Página 1 dos resultados de 3091 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

O acolhimento de emergência de crianças e jovens em perigo na perceção das adolescentes

Paolo, Elizabeth Gaspar di
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
A presente dissertação contribui para a compreensão das vivências associadas ao acolhimento numa casa de acolhimento de emergência (CAE) de um grupo de adolescentes, retiradas às famílias por se encontrarem em situação de perigo iminente de vida. O estudo centra-se na análise categorial das narrativas das adolescentes, pretendendo-se caracterizar as suas percepções face ao acolhimento de emergência através da captação de expressões verbais e não verbais. O desafio foi construir uma gramática do sentir e do pensar que revelasse os significados que as jovens atribuem à retirada do contexto familiar e a eventual repercussão da experiência de acolhimento ao nível da qualidade de vida e bem estar. Trata-se de uma pesquisa exploratória que seguiu uma metodologia qualitativa, procurando fazer uma abordagem interpretativa do objeto de estudo. No decurso da pesquisa empírica, através de entrevistas, de elaboração de colagens e recortes de revistas e da realização de focus group, os discursos das adolescentes foram ganhando voz, deixando emergir as representações construídas em função das experiências e vivências das jovens. Através da construção de categorias e subcategorias de análise, foi possível captar a importância do acolhimento e das relações de afeto e de suporte na CAE. Foi possível entender a auto-perceção ou consciência de si e os desafios colocados pelas perspetivas futuras...

"O acolhimento num centro de atenção psicossocial" ; The welcoming at a Psychosocial Care Center.

Coimbra, Valeria Cristina Christello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O acolhimento apresenta-se como reorganizador do serviço de saúde, visando o acesso universal, a melhoria na qualidade da assistência, favorecendo a relação usuário/trabalhador, e ampliando a intervenção. Esta pesquisa tem como objeto de estudo o acolhimento dos usuários no Centro de Atenção Psicossocial Castelo Simões Lopes do município de Pelotas do estado do Rio Grande do Sul. O objetivo desta pesquisa foi analisar o processo de acolhimento do usuário que busca atendimento num Centro de Atenção Psicossocial. O acolhimento no processo de trabalho num serviço de saúde mental, foi abordado tomando a produção teórica de Emerson Elias Merhy. Este estudo se caracteriza por ser um estudo de caso, descritivo e analítico, com abordagem qualitativa dos dados. O trabalho de campo foi realizado nos meses de maio e junho de 2003, nos períodos da manhã e tarde de acordo com o expediente externo do CAPS Castelo. Foram realizadas quarenta e oito horas e noventa e oito minutos de observação livre e dezesseis horas e cinqüenta minutos de observação dos acolhimentos, perfazendo um total de sessenta e cinco horas e quarenta minutos de observação. Os sujeitos da pesquisa foram 11 usuários acolhidos no CAPS Castelo e os 4 profissionais responsáveis pelo acolhimento. Utilizei um roteiro de observação e um roteiro de entrevista semi-estruturada para a entrevista dos profissionais e outro para a entrevista dos usuários. A partir dos dados colhidos organizei o fluxograma do acolhimento de cada usuário. Os dados foram analisados a partir da análise temática. A análise dos dados foi estruturada em dois temas: Tema 1 - A Organização do Trabalho no CAPS Castelo; Tema 2 - O Encontro do Profissional com o Usuário e a Formação de Vínculo: a busca pela resolutividade das necessidades. Foi constatado que o acolhimento apresentou-se como um organizador do trabalho dentro do CAPS Castelo e um impulso para a mudança do modelo assistencial centrado na doença...

