Página 1 dos resultados de 224 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Imigração e identidade: processos que se cruzam

Pimentel, Paula Cristina Teixeira
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta; Este trabalho consiste numa dissertação de Mestrado em Relações Interculturais e tem como tema: Imigração e Identidade – Processos que se Cruzam, com o objectivo de compreender a acção de Imigrantes Ucranianos no desenho e condução do seu projecto migratório à saída do país de origem e à chegada ao país de acolhimento, com base na visão interpretativa da realidade do ponto de vista dos próprios. Antes da explicitação do conteúdo das partes que integram este trabalho, interessa referir que a Introdução apresenta de uma forma geral em que consiste este estudo. Justifica-se o tema; apresenta-se o objectivo; o objecto; o método; a conclusão ultima que resultou da análise dos resultados e uma sinopse acerca da revisão bibliográfica no âmbito do tema da imigração e da identidade. Relativamente à sua estrutura, este trabalho de investigação integra três partes, que se apresentam: A primeira parte apresenta a delimitação conceptual e teórica, integrando a mesma três sub-pontos. No primeiro sub-ponto, e porque nos cingimos à problemática da imigração internacional, é apresentada uma elaboração acerca das teorias das migrações internacionais. O segundo sub-ponto...

Imigrantes ucranianos em Portugal : da satisfação das necessidades de imigração à adopção de comportamentos saudáveis

Sousa, José Edmundo Xavier Furtado de
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
Tese de Doutoramento em Psicologia na especialidade de Psicologia Intercultural apresentada à Universidade Aberta; A Ucrânia é a segunda comunidade estrangeira mais representativa em Portugal, com 52.293 imigrantes ucranianos que representavam, em 2009, 12% do universo da comunidade estrangeira a residir em Portugal. As necessidades resultantes do processo de migração iniciam-se no país de origem, e confrontam-se com as singularidades que irão encontrar na sociedade de acolhimento. Os modos de aculturação interferem na adopção dos comportamentos saudáveis. Este enquadramento sugere-nos a finalidade deste estudo assim como a pergunta de partida. A finalidade é conhecer e interpretar o perfil sócio demográfico e comportamental dos imigrantes ucranianos em Portugal. O que se traduz na seguinte pergunta de partida: “que relação existe entre o processo migratório dos Imigrantes Ucranianos em Portugal, a satisfação das necessidades emergentes desse movimento migratório e a adopção de comportamentos de saúde?”. Utilizamos a triangulação de métodos, a recolha de dados ocorreu através do inquérito quer na forma de questionário, quer na de entrevista. Realçamos que, devido às características culturais e linguísticas...

Envelhecimento e etnicidade: o processo de aculturação dos imigrantes japoneses; Aging and ethnicity: the acculturation process in Japanese immigrants

Izumi, Patricia Tamiko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.74%
O objetivo desta pesquisa é mostrar, a partir do conceito de aculturação, presente sobretudo na obra de John Berry, quais são os reflexos da aculturação dos imigrantes japoneses na vida atual dos idosos isseis. Para se tentar responder a essa questão e mostrar o processo de aculturação, o trabalho foi dividido em três enfoques: o processo de aculturação na imigração japonesa no Brasil (enfoque histórico), a questão do envelhecimento na comunidade nikkei (enfoque coletivo), e a história de vida e produção poética de idosas haicaístas (enfoque individual). O enfoque histórico se deu basicamente em pesquisa bibliográfica sobre a história da imigração japonesa, verificando-se as mudanças de estratégias de sobrevivência desses imigrantes. O enfoque coletivo se deu pelos resultados da pesquisa de campo nas casas de repouso e instituições que tem preocupação com os idosos, nos fornecendo uma visão institucional de como a comunidade colabora no cuidado aos idosos. Já no enfoque individual, foi realizado um estudo de caso com uma turma de idosos que se reunem todo mês para uma atividade de composição de haikus, que são poemas curtos escritos em língua japonesa. Para esse estudo, foi assistido a oito desses encontros...

