Página 1 dos resultados de 564 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Do auge à retração: análise de um dos estágios de construção do ensino de Administração pública no Brasil (1966-1982)

Coelho, Fernando de Souza; Nicolini, Alexandre Mendes
Fonte: Salvador Publicador: Salvador
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46%
A história do ensino na graduação em Administração Pública (AP) no país ainda carece de sistematização, dada a diminuta quantidade de estudos descritivos e de investigações analíticas do tema, como as teses de Fischer (1984), Coelho (2006), Nicolini (2007) e, tangencialmente, artigos ou relatórios de pesquisa. Defronte dessa lacuna, o objetivo deste trabalho é tanto propor uma periodização para tal ensino no Brasil, como contribuir com a descrição e análise de um dos seus ciclos ou estágios de construção. Metodologicamente, o artigo faz a revisão bibliográfica daquelas obras que abordam direta e indiretamente o tema, analisa as leis e pareceres sobre o ensino na graduação em AP e considera os projetos pedagógicos, prospectos e textos de discussão de instituições de ensino que ofereciam esse curso entre 1966 e 1982. No que se refere aos resultados, são identificáveis três ciclos da formação acadêmica em AP: o primeiro ciclo mostra a irradiação do ensino em sua graduação entre 1952 e 1965, o segundo ciclo enfoca o auge e o declínio desse ensino no período compreendido entre 1966 e 1982, no qual o trabalho se concentra, e o terceiro ciclo mostra um (re)alento para a área...

Management no Brasil em perspectiva histórica : o projeto do Idort nas décadas de 1930 e 1940

Ferreira, Fabio Vizeu
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
56.02%
O presente trabalho resgata a história do Management no Brasil no início do século passado. Tendo em conta a efervescência da industrialização e das grandes indústrias multiunitárias durante a virada do século dezenove para o vinte na região de São Paulo, centramos nossa análise neste período e local. Focamos particularmente o período da fundação do Instituto de Organização Racional do Trabalho (IDORT), criado em 1931 na capital paulista, até vinte anos após a sua criação. Consideramos este evento como o primeiro esforço organizado de disseminação das doutrinas e princípios do Management no país. Assim, nosso estudo teve por objetivo verificar como se deu a tentativa de introdução do Management pelo IDORT durante as décadas de 1930 e 1940 em São Paulo. Nosso quadro teórico de referência é constituído fundamentalmente dentro da análise histórica institucionalista, onde se destaca o trabalho de autores da teoria histórica da grande empresa, mas também contemplando a perspectiva da história social brasileira, que observa o condicionamento das instituições brasileiras a referências diversas daquelas que sustentaram a emergência da ordem econômica e social característica da modernidade. Por isso...

A Escola Superior de Administração e Negócios nos primeiros vinte anos (1941-1961): uma análise sobre o currículo em administração

Carneiro, Adele de Toledo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56%
Este trabalho disserta sobre o currículo da Escola Superior de Administração e Negócios (ESAN) desde a sua criação em 1941 pelo jesuíta Roberto Sabóia de Medeiros até o seu reconhecimento oficial como instituição de ensino superior pelo governo em 1961. Ao contextualizá-la perante o contexto político e econômico da sociedade paulista da época, a estruturação de disciplinas na escola foi também analisada de acordo com as principais características do ensino em administração no Brasil, conforme recentes trabalhos sobre o assunto. Esta pesquisa aponta que apesar da escola do Pe. Sabóia ser anterior à instituição das principais referências de ensino administrativo no país e no exterior, a ESAN estabeleceu em suas características a importação de saberes administrativos americanos e a racionalização como condição para a modernidade do país no fim do Estado Novo e, consequentemente, no fim da Segunda Guerra Mundial e início da Guerra Fria. Para tanto, foi utilizado como método de pesquisa a narrativa histórica, cujos princípios e delineamentos eram até então exclusivos ao campo da História e, por este motivo, contribuem para a perspectiva histórica em Estudos Organizacionais. Desta maneira, a narrativa analisa as atividades curriculares da ESAN à luz dos contextos social e da história da administração alusivos ao período estudado ao reiterar-se que o currículo de uma instituição de ensino é uma construção histórica...

