Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

An?lise dos documentos utilizados na descredencializa??o das fam?lias de crian?as em acolhimento institucional

NOBRE, ?urea Gianna de Sousa Azevedo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.08%
O presente trabalho de pesquisa teve como objetivo analisar sob quais aspectos as fam?lias das crian?as abrigadas foram avaliadas para que al?m do abrigamento, como medida protetiva, tamb?m se fizesse necess?rio o processo de destitui??o do poder familiar, a partir dos conte?dos encontrados nos documentos (prontu?rios) produzidos sobre as crian?as e suas fam?lias. Teve como problema eixo a descredencializa??o das fam?lias que, por sua vez, ocasionou no processo de destitui??o do poder familiar, atrav?s da an?lise de conte?do de tr?s prontu?rios, cujas fam?lias j? haviam perdido o poder familiar. Os documentos foram fotografados e em seguida digitalizados no computador, os dados analisados foram selecionados ap?s uma leitura flutuante de todos os documentos, os componentes das mensagens analisadas foram agrupados em categorias, ou seja, foi realizada uma opera??o de classifica??o de elementos de conjunto por diferencia??o (categorias molares) e posteriormente um reagrupamento por g?nero (categorias moleculares) a partir do crit?rio da sem?ntica, que implica no agrupamento das categorias por tema, algumas regras foram seguidas a partir dos crit?rios de representatividade, homogeneidade e pertin?ncia. Para a realiza??o deste trabalho classificou-se a pesquisa...

Avalia??o do desenvolvimento de crian?as em acolhimento institucional

DIAS, Greicyani Brarymi
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.14%
O presente estudo aborda o desenvolvimento de crian?as em institui??o de acolhimento infantil (abrigo) a partir da utiliza??o de escalas avaliativas. Destaca-se compreender o desenvolvimento, sob o enfoque de aspectos relacionados ? comunica??o, coordena??o motora fina e grossa, resolu??o de problemas e comportamento pessoal-social. Participaram da pesquisa seis crian?as com idades compreendidas entre 4 e 9 meses e as educadoras de refer?ncia dos dormit?rios das crian?as envolvidas no estudo. Para tanto, utilizou-se dados coletados da avalia??o de crian?as a partir da aplica??o das escalas Ages and Stages Questionnaires third edition (ASQ- 3) e Bayley Scales of Infant Development second edition. As crian?as selecionadas para o estudo tamb?m foram observadas atrav?s de um Roteiro de Observa??o Sistematizada, estruturado previamente com inspira??o em tr?s escalas de desenvolvimento para crian?as de 1 a 12 meses. Dados referentes ? hist?ria pregressa de todas as crian?as envolvidas no estudo, tamb?m foram considerados e obtidos por meio de relatos informais da equipe da institui??o de acolhimento e atrav?s de documentos (prontu?rios) junto ? dire??o. A avalia??o demonstrou que cinco das seis crian?as avaliadas pela ASQ-3, tiveram seus resultados ratificados pelas escala Bayley II e destas...

Avalia??o e interven??o de beb?s em institui??o de acolhimento infantil

LOPES, Andreza Mour?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
O presente estudo aborda a avalia??o e interven??o com beb?s em uma institui??o de acolhimento infantil na cidade de Bel?m-Pa, atrav?s da aplica??o da Escala de Desenvolvimento do Comportamento da Crian?a ? EDCC e de um programa de atividades elaborado pela pesquisadora para a estimula??o precoce/essencial das habilidades motoras, cognitivas, linguagem e afetivas. Dados referentes ? hist?ria pregressa de todas as crian?as envolvidas no estudo tamb?m foram considerados e obtidos por meio de relatos informais da equipe da institui??o de acolhimento e atrav?s de documentos (prontu?rios) junto ? dire??o. Participaram do estudo quatro beb?s, com idade entre seis a onze meses, que n?o apresentavam disfun??es neurol?gicas e com o maior tempo de perman?ncia na institui??o. A abordagem metodol?gica utilizada foi qualitativa, com caracter?stica descritiva e interventiva de pesquisa. A avalia??o com a utiliza??o da EDCC no per?odo pr?-interven??o demonstrou que todos os beb?s participantes da pesquisa obtiveram a pontua??o ?4? referente a classifica??o ?bom? da escala, sendo que inicialmente apresentaram dificuldades na realiza??o de comportamentos que envolvem a linguagem e a intera??o social. Na reavalia??o, a maioria dos beb?s participantes manteve a pontua??o ?4? com apenas um evoluindo para ?5? (excelente)...