Viver no exterior e voltar para o Brasil : uma análise do processo de aculturação e de readaptação de consumidores brasileiros

Vedana, Simone Nazareth
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.86%
Cada vez mais os brasileiros, principalmente os jovens, estão se interessando pela experiência de passar um tempo morando no exterior. Como conseqüência, essa vivência no exterior pode provocar diversas mudanças na vida desses indivíduos, visto que todas as pessoas que participam de transições culturais estão sujeitas a uma variedade de experiências coletivamente rotuladas como choque cultural, adaptação, adaptação entre culturas ou aculturação. Além disso, ao retornarem para o país de origem, esses indivíduos correm o risco de passar por um choque cultural reverso e sofrer os efeitos do processo de aculturação vivenciados no exterior. Enquanto estudos sobre aculturação focam em mudança cultural como resultado de contato cultural e adaptação, o estudo da aculturação do consumidor, primeiramente, foca na adaptação cultural como manifestação no mercado. Esse é o enfoque do presente estudo, que teve, portanto, como objetivo geral identificar quais são os efeitos do processo de aculturação no consumidor brasileiro durante e após uma experiência de vida internacional. O presente estudo foi desenvolvido através de uma abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas em profundidade...

Por uma etnografia feminista das migrações internacionais: dos estudos de aculturação para os estudos de gênero

Kosminsky, Ethel V.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 773-804
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Este artigo se propõe a fazer um balanço de uma das primeiras pesquisas etnográficas realizadas no Brasil sobre imigração, fundamentada na teoria da aculturação, com o intuito de verificar qual a contribuição desse tipo de pesquisa para o crescimento de uma etnografia feminista, que tem gênero como categoria central de seus trabalhos. Referimo-nos ao livro Italianos no mundo rural paulista, de João Baptista Borges Pereira. Através da análise dessa obra, discutiremos a viabilidade teórico-metodológica do emprego da categoria gênero, buscando contribuir para o enriquecimento da etnografia feminista nos estudos migratórios internacionais.; This article intends to analyze the book Italianos no mundo rural paulista, by João Baptista Borges Pereira (1974), one of the earliest Brazilian ethnographic international migration researches, based on the acculturation theory, in order to corroborate its contribution to the feminist ethnography. We focus on the use of gender as a central category on the international migration studies, thus empowering the Feminist Ethnography.

A influência da aculturação sobre os valores humanos e suas relações com o comportamento do consumidor : um estudo transcultural com expatriados

Paiva, João Carlos Neves de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Tese(doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2010.; O objetivo deste estudo foi identificar e descrever os efeitos da aculturação no comportamento do consumidor. Mais especificamente, se buscou avaliar a extensão dos efeitos da assimilação de novos valores culturais, considerando aspectos emocionais e racionais que fazem parte do processo de decisão de compra. Nesse sentido, foram investigadas as variáveis latentes coletivismo e individualismo e suas variações horizontal e vertical e, com base no Modelo de Duas Rotas (MDR), atributos de cartão de crédito e preferências de julgamento e atribuição de significado a produtos. O planejamento do estudo recomendou uma estrutura teórica abrangente e uma complexa operacionalização em termos de método para levar a cabo todos os processos da pesquisa. O estudo empírico, de caráter predominantemente quantitativo por meio de um survey, requereu uma fase preliminar qualitativa na forma de entrevistas de profundidade e testes e procedimentos para validar as escalas e o questionário de pesquisa. Para a análise dos dados foram empregadas técnicas estatísticas multivariadas, proporcionando estudos inovadores na área do comportamento do consumidor. Os resultados dos testes indicaram haver influência da aculturação nos valores culturais dos expatriados. Também foi comprovada a base teórica do MDR e identificados indicadores de novas rotas...

Historische, politische, soziologische und literarische Parameter der Dualen Monarchie in Portugal

