido e denominado por EUSAAR, são exemplos de métodos de análise termo-óptica com protocolos de temperatura diferentes. No Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO) também se desenvolveu um sistema e método de análise termo-óptico que tem vindo a ser usado há mais de uma década. Atendendo ao histórico de dados sobre o material carbonoso em aerossóis existente no DAO, considerou-se do maior interesse a realização de uma inter-comparação entre os métodos DAO e EUSAAR...

Composição química do aerossol europeu

Caseiro, Alexandre Filipe Fernandes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
27.73%
Nos últimos anos, o aerossol tem vindo a ser alvo de crescente interesse por parte da comunidade científica internacional. Tal interesse deve-se aos vários efeitos que o aerossol atmosférico ambiente provoca: efeitos na saúde, efeitos no clima, efeitos no património edifícado e nos ecossistemas. A queima de madeira tem sido identificada como uma importante fonte de aerossol. Mais recentemente, foram identifícadas as partículas biogénicas como uma fonte potencialmente importante de aerossol ambiente. Para regular de forma eficiente as actividades humanas que afectam os níveis de partículas finas presentes na atmosfera, é primordial conhecer quais as fontes que contribuem para os níveis actuais de partículas assim como as suas contribuições relativas. Uma estratégia usada para esse efeito tem sido o uso de marcadores moleculares que agem como assinaturas para uma única fonte ou tipo de fontes. Neste trabalho, o levoglucosan, um conhecido traçador molecular para a queima de biomassa, foi usado para quantificar a contribuição dessa fonte em vários locais austríacos e europeus. Também no âmbito deste trabalho, foi desenvolvido um método inovador para a determinação deste composto. A celulose foi usada como traçador para os detritos vegetais e a possibilidade do uso de açucares como marcadores de partículas biogénicas foi investigado. ABSTRACT: Through the last years...

Amostragem de partículas em suspensão na atmosfera do Atlântico Norte.

Rodrigues, A. F.; Fialho, Paulo; Pio, Casimiro
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2000 POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
17º Encontro Nacional da Sociedade Portuguesa de Química. Lisboa, 1-3 Março 2000.; Os aerossóis têm géneses e composições muito diferenciadas. Estes têm origem nas emissões naturais (por exemplo o spray marinho e as emissões vulcânicas) ou antropogénicas (por exemplo os processos de combustão). A caracterização física e química dos aerossóis é importante para compreender a relação entre: a sua origem; os mecanismos de transporte difusivo das massas de ar atmosférico; os processos de nucleação associados à formação de nuvens; e os mecanismos de transformação química. O Arquipélago dos Açores localizado numa zona remota (longe das emissões poluentes do continente Europeu e Americano e com emissões locais desprezáveis), é o local ideal para a caracterização física e química das massas de ar que o atravessam. A sua atmosfera "limpa" permite o estudo do transporte a longas distâncias de poluentes entre os continentes americano e europeu. Neste contexto efectuou-se a caracterização física do aerossol, recorrendo a um colector de partículas de grande volume (High-Volume - figura 1) com uma cabeça de pré-selecção de 10 μm. Os aerossóis foram separados em duas fracções, uma fina (diâmetros inferiores a 10 μm) essencialmente associada a contribuições antropogénicas...

Kits para aerossol em um serviço de saúde: uma análise microbiológica após reprocessamento

Anders,Patrícia Staciarini; Tipple,Anaclara Ferreira Veiga; Pimenta,Fabiana Cristina
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.42%
Kits para aerossol são artigos utilizados na terapêutica de afecções do trato respiratório e requerem no mínimo desinfecção de nível intermediário para reuso. Os objetivos deste estudo foram verificar uma possível contaminação microbiana em kits para aerossol pós-reprocessamento e identificar os microrganismos isolados. Estudo transversal, experimental realizado na unidade pediátrica de um hospital em Goiânia-GO. Coletaram-se amostras de três segmentos (máscara, copo, interior da extensão) de 15 kits previamente desinfetados, que foram semeadas em diferentes meios de culturas e os microrganismos isolados foram identificados por provas bioquímicas. Dos 15 kits analisados, 13 copos, nove extensões e 13 máscaras estavam contaminados. Isolou-se no total 101 UFC, 39 provindos dos copos, 20 das extensões e 42 das máscaras. Dentre os patógenos isolados destaca-se: Staphylococcus coagulase positivo, Staphylococcus coagulase negativo, Bastonetes Gram negativo fermentadores, Bastonetes Gram negativo não fermentadores, micrococose leveduras. A detecção microbiana indica prováveis falhas no reprocessamento desses artigos.