Acolhimento às crianças menores de cinco anos de idade em uma unidade de saúde da família: contribuições da estratégia atenção integrada às doenças prevalentes na infância; Welcoming children under five years old at a family health unit: contributions of the integrated management of childhood illness strategy

Pina, Juliana Coelho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
O presente estudo teve como objetivo descrever e apreender as contribuições da estratégia atenção integrada às doenças prevalentes na infância (AIDPI) para o acolhimento realizado por profissionais de enfermagem às crianças menores de cinco anos de idade em uma unidade de saúde da família (USF). Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa em saúde, realizado em uma USF da cidade de Ribeirão Preto, SP. Os dados foram coletados em duas etapas, através de observação participante. A primeira etapa ocorreu durante uma experiência de educação permanente (EP) com a equipe de saúde da família, enfocando o acolhimento realizado na unidade e a AIDPI, com dados registrados em diário de campo. A segunda etapa ocorreu durante a implantação de uma estratégia de acolhimento embasada em aspectos da AIDPI, realizada por profissionais de enfermagem, sendo os dados sobre o acolhimento a 30 crianças registrados em roteiro e diário de campo. Durante as discussões da EP, emergiram questões relacionadas à demanda espontânea, à maneira como a equipe lida com essa demanda, ao acolhimento, ao resgate dos espaços coletivos de ação e à necessidade de capacitação dos profissionais para o acolhimento. Visando atender à demanda da população infantil por atendimentos não-agendados...

Processo de recepção e acolhida da criança em instituições de acolhimento: proteção e/ou (re)vitimização?; Process of entry and reception of young children in foster care institutions: protection and/or (re)victimization?

Almeida, Ivy Gonçalves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Quando acolhida institucionalmente, a criança é abruptamente separada de pessoas de referência e colocada em um ambiente estranho, com pessoas desconhecidas. A vivência inicial da criança na instituição, como é recebida/acolhida, influenciará a maneira como enfrentará essa situação, a construção de novas relações afetivas e a manutenção dos vínculos afetivos anteriormente estabelecidos. Na creche/educação infantil, o processo de recepção/acolhimento tem importância reconhecida. O mesmo não acontece no acolhimento institucional. Com base teórico-metodológica na Rede de Significações, objetivou-se investigar o processo de recepção e acolhimento de crianças com idades até 6 anos, desenvolvido por instituições de acolhimento, a partir da perspectiva de profissionais envolvidos no processo. Participaram quatro instituições de cidade de grande porte do interior do estado de São Paulo. Foram entrevistadas 26 pessoas: três coordenadoras; quatro psicólogas; quatro assistentes sociais; três pedagogos; sete educadoras; um apoiador técnico; quatro conselheiros tutelares. As entrevistas contaram com questões disparadoras, no contexto de uma conversa e os dados foram analisados qualitativamente. Os resultados indicam que investimentos vêm sendo feitos na formação dos profissionais. E que a maioria dos que participaram da pesquisa está envolvida com a causa da criança e/ou com as crianças em si. Foram relatadas algumas práticas e sugestões de melhoria para o processo de acolhimento inicial...

Re-inventando o acolhimento em um serviço de saúde mental

Londero, Susane
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Este trabalho trata do acompanhamento dos processos de acolhimento em um CAPS II localizado na cidade de Porto Alegre ao longo de quatro meses. O objetivo não é propor um modelo de como acolher o usuário, mas ver como a política pública se desdobra em prática, como o acolhimento se atualiza nesse serviço, mapeando suas vicissitudes e potenciais. No intuito de adotar uma estratégia que fosse sensível aos processos de um coletivo em uma política do acolhimento, utilizamo-nos de ferramentas teórico-metodológicas da etnografia e da Biologia do Conhecer de Humberto Maturana. Vinculados a uma política inventiva da cognição, entendemos que o processo de produção de conhecimento não pode ser efetivado de modo separado dos processos de transformação de nós próprios e do mundo. Por isso, tomamos a própria imersão no campo como dispositivo de análise. Três focos principais guiam o olhar nessa pesquisa: a concepção de acolhimento que se atualiza nas ações empreendidas, a organização da própria equipe e a relação com a rede de saúde. Tendo como plano de análise a perspectiva da cognição enativa, constatamos que o acolhimento revela uma micropolítica que atualiza as relações entre os princípios do SUS e da Reforma Psiquiátrica. Uma vez que entendemos que o coletivo é o que opera a micropolítica...