Alves Pereira, Paulo
Fonte: Forschungsinstitut der Internationalen Wissenschaflichen Vereinigung Weltwirtschaft und Weltpolitik (IWVWW) Publicador: Forschungsinstitut der Internationalen Wissenschaflichen Vereinigung Weltwirtschaft und Weltpolitik (IWVWW)
Tipo: Artigo de Revista Científica
DEU
Relevância na Pesquisa
27.35%
Os problemas de aculturação que se colocam em Portugal durante a monarquia dual, constituem o cerne do discurso deste artigo. Após uma breve explanação sobre as rivalidades económicas entre Portugal e Castela e a apresentação da crise de sucessão ao trono que se levantou com a morte do Cardeal-Rei D. Henrique debruçamo-nos sobre a análise da situação sócio-política e económica das diferentes realidades vividas na Península Ibérica após a ocupação de Portugal. Depois somos confrontados com o processo de aculturação e com a consequente diglossia que se instalam em Portugal durante esta época. Por fim o leitor toma contacto com a influência das companhias teatrais castelhanas e a destruição de uma tradição teatral secular. Enfim, um pedaço de história conturbado que marcou seguramente algumas peças do puzzle das mentalidades desenvolvidas em Portugal, tendo a sua expressão chegado até nós. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Die Geschichte der Menschheit zeigt zum wiederholten Mal, wenn zwei Kulturen aufeinander treffen, unterliegt immer die Nation mit den schw¨cheren ökonomischen Voraussetzungen. Deshalb war es auch kein Wunder...

Estratégias de gestão da identidade de adolescentes em situação bi-cultural: impacto no bem-estar e no sucesso escolar

Pais, Susana
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.53%
Mestrado em Psicologia Comunitária e Protecção de Menores; O universo multicultural das escolas portuguesas e os indicadores de (in) sucesso escolar dos descendentes de imigrantes tem conduzido à implementação de medidas em contexto escolar que procuram promover a igualdade de oportunidades de aprendizagem para todas as crianças e jovens. Estudos internacionais realizados sobre a aculturação admitem que a Identidade Étnica e a Identidade Dupla resultam numa melhor adaptação social, psicológica e num maior sucesso escolar. Evidências empíricas nacionais mencionam por outro lado a Identidade Nacional como a que confere maior sucesso escolar. Desconhece-se o impacto dos perfis identitários destes alunos no seu bem-estar escolar. Tendo como referencial teórico a Teoria da Identidade Social de Tajfel (1982), o objectivo desta pesquisa foi relacionar as orientações de aculturação de adolescentes de nacionalidade portuguesa e origem étnica em Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) com o seu bem-estar e sucesso escolar, esperando encontrar um efeito moderador dos seus posicionamentos identitários na relação encontrada. Para esse propósito foi aplicado um questionário de auto-relato numa amostra de 168 adolescentes bi-culturais a estudar no 3º Ciclo do Ensino Básico em quatro escolas públicas da Área Metropolitana de Lisboa. Os resultados confirmam que estes adolescentes apresentam diferentes perfis identitários...

Influência da aculturação na autopercepção dos idosos quanto à saúde bucal em uma população de origem japonesa

Hiramatsu,Daniel Afonso; Franco,Laércio Joel; Tomita,Nilce Emy
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
O presente estudo busca avaliar a influência da aculturação da população idosa na autopercepção de sua saúde bucal, utilizando metodologia qualitativa. A população-alvo foi composta por quarenta indivíduos divididos em dois grupos principais, o dos pertencentes à primeira geração de imigrantes japoneses e o da segunda geração. Mediante entrevista gravada, foi avaliado o nível de aculturação de cada grupo e sua influência sobre os cuidados tomados com a saúde bucal, a auto-avaliação da condição bucal e o tempo decorrido desde a última visita ao cirurgião-dentista. O processo de aculturação atinge ambos os grupos, porém com maior intensidade o grupo da segunda geração; isso, no entanto, não interfere na autopercepção da saúde bucal desta população. Os principais cuidados tomados com a saúde bucal foram: escovação, uso do fio dental e imersão da prótese em soluções anti-sépticas. Na auto-avaliação da condição bucal, as principais queixas se deram em relação ao uso de próteses; o tempo decorrido desde a última visita ao cirurgião-dentista foi, em média, de 1,4 ano para os não edêntulos e 6,3 anos para os edêntulos.

Marcas do gênero nas migrações internacionais das mulheres

Alencar-Rodrigues,Roberta de; Strey,Marlene Neves; Espinosa,Leonor Cantera
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
O presente texto discute as questões de gênero e aculturação, considerando suas implicações nas migrações internacionais. Pretende-se compreender as transformações ocorridas nas relações de gênero decorrentes do processo migratório e, como consequência, a renegociação que membros de famílias imigrantes fazem no que concerne aos papéis de gênero. Considera-se que a aculturação promove o questionamento das relações de gênero, desestabilizando formas de ser homem e mulher cristalizadas na sociedade de origem. Nesse sentido, sublinha-se o fato de que a interface entre o conceito de aculturação e o de gênero é essencial para discutir as relações de gênero nas migrações internacionais contemporâneas, tornando visíveis as experiências de mulheres anteriormente negligenciadas.