Estudo da variabilidade espacial e temporal da profundidade óptica do aerossol obtida com o MODIS sobre a região amazônica

Rocha,Vinícius Roggério da; Yamasoe,Marcia Akemi
Fonte: Sociedade Brasileira de Meteorologia Publicador: Sociedade Brasileira de Meteorologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Realizou-se um estudo da variabilidade temporal da profundidade óptica do aerossol (AOD) e sua homogeneidade espacial com o objetivo de descrever e quantificá-la em cinco pontos da região amazônica, dos quais quatro sofrem com emissões de queimadas, utilizando uma longa série de dados. Os dados foram obtidos a partir do sensor MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer), a bordo dos satélites Terra e Aqua, entre 2000 e 2011. Foi realizada análise da homogeneidade espacial dos valores de AOD e de sua variabilidade diurna, assim como foram calculados os valores médios anuais e mensais de AOD e definidos períodos de altos valores para os sítios do arco do desmatamento. Observou-se que a AOD variou pouco com o aumento da área, indicando que as camadas de aerossol são bastante misturadas. As flutuações nas médias anuais de AOD apresentaram comportamento semelhante nos sítios do arco do desmatamento, sendo que Manaus apresentou influências desse padrão em anos mais secos e São Gabriel da Cachoeira apresentou apenas valores baixos (AOD entre 0,1-0,2). O número de dias com AOD maior no período da tarde é consideravelmente maior, provavelmente pelas queimadas ocorrerem principalmente à tarde. Os períodos de altos valores (AOD entre 1-3) começaram no fim da estação seca e terminaram no início da estação chuvosa...

Influência da variação dos decúbitos laterais na deposição pulmonar de aerossol

Alcoforado,Luciana; Pessôa Filho,Luiz C.; Brandão,Daniella C.; Galvão,André M.; Reinaux,Cyda M. A.; Andrade,Armèle Dornelas de
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.42%
CONTEXTUALIZAÇÃO: O decúbito lateral apresenta as maiores mudanças em relação à ventilação pulmonar regional e é utilizado na rotina da fisioterapia respiratória. OBJETIVOS: Avaliar a influência do decúbito lateral na deposição pulmonar de radioaerossol durante a inalação em indivíduos jovens e relacionar os efeitos desse decúbito na rotina terapêutica. MÉTODOS: Em estudo randomizado em duas fases, foram incluídos oito homens voluntários saudáveis, com média de idade de 23,6±2,5 anos. Na primeira fase, inalou-se aerossol durante nove minutos no decúbito lateral sorteado e, após intervalo de cinco a sete dias, realizou-se a segunda fase. Para a cintilografia, inalou-se uma dose média de ácido dietilnotriaminopentacético marcado com tecnécio (DTPA - TC99m), com uma atividade radioativa em média de 25 milicuries (mCi). Ao final da inalação, as imagens foram adquiridas em câmaras de cintilação e analisadas por meio da divisão longitudinal e transversal dos pulmões em regiões de interesse (ROI). Para análise estatística, utilizou-se o teste t de Student pareado, considerando significativo p<0,05. RESULTADOS: A inalação em decúbito lateral direito apresentou, na ROI posterior do pulmão direito...

Geração de nanopartículas monodispersas em correntes gasosas

Dalcin, Maurielem Guterres
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.89%
DMA ou Analisador de Mobilidade Diferencial é um equipamento usado para classificar nanopartículas carregadas eletricamente baseado na capacidade das mesmas em serem atraídas por um campo elétrico. Ou seja, partindo-se de um aerossol polidisperso com partículas que possuem diâmetros de diferentes tamanhos, obtém-se um aerossol monodisperso com tamanho de partículas de diâmetros semelhantes, via classificação por mobilidade elétrica. Isto é de grande interesse tecnológico e comercial, considerando-se a ampla variedade de produtos que estão sendo disponibilizados no mercado que apresentam em sua composição nanopartículas de diferentes composições químicas. No entanto nanopartículas podem oferecer risco potencial à saúde dos seres humanos se estiverem presentes no ar atmosférico em concentrações elevadas, e a disposição destas também deve ser motivo de estudo. A classificação por mobilidade elétrica consta de 4 partes principais: a geração de nanopartículas que é onde as mesmas são produzidas (neste trabalho foi usado NaCl como fonte de partículas), o carregador que confere carga às partículas, o classificador eletrostático ou DMA que realiza a separação das partículas por mobilidade elétrica...