Desenvolviment(ism)o, descolonialidade e a geo-história da administração no Brasil: a atuação da CEPAL e do ISEB como instituições de ensino e pesquisa em nível de pós-graduação

Wanderley, Sergio Eduardo de Pinho Velho
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.06%
O objetivo desta tese é investigar a atuação da Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL) e do Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB) na história da educação em administração no Brasil. Esta tese partiu de uma metodologia historiográfica consolidada na área, mas utilizou a abordagem descolonial para problematizar o termo história e, assim, propor uma nova agenda de pesquisa. A importação de temas de pesquisa historiográfica como americanização e Guerra Fria provoca um mimetismo de agendas de investigação e termina por subalternizar outros eventos locais que contribuíram para a historiografia da administração. A investigação geo-histórica desta tese é feita a partir da interação entre dois conceitos de desenvolviment(ism)o – o que emerge a partir da realidade da América Latina e o que é recebido de fora via americanização – que ora se aproximam, ora se afastam, e que estão inseridos na long durée da modernidade/colonialidade da América Latina. A busca pela ciência da administração se iniciou, no Brasil, vinculada ao processo de modernização e desenvolvimento do país, que levou à criação, durante a década de 1950, das primeiras escolas de ensino de graduação em administração e dos cursos objetos desta tese...

Nas ondas do oceano: o patrimônio histórico documental das câmaras do Brasil-Colônia no acervo do Conselho Ultramarino

Moura, Denise A. Soares de
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46%
Pós-graduação em História - FCHS; Esta obra é um catálogo temático que reúne todos os manuscritos produzidos e enviados pelas câmaras do Brasil-Colônia para o Conselho Ultramarino, órgão criado e instalado em 1642 em Lisboa, e responsável por tratar de questões diversas da administração dos domínios portugueses na Índia, Brasil, Guiné, ilhas de São Tomé, Cabo Verde, Açores e Madeira. A produção relacionada ao Brasil, aqui apresentada, vai daquele período até o início do século 19, pouco antes da Independência, somando 3.096 documentos, escritos por funcionários de instituições municipais espalhadas por 209 vilas em cidades situadas em todo o território nacional. O catálogo representa quase dois séculos da história da administração pública municipal, reavivando a voz de lideranças de diferentes grupos sociais e suas reivindicações, opiniões e interesses. Órgãos da administração pública local, as câmaras estão entre as instituições de maior longevidade na história do Brasil. Embora possuidoras de reduzidos recursos financeiros, oriundos das arrecadações locais, muitas vezes situadas em regiões distantes dos órgãos centrais e tendo de lidar com os mais diferentes problemas urbanos e sociais...

Vida e trabalho do professor pesquisador em administração no sul do Brasil

Pinheiro, Daniel Moraes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 267 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.92%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2013.; A prática da ciência é, ao mesmo tempo, um processo dereflexão, de tensão, onde o exercício da profissão parece tomar parte davida do sujeito, entrelaçando-se de forma quase indissolúvel. Isto é frutode escolhas de um sujeito, que ao optar pela carreira acadêmica, precisaquestionar-se quanto às suas escolhas e suas consequências, muitoembora não o faça, muitas vezes, de forma consciente. A ciência daadministração traz na sua composição um desafio em relação a estasescolhas, pois, como ciência social aplicada, é demandada a responderaos desafios propostos pelo seu campo científico e pela própriasociedade. O referencial teórico de base está na sociologia da ciência,considerando especialmente o trabalho de Pierre Bourdieu quanto aoconceito de campo e capital científico. A partir da trajetória de 17sujeitos, professores pesquisadores de Programas de Pós-Graduaçãocredenciados e reconhecidos, no sul do Brasil, foi possível entender adinâmica do campo científico da administração, discutindo os principaiselementos que a caracterizam. Utilizando-se da história oral temática eda como técnica de pesquisa...