Por uma etnografia feminista das migrações internacionais: dos estudos de aculturação para os estudos de gênero

Kosminsky,Ethel V.
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Este artigo se propõe a fazer um balanço de uma das primeiras pesquisas etnográficas realizadas no Brasil sobre imigração, fundamentada na teoria da aculturação, com o intuito de verificar qual a contribuição desse tipo de pesquisa para o crescimento de uma etnografia feminista, que tem gênero como categoria central de seus trabalhos. Referimo-nos ao livro Italianos no mundo rural paulista, de João Baptista Borges Pereira. Através da análise dessa obra, discutiremos a viabilidade teórico-metodológica do emprego da categoria "gênero", buscando contribuir para o enriquecimento da etnografia feminista nos estudos migratórios internacionais.

Ex-cocama: identidades em transformação na Amazônia peruana

Gow,Peter
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
Este artigo analisa a "aculturação", um conceito derivado da antropologia cultural, do ponto de vista da antropologia social. O termo "ex-Cocama" foi cunhado por antropólogos culturais para denotar a suposta perda ou recusa da identidade indígena pelos Cocama da Amazônia peruana, que pareceriam assim representar um caso clássico de "aculturação". Argumento, todavia, que este caso aparentemente clássico é melhor compreendido como mais um exemplo da sociológica indígena amazônica, pois revolve em torno dos temas da semelhança e da diferença, da afinidade potencial e dos processos onomásticos encontrados em outras sociedades indígenas da região. Essa continuidade de estrutura no seio de uma transformação radical levanta pois questões sobre a natureza da história amazônica que foram obscurecidas pelo conceito de aculturação.

Por que é relevante a ambientação e a aculturação visando pesquisas qualitativas em serviços para dependência química?

Ribeiro,Dione Viégas de Almeida; Azevedo,Renata Cruz Soares de; Turato,Egberto Ribeiro
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Este trabalho realizado no Ambulatório de Substâncias Psicoativas do Hospital das Clínicas da Unicamp, objetivou relatar uma experiência de entrada em campo como fator de facilitação do estudo das vivências de sujeitos dependentes químicos vistos em um serviço universitário especializado. As observações surgiram a partir das vivências da pesquisadora em fase de ambientação e aculturação, ou seja, a partir da inserção no ambulatório, em fase preliminar à coleta de dados para uma pesquisa qualitativa. A experiência foi importante, pois permitiu compreender melhor o universo psicocultural da população atendida e como se dão as relações profissional-paciente, ampliando o conhecimento do campo onde depois foi realizada a pesquisa. A partir desta entrada inicial em campo, delimitou-se melhor o tema e a população a ser pesquisada, adequando às necessidades e à realidade observada naquele serviço, bem como refletir sobre o método de pesquisa (clínico-qualitativo) que melhor serviria para compreender as questões levantadas, e, inclusive, elaborar um roteiro para as futuras entrevistas do estudo. Conclui-se ser muito útil esse momento preliminar como fase habitual em novas pesquisas que usem a mesma metodologia nos settings clínicos.

As relações de gênero e o processo de aculturação de estudantes estrangeiros/as latino-americanos/as

Alencar-Rodrigues, Roberta de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.66%
Esta dissertação apresenta três artigos, todos abordando questões como as relações de gênero e o processo de aculturação. O primeiro artigo teórico faz uma reflexão acerca das relações de gênero no contexto das migrações internacionais, considerando que as questões de gênero são valores posto em cheque na situação de mudança para uma outra cultura. Nesse sentido, entende-se que a aculturação promove o questionamento das relações de gênero, provocando rupturas nas formas de ser homem e mulher construídas na sociedade de origem. O segundo artigo empírico buscou conhecer os fatores que facilitam e dificultam o processo de inserção de estudantes estrangeiros/as latino-americanos/as na cultura brasileira, mais especificamente no Estado do Rio Grande do Sul. Nesse estudo, também procurou-se identificar as estratégias utilizadas pelos/as participantes no processo de aculturação. Por fim, o terceiro artigo empírico investiga como os/as estudantes estrangeiros/as latino-americanos/as percebem as questões de gênero no seu país de origem e no Brasil, evidenciando o quanto o tema da sexualidade imprime marcas no discurso dos/as participantes da pesquisa no que se refere às relações de gênero no Brasil.;