?Jo?o e Maria?: uma observa??o psicanal?tica sobre a experi?ncia de crian?as em situa??o de abrigamento

BARROS, Ana Cl?udia Borba Gon?alves
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
Tendo em vista a import?ncia do ambiente, das rela??es afetivas e dos efeitos negativos da priva??o materna nos primeiros anos de vida para o desenvolvimento infantil, a presente pesquisa buscou compreender a experi?ncia de crian?as em situa??o de abrigamento. Para tanto, foram observadas duas crian?as, na faixa et?ria de 23 a 31 meses, de nomes fict?cios Jo?o e Maria, cujas hist?rias de vida proporcionaram uma analogia com o conto ?Jo?o e Maria? dos Irm?os Grimm. As observa??es foram realizadas em um abrigo estadual, que acolhe crian?as de zero a seis anos de idade, na cidade de Bel?m-PA. As sess?es ocorreram duas vezes por semana, com dura??o de uma hora, durante cinco meses, a partir da aplica??o do M?todo Bick de Observa??o de Beb?s, em seus tr?s momentos distintos: observa??o, anota??o e supervis?o em grupo. Os resultados foram organizados em tr?s categorias: 1) O ambiente de cuidado de Jo?o e Maria, 2) Jo?o e Maria revelados por suas perip?cias, e 3) Encontros com a observadora-narradora, sendo esses tr?s eixos analisados com base na perspectiva psicanal?tica winnicottiana. Na primeira categoria, foram apresentados fragmentos da hist?ria de vida de Jo?o e Maria, al?m de aspectos referentes aos cuidados recebidos nesse contexto...

O olhar que revela o desenvolvimento emocional de um beb? abrigado

NASCIMENTO, Rose Daise Melo do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
O presente trabalho consiste em uma pesquisa qualitativa que se prop?s a observar e analisar sob o enfoque psicanal?tico, o desenvolvimento emocional de um beb? institucionalizado. Para isso realizou-se um estudo de caso, cujo instrumento metodol?gico consistiu na adapta??o do m?todo Bick de Observa??o de Beb?s. As adapta??es versam sobre o ambiente que ? institucional, ? redu??o do tempo de observa??o para o per?odo de quatro meses, ao contexto das supervis?es que, devido ? escassez de pesquisadores que utilizam este m?todo em Bel?m, restringiu a maioria das supervis?es ao par observador e supervisor, sendo que este ?ltimo exerceu a fun??o paralela de orientador deste estudo. Realizou-se a pesquisa em um abrigo estadual que acolhe crian?as de zero a seis anos, onde vivia Miguel, um beb? que foi abandonado por motivo de dificuldades financeiras justificadas pela m?e. Miguel foi observado desde os seus 20 dias de vida at? os quatro meses, atrav?s de observa??es semanais, com dura??o de uma hora, totalizando 20 observa??es, as quais foram registradas e submetidas ?s supervis?es. Os resultados foram organizados em tr?s cap?tulos principais: 1) Sobre o desenvolvimento emocional de beb?s que remonta ao campo te?rico da psican?lise de crian?as 2) Sou visto...

Intera??es crian?a-crian?a no p?tio da escola e no abrigo: o comportamento de cuidado entre pares

COSTA, D?bora Lisboa Corr?a
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.27%
Estudos mostram que ao interagir a crian?a tem a oportunidade de desenvolver suas habilidades sociais. Dentre elas, o comportamento de cuidado se destaca como a?oes diversas que se assemelham ao cuidado parental, que t?m por objetivo dar suporte f?sico ou afetivo ao outro a partir de atitudes como ajudar, compartilhar e brincar de cuidar. No caso de crian?as que est?o vivendo e crescendo em institui??es de Abrigo, estudos consideram que devido ? sua condi??o peculiar de vulnerabilidade pessoal e social, elas podem se beneficiar da presen?a deste comportamento nas intera??es estabelecidas nesse tipo de ambiente e ou em outros, como o escola. Este estudo teve como objetivo investigar aspectos f?sicos e sociais do ambiente que concorrem para a manifesta??o do comportamento de cuidado entre pares observados em suas intera??es nos p?tios da Escola e do Abrigo. Assim como, verificar e analisar caracter?sticas f?sicas e socioais dos sujeitos que participaram da pesquisa que podem igualmente ter influenciado a manifesta??o desta modalidade de comportamento pr?-social. Participaram do estudo cinco crian?as, entre quatro e seis anos, que moravam h? mais de um ano no Abrigo e freq?entavam regularmente a Escola. Para a coleta de dados...