Revisitando as origens do ensino de graduação em administração pública no Brasil (1854-1952)

Coelho,Fernando de Souza; Nicolini,Alexandre Mendes
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
55.96%
A história do ensino de graduação em administração pública no Brasil é retratada por um conjunto de obras/autores que partem da instalação do curso da EBAP-FGV em 1952 como o marco zero. Contudo, pouco se escreveu sobre a pré-história dessa formação acadêmica no país; seus antecedentes carecem de sistematização. O objetivo deste artigo é rever as origens desse ensino para compreender sua evolução e institucionalização na educação superior nacional. Esse esforço contribui para a construção da memória da área de conhecimento de administração no Brasil, em geral, e do seu ensino (e pesquisa), em particular. Baseado em ampla revisão bibliográfica e em uma razoável análise documental, o artigo desvela três momentos nítidos, conexos e sucessivos entre o Segundo Império e o final do Estado Novo que precedem a institucionalização desse curso superior na década de 1950.

Importância dos arquivos empresariais para a pesquisa histórica em administração no Brasil

Coraiola,Diego Maganhotto
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
Nos últimos anos, verificam-se crescente consciência e preocupação dos pesquisadores da área de Estudos Organizacionais com relação à importância da História e do desenvolvimento de pesquisas históricas para a compreensão dos objetos de estudo da disciplina. No entanto, qualquer pesquisa que se dedique a resgatar traços de situações, eventos e acontecimentos passados estará, necessariamente, restrita às reminiscências desse período. Dessa forma, qualquer clamor pela descoberta do passado precisa estar acompanhado de outro, que demanda também a preservação e disponibilização dos vestígios e fontes que lhe proporcionem acesso. Defende-se, como argumento central deste trabalho, a necessidade de discussão e avaliação da atual situação dos arquivos empresariais brasileiros, a fim de promover o desenvolvimento de ações e projetos de melhoria voltados à preservação e disponibilização de arquivos empresariais para a pesquisa na área de Estudos Organizacionais. Assim, o interesse no fortalecimento dos programas de preservação e dos empreendimentos dedicados aos arquivos empresariais brasileiros demanda que sejam equacionadas as possibilidades de contribuição de agentes públicos e privados. Estes integrariam seus esforços na construção de projetos e programas dedicados a recuperar documentos e registros sobre a história das organizações brasileiras...

Ensino superior em administração entre os anos 1940 e 1950: uma discussão a partir dos acordos de cooperação Brasil-Estados Unidos

Barros,Amon Narciso de; Carrieri,Alexandre de Pádua
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
65.97%
O presente trabalho tem como objetivo discutir o desenvolvimento dos cursos superiores em Administração no Brasil entre os anos 1940 e 1950 a partir dos acordos de cooperação entre Brasil e EUA. Inicialmente discutimos brevemente a metodologia utilizada para coleta dos dados e, em seguida, apresentamos uma discussão sobre as relações bilaterais entre os países. Posteriormente tecemos considerações sobre os cursos superiores em Administração que contaram com o apoio estadunidense, além de refletirmos sobre os próprios acordos. Concluímos que a dita "americanização" da Administração no Brasil tem raízes profundas e que, para que um saber mais autoconsciente seja construído e fortalecido, devemos refletir sobre a constituição da própria área, sobre como as influências de modelos estrangeiros são recebidas e articuladas. Por fim, sugerimos que futuras pesquisas poderiam aprofundar as discussões realizadas, ao fazer estudos específicos sobre a história dos cursos superiores em Administração brasileiros, especialmente os que participaram de acordos com outras instituições.

Uma narrativa sobre os cursos superiores em Administração da FACE/UFMG: dos primeiros anos à sua unificação em 1968

Barros,Amon
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.96%
Apresentamos o desenvolvimento dos cursos superiores em Administração da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Geraus (Face/UFMG) entre sua fundação e 1968, quando se deu a fusão dos três cursos existentes. O estudo se justifica pelo importante papel que as graduações em Administração têm e tiveram para disseminar o management. Lançamos luz sobre a história dos cursos de Administração da FACE/UFMG, destacando o estabelecimento de seus cursos de Administração Pública e Sociologia e Política, em 1952, e de Administração de Empresas, em 1954. Destacamos, ainda, a saída da FACE/UFMG do acordo de 1959, envolvendo outros cursos superiores que existiam ou estavam para ser criados no país. Sequencialmente, apresentamos um panorama de trajetória dos cursos superiores em Administração da FACE/UFMG na década de 1960, que culminou em sua unificação em 1968. Concluímos afirmando a importância de resgatar a história dos cursos de graduação como uma das maneiras para compreender o cenário atual da área, bem a necessidade de considerar o desenvolvimento da Administração no Brasil um processo não natural e repleto de complexidades, que deve ser analisado de uma perspectiva aberta à interação entre fatores internos e externos.