Percepção do usuário da atenção primária sobre o acolhimento em unidade de saúde da família

Braga, Fabrício Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde estão imbricados com a proposta de Humanização e Acolhimento. Logo, uma pesquisa sobre o acolhimento na Atenção Primária de Saúde possui a finalidade de promover a reflexão das práticas dos Profissionais de Saúde. O presente estudo tem como objetivo conhecer a percepção dos usuários da atenção primária sobre o processo de acolhimento na unidade básica de saúde da família. Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo e exploratório que contou com a participação de onze usuários da unidade de Estratégia de Saúde da Família Santa Tereza. As informações foram coletadas na forma de entrevista semi-estruturada, gravadas e conduzidas pelo próprio pesquisador, no primeiro semestre de 2011, na referida ESF. Após, procedeu-se a Análise de Conteúdo que constou da transcrição das entrevistas, leitura exaustiva de cada uma delas, agrupamento das unidades de sentido. Os resultados foram agrupados em quatro categorias. Quanto à experiência do acolhimento em comparação com outros atendimentos, os usuários referiram maior satisfação, agilidade, atenção, e interesse por parte dos profissionais da ESF Santa Tereza do que em outros serviços que não possuem o processo de acolhimento; na resolutividade do processo de acolhimento...

A experiência do enfermeiro no acolhimento : estudo com enfoque na fenomenologia social; The experience of nurses in host : study focused on social phenomenology

Paula Cristina Pereira da Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O acolhimento é uma ação técnico-assistencial que implica em mudanças na relação entre o profissional e o usuário por meio de parâmetros éticos, técnicos, humanitários e de cidadania, facilitando a reorganização dos serviços, melhorando a qualidade da assistência, tendo o usuário como eixo principal do cuidado e participante ativo. Acolher os usuários e criar laços com eles é uma importante tarefa do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família, o que é possível mediante a introdução da tecnologia leve, que por sua vez, deve ser valorizada pelo enfermeiro pelo fato de que a essência de seu trabalho é o cuidar, processo que envolve contato próximo com o usuário e as necessidades de saúde. Este estudo considera o acolhimento como um cuidado de enfermagem, uma vez que, ambos envolvem o estabelecimento de relações interpessoais, reconhecimento do usuário como sujeito dotado de condições objetivas e subjetivas e que está inserido em um contexto de vida. Dessa forma, durante a realização do acolhimento, o enfermeiro poderá receber o usuário de forma humanizada, entendendo-o como sujeito e participante do processo de cuidar, ampliando a qualidade do trabalho oferecido. É nesse contexto, que este estudo objetiva compreender a experiência do enfermeiro que realiza o acolhimento nos centros de saúde do distrito de saúde norte do município de Campinas. Trata-se de um estudo que se orientou pela abordagem qualitativa...

Acolhimento e serviço social

Chupel, Cláudia Priscila
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social.; O acolhimento tem sido estudado no âmbito da saúde por autores que o definem como sendo responsável pela reorganização dos serviços de saúde, pela garantia de acesso e pela criação de vínculos. É tratado em meio à discussão da integralidade da atenção e da humanização das relações entre profissionais de saúde e usuários. O objetivo do presente estudo é analisar como o acolhimento tem sido operacionalizado pelos Assistentes Sociais. A investigação foi do tipo exploratória, de natureza qualitativa, e o universo, formado por treze Assistentes Sociais, de cinco Hospitais Estaduais situados na grande Florianópolis. Por meio de entrevistas gravadas, averiguou-se como as entrevistadas compreendem o acolhimento no tocante à sua concepção, aos objetivos, à operacionalização e quais os fundamentos em que baseiam seu fazer profissional. Os resultados alcançados revelaram que as definições sobre o acolhimento contêm diferentes elementos, como: fornecimento de informações; conhecimento da demanda do usuário; escuta; postura profissional; comportamento cordial; e classificação de risco. Os objetivos estabelecidos para o acolhimento foram: garantir o acesso do paciente; estabelecer o vínculo e subsidiar decisões das ações a serem empreendidas. A operacionalização do acolhimento ocorre mediante a realização de entrevistas...