Cultura, identidade e gênero no processo de imigração judaica de sobreviventes da Segunda Guerra Mundial

Mühlen, Bruna Krimberg von
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.53%
Esta dissertação está dividida em quatro estudos, dois de revisao de literatura e dois empíricos. A pesquisa teve como ponto de partida o estudo da imigração de sobreviventes da Segunda Guerra Mundial para o sul do Brasil, visto que a imigração impulsiona mudanças de atitudes e de identidade, entre outros aspectos, relacionados às relações de gênero. A parte inicial da pesquisa foi uma revisão de literatura para esclarecer conceitos de imigrante e refugiado, a imigração judaica no Brasil, focando no Rio Grande do Sul, e questões relacionadas à identidade étnica e cultural, assim como o processo de aculturação de uma maneira geral e como podemos aplicar esses conceitos aos imigrantes judeus. Também realizamos uma segunda revisão de literatura focando questões relativas à relações de gênero, através da investigação sobre o que as mulheres, judias e não judias, vivenciaram no Holocausto, com o objetivo de dar visibilidade às experiências enfrentadas por elas; que resultou na descoberta que muitas sofreram violência de gênero, tendo que se prostituir. Já os artigos empíricos se deram através de uma análise documental de entrevistas com imigrantes judeus sobreviventes arquivadas no Instituto Cultural Judaico Marc Chagall...

Óscar Ribas: a oralidade que se escreve

Sousa,Maria Teresa de Jesus Cardoso Pinto de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.53%
Tese de mestrado, Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010; Escolhemos como tema da nossa dissertação a influência da cultura europeia, nomeadamente a portuguesa, nos contos tradicionais respeitantes ao património cultural angolano transmitidos primeiro oralmente e finalmente escritos por Óscar Ribas, escritor angolano, que se propôs preservar este importante contributo didáctico e pedagógico, numa perspectiva de renovação geracional. A essência destes contos de Óscar Ribas está na representação da cultura tradicional de Angola, em particular a da zona Quimbundo, inserida no seu contexto ambiental, bem como o seu papel no referido objectivo pedagógico-didáctico. Actualmente, estas narrativas angolanas reflectem a vida tradicional, bem como a aculturação portuguesa e representam uma excelente fonte de conhecimento sobre Angola, como um país multicultural. Partindo destes dois conceitos essenciais, tradição e aculturação, seguimos uma metodologia, consentânea com o estudo dos contos africanos, analisando textos e identificando os seus elementos fundamentais, os principais campos semânticos e os temas dominantes nos contos, reagrupando aspectos gerais inerentes à criatividade do autor...

Aculturação, impactos culturais, processos de hibridação: uma revisão conceituai dos estudos antropológicos do turismo; Acculturation, cultural impacts, hybridization processes: a conceptual review about tourism anthropological studies

Santos, Rafael José dos; Baerretto, Margarita
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Nos estudos antropológicos do turismo, a categoria de aculturação vem sendo utilizada para analisar as mudanças culturais provocadas pelas permanências temporárias de visitantes em pequenas localidades litorâneas ou rurais. Outra categoria recorrente nestes estudos é a de impacto cultural, análoga àquela utilizada pela geografia e pela biologia para designar mudanças no espaço e no meio ambiente. Neste trabalho, efetua-se uma revisão bibliográfica dos estudos antropológicos do turismo que utilizam tais categorias, procurando-se avaliar criticamente o alcance heurístico das mesmas, bem como as concepções de cultura subjacentes aos seus usos. Propõe-se que categorias como processos de hibridação e culturas híbridas mostram-se, hoje, mais apropriadas à compreensão dos processos culturais da atualidade, sem prejuízo de análises que dêem conta das dimensões de dominação e força que os constituem.; Anthropological tourism studies have broadly used the concept of acculturation to analyze cultural changes due to temporary visitors in small seaside or inland communities. Also cultural impact has been extensively reported, as do Geographical and Biological sciences to assess changes in space and environment. This article presents a bibliographical approach on anthropological studies on the issue...