Do auge à retração: análise de um dos estágios de construção do ensino de Administração pública no Brasil (1966-1982)

Coelho,Fernando de Souza; Nicolini,Alexandre Mendes
Fonte: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Publicador: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
55.93%
A história do ensino na graduação em Administração Pública (AP) no país ainda carece de sistematização, dada a diminuta quantidade de estudos descritivos e de investigações analíticas do tema, como as teses de Fischer (1984), Coelho (2006), Nicolini (2007) e, tangencialmente, artigos ou relatórios de pesquisa. Defronte dessa lacuna, o objetivo deste trabalho é tanto propor uma periodização para tal ensino no Brasil, como contribuir com a descrição e análise de um dos seus ciclos ou estágios de construção. Metodologicamente, o artigo faz a revisão bibliográfica daquelas obras que abordam direta e indiretamente o tema, analisa as leis e pareceres sobre o ensino na graduação em AP e considera os projetos pedagógicos, prospectos e textos de discussão de instituições de ensino que ofereciam esse curso entre 1966 e 1982. No que se refere aos resultados, são identificáveis três ciclos da formação acadêmica em AP: o primeiro ciclo mostra a irradiação do ensino em sua graduação entre 1952 e 1965, o segundo ciclo enfoca o auge e o declínio desse ensino no período compreendido entre 1966 e 1982, no qual o trabalho se concentra, e o terceiro ciclo mostra um (re)alento para a área, quando novas proposições de formação emergem nos anos de 1983 a 1994. As conclusões mostram...

Administração judiciária

Freire, Alexandre Costa de Luna
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.91%
Trata da administração como ferramenta ou ciência na gestão pública de serviços judiciais e judiciários. Informa sobre a administração pública e as influências que a mesma sofreu ao longo da história. Destaca a mudança de valores sociais e a influência da sociedade da informação na necessidade de mudança das relações jurídicas. Descreve as ações que são consideradas atos administrativos ou atos de administração judicial. Estuda a “arte” ou “ciência” da administração, incluindo sua “organicidade teórica ou prática à compreensão da nova realidade”.

Cargo em comissão : uma abordagem histórica e contemporânea do provimento de confiança na administração pública

Xavier, Samara
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.78%
Apresenta uma abordagem histórica sobre o cargo de confiança na administração pública. Trata da definição, provimento, criação e exoneração, regime jurídico, requisitos básicos para investidura, direitos e deveres, hora extra e fundo de garantia por tempo de serviço, cumulação de cargos, regime previdenciário e nepotismo.

A administração pública e controle interno e externo

Faccioni, Victor José
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.86%
Apresentado no IV Fórum Brasileiro de Controle Interno e Auditoria da Administração Pública, realizado em Brasília, em 16 de outubro de 2009.; Verifica a importância do controle interno como instrumento de combate às fraudes e de qualificação do trabalho realizado na área pública.

As ordenações do reino e o surgimento do direito falimentar no Brasil

Sierra, Amanda Queiroz
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.67%
Apresenta uma análise das legislações portuguesas aplicadas ao Brasil após o descobrimento, relacionadas ao surgimento da falência. Observa a evolução da insolvência no Direto Romano, que exerceu forte influência sobre a matéria da execução por dívida no Direito Português. Analisam as Ordenações do Reino, suas disposições referentes a execução por dívida, insolvência, quebra de mercadores, até a adoção da chamada falência dos negociantes. Apresenta as inovações trazidas pelo Alvará de 13 de Novembro de 1756, que pela primeira vez estabeleceu um procedimento falimentar.