O acolhimento pelos enfermeiros de pacientes e familiares em unidade de terapia intensiva

Maestri, Eleine
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Enfermagem; Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada na UTI adulto de um hospital público no Sul do Brasil, com o objetivo geral de identificar o conhecimento dos enfermeiros de uma UTI sobre o tema e ações de acolhimento. Os objetivos específicos compreendem desenvolver uma prática educativa de autoconscientização com enfermeiros de modo a incentivá-los a praticar o acolhimento em UTI; obter sugestões dos enfermeiros referentes a estratégias para a prática do acolhimento aos pacientes e familiares na UTI; e identificar as ações de acolhimento percebidas pelos pacientes e enfermeiros após a prática educativa de autoconscientização dos enfermeiros no decorrer deste estudo. O estudo teve como referencial teórico a teoria humanística de Paterson e Zderad em especial o conceito Diálogo. Dentre as opções de caminho metodológico a Pesquisa Convergente-Assistencial foi a escolha e se deu pelo fato de que o estudo foi desenvolvido onde o problema estava contextualizado e durante a prática profissional da enfermeira pesquisadora com a participação dos enfermeiros da unidade. Participaram da pesquisa seis enfermeiros...

As consequ??ncias impremeditadas do acolhimento na aten????o b??sica

Zimmermann, Ligia Carvalho Botelho
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Trata-se de um estudo de caso que examina a pr??tica do acolhimento em uma unidade b??sica de sa??de da cidade de Juiz de Fora MG, numa ??tica qualitativa. O objeto de estudo deste trabalho ?? o acolhimento propriamente dito, numa explora????o de suas rela????es com a Pol??tica Nacional de Humaniza????o, com a mudan??a de modelo assistencial e, em ??ltima an??lise, no reflexo desta pr??tica nos servi??os que chamamos servi??os de ponta, procurando entender como o acolhimento ?? traduzido / reinterpretado nas pr??ticas cotidianas. O relato de experi??ncia busca elementos de an??lise a partir da conversa com outros profissionais que participaram desse processo, atrav??s de entrevistas individuais. Partimos de tr??s hip??teses elementares: 1) a Pol??tica Nacional de Humaniza????o tem sofrido interpreta????es e tradu????es pelos profissionais de sa??de do n??vel local; 2) as distor????es na organiza????o do sistema podem gerar conseq????ncias impremeditadas na medida em que contribuem para a reprodu????o de pr??ticas ineficazes e embotadas no acolhimento, por falta de est??mulos ?? mudan??a continuidade nas suas a????es e 3) existem diferen??as importantes entre as concep????es do acolhimento em proposi????es te??ricas de tr??s diferentes propostas desenvolvidas no ??mbito da pol??tica de sa??de brasileira no per??odo mais recente: o Projeto em Defesa da Vida (PDV)...

O direito a uma família : significados, discursos e práticas do acolhimento familiar

Oliveira, Sara Raquel Gomes de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Dissertação de mestrado em Educação Especial (área de especialização em Intervenção Precoce); O acolhimento familiar continua a assumir em Portugal uma expressão reduzida quando comparado com outras medidas de proteção de crianças e jovens, nomeadamente as de caráter institucional. Como resposta temporária de cariz familiar, oferece um importante suporte às famílias que, vulneráveis ou em risco, se encontram incapazes de providenciar às crianças os cuidados básicos para a salvaguarda dos seus direitos. Com o intuito de evidenciar com mais clareza o significado de família de acolhimento em Portugal, procurou-se caraterizar as famílias de acolhimento de crianças, descrever as perspetivas e práticas e ainda, tomar conhecimento das suas redes de apoio, dificuldades e motivações. Considerando a criança como um dos atores desta medida, foi igualmente importante através da sua voz, compreender as representações que possuem acerca da sua família de acolhimento. Este retrato é traçado através dos discursos de seis crianças, com idades compreendidas entre os três e os seis anos, e as suas famílias de acolhimento, do distrito de Braga. Para tal, optou-se por um paradigma qualitativo sendo o design metodológico utilizado o estudo de caso mobilizando como técnicas de recolha de dados...