Por uma etnografia feminista das migrações internacionais: dos estudos de aculturação para os estudos de gênero; Feminist Ethnography on International Migration: From Acculturation Studies to Gender Studies

Kosminsky, Ethel V.; Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2007000300016Este artigo se propõe a fazer um balanço de uma das primeiras pesquisas etnográficas realizadas no Brasil sobre imigração, fundamentada na teoria da aculturação, com o intuito de verificar qual a contribuição desse tipo de pesquisa para o crescimento de uma etnografia feminista, que tem gênero como categoria central de seus trabalhos. Referimo-nos ao livro Italianos no mundo rural paulista, de João Baptista Borges Pereira. Através da análise dessa obra, discutiremos a viabilidade teórico-metodológica do emprego da categoria “gênero”, buscando contribuir para o enriquecimento da etnografia feminista nos estudos migratórios internacionais; This article intends to analyze the book Italianos no mundo rural paulista, by João Baptista Borges Pereira (1974), one of the earliest Brazilian ethnographic international migration researches, based on the acculturation theory, in order to corroborate its contribution to the feminist ethnography. We focus on the use of gender as a central category on the international migration studies, thus empowering the Feminist Ethnography.

Influência da aculturação na autopercepção dos idosos quanto à saúde bucal em uma população de origem japonesa

Hiramatsu,Daniel Afonso; Franco,Laércio Joel; Tomita,Nilce Emy
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
O presente estudo busca avaliar a influência da aculturação da população idosa na autopercepção de sua saúde bucal, utilizando metodologia qualitativa. A população-alvo foi composta por quarenta indivíduos divididos em dois grupos principais, o dos pertencentes à primeira geração de imigrantes japoneses e o da segunda geração. Mediante entrevista gravada, foi avaliado o nível de aculturação de cada grupo e sua influência sobre os cuidados tomados com a saúde bucal, a auto-avaliação da condição bucal e o tempo decorrido desde a última visita ao cirurgião-dentista. O processo de aculturação atinge ambos os grupos, porém com maior intensidade o grupo da segunda geração; isso, no entanto, não interfere na autopercepção da saúde bucal desta população. Os principais cuidados tomados com a saúde bucal foram: escovação, uso do fio dental e imersão da prótese em soluções anti-sépticas. Na auto-avaliação da condição bucal, as principais queixas se deram em relação ao uso de próteses; o tempo decorrido desde a última visita ao cirurgião-dentista foi, em média, de 1,4 ano para os não edêntulos e 6,3 anos para os edêntulos.

Por que é relevante a ambientação e a aculturação visando pesquisas qualitativas em serviços para dependência química?

Ribeiro,Dione Viégas de Almeida; Azevedo,Renata Cruz Soares de; Turato,Egberto Ribeiro
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Este trabalho realizado no Ambulatório de Substâncias Psicoativas do Hospital das Clínicas da Unicamp, objetivou relatar uma experiência de entrada em campo como fator de facilitação do estudo das vivências de sujeitos dependentes químicos vistos em um serviço universitário especializado. As observações surgiram a partir das vivências da pesquisadora em fase de ambientação e aculturação, ou seja, a partir da inserção no ambulatório, em fase preliminar à coleta de dados para uma pesquisa qualitativa. A experiência foi importante, pois permitiu compreender melhor o universo psicocultural da população atendida e como se dão as relações profissional-paciente, ampliando o conhecimento do campo onde depois foi realizada a pesquisa. A partir desta entrada inicial em campo, delimitou-se melhor o tema e a população a ser pesquisada, adequando às necessidades e à realidade observada naquele serviço, bem como refletir sobre o método de pesquisa (clínico-qualitativo) que melhor serviria para compreender as questões levantadas, e, inclusive, elaborar um roteiro para as futuras entrevistas do estudo. Conclui-se ser muito útil esse momento preliminar como fase habitual em novas pesquisas que usem a mesma metodologia nos settings clínicos.