Pireliometria de banda larga e turbidez atmosférica em São Paulo

Plana-Fattori,A.; Rozante,J. R.
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/1997 PT
Relevância na Pesquisa
27.73%
Este trabalho analisa observações de irradiância direcional solar incidente à proximidade do solo sob céu aberto, em São Paulo (SP, Brasil; 23°34'S, 46°44'W, 730 metros de altitude), no intuito de se avaliar a importância do material particulado em suspensão (aerossol) sobre a transparência da atmosfera no espectro visível. Esta influência é discutida em termos da profundidade óptica do aerossol, avaliada a partir de dados pireliométricos coletados com filtros de banda larga. Testes de sensibilidade avaliam a importância de algumas fontes de erros sistemáticos, como as características dos filtros e a calibração do instrumento. A qualidade de estimativas de profundidade óptica aumenta com o próprio nível de turbidez atmosférica, sendo normalmente baixa (incertezas relativas acima de 100 %) sob condições atmosféricas associadas a reduzido conteúdo em aerossol. A análise de todo o conjunto de dados coletado entre março de 1995 a janeiro de 1996 mostra que a profundidade óptica do aerossol pode assumir valores muito reduzidos após a ocorrência de chuva. Ainda, esta profundidade óptica pode exibir variações importantes em poucas horas, talvez como conseqüência do regime de ventos e do ciclo diurno da umidade relativa do ar. Estudos futuros neste tema devem empregar instrumental mais acurado...

Associação da pressão positiva expiratória ao final da expiração ao nebulizador ultrassônico: efeito na deposição de aerossol no pulmão; Association of positive end expiratory pressure to ultrasonic nebulizer: effect on aerosol deposition onto lungsThis study aimed at comparing aerosol deposition onto lungs using an ultrasonic (US) nebulizer, with and without using a positive end expirator

Andrade, Arméle Dorneles de; Lima, Jacqueline; Lima, Vitória C.; Marinho, Patrícia E. M.; Galindo Filho, Valdecir C.; Castro, Célia M. B. M. de; Machado, Maria da Glória Rodrigues
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.82%
Este estudo visou comparar a deposição de aerossol no pulmão medianteo uso do nebulizador ultra-sônico (US), sem e com utilização de válvula de pressão positiva expiratória final (PEEP), comparando ainda duas pressões da válvula, de 5 cmH2O e 10 cmH2O. Doze voluntárias jovens e saudáveis foram submetidas à inalação do radioaerossol Tc99m gerado por nebulizador US em três fases: controle (com expiração sem resistência) e nebulizações associadas a PEEPs de 5 cmH2O e de 10 cmH2O. Para analisar a deposição de aerossol, foram delimitadas regiões de interesse (ROIs) em ambos os pulmões, cada qual subdividido nas regiões central, intermediária e periférica; foi considerada a contagem total do radioaerossol em cada ROI. Os dados foram analisados estatisticamente. A deposição de aerossol foi maior quando a válvula de PEEP foi acoplada ao nebulizador. A análise mostra que, em ambos os pulmões, as regiões central (p=0,012) e intermediária (p=0,01) apresentaram maior deposição do aerossol quando usada a PEEP. Na região periférica houve diferença entre os dois pulmões. A comparação entre os dois níveis de pressão não mostrou diferença significativa. Os dados sugerem que o uso de uma válvula de PEEP associada à nebulização US pode aumentar a deposição do aerossol...

Kits para aerossol em um serviço de saúde: uma análise microbiológica após reprocessamento; Kits para aerosol en un servicio de salud: un análisis microbiológico post procesamiento; Aerosol kits in a health service: a post-processing microbiologic analysis

Anders, Patrícia Staciarini; Tipple, Anaclara Ferreira Veiga; Pimenta, Fabiana Cristina
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
Kits para aerossol são artigos utilizados na terapêutica de afecções do trato respiratório e requerem no mínimo desinfecção de nível intermediário para reuso. Os objetivos deste estudo foram verificar uma possível contaminação microbiana em kits para aerossol pós-reprocessamento e identificar os microrganismos isolados. Estudo transversal, experimental realizado na unidade pediátrica de um hospital em Goiânia-GO. Coletaram-se amostras de três segmentos (máscara, copo, interior da extensão) de 15 kits previamente desinfetados, que foram semeadas em diferentes meios de culturas e os microrganismos isolados foram identificados por provas bioquímicas. Dos 15 kits analisados, 13 copos, nove extensões e 13 máscaras estavam contaminados. Isolou-se no total 101 UFC, 39 provindos dos copos, 20 das extensões e 42 das máscaras. Dentre os patógenos isolados destaca-se: Staphylococcus coagulase positivo, Staphylococcus coagulase negativo, Bastonetes Gram negativo fermentadores, Bastonetes Gram negativo não fermentadores, micrococose leveduras. A detecção microbiana indica prováveis falhas no reprocessamento desses artigos.; Kits para aerosol son artículos utilizados en la terapéutica de afecciones del tracto respiratorio y requieren en lo mínimo desinfección a nivel intermediario para volver a ser usado. Los objetivos de este estudio fueron verificar una posible contaminación microbiológica en kits para aerosol post-reprocesamiento e identificar los microorganismos aislados. Se trata de un estudio transversal...