Acolhimento familiar: práticas e representações das famílias de acolhimento

Batalhas, Vanessa Cristina Ramos
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Mestrado em Sociologia. Especialidade: Família Educação e Politicas Sociais; Este trabalho incide no estudo de dez famílias de acolhimento que fazem parte do programa de acolhimento familiar da Associação Mundos de Vida, em Vila Nova de Famalicão. No sentido de perceber as práticas e representações destas famílias, relativamente ao acolhimento de crianças e jovens, o estudo analisa várias dimensões da esfera familiar e social: a estrutura familiar, as atitudes face ao acolhimento, a organização do quotidiano doméstico, as redes sociais de apoio e a influência da classe social na configuração das práticas e representações. Optou-se pela realização de uma investigação qualitativa utilizando a técnica da análise de conteúdo. É objectivo desta investigação compreender de que forma as representações das famílias de acolhimento se relacionam com as praticas de acolhimento de crianças e jovens. Através de entrevistas semidirectivas organizadas em grupos de questões, foi possível estudar as diferentes dimensões da realidade social dos actores e, permitir demonstrar que nalgumas dimensões, existem diferenças determinantes entre as famílias estudadas.; This study focuses on the study of ten foster families that are part of the foster care program of the Association Mundos de Vida...

Percepções de jovens em acolhimento residencial acerca dos seus estilos parentais futuros: o papel de variáveis individuais, da relação família-jovem acolhido e do acolhimento

Reis, Ana Cristina da Rocha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Mestrado em Psicologia Comunitária e Protecção de Menores; A presente investigação visa 1) analisar as percepções de jovens em acolhimento residencial acerca dos seus estilos parentais futuros, e o papel de variáveis individuais (género, tempo de acolhimento e história de acolhimentos anteriores), da relação família-jovem acolhido (contacto e tipo de relação existente) e relacionadas com os Lares de Infância e Juventude (LIJ) (dimensão e acolhimento face ao género). Complementarmente, pretende-se 2) averiguar as atitudes dos técnicos das instituições acerca da pertinência de um programa de preparação para uma futura parentalidade para jovens em acolhimento residencial, bem como as suas percepções sobre os potenciais efeitos de tais programas. Para dar resposta a estas questões, foi realizado um estudo com 161 jovens acolhidos em 24 LIJ do Distrito de Lisboa, no qual se mediram as suas percepções parentais futuras através de um questionário desenvolvido para o efeito. Os resultados sugerem que quanto maior for o tempo de acolhimento, mais os jovens tendem a percepcionar um estilo parental autoritativo futuro. Também, são os jovens (do sexo masculino e do sexo feminino) que não possuem história de acolhimento anterior...

Percepções sobre o acolhimento residencial de fratrias: experiências de profissionais, crianças e jovens

Silveira, Maria Sofia da Cal
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Mestrado em Intervenção Comunitária e Protecção de Menores/ 2956, 3373; Esta investigação incide sobre o acolhimento residencial de fratrias em Lares de Infância e Juventude. As políticas de acolhimento enfatizam a promoção do acolhimento de irmãos, embora a literatura demonstre que as decisões técnico-profissionais a este nível se baseiam mais em circunstancialismos práticos do que numa avaliação das necessidades e das relações fraternas. Através de dois estudos de carácter exploratório pretendeu-se caracterizar as ideias e experiências dos profissionais de Lar, e das crianças e jovens acolhidos, sobre o acolhimento de irmãos. No estudo 1, participaram 20 profissionais de 4 Lares e optou-se pela realização de grupos focais sobre o positivo e negativo do acolhimento de fratrias e os critérios reais e ideais de tomada de decisão sobre a colocação em Lar. A protecção entre os irmãos surgiu como importante aspecto positivo do acolhimento conjunto, e os conflitos e os projectos de vida diferentes foram identificados como principais pontos negativos do mesmo. Os critérios reais identificados foram, maioritariamente, de ordem prática, confirmando a literatura. O estudo 2 envolveu 26 crianças e jovens...