A histórica má administração das terras públicas brasileiras como fator incentivador da criminalidade agroambiental

Grande Júnior, Cláudio
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.86%
Demonstra algumas das causas do problema da criminalidade agroambiental por meio de um breve histórico jurídico sobre a propriedade pública das terras do Brasil. Apresenta consequências da política de privatização das terras brasileiras ao longo da história. Trata ainda da repercussão criminal do histórico de má administração das terras públicas brasileiras.

Modelos de administração pública : correspondente evolução no conceito e objeto do direito administrativo

Moreira, João Batista Gomes
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.93%
Aborda os seguintes temas: do patrimonialismo à administração sistêmica, o direito administrativo na administração burocrática e o direito administrativo sistêmico.

O ensino suprerior de administração no Brasil e em Goiás: expansão, privatização e mercantilização no período de 1995-2006

LIMA, Tereza Cristina M. Pinheiro de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.88%
This research intends to examine the expansion of the undergraduate teaching in Administration, specifically in Brazil and Goias state, through the period of 1995-2006, which was marked by deep transformations in the political, economic and social structures of the country, starting from the mercantilism, privatization and inland of that education level. This project analyzes the expansion of the undergraduate teaching in the context of a Brazilian State Reformation. It takes the politics of undergraduate teaching expansion in Administration within the conjuncture of the transformations in the capitalist way of production in Brazil, exploring, inclusively, the orientations of the neoliberal politics divulged by the multilateral organisms. The implemented government politics represent the crowning of the neoliberal politics in Goias, with predominance for the private teaching (with public budgets), in which the logic is settled by the criteria of the market, of the competition, of the lowest investment and largest profit. The methodological course includes bibliographical research, official documents, state and national organisms websites, as well as websites in IES researched in Goiás, questionnaires and interviews with protagonists of this history. The researched universe included 47 courses of Administration created in the period of 1995 - 2006...

Reabertura do comércio entre o Brasil e o Japão após a segunda Guerra Mundial

Shimizu, Masako
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.8%
RESUMO As relações diplomáticas entre o Brasil e o Japão começa ram com o Tratado de Amizade, Comércio e Navegação, estabele cido em Paris, em 1895. Desde então, os dois países mantiveram relações amistosas ate o inicio da Segunda Guerra Mundial, quando suas relações foram interrompidas. Em 1949, as rela - ções foram reatadas e até hoje os dois países mantêm relações estreitas e amistosas, que fazem do Japão o segundo maior importador do Brasil. O objetivo desta dissertação é demonstrar como o comércio entre os dois países recomeçou, após a Segunda Guerra Mun dial e;iàto significa procurar as bases das relações estreitas existentes entre o Brasil e o Japão. Para redigir esta dissertação, foram utilizados, como fon te primária, os ofícios conservados no Arquivo Histórico do ' Itamaraty, no Rio de Janeiro. Também foram consultados livros, revistas e dados pertencentes ao Brasil e ao Japão, como fonte secundária. No Brasil, os documentos diplomáticos até 1900 estão disponíveis ao público. Porém, para a consulta dos documentos posteriores a 1900 até 1959, há necessidade de auto rização do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Os documentos posteriores a 1960, não estão ã disposição do pú blico. Ao solicitar-se ao Itamaraty a autorização de pesquisa dos documentos de. 1949 até 1959...

Uma abordagem histórica sobre o ensino da Administração no Brasil

Pinto, Vera Regina Ramos; Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas - Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, RJ, Brasil; Divo Jr, Mario M.; Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas - Fundação Getúlio Vargas, Ri
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.88%
O objetivo deste estudo é o de apresentar uma abordagem histórica relacionada ao ensino da Administração no Brasil, ao longo do tempo. Buscou-se identificar um referencial bibliográfico que pontuasse o surgimento das escolas de Administração, com os respectivos cenários políticos e/ou econômicos, até a descrição do contexto atual dos cursos superiores oferecidos no país. O crescimento das matrículas no sistema de ensino superior, nas duas últimas décadas, com foco em cursos de Administração, são evidenciados nesse artigo.