Acolhimento e Integração dos funcionários no Hospital de Faro, E.P.E.: elaboração do manual de acolhimento

Neves, Leandra Marlene Ribeiro
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Dissertação de mest., Gestão de Unidades de Saúde, Faculdade de Economia, Univ. do Algarve, 2012; O presente trabalho de campo tem como tema o “Acolhimento e Integração dos funcionários no Hospital de Faro, E.P.E. - Elaboração do Manual de Acolhimento”, este surge no seguimento de um estágio curricular realizado no Hospital de Faro EPE. Tem com principal objetivo desvendar uma problemática existente no hospital relacionada com o processo de Acolhimento e Integração dos funcionários do Hospital. O acolhimento e integração são estratégias fundamentais para a organização e para o indivíduo. O acolhimento é o processo através do qual o novo elemento é recebido e integrado nas organizações, de forma a se tornar “produtivo” no mais curto espaço de tempo, por outro lado, a integração consiste em acolher o novo elemento, proporcionando-lhe uma inserção que lhe possibilite efetuar o seu desenvolvimento e a assimilação dos valores éticos, profissionais sem grandes dificuldades. Se o departamento de Recursos Humanos do Hospital de Faro, EPE, planear cuidadosamente e implementa um programa efetivo direcionado ao acolhimento e integração, está a fazer um investimento inteligente no crescimento...

Acolhimento Familiar em Portugal e Espanha: Uma Investigação Comparada sobre a Satisfação dos Acolhedores

Delgado,Paulo; López,Mónica; Carvalho,João; Valle,Jorge F. Del
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
ResumoEste estudo apresenta uma comparação entre as experiências de famílias de acolhimento de Portugal e Espanha, avaliando-se a sua satisfação com a informação recebida antes do acolhimento; a preparação da criança para o acolhimento; os apoios técnico e financeiro; e a evolução do processo de acolhimento. Pretende-se contribuir para melhorar e promover a medida de acolhimento familiar nos dois países. Os processos de acolhimento familiar dependem de fatores históricos e culturais que produzem diferenças importantes nos diversos contextos internacionais. Assim, foram realizadas entrevistas em duas amostras aleatórias constituídas por 52 famílias de acolhimento em Portugal e 46 na Espanha, cujos resultados foram comparados através de testes estatísticos paramétricos e não paramétricos. Os acolhedores, em ambos os países, mostraram um elevado grau de satisfação com o processo de acolhimento. No entanto, em Portugal, existe maior preocupação com o fraco apoio financeiro, as informações não fornecidas pelos serviços de acolhimento ou a má preparação da criança para o acolhimento. Por fim, são apresentadas sugestões para a melhoria da gestão e implementação desta resposta social.

Acolhimento em centro de atenção psicossocial : percepção de profissionais que vivenciam a prática; Reception in psychosocial care center : perception of professionals experience the practice

Dárcio Tadeu Mendes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
O acolhimento nos diversos níveis da assistência em saúde constitui-se numa das bases para o cuidado, pautado nos princípios doutrinários do SUS- Sistema Único de Saúde - integralidade, universalidade e equidade. No campo da saúde mental, os CAPS- Centro de Atenção Psicossocial, serviços de atenção diária substitutivos ao antigo modelo de internação em hospital psiquiátrico, atendem clientes portadores de transtornos mentais severos e persistentes e o acolhimento é a abordagem inicial a quem procura estes serviços. A demanda que surge é diversificada, o que exige do profissional uma versatilidade para lidar com cada situação. Foram objetivos deste estudo conhecer os significados deste acolhimento na ótica de profissionais de um CAPS de um município do interior do Estado de São Paulo e identificar fatores que, porventura, interfiram nesta abordagem. Para a coleta de dados foram utilizados um roteiro de entrevista semiestruturada e a observação participante. A amostra foi composta de modo intencional e delimitada pelo critério de exaustão e contou com 12 profissionais de saúde que realizavam o atendimento do acolhimento no serviço durante o período de coleta de dados. Para a discussão dos dados foi utilizada a análise de conteúdo temática à luz do referencial teórico de Carl Rogers da abordagem centrada na pessoa. Foram encontradas cinco categorias: o acolhimento como ferramenta de escuta...

Imagens dos direitos das crianças em acolhimento familiar

Maia, Beatriz Vidal
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Intervenção Psicossocial com Crianças, Jovens e Famílias); Os direitos das crianças são tema de referência na área dos estudos da criança, tendo como documento chave a Convenção dos Direitos das Crianças das Nações Unidas, de 1989. As crianças são ainda hoje alvo de discriminação, sendo mesmo consideradas, como Mayall (2004) refere, um grupo minoritário. Embora se considere desde a retificação da Convenção por Portugal, em 1990, que as crianças são reconhecidas como sujeitos de direitos, ainda existem alguns desafios a serem ultrapassados no que concerne ao respeito dos direitos das crianças, tal qual apresentados na Convenção. O sistema de proteção infantil português prevê o acolhimento familiar como uma medida de proteção para as crianças que por variados motivos são privadas de viverem com a sua família biológica. Esta medida não é a mais utilizada em Portugal, mas, segundo a investigação nacional e estrangeira, é benéfica para o desenvolvimento saudável e estável das crianças. Esta dissertação de mestrado pretende focar-se nesta relação entre direitos das crianças e o acolhimento familiar. Desta forma...

Acolhimento na atenção básica à saúde na perspectiva do enfermeiro; User embracement in basic health care nurses in perspective

Oliveira, Jarbas Ribeiro de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; Brasil; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; Brasil; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; UFAL
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
This study addresses the host in Primary Care and aimed to understand and analyze how the host is designed and practiced by nurses of the Family Health Strategy. This is a qualitative, exploratory and descriptive, held at Basic Health Units in the municipality of Arapiraca-Alagoas/Brasil, the subjects their nurses. The subjects were visited at health facilities and conducted semi-structured interviews, allowing the construction of five categories for thematic analysis: (1) conceptions and understanding of the host; (2) The user embracement in primary care: do the collective and individual nurses; (3) host in the light of the National Humanization Policy: Guidelines, adoption and training; (4) limits and challenges to implementation and realization of the host; and (5) the role and contribution of nurses in the host. That incorporate concepts and perform the host was concluded still constitutes a great need for services and health professionals, particularly in primary care, where moments of team training and implementation processes of the host, while operating guidelines for the organization of services are nascent or nonexistent; and in which, in spite of the host by nurses to be understood as a form of approved user, we note that there is also the understanding that the user is welcome to listen carefully and try to give positive feedback to their demands. We also identified that the participation of nurses occurs mainly in the form of trainings...

Acolhimento no Programa Saúde da Família: revisão das abordagens em periódicos brasileiros

Santos,Ialane Monique Vieira dos; Santos,Adriano Maia dos
Fonte: Instituto de Salud Publica, Faculdad de Medicina -Universidad Nacional de Colombia Publicador: Instituto de Salud Publica, Faculdad de Medicina -Universidad Nacional de Colombia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Trata-se de uma revisão sistemática de literatura acerca do tema "Acolhimento no Programa de Saúde da Família-PSF" com o objetivo de identificar e analisar as diferentes abordagens em estudos selecionados em periódicos brasileiros. Utilizou-se a Biblioteca Virtual em Saúde a partir do argumento de busca "acolhimento" AND "saúde da família", perfazendo, no final da busca e dos refinamentos, um escopo de 39 artigos. Os estudos foram sistematizados segundo as dimensões do acolhimento no PSF. Compreenderam-se as dimensões do acolhimento em cinco categorias: 1. Acolhimento: desafios à produção do cuidado; 2. Acolhimento: práticas inovadoras que fortalecem o cuidado no PSF; 3. Acolhimento: dispositivo para a consolidação da integralidade; 4. Acolhimento: ação produtora de educação em saúde, adesão terapêutica e qualidade de vida; 5. Acolhimento: inclusão social, dignidade e respeito. O acolhimento evidencia-se enquanto uma tecnologia leve de grande impacto na promoção à saúde que estreita o vínculo, fortalece o PSF, mobiliza a sensibilidade dos trabalhadores da saúde, requerendo uma ação reflexiva, o desenvolvimento ético e solidário para escutar e dialogar, gerando satisfação dos profissionais e dos usuários. O acolhimento possibilita que o PSF torne-se a porta de entrada preferencial...